segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

BOAS NOTÍCIAS! PARABÉNS PREVI!

    Um prezado Anônimo nos traz uma ótima notícia referindo-se à reportagem específica da Revista Época. Tomara que a boa nova não seja desmentida. Vínhamos batendo nessa tecla há anos. Agora, finalmente, poderemos ter esperança no início do corte real de gastos. Com efeito, não podemos nos dar ao luxo de certos privilégios que afrontam aos padrões salariais dos menos aquinhoados. Agora, o supérfluo começa a desmoronar.
      Parabéns pela coragem de quem iniciou o possível efeito dominó que se avizinha.

Revista Época


Fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil corta despesas

Atingirá carros para diretores, remuneração de conselheiros e valores de aluguel

11.12.2017 | Samantha Lima

PREVI, FUNDO DE PENSÃO DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL 

O poderoso fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, a Previ, está em fase de contenção. Cortará o serviço de carro executivo para a diretoria, alugará uma parte de um dos andares de um prédio que ocupa no Rio de Janeiro, cancelará a remuneração de conselheiros suplentes e reduzirá gastos com passagens aéreas e hotéis.

SINTO-ME LISONJEADO POIS PARECE QUE ME ESCUTARAM SOBRE O QUE ESCREVI AQUI NO BLOG. MIL PARABÉNS À PREVI PELA HISTÓRICA INICIATIVA!!!

34 comentários:

Anônimo disse...

E nós, principais interessados, temos que saber disso através da revista Época. Caramba, que transparência !!!

Anônimo disse...

Além disso, só falta mandarem para casa os apadrinhados, pois há aos montes lá naquele palácio de cristal. São funcionários só no nome, pois trabalhar não querem. Qualquer semelhança com sindicalistas é mera coincidência. É necessário colocar gente comprometida lá. Chega de paraquedistas!

Anônimo disse...

Interessante, pois parece que segue a mesma estratégia da holding -- isto com base no organograma do patrocinador, onde aparece como subsidiária.
Será que estaria previsto enxugamento por força de futura privatização?
Mas antes tarde do que nunca; dita contingência não deixa de ser bem vinda.

rafa disse...

Na verdade, acho que a Previ está se antecipando a alguma coisa que já está em andamento da parte do "governo " federal ...
Para dar a impressão também que "a Previ está em dificuldade, com déficit etc, para tirarem o olho gordo dos R$170 bilhões, entendem?...." Se for isso, até acho muito correto ...
Vai ver que já foi notificada judicial ou administrativamente para Ajuste de Conduta TCU/CGU etc ...e nem sabemos, é claro ...
A mensagem parece ser subliminar ...

Anônimo disse...

Parece que a situação está pior do que imaginávamos. Quando começam a poupar em "palitos" é porque querem mostrar serviço que nunca mostraram. Só elogios próprios e enrolação pura. Transparência? Para inglês ver.

sss disse...

E com relação aos altos salários, aos milionários bônus, neca de pitibiriba? Vão fazer o que com os carros já adquiridos que serviam aos Senhores Feudais? E com aluguel da, ou das salas, servirá para a compra do caviar, do wisk e do vinho? Se bem que essas "lorotas" pouca importância a mim trarão, já que meus setecentos e poucos reais de líquido que recebo não irá aumentar um centavo.

Blog do Ed disse...

Estou achando muito pouco.
Eddgardo Amorim Rego

João Moisés disse...

Fez lembrar minha infância. Quando fazíamos traquinagens e nossos pais estavam para descobrir, eu e meus irmãos começávamos com atitudes preparatórias visando amenizar o estouro da bomba.
Ou seriam os movimentos feitos no Petros? Viraram bonzinhos de uma hora para outra?

Aí tem ...

Bobeatus sure, enrabatus estus

Josué PARANÁ disse...

O governo Temer também prometeu cortar o impossível, aconteceu alguma coisa?
Eu não estaria tão eufórico com essa notícia, deixe acontecer primeiro, daí a gente comemora.

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,

REMUNERAÇÃO VARIÁVEL NA PREVI, UMA DESPESA SUPÉRFLUA QUE PRECISA SER ELIMINADA.

A PREVI alega que compõe o seu quadro de dirigentes e técnicos com funcionários oriundos do BB, por reconhecer a excelência desses profissionais para o desempenho das funções na Entidade.

Discordamos e julgamos improcedente e exagerada a excelência alardeada, tendo em vista que o servidor do banco é muito bitolado nas funções bancárias e pode até deter parcos e superficiais conhecimentos das normas e da vasta legislação da Previdência Complementar Fechada, mas notoriamente insignificantes,irrelevantes e insuficientes para exercer cargos de dirigentes e muito menos técnicos.

Na verdade, o funcionário recrutado do BB, com raríssimas exceções, é um peixe fora d’água, que vai carecer de treinamento da fase bem inicial para poder ensaiar os primeiros passos no terreno árido e complexo da EFPC.

Por outro lado, julgo completamente equivocada a tática da equivalência salarial e a concessão dos mesmos benefícios praticados pelo banco, já que a meu ver não estão trazendo talento algum do quadro do BB e sim pessoal que o próprio banco tem interesse em ceder para ganhar novas experiência e sem ônus, já que as despesas são custeadas pela nossa Caixa.

Este pessoal, como disse, sem cancha nas áreas da PREVI, continuará vinculado ao banco e certamente virá com a incumbência de fazer espionagem para o patrão.

O Banco do Brasil pode pagar remuneração variável e o que ele quiser para os dirigentes, porque é uma empresa de capital aberto e voltada para a obtenção de lucro. Os seus Diretores trabalham sob pressão absoluta, em concorrência acirrada e hostil e o doping financeiro, neste caso, justifica-se, uma vez que um "plus" a mais, via de uma remuneração extraordinária redunda em aumento de produtividade.

O atingimento das metas se consolida somente com o resultado superavitário do balanço do exercício, aplicando-se o modelo de Gestão por Resultado Positivo. As metas intermediárias têm peso relativo e se presta apenas para as avaliações gerenciais de desempenho setorial(parcial).

Com efeito, o Conselho Deliberativo aprovou a utilização de indicadores do desempenho (evolução dos ativos e o acompanhamento orçamentário) da gestão divorciados do resultado final do Balanço Contábil do exercício do fundo de pensão, tanto que pagam remuneração variável para os Diretores, mesmo com resultado negativo e com elevado déficit acumulado (vide os déficits de 2015 e 2016). Isto é uma vergonha, por analogia, é a mesma coisa que pagar prêmio para time que perdeu a partida com gol contra.

Não quero nem cogitar os outros rendimentos dos Diretores da PREVI nas empresas participadas, porque não vem ao caso. Limito-me ao salário contratual de cada Diretor que é mais do que suficiente para remunerá-lo regiamente na sua função, na qual tem a obrigação moral e profissional de dar o melhor de si na obtenção do resultado satisfatório.

Uma entidade civil, sem fins lucrativos, tem as suas limitações orçamentárias e não foi feita para enriquecer os seus funcionários, com o pagamento de “Remuneração Variável”, mesmo com resultado superavitário.

Além disso, por serem pessoas jurídicas de atividades inteiramente distintas, não existem parâmetros adequados para traçar um paralelo de comparação entre o BB e a PREVI, de modo que seria uma insanidade querer implantar na nossa Caixa, o sistema de remuneração salarial praticado pelo banco, ou seja, um desvirtuamento inaceitável e irregular, o mesmo que tentar misturar óleo e água.

No artigo 7º, parágrafo único, da LC 108/2001, é facultada aos patrocinadores a cessão de pessoal às entidades de previdência complementar que patrocinam, agora essas não são obrigadas a recrutar os funcionários nos patrocinadores e nem de cobrir os salários que eles auferiam junto aos seus empregadores, sobretudo quando se procura reduzir despesas supérfluas.



Nei Vaucher disse...

Caro Sr. Joao Rossi Neto. Por favor
nos indique um caminho a seguir. O
que fazer para acabar de vez com esses
impropérios que ocorrem na PREVI.?
nei.vaucher -chegando aos 80 e con-
tribuinte para nossa Caixa desde l962.

Anônimo disse...

Professor o caminho é esse: Bater muito que eles vão sentir o golpe. Ninguém de sã consciência pode admitir o que esses caras estão fazendo conosco. ES - CARIM - FINIMOB - cobrança da Previ daqueles que já rebolaram literalmente para pagar 360 (eu já estou com umas 420) surrupiar BET etc.etc Chega professor, vamos chegar... chegando pra cima deles. Hoje fiz uma rifa de um relógio entre amigos para ajudar uma pensionista em situação de extrema necessidade. Temos que lutar para a Previ passar ainda em vida o que temos direito.

Divany Silveira disse...




Mestre, com aquela presteza que caracteriza os sessentões e até os oiten-

tões do sécuko passado, você autoriza un colega me informar com urgência

os numeros da LOTOFÁCIL,por email, pois estou em linha direta com a OI

SALVADOR PARA REGULARIZAR meu serviço,mas preciso dos números pois tenho

bolão e as emissoras não têm horário para isto.Email: Divany.adv@hotmail.com

















Anônimo disse...

$$$$$$$$$$$$$


Serão os preparativos para privatizar? Ou é o espírito do Natal? Com essa galera não existe almoço grátis. Desconhecem 0800
Será que tava pegando mal? Mas faz tempo gente




$$$$$$$$$$$$$$

Anônimo disse...

SEU DINHEIRO
Previ revê estratégia e prepara associado para assumir mais risco
O fundo de pensão é um dos poucos que não precisou aumentar recentemente as contribuições de seus associados ou aposentados de maneira drástica

Por Angelo Pavini, da Arena do Pavini access_time 16 out 2017, 16h13
more_horiz

Fonte:https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/previ-reve-estrategia-e-prepara-associado-para-assumir-mais-risco

DESCONHECIA ESTA MATÉRIA. IMPORTANTE PEÇA NESSE QUEBRA-CABEÇA DE MALUCO

antonia disse...

Prof, ainda falta, acabar com o BÔNUS.

Anônimo disse...

Sr. Ari Zanella e caros Colegas,

Pelo mínimo agora feito no corte de despesas, me parece importante.
O que fica faltando é a transparência nas despesas administrativas.

Espero publiquem de forma analítica todos os gastos efetuados nesta ultima gestão e se compare com as gestões anteriores.

Parem de pagar o ABSURDO que é o Bônus...

Cumpram a Lei com relação aos estatutários, a res. 26 já condenada, outro ABSURDO alinhavado com o patrocinador.

Se temos somente indicados pelo patrocinador para ocupar cargos chave no Fundo, é porque o patrocinador pode então teleguia-los como quiser e bem entender, sob pena de partirem os indicados para o ostracismo.

Se me engano ou faço interpretação demasiado crítica, até mesmo pela idade, me desculpem.

Quando se chega a uma avançada idade e se vislumbra uma derrocada no modus vivendi, com a saúde apresentando sinais de fraqueza, os custos se elevando, uma inflação hediondamente manipulada e um possível aumento de proventos pífio, pouco nos resta senão a indignação, salvo melhor entendimento.

Se os dirigentes estão sendo justos o tempo dirá, mas se caso contrário que a justiça seja implacável.

Ghost Writer.



Anônimo disse...

Só isso????? Muito pouco!!!!

pereira disse...

Tudo prá Inglês ver. Economizando migalhas prá mostrar serviço. Só cabine de emprego. Conselheiros faz-me rir. Vários, inclusive, nunca trabalharam. pulam de galho em galho.

Anônimo disse...

calma, muita calma nessa hora, para começar, está apenas razoável;
- mas tem muitas outras despesas a serem cortadas, tipo parar de pagar o ABSURDO que é o Bônus...;
- enfim, queremos/merecemos maior transparência nos gastos!!

Monica Maciel disse...

Por que o hodierno capitalismo bursátil é uma espécie do gênero conspiração?

- Porque....

Trader anônimo

João Rossi Neto disse...


Caro Ari e colegas,

Sabe-se que a Diretoria Executiva, tem por praxe, no encerramento de cada exercício financeiro, para efeito do balanço patrimonial do fundo, o costume de contratar Auditor Independente Atuário, para fazer a reavaliação de seus ativos (ações, imóveis, debêntures, etc.).

Apesar da contratação de técnico atuário, profissional do mercado estar prevista no artigo 22, inciso XVI, do Estatuto, configura uma despesa de valor elevado, cabalmente desnecessária e plenamente evitável,já que a PREVI alega que possui técnicos competentes em seu quadro. Será que esses técnicos não têm competência para atualizar os ativos a valores econômicos?

E que a Diretoria não venha com a desculpa esfarrapada de que toma essa providência para emprestar maior confiabilidade na sua contabilidade.Isto também seria improcedente, uma vez que as Demonstrações Contábeis da Diretoria Executiva, obrigatoriamente, serão examinadas por Auditória Independente, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo. Ou será que funcionários do quadro da PREVI não são confiáveis para executar a reavaliação dos bens?

Anônimo disse...

Colegas suplantados,

Se vocês perceberem todos os executivos envolvidos neste nosso universo, após desempenharem a "sua tarefa", já tem colocação certa noutra empresa com vencimentos astronômicos. Onde andam as flores e as rosas?

Comecei a perceber isso quando prestava serviço na matriz. Deu um quiprocó na área de seguridade (para variar). O inspetor chefe saiu de lá para ser diretor da filial que cuidava da saúde da manada. Por que? Descobriu o que era para ser escondido

Depois do famigerado episódio da cesta alimentação, que depois de 15 anos teve seu entendimento modificado pelo judiciário, evidenciou que os tentáculos do monstro alcançam uma distância bem maior.

Tentaram amordaçar as vozes dos expropriados através de notificações, mas, creio eu, não contavam com os abaixo assinados virtuais. Isso incomodou muito. Portanto, se for feito abaixo assinado para transparência nas despesas administrativas, abaixo assinado para etc e tal o resultado será mais efetivo.

Penso que de nada adianta acabar com um tipo de mordomia vista em troca de uma não vista. Supostamente podem inventar um auxílio gasolina para acalmar os deuses do olimpo.

Brother do Ghost Writer

Anônimo disse...

Temer nomeia ex-esposa de Gilmar para cargo de R$ 27 mil por mês em Itaipu
Fonte: Último Segundo - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-12-12/gilmar-mendes-mulher-itaipu.html


ZORRA TOTAL

Anônimo disse...

Só para compartilhar e incrementar a venda de antiácido:
http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,temer-nomeia-ex-mulher-de-gilmar-para-conselho-da-itaipu,70002117030

Humberto Stumpf disse...

Concordo plenamente com os dizeres do colega João Rossi Neto. O BB sempre alega estar cedendo seus melhores quadros funcionais para a PREVI.

Ora, se esses nomes são tão especiais e capacitados, conforme palavras do próprio BB, não consigo entender a contratação de profissionais fora da Previ para efetuar essas reavaliações e precificação de Ativos.

Alguma coisa (ou varias delas) esta errada nessas afirmacoes do BB, pois ditos profissionais competentes e especializados não são utilizados nessas tarefas, ou o BB não sabe avaliar as reais capacitações técnicas e conhecimentos do mister desses funcionários por ele indicados.

Por isso, solicito auxílio aos mestres do assunto e também aos universitarios.

Anônimo disse...

Sinceramente, eu acho que é pouco para muito, porém essa trincheira de resistência incomoda, essa história de armar uma tenda e sair por aí se autoproclamando o "King of the cocada black" não engana aos assistidos, parabéns ao blog, vamos continuar a incomodar, chega da cultura do privilégio

Ari Zanella disse...

12:14

Concordo plenamente com teu comentário. Assino embaixo. Abraços.

Anônimo disse...

Em anos anteriores tivemos a suspensão do ES e nada aconteceu de indevido e ou negativo para o nosso Fundo.
Neste momento em que se está com grande dificuldade, em razão do aumento geral, que paira em 20,30 e muita coisa 50% , não nos é concedido nem aumento, nem renovação por questão de colocarem o EI nos 30% da MC, o que inviabilizar a renovação. É uma lástima, pois deve ter centenas e centenas de colegas que devem estar nesta situação. Bom senso, consideração, ajuda devem imperar, se não vai causar nenhuma situação que possa prejudicar o Fundo, então é viável.

jose admdir de paula de paula disse...

Prof. Ari,
Permita-me perguntar ao nosso Ilustríssimo colega João Rossi Neto, o seguinte: A Resolução 26 foi revogada. Quando é que que as coisas vão mudar em nosso favor, ou voltar o que era antes, já que nada podia ser feito enquanto ela vigorava?

Obrigado.

Anônimo disse...

Preciso ver para crer.

Devolvam o nosso BET!

Ari Zanella disse...

Caro José de Paula,

Acho que essa sua pergunta eu posso responder. Quando a ACP estiver no "Trânsito em Julgado." Hoje ela se encontra na 2ª Instância, depois, com certeza, deve subir ao STJ e STF. Nós estamos brigando contra um órgão federal (PREVIC)logo, estão em suas defesas a AGU (Advocacia Geral da União) e os melhores advogados contratados por BB, IBM e por aí vai...

Anônimo disse...

Prezado Trader anônimo,

Vossa Senhoria faria a gentileza de explicar esse trecho de um e-mail que recebi. É confuso para um velho gagá entender o pq de cortarem o BET, voltar contribuir no mesmo cenário que apresentam UMA SUPER PREVIDÊNCIA. Variação de competência? Expertise? Se existisse portabilidade eu picaria as mulas para esses experts em previdência. Imaginem a montanha de dinheiro nas mãos desses profissionais do ramo...


"Claro que, quando idealizei a aplicação, fiz de tudo para que a SuperPrevidência se tornasse um bom investimento.
E eu estava certa de que ela seria bem melhor que a imensa maioria dos planos de previdência dos bancos.
Mas o retorno acumulado de 137,17 por cento do CDI me fez abrir um grande sorriso em meu rosto.
A SuperPrevidência está subindo como um foguete.
Rendendo mais de 1 por cento ao mês em média.
É como aplicar na renda fixa no ano passado, quando a taxa de juros estava a mais de 14 por cento.
A famosa "farra do 1 por cento de rentabilidade ao mês".
É isso que a SuperPrevidência tem proporcionado aos seus contratantes"

Este outro trecho então me fez morrer de alegria

"É pra isso que a gente abre uma previdência, não é? Por isso que os PGBLs e VGBLs dos bancos vendem tanto.

A paz de espírito de saber que você tem um dinheirinho para ajudar seus filhos a, por exemplo, poderem escolher qual profissão seguir sem as pressões do mercado de trabalho.

A sensação de pôr a cabeça no travesseiro e saber que você está assegurando qualidade de vida no momento em que você for mais velho e não puder trabalhar.

Mas a SuperPrevidência é tão boa (e, agora, seis meses depois, eu posso afirmar isso com boca cheia) que nem é preciso esperar tanto tempo pra se beneficiar da aplicação".


Algo está muito errado

Divany Silveira disse...

Mestre, mesmo nas grandes corporações deve haver um espírito

e clima de humanidade,pois embora vivendo com números e dados

de cada hora, mas sempre mutáveis, os responsáveis poe esses

resultados deveriam ouvir periodicamente a canção "Bridge Over

Troubled Water" que, penso, seria salutar para a comunidade

da PREVI, onde existem mmilhares de pessoas com problemas e i-

dosas e merecedoras de atenção especial.

T