BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

domingo, 10 de dezembro de 2017

O PODER CENTRAL

    O governo republicano em Brasília mais atrapalha do que ajuda. Começa por manter uma estrutura pesada, cara, onde quem produz precisa pedir permissão a quem nada produz. Logo aqui onde a natureza nos deixou com a faca e o queijo na mão. Temos matérias-primas para quase todos os fins; só não temos políticos que possam transformar essa riqueza em benefícios para o povo.
      O político sabe muito bem é roubar. Nesta semana o ex-presidente, ainda querido por muitos, saiu em defesa do ex-governador Sérgio Cabral, dizendo que sua conduta está correta (!), o que destroçou o Rio de Janeiro foi a Operação Lava a Jato! Meu  Deus! Será que esses homens públicos sabem distinguir sua mão direita da esquerda? Afrontam o bom senso ao ganharem fortunas em cima da ignorância da maioria do povo brasileiro. E tem muita gente em nosso meio (aposentados da PREVI) que defende o Lula com unhas e dentes! Depois de todo o mal causado à nação (a lista é grande) é muito triste observar que o dito cujo sobe num carro de som, desrespeitando acintosamente as leis eleitorais fazendo comícios fora de época permitida.
      Para nós da PREVI, resta-nos assistir aos reflexos pontiagudos. Se o leitor prestar bem atenção temos quase a mesma estrutura de um congresso nacional. Nossos dirigentes têm salários superiores ao teto (33.750), carros à disposição, participação nos resultados positivos (aqueles que são no mínimo 4 extras anuais); e enquanto o poder central refaz seu ativo através dos impostos (que recaem sobre o povão), nós pagamos a conta através da sofrida volta das contribuições (4,8% sobre a parcela da PREVI).
       Quem não se lembra que já sofremos uma intervenção no governo FHC? Foi muito ruim mas bem pior foi a intervenção "chapa branca" nos anos de PT e PMDB. Nem preciso falar dos estragos causados pela resolução 26, uma obra-prima engendrada dentro do palácio do Planalto.
      Assim como o Brasil, nós tínhamos tudo (e ainda temos) para sermos felizes. E por que não somos? Por que temos que cobrir rombos através da volta de contribuições? 
   Quando era conselheiro ouvia de colegas também conselheiros que eram adeptos ao Partido dos Trabalhadores: "Ah! Vocês (nós) ganhamos de mão beijada grande parte do BET, quem aplicou esse dinheiro ficou muito bem, deem-se por satisfeitos!" (sic).
     Na novembrada, em reunião com o ex-presidente Dan Conrado, um atual diretor e outro atual conselheiro deliberativo (o vídeo está no blog do Dr. Medeiros) diziam que o corte do BET não era matéria decidida, só estavam nos "comunicando" uma "eventual" decisão. Em outras palavras: Estavam nos "preparando" psicologicamente para em janeiro/14 implantar o que já estava decidido.
     Depois querem que lhes joguemos pétalas de rosas, confetes e serpentinas! Mamma mia!
PALOCCI SÓ TEM LULA E DILMA PARA ENTREGAR. FORÇA RAQUEL DODGE!

19 comentários:

Blog do Ed disse...

O Reino de Maquiavel existe? O Padre Teixeira, de Baturité, na década de trinta do século passado, perscrutava o futuro,e proferia vaticínios?
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Mestre, concordo plenamente, inclusive temos conselheiros suplentes que ganha 10 mil reais por mês , e nem trabalham. Tudo igual

Ari Zanella disse...

Amigos,

Não deixem de ler o maravilhoso texto do Edgardo, "No Reino de Maquiavel" aqui do lado à esquerda nos "Blogues que eu sigo". Por que seis, meu preclaro Edgardo? (The answer, my friend, is blowing in the wind".

Blog do Ed disse...

Porque esse foi o número que me informaram!... Seis cidadãos, no Reino de Maquiavel, o reino da social democracia, conseguiram formar patrimônio igual ao de cem milhões de concidadãos! ...Imagine se fosse uma liberal democracia...
Edgardo Amorim Rego

João Rossi Neto disse...

Existem algumas teses certeiras e que se perpetuam nas relações sociais, econômicas e políticas, num circulo vicioso sem fim, e se aplicam democraticamente sobre todos os agentes e protagonistas envolvidos, independente da cor, da religião, da escolaridade e da diferença social.
Uma delas foca a “corrupção” como uma doença crônica e endêmica que não é privilégio isolado deste ou daquele País, mas do mundo. Um mal que não tem cura, passível de controle, mas que nunca será extinto em definitivo, ou seja, zerado, nem que seja tão somente por um átimo de tempo.
Outra verdade que se tem como irretorquível é a de que não existe homem incorruptível e nem sem preço. Todo ser humano tem uma tendência por adotar o princípio da insignificância, isto é, se o ato for pequeno, como o de pagar uma propina para evitar uma multa de trânsito, para cortar um fila, etc., não é infração. Ledo engano, tudo que é ilegal constitui crime, por menor que seja.
Isto posto, penso que é praticamente impossível que surja nos horizontes da política, para 2018, uma pessoa incorruptível para concorrer à Presidência da República, todavia, um candidato “outsider” moderado, de centro, trabalhador, honesto, digno, de bom nível cultural, que não rouba e nem deixa roubar, enfim, que seja um patriota na verdadeira acepção do termo, isso é plenamente viável e são essas virtudes que a sociedade deseja.
O povo, sobretudo, o mais humilde e carente, tem na sua retina, por tudo que sai na imprensa e nas páginas policiais dos tabloides, que todo político é ladrão. Em consequência disso, para evitar o desastre total, com a eleição de um cidadão que queira apenas o seu enriquecimento pessoal e dos seus, sem nada realizar, vota em candidatos que “roubam mais fazem”, o que, evidentemente, é uma decisão desastrosa e inaceitável, caso do Lula, ex-presidente.
Tudo indica, porém, que esse criminoso contumaz, julgado e condenado que a PGR qualificou como chefe e mentor da organização criminosa que massacrou o Brasil desde 2003, estará impedido de concorrer, sendo uma carta suja fora das próximas eleições. O povo não merece a volta deste traste, a despeito de ter uma parte de desinformados e sem caráter que nele vote.
Como praticamente todos os partidos políticos estão sendo investigados pela operação Lava Jato, inclusive o atual Presidente Michel Temer, por crimes de lesa pátria e que depois do fim do seu mandato, serão investigados, quase não sobra candidato com “ficha limpa” para se candidatar, de modo que se prevê uma campanha de baixo nível, onde os sujos vão falar dos mal lavados e vice-versa.
(CONTINUA...)

João Rossi Neto disse...

(CONTINUAÇÃO...)

Assusta-nos, na atual conjuntura, o grau de degradação da honra e dos valores morais que algumas famílias chegaram. O fundo do poço é pouco para os seus desatinos contra o erário. Antigamente, os pais eram formadores do bom caráter dos filhos, do valor ao nome limpo, da retidão de princípios éticos. Hoje assistimos a episódios dantescos, onde todos são arrastados para os crimes escandalosos, como o caso da senhora idosa, mãe do Geddel Vieira e Lúcio Vieira, que deveria dar bom exemplo, no entanto, participava e ajudava a ocultar o dinheiro do roubo, lá em Salvador-BA.
Outro exemplo pérfido e vergonhoso, no qual mandaram as favas a honra e bons costumes, é o caso dos filhos do Lula, que pintaram, bordaram e se lambuzaram no mel das propinas, com o beneplácito imoral do pai. Acho que até para roubar tem que haver um certo limite. Um dia o “castelo de cartas” (Mensalão e Petrolão) iria desmoronar como de fato desmoronou, porque isso era esperado e estava escrito no bojo do planejamento do esquema criminoso.
O que não funcionou, no pós-roubo, foi à etapa da “impunidade” que seria uma garantia para ninguém ir preso, mas que ruiu com a Lava Jato, levando a maior parte dos bandidos para a cadeia, faltando apenas à prisão do CHEFÃO MOR, mais sujo do que cordão de amarrar pato, já julgado e condenado. Roubaram tanto que não deram conta de carregar. Mas, também pudera, não é uma tarefa fácil colocar sobre as costas um apartamento tríplex, um sítio, um prédio que seria para o Instituto Lula e uma cobertura, contudo, isso é a ponta fina do iceberg e o restante é muito pior, dado que são rombos bilionários.

Almira disse...

Boa noite Professor Ari e colegas aposentados e pensionistas,

No Brasil, ao que parece, só o General Mourão tem olhos e coragem para dizer o que a realidade apresenta

WILSON LUIZ disse...

TAMBÉM NUM GUENTO MAIS...

Caro Professor Ari,

Também fico enojado vendo o condenado ex-presidente em palanques eleitorais antecipados vomitando suas versões distorcidas sobre a roubalheira que ele e sua quadrilha perpetraram, como nunca antes na história deste país.

O que revolta mais é ele ficar alardeando que é a alma mais honesta que existe, será que não vai aparecer uma gravação, uminha que seja, onde ele fale sobre as bandalheiras que cometeu, como aquela que fulminou a carreira política do senador Aécio#&”!$PQP%@#Neves? Alô alô Palocci, contamos com você, entregue tudo.

DAISY disse...

Prezado colega,

Por limitação de recursos e especialmente em nome da UNIÃO que vimos pregando desde o nosso nascedouro, e também contribuindo para evitar o excesso de chapas concorrentes, o que acaba por beneficiar determinado(s) grupo(s), COMUNICAMOS-LHES que o Movimento Semente da União (MSU) não formará chapa própria para concorrer às eleições da CASSI e da PREVI em 2018.

Estaremos examinando com bastante critério eventual participação em alguma chapa ou apoio a CHAPAS que estejam afinadas com os nossos princípios e propósitos.



Leiam outras importantes matérias em:

www.sementedauniao.com.br

WILSON LUIZ disse...



ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

Caro Professor Ari,

Gostaria de tecer alguns comentários sobre a sua postagem anterior, tradição que se moderniza. A política do BB se insere na nova ordem econômica mundial, se ele não “dançar conforme a música”, vai quebrar.

Para as elites, é o mundo perfeito, produzir cada vez mais e melhor com menos mão de obra. Quero ver até onde vão puxar esta corda, com cada vez menos trabalhadores, quem vai comprar seus produtos maravilhosos? Estima-se que, nas próximas décadas, 60% dos atuais empregos deixarão de existir, por obsoletos, será que serão compensados por outras atividades na mesma proporção?

A História nos ensina que situações extremas de desigualdade social provocam reações violentas, a Revolução Francesa é um bom exemplo; não há força de repressão que consiga conter as massas marginalizadas. Já hoje, os 8(OITO) homens mais ricos detêm mais riqueza que a metade mais pobre da população mundial, 3.6 bilhões(BILHÔES) de pessoas.

Aos colegas que ainda se dão ao trabalho de pensar um pouco, recomendo a leitura do livro que dá título a esta postagem, romance de Aldous Huxley que está na lista de melhores de todos os tempos.

Anônimo disse...

Netanyahu diz que reconhecer Jerusalém como capital torna a paz possível
Em sua visita à capital belga, Netanyahu se reunirá com os chanceleres dos 28 países da UE, que devem pedir o reinício das negociações de paz com os palestinos


O primeiro-ministro Israelense, Benjamin Netanyahu, ao lado do presidente da França, Emmanuel Macron.


O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira (11/12) em Bruxelas que reconhecer Jerusalém como capital de Israel, como fez na semana passada o presidente americano Donald Trump em uma decisão criticada internacionalmente, "torna possível a paz".

"Jerusalém é a capital de Israel, ninguém pode negar. Não evita a paz, torna a paz possível, porque reconhecer a realidade é o fundamento da paz", disse Netanyahu em uma rápida declaração após ser recebido pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

Leia as últimas notícias de Mundo

A primeira visita de Netanyahu a Bruxelas acontece em um momento de tensão após o reconhecimento, na quarta-feira da semana passada (13/12) por Trump da Cidade Santa como capital de Israel, uma decisão criticada na UE e que rompe com décadas de diplomacia internacional e americana.

A chefe da diplomacia europeia reiterou nesta segunda-feira (11/12) a defesa da UE à solução de dois Estados no conflito entre israelenses e palestinos com base nas fronteiras de 1967. A capital seria, nos dois casos, Jerusalém.

Após as críticas de Netanyahu no domingo sobre a "hipocrisia" da Europa por não condenar os lançamentos de foguetes palestinos contra Israel, a Alta Representante da UE expressou a "condenação mais forte possível a todos os ataques contra judeus em todo o mundo".

A decisão de Trump provocou uma nova onda de confrontos e protestos. Desde quinta-feira (7/12), quatro palestinos morreram na Faixa de Gaza, dois em confrontos com soldados e dois integrantes do Hamas em ataques aéreos israelenses em resposta a disparos de foguetes a partir do território palestino.

Em sua visita à capital belga, Netanyahu se reunirá com os chanceleres dos 28 países da UE, que devem pedir o reinício das negociações de paz com os palestinos e expressar a discordância com a colonização israelense.

Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2017/12/11/interna_mundo,646976/netanyahu-diz-que-reconhecer-jerusalem-como-capital-torna-a-paz-possiv.shtml

OLHA O MACRON APARECENDO DE NOVO NO CENÁRIO MUNDIAL, SÓ QUE AGORA MEXENDO COM O RELÓGIO DO MUNDO (ISRAEL).
A MONTANHA DE DINHEIRO SUPOSTAMENTE FICARÁ PARA O "BICHO"

Anônimo disse...

Macron pede a Netanyahu 'gestos corajosos diante dos palestinos'

Para o presidente da França, decisão de Trump representa uma ameaça à paz



Leia mais: https://oglobo.globo.com/mundo/macron-pede-netanyahu-gestos-corajosos-diante-dos-palestinos-22173778#ixzz50x2I4OGk
stest

Anônimo disse...

Decisão sobre Jerusalém é ameaça à paz, diz Macron
Presidente francês fez o alerta ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu; ele lidera esforço diplomático para reverter anúncio de Trump

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse neste domingo ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que a decisão do presidente americano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel significa uma “ameaça à paz”. O encontro entre os dois líderes ocorreu em Paris, na França.
Macron tem sido a principal voz da Europa na condenação da decisão de Trump, que foi anunciada na semana que passou. Antes de se reunir com Netanyahu, ele conversou com o presidente da Turquia, Recep Erdogan, para tentar negociar um esforço diplomático que convença Trump a recuar do anúncio de transferência da embaixada dos Estados Unidos em Israel da cidade de Tel Aviv para Jerusalém.

“Eu pedi ao primeiro ministro Netanyahu que faça gestos corajosos em direção aos palestinos para que seja possível sair desse impasse”, disse Macron em relação às difíceis negociações para um acordo de paz.

Fonte:https://veja.abril.com.br/mundo/decisao-sobre-jerusalem-e-ameaca-a-paz-diz-macron/

Anônimo disse...

Revista época


Fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil corta despesas

Atingirá carros para diretores, remuneração de conselheiros e valores de aluguel

11.12.2017 | Samantha Lima

PREVI, FUNDO DE PENSÃO DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL (FOTO: DIVULGAÇÃO)
O poderoso fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, a Previ, está em fase de contenção. Cortará o serviço de carro executivo para a diretoria, alugará uma parte de um dos andares de um prédio que ocupa no Rio de Janeiro, cancelará a remuneração de conselheiros suplentes e reduzirá gastos com passagens aéreas e hotéis.


DivanY Silveira disse...



ETA BRASIL, NÃO TEM JUÍZO MAS O AMO!!!!!

Mestre, bastou o General abrir a boca, mandaram-no dormir !!!!

Anônimo disse...

Não....!!! Dos suplentes nãããooo. É pouquinho o ganho na ótica da Previ.
Será que agora renunciam ?
E a remuneração variável ? Vão cortar ou não ?
Efeito "COMITÊ DE AUDITORIA " do CNPC ?

Divany disse...


" ""

" " O QUE É COMIDO NÃO É LEMBRADO;O QUE É SOFRIDO, É ???"

Mestre, será que Trump não se lembra do que os arabes fizeram em N.

York há 14 anos ? È uma pena. gosto de N. York !!!!

Divany disse...


" ""

" " O QUE É COMIDO NÃO É LEMBRADO;O QUE É SOFRIDO, É ???"

Mestre, será que Trump não se lembra do que os arabes fizeram em N.

York há 14 anos ? È uma pena. gosto de N. York !!!!

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

JOELHOS DOBRADOS
Caro Professor Ari e demais colegas, entre os debates tão necessários e elevados que passam por aqui, sugiro que intercalemos e expressemos, como o faço agora, os mais sinceros votos de sucesso, em virtude da difícil cirurgia cardíaca, por que passará, salvo engano meu, amanhã, 12, o respeitadíssimo Ex-Diretor do BB e comentarista deste espaço, o senhor Aristophanes. Coragem, caríssimo colega e breve retorno, para trazer-nos os seus ricos comentários. Esteja certo que haverá, melhor, há muitos joelhos dobrados, pelo senhor e eu, particularmente, invoco, sobre esse seu delicado momento, o amparo do Sagrado Manto de Maria, a Mãe de Jesus, intercessora nossa e padroeira da América Latina, celebrada, também, amanhã, 12, como Nossa Senhora de Guadalupe. Oremos ao Senhor, pelo estimadíssimo colega.
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Disse Isabel: 'Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha-me visitar?"
Lucas 1,43