quinta-feira, 12 de setembro de 2019

FILOSOFIA DA MENDICÂNCIA

   Embora eu tivesse sido graduado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Joinville na década de 70 (hoje se chama Univille), não me considero de forma alguma "filósofo". Prefiro ser considerado "versado em letras" e nesse segmento, um apaixonado pelos escritos bíblicos.
        Dentre os 73 livros que compõe a Bíblia (para os evangélicos são 66 porque Lutero retirou os livros que não foram escritos em hebraico) os mais fascinantes são os quatro evangelhos pelos ensinamentos contidos e pela singeleza dos escritos todos inspirados pelo Santo Espírito de Deus.
     Além deles, o Atos dos Apóstolos encanta pelo enfrentamento das dificuldades iniciais do Cristianismo e pelas sábias decisões tomadas pelos discípulos de Jesus Cristo. A epístola de Paulo aos Romanos, a mais extensa de suas cartas, embasa a tese de Lutero da salvação pela fé. E pela graça. A primeira epístola escrita por Paulo foi a Epístola aos Tessalonicenses.
       Há muito para se aprender com as pequenas cartas de João e Pedro, com a de Tiago, as de uma ou duas páginas de Paulo a Timóteo e a Filêmon. De João vem o melhor do Messias e conhecimento futuro de reino de Deus na terra. O evangelho de João é diferente dos demais. Começa com a maravilhosa descrição: "No princípio o Verbo estava em Deus e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós." Depois escreve cartas muito carinhosas onde nos chama de "Filhinhos". E culmina com o revelador livro do Apocalipse.
     Não querendo comparar João a Paulo, porém, ambos, e todos os escritores do Novo Testamento, citanto ainda Lucas, nos dão a dimensão exata do que é preciso para a nossa salvação. O ponto mais alto dos ensinamentos de Jesus Cristo, o Filho de Deus, se resume em "Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida!".
      Tudo para concluir falando de mendigos que infestam a cidade "Manchester Catarinense". Na minha rua há vários deles que se abrigam embaixo das marquises. Moro ao lado de uma igreja católica, ocasionando o pedido de esmolas no entrar e sair de missas. À noite, param automóveis de pessoas caridosas que lhes dão o pão necessário. Pelas câmeras de segurança assisto a esse quadro e me questiono: Seria Lázaro descrito na parábola de Jesus igual a um desses mendigos de Joinville?
RUA DAS PALMEIRAS NO CENTRO DE JOINVILLE, REMONTA AO PERÍODO DO IMPÉRIO, AS PALMEIRAS FORAM DOADAS POR DOM PEDRO II AO MUNICÍPIO RECÉM-FUNDADO.

12 comentários:

Everton disse...

Quantos Lázaro(s), Bartimeu(s), Marias espalhados pelo nosso brasil meu caro irmão. Quantos Joilson de Jesus, menino de rua que são assassinados todos os dias, pelos nossos descasos e por não enxergamos. Que bom que o senhor os vê. (http://irmandadedosmartires.blogspot.com/2015/12/galeria-dos-martires-joilson-de-jesus.html).

Paulo disse...

Não foi Lutero ou Calvino que tiraram os sete livros apócrifos, eles foram acrescentados pelo Concílio de Trento em 1563, para justificar o purgatório, e a venda de indulgências, bem como seus rituais de exorcismo.Os 7 livros não são usados pelos Judeus na Torah, são livros com alguma relevância histórica, nada mais.Não são citados por Jesus Cristo, nem por nenhum dos Evangelistas ou Apóstolos, contradizem o Canôn, nunca foram referendados pela patrística (principalmente) Agostinho) ou Tomás de Aquino.Seus conteúdo é raso e simplório quando comprado aos demais livros, o Livro de Sabedoria, por exemplo, é uma paráfrase de Eclesiastes e das piores possíveis!E são os únicos, que contém uma admissão própria de erro, contrariando a inerrância das Escrituras e sua inspiração Divina!

Cadé disse...

Amigo Ari, eu sinto um prazer muito grande em ler a Bíblia.
"Eis que vos dei poder para pisar serpentes, escorpiões e todo o poder do inimigo";
"O pecado nos afasta da vontade de Deus, mas Deus, mesmo quando estamos em pecado, nunca se afasta de nós"
"Foste salvo gratuitamente mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus"
"Orai em todas as circunstâncias, para que possais resistir às ciladas do demônio";
"A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável"
Rogo ao Criador que Ele nos mostre toda a Sua Glória, para que possamos conhecer a Sua Palavra, e nos tornarmos pessoas melhores. Fiquemos com Deus
Cadé

José Lagoa disse...

Foi a Igreja Católica Romana que deu a Bíblia ao mundo. O seu Cânon atual teve que passar pelos crivos dos Concílios de Hipona (hoje Annaba), Argélia na África (393), Cartago, norte da África (397) e Trento, região norte da Itália (1545), quando, definitivamente foram elencados os 73 livros considerados inspirados.
Foi a Igreja Católica que organizou os capítulos e os versículos de cada um dos livros definidos pelo Concílio de Trento.
Por que então, alguém se acha no direito de retirar parte de um trabalho que ele não fez? Somente quem fez o trabalho tem o direito e a autoridade de alterá-lo. E quem detém esse poder é a Igreja Católica.

Fernando Lamas disse...

Saudações fraternais a todos.

HUMILDADE E OBEDIÊNCIA
Caro Professor Ari, bom irmão, no Senhor. Privilégio teu, residir, salvo engano meu, ao lado do Santuário ... Professor, devido ao meu modesto conhecimento, sobre a História das Escrituras Sagradas, devo reafirmar a minha fé, com humildade e obediência: "Creio na Santa Igreja Católica". Sim, quem "protesta", será diferente. Assim, legitimamente, criará as suas bases, argumentações. Mas isso não significa deter a verdade. Pessoalmente, na humildade e obediência, em nada duvido, sobre a perícia da Igreja, no Magistério, sobre as lições divinas, com todo o respeito. Lembro e louvo que há trabalhos conjuntos, cooperados, respeitosos, em algumas ocasiões, entre biblistas católicos e protestantes, por exemplo, a Bíblia de Jerusalém(Ed. Paulinas). Ótimo e abençoado fim de semana a todos e grato por manteres este espaço plural. PAZ E BEM!

""O ofício de interpretar, autenticamente, a Palavra de Deus,escrita ou transmitida, foi confiado, unicamente, ao Magistério vivo da Igreja. Tal Magistério não está acima da Palavra de Deus, mas a serviço dela..."
Catecismo da Igreja Católica, 85-87

Ari Zanella disse...

Prezado Paulo,

De fato você tem razão. Lutero traduziu a Bíblia diretamente do hebraico. Por isso que há diferença nos números dos Salmos de Davi entre as bíblias católicas e evangélicas. Na Torá (escrita em hebraico) os Salmos têm o mesmo número das bíblias evangélicas. Lutero conhecia bem o hebraico.
Não sou antiluterano em absoluto. Mas foi a partir de Martin Luther que cada um interpretou a Bíblia de seu jeito. Quantas denominações religiosas temos hoje no mundo? Cada rebanho tem seu pastor. E as palavras de Jesus de que haveria "um só rebanho e um só pastor"? (Jo 10:14-16)

Ari Zanella disse...

Amigo de fé Fernando Lamas,

Sim, moro ao lado do Santuário Sagrado Coração de Jesus. De fato, sinto-me um privilegiado. Gostaria de dizer-lhe que aprecio demais sua simplicidade (=humildade). Igual a você, quero tratar a todos com muito amor e respeito. Sou fã número 1 do "Amai-vos uns aos outros". Cristo falou, a verdade brotou.

edmilson lopes de sousa. disse...

Só pra chatear: João Pessoa-pb e Recife-pe, próximos locais par mostrar o desempenho da Previ.Ari, para mim, o Governo de Bolsonaro já era. Foi bom, pois correu com o PT.Moro 2022.

rafa disse...

A Igreja Católica RETIROU livros da Bíblia??? absolutamente, NÃO!!!

A nossa Igreja é MÃE da Bíblia, não é "filha" dela ...

A loucura do padre católico Martin Luther e o desespero dele com relação a alguns escritos do Novo Testamento, JÁ EM VIGOR HÁ MAIS DE 1.517 ANOS!, o deixava embaraçado, tal qual Herodes com relação a João Batista!

Ele não aceitava a Carta de S.Paulo a Tiago, por exemplo: a chamava de "carta de palha". Porquê????

Justamente porque ela confronta literalmente a "tese" dele da salvação SÓ pela fé ... A fé SEM OBRAS ( de salvação ) é MORTA!!!

Não gostava do evangelista Lucas ( Evangelho e Atos... )

E ele LITERALMENTE traduziu e RETIROU os 7 (sete ) livros da Bíblia cujo CANÔN foi o Magistério Igreja quem o DEFINIU e sacramentou. Isso é FATO!!!

Absurdo desdizer dos escritos de Tobias, Eclesiástico, Macabeus, I e II, Baruc e carta a Jeremias, final, Daniel ( parte ), Ester(parte), Judite, Sabedoria. Com a autoridade de quem ??

Lutero OS RETIROU da sua tradução porque foram escritos em grego na diáspora, Alexandria ... Interpretação judaica! Aliás, as grandes denominação "evangélicas" de hoje basicamente só usam o Antigo Testamento! Vejam o Templo de Salomão do Edir! Ele ridiculariza Jesus (!) pelo milagre nas Bodas de Caná! Vejam no youtube.

Mas os escritos do Novo Testamento TODOS foram escritos em Grego!!! E aí?

Contradição? Não!!! é porque em muitos desses escritos INSPIRADOS e introduzidos no Cânon pela Igreja Católica tem AFIRMAÇÕES que são totalmente contrárias às "teses" do tal Lutero!

E quem era ele???? Um Tomaz de Aquino? Um São Jerônimo? Um Santo Agostinho?
Nada disso! Nada mais que dos inúmeros "luteros" que vemos hoje nas Tv.

E as CENTENAS DE LIVROS APÓCRIFOS ( Evangelho de Moisés ... ) que a Igreja não considerou como inspirados????

Quem definiu o índice dos livros da Bíblia tal qual vemos hoje??

Com que autoridade esse blasfemador se arvorou para fazer o estrago que fez na Igreja de Cristo???

Ele mesmo se arrependeu da tal livre interpretação ao final de sua vida.

Os 7 livros a Igreja os classifica de "deuterocanônicos", NÃO de apócrifos.

E assim é e será para sempre!

Amém!
P.S.
Parabéns ao professor Ary pela síntese do texto! Excelente.

Unknown disse...

Não existe salvação sem caridade e para ser caridoso tem que ter amor ao próximo. Não fique olhando através das câmeras. Vá tbm ajudar aos mendigos.

Ninguém é tão rico que não precise de ajuda e nem tão pobre que não possa ajudar. Pensem nisso.

rafa disse...

PREVI QUER NOS OUVIR!!!

Alguém acredita na utilidade de uma enquete dessas?

"Dê a sua opinião. Participe da Pesquisa que irá medir a sua satisfação em relação à Previ. Entrevistas serão realizadas com participantes de todo o país."

É a mesma sensação de "falar" com secretária eletrônica de concessionárias de TV, telefone etc ...

Cadê aquele " quero falar com o gerente " que a gente sempre ouvia nos nossos mais de 30 anos de BB???

Vai chegar a hora em que, para sermos ouvidos, teremos de confrontar pessoalmente aqueles que nos ignoram totalmente ...

É urgente a necessidade de HUMANIZAÇÃO do atendimento da Previ!

Dá asco receber aquelas respostas padrão ...

Na verdade, não somos "importantes" para a Previ! Somos, sim, estorvo, déficit a eliminar, peso, tropeço, problemáticos, doentes, velhos, dependentes demais, sem utilidade, só geramos despesas! E demoramos para morrer a cada dia que passa ...

A Previ, que deveria ( junto com a Cassi ) ser MÃE nossa, na verdade mais se parece com uma madrasta má.

Injusta classificação? Talvez não, mas os gestos em nossa direção nos remetem a pensar assim ...

O que é para nos tirar direitos decide-se no ritmo de uma Ferrari ...

Quanto a algum direito, reivindicação etc, soluciona-se SEM SUPRIMIR INSTÂNCIAS, já no juízo de primeiro grau para INDEFERIR; e se INDEFERIDO ( como quase sempre ), AGUARDE-SE O TRÂNSITO EM JULGADO ( não vale julgamento em segunda instância, Ouvidoria ... ).

Seria cômico se não fosse trágico ... PARA NÓS, é claro!

Paulo disse...

Meu amigo, Rafa, com todo o respeito mas discordo veementemente de vc.Vc se atém a Lutero, como se ele tivesse sido o maior reformador, mas na verdade, todo aquele que se opôs ao regime da igreja católica, perseguições, martírio, por ser considerado herege, por preferir Cristo e suas Escritura à tradições humanas e toda sua doutrina.O que Lutero ganhou com outros reformadores como Calvino foi um avivamento, uma volta ao Evangelho primitivo, claro que com muitos erros, a vitória da Reforma e sua expansão pela Europa e pelo Novo Mundo foi devido a imprensa de Guttemberg, se antes as Escrituras ficavam confinadas em monastérios e a um grupo de seleto de nobres que tinham acesso aos papiros, com a Imprensa seus ideais ultrapassaram vilas, distritos, condados, países, a foqgueira e a inquisição já não conseguiam deter.Sempre houve cristãos fiéis às Escrituras e não católicos, antes de Lutero, temos dois importantes nos século XIII e XIV com Wyclif e Jan Huss, temos várias igrejas antes da Católica, basta abrir sua Bíblia, Corítinios, Tessalonicenes, Gregos, em Jerusalém, Sardes, laodicéia, Tiatira,Filadélfia, a instituição que vc conhece como Católica surgiu a mais ou menos 1500 anos com o Edito de Tessalônica em 380 D.C e lamento de dizer isso, perseguindo as outras vertentes do Cristianismo e todos aqueles que se recusassem a adorar imagens, e a se curvarem ao Bispo de Roma!Assim, e, por último, com o Império Romano no encalço a grande maioria desses cristãos discordantes sofreram um genocídio!Apesar de achar inglório tal debate, devemos pontuar que a história tem mostrado as contradições dessa instituição, e o fato dela não ser "mãe" a não ser de seus seguidores, até porque se houve um centro de comando foi Jerusalém (Atos 15, vers 4), fato que essas igrejas "pentecostais" não passam de vendilhões do tempo, do evangelho triunfalista, postivista e antropocêntrico quenada tem de reformado.Vivem a Lei, com dízimos, sacrifícios, Jesus anulou a Lei Hebreus cap 7 vers 18) com sua morte e redenção, portanto, ainda que se fossem válidos e canônicos, teriam que se dobrar a nova aliança.Graça e Paz.