sexta-feira, 16 de agosto de 2019

FUNDO VALIA É VALIOSO

      Há quem fique incomodado quando colocamos matéria referente a um fundo de pensão privatizado em que os olhos do patrocinador se afastaram da cobiça natural de seu superávit, deixando-o a quem de direito pela lei.
   Uma prova cabal da espetacular administração do Fundo Valia é a continuidade de pagamento de superávit aos associados de seu fundo BD (Benefício Definido). Com todos os motivos, a equipe econômica de Paulo Guedes rasga merecidos elogios à excelente performance do Valia, qualificando-o como modelo dentre os demais.
     Brincando com a Natália, que recebeu meu telefonema no qual fiquei sabendo que o Fundo Valia não cobra "taxa de administração" para contratar/renovar empréstimo simples mantido por esse fundo de pensão, disse-lhe em tom de brincadeira (mas ah! se fosse verdade!) que eu desejaria pertencer ao Fundo Valia.
     Só nos falta no momento é o aval de Paulo Guedes para que instrua o nosso patrocinador a deixar os fundos estatais com seus verdadeiros donos, uma espécie de patrocinador "branco", sem intenção de carrear para si os superávits porventura existentes. E exigir  dos fundos estatais uma redução drástica das despesas administrativas, além de proceder com investimentos nos títulos públicos (rolagem da dívida pública) ou outros investimentos seguros nos quais o governo pode ajudar a definir, ou ainda, "copiar" as aplicações feitas pelo Fundo Valia. O importante é que o fundo renda o suficiente para garantir as aposentadorias e na medida do possível tenha superávit para, conforme faz o Valia, pagá-los exclusivamente aos associados.
EconomiaItabira

Superávit Valia pode pagar até 9,2 suplementações, anuncia Aposvale Itabira

A Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social (VALIA), por meio do Conselho Deliberativo, confirmou nesta quinta-feira (28/02), o pagamento de 9,2 suplementações líquidas, de mais um abono superávit do Plano de Benefício Definido (BD).
O pagamento foi anunciado pelo diretor da Associação dos Aposentados e Pensionistas da Vale (APOSVALE),em Itabira, Sebastião da Costa Deiró. “De acordo com acompanhamentos diários do Plano BD feitos pela APOSVALE, concluímos que as rentabilidades da VALIA foram satisfatórias para manter os 25% dos próximos 60 meses e o pagamento de um Abono Superávit em torno de 9,2 suplementações líquidas”, destacou.
Ainda de acordo com Deiró, a reunião final do Conselho Deliberativo será no dia 13/03 e a diretoria da APOSVALE vem trabalhando junto à diretoria da VALIA para que o pagamento seja realizado no próximo dia 28.
Sebastião Deiró pontuou números de mais um abono superávit Valia – plano BD – Foto: Arquivo Via

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

SEM OFENDER NINGUÉM

   Caros colegas e amigos,

   Havia jurado a mim mesmo não abordar mais esses temas aqui no blog, venho excepcionalmente abrir uma exceção e questionar um item cobrado na contratação/renovação do empréstimo simples. Faço tal crítica com todo o respeito, sem, contudo, deixar de exercer um direito sagrado de contestação ou livre manifestação. Exatamente nesse dia 14 de agosto, por ser o melhor dia do mês para a renovação tendo em conta que o valor disponível atinge o ápice, caindo paulatinamente à medida que passa o mês, um percentual em torno dos 16,5% é descontado - sem dó nem piedade - do montante a ser retirado. Em qualquer banco o valor do IOF é acrescido ao valor financiado e diluído nas prestações. Aqui é descontado na hora. Em nenhum banco existe a cobrança da taxa de administração, um verdadeiro absurdo! Será que referida taxa é realmente necessária? Há uma justificativa contundente para fazê-la? Pois é. Para o lado do associado está tudo dentro das leis e das normas, nada é possível mudar. Já para o lado corporativo, as normas são bem rígidas, parece não haver nenhum jeito de ceder.
     Mantive contato com o fundo VALIA, citado como modelo pela equipe econômica de Paulo Guedes, sobre a cobrança desta malfadada taxa de administração nos empréstimos praticados por ele, fundo VALIA. A resposta que obtive foi de que ali não existe tal taxa, cobram somente os juros e a correção, conforme me informou a Natália.
     Diante desse quadro, e levando em consideração que o que se escreve por aqui é monitorado lá, venho pedir educadamente que seja simplesmente extinta a referida taxa de administração.
       Nestes Termos
       Pede Deferimento


Resultado cálculo
Valor líquido a ser creditado*R$ 2.110,84
Valor empréstimoR$ 131.225,00
Empréstimos simples a liquidarR$ 128.768,87 -
Taxa de administraçãoR$ 262,45 -
IOFR$ 82,84 -
Qtde. de prestações120
Valor das prestaçõesR$ 1.696,97
Valor da taxa nominal de juros5,00% a.a.
Valor da taxa nominal de FQM1,20% a.a.
Valor da taxa nominal de FL0,00% a.a.
Prazo(meses)120
Data prevista para crédito16/08/2019
Data 1ª prestação20/09/2019

domingo, 11 de agosto de 2019

EVANGELHOS SEMPRE SÁBIOS

   O evangelho deste domingo de agosto, 11, é pródigo em revelações e sabedoria divina. Lucas capítulo 12:32-48:


Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
32 “Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do Pai dar a vós o Reino. 33 Vendei vossos bens e dai esmola. Fazei bolsas que não se estraguem, um tesouro no céu que não se acabe; ali o ladrão não chega nem a traça corrói. 34 Porque onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. 35 Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas. 36 Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater. 37 Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. 38 E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar! 39 Mas ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. 40 Vós também, ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”. 41 Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?” 42 E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? 43 Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! 44 Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. 45 Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46 o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis. 47 Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. 48 Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”

A quem conhece a palavra e não atua para praticá-la será muito mais cobrado no juízo final. Portanto, mãos à obra! O Senhor virá como um ladrão, quando menos se espera. E se não estivermos vigilantes e atuantes poderá nos surpreender, e sermos tolhidos da vida eterna. É muito séria a nossa luta pela salvação. Merece reflexão permanente! "Felizes os empregados que o Senhor encontrar acordados quando chegar!"
Quando refletimos nas palavras de Jesus, vem à nossa mente a futilidade desta vida terrena. Para que servem os bens materiais que brigamos para acumular? Terão valia no reino de Deus? Nenhuma. E no entanto há muita briga entre nós para a sobrevivência. Esquecemos das palavras do sermão da montanha: "Buscai primeiro o reino de Deus e tudo o mais vos será dado por acréscimo."
Bem explicado, bem entendido, disseminado no mundo todo, o evangelho tem ressonância em bem poucas pessoas, provando de uma vez por todas que "muitos serão os chamados mas poucos os escolhidos." (Mateus 22:14)

sábado, 10 de agosto de 2019

HERE IS THE TRUE MAN (Confere Obama?)


Bolsonaro, o Lenhador

TEXTO EM RESPOSTA A UM AMIGO QUE MANIFESTOU GRANDE INCÔMODO COM AS DECLARAÇÕES DO NOSSO PRESIDENTE:

Mônica Rezende Duque

Querido amigo, torço para que você enxergue os erros do Novo - o partido - e ajude a corriji-los, querido!

Esse partido exige do Jair Bolsonaro o comportamento de um Lord que ele nunca foi nem nunca será.

Não foi eleito para portar-se como um Lord, ao contrário, foi eleito para "meter o pé na porta” e exercer a liderança bruta de lenhador, do tipo que escarra e cospe no chão.

Atente: além de ser um cara comprovadamente honesto, foi o temperamento e a disposição de escancarar o falso jogo político brasileiro que o elegeu.

Esta idealização do líder é um grosseiro erro de avaliação da situação política do país.

Porque uma vez estando há décadas em meio a uma saraivada de rajadas de tiros interesseiros vindos da ONU, dos Globalistas, do Foro de São Paulo, e de uma gama de militantes ferozes que se locupletaram da coisa pública dentro do nosso próprio país, o cara não desistiu e se destacou como anti-herói nesse jogo.

E por isso foi eleito.

Não queremos outro Bolsonaro.
(NE: queremos exatamente este Bolsonaro)

Os eleitores do atual presidente não fazem cara de nojinho para as falas dele porque entendem que ele não é jarro de decoração, ele é o lenhador que meteu o machado na quadrilha do PT quando NINGUÉM nesta bosta de país teve coragem de fazê-lo.

Talvez você acompanhe a atuação dele há dois ou três anos, mas eu admiro o Bolsonaro desde que ele SOZINHO, E MUITO SOZINHO - lá atrás -, deu um golpe de mestre no PT do Lula que este estava prestes a ter nas mãos o comando do SENADO e da CÂMARA juntos.

Ou seja, iam ter ainda mais poder do que tiveram.

Mas o "lenhador maluco" que cospe no chão foi lá e agiu.

Naquele ano venceu o Severino Cavalcante e o PT ficou refém do PMDB. Ruim?

Certamente que sim, mas menos pior do que dar poder total àquela quadrilha maligna.

Então quando vejo um bando de jornalistas bundões, que choram por dinheiro público a vida inteira, reclamando porque o Bolsonaro falou que o TERRORISTA FOI ASSASSINADO POR TERRORISTAS, logo vejo que fiz a escolha certa: elegi o presidente certo; apaguei toda essa mídia da vida de minha família.

Quem faz coro a esta bobajada toda, ou está perdido, ou está mal intencionado.

O Bolsonaro é sim um cara preparado, preparado para sofrer e aturar a política atual do Brasil e sobreviver a isso tudo.

Nenhum outro aturaria, e a prova disso é que TODOS, LITERALMENTE TODOS POLÍTICOS DESTE PAÍS, compraram ou venderam apoio político antes dele.

Mas graças ao nosso "lenhador mal educado” isso ACABOU no Brasil.

E só por isso ele deveria ser tratado por todos os brasileiros como a lenda que ele de fato é.

Despreparado está ainda uma parte do povo que não consegue enxergar o óbvio: Bolsonaro é o cara!

Sim o cara que temos para hoje.

Para amanhã talvez possamos ter em Brasília um político que mantenha o viés de política limpa que conquistamos com o atual governo, e que ao mesmo tempo consiga passear na rua sem ser cassado por um bando de alucinados violentos criados às custas de muita doutrinação, de costuras partidárias espúrias que envolveram desde multinacionais do tráfico de drogas a invasores da propriedade alheia.

Espero que nossos netos vejam esse dia ser possível.

Até lá defenderei o presidente que escolhi, que, em meio a tropeços e corridas, até agora honra o meu voto.

Nunca imaginei que pudéssemos vencer, mas vencemos.

Nunca esperei que o povo pudesse entender o fenômeno Bolsonaro, e não entende.

Mas ainda assim o rabo que está na reta é o dele.

E eu dou-lhe muitos créditos pela sua história.

OS CRIMES PROSSEGUEM

    A intercept brasil agora ganhou um aliado internacional, trata-se do jornal El Pais da Espanha, algo como El Pais Brasil. Ambos se aliaram para tentar melar a Lava a Jato. Por que será? Quais os interesses deste órgão internacional no Brasil? Já não basta a mídia nacional? A maioria dos jornais de tv noticiam essas escutas clandestinas como se fosse a coisa mais normal. Como podemos falar mal dos militares e de Bolsonaro com tanta tolerância?
    O Brasil, o povo de bem reconhece, e talvez a maioria dos brasileiros, que há ministros do STF que não honram suas funções. Inúmeras são as ações de 3 ou 4 ministros que defendem mais o lado perverso da corrupção do que o lado saudável da boa conduta. Teve um deles que declarou hoje que essas "provas", mesmo que ILÍCITAS, serviriam para provar que os procuradores agiram de forma escandalosa, "pouco constitucionais". Está afirmando o quê, senhor ministro? Que devemos baixar a guarda contra ladrões que quase destruíram a Petrobras e, por extensão, o povo brasileiro? O senhor já contou qual o montante de dinheiro que já regressou aos cofres da nação fruto da ação dos procuradores da Lava a Jato? O ministro Sérgio Moro sempre foi uma pessoa de bem, de grande probidade, hoje honrando o nobre cargo de ministro da Justiça.
    É triste ver a que ponto chegaram os que causaram (e ainda causam por não reconhecer) danos que levarão muito tempo para serem reparados. Por isso desejam a todo o custo denegrir a imagem daqueles honrados homens que colocam o Brasil, de novo, em seus verdadeiros caminhos. Basta!

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

NÃO SOU ESPÍRITA MAS BATO PALMAS

Enquanto a maioria de nós discursa a partir de confortáveis tribunas e púlpitos, normalmente construindo argumentos separatistas e supondo que a virtude reside apenas em determinados grupos, graças a Deus, há os que agem. 
E o que lhes caracteriza a ação proveitosa e eficaz? A união dos diferentes por uma causa maior. O abandono de verdades pessoais absolutas e de vaidades pueris. Não há, ali, orgulho de credo ou pensamento político, derrubam as fronteiras dos dogmas e das siglas para constituírem um verdadeiro "exército da salvação". E, quando isso acontece, católicos, evangélicos, mórmons, espíritas, budistas, índios, civis, militares, cidadãos abastados ou carregando suas próprias carências, unem suas forças e oferecem o melhor de si em favor do próximo, como neste caso, da Operação Acolhida, em Roraima.
O representante da Sociedade de Divulgação Espírita Auta de Souza, que aqui se manifesta, dá um passo além e vai mais longe, reconhecendo o papel fundamental das Forças Armadas naquele local e reconhecendo a necessidade de união cada vez maior, pede a Deus que abençoe o Brasil, o Parlamento e o Presidente da República. Enquanto muitos, longe milhares de quilômetros de Roraima, entretecem-se de lançar suas opiniões sobre o regime da Venezuela - muitos ainda, lamentavelmente, em sua defesa - os venezuelanos tombam aos milhares em solo brasileiro, morrendo de fome e de falta de esperança. 
Que aprendamos com esses apóstolos a abandonar nosso julgamento àqueles que não pensam como nós; somente quando levarmos o Cristo para as instituições humanas (e não o contrário) é que estaremos, efetivamente, honrando nossa filiação Divina e servindo de instrumentos mais afinados à Sua vontade, porque ela não distingue nem julga, apenas ama, acolhe e espera.
Sempre teremos a opção de lançar bençãos ou impropérios, a escolha é nossa. 
Deus abençoe o Brasil. 
Deus abençoe a Venezuela. 
Deus abençoe os que unem. 
Deus ilumine os que insistem em segregar.

terça-feira, 6 de agosto de 2019

SINOPSE DO PLANO DIVINO

   No meu outro blog Pão Celestial, em que venho colocando o evangelho diário, lemos hoje o evangelho de Lucas capítulo 9, versículos do 28b ao 36, sobre a transfiguração de Jesus no alto do monte Tabor.
     O episódio narra que Jesus levou consigo 3 discípulos humanos Pedro, João e Tiago. No monte, enquanto Jesus orava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou alva e brilhante. Dois homens conversavam com Jesus a respeito de sua morte (que iria ocorrer em breve). Eram Moisés (que recebeu o Decálogo ou as tábuas dos mandamentos de Deus para o povo judeu).  Elias, o grande profeta do Senhor, que não morreu, subiu ao céu num redemoinho. Deus usou Elias para fazer chover fogo dos céus e ressuscitar mortos.
Estavam, portanto, em seis personagens. Três discípulos que como humanos sentiram sono e dormiram. Quando acordaram viram a glória de Cristo e dos dois que estavam com Ele.
    Com isso Cristo nos mostrou toda a história da humanidade: Moisés que aplicou a lei divina ao povo escolhido (Israel), Elias que desmascarou falsos profetas adoradores de Baal e Jesus Cristo o Filho do Deus vivo e Redentor da raça humana.
    Quem pode enxergar além nota que havia 3 personagens humanos, Pedro, João e Tiago, sujeitos aos limites da carne (fome, sede, necessidade de dormir); e 3 personagens divinos (trindade) com os corpos transformados em luz, a mostrar à humanidade o seu estágio definitivo e eterno, finda a vida terrena.
    O ser humano é sonolento. Tantas vezes Jesus repreendeu os discípulos que dormiam enquanto Jesus vigiava e orava. Cuidemos para que, quando Jesus voltar, não nos apanhe dormindo.
PROFETA ELIAS FEZ DESCER FOGO DO CÉU E RESSUSCITOU O FILHO DA VIÚVA DE SAREPTA. 

domingo, 4 de agosto de 2019

TODOS DEVEMOS ACREDITAR

    Sem demagogia, eis um resumo de quase dez minutos de realizações alcançadas para o bem do povo brasileiro. Sem falar no maior lucro obtido pela Petrobras no 2º trimestre de mais de 18 bilhões de reais.
   Em paralelo, a fala do excelente ministro do STF, Luís Roberto Barroso, feito nesta semana em São Paulo, trata de forma singela o modo estrábico como alguns veem as investigações de autoridades pelos vazamentos fraudulentos. Muito bom senhor ministro!
A palavra de Barroso está no site da Globo.com neste link:
https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2019/08/02/ministro-barroso-fala-sobre-caso-dos-hackers-ha-mais-fofocas-do-que-casos-relevantes.ghtml

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

ALGUÉM PORVENTURA JÁ FEZ?

   Muito bom ler os evangelhos, é o próprio Filho de Deus que nos ensina. Em Lucas capítulo 14, versículos doze ao quatorze diz:
"...12 Então Jesus se dirige ao que lhe havia convidado e lhe exorta: Quando deres um banquete ou um jantar, não convides os teus amigos, irmãos, ou parentes, nem teus vizinhos ricos; se assim procederes, eles poderão, da mesma maneira, convidar-te e desta forma, sempre serás recompensado. 13 Pelo contrário, ao deres uma grande ceia, convida os pobres, os deficientes físicos, os mutilados e os que não podem ver. 14 Feliz serás tu porque eles não têm como te pagar. Entretanto, receberás a tua régia recompensa na ressurreição dos justos."
    São muito raras as pessoas que assim procedem. O costume geral é agir convidando pessoas do mesmo convívio social. Por esse motivo as palavras do Filho de Deus soam como quebradoras de paradigmas, altamente recompensadoras. Basta atenta para o texto: "Receberás régia recompensa". Régia vem de real (rei) e o Rei é nosso próprio salvador, o Rei dos reis. Quem se habilita ou quem se propõe a atender o pedido de Jesus?

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

AS CINCO SOLAS

Reforma Protestante se iniciou no dia 31 de outubro de 1517, quando Martinho Lutero protestou contra a Igreja Católica Romana ao afixar à porta da Igreja da cidade alemã de Wittemberg, as suas famosas 95 teses ou 95 proposições para serem debatidas, com o foco principal em debater vários pontos teológicos da doutrina católico romana, sobretudo a questão sobre a salvação era pela fé somente, sem a ajuda das obras praticadas pelos cristãos.
Depois de Lutero, grandes reformadores protestantes foram importantes ao movimento de renovação do cristianismo. João Calvino, homem de mente privilegiada, sistematizou brilhantemente os princípios doutrinários em várias publicações, principalmente em suas “Instituições da Religião Cristã” (Institutas), obra que ainda é muito usada por teólogos, professores e principalmente cristãos que buscam os valores verdadeiros do Cristianismo. Também foram importantes Filipe Melanchton, Theodore de Béze, Ulrich Zuínglio, Martim Bucer, Menno Simons (reforma radical) e tantos outros.
Resumidamente, as proposições teológicas que serviram como pilares da Reforma Protestante são os chamados Cinco Solas - frases latinas que surgiram para enfatizar a diferença entre a teologiareformada protestante e a teologia católica romana. Sola, vem do latim e significa “somente” ou “apenas”, na língua portuguesa. E os cinco solas são: Sola Fide, Sola Scriptura, Solus Christus, Sola Gratia e Soli Deo Gloria. Esses são os pilares da Reforma Protestante.
Sola Fide (somente a fé): este princípio afirma que o homem é justificado única e exclusivamente pela fé, sem o acréscimo das obras do mérito humano e, por meio dele, a tradição reformada é sustentada.
Sola Scriptura (somente a Escritura): A Escritura é a única regra de fé e prática da igreja e o protestantismo aceita doutrinas de sua inspiração, autoridade, inerrância, clareza, necessidade e suficiência. Somente as Escrituras são o fundamento da teologia reformada.
Solus Christus (somente Cristo): como forma de reação dos protestantes contra a igreja católica secularizada e contra os sacerdotes que afirmavam ter uma posição especial e serem mediadores da graça e do perdão por meio dos sacramentos que ministravam. A reforma defendeu que tal mediação entre o homem e Deus é feita somente por Cristo, único capaz de salvar a humanidade e o tema central da reforma protestante.
Sola Gratia (Somente a Graça): Além de a graça ser um dos atributos de Deus é, também, o próprio Cristo (em sua encarnação) e é o Espírito Santo quem aplica a graça ao coração do pecador. A graça comum é comunicada a todos os homens, indistintamente. Mas, graça especial é soteriológica (salvadora) e por meio dela que o homem é salvo, quando há a comunicação da salvação de Deus ao pecador. "Sola gratia" diz respeito a tudo que o homem possui (graça comum) e, em especial, à salvação que é dada pela graça somente. Graça especial somente, por meio da qual o homem é escolhido, regenerado, justificado, santificado, glorificado, recebe dons espirituais, talentos para o serviço cristão e as bênçãos de Deus.
Soli Deo Gloria (somente a Deus a glória): este pilar da teologia reformada afirma que o homem foi criado para a glória de Deus e que tudo que ele fizer deve destinar a glorificar a Deus.
Referências bibliográficas:
CHAUNU, Pierre. O tempo das reformas (1250-1550): a reforma protestante. Lugar na História, v. 49-50. Lisboa: Edições 70, 1993.
MARTINA, Giacomo. História da igreja: de Lutero aos nossos dias. V. 1: A era da Reforma. São Paulo: Loyola, 1997.
SILVESTRE, Armando A. Calvino: o potencial revolucionário de um pensamento. São Paulo: Vida, 2009.
______. Calvino e a resistência ao Estado. São Paulo: Mackenzie, 2003.


      Fácil perceber que das cinco teses acima pelo menos uma (a primeira) não vem de Cristo. Se apenas a fé fosse necessária ou suficiente para a salvação, grande parte do evangelho seria inútil. Vamos pegar o evangelho de Mateus, capítulo 25, do versículo 31 em diante. Ali Jesus Cristo dá a resposta para Martinho Lutero.
        Sobre a tese "Somente as Escrituras" o que dizer do final do evangelho de João (o discípulo que Jesus amava)? Leiam Jo 21:25
O ideal é ler todo o capítulo 21 onde Jesus dá a primazia a Pedro na pregação do reino. Vejam em Atos 3 6 E disse Pedro: Não tenho prata nem ouromas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.
       Não nos cabe julgar nem condenar ninguém. Por tal nunca devemos basearmos em doutrinas de homens. Diz um estudioso da doutrina calvinista, o Luiz Shimoyama: "Joguem essa doutrina na lata de lixo!" De se notar que o Luiz não é católico, é apenas um rapaz que estuda a Bíblia. Ele tem um canal no YouTube chamado Reino Eterno.
        Finalizando, não gosto de me alongar, gosto de ser sucinto e coeso, vejam o vídeo abaixo sobre o que a livre interpretação da Bíblia produz. Notem que a pessoa tem uma igreja cujo lema é: "Jesus Cristo é o único Senhor". Será que ele entendeu a doutrina de Jesus?