sexta-feira, 27 de setembro de 2019

O MUNDO JAZ NO MALIGNO

    Mundus no latim significa belo, limpo e sua correspondente em grego é "cosmos" donde deriva a palavra "cosmético" (que embeleza). Mas não é esse o foco da temática. Em 1 João 5 no versículos 18-19 diz que "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.
19 Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno."
    Então é fácil deduzir que os que não são de Deus ou de Jesus Cristo, estão sob o jugo do pecado, e o pecado escraviza, subjugando-nos a Satanás, que é o demônio ou diabo, conhecido com Lúcifer (portador de luz, no início era um anjo de Deus).
    São Paulo vai nos dizer que "o salário do pecado é a morte". Portanto, o pecado nos afasta de Deus, tornando-nos escravos, em contrapartida à "liberdade dos filhos de Deus".
     Se cada um refletir sobre o mundo hoje vai chegar à mesma conclusão de São João, o discípulo a quem Jesus amava. O mundo ou o cosmos estão fora de nós. São nosso habitat e nele fazemos morada terrena. Porém, o espiritual também é mundo e feliz daquele que troca a matéria física, perecível, o mundo visível aos olhos do corpo, pela vida espiritual, valiosíssima, incorruptível, não perecível, eterna. Quem assim procede torna-se filho de Deus, Senhor do mundo e de toda a criação. Serão poucos mas eternamente bem-aventurados pois terão seus nomes inscritos no livro da vida. Cuidai para que vossos nomes estejam nesse livro. Amém!

Nenhum comentário: