sábado, 5 de maio de 2018

VIVA A DEMOCRACIA!

    Sou fanzoca da democracia como implantada na maioria dos países desenvolvidos do mundo.
   Recentemente o meu filho caçula retornou dos Estados Unidos onde permaneceu por 65 dias, em Boston, capital do estado de Massachussetts. Chegou maravilhado com o que lá viu e sentiu: "Pai, aqui as coisas funcionam, as leis são cumpridas e o povo respeita. É muito diferente do Brasil." Ficou tão impressionado que pretende voltar e lá permanecer por dois anos, por meios legais.
     Longe de mim desejar a volta de regimes ditatoriais que tanto desrespeitaram os direitos humanos em nosso país. No mais recente comentário na postagem que diz sobre as eleições que teremos em 07.10.2018, meu grande amigo Cadé Araújo, de docência universitária, traz um abalizado esboço sobre a importância para qualquer país do mundo de possuir um regime democrático:

Professor Ari, eu gosto das suas iniciativas e lutas em defesa da PREVI. Concordo com suas posições. Todavia, eu registro que não me agrada o radicalismo e a ameaça da volta dos militares ao poder. Na minha opinião seria um retrocesso em termos políticos. A democracia tem seus defeitos, mas é a melhor forma de governo. Na minha opinião é muito difícil escolher em quem votar, diante dos nomes que se apresentam. A minha esperança é que surja uma nova candidatura, uma opção, em que poderemos apostar. No momento, na minha avaliação, a política brasileira vive o momento do radicalismo. É claro que não quero a volta do PT e seus aliados ao poder. Porém, não devemos escolher outro candidato radical para o poder. Acredito que o país está quebrado, desorganizado, desacreditado no cenário internacional, e diante de tudo isso. Temos de escolher alguém que tenha, no mínimo, a capacidade de congregar, negociar, apaziguar e juntos podemos erguer o nosso querido país. Por fim, na minha opinião a crise de corrupção e assaltos ao estado, está longe de acabar. Observo que a imprensa deste país, é um poder que ainda não foi passado a limpo. Será que em todos os outros setores haviam e há corruptos e na imprensa não tem um? Quando a lava jato começará a analisar a atuação da imprensa na corrupção deste país? Deixo aqui uma reflexão para todos nós, em que os repórteres deste país se baseiam para opinar sobre qualquer assunto, e porque eles conseguem coletar informações, deste mar de lama, sem sujarem as próprias mãos?
Cadé 

     O leitor pode achar que eu tenha tendência ao radicalismo. Absolutamente não. Democracia pressupõe alternância de poder. Não foi bom para a democracia brasileira termos um período tão longo (2002 - 2018) com um só partido no poder. Desgasta os governantes. É muito fácil constatar: Lula condenado, Dilma será investigada na delação de Palocci, Temer enrolado com a justiça...Assistimos a espetáculos deprimentes como "acampamentos de solidariedade a um preso, STF (alguns ministros) se expondo ao ridículo, abuso no direito de defesa, cela diferenciada...Tudo em nome da democracia!!!
     Paradoxalmente, nossos governos "democráticos" são amigos e colaboradores de regimes ditatoriais como em Cuba, países africanos, e o regime chavista venezuelano. O leitor gostaria, como exemplo, um regime democrático semelhante ao de Nicolas Maduro na Venezuela? Ou de Evo Morales na Bolívia?
        Portanto, deixemos, democraticamente, o nosso povo escolher, sob a severa aplicação das leis vigentes, um novo governo em outubro para colocar em prática seu estilo de governar em 2019. Neste contexto, teremos o direito de protestar se Bolsonaro for eleito democraticamente? A resposta é democrática e afirmativa ou democrática e negativa? Por favor, respondam democraticamente.


44 comentários:

Zé Luiz Castro disse...

Um sujeito que desempenha a função de deputado tão ridiculamente como Bolsonaro, poderia fazer diferente, se eleito presidente da República? Acho que não, visto que ele se tornou "celebridade" atacando quilombolas, mulheres, negros e homossexuais. O país precisa de alguém que consiga unificar os diversos pensamentos, e esse elemento está muito longe disso. Seria uma catástrofe, se eleito for.
Abraços, caro professor.

Anônimo disse...

Mas então o blog vai ser espaço democrático também? Ou ditatorial do dono?

Anônimo disse...

Fanzoca da democracia? A melhor piada dos últimos tempos.

Anônimo disse...

Em Bolsonaro jamais votarei sou democrata.

Anônimo disse...

Nós brasileiros não sabemos o que é viver numa Democracia. Pode estar havendo aqui um sério problema de conceito. O termo "conceito" tem origem a partir do latim “conceptus” (do verbo concipere) que significa "coisa concebida" ou "formada na mente".
Conceito e Significado de Democracia: Democracia é o regime político em que a soberania é exercida pelo povo.
Em qual período da história brasileira isso aconteceu? Através do voto? Isso significa representatividade? Então o Congresso Nacional representa o povo?
Pelo menos 90% da população brasileira gostaria de ver todos os criminosos presos, com os bens confiscados. Por que isso não acontece? A vontade soberana do povo será observada de qual maneira? Que seja apontada alternativa fora da intervenção militar que efetivamente atenda os anseios da população brasileira. Particularmente não consigo enxergar, na medida que os 3 Poderes foram dominados por práticas nada republicanas.
Gostaria de ouvir o Diretor Aristóphanes e o Seu Ed se não for incomoda-los é lógico.


* numa cidadezinha do interior da Bahia, certa feita, descobriram pessoas com mais de uma certidão de nascimento para poderem votar mais de uma vez


Excelente final de semana a todos

Gilberto disse...

Está comprovado, independente de partido que democracia como está instituida no Brasil não funciona.A reeleição é nociva, o cachimbo entorta a boca, depois não querem largar a rapadura, e vira uma espécie de democratura., é querem se perpetuar no poder as custas de compra de votos e corrupção.É um círculo vicioso. Um país com 200 milhões de habitantes e milhares de faculdades e universidades não pode se dar o luxo de ter os mesmos,os de sempre na política.Exerceu o mandato uma vez, dá o lugar para outro, e se fini.Ai sim as coisas funcionam e será uma verdadeira democracia.

Renato Sant Ana disse...

Não gosto, mas sou obrigado pela consciência a opinar de novo no blog. Atualmente democracia no Brasil só vale se Lula estiver na cadeia. Os outros saltitam leves e soltos por aí. Quanto à continuidade do PT no poder foi escolha das urnas. Democracia assim, com condições pre-estabelecidas, é fácil de praticar. Quanto ao sr. Boldonaro. Se ele vencer, e a democracia permite, o Brasil corre o risco de adotar Mein Kamph, que não li e não gostei, como sua nova Constituição.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
No Brasl o conceito que se encaixa como uma luva é o seguinte: "Governo do politico, pelo politico e para o politico". Vivemos, pois, numa politicocracia.
Se não tiver nome melhor, votarei, sim, em Bolsonaro.

Ari Zanella disse...

Tudo bem, caro Renato. Mas do mesmo modo não vale a frase "Eleições sem Lula é fraude", concorda?
Só está faltando no Brasil o voto facultativo, que no caso de Lula o beneficiaria demais pelo sectarismo radical partidário.
Estou gostando dos comentários.

Anônimo disse...

Mestre, estou de volta para dizer que a democracia, por pior que seja, é melhor que
qualquer outro regime e que em outubro serei um, entre as dezenas de milhões, que votará em Jair Messias Bolsonaro. É melhor JAIR se acostumando!

Paulo César Fernandes

Anônimo disse...

Esse país (que não é nada sério!) ainda precisa de “políticos”?... Alguém, acaso, ainda tem esse tipo de pensamento?!... Onde que “político de profissão” sabe “governar”, administrar, gerar renda?!

Particularmente, penso que o país precisa mesmo é de um bom “administrador”; para colocar a casa em ordem; planejar com eficiência; produzir com critérios claros e melhor definidos.

Você que agora está lendo esse comentário, acaso na sua casa executa uma obra sem planejamento; compra um bem e não utiliza; empresta a quem não pode pagar; etc etc etc???

Quem está no topo das grandes empresas mundiais?... Administradores!!! Pessoas com visão negocial!

Por enquanto, o único “administrador” que parece estar na corrida presidencial é João Dória...

E a pergunta continua: quem acha que “político de profissão” é capaz de administrar uma cidade, um país?...

Renato Sant Ana disse...

Não chego só bordão fraude, mas creio no mínimo ser uma fraude. Como aquela história do menino dono da bola. Se não for do meu jeito não tem jogo. Não há uma única prova material contra Lula. Apenas evidências, a partir de uma reportagem safada de O Globo sobre um apartamento no Guarujá. Quem leu a sentença do sr. Moro, mais dado aos holofotes do que a’ Justica, se tiver olhos de ver não de torcer, verá isso facilmente.

Anônimo disse...

Pessoal,

Desde que bote prá fora essa cambada de petistas, sindicalistas, cutistas que estão dirigindo nossa Previ e nos humilhando, qualquer candidato que ganhar é ótimo. É ou não é? De nada valerá entrar um Bolsonaro, um Alvaro Dias, ou mesmo o FHC de novo se não tirar esse Marcel e sua turma da direção de nossa Previ. Tem jeito não! Quem for presidente não vai mexer com esses sindicalistas. Olha o exemplo do Temer, chutou a Dilma e o Lula mas manteve os petistas na direção das estatais e de seus fundos de pensão como a nossa Previ. Portanto, as coisas só mudarão em nosso favor quando elegermos pessoas que não tenham nenhuma relação com os atuais apaniguados do PT. Vale lembrar que tem muitos aposentados petistas do Plano 1 rindo da nossa cara, cada vez que mendigamos um ES melhor ou a volta do BET. Essa é a verdade.

Abraço.

Anônimo disse...

Não considero Bolsonaro um salvador da pátria, mas tem tudo para, ao menos, disciplinar essa cambada de políticos corruptos. Desde que, de início, contenha o assédio dos vendilhões que habitam o Congresso Nacional, do qual, aliás, não pode ficar refém. Espero, contudo, e torço para isso, que possa aparecer outro nome limpo, com jogo de cintura, possível estadista, como a melhor opção para assumir a Presidência da República. Quanto a Lula e seu partido, eles que fiquem instalados na República de Curitiba, bem longe de nós.

Anônimo disse...

Entender que o isso que vivenciamos seja Democracia, contribui gigantesca e permanente para atrapalhar avanços.
Se os 70 mil assassinatos por ano, os trilhões sumidos dos cofres públicos, as mortes nas portas dos hospitais num país tão rico não é capaz de convencer que isso não está correto, entrego os pontos.
A doutrinação esquerdopata venceu ...
Pode fechar a tampa

Anônimo disse...

Karl Marx teve 7 filhos, dos quais 4 morreram de fome, 2 se suicidaram, e ele foi sustentado a vida toda pela esposa. Como q um homem q não soube sequer cuidar de seus próprios filhos, ou produzir riqueza, iria criar uma teoria para mudar o mundo q desse certo?!? Pilantra!

Anônimo disse...

Prezado Ari e colegas,
Vocês estão sendo injustos com o PT. Quando Lula precisou de assistência médica ele recorreu ao Hospital Sirio e Libanês, aonde chegou de helicóptero. Outro dia a Globo mostrou o apartamento do Jacques Wagner em Salvador(BA). Tem até marina (para barcos, iates, etc.).. José Dirceu so se veste com roupas de marca. Esse não é o socialismo pregado por Karl Marx...? Ou eu estou enganado?
Eles tem toda a "coerência".
Como disse ,se não me engano, Analdo Jabor, socialismo para eles é assunto que eles discutem à mesa de um bar...So isso.

Anônimo disse...

Caramba !!!

Meus professores socialistas não me falaram desse PEQUENO DETALHE da biografia do Karl Marx.
Por isso PTralha diz que representa trabalhador, mas não gosta de trabalhar. Mostrar uma carteira de trabalho para um PTralha ele pensará que é passaporte para o inferno

sss disse...

Renato, das 16:20, deve ser sindicalista, sim, por que certamente ele não faz parte daquela massa humana acampada em volta do prédio no qual Lula estar preso para deleite de Lula, Gleisi e, também, o Renato. Né, Renato? Aliás, o Renato acredita piamente na inocência de Lula. Criança boba.
O Renato acredita na inocência de Lula e o anônimo das 15:28 acredita na bondade de Bolsonaro. Santo Deus.

Anônimo disse...

Caro Professor alguns pontos são pacíficos em relação a "tal" democracia no País e os comentários até agora comprovam isto.Se efetivamente com o advento da saída do poder dos militares na decada de 1980 passamos a ter uma democracia no País esta se mostrou totalmente frágil, permeável a interesses escusos, direcionada a interesses pessoais ou grupais ou partidária e o principal: não contemplou os anseios e necessidades da grande maioria da população até 2018. Vale a pena lembrar que até agora tivemos no poder presidentes que estavam enquadrados como sendo de centro - Tancredo, Sarney, Collor; de centro esquerda: FHC e de esquerda: Lula e Dilma. Vejam que nenhum de centro direita e de direita. Faço este enquadramento mas no meu intimo não acredito que na imatura e pré-matura democracia brasileira existam efetivamente políticos que sigam estas correntes de pensamento. Aonde enquadramos então o Bolsonaro. Vejo como centro-direita. Funcionará se eleito? O futuro dirá. O que é certo é que não podemos sob hipótese alguma persistir no erro de se eleger gente com discurso de esquerda, despreparados e que praticam atos quando do poder que prejudicam o país. O mais importante segundo eu vejo é que poderá o País logo alí adiante necessitar de uma nova intervenção para corrigir seu rumo caso quem vença não consiga governar por incapacidade ou por desordens civis provocadas pelos perdedores.

Anônimo disse...

Como esperar um futuro melhor para nossos filhos, se ainda percebemos defensores de pessoas que atrasaram o desenvolvimento do Brasil ?
Outro dia um economista dizia que se os rumos forem corrigidos imediatamente, daqui 20 anos retomaremos o crescimento
Obrigado ao sapo e ao poste

WILSON LUIZ disse...



AGORA É PRA VALER...

Caro Professor Ari,

Excelente postagem, estava na hora de virar o disco da eleição da PREVI, aquela em que qualquer resultado nada traria em nosso benefício, já que os eleitos não têm poder algum de decisão. Para mim, se vencesse a chapa 1, seria apenas uma vitória moral sobre os sindicalistas; de qualquer forma, parece que os associados se manifestaram contra a reeleição de diretores que voltam as costas a seus eleitores.

Perfeitas suas colocações, somente se avança com respeito à democracia, à vontade da maioria. Não vamos nos omitir, na eleição de outubro, afinal vamos eleger o presidente da república que nomeará as diretorias do Banco do Brasil e da PREVI.

Infelizmente, essa será a eleição do “sobra-um”, vamos ter que começar descartando os piores candidatos, até sobrar o escolhido, que deverá, ao menos, ter currículo, e não folha corrida. Vamos que vamos, é o que temos...

Anônimo disse...

Democracia é isso. Tudo o que vimos ou lemos aí acima.
Diversas opiniões e tendencias.
Porém, nem "O Capital" e muito menos " Mein Kamp F ".
Democracia é bom. O problema são os "candidatos" . O problema é o povo que vota.
João Doria ( o administrador ( ?) ) diminuiu as pretensões ; agora quer ser governador de São Paulo.

Anônimo disse...

Não voto em Bolsonaro e exporei meus motivos:

Ele se diz cristão, mas está mo terceiro casamento
Defende torturadores
É a favor do Estado mínimo, mas mantém os três filhos, irmãos, duas ex-mulheres em serviços do Estado.
É a favor da previdência chilena, ou seja, administrada pelos grandes bancos, com taxas de administração altas que corroem a rentabilidade, e que desfavorecem quem ganha pouco e tem pouco a poupar.
Não é democrático, é intolerante e não sabe dialogar.
Representa hoje um grupo fundamentalista de evangélicos e ruralistas.

Josué PARANÁ disse...

A radicalização em cima do Bolsonaro, querem o Lula livre e novamente no poder? Prof Ari Zanela, parece que o senhor está cercado de vermelhinhos, quem viveu o regime militar e agora está vivendo essa ditadura comunista, sabe muito bem o valor dos militares. O crescimento promovido à época deles é igual à destruição promovida pela cambada do PT. Digo a firmo, sou BOLSONARO sim! Tomara que ele ganhe, para espantar todo povo asqueroso, corrupto, ladrão e bandido que nos atormenta a décadas. Deus queira que eu esteja certo no que escrevo.

Anônimo disse...

Desejo e luto para que o comunismo fique restrito ao inferno e peço que Deus tenha misericórdia desta nação.

Anônimo disse...

Frases e Citações. ... Voltaire. “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”

Anônimo disse...

Discurso ad hominem!Meu amigo, não sou comunista muito menos vermelho, odeio o socialismo, sou a favor do livre mercado, da livre iniciativa, da liberdade religiosa e da propriedade privada!Só não acho que o privado pode tudo, muito menos o Estado, mas não posso tolerar um fake conservador como Bolsonaro, e nem dizer que a ditadura e os militares são honestos automaticamente por usarem uma farda isso é bullshit!Os militares entregaram o Brasil com uma inflação de mais de 1000% a.a, uma dívida externa gigantesca, um ppaís em frangalhos e com imensa desigualdade social e o Estado como cabide de empregos para apaniguados e indicados políticos, varreram para debaixo do tapete toda corrupção e investigação, gosta de militares, então esqueça a democracia, pois o papel dos militares não é de dizer sobre o jogo político ou sobre a liberdade, mas de defender o território e o povo que o ocupa!

Anônimo disse...

Definitivamente o problema é de conceito. MST é democrático? Ameaçar um juiz é democrático?
O país foi dominado por bandidos que tentam permanecer roubando custe o que custar.
Uma irresponsável tenta atraí para o país através da Al Jazeera a ajuda de fundamentalistas que adoram explodir pessoas (dizem que são contra os fundamentalistas). Financiaram ditaduras sanguinárias.
Aparelharam o Estado com pessoas sem nenhuma competência.
Espero que para os militares o limite suportável chegue logo, porque para a população honesta já chegou faz muito tempo.

Blog do Ed disse...

Estimado anônimo das 14:39 do dia 5/05
Respondo citando a Constituição deste país do Estado maquiavélico:
"Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I - a soberania;
II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana;
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V - o pluralismo político.

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
Art. 14. A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante:

I - plebiscito;
II - referendo;
III - iniciativa popular."
Edgardo Amorim Rego


José Roberto Eiras Henriques disse...

Ari,
Vou de Geraldo Alckmin.

divany silveira disse...



Grande Mestre, lendo os comentários dos colegas a gente vê como
política é uma ciência difícil de ser entendida, pior que matemática
para muitos. Por um lado, ninguém pode aceitar que um país que está
entre as dez economias do mundo e, certamente, se tivermos paz e inte -
ligência, ela estará entre as seis maiores do universo.Claro que para
isto acontecer é preponderante que coloquemos Lula em um de dois lu -
gares, a saber : mantê-lo onde está pelo menos até a metade deste sé-
culo, pois na 2a. metade, considerando que a sua bebida preferida tem
teor alcoólico alto, ele já terá ido descansar para termos paz. Não
quero chamuscar a honra do Lula, mas um homem que atribuiu todos os
mal feitos relativamente aos seus imóveis à finada mulher, como se por-
tou diante do Juiz Moro, não é merecedor de respeito. Ninguém, amigos,
mas ningúem mesmo precisa entender de política para saber que Lula é
um arremmedo de polítco próprio de paises que não tem ciência do seu
curso, como Bolivia, Venezuela e até lampejos da vizinha Argentina.
Quanto à Bolsanaro, não é que eu esteja de mau humor, pois raramente
tenho este problema, mas eu penso que ele tem perfil para trabalhar
em delegacias do do interior, aquelas onde há fuga de presos todo mês,
e celas cheias de traficantes, ladrôes de bancos, políticos que rou-
ram (meu Deus, assim vamos ter escassez no Congresso !!!).Acho que tem
vontade, mas não tem capacidade !!Que faremos, pergntará a enciclope-
dia do Nordesre e do Brasil, Aristophanes, rezar e torcer ,Mestre !!!





Anônimo disse...

Prezado Seu Ed,

Na letra fria do Artigo primeiro, só consigo enxergar com muita clareza o pluralismo político.

Quanto ao parágrafo único, ao meu modo de ver, fica prejudicado pela inconfiabilidade da urna eletrônica.

Muito agradecido e sempre com muita admiração

Anônimo disse...

Professor Ari,

Não sei se já mencionei aqui a resposta do Capitão, quando perguntado se teria capacidade para governar. Achei a resposta sensacional: - Coloque-me numa sala com o Lula e a Dilma e aplique uma prova do ENEM.

O apedeuta cachaceiro tem mais condições? O poste, que não consegue formular uma frase inteligível, tem?

Caímos novamente no paradoxo: educação é importante ou não? Pode jogar para um sinicalista que ele dá conta? É só discursar contra a zelites e basta?

O preconceito contra um capitão é maior do que contra um analfabeto? Então Tiririca presidente. Pior que tá não fica

sss disse...

Depende das ações desse capitão6, do seu caráter, do seu modo de agir com seus semelhantes, de como trata o próprio ego. Patente é uma coisa, Sensibilidade Humana é outra completamente diferente, e assim sendo não difere em nada do analfabeto.

O bem por si se gaba, o mal por si se acaba.

Aristophanes disse...


Prezados colegas.
Cheguei ao Blog depois de 33 comentários, provocados por esta postagem do Ari Zanella, inspirada numa sincera declaração de princípios do colega Cadé Araujo.
O tema é instigante, e raras vezes vi, aqui no blog, uma reação, de pronto, tão numerosa e entusiasta, que bem serve de amostra, sugestiva de nossas preocupações com o grave momento que vive o Brasil.
Agrada-me participar dessa tertúlia política, mas, com moderação, pois as ramificações do tema são numerosas, variadas e dispersivas.
Tenho uma longa experiência de vida, desde os anos 30, num país continental, diversificado, com sobejas peculiaridades, que o tornam incomparável com um outro qualquer, povo ou nação. Somos únicos!
Nesse longo tempo, vivi – e, modestamente, dei a minha parcela de participação – as buscas pelo desenvolvimento econômico, as penosas conquistas sociais, a luta contra as desigualdades regionais, a colonização de meio território e muitas outras epopeias que não enaltecemos, ou ignoramos, pela cegueira de só enxergarmos os feitos estrangeiros. Buscamos, também, nos costumes e práticas políticas, o aprimoramento de nossas instituições, com erros e acertos, nas formas de governo e nas bandeiras ideológicas. De meu próprio aprendizado, retirei o repúdio ao autoritarismo, ao governo de exceção, à devoção sectária a ideologias enganosas e à crença em messiânicos salvadores da pátria.
O “estado democrático de direito”, no qual se arrima o “poder emanado do povo,” é um objetivo ideal que, para ser construído requer trabalho permanente, sincera credulidade e paciente coalizão dos artífices. O povo, para exercer o seu poder construtivo, terá que ser amplamente educado, competente e instruído, atento à advertência de que “cada povo tem o governo que merece”.
2018, com as próximas eleições gerais, depois de um tumultuado teste de stress de nossa sociedade, é um ano histórico – ponto de inflexão na curva de nossas pendências político-institucionais. Lamentavelmente, ainda falta nitidez no traçado dos perfis presidenciais, e tudo indica que as casas legislativas vão ser formadas com os mesmos vícios do velho e distorcido processo eleitoral. Felizmente, já temos instrumentos para identificar e avaliar candidatos, mas o terreno é enganoso e traiçoeiro.
Eu, apesar das boas intenções, já quebrei a cara com Jânio Quadros, Tancredo/Sarney, Collor, Lula I e teria me enganado com Aércio. Mesmo desobrigado, vou às urnas, logo mais, com um reformista, de centro, sem compromissos ideológicos, privatista e experimentado nas matreirices da política. E se viver mais 4 anos, continuarei insistindo...Pela Democracia e pelo Brasil.
Fico lisonjeado por pedirem minha opinião. Aí está, mas não sou Oráculo.

Anônimo disse...

Vou de Lula, ou quem ele indicar.

Blog do Ed disse...

Amigo anônimo das 18:14 de 6/05
O parágrafo único do artigo primeiro da Constituição Brasileira diz que a soberania é detida pelo Povo e que ele a exerce tanto indiretamente quanto DIRETAMENTE...
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Caro Colega Silveira,

De sua lavra:

"Quanto à Bolsanaro, não é que eu esteja de mau humor, pois raramente
tenho este problema, mas eu penso que ele tem perfil para trabalhar
em delegacias do do interior, aquelas onde há fuga de presos todo mês,
e celas cheias de traficantes, ladrôes de bancos, políticos que rou-
ram (meu Deus, assim vamos ter escassez no Congresso !!!"

Pelos seus textos, que sempre admiro e me deleito, este parágrafo me parece muito interessante para interpretar ao meu ver que:

O senhor Bolsonaro estaria hoje no lugar certo, um Congresso com todos os ingredientes citados?

Seria eleito, ele Bolsonaro, para continuar cuidando daqueles "gabinetes" cheios de ...?

Será preferível um alcoólatra confirmado, que ficou rico e continua mentiroso, que prega a distribuição do dinheiro dos outros, nunca o seu e de seus "cumpanheiros"?

Ou para este momento, de total incerteza na democracia, o povo elegeria um ignaro para cuidar de seus pares, os quais ele conhece de muitos anos de convivência?

Mais aí acima, li que o poder emana do povo!

?Devo crer que o povo está doente, corrompido em eleger dezenas de indiciados, processados, presos, condenados em primeira, segunda, e sei lá em que instância mais...?

Bom dia a todos, de um democrata, hoje precisando acreditar em alguma pessoa ILIBADA, com coragem , firmeza em enfrentar interesses escusos, que se candidate a governar o Brasil, para os brasileiros!

Saudações

Ghost Writer


marcelino maus disse...

Tem muito Ptsol, etc. opinando.

Em 64 reclamaram que foram mortos 258 comunistas em 1 ano.

Hoje morre mais que isso, todos os dias, nos quilombos urbanos de BH, RJ, SP, POA.

A tal sonhada democracia fez a festa de 2003 a 2014, comendo verbas com e Lei Ro...balheira, promovendo artistas ridículos que fizeram sucesso exclusivamente pela grana derramada, como Luan @ Cia e outros eventos "culturais" como crianças tocando órgãos ...

O lixo da depravação humana está sendo enaltecido, sob o manto ilusório da "diversidade"...

kKKK, penso de JC não voltará, não merecemos.

ab

Anônimo disse...

Hoje no site da Previ - Eleições Previ 2018 -últimos dias para votar - Será que ainda podemos votar?

Anônimo disse...

Todos queremos os criminosos presos e repatriação do dinheiro com confisco dos bens? Independente de quem seja?
Claro que não! Tem gente querendo o sapo presidente.
Com bandido de estimação não é possível haver essa utopia de democracia

divany silveira disse...



Meu Caro e indispensável Ghost Wrther,

Sem nenhum espírito de malandragem, quero antes de tudo, ddizer que
ghosto do seu estilo molecão, mas com atuação de gente grande. Co-
lega, não vou replicar suas palavras usando Lula, pois ai o dis-
curso vai virar briga em favela. Ghost, eu não tenho nada contra o
milico, mas penso que um presidente precisa de ter cultura(não men -
cione o Lula, please !!). Há dias, colega, eu vi o Alkimim falando
que o desemprego é uma questão primordial,pois o momento em evolu-
ção que vivemos só faz piorar o problema,senão vejamos : a indus -
tria automobilistica a todo momento torna as peças mais baratas e
quase todos elementos da area ficam mais baratos. Na medicina, idem
os laboratprios também entraram na área dos genéricos com força.
A construção civil refaz seus métodos e modernizam o material para
tornar o custo do imovel mais econômico,. Poderia continuar nesse
lero-lero ,mas sei que você vai pescar onde vou chegar. O Alkimim ,
que não é bom orador, ponderou que a missão do próximo governador
erá árdua, pois com a baixa do material, o desemprego que é proble-
ma hoje, será pior amanhã. O reporter, esperto, perguntou o que ele
faria e o mesmo de pronto, respondeu. Temos de investir na agriultu-
ra que também se sofistica , mas o mundo compra tudo. Temos de in -
vestir na construção de casas, cujo mercado também se moderniza, mas
o Brasil precisa crescer neste setor para acudir os sem casas. Vi-
o que aconteceu em S. Paulo. E continuou, vamos criar empregos
fazendo Usinas elétricas que empregam muito e o momento é agora.
E conntinuou por mais um bom tempo, então fiquei a pensar, dileto
Gosto, aliás, Ghost , o Capitão teria esse insight para encarar o
assunto ?Ghost foi um prazer bater papo com alguém mais traquina que
este seu fâ !!!











Anônimo disse...

Bolsonaro vai ganhar no Primeiro turno, ouçam o que estou dizendo!!!
O povo está de saco cheio de tanto mi-mi-mi, de tantos direitos e poucos deveres, de tanta falta de respeito em tudo, de tanta falta de segurança, mortes nas ruas, na espera em hospitais!
Se ele não conseguir governar, tem a escolha de convocar uma Intervenção!