segunda-feira, 28 de outubro de 2019

AGUARDANDO A ANUÊNCIA DO BANCO

CASSI encaminha ao BB proposta de consulta ao corpo social

Publicado em: 25/10/2019

O Conselho Deliberativo da CASSI aprovou nesta sexta, dia 25 de outubro, a realização de consulta ao corpo social para apresentar proposta de recuperação da Caixa de Assistência. Seguindo o rito previsto em estatuto, agora a decisão será encaminhada ao Banco do Brasil para anuência e, posteriormente, submetida à votação pelos associados. A mudança é a alternativa viável para a recuperação da Caixa de Assistência e para a reversão dos indicadores que motivaram a instauração da direção fiscal pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em julho deste ano.
Por determinação da ANS, a Caixa de Assistência tem até o dia 22 de novembro para apresentar o Programa de Saneamento. Um programa que deve contemplar medidas para a reversão de todos indicadores em desconformidade que originaram a direção fiscal e que no mês de agosto estavam no seguinte patamar: Resultado Líquido R$ -58.062, Patrimônio Social R$ -120.202, Patrimônio Social Ajustado R$ -137.145, Insuficiência de Margem de Solvência R$ -905.556, Ativo Garantidor R$ -116.965.
A ANS requer também que sejam medidas factíveis e estejam devidamente explicadas e evidenciadas em projeções que demonstrem, mês a mês, como ocorrerá a recuperação. Isso exige da CASSI ainda mais celeridade para promover mudanças urgentes e significativas.
Histórico
Diante do cenário exposto e da urgência em buscar soluções para a CASSI, as entidades representativas dos associados buscaram a reabertura das negociações. O BB, por sua vez, ratificou que as premissas já haviam sido negociadas dentro dos limites possíveis, mas abriu caminho para realização de outra consulta.
Também nesse sentido, o Conselho Deliberativo da CASSI, em 27 de setembro, orientou que a Diretoria Executiva procurasse as entidades representativas a fim de auxiliar na elaboração de proposta a ser submetida à apreciação do corpo social.
Assim, as medidas previstas são resultado do esforço conjunto entre representantes dos associados e da CASSI, que durante semanas refizeram cálculos e promoveram ajustes para trazer avanços significativos para o funcionalismo e chegaram à proposta que hoje foi apreciada no Conselho Deliberativo.
Essa nova proposta será divulgada em detalhes no site (www.cassi.com.br) e nas redes sociais da Caixa de Assistência após finalizadas as etapas de aprovação. Afinal, o envolvimento de todos será fundamental para a construção do futuro da CASSI.


TODOS NA HASHTAG (#SOUCASSI) - TODA FORÇA PARA DESATOLAR

9 comentários:

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Vamos ver se desta vez se resolve essa situação.
Esse angu de caroço está chegando a um ponto limite de não retorno.
Abraços

Adaí Rosembak

sss disse...

Um ponto essencial nessa história toda, e demasiadamente necessário, é os usuários se conscientizarem do uso da Entidade. Tem usuário que quebra uma unha, vai ao médico e esse solicita uma ressonância magnética. Enfim, há muitos absurdos, bem sabemos. Os ricos que gostam de esbanjar, façam uso de seus médicos particulares. Deixem a cassi para os que verdadeiramente precisam.

Blog do Ed disse...

A minha sobrevivência e a de minha mulher dependem da CASSI economicamente viável para nós. O BB tem comigo um contrato trabalhista de que proporcionará a CASSI excelente até o fim de minha vida e da vida de minha mulher. Esoero que honre esse contrato. Votei SIM forçado e votarei SIM forçado no escuro.
Edgardo Amorim Rego

Unknown disse...

Ari e amigos,
A estimativa de nosso reajuste em janeiro de 2020 será bem reduzido, em torno de 2,5%.
Para se ter uma ideia, o INPC acumulado de 2019 está em 2,63% e acumulado em 12 meses está em 2,92%.
Ocorre que a inflação está em baixa, apesar de que, no dia a dia, sentimos cada vez menor nosso poder de compra.
Celio

Unknown disse...

Caro Edgardo,
Realmente é preocupante a situação da maioria dos nossos colegas.
Isso devido a um crescente aumento de custos, enfatizando o empréstimo simples e, agora, a Cassi.
Como já disse, a previsão de nosso reajuste em janeiro é em torno de 2,5% (devido a expetativa de INPC negativo; o de setembro foi de - 0,05%).
Como você já disse, o nosso voto na Cassi é sim ou sim. E o patrocinador ciente disso nos coloca contra o muro. Claro que tem a via judicial, mas é muito demorada, levando anos até que todos os recursos sejam analisados.
E, devido à demora muitos de nós já estará morto. Para complicar, se o BB for privatizado será uma pedra a mais no caminho.
É duro admitir o que nenhum de nós, no pior dos seus sonhos, vislumbrasse tal situação.
Vejo como saída pedir ajuda aos filhos e netos. Porque um pai ajudar um filho é praxe, e o contrario, uma exceção.
Que Deus toque nos corações de nossos filhos e lhes aquebranteis seus corações.
Celio

Odan disse...

- Não sei o que será de nós da PREVI e dos demais aposentados do INSS. O reajuste deste ano só vai ser da inflação só sobre o valor do mínimo hoje R$998,00, se aprovarem uma tal de PEC.

Blog do Ed disse...

Estimado Célio.
Se tivermos filhos vivos (os dois, que tive, jovens reconhecidamente maravilhosos, já morreram) e, se vivos, tiverem emprego que os remunere justamente... Amarthia Sen, o economista da ONU, propugna pela Educação como a solução de todos os problemas do Mundo, inclusive o da Pobreza, porque ela, a Educação, restringiria a procriação às dimensões suportáveis pela Economia Sustentável.
Edgardo Amorim Rego

antonia disse...

Professor Ary, tem notícias da Cassi? O BB aceitou a proposta apresentada? Qualquer notícia é bem vinda.

Ari Zanella disse...

Oi Antonia,

Não sabemos quando o BB dará a anuência ao novo projeto saneador. Um colega nosso indagou ao Satoru mas ele nada quis adiantar. No site da ANABB tem um esboço da nova proposta, porém muito superficial, que a priori não resolveria a situação de caixa da CASSI.
Aguardemos, pois, a anuência do Banco para podermos fazer uma análise mais profunda. O BB tem mais 23 dias para se pronunciar mas acredito que fará isso bem antes.