sábado, 11 de janeiro de 2020

DA COMPLEXA NATUREZA HUMANA


CAMELOS E COALAS
Aristophanes Pereira
       A natureza humana é muito curiosa, pra expressar o mínimo. Interpretá-la é tarefa complexa e inconclusa. Há séculos é o que tentam fazer filósofos, sacerdotes, feiticeiros e, no âmbito da ciência, psicólogos e, também, psiquiatras. Pelas mesmas razões, paradoxalmente, uns confortam coalas, enquanto outros assassinam camelos.
        Dias atrás, na sequência de um ambiente há muito saturado de inquietações belicosas, entre Estados Unidos e Irã – além de outros atores coadjuvantes – a morte calculada de um importante comandante de exércitos iranianos e milícias iraquianas, abalou o mundo. O cara, sobre cujo generalato há controvérsias, tinha uma importância geopolítica enorme e carregava, na sua folha corrida, crimes numerosos e terríveis, no entender do lado que o eliminou, e feitos gloriosos e patrióticos, no ajuizamento de outros, compatriotas e simpatizantes.
       Isso, como bem sabemos, ocasionou muitas e graves “desacomodações” mundo afora, alimentando preparativos guerreiros de vingança, ameaças de desproporcionais revides e esforços de apaziguamento. Falou-se, até, numa III Guerra Mundial!
       Nos dias enlutados do enterro do herói nacional, com o caixão sendo carregado de um canto para outro, por ardorosos devotos, um acidente brutal ceifa a vida de 56 pessoas, no estouro da multidão de milhões. O noticiário foi breve, sem maior repercussão, sequer identificando homens, mulheres e crianças. Anônimos que morreram pisoteados, sem glória.
       Pouco tempo depois – algumas horas – um avião, em voo pacífico comercial, aparentemente seguro e confiável, interrompe, abruptamente, a sua trajetória, pouco depois da decolagem do aeroporto de Teerã, e mergulha, inexplicavelmente, para o solo, com 176 pessoas que se estraçalharam, também sem glória.
       O caso, ainda em andamento, está crescendo de significado. Não por causa daquelas mortes, propriamente ditas. Sabe-se, vagamente, que são homens, mulheres e crianças – na maioria canadenses e ucranianos – além da chamada “tripulação”.
       O pavoroso acidente está tomando aspectos espantosos porque autoridades militares iranianas, que antes negavam a possibilidade de o avião ter sido derrubado por seus misseis, agora admitem, em nota divulgada, que o dito cujo “assumiu a posição de voo e a atitude de um alvo inimigo”, ao se aproximar de uma base da Guarda Revolucionária. “Nessas circunstâncias, por causa de erro humano”, o avião “ficou sob fogo”, afirmaram.
       A nota, que constrói uma narrativa tardia, inverossímil e quase cômica, se não fosse sobre um acidente tão monstruoso, diz ainda, em tom de conforto, que “a pessoa” responsável por derrubar o avião será responsabilizada e que o “erro” não se repetirá.
       O caso vai dar muito o que falar. Os dois acidentes que o destino engendrou, a partir da morte do pranteado e estratégico herói iraniano, enfraquecem as razões do aguerrido Irã, com peso negativo. 
       Espero que as menosprezadas mortes daqueles 232 verdadeiros mártires, pisoteados e estraçalhados, sirvam de patamar para uma negociação de paz, pelo reconhecimento dos erros absurdos e estúpidos de cada parte beligerante, a partir das decisões geradas nos bunkers dos senhores da guerra.

Jaboatão dos Guararapes(PE),11/01/2020


 Fonte das imagens: Google

99 comentários:

antonia disse...

Vamos mostrar outra opinião: quem iniciou essa loucura toda, foram os donos do mundo, os EUA,se metendo no Irã e matando um dos seus líderes, por uma suposta futura guerra. Assim como fez com o Iraque, por uma suposta existência de armas químicas, (que até hoje não foram encontradas) e também na Venezuela, no combate ao ditador sanguinário Maduro ( matando o povo de fome com as sansões econômicas praticadas pelo salvador do mundo). Só que sabemos que o motivo do interesse dos EUA nesses países não é humanitário, é único e exclusivamente no Petróleo deles. Por que não se preocupar com os ditadores dos países da África que praticam verdadeiras monstruosidades com seu povo e não são incomodados? Por que lá não tem petróleo. Simples assim.

antonia disse...

Antes de nos preocuparmos com coalas e camelos, vamos lutar para resolver nossos problemas, que não são poucos: devastação da Amazônia (plantas e animais), desemprego, saúde precária, educação ( que agora acabou) e nossos benefícios cada vez mais escassos, levando-nos a recorrer a ES para complementar nossa aposentadoria.

CELSO BERNARDES disse...

EXCLUSÃO DO INSS DA FOLHA DA PREVI

AOS COLEGAS E LEITORES
Ary, perdoe-me a reprise, com correções em sua redação.
IMPORTANTÍSSIMO

Devido a exclusão do INSS da fopag da Previ a partir de MARÇO/2020, faço o comentário abaixo:
Tendo-se em vista que o Empréstimo Simples não poderá ultrapassar a 30% da margem consignável, previstos na Lei 10.820/03 de 17/12/2003, o que afetará a maioria dos colegas devedores, pois provavelmente, ficarão com a mesma “estourada” e por conseguinte a Previ terá que tomar as devidas providências para corrigir esta distorção, devido ao enquadramento obrigatório estipulado no dispositivo legal supra citado, e cuja medida terá que abranger a todos os associados do PB1 indistintamente, e não somente ao grupo prejudicado, então por obviedade e SMJ ela somente terá uma caminho a trilhar, qual seja: ELEVAR O PRAZO DO EMPRÉSTIMO SIMPLES DE 120 MESES PARA UM PRAZO MAIOR, DIMINUINDO-SE ASSIM O VALOR DA PRESTAÇÃO MENSAL, PARA ENQUADRAR-SE DENTRO DOS 30%, CONFORME PRECEITUA o dispositivo supra citado.

EM ASSIM SENDO:

A) Resolver-se-á o problema da margem consignável estourada, pois haverá o devido enquadramento legal.
B) Beneficiará a muitos devedores, pois a margem consignável aumentará e assim poderão renovar seus empréstimos e sanar suas dificuldades.
C) Quem quiser, e de modo consciente, poder-se-á habilitar e efetuar seu empréstimo consignável em cima da folha de pagamento do INSS, pois estará neste caso, com sua margem consignável totalmente disponível.

Como tenho observado, há colegas desesperados e por isto peço-lhes: por favor aguardem com serenidade pois acima de nós está quem tudo vê e tudo pode: nosso DEUS! Vamos orar e pedir!
Que se manifestem os colegas mais entendidos do que eu a respeito deste comentário.
Abs.

Blog do Ed disse...

Mais uma vez fui distinguido com uma cópia dessa magnífica reflexão sobre a conjuntura atual das relações internacionais no momento presente, exposta pelo nosso sábio diretor Aristophanes. Se elas seguissem até as suas mais longínquas e trágicas consequências, estimada colega Antonia, não somente os coalas e os camelos seriam devastados, mas até a floresta amazônica desapareceria da geografia terrestre. A Terra empardecer-se-ia. Teríamos outro planeta Marte girando por este Universo tremendamente escuro e silencioso de partículas energizadas e sem espectadores.
Edgardo Amorim Rego

Odan disse...

Como se calcula a margem consignável do ES,colega CELSO?

Aristophanes disse...

Prezada Antonia.
Alegra-me a sua competente participação na discussão do tema. E não discordo de você, nem tomo partido, pessoalmente. O Brasil, como nação, pode até se bandear para um dos lados. Não existe país “bonzinho”. Guiam-se – ou devem guiar-se – por seus “interesses”. Sempre foi assim, e a coisa piora, quando são mesclados por ideologias e dogmas religiosos. O vencedor sempre ostentará a “legitimidade de seus interesses”...
Não estou preocupado com camelos, que serão abatidos a tiros, na Austrália, lá do outro lado do mundo, e coalas acariciados com chupeta e mingau. Realço o paradoxo dos comportamentos humanos: matam uns e acariciam outros...conforme seus interesses e motivações.
Quanto ao Brasil, é fácil catalogar os seus erros e mazelas. Mas, o princípio da partida dobrada, em contabilidade, ensina que há débitos e créditos. Temos muitos créditos! O principal deles é a liberdade para identifica-los, discuti-los e buscarmos soluções. É o que estamos fazendo, com uma generalizada consciência, em busca de acertos, e determinação em derrubar os obstáculos, alguns seculares, ou arraigados em nós mesmos.
Com os meus olhos quase nonagenários, testemunho nossas conquistas e denuncio o que me causa indignação. Abraço cordial.

Unknown disse...

"...SMJ ela somente terá uma caminho a trilhar, qual seja: ELEVAR O PRAZO DO EMPRÉSTIMO SIMPLES DE 120 MESES PARA UM PRAZO MAIOR, DIMINUINDO-SE ASSIM O VALOR DA PRESTAÇÃO MENSAL, PARA ENQUADRAR-SE DENTRO DOS 30%, CONFORME PRECEITUA o dispositivo supra citado."

Colega, me desculpe, mas SPJ devemos considerar 2 pontos chave para explicar o Motivo da desvinculação do INSS com as entidades de Previdência Privada.

1.
Quais as desvantagens do INSS?
- os fundos sempre cumpriram o papel de fiscais com a "prova de vida"
- o INSS remunera OU cobra dos Bancos Depositários dos benefícios?

Quais as vantagens?
- os Bancos "eleitos" com o crédito dos Benefícios Apartados pagam pela NOVA FOLHA?


2.
Benefícios do FUNDOS (PREVI, FUNCEF, os maiores):

- não mais antecipará o pagamento dia 20;
- terá a atual MC para ES reduzida em 30 a 40%, considerando BD médio de 8.000 a 10.000,00;
- o saldo devedor do ES vai ser reduzido na mesma proporção; sem poder de renovação por 5 anos...
- o FQM deve estar pesando nessa conta = vide número de falecidos da Previ cada ano.

ESSA DESVINCULAÇÃO ESTÁ PARECENDO ENCOMENDA da PREVI e FUNCEF.
- NINGUÉM VAI ELEVAR O PRAZO DO ES.

AB


CELSO BERNARDES disse...

Ao nobre colega ?????????????
Unknown 14:32hs

Com o devido respeito, não tive absolutamente o interesse em discutir os motivos desta desvinculação e sinceramente não foi o objeto de minhas colocações. Eles estão aí e pronto.
Pois para mim não faz a menor diferença, tendo-se em vista que sempre, eu disse sempre, eu recebi o INSS apartado da folha de pagamento da Previ e não me fez ou faz qualquer diferença e já são 21 anos de jubilação, eu me enquadrei e pronto.
O ponto que eu toquei foi exclusivamente, até para suscitar um salutar debate, que em função dos dispositivos legais que estabelecem, calculam e limitam o desconto de consignações em folha de pagamento não permitem de moldo algum ultrapassar a 30% da MC que no meu caso é = (+ Benefício - imposto de renda - contribuições x 30%).
Isto posto qual seria o outro caminho que não fosse reduzir o valor da prestação do ES que a Previ teria para enquadrar-se?
E considerando também que as medidas que porventura forem tomadas terão e deverão ter abrangência total e de modo igualitário para todos os participantes do PB1, não podendo beneficiar somente ao grupo dos detentores de margem extrapoladas.

E EM ASSIM SENDO:

A) Resolver-se-á o problema da margem consignável estourada, pois haverá o devido enquadramento legal.
B) Beneficiará a muitos devedores, pois a margem consignável aumentará e assim poderão renovar seus empréstimos e sanar suas dificuldades.
C) Quem quiser, e de modo consciente, poder-se-á habilitar e efetuar seu empréstimo consignável em cima da folha de pagamento do INSS, pois estará neste caso, com sua margem consignável totalmente disponível.

No site da Previ tem-se:

“O valor máximo da prestação mensal a ser assumida pelo participante está condicionado à existência de margem concessão de empréstimo, conforme previsto em lei, calculada mensalmente pela Previ. Para os funcionários da ativa, são deduzidas, inclusive, as parcelas de PAS, adiantamentos do Banco do Brasil que ainda não transitaram na folha de pagamento.”

Foi somente isto o meu comentário, mas quem sabe o nobre colega teria outra alternativa que ainda não consegui observar?
Grande abraço e Feliz 2020.

CELSO BERNARDES disse...

Odan,

No meu caso o cálculo da MC dá-se assim:
(+) = mais
(-) = menos

MC = (+ Benefício - imposto de renda - contribuições x 30%).
Os 30% é o valor máximo da parcela do ES cobrados mensalmente.

Grande abraço e Feliz 2020.

Juarez Barbosa disse...

Prezado Ari e colegas,

Estive procurando informações sobre o pagamento dos benefícios do INSS e destaco abaixo algumas informações colhidas:

1. O último leilão realizado pelo Governo foi para conceder o direito às instituições financeiras vencedores de efetuar o pagamento de NOVOS benefícios deferidos entre 2020 e 2024:
2. Este leilão já acontecia de 5 em 5 anos. Não é novidade:
3. Os que já são segurados, seus domicílios bancários para recebimento de seus benefícios não serão alterados, ou seja, sua contas-correntes indicadas permanecerão as mesmas.

Logo, pelo meu entendimento, salvo melhor juízo, a únicas alterações que existirão serão a exclusão do trânsito do crédito na folha de pagamento da PREVI e o crédito do benefício não ocorrerá mais no dia 20 junto com o complmento da PREVI e sim será creditado diretamente na conta corrente no dia 5 do mês subsequente.

Minha dúvida é se existe esta informação do domicílio bancário dos beneficiários no banco de dados do INSS, em virtude do extinto convênio Prisma, firmado entre a PREVI e o INSS. Em caso afirmativo, o crédito deverá ocorrer de forma automática. Caso contrário, os beneficiários deverão preencher e entregar no INSS um formulário específico de indicação da conta corrente que receberá o crédito de seu benefício.

Aguardemos, pois, manifestação da PREVI a respeito.

Odan disse...

CELSO BERNARDES disse...
Odan - NO MEU CASO QUE SÃO AS SEGUINTES VERBAS CONSIGNADAS:

- EMPRESTIMO SIMPLES;
- CESTA ALIMENTAÇÃO(devolução);
- CAPEC MORTE/ESPECIAL;
- PREVI - CONTRIBUIÇÃO;
- CASSI - Contribuição pessoal e dependente;
- IRRF - Judicial E previ.

TODOS SÃO DEDUTÍVEIS?

Paulo disse...

https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/01/12/governo-acaba-com-deducao-de-empregado-domestico-no-ir.ghtml

antonia disse...

Colega Celso, ref. a MC para ES, com a alteração de procedimentos do INSS - vc não tem problemas, eu não tenho, mas muita gente terá e não podemos simplesmente ignorá-los, temos que lutar para que as Associacões que nos representam encontrem uma saída junto a Previ. Como sugestão para esse problema, a Previ poderia negociar um tipo consignado com o BB para conservar a MC dos aposentados que escolhessem ele como domicílio bancário e podem surgir outras idéias com o propósito de amenizar esses transtornos que devem está tirando o sono de muita gente.

Unknown disse...

"CELSO BERNARDES disse...
Ao nobre colega ?????????????
Unknown 14:32hs"

Celso, apenas utilizei sua postagem para introdução do meu comentário.

Os Pontos eram:

- OS INTERESSES DO INSS (não creio que é iniciativa do INSS a quebra do convênio).
- Bancos viram um nicho de mercado retirando o INSS dos FUNDOS.

- OS INTERESSES DOS FUNDOS = não mais ter de antecipar para dia 20 o Benefício do INSS (que recebem dia 01 mês seguinte)
- além da redução da MC para o ES.

FINALIZANDO, e esse é o motivo pelo qual comento, JULGO SER IMPOSSÍVEL ou INVIÁVEL A ELEVAÇÃO DO PRAZO DO ES:

- ES 165.000,00/120 = 1.375,00
- encargos por mês: 825,00 (0,5%)
TOTAL . . . . . . . . 2.200,00
- desprezo o INPC pq ajusta o Saldo do ES mas também o BD...
- Simulei no site:
165.000,00 x 120 m: 2.100,00 (parcela do ES, idade 58).

Perceba que AUMENTAR O PRAZO torna o ES uma bola de neve, especialmente se o INPC se elevar, eis que incide mes-a-mes e nosso BD tem correção anual.


Há uma postagem no blog do D.D. Mestre Medeiros que comenta essa questão:

“Anônimo disse...
Anônimo de 10/1 - 10:14 h

Concordo com você. Um colega de minha cidade renovou um ES no final de novembro/2019 por 120 meses perfazendo um total de R$ 170.00000 (tinha um ES-B) e prestação total de R$ 2.300,56. Fizemos, hoje à tarde, uma simulação até fevereiro/2020, concluindo que mesmo com as amortizações de dezembro/2019 e janeiro/2020, em fevereiro/2020 o valor dos juros/atualização será de R$ 2.827,12 enquanto que a amortização (valor da prestações) será de R$ 2.300,56. Imagina, então, como ficará a situação se o INPC continuar subindo......

Conclusão: há necessidade de uma campanha imediata objetivando convencer a PREVI a passar utilizar o juros pré-fixado como você citou.

Gostei de suas colocações. Parabéns por elas....
Um forte abraço
10 de janeiro de 2020 20:28”


VOLTANDO PARA MEU COMENTÁRIO - A SOLUÇÃO DA MC ME PARECE DIFÍCIL SOB ESSA ÓTICA.


SUGESTÃO:

- CAMPANHA DA PREVI para PREVIANOS INDICAREM o BB para crédito do INSS (poderão faze-lo em Abril...).
- O BB PODERIA CRIAR CDC INSS ESPECIAL (JUROS DE 0,75...+FPM etc, para amortizar o ES PREVI e ajustar a MC.
- abre o crédito com direcionamento direto à PREVI (AJUSTE DO VALOR DA PARCELA DO ES).
- ou na PREVI grava-se essa opção de AMORTIZAÇÃO=RENOVAÇÃO COM REDUÇÃO da parcelas.

EVITARIA QUE OUTROS BANCOS ABOCANHASSEM ESSE BENEFÍCIO, COM PREVIANOS CONTRATANDO CONSIGNADO A 1,55 ou MAIS, inclusive aumentando seu endividamento INDIVIDUAL e mantendo sua insolvência junto à PREVI.

AB

MAUS disse...

CDC CONSIG INSS:

NO BB - DEPENDRIA DE GRAVAR-VINCULAR A MC 30% NA FOPAG DO INSS;



PORÉM, SE A PREVI SE HABILITASSE NO INSS COMO OPERADORA DO CDC-CONSIGNADO...

PODERIA CONTRATA-LO NAS MESMAS CONDIÇÕES DO ES, NO VALOR DO CRÉDTO e COM PARCELAS EQUIVALENTES À EXTRAPOLAÇÃO DA MC, M RAZAO DA ESCLUSÃO OO BENEFICIO DO INSS NA FOPAG PREVI.
- SEM ANTES GRAVAR A PARCELA NA MC 30% DA FOPAG INSS.


Anônimo disse...

Eminente professor Ari Zanella, boa tarde.

Tenho observado em seu blog, por diversas vezes, colegas comentando que a PREVI teria que reduzir o valor das prestações do ES, inclusive alongando o prazo do empréstimo.

Considerando o alcance de seu blog e no intuito de que a matéria seja pacificada entre nossos colegas, já que o meio se encontra no momento tão conturbado, peço licença para reproduzir o que consta do Regulamento do ES, constante do site da PREVI:

"Art. 22 - O empréstimo será pago em prestações mensais, sucessivas e postecipadas, vencendo-se a primeira prestação no mês subseqüente ao crédito do empréstimo.

Parágrafo 1º - As prestações mensais serão consignadas na folha de pagamento de salários do participante no Banco do Brasil ou na folha de pagamento de benefícios do participante assistido na Previ, ou, na impossibilidade destas consignações através de débito automático em conta-corrente mantida pelo mutuário no Banco do Brasil.

Parágrafo 2º - Na impossibilidade da consignação das prestações em folha de pagamento ou de seu débito em conta-corrente, as prestações mensais poderão ser pagas por boleto bancário emitido pela Previ."

MAUS disse...

"M RAZAO DA ESCLUSÃO OO..."

DEGETEI SEM ÓCUOS...

...

DIGITEI...

Sérvio Rugga disse...

Pena que a maioria das pessoas, geralmente, só se interessam pelo lado da história contada pelo vencedor. E sempre foi assim, desde quando o homem descobriu ferramentas para esmagar a cabeça do mais fraco. Infelizmente, essas mesmas pessoas, incapazes de questionar o brutamontes, assumem a defesa do opressor e passam a defende-lo. Poucos querem ser Vercingetorix ou Galileu porque sempre perdem no final. Hoje nos encontramos numa situação semelhante. Não tenho esperança de que algo melhore, pois sempre somos considerados privilegiados, de certa forma sim, por todos os presidentes que se arvoram em aplicar a política neoliberal. Pelo que vemos nesse primeiro ano, ter otimismo é pra quem vive no mundo ilusório de Xanadu. Nesse caso, faço minha as palavras da Antônia, sempre objetiva e com pensamentos corretos. Aliás, sem ficar me equilibrando em cima do muro, nesse caso, estarei sempre contra o opressor, contumaz interventor em outros governos, e, quase sempre, quando o oportunismo aparece invasor e explorador de nações independentes.

Ari Zanella disse...

Olá Sérvio Rugga,

Todos têm seus pontos de vista, e eu não defendo nenhum político pois a maioria só quer o próprio bem, não lhes importando se o país vá para o precipício. Recentemente tivemos (1998 - 2018) pelos menos 4 governos que deixaram muito a desejar. O comunismo é o maior OPRESSOR. Eu não quero para o meu país nem socialismo nem comunismo. Já uma economia de mercado (liberal) é o que os Estados Unidos adotam, e pessoas que vão para lá trabalhar não querem mais retornar. É desse país que o Brasil precisa se aproximar. Jamais da Rússia que só tem poderio bélico e conquista através da força. Nos BRICs o Brasil devia dar preferência a Índia e a África do Sul. Estes dois países não têm pretensões de dominar ninguém. São exemplos de cooperação sem outros interesses. O mesmo digo de Israel. Os países árabes só tem a riqueza do petróleo. O que isso nos acrescenta?
Não fiquemos em probleminhas pontuais, passageiros. Olhemos o macro. E muito cuidado com um supsoto governo mundial (moeda única). Que Deus nos livre dessa armação! Tenha paciência, meu amigo, vai mais dois anos para endireitar o Brasil. O estrago foi muito grande. E o aparelhamento, então? Nem se fala!

Blog do Ed disse...

Prezado colega Rugga
Também me coloco contrário ao que o governo norte-americano fez colocando o tacão da bota militar no Oriente Médio para garantir o provimento de petróleo para sua indústria e força bélica, além de motivos estratégicos de geopolítica. Como não gostaria de ver realizar-se igual medida, indiscutivelmente imaginada em altas rodas políticas internacionais sobre a região amazônica brasileira. Na política não existem santos. A ética do político como a do negociante são diferentes da ética da vida comum do cidadão...
Edgardo morim Rego

Miro disse...

https://www.euqueroinvestir.com/bb-bbas3-exige-saida-de-funcionarios-aposentados-pelo-inss/

Anônimo disse...

Com esse caos no INSS, sei não viu, vai ter ranger de dentes nesse cancelamento com a previ

Anônimo disse...

https://valor.globo.com/financas/noticia/2020/01/14/previ-reestrutura-sistemas-de-informacao.ghtml

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

No app da Previ já está disponível o espelho de jan-2020.

gasampa disse...

EstadÃo, 14.012020



O Banco do Brasil mudou as regras de aposentadoria após a reforma da Previdência. Os funcionários que solicitaram o pedido junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não poderão mais manter atividades e terão de deixar o banco de forma compulsória. A novidade consta de instrução do BB publicada internamente na semana passada. A exceção são os chamados estatutários, ou seja, o grupo de diretores e vice-presidentes.

Última chance. Os funcionários que já solicitaram o pedido de aposentadoria oficial, mas não querem deixar o BB, terão uma chance de continuarem na instituição. Conforme a instrução, quem se arrepender poderá desistir do pedido junto ao INSS desde que não tenha recebido o primeiro pagamento nem tenha acessado os recursos do FGTS ou do PIS/Pasep.

Justa causa. Os funcionários que não solicitarem aposentadoria compulsória após o pedido junto ao INSS poderão ser demitidos por justa causa.

Fila. No ano passado, uma fila de cerca de 200 aposentadorias de funcionários de alta patente do BB se formou no INSS por falta de recursos. Uma força-tarefa foi feita no instituto após o caso vir a público, conforme noticiou a Coluna, diminuindo a lista de espera. Entretanto, ainda teria gente na fila.

Com a palavra. Procurado, o BB explicou que a mudança busca adaptar as normas internas do banco à Constituição. Confirmou ainda que a nova regra “não atinge os membros do Conselho Diretor, que tem as atividades reguladas pelo estatuto do banco”.

Ester Martins disse...

Prof Ari hoje liguei para 135 do INSS perguntando se constava a isenção do meu IRPF e me disseram q não e sou pq tive um câncer de rim e dei entrada pela Cassi q informaram a Previ mais o INSS não sabe

Anônimo disse...

Quando o funcionario se aposentava do INSS automaticamente estava aposentado do Banco , não existia essa possibilidade de continuar trabalhando, no governo do Lula foi que surgiu essa novidade, envelhecendo a população bancaria e limitando a entrada de funcionarios novos.

Paulo disse...



Depois de quarenta dias de sob forte pressão dos participantes, a Funcef anunciou, na segunda-feira (13), no site da Fundação, que pediu adiamento da decisão do governo que põe fim ao contrato Caixa/INSS/FUNCEF.

O ofício, que pede a prorrogação do convênio até agosto, foi encaminhado à autarquia do governo, para que neste tempo a Funcef tenha tempo de discutir uma alteração legal no artigo 117 da Lei 8.213/91, que trata de acordos de cooperação técnica entre fundos de pensão e INSS.

Após um angustiante período de silêncio da Diretoria de Benefícios, subordinada a um Diretor eleito, foi o presidente da fundação, Renato Villela, indicado pela Caixa, que se comprometeu, pessoalmente, a buscar soluções para o problema que atinge milhares de participantes.

“A Fenae e os participantes seguirão acompanhando de perto os desdobramentos da interlocução da Funcef, que finalmente se uniu à Previ para somar forças no sentido de priorizar os participantes”, afirma a Diretora de Saúde e Previdência da Fenae, Fabiana Matheus.

O convênio tem sido motivo de grande preocupação entre os participantes e a Fenae tem recebido muitos questionamentos de participantes ansiosos para saber que medidas serão tomadas para que as contas fechem no final do mês e para que o INSS não enterre os trabalhadores com mais burocracia.

Fonte: Fenae

Funcef

Francisco disse...

Prezada Ester Martins (14/01/2020 21:30)

Estou no mesmo barco que você, tanto que pretendia questionar a PREVI sobre a necessidade de informar ao INSS de nossa condição de isentos do imposto de renda no que tange aos proventos de aposentadoria.
Isto porque da mesma forma que você executei, à época, (2002) o procedimento recomendado enviando a documentação à PREVI, via CASSI.
Vou aguardar mais um pouco, pois a PREVI, paulatinamente, vem agregando informações sobre a denúncia unilateral do convenio promovida pelo INSS.
Se realmente ocorrer o desligamento, e a PREVI por razões desconhecidas não prestar a informação àquela autarquia, então teremos que seguir a rotina preconizada pelo INSS, lembrando que existe resolução da própria Secretaria da Receita Federal de que não há necessidade de comprovar a contemporaneidade da moléstia grave (no meu caso cardiopatia grave, no momento estabilizada).
Notícias de hoje dão conta de que o INSS teria que atender cerca de 2 milhões de trabalhadores e não tem servidores para o atendimento e solução dos pedidos. Militares reformados seriam contratados para temporariamente zerar a fila até setembro próximo.
Talvez aí esteja mais um fator para que o INSS reconsidere sua decisão de romper o convenio.
Espero que com o tempo tudo se ajuste.

anonim0 disse...

CRISE NO INSS-De há muito tempo o Governo vem trabalhando na reforma do Inss,e não soube se preparar com a damanda dos atuais e novos beneficios.,o que se viu,é a um acumulo de propostas sem uma definição clara por parte do Governo,prejudicando principalmente a classe pobre do nosso País.,Novamente.vem com atitudes mirabolantes para resolver o problema,convo-cando militares da reserva para tentar resolver o abacaxi,Acredito eu,na qualidade de aposentado ,seria de bom alvitre e com mais experiencia nos assuntos,convocasse os aposentados do BB,aliado a extensividades das ag.do BB em todo on territorio nacional,acredito quebtreiamos todas as condições de tentar resolver a situação.

Blog do Ed disse...

Anônimo das 7:41
Isso é Brasil. Infelizmente a competência do Dr. Paulo Guedes não foi suficiente para prever o tamanho do problema administrativo que estava criando para o INSS e achar a adequada solução. O cidadão é que tem de aguardar para entrar no gozo de seus direitos... deteriorados. Previdência é seguro, não é caderneta de poupança.
Edgardo Amorim Rego

Blog do Ed disse...

Estimados Francisco e Ester
Estou no mesmo barco que vocês. Sou sobrevivente de um câncer intestinal.Qualquer dedução indevida de meu benefício me faz muita falta e tenho enormes problemas para relacionamentos extradomiciliares.
Edgardo Amorim Rego.

Paulo disse...

Os neoliberais, vivem dizendo que o Estado tem funcionários demais, que precisa enxugar, demitir, não fazer novos concursos....
Mas o governo Bolsonaro acaba de divulgar que vai recrutar até 7 mil militares da reserva, para tentar acabar com a fila de pedidos de aposentadorias no INSS.
Isto escancara duas coisas:
1 - Há falta, e não excesso, de funcionários;
2 - A militarização do governo.
Nem durante a ditadura militar havia tantos militares ocupando postos no governo, e em empresas públicas, quanto agora.

Ester Martins disse...

E o atendente do INSS me informou q deve levar mais de 45 dias mesmo q leve os documentos lá e talvez no momento deve não aceitar pq vai dizer q tem convênio c z previ e recebendo a parte do INSS vai ser descontado o IR q só receberemos qdo da declaração anual no ano seguinte

Juarez Barbosa disse...

Prezado Ari e demais frequentadores do Blog,

Na varredura diária que faço das notícias do Brasil e do Mundo, me deparei com a descrita no link abaixo, sobre nossa questão do cancelamento do convênio BBxINSS (Prisma)

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/inss-cancela-convenio-com-previ-e-ameaca-leiloar-folha-de-aposentados/

Espero que o bom senso prevaleça a fim de se evitar transtornos desnecessários em nossas vidas !!!

Paulo disse...

Depois de não chegar em um consenso com a Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, o INSS decidiu cancelar o convênio com a fundação, no início deste ano. Conversas para a fundação “comprar” a sua própria folha de pagamentos ocorreram, mas sem sucesso. Como o cabo de guerra capitaneado pelo INSS não deu em nada, o jeito foi partir para o plano B. Agora, o instituto ameaça leiloar a folha de aposentados do BB para possíveis bancos interessados em assumir esses pagamentos. O INSS também teria cancelado o convênio que detinha com a Petros, da Petrobras, e a Funcef, da Caixa Econômica Federal.

Quem vai querer? No caso das folhas de pagamentos dos bancos, difícil é imaginar qual instituição financeira vai concordar pagar por novos clientes com risco tangível de perdê-los mais adiante. Isso porque os aposentados dessas instituições podem, posteriormente, recorrer ao mecanismo da portabilidade para voltar tudo como antes, recebendo seus benefícios no próprio banco.

Lá vem o pato. Com a falta de acerto entre INSS e Previ, os aposentados do BB é quem estão sofrendo as consequências. Por conta do cancelamento do convênio existente entre ambos, eles deixaram de receber os valores mensais de forma unificada.

Feitiço e feiticeiro. A separação dos pagamentos da Previ e do INSS dificulta não só a gestão das finanças como também a questão tributária. Além disso, os aposentados do BB tiveram de passar a se relacionar com os bancos indicados pelo INSS, entrando na mira do assédio para venda de crédito consignado (com desconto na folha) e seguros.

Com a palavra. Procurado, o INSS não comentou. BB e Previ também não se manifestaram.

Notícia publicada no Broadcast no dia 14/01/2020, às 16:14:24

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Jeanne disse...

Na última segunda-feira, a diretoria da ANABB participou de reunião no INSS para entender a decisão de encerrar o convênio com a Previ que permite o pagamento do INSS em sua folha. Na reunião foi relatado apontamentos da CGU, mostrando que o atual modelo de convênios gera prejuízos para o órgão. Em razão disso, cerca de 60 convênios com as Entidades Fechadas de Previdência Complementar devem ser desfeitos até março deste ano, mas o INSS está negociando com o Congresso Nacional uma alternativa.

Anônimo disse...

Odan disse...

Como se calcula a margem consignável do ES,colega CELSO?

12/01/2020 12:15

Odan,
Bom dia!

Não se sinta ofendido, pela demora na resposta. Quero ajudá-lo.
Poste aqui seu email se puder, que mandar-lhe-ei uma tabela no excel e você calculará a margem consignável de 30% e 70%, mesmo antes da folha ser emitida e é mais fácil do que tomar sorvete de criança.
Grande abraço
Celso Bernardes

Anônimo disse...

Linha de Frente, Retaguarda, Suporte, bateria de caixas, etc., são resquícios da época da "burocratimilitarização" do BB. SENTIDO!!!!!!!!! SIM, SENHOR!!!!!!!Agora, chegou a vez dos funcis do INSS baterem continência.

MAUS disse...

"Mas o governo Bolsonaro acaba de divulgar que vai recrutar até 7 mil militares da reserva, para tentar acabar com a fila de pedidos de aposentadorias no INSS.
Isto escancara duas coisas:
1 - Há falta, e não excesso, de funcionários;"

Petebas...

A fila de pedidos de aposentadorias no INSS é encomenda do Núcleo Jurídico do próprio INSS, para gerar demanda artificialmente, assim como inutilmente-desnecessariamente sustentar DEZENAS DE MILHARES DE ADVOGADOS previdenciários Brasil afora, ACUMULANDO MAIORES CUSTOS para o INSS. Tudo ao PIOR estilo dos falsos conflitos entre ANABBxSRF; ANABBxBB...

- Não bastasse 17 mil Sindicatos...
https://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-farra-dos-sindicatos,70002479457

- 1.240 CURSOS DE DIREITO...
https://g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/brasil-tem-mais-faculdades-de-direito-que-china-eua-e-europa-juntos-saiba-como-se-destacar-no-mercado.ghtml

HAJA SOCIALISTAS PARA COÇAR O SACO A VIDA INTEIRA !!!

Aguardo argumentos dos ANTI-BOLSONARO.
- ou preferem PRO-JUMENTOS?



Anônimo disse...

Que país é este?????????????????????De esquerda, da direita, do meio, das pontas, enfim, tudo farinha do mesmo saco!!!!!!!!!!!

https://epoca.globo.com/guilherme-amado/governo-federal-tem-310-mil-pensionistas-com-salarios-de-ate-573-mil-1-24186484

Governo federal tem 310 mil pensionistas e com salários de até R$ 573 mil

CGU publica folha de pagamento de dezembro, após decisão do TCU atendendo a pedido da Fiquem Sabendo

Titi Maravilha disse...

Não entendi porque a Previ não atualizou a margem consignável. Alguém
sabe algo?

Paulo disse...

Em primeiro lugar, respondendo ao grosseiro anônimo, eu não sou petista, muito menos socialista.Ainda que você tenha fetiche de xingar e rasgar impropérios contra quem não atacou ninguém, mas fez uma constatação de fatos.Hoje, o INSS tem cerca de 4500 funcionários a menos para funcionar, fez vários concursos na última década (técnicos, analistas), mas convocou porcamente.Ao procurar com argumentum ad hominem desqualificar o post, você revelou mais sobre você do que sobre petistas e socialistas, parece ser uma pessoa ranzinza e mau resolvida.Se esconder na esfera do anonimato é uma atitude covarde, pueril, própria de pessoas autoritárias e que não respeitam a opinião alheia, que querem ser donas da "verdade", porém não sabem viver em uma democracia.Em segundo lugar, como cristão, desejo mais amor ao seu coração e que Deus tenha misericórdia da sua alma.Cordiamente, colega Paulo. (jamais anônimo)

Matrícula 8074961-5 Viçosa-MG

Jeanne disse...

Não é dia 20 que será atualizada?

Felipe Osório da Silveira disse...

Somente dia 20 atualiza a margem

Juarez Barbosa disse...

PARA LER E REFLETIR A RESPEITO

"Pare de correr porque o fim chega mais depressa".
Texto escrito por um brasileiro que vive na Europa e trabalha na Volvo.

Já vai para 18 anos que estou aqui na Volvo, uma empresa sueca. Trabalhar com eles é uma convivência, no mínimo, interessante.

Qualquer projeto aqui demora 2 anos para se concretizar, mesmo que a idéia seja brilhante e simples. É regra. Então, nos processos globais, nós (brasileiros, americanos, australianos, asiáticos) ficamos aflitos por resultados imediatos, uma ansiedade generalizada. Porém, nosso senso de urgência não surte qualquer efeito neste prazo.

Os suecos discutem, discutem, fazem "n" reuniões, ponderações. E trabalham num esquema bem mais "slow down". O pior é constatar que, no final, acaba sempre dando certo no tempo deles com a maturidade da tecnologia e da necessidade: bem pouco se perde aqui.

E vejo assim:
1. O país é do tamanho de São Paulo;
2. O país tem 2 milhões de habitantes;
3. Sua maior cidade, Estocolmo, tem 500.000 habitantes (compare com Curitiba, que tem 2 milhões);
4. Empresas de capital sueco: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux, ABB, Nokia, Nobel Biocare... Nada mal, não?
5. Para ter uma idéia, a Volvo fabrica os motores propulsores para os foguetes da NASA.

Digo para os demais nestes nossos grupos globais: os suecos podem estar errados, mas são eles que pagam nossos salários. Entretanto, vale salientar que não conheço um povo, como povo mesmo, que tenha mais cultura coletiva do que eles.

Vou contar para vocês uma breve só para dar noção.

A primeira vez que fui para lá, em 90, um dos colegas suecos me pegava no hotel toda manhã. Era setembro, frio, nevasca. Chegávamos cedo na Volvo e ele estacionava o carro bem longe da porta de entrada (são 2.000 funcionários de carro). No primeiro dia não disse nada, no segundo, no terceiro... Depois, com um pouco mais de intimidade, numa manhã, perguntei: "Você tem lugar demarcado para estacionar aqui? Notei que chegamos cedo, o estacionamento vazio e você deixa o carro lá no final."

Ele me respondeu simples assim: "É que chegamos cedo, então temos tempo de caminhar - quem chegar mais tarde já vai estar atrasado, melhor que fique mais perto da porta. Você não acha?".

Olha a minha cara! Ainda bem que tive esta na primeira. Deu para rever bastante os meus conceitos.

continua...

Juarez Barbosa disse...

continuação...

Há um grande movimento na Europa hoje, chamado Slow Food. A Slow Food International Association - cujo símbolo é um caracol, tem sua base na Itália (o site, é muito interessante. Veja-o!).

O que o movimento Slow Food prega é que as pessoas devem comer e beber devagar,saboreando os alimentos, "curtindo" seu preparo, no convívio com a família, com amigos, sem pressa e com qualidade.

A idéia é a de se contrapor ao espírito do Fast Food e o que ele Representa como estilo de vida em que o americano endeusificou.

A surpresa, porém, é que esse movimento do Slow Food está servindo de base para um movimento mais amplo chamado Slow Europe como salientou a revista Business Week numa edição européia.

A base de tudo está no questionamento da "pressa" e da "loucura" gerada pela globalização, pelo apelo à "quantidade do ter" em contraposição à qualidade de vida ou à "qualidade do ser".

Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, embora trabalhem menos horas( 35 horas por semana ) são mais produtivos que seus colegas Americanos ou ingleses.

E os alemães, que em muitas empresas instituíram uma semana de 28,8 horas de trabalho, viram sua produtividade crescer nada menos que 20%.

Essa chamada "slow atitude" está chamando a atenção até dos americanos, apologistas do "Fast" (rápido) e do "Do it now" (faça já).

Portanto, essa "atitude sem-pressa" não significa fazer menos, nem ter menor produtividade. Significa, sim, fazer as coisas e trabalhar com mais "qualidade" e "produtividade" com maior perfeição, atenção aos detalhes e com menos "stress".

Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do lazer, das pequenas comunidades, do "local", presente e concreto em contraposição ao "global" - indefinido e anônimo. Significa a retomada dos valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do cotidiano, da
simplicidade de viver e conviver e até da religião e da fé.

Significa um ambiente de trabalho menos coercitivo, mais alegre, mais "leve" e, portanto, mais produtivo onde seres humanos, felizes, fazem com
prazer, o que sabem fazer de melhor.

Gostaria que você pensasse um pouco sobre isso... Será que os velhos ditados "Devagar se vai ao longe" ou ainda "A pressa é inimiga da perfeição" não merecem novamente nossa atenção nestes tempos de desenfreada loucura?

Será que nossas empresas não deveriam também pensar em programas sérios de "qualidade sem-pressa" até para aumentar a produtividade e qualidade de nossos produtos e serviços sem a necessária perda da "qualidade do ser"?

No filme "Perfume de Mulher", há uma cena inesquecível, em que um personagem cego, vivido por Al Pacino, tira uma moça para dançar e ela responde: - "Não posso, porque meu noivo vai chegar em poucos minutos."

"Mas em um momento se vive uma vida" - responde ele, conduzindo-a num passo de tango. E esta pequena cena é o momento mais bonito do filme.

Algumas pessoas vivem correndo atrás do tempo, mas parece que só alcançam quando morrem enfartados, ou algo assim.

Para outros, o tempo demora a passar; ficam ansiosos com o futuro e se esquecem de viver o presente, que é o único tempo que existe.

Tempo todo mundo tem, por igual! Ninguém tem mais nem menos que 24 horas por dia. A diferença é o que cada um faz do seu tempo. Precisamos saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon: - "A vida é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro".

Anônimo disse...

Para Titi Maravilha,

A PREVI divulga a folha de pagamento, normalmente, todo dia 15, entretanto, a data de seus efeitos é dia 20 (ou 1º dia útil seguinte), ou seja, é no dia 20 que ocorrerá o crédito na conta corrente; é no dia 20 que ocorrerá a alteração na margem consignável (se for o caso); é no dia 20 que ocorrerá a alteração no nº de prestações pagas, embora a divulgação da FOPAG ocorre dia 15.
A única alteração que a PREVI promove nos ES antes do dia 20 é o abatimento do valor das prestações debitadas na folha de pagamento, fato que acontece nos dias 14 ou 15 de cada mês.

Jeanne disse...

Nesta terça, 14 de janeiro, a Diretoria da ANABB esteve no Congresso Nacional para articular a inclusão de um artigo na Medida Provisória nº 905/2019, cujo relator é o deputado Christino Áureo (PP/RJ). A alteração legislativa, se aprovada, permitirá que o INSS firme contrato com Entidades Fechadas de Previdência Complementar para manter o adiantamento das aposentarias em suas folhas de pagamento, sem licitação. Leia em:

Anônimo disse...

Ari e Colegas,

A separação de recebimento de benefícios de o INSS e da PREVI, para mim, não gera nenhum óbice.

Há óbice, sim, no quantitativo rebaixado de os valores recebidos.

Politicamente perdemos valores e o desprestígio acentuou, ao longo de décadas, perante a sociedade.

Este óbice não recuperaremos. Oxalá, outros tenham a perspicácia de caminhos melhores.

Quem viver, verá!

james.

MAUS disse...

REPITO:

"A fila de pedidos de aposentadorias no INSS é encomenda do Núcleo Jurídico do próprio INSS, para gerar demanda artificialmente, assim como inutilmente-desnecessariamente sustentar DEZENAS DE MILHARES DE ADVOGADOS previdenciários Brasil afora, ACUMULANDO MAIORES CUSTOS para o INSS. Tudo ao PIOR estilo dos falsos conflitos entre ANABBxSRF; ANABBxBB...
- Não bastasse 17 mil Sindicatos...
https://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-farra-dos-sindicatos,70002479457
- 1.240 CURSOS DE DIREITO...
https://g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/brasil-tem-mais-faculdades-de-direito-que-china-eua-e-europa-juntos-saiba-como-se-destacar-no-mercado.ghtml

HAJA SOCIALISTAS PARA COÇAR O SACO A VIDA INTEIRA !!!
- Aguardo argumentos dos ANTI-BOLSONARO."

NOMEAR 7.000 reformados para quebrar o marasmo dos 8.400 funcis do INSS, não é militarizar o Governo (INSS não é Governo, é um DESgoverno).
- é necessário para moralizar o interesse público dos Segurados, verdadeiros donos do INSS, tal qual nós Previanos deveríamos ser respeitados como DONOS da PREVI.

Querendo, peço que argumente contra minha afirmação: SERVIDORES DO INSS HÁ DÉCADAS PROTELAM DEFERIMENTOS DE BENEFÍCIOS, PARA FORÇAR AÇÕES JUDICIAIS DOS SEGURADOS.
- trata-se de corporativismo dos JURÍDICOS de vários Entes, Órgãos, SRF, Estatais, Fundos, Associações, etc., etc - PARA SUSTENTAR OS FILHOTES PARIDOS PELAS 1.240 FACULDADES DE DIREITO!
- a essa camarrilha somem-se 17 mil Sindicatos autorizados à base de propinas.

- LEIA AS MATÉRIAS nos links acima indicados.

Aguardo argumentos e não indignações pela minha extrema franqueza.
- o PT destruiu o BRASIL e quem o colocou no poder foram PSDB+PMDB para afastar a única oposição na qual os que o elegeram em 2002, depositaram suas esperanças.
- o PT+PMDB e a mídia podre se abraçaram com o CN para assaltar o Brasil.

Só tem UM MAUS funci do BB.

AB.

antonia disse...

Prof. Ari, se por acaso se concretizar a separação da Previ x INSS, nós teríamos um ganho no desconto do IR?
Já que o imposto é cobrado a partir de R$ 1.903, então a gente terá esse valar abatido da Previ e TB do INSS? É isso?

Anônimo disse...

A ANABB relata no seu site uma matéria onde afirma que "PAGAMENTO DO INSS PODE CONTINUAR NA FOLHA DA PREVI". Matéria bastante interessante.
O Relator da MP 905 de 2019, que trata do assunto INSS, deputado Cristino Aureo, que e Funci aposentado do BB.

Blog do Ed disse...

Prezado colega James
O colega ainda deve ser uma pessoa em condição razoável de saúde. Ainda anda bem, vê bem, ouve bem e raciocina bem. Mas imagine um colega já bem idoso, já nos oitenta e noventa anos de vida, que não aprendeu a manusear um celular ou mesmo um computador, obrigado, por prescrição médica, a sair de casa acompanhado, com o benefício total de R$4.000,00 reais, tendo agora, cego, surdo, mudo e andando tropegamente ou quase se arrastando, de sair de casa duas vezes por mês, pagando serviço se acompanhante, mal utilizando a mente atacada já pelo alzheimer, e de quebra resolver por si mesmo todos os problemas, que precisa bem entender, junto à PREVI, ao banco e ao INSS. No momento, todo relacionamento com o INSS é realizado pela PREVI, e muitos dos relacionamentos bancários também. Nesta minha vida, já presenciei um colega do Banco ser encontrado morto, estendido no chão de seu apartamento, já em estado de putrefação, o cheiro empestando o ar do edifício, e um aposentado da PETROS ser encontrado imobilizado na cama por dias, após sentida sua falta por dias...
Edgardo Amorim Rego

Paulo disse...

O amigo Ed disse tudo!Muitos colegas, dos quais me incluo, tem boa saúde e podem resolver por si seus problemas, mas devemos ter empatia: pensar nos desvalidos, aqueles que não gozam de boa saúde, que precisam de acompanhantes e cuidados médicos muitas vezes!Essa quebra de convênio foi feita de forma atabalhoada, no impulso de garantir uma boquinha para os banqueiros com consignado, empréstimos e seguros, mas sem pensar nos idosos e viúvas.E não é questão de zona de conforto, é questão de humanidade.

Fernando Lamas disse...

MUITAS BÊNÇÃOS!!
Saudações cordiais a todos. Caríssimo Professore Ari, antes de tudo, te agradeço muito, por manteres este rico espaço, o qual traz-nos postagens preciosas, como a atual. O sempre Diretor do BB, senhor Aristophanes, mostra a sua perplexidade com essas barbaridades que desfiguram o carater divino, impresso em cada criatura. Todos devemos fazer coro às suas sábias palavras. Estimado colega(07:09 h), alguma vantagem nos contracheques, serão ajustadas, na declaração anual, certo? Mestre Edgardo, em 2013, infelizmente, por questões urgentíssimas, desvinculei o meu Benefício Inss do contracheque Previ, com a opção de receber, por cartão magnético, ou seja, fora da c/c. Por precaução, prudência, decidi e apliquei passar uma procuração pública, com poderes irrestritos, para a minha esposa. Assim, mesmo, agora, aos sessentinha, qualquer impedimento meu não prejudicará qualquer necessidade, por exemplo, junto do BB, Inss, da Previ ou Cassi. Fica como modesta sugestão. Caros colegas, esperemos, indubitavelmente, pelas muitas bênçãos que o Senhor reserva para cada um de nós. Grato Professor e segue um PAZ E BEM!

"O amor do Senhor existe desde sempre e para sempre existirá, para aqueles que o temem." Salmo 103,17

Anônimo disse...

Antonia, O IR funciona do jeito que voce colocou, só que na declaração anual vc só pode abater um dos dois descontos, o outro vc tem que somar aos rendimentos tributaveis, é o meu caso tambem, pois ja recebo em separado. O programa do IR so aceita que coloque o valor de
um informe de rendimento (INSS ou PREVI).

Odan disse...

Caro colega Celso Bernardes, eis abaixo o meu e-mail:

mirandafilho@oi.com.br

Grato

Trader anônimo disse...

‪Juarez Barbosa‬ disse...

[...]. 

Ele me respondeu simples assim: "É que chegamos cedo, então temos tempo de caminhar - quem chegar mais tarde já vai estar atrasado, melhor que fique mais perto da porta. Você não acha?".

- Prezado Juarez Barbosa,

Concordamos com a reflexão acima. Entretanto, cada caso é um caso! Neste sentido, em nosso comentário de 09/01/2020 13:37, dissemos o seguinte:

[...]


Ao associarmos a conclusão de nosso comentário de 04/01/2020, com o fragmento de texto acima exsurgem duas possíveis hipóteses : lentidão e pressa.

Qual destas duas hipóteses deve ser adotada? Pensamos que deva ser a pressa...

Por que optamos pela pressa? Para respondermos a tal questionamento 
colamos os seguintes fragmentos de texto:

(1) III.5.1.[...] Há pessoas que se adaptam mais rapidamente às mudanças, pois tem um faro mais apurado para perceber a virada dos ventos. Elas se antecipam ao mercado, ajustam suas velas e tiram proveito inteligente da alteração das correntes. COMO ELAS CONSEGUEM? ORA, O PRÓPRIO MERCADO MANDA SINAIS. (58) (maiúsculo nosso)

Quais são tais sinais? Amanhã vamos mostrar os SINAIS, acima mencionados...

Ademais, encontramos na literatura técnica o seguinte fragmento de texto:

[...] Taking speculative strategies into account dramatically reduces the optimism that neoclassical theorists are justified in entertaining with regard to either the stability or the efficiency of financial markets, for it requires that the familiar negative- feedback model be abandoned and a positive feedback model substituted in its place. BECAUSE THE SPECULATOR TAKES THE PRICE OF A SHARE AS HIS POINT OF REFERENCE, RATHER THAN ITS FUNDAMENTAL VALUE, everything that has been confidently asserted about the countervailing forces exerted by competition on swings in price ceases to hold. (18) (maiúsculo nosso)

Traduzindo:

Ao levarmos em consideração as estratégias especulativas reduzimos drasticamente o otimismo que os teóricos neoclássicos têm ao justificar aquilo que diz respeito à estabilidade ou à eficiência dos mercados financeiros, pois exige que o modelo de feedback familiar negativo seja abandonado e seja substituído por um modelo de feedback positivo. PORQUE O ESPECULADOR TOMA O PREÇO DE UMA AÇÃO COMO SEU PONTO DE REFERÊNCIA, EM VEZ DE SEU VALOR FUNDAMENTAL, tudo o que foi confiantemente afirmado sobre as forças compensatórias exercidas pela concorrência das oscilações de preço deixa de existir. (18) (maiúsculo nosso)

Não obstante, alguns colegas de blog frequentemente confundem o "preço" com o "valor fundamental". Naturalmente, as conclusões que se seguem são totalmente equivocadas.

Não por acaso, sustentamos em nosso comentário de 04/01/2020 08:34 :

"Em apertada síntese, numa escala crescente de benefícios para os associados do fundo PREVI permitimo-nos fazer a seguinte elucubração:

(1) aumento do percentual do ES na reserva técnica; em outros termos, o ES está subutilizado, conforme o Dr. Aristophanes sustenta;
(2) alienação de todas as ações do fundo PREVI, mormente das ações de "grande liquidez", eg., PETROBRAS e VALE.
(3) Dissolução do fundo PREVI e consequente repartição entre os associados dos valores obtidos.

[...] Em síntese, tanto o hodierno capitalismo bursátil quanto à forma de poupança concentrada coletiva, conhecida como fundo de pensão, são conspirações..."

Assim, no comentário acima sustentamos que tanto o hodierno capitalismo bursátil quanto o fundo de pensão são conspirações. Especificamente, o hodierno capitalismo bursátil brasileiro é apenas uma pirâmide financeira planejada. Ademais, os títulos de "grande liquidez" listrados na Bolsa brasileira, eg. PETROBRAS e VALE, são simples meios de transferência de riquezas, conforme iremos demonstrar no item III.6.


Consequentemente, acreditamos que quanto mais tempo demorar para a implementação das elucubrações acima mencionadas, mais riquezas serão transferidas dos associados do fundo PREVI para determinados agentes. Por isto, a nossa sugestão de PRESSA

antonia disse...

Realmente, eu não tinha pensado nisso, tudo que vc deixa de recolher de IR no decorrer do ano é cobrado no ajuste final. Dessa forma não existe nenhuma vantagem para nós, só mais uma dor de cabeça, principalmente pros mais velhos. Que deus tenha compaixão de nós.

Trader anônimo disse...

Colamos no blog do Dr. Medeiros a seguinte crítica construtiva:


Medeiros disse...


[...] Ano passado investi na Via Varejo a cinco, está onze. Na Metalúrgica Gerdau a a cinco, está nove. Na Marcopolo a três, está quatro e meio. Na Cielo e na AcoMinas, BB e Petros. Este ano ainda não fiz a minha carteira. Espero ter respondido.

9 de janeiro de 2020 10:31

- Dr. Medeiros,

Se o "Via Varejo" está onze, significa tão somente que onze é o preço determinado pelo especulador do "Via Varejo". O "valor fundamental" é outra coisa. Neste sentido, sugerimos ler o fragmento de texto abaixo:

[...] Taking speculative strategies into account dramatically reduces the optimism that neoclassical theorists are justified in entertaining with regard to either the stability or the efficiency of financial markets, for it requires that the familiar negative- feedback model be abandoned and a positive feedback model substituted in its place. BECAUSE THE SPECULATOR TAKES THE PRICE OF A SHARE AS HIS POINT OF REFERENCE, RATHER THAN ITS FUNDAMENTAL VALUE, everything that has been confidently asserted about the countervailing forces exerted by competition on swings in price ceases to hold. (18) (maiúsculo nosso)

Traduzindo:

Ao levarmos em consideração as estratégias especulativas reduzimos drasticamente o otimismo que os teóricos neoclássicos têm ao justificar aquilo que diz respeito à estabilidade ou à eficiência dos mercados financeiros, pois exige que o modelo de feedback familiar negativo seja abandonado e seja substituído por um modelo de feedback positivo. PORQUE O ESPECULADOR TOMA O PREÇO DE UMA AÇÃO COMO SEU PONTO DE REFERÊNCIA, EM VEZ DE SEU VALOR FUNDAMENTAL, tudo o que foi confiantemente afirmado sobre as forças compensatórias exercidas pela concorrência das oscilações de preço deixa de existir. (18) (maiúsculo nosso)

(18) digamo.free.fr/empirval.pdf;

Jeanne disse...

http://www.previ.com.br/menu-auxiliar/noticias-e-publicacoes/noticias/detalhes-da-noticia/inss-prorroga-pagamento-pela-previ-ate-junho-deste-ano-2.htm

Ari Zanella disse...


Notícias
Lista de destaques
16/01/2020
INSS prorroga pagamento pela Previ até junho deste ano
Instituto encaminhou comunicado à Entidade em 16/1.

O INSS informou, por meio de ofício enviado em 16/1, que os benefícios do instituto permanecerão sendo pagos na folha da Previ até a competência de junho de 2020.

A prorrogação do prazo é resultado de pedido efetuado pela Previ ao INSS em 10/1, após reunião realizada em sua sede no Rio de Janeiro, com o intuito de buscar uma solução para a manutenção do acordo com o instituto.

A Previ continuará a informar seus associados em caso de novas orientações.

Anônimo disse...

Trader anonimo, acho que a maioria de nós estamos ja cheios das suas colocações sobre economia, faça o seguinte, indique quais ações comprar igual ao Dr. MEDEIROS, oK, FAÇA RECOMENDAÇOES DE 5 AÇÕES PARA COMPRARMOS E GANHAR.

Paulo disse...

Graças a Deus!Já é uma grande vitória!!!

Juarez Barbosa disse...

Prezado Ari,

Com sua licença, gostaria de sugerir ao comentarista TRADER ANÔNIMO que criasse um Blog para ele divulgar seus estudos e teses aqui defendidas. Não se trata de nenhum tipo de censura, mas certamente deveria considerar que este espaço do Blog é muito limitado! O Blog poderia se chamar "HODIERNO CAPITALISMO BURSÁTIL" (apenas uma sugestão!). Adotando este procedimento, ele teria espaço ilimitado para postar seus complexos e grandes conteúdos. Salvo melhor juízo.

Paulo disse...

Maus, realmente cheguei a uma conclusão que deveria ter Compreendido antes.É impossível dialogar com Bolsonaristas e Lulopetistas, não dá para conversar com fanáticos e neófitos.

Anônimo disse...

Meus amigos,
Sabe quem será também prejudicado, aliás mais prejudicado, com a saída do nosso beneficio do INSS da Previ para outros bancos? É a dona ANABB. Percebeu que é visível o seu desespero? Por isso, caso a separação dos benefícios INSS e Previ, por algum motivo não seja concretizada, nada de agradecer a ela, a ANABB. Essa entidade passa 10, 15 e até 20 anos, descansada, com processos de nosso interesse na justiça sem estar nem aí para os nossos problemas. Mas quando a coisa mexe com os seus calos, rapidinho ela toma a frente para resolver. Particularmente, vou torcer para que ela perca nessa briga, que O INSS dos aposentados do BB seja mesmo transferido para outros bancos.

Abraço.

Anônimo disse...

Caros Colegas,

Há que se avaliar/aquilatar os benefícios e os malefícios que ambos os dirigentes fizeram e podem fazer aos brasileiros.
Me parece, salvo melhor entendimento, que uma terceira força, nem direita nem esquerda, não alcança quorum para fazer frente àquela polarização.
Polarização que existe desde a criação do comunismo no mundo.
Quem gosta de comunismo pode ir morar em Cuba, na Venezuela e quem gosta de conservadorismo pode ir morar nos Estados Unidos da América do Norte, no Canada.
Quem não gosta de nenhum dos dois, pode ir morar Butão, pura felicidade.


Anônimo disse...

Bom dia a todos,alguém sabe informa se irá ter ter pagamento entre hoje e amanhã eu agradeço a atenção

Henrique Augusto disse...

Amanhã sim

Jeanne disse...

Amanhã já está na conta o pagamento...

Anônimo disse...

Anônimo de 17/1 - 12:25 h

O crédito do valor líquido da FOPAG/PREVI estará disponível nas respectivas contas a partir 18/1 (sábado), depois da meia-noite.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Ao anonimo das 12.25h.

Como dia 20 cai segunda, amanhã sábado já da pra sacar no terminal.

Abr

Anônimo disse...

12:25

Não posso afirmar, mas possivelmente à noite ou amanhã o crédito estará disponível na conta corrente.
Digo isto por dedução, eis que o BB normalmente efetua o processamento dos créditos de modo a que os clientes os tenham disponíveis no primeiro dia útil seguinte.
Reforça minha tese o fato de que o BB recebe primeiro da PREVI as informações dos créditos em conta, e somente depois os beneficiários tem acesso à informação (via app) e ao contracheque.

Felipe Osório da Silveira disse...

Amanha as 4:30 da manhã beneficio estará disponivel em CC, e sobre o IR quem recebe separado, na declaração anual, se declara as duas rendas em separado e sobe de tabelas, normalmente terá que pagar IR.

Anônimo disse...

Diretoria da Previ está de Parabéns por conseguir estender o prazo para receber o INSS pela Previ

Anônimo disse...

Só para esclarecer, o Banco do Brasil recebe primeiro as informações do crédito porque a folha da PREVI é rodada no Banco do Brasil.

Anônimo disse...

AO ANONIMO DAS 17/01/2020 10:44

Por qual motivo a ANABB será a mais prejudicada caso ocorra a saida do beneficio do INSS da PREVI ? NÃO ENTENDI, PODE ESCLARECER.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA.


Não entendo porquê, “quase todos” demonstram “profunda aversão” (sem querer magoar), ao “impoluto” e “prestativo” TRADER ANÔNIMO. Pois sou “eternamente grato” a ele, pois muitas pessoas, que me incomodavam bastante. a partir do momento em que comecei a “enviar seguidamente” para elas, as postagens do querido TRADER, deixaram de me “aporrinhar” incontinenti.

Paulo disse...

Caro anônimo das 11:30, eu não prefiro nenhum extremismo, nem s EUA, em que a classe média encolheu 10% em trinta anos e o número de pobres aumentou, muito menos Cuba ou Venezuela, eu prefiro o equilíbrio entre força produtiva, empreendedorismo, coletivismo/individualismo, como na Dinamarca, Suécia, Noruega, Alemanha, Bélgica, Holanda, enfim, alguns pensam de forma binária: fogo, água; mal/bem.Eu prefiro entender o mundo como forças dinâmicas, nunca exatas ou precisas o suficiente para superficialismos e caixinhas teóricas que dizem como tudo deve ser, ou acham que são.

Paulo disse...

Será que não seria medo do Guloso perder clientes? Existem cargos que são apenas enfeites iguais a realeza inglesa

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Soupreviplano1 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

19:51

Cuidado ao pisar em terreno movediço...

Anônimo disse...

Embora tenha sido colocado algumas piadas, gostaria de saber porque a ANABB estaria preocupada com as mudanças ?

Marco disse...

Bom dia!
Alguém tem alguma informação sobre o atraso no crédito da FOPAG deste mês?
Na minha conta ainda não foram creditados os proventos.
No site da PREVI consta instabilidade no site e no APP.

Anônimo disse...

Liguei hoje antes das 7 e já está na minha conta o crédito do salário.

Anônimo disse...

AH, DESCOBRI PORQUE A ANABB ESTARIA PREOCUPADA, PORQUE SIMPLESMENTE ELA APOIOU A MUDANÇA DO ESTATUTO DA CASSIE DAI EM DIANTE AS COISAS PIORARAM, ENTÃO FICA A PERGUNTA: QUAL A FINALIDADE DA ANABB?

Anônimo disse...

09:13

Colega Marco, pelo que me consta não existe atraso no crédito, pois a grande maioria já relatou estar com o valor do mês em conta corrente.
Sobre o site da PREVI a mesma já havia avisado que nesta data, por força de mudança de equipamentos e possivelmente softwares, o site e o app estariam instáveis.

Anônimo disse...

Bom dia, Marco.

Consta no site da PREVI:

"16/01/2020
Site e App Previ terão instabilidade neste fim de semana
Canais poderão ficar indisponíveis em função de renovação dos equipamentos da Entidade.
A Previ está renovando os equipamentos de sustentação de seus serviços e, por esse motivo, o site e o App Previ, incluindo o serviço de Autoatendimento, poderão apresentar indisponibilidade nos dias 18 e 19 de janeiro. O objetivo das mudanças é oferecer melhor atendimento aos associados após a etapa de ajustes."

Anônimo disse...

Para o colega que disse não entender porque a Previ seri prejudicada com a saida do INSS da folha podemos dizer que existe pelo menos um motivo bastante relevante que é a extrapolação da margem consignável do ES uma vez que ela somava Previ+ INSS e como sabemos a margem não pode ultrapassar 30% dos rendimentos.

Anônimo disse...

Anônimo das 12:00
A minha MC está a 3 anos negativa.
Nada a ver.

Anônimo disse...

Será que com o desmembramento do benefício, finalmente conseguir-se-a o aumento do prazo do empréstimo?
Aí que beleza

Henrique Augusto disse...

Legalmente é a saída para a PREVI.

MAUS disse...

"QUAL A FINALIDADE DA ANABB?

18/01/2020 10:05"

Finalidade:

- arrecadar mensalidades;
- trocar figurinhas com o NUJUR da SRF, PREVI, etc.
- azeitar os Depósitos Judicias = IRRF 1-3 Previ... R$1 bi (*)

(*) 25.000 funcis x R$40.000,00 = 1.000.000.000,00

TÁ BOM OU QUER MAIS ???

- eu tinha 51.000,00 no cálculo de 2012-2013...

Odan disse...

colegas como tenho conhecimento do meu total IIRF (1/3) pela ANABB?

Anônimo disse...

Meu questionamento foi porque a ANABB ficaria prejudicada com o desmembramento da folha ou seja a saida do INSS DA FOLHA DA PREVI ?

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Prezados Colegas,

1. Diretor Aristophanes, gostei das suas perfeitas observações sobre o complexo comportamento do ser humano pras bandas de lá.
Aqui na terrinha tudo é muito parecido e nosso comportamento às vezes me assusta.
No Brasil são permitidas brigas sangrentas, verdadeiros espancamentos entre seres humanos (UFC!), muito bem divulgadas e mostradas a cores em horários nobres pela Rede Globo.
Por outro lado nossa legislação não permite brigas entre galos ou entre cachorros ou entre outros bichos. Curioso isso, não?

2. Perguntas e Respostas Sobre o Empréstimo Simples nunca são demais.

Cole o endereço abaixo (do site da Previ) e clique.

http://www.previ.com.br/solucoes-para-voce/emprestimo-simples/perguntas-frequentes/