terça-feira, 7 de novembro de 2017

MUDA SOMENTE A FQM - SEM MUDANÇAS NO LIMITE NEM NO PRAZO



Notícias


07/11/2017

Empréstimo continua simples e disponível para todos os associados

Alteração no FQM garante acesso ao serviço para todos os participantes do Plano 1, sem uma idade máxima

Qual a idade máxima para um associado fazer um empréstimo simples? Ela não existe. Associados de todas as idades podem fazer um empréstimo na PREVI, graças às alterações na cobrança do Fundo de Quitação por Morte, o FQM, que estarão vigentes a partir de 14/11 para novas contratações. Agora, em vez de cinco, serão oito faixas, com diferentes alíquotas. Os prazos para pagamento e taxa de concessão não mudam.

Por que criar novas faixas de alíquotas de FQM?

As novas faixas do FQM foram criadas para atenuar o efeito do ajuste das alíquotas nas faixas de idade mais avançadas. A taxa do Fundo de Quitação por Morte é determinada a partir de cálculos atuariais, que medem o risco de mortalidade em cada faixa etária no período de um ano e indicam qual o percentual necessário para cobrir esse risco. Então, aplica-se o critério de solidariedade distribuindo o peso desse risco entre os grupos etários, para chegar ao valor final das alíquotas. As taxas vão variar de 0,60% (para participantes até 59 anos) a 5% (para participantes com idade a partir de 90 anos).

O segredo é a solidariedade

Esse critério solidário é o segredo que garante a possibilidade de acesso de todos os participantes do Plano 1 ao Empréstimo Simples, sem limite de idade. Sem ele, o valor subiria muito, especialmente nas três faixas etárias superiores, a partir dos 80 anos de idade. Nos empréstimos para associados acima de 90 anos, por exemplo, o FQM – que será de 5% – passaria para 13,13% se não fosse aplicado o critério de solidariedade.

Para que serve o FQM?

O Fundo é uma ferramenta que garante a segurança do patrimônio da PREVI nas operações de Empréstimo Simples. Os valores arrecadados dos associados formam um colchão de segurança que quita o saldo restante dos empréstimos em caso de morte do associado. Dessa forma, os herdeiros e pensionistas não ficam com dívidas, e o patrimônio do Plano é preservado, mesmo que não haja o pagamento das parcelas restantes.

FQM traz segurança para todos os associados

Isso é importante para a saúde financeira do Plano. Afinal, o Empréstimo Simples não é apenas um serviço para o associado. Ele também é uma modalidade de investimento, que deve gerar retorno para o patrimônio da PREVI. Hoje, cerca de 50% dos associados do Plano 1 possuem contratos de Empréstimo Simples. E o FQM dá segurança a esse investimento para todos os participantes, tenham eles empréstimos ou não.

ES ajuda a PREVI a cumprir a sua missão

Com o FQM as Operações com Participantes podem se manter vantajosas como investimento. De acordo com a legislação, a taxa cobrada nesse tipo de operação de crédito deve ser superior à taxa atuarial do Plano (hoje de INPC + 5% ao ano). Dessa forma, o retorno gerado pelos Empréstimos ajudará a garantir o pagamento seguro e sustentável dos benefícios de todos os associados ao longo dos anos.

Em quanto tempo eu posso pagar meu empréstimo?

Um mecanismo importante para o equilíbrio do Empréstimo Simples é a limitação do prazo de pagamento de acordo com a faixa etária. Hoje, os prazos máximos vão diminuindo de 120 meses para 36 meses à medida que a idade do mutuário aumenta. Isso evita, na prática, que haja uma concessão excessiva de crédito nas faixas etárias com maior risco – o que levaria ao desequilíbrio da operação, com prejuízo ao patrimônio do Plano, ou a um aumento excessivo nas alíquotas do Fundo de Quitação por Morte, que inviabilizaria o acesso dos participantes mais velhos ao próprio ES. O prazo máximo para a quitação dos contratos aumentou de 50 para 120 meses, um crescimento de 140% nos últimos 15 anos.
Atenta às sugestões de associados, a PREVI avaliou a ampliação do prazo. Mas a medida implicaria o aumento significativo das taxas de FQM para participantes de idades mais elevadas, o que inviabilizaria na prática a esperada redução das parcelas.

Qual o valor máximo que posso pegar emprestado?

Atualmente, o teto de concessão para o Empréstimo Simples é de R$ 160 mil, com as parcelas limitadas ao valor da margem consignável do participante. Esse limite será mantido até o final de 2018. Desde 2003, o teto do Empréstimo Simples no Plano 1 passou de R$ 25 mil para R$ 160 mil, um aumento de 540%, contra um INPC acumulado no período de 116,96%. Isso significa que o participante do Plano 1 teve um aumento real de mais de R$ 80 mil no limite de contratação dessa linha de crédito.

Sem suspensão

Conforme previsto no regulamento do Empréstimo Simples, as prestações continuarão a ser cobradas no prazo acordado nas contratações e renovações dos empréstimos.
Essa medida provocaria desequilíbrio nos contratos de ES com elevação do saldo devedor e consequente aumento no valor da prestação quando do recálculo anual. Além disso impacta negativamente o FQM, pois não há arrecadação para o fundo em período de suspensão.

Não tem margem? O ES-13º pode ser a solução para você.

Entre as opções disponíveis para aqueles que não possuem margem consignável disponível está o ES-13º Salário. Essa linha de crédito é uma antecipação do valor correspondente ao décimo-terceiro. É paga em prestação única, debitada em folha de pagamento no dia 20 de abril, para operações contratadas a partir de 1° de novembro. Os participantes podem ter somente um contrato de ES-13º vigente. Nesse caso, a margem consignável do mutuário não é observada, dada a garantia da operação.

Entre os melhores do mercado, sem fins lucrativos

Entre todas as Entidades Fechadas de Previdência Complementar, a PREVI é responsável por 46,28% dos recursos investidos em Operações com Participantes de todo o mercado. O valor médio dos empréstimos concedidos aos nossos associados é 13 vezes superior ao valor médio. Enquanto na PREVI não há limite de idade para a concessão de empréstimos, nas instituições financeiras, em média, o limite é de 80 anos de idade.
As boas condições oferecidas pelo Empréstimo Simples (prazos de pagamento entre os maiores do mercado, e taxas de juros que batem as do crédito consignado) só são possíveis porque a PREVI é uma entidade sem fins lucrativos e de caráter solidário, que conta com uma governança madura e um corpo técnico qualificado.
Isto permite a criação de alternativas que vão além necessidades atuariais da entidade, como o Empréstimo Simples e o Financiamento Imobiliário, excelentes opções de crédito, em que a PREVI pratica os menores encargos permitidos por lei, sem perder de vista o equilíbrio dos planos e a missão de garantir o pagamento de benefícios aos associados de forma eficiente, segura e sustentável.

Financiamento Imobiliário

As Operações com Participantes da PREVI também incluem o Financiamento Imobiliário, que assim como o Empréstimo Simples têm juros mais baratos do que os praticados no mercado, com um prazo máximo de pagamento de 420 meses. Conheça mais sobre o Financiamento Imobiliário da PREVI aqui no site, em Soluções para você >> Financiamento Imobiliário.

Confira as novas alíquotas do FQM, válidas a partir de 14/11 para novas contratações: 

NOVAS ALÍQUOTAS DO FQM
FAIXA ETÁRIAALÍQUOTA
Até 59 anos0,60%
De 60 a 64 anos1,00%
De 65 a 69 anos1,20%
De 70 a 74 anos2,50%
De 75 a 79 anos3,50%
De 80 a 84 anos4,00%
De 85 a 89 anos4,50%
A partir de 90 anos5,00%
Teto de concessão: R$ 160 mil. Prazo máximo: de 36 a 120 meses, de acordo com a faixa etária. 

LINK DA FONTE: http://www.previ.com.br/menu-auxiliar/noticias-e-publicacoes/noticias/detalhes-da-noticia/emprestimo-continua-simples-e-disponivel-para-todos-os-associados-1.htm

41 comentários:

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

"NÃO! NÃO! NÃO!..."
Pronto, caro Professor Ari e demais colegas, finalmente, acabou o mistério: "não!, não!, não!, não!... Tão poderosa, sólida, rica no corpo técnico, é muito difícil digerir a Previ apresentar-se de mãos vazias, neste gravíssimo momento, para muitos, entre nós, com todo o respeito, sempre.
É bom que leiam, também, os credores.
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Venha a nós o vosso reino".
Mt 6,10

Anônimo disse...

The Dream Is Over !

Anônimo disse...

Primeiro comentario, apos a noticia.
SEM COMENTARIO. (Por ora) Próximo às eleiçoes em 2018, comentaremos os aumentos no prazo e no limite que serão concedidos.

Anônimo disse...

Depois dessa, estamos no MATO sem cachorro.
Velhinho trambiqueiro disse.

Anônimo disse...

Cono houve uma alteração contratual, FQM, será possível a renovação
sem o prazo de carência de 6 meses?

Paulo César Fernandes

Anônimo disse...

A diretoria da SEGURIDADE tá que tá, e vai se reeleger com certeza.

sss disse...

Essa é uma notícia que, neste momento, não dá nenhuma tesão de comemoração. Por mais que relutemos em dizer isso: vivemos o agora, e não é porque está tão bom que se morrermos amanhã, morreremos satisfeitos pelo incontinenti e maravilhoso dia passado. Não é isso, é porque presente e futuro estão fundidos numa porcaria só. Claro que não abrange todos, mas os manoeis, assim como eu, cujo benefício líquido não chega R$ 1.300,00 bruto, ou será eu o único nesse patamar? Vai comemorar o quê? Cada novo amanhecer só traz o medo, o desespero por ver o aluguel do barraco atrasado, a conta de água e luz vencerão a 2/3 dias, respectivamente e o dinheiro não estará guardado. Portanto, exaltar a notícia da Previ, por quê?
Por fim, eu não sou hipócrita para dizer que dinheiro não traz felicidade. É sabido que um pouco mais de dinheiro no bolso eleva a alta-estima uma vez que faz subir a taxa de alguns hormônios da alegria, e se essa alegria está sempre presente dentro de você, certas doenças oportunistas. Queira você ou não o dinheiro é a maior razão viver. Se é ruim com ele, imagine sem. Agora se o elemento faz uso errado do dinheiro que tem, é problema dele. Desculpem-me o desabafo.

Manoel Sales

Anônimo disse...

Quem tem mais de 85 aninhos vai vai ser contemplado com um aumento de 1% no FQM.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


São tantos dias instituídos pela sociedade que "não significam nada" ou passam em "brancas nuvens", mas a PREVI é tão bondosa e legal conosco que eu proponho seja criado, com justiça, O DIA DA PREVI, para que possamos comemorar em grande estilo.

Anônimo disse...

Não existe sintonia. Algo precisa ser feito.
Polidez na redação é um suplício.
Pessoal de Brasília a bola tá com vocês e a marca é Valle is Ney

Anônimo disse...

Pois é, pessoal!
o que esperar de tecnocratas sem-teto, sindicalistas no poder e ligados (a maioria) ao Previ Futuro. O futuro é negro. A chapa dos sindicalistas deverá vir com o pessoal do Sasseron, com o Zanon (puxador de votos do Previ Futuro) e por aí vai. Eles estão certos da vitória, porque a maioria dos super bem aposentados continua deitado em berço esplêndido.
Haja saco para aguentar esta lenga lenga.

Milton Bassani disse...

Great shit!!!

Anônimo disse...

Tudo bem mas porque não disseram isso antes.Em 2016 fizeram alterações em agosto.Ainda bem que tirei o INSS da folha da Previ e posso fazer consignado com qualquer Banco.O Governo reduziu os juros para 2,08% e está em estudo aumentar o prazo para 130 meses.

PROFETA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Colega Paulo César (07/11/2017 16:28)

Pelo tom da notícia veiculada no site da PREVI, principalmente no que tange ao limite de crédito até dezembro de 2018 e manutenção do prazo máximo de 120 meses, não me parece que o fundo estaria propenso à suspensão da carência.
Infelizmente...

Anônimo disse...

Caro 07/11/2017 17:46,


Amigo!
Temos é que derrotar os Senhores do Poder Atual!
Deixar de votar é consagrar o que aí está!
Vamos convencer cada 10 Colegas a votar contra os que maltratam os idosos, sem piedade.
É o que penso para acabar com este Fim de Mundo.

Anônimo disse...

Esse blog já foi muito mais informado, antes antecipava as notícias, agora para saber das coisas precisa ser informado que saiu matéria nova no site da Previ.

Anônimo disse...

Idosos,

Quanto ao texto, principalmente onde se fala em FQM, só posso, dentro do meu cérebro, ao ler as justificativas, parecer ter se apequenado, ou emburricado.
Frequentei 10 agências do BB inclusive no exterior e penso que as diretrizes ora comunicadas tendem ao ABSURDO DOS ABSURDOS.

Anônimo disse...

Este FQM incide sobre que valor?

Felipe Osório da Silveira disse...

Pior que não vão liberar quem não tem 6 prestações pagas. Já era o natal.

Anônimo disse...

Ja pensou q é exatamente por isso q o autor não é mais conselheiro e não tem mais livre acesso aos coreedores da Previ? Pelo repasse antecipado de informações aos participantes provovando agitações?

Anônimo disse...

Caro 18.16,

Não tenho procuração do Dono do blog para defende-lo.

Mas, com todo o respeito, ninguém pode ter o tempo suficiente para saber de todas as notícias em primeira mão e transmiti-las aos que não a procuram..
Respeito o tempo dos outros.

Ari Zanella disse...

Meu caro, (18:16)

Tem gente que gosta dar "furo"; não é o meu caso.

Anônimo disse...

FALARAM Q ESTUDOS DO ES DO PLANO 1 SAO FEITOS NO SEGUNDO SEMESTRE DO ANO... ESTUDOS... E MUITOS JA ENTENDERAM ESSAS PALAVRAS COMO UMA PROMESSA PARA ALTERAÇÃO E CADA UM VIAJOU NO SEU SONHO, AUMENTO DE TETO, AUMENTO DE PRAZO, SUSPENSAO DE PRESTACAO, SUSPENSAO DE CARENCIA...
MAS O QUE FALAVAM ERA ESTUDO... E ESSE ESTUDO FINDOU NESSA PULVERIZAÇÃO
DE FAIXAS DE FQM PARA CONTER O REAJUSTE. SATISFEITO EU NÃO ESTOU, MAS SE COLOCAR A MÃO NA CONSCIÊNCIA PREFIRO QUE A PREVI CONTINUE A PAGAR MEU BENEFÍCIO DO QUE SE ARRISQUE NAS OPERACOES DE ES COM OS PARTICIPANTES.
SEJAMOS HONESTOS QUEM AQUI VAI VIVER PARA PAGAR UM ES EM 120 PRESTACOES? NINGUEM. "AHHH A PREVI DEU LUCRO" E A PREVI SERVE PRA QUE MESMO? PARA PAGAR BENEFICIO, E NAO SO EXISTE O PLANO 1. VAMOS SE RESIGNAR. NAO ACEITO, MAS TENHO MATURIDADE PARA ACEITAR À LUZ DO ATUAL QUADRO ECONÔMICO E POLÍTICO
DO PAÍS.

Anônimo disse...

Infelismente vamos ter que passar o natal sem dinheiro no bolso. Nada de suspensão. Limite do ES inalterado até final de 2018. l20 parcelas mantida sem alteração, enquanto isso nossos nobres Diretores ganhando polpudas somas de salário, não precisam de Empréstimo.Os participantes que se fodam.É isso que devemos esperar da PREVI. Ferro. Início do ano IPTU, IPVA, mensalidades escolares. Vamos pedir para o Marcel nos dar uma força. Decepção.....
Lourival

Anônimo disse...

HJ A BOLSA CAIU (-2,55%) 72.415 PTS

Anônimo disse...

Tanta agitação e tem gente que nem sabe o que é ou como é cobrado... Ficam cegos por empréstimos e nem conhecem as condições.
Em tempo: FQM fundo de quitação por morte. É cobrado já em anexo na prestação.
Explo: sem em 2015 eu tinha 62 anos e contratei es, então por todo o meu contrato (independente do n. de prestacoes que fiz) será cobrado o percentual de fqm quando no momento da contratação quando tinha 62 anos.

E agora, apos 14.11 se eu fizer uma nova contratação vou entrar em uma dessas faixas/aliquotas novas para a minha idade atual.

Anônimo disse...

Bem, muitos vão me odiar por isso mas, tenho que agradecer a Previ por não me deixar endividar mais, e da tal isonomia, não colocar parametros fabulosos no emprestimo beneficiando alguns e estourando a entidade. Nao é a toa que sempre acerta, planejamento é tudo.

PENSIONISTA/PERNAMBUCO disse...

Boa Noite Prof.!Gostaria de esclarecer uma dúvida,os 30% de margem que a previ calcula é em cima da parte q ela complementa ou é junto com o inss? O que fazer para tirar o inss da folha da previ?

Anônimo disse...

E ainda tiraram o café é o chocolate do atendimento, agora só aquela garrafa de café coado... Cháfé!

sss disse...

Meu Deus, estou com 60 anos e espero viver por, pelo menos, mais 10 anos, ou seja, o equivalente às 120 prestações. Mas não devemos sucumbir diante de tais pensamentos. Apesar dos pesares a Previ, ainda, é aquele d'água imponente, lutemos, pois, para manter esse dique cheio e não será a expansão das parcelas, ou do limite, que irá derrubar a solidez da previ. O retorno e garantido.
A Previ (Marcel), não precisar levar tão ao pé da letra as determinações impostas pelo patrocinador. Ela tem que mostrar um pouquinho de sua alçada para não dar tanto na vista. Amanhã o Marcel será apenas mais aposentado, sem teto ou não. Têm muitos aposentados que se julgavam maiorais subjulgavam, faziam Billings(é assim que se escreve?) chantagiavam, diziam que o contínuo era o melhor amigo do homem, com outro sentido, e hoje estão aí, muitos deles, na qualidade de simples aposentados. Mas também, ainda tem, muitos aposentados com rei na barriga.
Quando na ativa, na direção geral, eu um simples contínuo que gostava muito de ler, e tinha uma colega com quem fazia permuta de livros, e ela sempre levava os livros para leitura de um filho. Descobri, naquela oportunidade, uma banca de revistas que vendia livros impressos em papel poroso, cujo custo/benefício era excelente. Levei um desses livros para a referida colega, fiz a propaganda, que ela aceitou de imediato. Ela leu o primeiro é me devolveu incontinenti ao término da leitura, não levando para o filho. Falei que ela esquecera e ouvi o seguinte: "Não quero que meu filho leia impresso em papel ruim". Em papel ruim? O papel não importa é sim o que estar escrito nele, pensei. Perdi um ótimo escambo de livros, mas não me lambuzei na sujeira da arrogância...
Por fim, assim eram as pessoas que constituíam o banco do Brasil, nem todos, claro, e o sr. Marcel não é diferente, de cujo castigo, amanhã, não se livrará.

sss disse...

Deixa de ser azarão, cara. Com toda essa marra, é tu que irá bater a cassuleta antes do teu perseguido, pois estais acumulando veneno demais no teu sangue, pois com certeza não tens glândula para guardar tanto veneno. Está feito o alerta, agora, se quiser pagar pra ver...fique à vontade.

Anônimo disse...

ENROLARAM ATÉ O ULTIMO MINUTO E NADA DE BOM. SÓ ESPERO QUE OS APOSENTADOS DA PREVI E SEUS FAMILIARES SE LEMBREM DE EM 2018 NÃOOOOOOO VOTAR EM NINGUÉM DO PT, PARTIDO QUE O DIRETOR DE SEGURIDADE É SIMPATIZANTE.

WILSON LUIZ disse...

Mestre, foi esclarecido o caso do empréstimo simples do colega Adiel 89 anos, objeto de postagem anterior?

Anônimo disse...

O Empréstimo 13 salário tem algo haver com o Limite do ES? OU seja, além do limite do ES podemos fazer o Empréstimo 13.
Fui tentar fazer o Empréstimo 13, que nunca fiz, é aparece: Você não tem modalidade disponível.
Agradeço a informação.

Anônimo disse...

Que mudança vivemos, elegemos alguém para nos defender na Previ, agora não tem mais nenhum acesso lá e com ninguém mais ? A única fonte de informação são as laudas e os escritos.

Ari Zanella disse...

21:11

Nada tem a ver. É um adiantamento de um percentual do 13º que você tem a receber. Por isso, os vencimentos são em abril e novembro.

Wilson Luiz - Hoje ele não atendeu ao telefone. Amanhã eu consigo falar com ele.

PENSIONISTA/PERNAMBUCO

É sobre as duas verbas (PREVI + INSS). Para separar o INSS basta pedir. Mas não esqueça que a sua MC na PREVI vai diminuir.

Anônimo disse...

Caro Ari,
Desculpe a minha insistência.
Porque eu simulo o ES 13 e após vou tentar fazer o ES A e não consigo. Mensagem; você não tem modalidade disponível. Aguarde processamento de proposta.

Ari Zanella disse...

Caro Anônimo 21:44

Provavelmente ou você está sem MC ou não há limite disponível ou ainda não completou as 6 prestações pagas (carência).

sss disse...

Olha, anônimo das 20:58h, sua frustração é compreensiva com o pessoal do PT, em particular com o Marcel, ele sabe que não é nenhuma pessoa "cheirosa", e juntando-se isso à sua obediência ao patrocinador para fazer jus à bunfunfa que cai todo mês na sua c/c. O que ele não sabe, ainda, é que essa maldade vai estar lhe esperando lá na frente, seja na estrada desta vida, ou na encruzilhada do além onde todas as vidas se encontrarão para prestar conta de seus atos. Mas inapelavelmente ele começará a prestar contas ainda nesta vida.

sss disse...

Não entendi, professor Ari. Fiz um comentário que apareceu logo após a sua publicação sem esperar a liberação, mas logo sumiu. O que terá acontecido? Bom dia.