sábado, 28 de dezembro de 2019

DIVAGAÇÕES DE FIM DE ANO (Autor J.A.P)


DIVAGAÇÕES(SEM COMPROMISSO) DE FIM DE ANO
Aristophanes Pereira
         Esses tempos de passagem de um ano para o outro, em quaisquer medidas e lugares   - no calendário chinês, cristão, ou judaico – mexem com a cabeça das pessoas, provocando momentos de reflexão, sobre ganhos e perdas do passado, e alinhamento de esperanças, para o futuro. 
         Observo que o panorama da transição atual, marcada pelo fim da buliçosa vintena inicial do século XXI, vem sendo pintado, pelos observadores e cronistas de plantão, com cores fugidias e variadas. A velocidade e superposição dos eventos analisados não nos permitem enxergar, com nitidez, o que se passa e, muito menos, projetar, com segurança, tendências de acontecimentos futuros.
         As opiniões variam conforme a experiencia profissional, a formação acadêmica, a faixa etária, a religião, o gênero, a ideologia e, até, o humor momentâneo. O mínimo que se pode ponderar é que são muitas e diversificadas – e tendenciosas – as cabeças opinativas.

         Sei que não existem paradas, na trajetória evolucionista. As grandes mudanças físicas e biológicas por que passaram os humanos terráqueos foram significativas, mas se arrastaram por milhões de anos. As mudanças de comportamento e civilizatórias são recentes, e já marcadas na escala de “dezenas de milhares de anos”, como foi a mudança de nômades caçadores-coletores para agricultores estáveis. Na progressão, os saltos mudancistas têm sido exponenciais, a despeito de freios episódicos e pontuais.
         Não mais presenciarei o futuro de próximos feitos inovadores, mas sei que eles virão, com velocidade e repercussões sensíveis, haja vista que sou fruto escolado e contemporâneo de um tempo que, igualmente, presenciou grandiosas transformações, velozes e radicais.
         Assusta-me, contudo, o quadro que já começa a ser previsível e delineado, por cientistas e filósofos, das mudanças decorrentes de inovações  disruptivas, notadamente, nas áreas de automação, big data(grande conjunto de dados), inteligência artificial(AI) e biotecnologia. Os poucos detentores e gestores desses fantásticos poderes se apartarão do resto, que se subordinará a novos ambientes de servidão.
         Para ilustrar os motivos de minhas assombrações, recorro ao meu museu particular de mudanças tecnológicas, para mostrar, na minha foto abaixo, o que foi superado nos últimos 30 anos, pela força de um revolucionário “gadget” que o genial Steve Jobs, jovem fundador da Apple, anunciou ao mundo, em janeiro de 2007O iPhone! (ou, genericamente, Smartphone).
         Lá se foram, em curto período, as dispendiosas filmadoras e projetores, o efêmero FAX, pesados computadores, gerações de celulares, vídeocassetes e outros dispositivos eletrônicos. Uma parafernália, superada por um aparelhinho(iPhone assinalado no primeiro plano da foto), cômodo, versátil, de baixo custo, facilmente operado que, ajudado pelos apps inteligentes, destruiu consolidadas e seculares indústrias e serviços correlatos, de trilhões de dólares, trazendo veículos de inovações, também, aos comportamentos da Sociedade. Não dá pra duvidar das transformações em marcha, e quem não se antenar quebra a cara.
Jaboatão dos Guararapes, 28/12/2019
Obs:Foto do autor.

39 comentários:

Blog do Ed disse...

Valor pessoal de subsistência, agora, valor de troca, valor de mercado, passa a ser, sobretudo, valor de elevada tecnologia mental, nutrindo elevada habilidade técnica construtiva de maquinaria e dados bem como de supervisão e conservação de funcionamento de maquinaria?
Edgardo Amorim Rego

Unknown disse...

Feliz 2020.

Falando em evolução, todos só pensam em tecnologia.

Se esquecem das seculares soluções naturais para a Felicidade Conjugal:

- amendoim;
- banha de porco;
- ovo frito com gema mole;
- gemada com leite natural.

Extraconjugal:

- bexiga de porco.

Abraços,

PAZ & BEM.

Blog do Ed disse...

Por onde anda o Adaí Rosembak?
Edgardo Amorim Rego

Trader anônimo disse...

Sobre as estatinas o Dr. Lair Ribeiro é categórico: deve sair do mercado...

Trader anônimo disse...

Dr. Aristophanes e colegas de blog,

Estaria o fundo PREVI em crise? Sustentamos que sim...

Crise em japonês são dois ideogramas : risco e oportunidade.

A terceira hipótese de nosso trabalho (TERCEIRA HIPÓTESE: O TEMPO É O FATOR VITAL DA CRIAÇÃO DO PREÇO BURSÁTIL) é toda dedicada ao tempo.

No "TERCEIRA VIA" do Professor Ari, colamos o item III.4. de nossa terceira hipótese em 7 ou 8 textos. Como leitura dominical pode facilitar a resposta do questionamento acima.

"III.4. Por que a hodierna Bolsa de Valores brasileira é uma instituição social que pode ter chegado ao seu fim?"

P.S. Os preços de Vale3 terminam o ano no preço atualizado que o fundo PREVI alienou 3% da carteira do papel em Janeiro / 2019 : R$ 51.

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Prezado Edgardo e demais Colegas,

Tudo indica que o blog do Adaí Rosembak continua em aberto, mas somente prestigia e divulga a sua verdade e a verdade de terceiros que não contrariam as suas. Quando disse "Tudo indica..." é porque deixei de passar por lá, já que nunca aceitou as minhas verdades sobre a Cassi e a Previ.
Um abraço,

Ari Zanella disse...

Caro Genésio,

Todo blogueiro segue a própria linha de raciocínio e pelo livre arbítrio julga, a seu entendimento, aquilo que é correto ou não. Eu gosto muito do estilo do Adaí, sou seu admirador incondicional e espero que apenas tenha tirado um período para descansar. Que retorne em breve para nos brindar com seus excelentes textos que focam somente na temática proposta, sem ofensas a quem quer que seja. Aliás, no trato com as pessoas Adaí é nota mil. Tenho inveja (se houver boa inveja) de seu trato com os seus semelhantes.
Adaí Rosembak, nosso grande amigo e benfeitor, retorne logo! Estamos sentindo a sua falta!

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Mestre Ari,
Certo. Mas ainda bem que temos a liberdade de frequentar este ou aquele blog. Frequento vários, menos o do Adaí.

Jeanne disse...

Prof Ari, feliz ano novo para você e para toda sua família. Extensivo aos colegas do blog.

Ari Zanella disse...

Soupreviplano1 deixou um novo comentário sobre a sua postagem "DIVAGAÇÕES DE FIM DE ANO (Autor J.A.P)": (Editado pelo blog na parte final)

Prof. Ari,
Diz um ditado: São falsas as lágrimas do rato no enterro do gato. Explico, o gato, que perseguiu o rato o ano todo, não pode estar sendo sincero ao desejar felicidades no ano novo ao rato. Por isso, para não dar uma de gato, de hipócrita, expresso aqui meus votos sinceros de um Feliz Ano Novo para todos os colegas aposentados, menos para alguns (EDITADO).

Obrigado.

rubens goulart disse...

Caro colega e aposentado Ari Zanella, desejo a voce, família toda, e todos os colegas do Blog, um ano de 2020 cheio de saúde, prosperidade e que tenhamos notícias boas, dentro do possível, claro, e este mesmo ano de 2020, será um ano de eleições na Previ, fiquemos de olho, dentro do possivel novamente, claro, e fiquem com Deus e Jesus...Shalom. Comentário feito pelo Goulart, aposentado e sócio da Anaplab.

Juarez Barbosa disse...

Prezado Ari,

Pegando carona nesta postagem sobre desenvolvimento tecnológico, tomei a liberdade de desenvolver um aplicativo para dispositivos com Android (celulares e tablets) que acessa direto o seu Blog, sem necessidade de ir ao computador, abrir a internet e só depois acessar o seu Blog.

Para obter o aplicativo acesse o link (copie e cole no campo de endereços do navegador)

https://appsgaleria.blogspot.com/2019/12/blog-do-ari-zanella.html

Este link é de acesso ao meu Blog onde disponibilizo vários aplicativos por mim desenvolvidos de forma grátis.

É só seguir as instruções contidas na postagem.

Espero que você e os frequentadores de seu prestimos Blog também.

Um fraterno abraço e um Feliz Ano Novo para todos.

Juarez Barbosa disse...

Desculpem o erro em uma frase acima. O correto é:
...Espero que você e os frequentadores de seu prestimoso Blog também gostem...

Trader anônimo disse...

Dr. Aristophanes e colegas de blog,

O fundo PREVI estaria em crise? Sustentamos que sim...

Logramos colar no "TERCEIRA VIA" do Professor Ari, em 9 ou 10 fragmentos de texto o item III.5 de nosso trabalho, qual seja: "III.5. A Bolsa de Valores brasileira está em tendência irreversível de baixa?"

Antes vimos que crise em japonês são dois ideogramas: risco e oportunidade. Assim, pelo menos duas coisas nos levam a sustentar que o fundo PREVI está em crise:

Em primeiro lugar, o seguinte fragmento de texto encontrado na literatura técnica, alerta-nos que existe um tempo certo para a venda dos títulos da reserva técnica, mormente dos títulos de "grande liquidez".

[...] Ce scénario est typiquement celui d’une crise des fonds de pension, quand toute une génération de retraités passe en même temps de la situation d’épargnant qui achète des titres à celle de retraité, qui vend des titres pour financer sa consommation. (45)

Traduzindo:

[...] Este cenário é tipicamente aquele de uma crise nos fundos de pensão, quando toda uma geração de aposentados passa ao mesmo tempo, de uma situação de investidor, que compra títulos para aquela de um aposentado, que vende os títulos para financiar o seu consumo. (45)

Em segundo lugar, como estamos sustentando a Bolsa de Valores brasileira está em tendência irreversível de baixa. Logo, quer nos parecer que o fundo PREVI teria perdido a oportunidade de alienar em preços adequados os títulos de "grande liquidez" da reserva técnica do respectivo fundo, tais como, VALE e PETROBRAS..

Bolsoasno disse...

Pensem em um psicopata!Esse Trader anônimo, não para de floodar o blog com postagens cansativas, inócuas e repetitivas!!!

Trader anônimo disse...

‪Bolsoasno‬

Seu comentário de 01/01/2020 16:31

- Prezado Bolsoasno,

Agradecemos profundamente sua manifestação acima mencionada. Tal manifestação
Indica-nos que estamos-nos aproximando de nosso objetivo, qual seja, alertar os colegas de blog de algumas coisas. Neste sentido, encontramos no "TERCEIRA VIA", os seguintes fragmentos de texto de nossa autoria:

[...] Há pessoas que se adaptam mais rapidamente às mudanças, pois tem um faro mais apurado para perceber a virada dos ventos. Elas se antecipam ao mercado, ajustam suas velas e tiram proveito inteligente da alteração das correntes. COMO ELAS CONSEGUEM? ORA, O PRÓPRIO MERCADO MANDA SINAIS. (58) (maiúsculo nosso)

[...]

Ao longo do presente item vamos retornar com uma importante aplicação prática de algo que acima vimos: [...] COMO ELAS CONSEGUEM? ORA, O PRÓPRIO MERCADO MANDA SINAIS.

Os SINAIS a que acima estamos nos referindo são dois:

- III.4. Por que a hodierna Bolsa de Valores brasileira é uma instituição social que pode ter chegado ao seu fim? (TEXTOS A.1, A.2, A.3, A.4, A.5, A.6.1, A.6.2, A.7).

- III.5. A Bolsa de Valores brasileira está em tendência irreversível de baixa? (TEXTOS D.1, D.2, D.3, D.4, D.5.1, D.5.2, D.6, D.7, D.8, D.9.1, D.9.2).

Por outro lado, cabe-nos aqui observar que certo distinto colega de blog geralmente faz comentários neste mesmo espaço sobre a performance do fundo PREVI. Tais comentários são bem intencionados. Entretanto, alguns destes comentários são equivocados, ou mesmo ingênuos. Isto ocorre porque o distinto colega analisa números de forma seca, ou de forma isolada, como se isto fosse o indicado. Desconhece o distinto colega, que a Bolsa opera em ciclos. Portanto, qualquer análise isenta deve levar em consideração não apenas tal importante detalhe, mas igualmente de que na Bolsa são negociados capitais fictícios.

Ademais, nos próximos dias pretendemos colar no "TERCEIRA VIA" o seguinte texto:

III.6. Por que os preços das ações de “grande liquidez” listadas na Bolsa de Valores brasileira cada vez mais se afastam da realidade econômica?

Assim, vamos sustentar que os títulos de "grande liquidez" negociados na Bolsa brasileira, como Vale e Petrobras, podem valer zero atualmente (Janeiro / 2.020).

Como o colega Bolsoasno pode ler acima o sinal "?" é uma característica dos textos III.4, III.5 e III.6. Deste modo, estamos apenas questionando. Cabe aos demais colegas do blog, caso queiram, ler os nossos argumentos e aceitarem ou não, os argumentos contidos em nossa exposição. Neste sentido, acreditamos que do debate que possa vir a surgir podemos vir a colher melhores condições de vida para todos nós.

rafa disse...

CASSI - REFORMA LIMINARMENTE EMBARGADA PELA JUSTIÇA DO RJ

Li no site da ANABB ( v. abaixo ) os desdobramentos da alteração dos estatutos da CASSI. Uma pena o imbróglio criado ... Mas, convenhamos: QUE REDAÇÃO PROLIXA DO TAL ARTIGO 73 DOS ESTATUTOS DA CASSI!!! Parece coisa plantada para justamente confundir etc ...

Mas a juíza mandou suspender a vigência da reforma, preliminarmente. E o BB NÃO DEPOSITOU, PORTANTO, A PARTE DELE.

Nossa parte foi DESCONTADA a jato, aliás, como sói acontecer quando se trata para tirar as coisas dos aposentados ...

"A alteração estatutária da Cassi está passando por diversos desdobramentos desde o encerramento da última consulta feita junto ao corpo social, em 28/11/2019.

Após a divulgação do resultado, surgiram questionamentos a respeito do número mínimo de votos favoráveis necessários à aprovação, em especial o fato de os votos nulos terem sido desconsiderados na apuração final, embora o artigo 73 do Estatuto da Cassi determine a exclusão, apenas, dos votos em branco.

Com esse embasamento, uma entidade do Rio de Janeiro entrou na justiça pedindo a anulação do pleito. O pedido foi acatado pela juíza Fernanda Rosado de Sousa, da 47ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que entendeu que houve violação do artigo 73 do Estatuto da Cassi, no que se refere ao critério de contagem de votos realizado na consulta com o corpo social. "

Jeanne disse...

O STJ já derrubou a liminar da Cassi...

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Cassi:

Para ver decisão do STJ - Ministro João Otávio de Noronha,

cole o endereço abaixo e clique:

https://www.cassi.com.br/images/2020/decisao_stj.pdf

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

[REDE-SOS] CASSI - liminar cassada
José Mauro Cordeiro
Vice Presidência de Seguridade e Benefícios.
Diretor.
tel. 21 38610782
e-mail. josemauro@aafbb.org.br

jame disse...

Boa Tarde e Bom ano Novo para Todos!

Alguém sabe dizer o por que o site da Previ não tende!

Desde já obrigado de james.

Aristophanes disse...

Colegas.
Esse drama da CASSI, tendo como aparente motivação desequilíbrios financeiros recorrentes e a necessidade de adaptar processos de governança às conveniências do patrocinador(BB), se arrasta, penosamente, há anos, com prejuízos para todo o corpo social, com centenas de milhares de famílias.
A busca de solução, entre outros processos, passou por dois referendos, eleições, exaustivas discussões e. até, intervenção da ANS. O debate entre grupos parecia buscar o encontro de uma fórmula conveniente, que atendesse, pelo voto, a necessária e exigente maioria prevista no Art. 73, do Estatuto da CASSI. Isso foi conseguido, de forma conceitualmente clara e aritmeticamente explícita. Venceu o voto SIM.
A absurda tentativa de impugnar o resultado do referendo, desmascarou com clareza a identidade dos negativistas e, também, ilusionistas, que pretendem transformar votos, deliberadamente anulados, em votos válidos.
Uma suspeitíssima entidade, que se autodenomina ASSOCIAÇÃO NACIONAL VIVA FUNCI EM DEFESA DA CASSI E PREVI, criada, apressadamente, há menos de dois meses – portanto em meados de novembro de 2019 – é a autora da pretendida ação anulatória da alteração estatutária da CASSI, decorrente da vitória do SIM.
Não vejo como vingar o esdrúxulo propósito dessa “associação laranja”, JÁ SUSTADO PELA DECISÃO DO STJ-RJ. Devemos, agora, perguntar a quem interessa o caos na CASSI, como bem anteviu o Ministro JOÃO OTÁVIO DE NORONHA – Presidente do STJ – no arrazoado de sua sensata e pronta decisão.
Não sejamos ingênuos: “aí tem jacutinga”: os que querem botar fogo no circo.

Blog do Ed disse...

Bela e perspicaz intervenção do diretor Aristophanes.
Edgardo Amorim Rego

Blog do Ed disse...

Decisão monocrática e provisória do Presidente do STJ: "defiro o pedido para suspender os efeitos da decisão que sustou os efeitos da última alteração estatutária da requerente." Portanto, o SIM, por ora está funcionando. A alteração estatutária ocorrida está funcionando. Mas, a questão ainda não está julgada. Ela só será julgada pelo colegiado. E só então se saberá, em definitivo, se essa alteração estatutária é válida ou não. Ao que me parece, os tribunais estão de férias. Acho que essas férias se encerram somente em 31 de janeiro. Então só a parir de fevereiro esse assunto será julgado. A partir de fevereiro começará todo o processo burocrático de julgamento pelo colegiado do STJ. Isso leva tempo. Consequências:
- continuaremos sendo debitados pela nossa contribuição;
- o BB, que ainda não havia entrado com a parte dele, vai logo contribuir, ou aguardará a decisão definitiva do STJ?
-se a decisão do colegiado do STJ for pelo NÃO, a CASSI terá recursos para nos devolver o que recebeu indevidamente?
Mais uma vez, tratamento diferenciado para o Patrocinador e para o os patrocinados. A vantagem sempre fica com o Patrocinador. Apenas pergunto: na prática quem é o Patrocinador e quem é o Patrocinado? Quem, pela Constituição, está obrigado a prestar os serviços de saúde? Quem é o provedor único de recursos para a CASSI, quer diretamente quer através dos funcionários?
Edgardo Amorim Rego

Fernando Lamas disse...

ALENTO E CORAGEM!
Caro Professor Ari, saudações cordiais. Nobre Professor Edgardo, segundo o Doutor Medeiros, o BB já depositou o que lhe cabia. Confiemos que, sobretudo, o bem vencerá. Sobre o senhor, Professor Ari e os demais colegas, imploro do Senhor Altíssimo um ano novo de alento, coragem, protegidos, iluminados pela "esperança que não engana, pois o amor de Deus foi derramado em nossos corações, pelo Espírito Santo que nos foi dado." (RM 5,5) Grato por tudo e segue um PAZ E BEM!

"Como crianças recém-nascidas, desejem o leite puro da Palavra."
1Pd 2,2

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Prezado Diretor Edgardo,

Permita-me agradecê-lo e parabenizá-lo pelas oportunas explicações de 03/01/2020 09:09, sobre essa última decisão liminar do STJ.

Essa "decisão relâmpago " do atual presidente do STJ, demonstra o prestígio, a força econômico-financeira e política do BB e da Cassi.

Nós somos quase hipossuficientes... a justiça demora mais tempo para nos atender. Euzinho aqui, por exemplo, fraquim fraquim, tenho uma ação contra a Previ há mais de 4 anos, ainda sem sentença de 1º grau, e deve demorar no mínimo mais uns 6 anos pra chegar lá no STJ. Eu disse "chegar lá", a sentença final só Deus sabe quando...

O atual presidente do STJ, Ministro João Otávio de Noronha, era funcionário/dirigente, hoje aposentado do BB, onde exerceu cargos importantes junto ao BB (Diretor Jurídico) e Previ (Conselheiro de empresas que à época recebiam investimentos importantes da Previ). Não me lembro bem, mas enquanto exercia o cargo de Diretor jurídico do BB, com certeza era também o principal assessor/consultor jurídico da Cassi.

Abraço fraternal para todos,

Genésio Francisco Guimarães - Uberlândia(MG).

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

O patrocinador BB não chegou a creditar à Cassi os cerca de R$ 1 bilhão conforme previsto no novo Estatuto sob julgamento. Isso pode ser comprovado se lermos com atenção o parágrafo terceiro da liminar do presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha.

Unknown disse...

INSS:

Aviso aos navegantes - cuidado ao contratar Consignado:

ITAU e BRADESCO oferecem consignado INSS a 2,08% a.m., agora em 2.020, Na MESMA TAXA PRATICADA EM 2017-2018... TÃO DE SACANAGEM !


Esses mesmos oferecem 1,35% a.m. para portabilidade (surrupiar CDC de outros Bancos).

Para CDC novo, 72 meses, 1,55* tá bem pago.

Para tomadores com mais de 60-65 anos


torbes gambarra disse...

Considerando a postagem do colega Genesio Guimaraes as 13,13hs acima de que:

O atual presidente do STJ, Ministro João Otávio de Noronha, era funcionário/dirigente, hoje aposentado do BB, onde exerceu cargos importantes junto ao BB (Diretor Jurídico) e Previ (Conselheiro de empresas que à época recebiam investimentos importantes da Previ). Não me lembro bem, mas enquanto exercia o cargo de Diretor jurídico do BB, com certeza era também o principal assessor/consultor jurídico da Cassi.

O ATUAL PRESIDENTE DO STJ PODERIA TER SUSPENDIDO A LIMINAR ?

Trader anônimo disse...

Dr. Aristophanes, Professor Ari e colegas de blog,

Em apertada síntese, numa escala crescente de benefícios para os associados do fundo PREVI permitimo-nos fazer a seguinte elucubração:

(1) aumento do percentual do ES na reserva técnica; em outros termos, o ES está subutilizado, conforme o Dr. Aristophanes sustenta;
(2) alienação de todas as ações do fundo PREVI, mormente das ações de "grande liquidez", eg., PETROBRAS e VALE.
(3) Dissolução do fundo PREVI e consequente repartição entre os associados dos valores obtidos.

Assim, parece-nos que o item "1" juntamente com os benefícios mensais distribuídos aos associados são os únicos benefícios destes. Neste sentido, lembramos que as ações (item "2") são um benefício apenas para os detentores dos títulos, ou seja, as ações são um benefício exclusivo dos proprietários MATERIAIS poupança concentrada coletiva, conforme a literatura técnica sustenta. Ademais, sustentamos que o tempo de vida da Bolsa de Valores brasileira pode ter chegado ao fim, conforme temos sustentado. Por fim, o mais importante é o item "3", visto que o fundo de pensão não é fim; é meio. Em síntese, tanto o hodierno capitalismo bursátil quanto à forma de poupança concentrada coletiva, conhecida como fundo de pensão, são conspirações...

Blog do Ed disse...

Estimado Genésio
Permita-me a seguinte observação. No meu entendimento, o BB do meu tempo, tempo do Ministro Noronha no BB, o BB não tinha DIRETOR JURÍDICO. O Presidente tinha no seu Gabinete três funcionários com o maior nível de comissão (A1), eram apenas três, e as três no Gabinete da Presidência: Chefe de Gabinete, Assessor Econômico e Assessor Jurídico. O Ministro Noronha, no mu entendimento, foi Assessor Jurídico do Presidente do BB.
Edgardo Amorim Rego

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...

Prezado Diretor Edgardo 04/01/2020, 8:44

Consta do site do STJ que o Ministro Noronha foi:
• Consultor Jurídico Geral do Banco do Brasil, de abril de 1994/2001.
• Diretor Jurídico do Banco do Brasil, de setembro de 2001 a dezembro de 2002.

Genésio.

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG disse...


Prezado Blogger torges gambarra 03/01/2020 18:58, e demais Colegas,

Você fez uma pergunta muito interessante para o momento: "O ATUAL PRESIDENTE DO STJ PODERIA TER SUSPENDIDO A LIMINAR ?"

Respondo:

O Ministro Noronha tomou posse como funcionário do Banco do Brasil em 1975 (ag. Andradas MG). Como disse exerceu cargos importantes como Consultor Jurídico Geral do BB e Diretor Jurídico do BB.

E agora faço duas perguntas pertinentes:

1 - O Ministro Noronha, hoje aposentado do BB, continua como associado do Plano de Associados da Cassi, e com direito a voto?

2 - Ele tem dependentes diretos/indiretos e/ou parentes até 3° grau que fazem parte da Cassi?

Se a resposta for Sim para as duas perguntas, na minha opinião de leigo ele fez parte – ou poderia pelo voto -- do processo de alteração do Estatuto da Cassi, portanto estava IMPEDIDO de decidir sobre a liminar arguida pela Cassi.

Como também a liminar interessa de perto à Cassi e ao BB, empresas onde laborou por muitos anos, e que por certo ainda nutre sentimentos de apego, gratidão, etc., não era isento, imparcial, equidistante das partes interessadas na decisão , portanto era também SUSPEITO e não deveria decidir.

É..."tamos fritos".

Genésio Guimarães - Uberlândia/MG
genesiofguimaraes@bol.com.br



Blog do Ed disse...

Estimado Genésio
Certo. O Assessor Jurídico deixou de ser o posto mais alto e cedeu a posição para o Diretor Jurídico. Muito interessante essa consideração, que tece sobre a atitude do Ministro.
Edgardo Amorim Rego

val disse...

Prezado Unknown,
Vc que acompanha as taxas de consignado, indago:
Tenho consignado INSS com ITAU com início em junho de 2018. Sabe informar qual a carência para que eu possa pedir portabilidade para outro banco?
Meus agradecimentos
Valdevino

Odan disse...

- NINGUÉM SABE INFORMAR POR QUE OS JUROS DO E.S. DOBRARAM ESTE MÊS?

Odan disse...

PROCURAR TRABALHO DEPOIS DOS 70 É MUITO CASTIGO

Bolsoasno disse...

Ministro padrão “ Brasil”!Entrou por concurso?Não!!!Entrou pela indicação política, julgo quinto constitucional!

Odan disse...

- Acredito que eles não dispõem de extrato diário dos nossos ESs. Eu que acompanho diariamente, na medida do possível,subtraindo o saldo atual do anterior chega-se, é claro aos juros debitados naquele dia.