sábado, 10 de agosto de 2019

OS CRIMES PROSSEGUEM

    A intercept brasil agora ganhou um aliado internacional, trata-se do jornal El Pais da Espanha, algo como El Pais Brasil. Ambos se aliaram para tentar melar a Lava a Jato. Por que será? Quais os interesses deste órgão internacional no Brasil? Já não basta a mídia nacional? A maioria dos jornais de tv noticiam essas escutas clandestinas como se fosse a coisa mais normal. Como podemos falar mal dos militares e de Bolsonaro com tanta tolerância?
    O Brasil, o povo de bem reconhece, e talvez a maioria dos brasileiros, que há ministros do STF que não honram suas funções. Inúmeras são as ações de 3 ou 4 ministros que defendem mais o lado perverso da corrupção do que o lado saudável da boa conduta. Teve um deles que declarou hoje que essas "provas", mesmo que ILÍCITAS, serviriam para provar que os procuradores agiram de forma escandalosa, "pouco constitucionais". Está afirmando o quê, senhor ministro? Que devemos baixar a guarda contra ladrões que quase destruíram a Petrobras e, por extensão, o povo brasileiro? O senhor já contou qual o montante de dinheiro que já regressou aos cofres da nação fruto da ação dos procuradores da Lava a Jato? O ministro Sérgio Moro sempre foi uma pessoa de bem, de grande probidade, hoje honrando o nobre cargo de ministro da Justiça.
    É triste ver a que ponto chegaram os que causaram (e ainda causam por não reconhecer) danos que levarão muito tempo para serem reparados. Por isso desejam a todo o custo denegrir a imagem daqueles honrados homens que colocam o Brasil, de novo, em seus verdadeiros caminhos. Basta!

7 comentários:

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Mais uma vez você acerta na mosca.
Apoio integralmente suas palavras.
É revoltante o que ocorre em determinadas áreas da Justiça e da mídia.
Querem acabar com a Lava-Jato, que foi o maior movimento da história do Brasil para investigar e punir a corrupção oficial que se apossou deste país por tanto tempo.
Parabéns por sua denúncia.
Continue.

Seu amigo e admirador

Adaí Rosembak

Blog do Ed disse...

Acho Dr. Sérgio Moro juiz mais competente do que esses juízes do STF que o combatem e julgo também mais competentes que esses juízes do STF os Procuradores da Lava-à-jato no desempenho de seus misteres.
Edgardo Amorim Rego

Chumbinho disse...

Se o Brasil tivesse como ministros do STF, Dr Sérgio Moro, Dallagnol, Bretas, os ministros do TRF4, Gabriela Hardt e outros idôneos e íntegros juízes e procuradores que ainda existem em nosso país, seríamos, sem margem de erro, país de primeiro mundo. Porque a corrupção já estaria estagnada, consequentemente, o desenvolvimento do Brasil já estaria em andamento avançado.

Castrojl disse...

Gente, só rindo mesmo. Quer dizer que os senhores entendem que atuar como justiceiro é correto? A culpa é do jornalista em mostrar a zona que virou essa lava-jato? Eu apoio a força tarefa, claro, só que a lei tem que ser respeitada. Os senhores achariam justo buscar o sr Flávio Bosonaro e seu fiel escudeiro Queiróiz, e armar uma arapuca para botar esses criminosos atrás das grades? É lógico que eu gostaria de vê-los trancafiados, onde é o lugar merecido, mas não concordo que os fins justifiquem os meios. Ou estou errado?

Ari Zanella disse...

Errado não estás Zé Luiz. Concordo que a punição deva ser geral. Que se punam quem cometeu delitos, inclusive o sr. Flávio (aliás, essa Assembleia Legislativa do RJ está repleta dessas práticas). Mas o que intolerável é estrangeiros (principalmente o Glenn) vir intrometer-se fraudulentamente em nossa democracia. E tem mais: conversas de bastidores não constituem crime (eu posso falar que quero matar fulano mas até não concretizar não é crime). A questão é simples, quando se apura numa investigação aparecem envolvidos (Você já analisou o motivo pelo qual Gilmar soltou tanta gente acusada?), sendo ele mesmo hoje o ministro que se manifesta contra os procuradores. Gosto muito das manifestações do ministro Luís Roberto Barroso. Nesse eu acredito.

sss disse...

Professor Ari, não é a bíblia que diz que pecamos por pensamentos, palavras e obras? A intenção de matar, não se constitui dolo? Verdade é verdade, não importa por onde ela venha, não é verdade?

Ari Zanella disse...

SSS

Deixemos para Deus julgar os pecados por pensamentos. Aos humanos resta ficar nos atos. A criatura nunca pode tomar o lugar do Criador.