BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

terça-feira, 1 de setembro de 2015

LIÇÃO DE CASA

              Todo mundo sabe, aprende desde o berço, depois na escola, a fazer o básico do básico: a lição de casa. Esta lição, infelizmente, não é seguida pela nossa iluminada presidenta.
                    Um dos grandes erros do lulismo/petismo foi apostar todas as fichas numa energia arcaica: o petróleo. Tudo em detrimento a novas fontes de energia como a solar e a eólica. Imaginem o nordeste, região menos desenvolvida do país, repleta de cataventos gigantes gerando megas de quilowatts de energia elétrica apenas com a força do vento! Ou ainda, a generosa luz solar dando-nos gratuitamente energia através de placas receptoras considerando a extensa área de nosso país propício a longas horas do dia expostas ao sol!
               Tudo isso não acontece porque temos pessoas sem saber planejar, ou sem a mínima condição de dirigir um país. Porém, uma coisa eles sabem fazer como ninguém. Será preciso declinar isso no texto? Ou todo mundo já sabe?


domingo, 30 de agosto de 2015

POR QUE AINDA NINGUÉM PENSOU NISSO?

          Tempos de crise, desemprego crescendo, Lava Jato no auge, corrupção aos borbotões. Uma ideia de gênio não ainda concretizada é abrir uma fábrica de bonecos infláveis com o objetivo de difundir norte a sul do Brasil todo e qualquer político envolvido em esquemas de corrupção. Referidos suvenirs seriam vendidos em lojas de presentes, camelódromos, em todos os tamanhos desde chaveiros até decorativos para festas, adereços para automóveis. Enfim, poderia se criar uma marca registrada para demais fins como etiquetas e adesivos. O protótipo já foi lançado, já virou meme com os dizeres "13-171". O que falta é alguém produzir em larga escala.
         Falta criatividade aos empresários brasileiros. Neste momento de crise poderiam incrementar seus faturamentos, ajudar na criação de empregos, colaborando também para combater a corrupção, apontando os malfeitores da nação. Seria então medo de serem processados? Esta hipótese somente seria considerada se os acusados fossem inocentados pela justiça. Porém, vale lembrar, embora o boneco represente o ex-presidente Lula, apesar de muitas suspeitas, ele não está sendo processado por ninguém. Melhor seria colocar em seu lugar a caricatura de seu melhor amigo, José Dirceu.
              

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

QUAIS CAMINHOS TRILHAR?

            Quem de nós, por mais otimista que seja, pode vislumbrar qualquer vertente de progresso em nosso querido Brasil? Por mais que a Globo se esforce para espelhar uma fotografia que não existe, o dado real é que assistimos, dia após dia, um partido estrelado dilapidador exaurindo os derradeiros recursos protelatórios para se manter no poder a qualquer custo.
         Infelizmente, os poderes aparelhados à moda de Cuba e Venezuela, impedem a aplicação de legislação eficiente para julgar e punir todos esses lesadores da pátria, o principal deles residente em São Bernardo do Campo. O Foro de São Paulo que congrega os países bolivaristas, os maiores beneficiados pelos financiamentos via BNDES, bilhões de dólares que poderiam ser muito bem aplicados aqui no Brasil. Enquanto isso estão querendo ressuscitar a velha CPMF. Que venha para provar que somos um povo marcado, feito gado de quem fazem gato e sapato.
                 Por isso o pessimismo reina. Juros nas alturas, desemprego em alta, inflação cedendo a conta-gotas. Qual a credibilidade ou a confiabilidade existente para um indispensável pacto nacional, num ambiente onde a presidente pode ser julgada pelas famosas pedaladas fiscais, além das investigações sobre as doações de campanha de sua reeleição já decretada pela maioria dos membros do TSE. No Senado, seu presidente e outros aliados já investigados pela Lava Jato, faltando somente a denúncia do Procurador-Geral. Na Câmara ele já o fez atingindo o presidente Eduardo Cunha.
             A Petrobras, outrora nossa maior orgulho, hoje vende parte de seus ativos para fazer caixa. O BNDES ainda não foi investigado, blindado que está por decretos presidenciais. Se não passarmos o Brasil a limpo, como dizia Bóris Casoy, vamos afundar mais e mais. Não pode existir tamanha impunidade. O nosso povo é muito pacífico, não sabe reivindicar como deve e merece. Deus salve a pátria brasileira!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

E O PIOR AINDA ESTÁ POR VIR

           Prenúncios catastróficos introduziram a semana entrante como uma espécie de prévia setembrina de acontecimentos muito preocupantes. Sem querer ser profeta do apocalipse, não há como fechar os olhos diante dos sinais visíveis que surgem claramente nos momentos presente.
             A falta d'água é um sinal irreversível. A China vai abalar a economia mundial. O mundo é uma engrenagem e a China tem a maior relevância. A dívida americana para com o país asiático é astronômica. Os chineses já ameaçam liderar uma nova moeda lastreada em suas reservas de ouro. A "explosão" em Tianjin pode ter sido obra de retaliação do Pentágono por esta supremacia de moeda. Setembro é o mês do Shemitah judaico, é um sinal bíblico  em relação ao povo judeu. Lembremos que 2001 tivemos após o ataque às torres gêmeas, uma violenta queda na bolsa de NY; em 2008 outra crise ainda de maior duração. O ciclo é de 7 anos, em 2015 haverá mais uma queda(?). Hoje a bolsa caiu no mundo inteiro (prévia?).
             Não queremos de modo algum alarmar ninguém. Tenhamos fé em Deus mas que ninguém se encontre dormindo com todos os sinais visíveis de que Deus está perdendo a paciência conosco.
               Em nosso mundo previano estamos no mato sem cachorro. Ou alguém pensa que a bolsa em 45 mil pontos não nos afeta em nada? E ela poderá provavelmente cair ainda mais. Que ninguém mais se iluda. Não teremos adiantamento, nem qualquer benefício extra. Oremos pela manutenção de nossas aposentadorias.
A TERRA JÁ MOSTRA O SEU LAMENTO - CREIAM NO SENHOR JESUS CRISTO!

domingo, 23 de agosto de 2015

SEGUNDA-FEIRA VINTE E QUATRO DE AGOSTO

        Reúne-se neste segundo dia da semana no quarto andar do Centro Empresarial Mourisco na Praia de Botafogo(RJ), o órgão máximo de nosso fundo de pensão: o Conselho Deliberativo.
         Presume-se que o assunto do controvertido adiantamento salarial de 6,82% esteja na pauta para ser votado. Se estiver na pauta, há a real possibilidade de utilização do voto de qualidade por parte do presidente Robson Rocha, indicado pelo patrocinador. Tal dedução se prende ao fato de pelas discussões anteriores na diretoria, o patrocinador não ter sido favorável ao pleito. Por isso, é bem provável que sequer tenhamos a inserção do tema na ordem do dia, devido exatamente a esta pré-disposição do BB.
            Espera-se, realmente, que o assunto tenha um desfecho, favorável ou não, porém discutido e votado como requer a boa governança.

sábado, 22 de agosto de 2015

AS CRISES SÃO GRAVES E ELAS SE ALIMENTAM

         Um dos principais tópicos debatidos no encontro de Governança Corporativa no Rio foi a tempestiva observância de SINAIS que sempre precedem situações de instabilidades. Eles são como alertas que, se bem interpretados, servem de correções de rumo ou novas setas na encruzilhada para trilhar novos caminhos que pouco mais à frente renderão seus frutos.
            No panorama nacional as crises se evidenciam. Há temores de parte do governo de que o PMDB, partido aliado e fundamental na sustentabilidade ao governo, ameace sair em bloco do governo. O vice-presidente Michel Temer está desconfortável no cargo. Já colocou o cargo da coordenação política à disposição da presidente Dilma, que por sua vez deseja isolar de vez o presidente da Câmara dos Deputados. A intenção final é retirá-lo da presidência da Câmara pois tem sido uma "pedra no sapato" do governo.
           O ministro Gilmar Mendes, vice-presidente do TSE, fez um pedido à PGR e à Polícia Federal para que se investigue as contas de campanha da presidente Dilma em 2014. Ele afirma que as contas de campanha do PT foram aprovadas COM RESSALVAS e que agora, com as últimas investigações da Lava Jato, teriam novas evidências confirmadas. Já o presidente do Senado  poderia estar envolvido em relação aos fundos de pensão. A CPI dos fundos de pensão começou a funcionar, aliás, duas: Uma no Senado e outra na Câmara. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Há suspeitas mas todo mundo é inocente até prova em contrário.
            O dado concreto é que uma crise alimenta outra e assim pode haver uma reação em cadeia. O importante é que houvesse uma união geral da sociedade para buscar uma saída com a finalidade de estancar as crises e fazer o país voltar a crescer porque a crise econômica só afeta o sofrido povo brasileiro. Que o nosso Deus possa guiar a nação alcançar tempos de prosperidade e de entendimento, até com renúncias no campo pessoal para beneficiar toda a coletividade.
BRASÍLIA, 55 ANOS, PRECISA DEMONSTRAR MATURIDADE.

       As bolsas mundiais fecharam no último mês com fortes quedas, China em primeiro seguida por Japão, Alemanha, Estados Unidos e Brasil.
Para ser franco estou com medo do mês de setembro, de um possível baque na bolsa de Nova Iorque. Estou sendo pessimista demais? 

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

CONTO DO ENGRAXATE

             Terça pela manhã dirijo-me a pé do Rio Othon Hotel ao Sofitel Convenções num trajeto aproximado de mil metros, quando em determinada passagem fui alertado por um jovem de que meu sapato estava sujo com um creme amarelado, tipo mostarda. De imediato constatei a veracidade ao que o mancebo gentilmente aproximou-se, prontificando a auxiliar-me. Deitou sua pequena caixa no calçadão equipada com escovas, pasta de engraxar, e até um frasco com água de cheiro. Seu discurso era de que a sujeira provinha de dejetos humanos mas que não me preocupasse pois com sua água cheirosa eu não iria exalar mau cheiro algum. Curioso é que a imundície grudou somente no couro de sapato, a sola estava limpa, o que significa dizer que não pisei em nada estranho. Também não sei explicar como aquilo foi parar ali já que não percebi nenhuma aproximação. Deve ter sido a esperteza carioca ou a minha baixa percepção tendo em conta minha visão monocular.
           Encerrado os trabalhos de limpeza, perguntei-lhe o valor a pagar: São 30 reais. Paguei-lhe e agradeci como alguém que de fato sentiu-se ajudado. No restante do caminho me senti um perfeito otário, refletindo quão fácil foi ter sido ludibriado. E olhava a cada instante ao redor e para os pés.