segunda-feira, 19 de outubro de 2020

QUANDO VOLTARÁ AO NORMAL?

     Enquanto a vacina não chega vamos atravessando uma fase dura de chegar a um termo aceitável. A cada dia os números caem mas não na velocidade esperada. Parece um enxugar gelo sem fim. Não dá para baixar a guarda. Medidas não podem ser afrouxadas sob pena de continuidade ou de convivência com o vírus como se fosse inextinguível.

           A fase de campanha eleitoral é empecilho por aglomerações e contatos cada vez mais inoportunos. Pelos cargos a política vira um vale-tudo. Não se restringe à mídia falada e televisiva. Vai para as ruas juntando pessoas quando não deveria. E no dia 15.11 quantas filas serão vistas em plena epidemia? Por que não criaram o voto eletrônico com tanta tecnologia à disposição? Por que arriscar vidas humanas ao contágio? 

Um comentário:

Cadé disse...

Caríssimo Ari, desejo que tu e tua família estejam todos bem. Bem! Quando voltará o normal? Esta resposta não é fácil. Até porque as coisas tem mudado em velocidade impressionante. Mas, com relação a este vírus, a teoria médica sinaliza que ainda vamos ter que conviver muito tempo. Há alguns pesquisadores que estimam de 3 a 5 anos. Este vírus, classificado como controlável, para os pesquisadores, mesmo com a vacina, vai demandar um tempo, para que o seu comportamento seja semelhante a uma gripe.
Porém, não se entende, porque tudo foi prorrogado/modificado/proibido e as eleições (que é uma verdadeira bagunça), os políticos sequer admite falar em modificações. É claro que precisamos fortalecer a democracia. Todavia, a saúde está em primeiro lugar. Por fim, ouso a afirmar que será uma bagunça não antes vista.
Cadé