BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

domingo, 6 de janeiro de 2019

REENGENHARIA NO INPC NO REAJUSTE CAPEC

    Aqueles que têm o seguro para o caso de morte e invalidez foram surpreendidos com um INPC no mínimo inusitado: Respeitaram os nove primeiros meses de 2018, quando usaram o índice real; entretanto, deixaram os últimos três meses para utilizar previsão do INPC feita pelo próprio fundo de pensão. O aumento vigora em 01.01.2019 sendo injustificável não se utilizar de mais dois meses do INPC real (outubro e novembro) uma vez que novembro era sabido desde antes de 10 de dezembro.
      Já que aplicaram essa fórmula na CAPEC poderiam sem qualquer constrangimento aplicá-la igualmente ao nosso reajuste anual. Se é para fazer o errado que se erre nos dois lados, ninguém reclamaria.
Já recebi telefonema de amigo que vai cancelar o plano onde os mais penalizados são os de idade superior a 65 anos. (Confiram na tabela abaixo).
      O meu amigo Edgardo Amorim comentou que assim é fácil administrar o plano, que inclusive ele saberia administrar. Como o nosso INPC real será pífio (em torno dos 3,3%) estaremos enforcados já que não temos o BET, pagamos a contribuição sanguessuga ao fundo e agora mais esse aumento irreal que em alguns casos chega aos 10,14%. Mamma Mia!
        Além disso, há pessoas que contribuem por décadas que se estivessem em outra aplicação financeira certamente hoje contemplariam valores corrigidos muito mais vultosos que o prêmio que a CAPEC se propõe a pagar, com a regalia de ter o prêmio recebido ainda em vida.
      Por conseguinte, administrar um plano de securitização é para profissionais de alto coturno, jamais para marinheiros de primeira viagem. A CAPEC é um plano familiar, da família Banco do Brasil. Deve ter tratamento diferenciado em relação a planos de mercado.
Como exemplificação de equilíbrio, sem pretensão de qualquer comparação, tivemos neste ano uma diminuição drástica dos valores pagos no seguro DPVAT (veículos) chegando à redução de 63,3% porque foi constado que sobrava dinheiro para pagar os prêmios.
      Que tal uma auditoria na CAPEC que poderia ser feita por técnicos governamentais. Apenas para conferir se os recursos estão sendo realmente bem geridos e se há, realmente, necessidade de aumento além do INPC real.


Notícias

02/01/2019

Pecúlios e contribuições da Capec têm reajuste

Em 1/1/2019, passam a valer os novos valores da Capec, com reajustes a partir de 4,10% com base no INPC do período.

Os valores dos pecúlios (valor pago aos beneficiários no caso de sinistro) foram reajustados em 4,10%, enquanto o INPC apurado no período de 01/01/2018 a 31/12/2018, foi de 4,09%. Para chegar a esse valor foi utilizando o INPC real para os meses de janeiro a setembro de 2018 e o projetado pela Previ nos meses de outubro a dezembro/2018. O Artigo 30 do Regulamento da Capec estipula que os valores do pecúlio serão reajustados anualmente no mínimo pelo INPC, verificados entre a data da última alteração de valores e a data da nova avaliação atuarial. Ao reajustar os valores do pecúlio, a Previ busca manter a atratividade em relação a produtos similares disponíveis no mercado e o equilíbrio para a continuidade do plano, pois o objetivo é oferecer o melhor produto para os associados, com a melhor relação custo x benefício. 

Os valores das contribuições foram reajustados conforme percentuais e valores das tabelas abaixo:
PecúliosMorteInvalidezEspecial/Mantença
PlanosTodos TodosMasterExecutivoDemais 
Até 34 anos4,10%4,10%4,10%4,10%4,10%
De 35 a 40 anos4,10%4,10%4,10%4,10%4,10%
De 41 a 45 anos4,10%4,10%4,10%4,10%4,10%
De 46 a 50 anos4,10%4,10%4,10%4,10%4,10%
De 51 a 55 anos4,10%4,10%4,10%4,10%4,10%
De 56 a 60 anos6,10%6,10%6,10%8,40%6,10%
De 61 a 65 anos6,10%6,10%8,97%9,72%6,10%
Maior que 65 anos6,10%6,10%...8,93%10,14%6,10%

58 comentários:

Anônimo disse...

Eu já havia avisado a vocês. Creio que de longas eras a Previ vem superfaturando o reajuste das mensalidades do peculio. Só um técnico poderá confirmar isso. Conforme havia dito, pago plano à Poupex com os mesmos benefícios, até um pouco melhor, por menos da metade do que pago à Previ. É injustificável a forma como é administrado o pecúlio da Previ, em flagrante prejuízo de seus assistidos. Ou há incompetência ou má-fé.

torbes gambarra disse...

Isso merece ser passado a limpo, a criatividade não tem limites e chega a ser imoral usar previsão do INPC quando se tem o proprio indice calculado, posso afirmar que é ilegal usar previsão depois de divulgado o indice legal. Não tem nenhuma logica e foge a qualquer analise séria.

Aristophanes disse...

Exemplo claro do que tenho afirmado: na Previ, eles PODEM O QUE QUISEREM.O "regulamento" é aplicado nas negativas e embromações. Total insegurança jurídica e perda de confiança. Lamentável!

rafa disse...

Caberia fazer questionamento específico e individual para a PREVI; dependendo da resposta, recorrer à Ouvidoria ...
No mínimo, tinha que utilizar o mesmo índice para o reajuste do nosso complemento de aposentadoria, não é?

Anônimo disse...

O Brasil nunca dará certo, acreditem, é uma sociedade de malandros, espertalhões e velhacos!Quando fui funcionário do Banco sempre vi negociatas, trapaças e um puxando o tapete do outro, era um ambiente tóxico, pesado, o tempo todo, e não foi em uma agência, foram nas 23 agências que passei!Hoje meu filho e neto graças a Deus não dependem de mim, meu filho se tornou piloto de aviação comercial, Qatar airways, e mora em Doha.O meu neto está seguindo ano que vem para os EUA para iniciar os estudos para ser piloto na aviação comercial.E eu, se Deus quiser estou indo com eles, aos 63 anos, começar uma nova vida, em breve, longe daqui!

Anônimo disse...

Fazem o que querem porque tem algum apoio externo entre os participantes.
Consideram as críticas como de minorias.
Basta acompanhar os elogios a direção da Previ e o silencio de muitos.
E a CASSI ?

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Auditoria na CAPEC por técnicos governamentais?!?!?!?!
ISSO ME CHEIRA MAL.
Esse não é o caso de colocar a raposa para cuidar do galinheiro?

Abraços

Adaí Rosembak

Everton disse...

Caro Ari, quando que a Previ se tornará transparente para nós? Olha essa questão da CAPEC. Será que vão reajustar o premio nas mesmas proporções? Olha também essa outra notícia sobre o Paulo Guedes. Será que a PREVI pode mostrar para nós quanto aplicou e quanto houve de retorno? - https://gcn.net.br/noticias/392386/brasil-e-mundo/2019/01/guedes-foi-fiador-de-empresa-de-prateleira

Anônimo disse...

Funciona assim : lucro é da diretoria , prejuízo manda a conta para os participantes , sempre se preocupando é lógico com a responsabilidade socio-ambiental .

Anônimo disse...

Onde estão os nossos representantes? Pra que servem? As nossas indignações não fazem eco, mas os votos, sim!

Anônimo disse...

Colegas,

Contribuo para o plano executivo há mais de 50 anos.

Estou nos 10,14 por cento.

Se tivesse aplicado, até mesmo na poupança, estaria milionário e não com um pecúlio de 200.000,00, se não me equivoco.

Espero uma urgente tomada de medidas pelo atual Governo, inclusive na dissolução da Previc, órgão criado pelo presidiário para angariar votos e subjugar os Fundo de Aposentadoria, SALVO MELHOR JUÍZO.

Respeitosas e Cordiais Saudações

Ghost Writer

D Divany Silveira -S.Lagoas-mg disse...


Mestre ari,
Será que só descansaremos com a morte,
pois levamos anos para nos livrar do
jugo do PT e agora vem uma entidade o-
brando no mesmo diapasão do grupo der-
rotado. A propósito, Mestre, sofri uma
intervenção para colocação de um Stent
o que levou a PREVI me considerar invá-
lido ; fato acontecido há 14 anos. Dia-
te disto, o Mestre , se estivesse no meu
lugar, sacaria o seguro de vida e o apli
caria numa renda fixa ou coisa parecida?
Tenho pensado muito naquela canção carna
valesca : dinheiro na mão é vendaval e
também na existência de muita mulher bo-
nita em B,Hte e eu ainda jovem com "oi -
tentinha", mas confesso que dando conta
de todo dia "Duas",saber: um tentativa e
uma desistência.Coisas da vida !!!



Telma disse...

Off topic

E os ladrões dos fundos de pensão, da Previ inclusive, não acabam:

https://folha.com/1jzop2y4

Anônimo disse...

11:08
Faço minhas as suas palavras com relação ao ambiente no Banco, com poucas exceções era um péssimo lugar para se trabalhar, não pelo patrão em si, mas pelas pessoas desonestas e carreiristas que tive o desprazer de conhecer durante os 32 anos em que lá trabalhei. Muitos que hoje posam de vítimas da "malvada" Previ, foram os algozes de dezenas, talvez centenas de funcionários naquela época, ou esqueceram o PDV do governo FHC, quando milhares de pais de família foram obrigados a se demitir e jogados na rua da amargura? É óbvio que se trata de uma minoria, mas a situação em que alguns se encontram é fruto da lei do retorno, é o mal voltando para quem o praticou.

Anônimo disse...

Telma , por acaso não é o atual ministro da economia?

Anônimo disse...

De novo o Paulo Guedes e os investimentos dos fundos ?
A PREVI já se manifestou em nota no site. Diz que ganhou com as aplicações.
Mostrou números. E aí ?

Anônimo disse...

Aos anônimos das 11:08 e das 19:01
Também tenho a mesma opinião sobre o assunto ambiente de trabalho no BB. Quando houve o PDV em 1995, os "chefes" sadicamente aproveitavam para deixar o ambiente ainda pior, aterrorizando o pessoal publico alvo daquele plano.

marcelino maus disse...

"06/01/2019 17:00."

A Folha de SP é Jornal PeTralha!

Quem segue é militonto.

Anônimo disse...

Bolsonaro aparelha máquina estatal à moda do PT.Leia Josias de Souza 06/01/2019"UOL"

Telma disse...

Colega das 19:12, sim. É o próprio.

Anônimo disse...


SENHORES DIRETORES DA PREVI- SENHORES DIRETORES DAS ASSOCIAÇÕES, SINDICATOS...

ESTÃO MATANDO A GALINHA DOS OVOS DE OURO...

A CAPEC NÃO É UM PLANO DE SAÚDE ONDE IDOSOS UTILIZAM MAIS OS SEUS SERVIÇOS PORTANTO DEVEM PAGAR MAIS..

UM JOVEM DE 21 ANOS REcEBE O MESMO VALOR EM CASO DE MORTE ( por classe escolhida), QUE UM JOVEM DE 86 ANOS.

NÃO É HORA DE REVER PROCEDIMENTOS ESTATUTÁRIOS ?


Para termos um colchão de liquidez com constantes adesões de colegas ao Pecúlio, se faz necessário dar condições para que os aposentados e pensionistas,(com as excecções de praxe) possam contribuir sem aumento abusivo por idade , e possam depois de longos anos de contribuição, deixarem para seus Beneficiários o resultado de sua dedicação e amor àqueles que escolheram para beneficiar...

Os novos colegas somente serão incentivados a permanecer por longos anos de contribuição se verem os beneficiarios dos "idosos " receberem o fruto dos esforços de contribuição dos aposentados e pensionistas que os escolheram para tal....

Com o irracional aumento que vamos receber, esse ano 2019 , que não corresponde a real inflação (vejam o Judiciário), certamente muitos colegas aposentads estarão abandonando o que sonharam um dia para aqueles que escolheram como Beneficiários.

QUEM VIVER VERÁ.....

Gustavo Velasquez
aposentado e ainda acreditando em mudanças

Telma disse...

Colega das 19:36,
Você tem o link pra passar?
Procurei no site da Previ e não encontrei.

Anônimo disse...

Se deixar de pagar a Capec, depois de decadas, nada receberá. Será isso que a Previ está querendo, velhinhos desistirem para não pagar aos seus beneficiários? Não duvido!

Telma disse...

Marcelino Maus,

Acho pouco provável que a Folha seja petista. Em todo caso, que jornal você me recomenda?

Ari Zanella disse...

Pessoal,

Já que o assunto foi ventilado nos comentários, troquei a foto do texto colocando a posição ideológica dos veículos de comunicação no Brasil.

Ari Zanella disse...

A Folha de São Paulo é de linha da ESQUERDA a EXTREMA ESQUERDA. O Marcelino está certíssimo.

Maurício Viviani disse...

O que estou vendo nos comentários de alguns colegas é que, classificam de esquerda/petralha ou outro adjetivo qualquer, se o comentário não for favorável ao atual Presidente, não sou político partidário e não tbm não sou petista, mas não concordo com muitas coisas do atual governo, e aí, vão me chamar de petralha ou esquerdista? Aos fanáticos de plantão, peço uma coisa, mais respeito às opiniões contraditórias e sem ofensas. Paz e bem.

Anônimo disse...

Com super salário o cara vende a mãe e coloca a vó na zona

Querem bondade?

Anônimo disse...

Depois de cinquenta anos deixando a Capec para ajudar na compra de remédios e fazer frente aos desmandos da Cassi. Obrigado aos responsáveis. Que Deus não os ajudem.

Unknown disse...

Caros colegas, alguém tem notícia de alguma tratativa da CASSI?

Anônimo disse...


Observem algumas transformações da atualidade: os Empregados do Sindicato dos Bancarios

do Municipio do Rio de Janeiro estão em greve. Motivo: o sindicato esta demitindo

funcionarios, para redução de custos. Provavel efeito do cancelamento da Contribuição

Sindical Obrigatoria.

Felipe Osório da Silveira disse...

Não entendo pq cancelam o plano da capec, fiz uma simulação no BB para a minha mãe no mesmo valor do plano mantença, deu quase R$400 reais mais caro que pel capec.

Anônimo disse...

Saiu Dilma, entrou Temer, saiu Temer entrou Bolsonaro e os petistas continuam sacaneando. Tô começando a pensar em gritar Lula livre!
Abraço.

Anônimo disse...

Na situação que os pos-laborais estão seria de bom senso, humanidade, primeiro esperar para divulgar o índice de correção das aposentadorias e depois divulgar os da capec. Mas não, o negócio é pisar na ferida e se possível meter o dedo nela.A que ponto se chegou.

Anônimo disse...

Os presidentes dos bancos públicos só estão tomando posse hoje. Todas essas decisões estão sendo tomadas pelos que ainda estão lá e não pertencem à equipe de Guedes ou Bolsonaro.
Então não coloquem a responsabilidade no atual governo.
A nova gestão começa hoje.
Aguardemos, pois, as medidas a serem tomadas daqui pra frente.

Anônimo disse...

Caro Felipe o pessoal esta cancelando porque estão necessitando sobreviver e cortam aonde pode e com essa da CAPEC reajustar acima do INPC oficial através de uma tal de previsao do INPC é a gota dagua para muitos.

Anônimo disse...

13:37 E viva o capitão

Anônimo disse...

Colega das 21.51 hs respondo. Com a devida permissão do Prof.
FIP BR EDUCACIONAL. Paulo Guedes. Nota da Previ.
A nota da Previ em resposta a imprensa foi publicada no site em 10/10/2018 em "Noticias e Publicações ". Siga em lista de noticias ate pagina 5 de 461.

Anônimo disse...

FONTES: BERNARDO ROTHE, DE FINANÇAS, VAI PRESIDIR BB SEGURIDADE

Brasília, 07/01/2019 - A presidência da BB Seguridade, holding que concentra os negócios de seguros do Banco do Brasil, será comandada por Bernardo Rothe, que atualmente ocupa o cargo de vice-presidente de controles internos e gestão de riscos, segundo apurou o Broadcast. O cargo estava sendo ocupado por interinamente por Werner Romera Suffert, atual diretor de Gestão Corporativa e Relações com Investidores da companhia.

Já a presidência da Brasilprev, empresa de previdência privada do banco, será comandada por Walter Malieni, que hoje responde pela vice-presidência de atacado do BB.

Na vice-presidência de agronegócios, quem assume, segundo fontes, será o secretário Ivandré Montiel da Silva, que retorna ao banco, e não mais Francisco Basílio, como era esperado.

A alta cúpula do BB terá ainda o diretor Carlos Renato Bonetti que assumirá a vice-presidência de controles internos e gestão de riscos do BB no lugar de Márcio Hamilton, que deixa a área para liderar a vice-presidência de atacado.

Tido como “guru” do novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, o ex-BC Carlos Hamilton deve ocupar a vice-presidência de finanças e relações com investidores da instituição pública, segundo apurou o Broadcast, no lugar de Bernardo Rothe.

A vice-presidência de tecnologia do BB, de acordo com as mesmas fontes, deve ficar com Fábio Barreto, que vem de fora do quadro atual do banco.

Conforme antecipou mais cedo a Coluna do Broadcast, o atual presidente do BB, Marcelo Labuto, deve retornar à sua antiga vice-presidência, de negócios de varejo. Ele também pode, segundo fontes, acumular mais áreas uma vez que seu trabalho é bem avaliado pela nova gestão.

Uma das mudanças que chamou a atenção foi a chegada do superintendente do Banco do Brasil na Bahia, Carlos Motta dos Santos, para assumir a vice-presidência de distribuição de varejo da instituição. Ele vai ocupar o cargo deixado vago por Gueitiro Genso, que saiu da instituição no final do mês passado.

O time que deve ocupar a alta cúpula do BB na gestão de Rubem Novaes, que toma posse hoje, já está completo, conforme fontes. O executivo tomou posse mais cedo, em cerimônia no Planalto. Daqui a pouco, a partir das 14 horas, um novo evento ocorre desta vez na sede do banco, em Brasília, para oficializar a nova gestão. Procurado, o BB não comentou. (Aline Bronzati)

Anônimo disse...

Kkkkkkkk

O desafeto do Arizinho foi promovido a Presidente da Brasilprev , empresa de mais de 200 bilhões de reais, maior que a Previ. Da-lhe capitão

NIVALDO ELIAS DOS SANTOS disse...

"Palocci negocia com Procuradoria no DF delação sobre fundos de pensão"

(Estadao de hoje, dia 07/01/2019). Serah que agora teremos uma limpeza devida? Serah que agora saberemos tudo?.....Espero que sim).

Matricula 7.578.360-6 Nivaldo Elias dos Santos.

Anônimo disse...

FONTES: JOSÉ MAURÍCIO COELHO DEVE PERMANECER NO COMANDO DA PREVI

Brasília, 07/01/2019 - O atual presidente dos fundos de pensão do Banco do Brasil, a Previ, José Maurício Coelho, deve permanecer no comando da fundação, conforme apurou o Broadcast. O executivo assumiu o posto no último rodízio que o banco fez na gestão passada, em julho último. Antes, presidia a BB Seguridade, holding que concentra as operações de seguros do banco. Procurado, o banco não comentou.

O BB realiza em instantes a posse da nova gestão, que será comandada por Rubem Novaes. Mais cedo, uma cerimônia no Planalto já oficializou os novos dirigentes dos bancos públicos. (Aline Bronzati)

Ari Zanella disse...

Eh lasqueira! Eu já estava ¨morto¨, agora então! Mesmo ligado à Aldemir Bendine o homem cai nas graças de Paulo Guedes. Por que não ficaram com o Ivan Monteiro também?


05/12/2018 17:00
Ligado a Bendine, vice-presidente do BB ronda a equipe de Bolsonaro
Walter Malieni Júnior também é conselheiro da BRF
O vice-presidente do Banco do Brasil Walter Malieni Foto: Divulgação
O vice-presidente do Banco do Brasil Walter Malieni - Divulgação
Vice-presidente do Banco do Brasil para Negócios de Atacado, Walter Malieni Júnior se esforça para continuar em posição de destaque na instituição financeira a partir do ano que vem, com a chegada de Jair Bolsonaro ao Planalto. Só não pode contar à equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, que ascendeu na estrutura do banco graças a suas ligações com o ex-presidente Aldemir Bendine, preso e condenado na Lava Jato. Malieni Júnior também é conselheiro da BRF.

Atualização: Após a publicação desta notícia, a direção do Banco do Brasil entrou em contato para dizer que o vice-presidente Walter Malieni Júnior é um dos quadros mais preparados da instituição financeira e que alcançou postos importantes no banco graças aos seus méritos.

Por Murilo Ramos



Leia mais: https://epoca.globo.com/expresso/ligado-bendine-vice-presidente-do-bb-ronda-equipe-de-bolsonaro-23282947#ixzz5bxhD9Hfp
stest

Anônimo disse...

E viva os velhinhos inocentes!!!
Coitados!
Passarem uma vida carregado um paquiderme (Banco)!
Passarem uma vida pagando um Plano de Assistência previdenciária (P1)!
E, agora, ainda sonham em haver o que tiraram de suas contas!
Sonhos!
Sonhos de alquebrados!
Sonhos de afanados!
Sonhos letárgicos em reconhecer que a sua realidade é moribunda!
Sonhos de quimera em reconhecer que a viúva só terá, no máximo, 50% da Assistência!
Que Sonhos em 2019 sejam Sonhos!
De Brasília não saem sonhos, mas "Sonhos" Reais: Massacrantes e carregados de turvas nuvens negras.
Quem viver, verá!

james

Anônimo disse...

O pt já se acabou desde 2016 e ainda continuam tirando a culpa dos incompetentes e ladrões que todo dia aparece nos noticiários e jogando no pt. Desse jeito nunca vai haver mudança. Espero que parem de justificar os erros culpando o pt e vejam as coisas como realmente são para poder corrigi-las.

Anônimo disse...

Será que a BrasilPrev não esta na lista das privatizáveis ?
Um dos quadros mais preparados da instituição. Só deu azar na BRF.

Nanci Yasuhara disse...

Você está certo. Trabalhei 33 anos no banco e e bem isso mesmo. Quem trabalhava bastante como eu, nunca foi valorizado.

anônimo disse...

Mestre Ari,

Gentileza usar sua força e relacionamento na COOPERFORTE. Alterar prazo e consequentemente valores. Estamos sós.

sss disse...

PARA INÍCIO DE CONVERSA.

MOURÃO EMPLACA O FILHO COM SALÁRIO DE 36 MIL REAIS NO BANCO DO BRASIL
Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente Hamilton Mourão, foi nomeado assessor especial do novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes (foto abaixo), apurou O Antagonista.

Sua função anterior era de assessor empresarial, ganhava 12 mil reais. Agora, o filho do general receberá 36 mil reais por mês e ingressará no famoso Programa de Alternativas para Executivos em Transição (PAET), que garante bônus de ‘saideira’ para quem ocupou cargo no banco por dois anos. O valor desse benefício é de 2 milhões de reais, em média — isso vai continuar?.

James Paiva disse...

Colegas informados e antenados.

Como se entra do PAET?

Quem souber, por favor, me oriente!

Desde já, agradeço!

james

Telma disse...

Sss, é assim mesmo, nada está acontecendo fora do previsível. Político brasileiro, com raras exceções, é praticamente, tudo igual.
Oxalá fosse aqui igual a Suécia, onde político anda de transporte público e recebe pouco mais do que salário de professor. Quem sabe no próximo século o Brasil seja como lá?!

Paulo disse...

Saiu o PT com nepotismo, entrou o PSL com nepotismo!Que beleza!Isso que é meritocracia, nunca vi isso antes no banco.Aliás, se via fingia que não era do meu conhecimento!

Telma disse...

Complementando: faltou a palavra " nepotismo" em minha mensagem anterior.

Gilberto disse...

Paulo não é nepotismo. O filho do Mourão é colega há 20 anos, concursado. Apenas foi promovido por ser de confiança do novo Presidente do Banco. Nepotismo era os 50 que estavam por lá

MAUS disse...

Corrigindo:


NePoTismo, era dos ratos que o PT+PMDB implantaram nas Estatais, BNDES, CEF, fundos, etc.

CE em chamas, veja quem e o partido do Presidente do Senado...

E o CIRO... não fala nada...



SOBRE A DEBANDADA:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/11/imagens-mostram-criminosos-fugindo-da-vila-cruzeiro.html


Não havia a Lei do Abate.

Ab


Paulo disse...

Não é nepotismo, só é quando é do lado que eu apoio!Me perdoe, mas progressão na carreira é uma coisa, mas do lugar onde venho isso é um balão descarado.Vc pode chamar isso do que quiser colega, para mim o fato é o timing, a moral, o exemplo que isso trás à tona do pior que sofri e vi no banco.A intermediação de alguém para sua progressão pessoal.Se você encara isso como normal é um direito seu, mas tenho uma posição ética diametralmente oposta a sua.Se, em 19 anos, ele não subiu como um concorde no banco, não acredito que ele seja o mais honesto e capacitado dentre 100.000 funcionários.Acreditar nisso é um atentado a minha inteligência, não passo a mão em práticas que eu condeno, como o compadrio, conchavos e apadrinhamento como nesse caso é notório e indubitável.Não votei no Bolsonaro para o Brasil ser o mesmo de sempre, mas para passar o país a limpo.Abraços.

sss disse...

Ah! Gilberto, tenha santa paciência.

RB disse...

Enquanto isso, amargaremos 3,59 de " desajuste, em janeiro. Por que não temos um bônus, já que o plano 1 é fechado . Por que mão uma AGE para alterar, incluir um aumento real nesse estatuto. Diretores com bônus milionários e nós sem podermos tirar um centavo a mais de nosso próprio dinheiro!