domingo, 2 de fevereiro de 2020

O SOFRIMENTO NOS SANTIFICA

    Aprendi muito mais em seis meses de grande sofrimento do que nos sessenta e poucos anos de existência. Cresci espiritualmente. Amadureci. O bom Deus mostrou-me que eu preciso me desapegar literalmente deste mundo, viver no mundo como não vivesse e dedicar-me 100% ao amor e à ajuda aos mais humildes e carentes. Sou muito grato ao Pai, ao Filho e ao Santo Espírito por gravar em meu coração as sábias palavras da lei do Senhor e do Evangelho do Filho do homem. Sinto-me enquadrado nas palavras de Jesus: "Ninguém pode vir a Mim se o meu Pai não o atrair; e uma vez vindo a Mim de modo algum o lançarei fora." E mais: "Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu quem vos escolhi."
     Assim, meu coração exulta de alegria por compreender que ao cristão é morrendo que se vive para a vida eterna, e que não há mandamento maior que doar a vida pelos irmãos. Agora entendo perfeitamente as palavras de Cristo: "Quem quiser salvar a sua vida (terrena) perde-la-á; mas quem perder a sua vida (corporal) por Minha causa, encontra-la-á!"
     O mundo hoje com a multiplicação da ciência procura nos convencer de que a vida com Deus na eternidade não existe. O diabo é muito astuto e tira-nos preciosas almas do Senhor através de um aparelho chamado celular. Os facilitadores oferecidos pela tecnologia vão minando os nossos jovens na crença ao Deus verdadeiro. Os aplicativos e a redes sociais (atribuo ao Instagram um dos mais satânicos) afastam a vigilância paterna aos filhos. Satanás ataca o que Deus instituiu como sagrado: A família. Com efeito, se os dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria. Mas por causa dos eleitos os dias serão abreviados.

4 comentários:

Paulo disse...

Parabéns, meu amigo!A luta com Cristo nunca é inglória!O verdadeiro evangelho é esse, cuidar dos órfãos e viúvas, dos pobres e necessitados!Essa vida é um sopro, nada podemos levar desse mundo, e tudo é vaidade, temos com o que comer, vestir estejamos sempre satisfeitos!A ideologia do mundo prega o contrário, consumir mais e mais, o segundo lugar é o primeiro lugar dos perdedores...Vivemos em uma correria, sem nos darmos conta de nossa finitude, de que o que vale a pena é o sorriso da esposa, o cachorro que pega o nosso chinelo, os filhos que pedem nossa atenção, o pai a mãe, enfim, fiquei feliz pela sua constatação agostiniana e calvinista, ninguém pode vir a Mim se o Pai não o permitir!De fato, ninguém vai a Jesus Cristo, se o Pai não o revelar, e todo aquele que vem até Ele, não é lançado fora, mas amado do Pai e do Filho!São os eleitos, e a eleição é incondicional, é Soberana, ninguém pode resistir (graça irresistível), Deus é onipotente, jamais perderá um dos seus!Forte abraço!A paz do Senhor!

Paulo disse...

Boa tarde Professor e colegas,

Alguém poderia fazer a gentileza de indicar um médico credenciado (e bom) especialista em prótese de quadril, no Rio e São Paulo

Grato

Aristophanes disse...

Colegas.
Há um sentimento – misto de desencanto, solidariedade e resignação – nos blogs de nossa comunidade. Alguns parados há semanas, enquanto o BlogdoEd brinda-nos com um sentido passado poético e o buliçoso Medeiros constrói um “pot-pourri” de assuntos, para levantar os debates. O “choro da menina”, retratado no AriZanella, é arrasador, mas, felizmente, compensado pelo título da sua postagem anterior, ensinando que “A VIDA PROSSEGUE...NÃO PODEMOS DESANIMAR” ou, como cantou o moribundo Freddie Mercury, “The show must go on”.
E deve continuar mesmo! Já externei aqui, e reafirmo, meu otimismo racional e construtivo, na visão do “copo meio cheio”. Um problema sem solução pode ser uma solução.
No “site” da Previ enxergo, de um lado, uma boa notícia, na apresentação do novo diretor de Investimentos Marcelo Otávio Wagner. Gente da Casa, qualidades de profissional experimentado, dentro e fora do BB, e participante comprometido com “o seu Plano1”, sem ranços ideológicos. De outro lado, os números sintéticos do Boletim de Desempenho-Novembro/2019. Não são “um show de bola” mas, relevando os atropelos conjunturais na fatia de Renda Variável, com expressivos 46,34% dos Investimentos Totais, há perspectivas compensatórias das outras operações, apontando para um resultado superavitário, em 2019, por volta dos 4 bilhões, e a satisfação da Meta Atuarial em torno dos 8%.
Na Cassi, parece que saímos da beira do abismo. Além dos reforços financeiros promovidos pelo Patrocinador e pela contrapartida de nossas aumentadas contribuições e participações, as medidas de enxugamento estão se arrumando, para um saneamento duradouro. Pena que ainda subsiste um terrorista fogo de monturo ameaçador e divisionista.
Enfim, vencido o primeiro ano do novo governo, já delineamos um retrato de governabilidade mais estável, indicador de ações reformistas e necessárias, mas sem unanimidades, e no ritmo das “sístoles e diástoles” que animam o estado democrático de direito. Bola pra frente, pessoal!

Ari Zanella disse...

WILSON LUIZ deixou um novo comentário sobre a sua postagem "O SOFRIMENTO NOS SANTIFICA":


COMPLEMENTO

Em postagem anterior, PREVI que a previ fecharia 2019 com déficit de R$ 1 bilhão, aproximadamente, PREVIsão que se baseou no balancete novembro/2019.

Talvez não seja tão ruim assim, em dezembro/2019 o índice BOVESPA fechou com valorização de 6,85% no mês, a ação da VALE foi ainda melhor, valorizou 8,91% no mesmo período. Vamos ver o que acontece no balanço de 2019.