sexta-feira, 13 de outubro de 2017

UMA CHANCE A QUEM SEMPRE PERDEU

FATORES CONJUNTURAIS ADVERSOS, INTERNOS E EXTERNOS COLOCARAM EM FRANGALHOS AS FINANÇAS DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DA PREVI.
Antes do advento da LC 109/2001, não havia sequer a hipótese de reverter os superávits das EFPCs, popularmente chamadas de Fundos de Pensão, para a melhoria dos benefícios dos participantes e assistidos que continuariam alijados dessa partilha, não fosse à fórmula justa e inovadora inserida pelo legislador no texto desse diploma legal, o qual, diga-se de passagem, foi editado por exigência contida na Emenda Constitucional 20, de 15/12/1998 e no artigo 202 da CF.
Inobstante a peremptória vedação, o patrocinador BB, por táticas ardilosas e caminhos escabrosos, sempre fez uso da sua pungente ingerência na Diretoria Executiva e no Conselho Deliberativo (LC 108/2001) para obter, a custo zero, graciosamente, recursos financeiros para suprir as suas necessidades de caixa.
Em várias oportunidades, o BB abocanhou (para não dizer roubou), mediante subterfúgios velhacos e desonestos, sobras técnicas da PREVI, numa espécie de assalto branco à luz do dia, tudo feito à socapa por meio de conchavos com dirigentes eleitos pelos associados, que mal intencionados ou não, caiam no canto da sereia e participavam de negociatas duvidosas, mediante concessões irregulares, imorais e prejudiciais ao Corpo Social.
Só para contextualizar, cito o Contrato pactuado em 24.12.1997, entre a PREVI e o BB, no valor de cerca de R$ 11 bilhões para disciplinar a integralização das Reservas Matemáticas pelo regime financeiro de capitalização para pagamento do “Complemento de Aposentadorias” dos funcionários admitidos no BB até 14.04.1967, denominado de “Grupo 67”. Em 31/12/2015 ainda havia 17.925 integrantes do Grupo 67.
Na constituição dessa a Reserva a Amortizar o patrocinador não desembolsou um centavo do seu cofre, uma vez que tudo foi quitado com o superávit daquela época (1997). O banco se livrou dos encargos das aposentadorias do Grupo 67, logrando brutal redução de despesas, ônus que foi transferido para a PREVI a partir do leonino contrato. O que salta aos olhos, no entanto, é que o complemento previdencial do BB sobre esse grupamento ficou limitado a 53,6883529% e o restante sobre os ombros da PREVI.
Ao longo do tempo os golpes, rombos e desfalques nos recursos do nosso fundo foram sucedâneos. Agora mesmo, na última destinação do superávit, em 24.11.2010, com a fabricação encomendada da Resolução 26/2008, a LC 109/2001 sofreu afronta e foi inovada à revelia do Poder Legislativo.
De fato, efetivamente, a introdução irregular e ilegal da “Reversão de Valores” possibilitou que o patrocinador BB embolsasse a fantástica fortuna de R$ 7.5 bilhões, correspondente a 50% dos superávits de R$ 15 bilhões acumulados até 2009, todavia, nem tudo ficou por isso mesmo, eis que, a posteriori, a dita resolução foi contestada e cancelada, em sentença de primeira instância, pela Ação Civil Pública impetrada pelo MPF e o patrocinador BB, se condenado em decisões finais, transitadas em julgado, em outras superiores (STJ e STF), será obrigado a devolver os R$ 7.5 bilhões usurpados ilicitamente.
Pelo que se infere do artigo 20 da LC 109/2001, o patrocinador BB nunca foi e nem poderia vir a ser beneficiário de superávits da PREVI, dado que isso seria enriquecimento ilícito. Toda essa roubalheira bilionária foi obra de abutres inescrupulosos e fruto da cobiça desmedida do Governo Lula que viu no nosso fundo, um veio de ouro inesgotável e vulnerável, terra de muro baixo, à disposição de quem fosse mais esperto e sagaz. 
Todo batedor de carteira sabe onde é mais fácil meter a mão. Nessa linha de raciocínio, o PT arregimentou as EFPCs e petetizou os cargos chaves com o objetivo de que tudo ficasse dominado para o cumprimento das ordens governamentais.
Outro certeiro golpe nas finanças dos associados foi o corte do BET, a partir de janeiro/14. O superávit do balanço de 2013 foi de R$ 24.7 bilhões, algo estrondoso para empresas de grande porte do País, onde poucas conseguem obter façanha financeira dessa magnitude, no entanto, essa grandeza foi considerada desprezível porque não foi suficiente para cobrir os 25% da Reserva de Contingência de R$ 28.5 bilhões.
Faltaram apenas R$ 3.7 bilhões (R$ 28.5 bilhões – R$ 24.7 bilhões = R$ 3.7 bilhões) para respaldar a Reserva de Contingência, porém, a pródiga, infalível e inflexível Diretoria Executiva, de imediato, como se fosse dona absoluta da verdade, invocou o artigo 18 da Resolução 26/2008, e mesmo sem esperar o resultado definitivo do balanço que se encerrava em 31/12/2013, estribada em levantamentos contábeis preliminares, divulgou no seu site que a partir de 01/01/2014, o BET estaria suspenso e que a cobrança da contribuição voltaria. Foi lamentável, incorreto, precipitado e indevido.
O açodamento e precipitação são marcas equivocadas dessa Diretoria Executiva da PREVI que se assemelha muito ao jeito de administrar dos donos de postos de combustíveis. Os aumentos são instantâneos e automáticos, na medida em que são aprovados, contudo, a recíproca não é verdadeira, porquanto as reduções nos preços demoram uma eternidade para serem efetivadas, isto quando o são. 
Na PREVI, corte de benefícios e cobrança de déficits são feitos em velocidade espantosa, mas na outra ponta, em relação a eventuais regalias, a coisa é morosa e caminha a passo de tartaruga. Os gestores indicados pelo patrocinador BB são submissos e vassalos para cima, com os seus superiores, e ditadores, cruéis e carrascos para baixo, com os assistidos.
Sabemos que a Reserva de Contingência é essencialmente uma reserva técnica, uma gordura que se guarda para os momentos de escassez, à maneira das formigas, um colchão de liquidez, por sinal muito elevado, porque representa um quarto (25%) do patrimônio total da entidade. Enfim, sem ponderação alguma, o Termo de Compromisso de 24/11/2014 foi quebrado e a utilização saldo do fundo previdenciário para o BET foi interrompido.
Os participantes e assistidos são um saco de pancadas e cansados de aguentar reuniões presenciais da Diretoria para discussão de temas superficiais, infrutíferos e laterais, com vistas a solucionar os seus graves problemas financeiros, que esvaziam os seus bolsos, propõe que seja feita uma REUNIÃO DE VERDADE, que envolva a Diretoria Executiva e o Conselho Deliberativo, voltada para criar fórmula para elevar os valores dos benefícios líquidos, seja através de aumento de prazo dos empréstimos para reduzir o valor das prestações ou outros mecanismos no mesmo rumo.
Por que não acolher sugestões dos associados para equacionar as intrincadas questões financeiras, uma vez que são eles que sofrem no dia-a-dia os impactos das carências e da penúria? Sugiro, a título de compensar as perdas até aqui sofridas, para vigorar a partir de janeiro/2018, que seja pago o INPC acumulado em 2017, que certamente será baixíssimo, mais um ganho de produtividade ou algo que o valha, da ordem de 25%, ideia que se coaduna com o resultado financeiro superavitário desenhado para 2017, já que o balancete acumulado até agosto/17, segundo noticias dessa Caixa, registrou o superávit de R$ 4.6 bilhões. A suspensão da contribuição também está no nosso radar para ser examinada. Ressalte-se que essas medidas não dependem de anu&e circ;ncia da PREVIC.
Por outro lado, argumentos negativos e repetitivos de que não existem Reservas Especiais para fazer melhorias e da existência de déficit técnico acumulado não nos interessam. A questão é de sobrevivência, pois os associados estão respirando por aparelhos. 
Urge a tomada de medidas práticas e urgentes. A EFPC-PREVI foi criada para administrar os recursos, pagar as aposentadorias e melhorar a qualidade de vida dos associados, não o contrário. Ao longo da sua história o que temos observado é que o patrocinador BB foi mais favorecido e o Corpo Social lesado com a conivência e leniência da Diretoria chapa-branca, tal é o astronômico volume de recursos que já embolsou. Chegou a hora e a vez dos assistidos receberem algum tipo de ajuda para mitigar as suas perdas.
Talvez fosse o caso do blog enriquecer o texto e costurar um abaixo assinado para postular, junto a Diretoria da PREVI, um rol de reivindicações para melhoria dos benefícios. Pior do que está não vai ficar e pedir não é proibido, especialmente se os pleitos forem justos e necessários.

Texto de João Rossi Neto.

A petição endereçada ao presidente da PREVI pode ser acessada nesse LINK.

Acesse e assine, colabore com todos.

177 comentários:

Anônimo disse...

Estimado Sr., Colega, João Rossi,

Brilhante!
Penso, com humildade, que uma REUNIÃO DE VERDADE deveria ser acompanhada pelo Ministério Público, pela Polícia Federal e pelo Juiz da Lava-Jato, uma vez que por últimas notícias, da delação J&F, um Ministro de Estado e um Presidente do BNDES interferiram junto aos fundos de pensão,os maiores do país para negócios suspeitos.
Sugerir não ofende.

Anônimo disse...

Prezado Sr. João Rossi Neto, bom Dia
É com um imenso prazer em lhe parabenizar pela iniciativa.
Suas palavras são um verdadeiro relato das circunstâncias à que se chegou, com grande dificuldade na época(aposentadoria) em que mais se esperava usufruir o que plantamos, quando da dedicação ao nosso Banco do Brasil, onde de vestia a camiseta(literalmente), e se trabalhava 10/12/14 horas dia e inclusive fins de semana.
Por outro lado, só para lembrar, nos anos 90 o BB deixou de pagar o 2/1. hoje seria um valor muito expressivo, se juntássemos todos estes outros valores que retirou da PREVI.
Saudações

Anônimo disse...

Como sempre, texto enxuto, mas completo, assinado por Joāo Rossi Neto.

Anônimo disse...

A mensagem publicada hoje no site da PREVI - Empréstimos e Financiamentos, deixou claro: não haverá alteração de limite neste ano....

Rosalina de Souza disse...

Caro Colega Ari Zanella e João Rossi Neto,

Parabéns pela iniciativa, temos buscar melhorias, seja elas quais forem até mesmo o alongamento do ES e outras melhorias, para fazer com que o valor bruto fique maior na mãos de tantos colegas que estão sobre-endividados.

Parabéns, é de atitudes como esta que podemos mostrar a nossa insatisfação, mesmo que na ala dos mais abastados essa mensagem é suprimida, na forma de achar que o mundo foi feito para poucos, e se esquecem que a PREVI foi formada com os recursos de todos.

Anônimo disse...

É um escárnio a publicação de hoje, no site da Previ, sobre operações com participantes. Até quando aguentaremos isso?

Anônimo disse...

Seu Ed,

Primeiramente o meu infinito obrigado por sua gentileza em dedicar seu tempo a uma pessoa tão simples como eu. Sugeriria que diariamente fosse publicado nalgum veículo de comunicação algo de sua lavra que possui ouro fino no mundo das ideias (remunerado é claro). A sua pessoa Seu Ed, nasceu capacitada para transmitir sabedoria e na minha modesta opinião, deveriam aproveitar isso num país tão carente de pensadores libertos de amarras ideológicas.
Quanto à previdência, aliás, como tudo no Brasil, a má gestão por incapacidade, dolo, burocracia, ingerência política acaba se tornando problemática. É mais fácil fazer uma reforma jogando a conta para quem tem como representantes aqueles que se vendem para manter um presidente no cargo. 54 - 13,4 = 40,6 bilhões.
Para finalizar, como gostaria de vê-lo homenageado numa cerimônia lá no palácio de vidro com uma extensa matéria no site registrando a sua trajetória. De minha parte dedico-lhe a canção de Sivuca e Glorinha Gadelha, Feira de Mangaio, que para minha surpresa foi composta em Nova York ...
Com muito respeito

César

Anônimo disse...

Sabemos que os 2 planos são independentes. Mas está correto dar aumento de 10% ao ES do Previ futuro e nada para o Plano I? Não teriam que justificar em vez de publicar as regras atuais que todos já conhecem?

Jose Flávio disse...

Valeu, Sr. João Rossi!
Petição assinada e divulgada.

Anônimo disse...

Senhores João Rossi Neto, autor e Ari Zanella , publisher de tão excelente trabalho. Nele se colocam coisas que pensamos, mas, não conseguimos expressar.
É realmente o retrato da situação que experimentam patrocinador e assistidos, pensionistas e participantes do maior fundo de pensão do país.
O primeiro com o banquete e os segundos com a "rala sopa".
Com a nota publicada hoje no site da Previ, estamos considerando como um lembrete: este ano nada de aumento de limite ou prazo.
Se assim for, poderiam os senhores considerarem a ideia de suspensão do pagamento das mensalidades de novembro, dezembro e janeiro.
Um argumento que a Previ utilizava para não suspender era que o saldo devedor aumentaria muito, em função da correção. Ora, hoje esse argumento não prospera, já que o INPC tem variado para baixo, até negativo.
Difícil será que diretores ou conselheiros eleitos apoiem nossos pleitos.
Mais uma vez, parabéns pelo preciso texto, retrato de nossa situação.

Anônimo disse...

Colegas,


Existe contradição nos termos abaixo?
Transcrição por cópia do site Previ:

"Uma vez que as prestações das Operações com Participantes são cobradas em consignação na folha de pagamentos do Banco ou na folha de benefícios de aposentados e pensionistas, o risco é baixo.

Cabe notar que risco baixo não é o mesmo que risco zero. As Operações com Participantes também possuem algum nível de incerteza, ainda que pequeno. Os dois principais fatores de risco são inadimplência e morte. O primeiro caso pode ocorrer se a capacidade de pagamento de quem contratou o empréstimo ou financiamento ficar comprometida, como no caso de uma redução na remuneração. O segundo significa que a dívida não será paga pelo contratante no caso de seu falecimento antes do fim do prazo da operação.

Por causa desses riscos e por se tratar também de um segmento de investimento do patrimônio dos planos, a PREVI deve ser cautelosa na concessão de crédito, pois tem o dever de buscar o equilíbrio entre o serviço prestado aos associados e a necessidade de garantir o retorno. Hoje, cerca de metade dos participantes não são mutuários, ou seja, não possuem operações vigentes com a PREVI. Garantir o pagamento dos empréstimos – e a rentabilidade da operação – é, portanto, uma forma de assegurar que o patrimônio dos planos seja bem utilizado em benefício de todos, mutuários e não-mutuários.

Uma das medidas que a PREVI precisa adotar para proteger o patrimônio de todos os participantes é não ampliar indefinidamente limites e prazos para o Empréstimo Simples, para garantir que todos os mutuários possam pagar seus empréstimos. Pela mesma razão, o prazo de concessão foi escalonado de acordo com a idade dos associados, justamente para reduzir o risco dos empréstimos aos participantes mais idosos e não sobrecarregar o FQM."

A mim me parece conversa de "bêbado para delegado"

Desculpa, salvo melhor juízo, de versão esfarrapada para não conceder ES aos detentores dos seus capitais, poupados durante décadas e
aplicados por vezes em empresas suspeitas como SeteBrasil e outras mais...
MILITARES JÁ, PARA POR ORDEM NESTE PAU DE GALINHEIRO QUE VIROU O BRASIL.

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Excelente artigo do João Rossi Neto.
Mas, apesar de tudo, não chegamos ao ponto do Aerus, do Postalis, da Funcef e da Petros.
Mas temos de estar de olhos abertos, senão também entramos no mesmo buraco.
Estamos entrando em novos tempos. Vamos lutar para tudo se normalizar e entrar nos eixos.

Abração

Adaí Rosembak

Anônimo disse...

Gostaria de ouvir,ou melhor, ler a opinião do Prof. Ari.

Anônimo disse...

$$$$$$




O colega de 16:06 foi extremamente preciso nas suas considerações. A suspensão da cobrança das parcelas Dezembro , Janeiro e Fevereiro ou de Novembro em diante só não acontecerá por descaso.
Nem o espírito do Natal comove?




$$$$$$

Anônimo disse...

O João Rossi não mora em Goiânia, a Previ estará lá como diz o site em notícias de hj. Porque o Rossi não vai debater os números com a Previ?

Anônimo disse...

Enquanto não for zerado o déficit do PB1, não sairá qualquer benefício para os associados. Nem aumento do ES, nem retorno do BET, nem melhorias no beneficio.

Se as projeções se concretizarem, o déficit acaba em meados de 2018. Se, por força da justiça, o BB tiver que devolver os 7,5 bi, é outra chance da PREVI voltar a ser superavitária. Afora isso, esqueçam.

Como já foi dito pelo próprio João Rossi, é hora de apertar o cinto. Temos que nos adaptar a essa triste realidade. E esperar por dias melhores. Não tem solução mágica.

É isso aí.

Anônimo disse...

Tapando o rombo da corrupção e vendendo o almoço para compra a janta:
https://extra.globo.com/noticias/economia/petros-decide-vender-por-650-milhoes-sua-participacao-na-eldorado-21943008.html

Anônimo disse...

Emprestimo Simples é investimento. Dá retorno lucro garantido.
Não tem nada a ver com deficit.

antonia disse...

Prof. Ari,
Só entendo essa preocupação exagerada com a concessão do ES como perseguição ao nosso grupo. Se já existe as limitações pela margem consignável de 30%, a idade do tomador, o seguro para os falecidos, então não existe outra justificativa do que essa mencionada.

Anônimo disse...

Houve um incêndio na floresta e enquanto todos os bichos corriam apavorados, um pequeno beija-flor ia do rio para o incêndio levando gotas de água em seu bico.
O leão, vendo aquilo, perguntou para o beija-flor:
"Ô beija-flor, você acha que vai conseguir apagar o incêndio sozinho?"
E o beija-flor respondeu:
"Eu não sei se vou conseguir, mas estou fazendo a minha parte".

COLEGAS:

Como muitos de nós precisamos vestir a carapaça da humildade e ver nas palavras acima o que para muitos está esquecido: SOLIDADIEDADE.

Convocando colegas para o propósito da solicitação de aumento dos 25%, recebi verdadeira lição de moral de quem acha que sabe tudo, e com esta fábula acima bem que eu poderia dar-lhe merecida resposta.
Muitos ganham melhores que outros e precisamos enxergar que tem colegas nossos passando severas dificuldades. Eu carrego as minhas há 22 anos, mas sempre dou graças a Deus por tudo, porque sou um privilegiado: tenho olhos, inteligência e uma infinidade de dons que não pedi a DEUS, mas que deliberadamente ÊLE me deu e assim faz com todos nós.
Quanto custará alavancar a turma toda? Nada. De repente é exatamente isto que está faltando. Eu quebro um graveto mas e um feixe de gravetos?
SE AS COISAS ESTÃO BOAS PARA MIM, EU PRECISO E DEVO FAZÊ-LAS TAMBÉM BOAS PARA O MEU PRÓXIMO. DEUS NÃO CONDENA A RIQUEZA, MAS CONDENA COLOCÁ-LAS NO LUGAR QUE A ÊLE PERTENCE.
"PRECISAMOS PREOCUPAR-NOS E FAZER PARA O PRÓXIMO"
Mostre-me suas obras que lhe mostro sua fé
Abs.

Anônimo disse...

Meu mais profundo agradecimento à iniciativa brilhante do Sr.Rossi.
É de dar vergonha a postura da Previ com relação a situação angustianet a q chegaram os associados pelo completo descaso dos dirigentes insensíveis da Previ.

Anônimo disse...

Bravo!!! JOÃO ROSSI NETO👏👏👏👏👏

Anônimo disse...

Boa ideia do abomino das 19:49, João Rossi não poderia ir debater com a Previ no evento de Goiânia ?

Ari Zanella disse...

Pouco ou nada servirá o Rossi comparecer à reunião da PREVI marcada para Goiânia. A reunião é mais expositiva (sempre o mesmo enfoque) do que um debate democrático acalorado, eles não querem ouvir o que o Rossi tem a dizer-lhes. Por isso, para ouvir o que já sabemos, em que as perguntas são selecionadas, o Rossi já me disse que prefere não ir.

Cade Araujo disse...

Brilhante! Fenomenal! Irretocável!
Parabéns Doutor João Rossi Neto, inicialmente agradeço a Deus por você existir e ter esta capacidade e dignidade.
Até o presente eu não havia lido algo tão completo sobre a situação financeira da PREVI, e sobretudo, sobre a situação financeira dos associados.
Concordo que devemos e podemos elevar os nossos gritos de socorros. Temos que engrossar a fileira daqueles que combatem a nosso favor. A hora é de unirmos as forças, fazermos abaixo assinados e enviar pedidos de socorro a diretoria da PREVI, até sermos ouvidos.
Hoje, após a leitura deste texto, fiquei mais esperançoso. Como sou otimista acredito que obteremos algumas melhoras depois deste fato histórico.
Parabéns e muito obrigado, Doutor João Rossi Neto.
Cadé

Anônimo disse...

Essas reuniões da PREVI são só "para ingles ver".
Respondem sobre o trivial, só sobre o que querem responder.
Se v. perguntar a situação da Invepar, vão só dizer que "vai bem obrigado".
Tá certo o senhor João Rossi.

Anônimo disse...

Uma pena o João Rossi não estar disposto a defender os associados presencialmente. Oportunidade na praça dele e ele não vai, quem dera pudesse ter essa possibilidade na minha cidade

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

"VALE MAIS O POUCO COM DEUS..."
Caro Professor Ari e demais colegas. Muitíssimo obrigado, colega, Dr. Rossi. Lamentavelmente, mas com todo o respeito, o momento confirma que a administração da Previ continuará impermeável, inacessível, hermética a qualquer apelo de alívio nos contracheques. Sim!, sobretudo, o contingente mais necessitado haverá de manter a prática: "Mais vale o pouco, com o temor de Javé do que um grande tesouro, com inquietação." Pr 15,16-17
Assim, que os credores da nossa comunidade(BB, Cooperativas, FHE...) leiam, junto conosco, essas notícias.
Estimadíssimo Professor, muito grato, por manteres este espaço.
PAZ E BEM!

"Javé diz: 'Tu vales muito a meus olhos, PORQUE ÉS PRECIOSO E EU TE AMO; dou homens, em troca de ti e povos, em lugar da tua vida. NÃO TEMAS, POIS ESTOU CONTIGO." Isaías 43,1-7

Anônimo disse...

Antonio Gramsci (Ales, 22 de janeiro de 1891 — Roma, 27 de abril de 1937) foi um filósofo marxista, jornalista, crítico literário e político italiano. Escreveu sobre teoria política, sociologia, antropologia e linguística. Foi membro-fundador e secretário-geral do Partido Comunista da Itália, e deputado pelo distrito do Vêneto, sendo preso pelo regime fascista de Benito Mussolini. Gramsci é reconhecido, principalmente, pela sua teoria da hegemonia cultural que descreve como o Estado usa, nas sociedades ocidentais, as instituições culturais para conservar o poder

Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Gramsci

“Nós vamos destruir o Ocidente, destruindo sua cultura. Vamos nos infiltrar e transformar a sua música, sua arte e sua literatura contra eles próprios.”




Pensem nos fatos que estão acontecendo no Brasil comparando com o que esse lixo escreveu. Percebam quem são os defensores dessas imoralidades envolvendo crianças (principalmente) que insistem em chamar de arte. Nas eleições, que sinceramente espero que não aconteçam em 2018 pois prefiro uma intervenção antes para que bandidos não sejam candidatos, expressem no voto se querem um país cheio de pessoas que pensem como esses desclassificados pensam

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


O Dr. JOÃO ROSSI, Dona ROSALINA ou algum outro de nossos luminares comparecerem a essa reunião em Goiânia. além de uma "baita saia justa" e um "mico confrangedor e sem tamanho", além de "não acrescentar nada", só servirá para "dar legitimidade" a essas dispendiosas e dispensáveis reuniões.

Ari Zanella disse...

Por favor, amigos, é muito importante sua participação (e demais colegas) na PETIÇÃO cujo LINK está no final do texto. Quanto mais assinaturas digitais, melhor! Obrigado por assinar! Mesmo que você não perceba, o abaixo-assinado é demais influente!

Anônimo disse...

A Previ citou como os dois riscos do ES o risco de morte e a inadimplência por redução da renda. Risco de morte é menor para os participantes do Previ Futuro porque são mais jovens. Mas no caso de inadimplência por redução da renda o risco é maior para o Previ Futuro do que para o Plano I e no Previ Futuro também existe morte ainda que em bem menor escala. Logo se existe risco nos dois planos por que aumentaram o limite do Previ Futuro e não do Plano I?

Anônimo disse...

Eu não tinha grandes expectativas pelo aumento do limite do ES porque achava que o novo limite não passaria de 165 mil. Mas o que me causou espanto foi o modo como comunicaram que não haveria alteração. Onde está a transparência e a boa comunicação que a Previ tanto prega? Faltou coragem ou o que??? E se os funcis da ativa tratarem os clientes dessa forma quando tiverem que negar alguma coisa?

Anônimo disse...

Exemplo de proatividade!!!!!!

http://domtotal.com/noticia/1198542/2017/10/governo-temer-defende-rever-prisao-apos-2-instancia/

Humberto - Caxias do Sul disse...

Participei de varias dessas reuniões de prestação de contas aqui em Porto Alegre. Pura enrolação dos iluminados dirigentes (com d minúsculo mesmo) da Previ.Falam sempre as mesmas lorotas idênticas aquelas que lemos no site da Previ, as perguntas mais espinhosas eles não respondem ou simplesmente saem pela tangente, com evasivas e outros truques próprios de profissionais de comunicação ou dos políticos tradicionais, são mais lisos do que mucum ensaboado. Assim, não vejo motivos para os colegas participarem dessas reuniões. Quanto menos plateia eles tiverem, talvez eles repensem a respeito, Então, mostremos nosso repúdio não participando desse teatrinho

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Embora usualmente seja muito alegre, sou "cético" por natureza e bastante "niilista", principalmente quando se trata do país, de nossas leis, de nossos homens e de nossas instituições. Essa cansativa digressão é para informar aos colegas, com permissão do ilustre Professor, que só considero que "não haverá aumento no limite do ES", quando isso for dito "com clareza" e sem "subterfúgios" e "circunlóquios", pois me considero um "analfabeto funcional", então tudo tem de ser "bem prontinho e arrumadinho".

Francisco Jose Lima disse...

http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com.br/2017/10/o-poder-do-lobby-nos-fundos-de-estatais.html?m=1

Francisco Jose Lima disse...

O poder do loby nos fundos de estatais:http://correiosdobrasilfuncionarios.blogspot.com.br/2017/10/o-poder-do-lobby-nos-fundos-de-estatais.html?m=1

Anônimo disse...

Esse colega Fernando Lamas é mesmo um Homem de Deus

joao trindade disse...

Colega Humberto,
Dá-lhe evasivas e dissimulações; até parecem vendedores da Enciclopedia Barsa.
Fazer festa com dinheiro alheio até eu que sou burro velho sei fazer.

Anônimo disse...

Colegas,
A respeito das justificativas do ES - se fosse por isso os bancos não dariam empréstimos aos clientes, a PREVI paga os aposentados e BB paga os da ativa, sabe quanto e quando ganham, não se coadunam com a premissa.
Por outro lado, as reuniões, acho que se tem que participar sim, pois quantos menos irem as ditas reuniões e quanto menos se falar, solicitar, pedir explicações, dar sugestões, ao vivo, pior é, pois ai estaremos fazendo a politicas que querem, ou seja não haver contra ponto, e vendem o peixe como querem.
Nos últimos 4 anos o único movimento que fez um pouco de barulho, foi a NOVEMBRADA, e isto porque tinha poucos participantes. Porque cartas, e-mails, correspondência, ecoa muito pouco nas hostes da Entidade.

Humberto Stumpf disse...

Colega João Trindade, como se diz aqui no Sul "garrei nojo dessa turma, são mestres na arte de enrolar, especialistas em pintar com cores maravilhosas os números da Previ, falam em números positivos apenas para receberem os bônus ilegais, quando na verdade a poupança acumulada pela Previ até 2014, denominada Reserva Especial, não mais existe, pois temos déficit acumulados nos últimos 3 exercícios o que nos fez perdermos o BET e ainda voltar a contribuir mensalmente para amenizar esses prejuízos. Gostaria muito que eles provasse o contrário.

Eduardo al disse...

a realidade é que tanto o déficit como o superávit são virtuais, dependem do momento, da cotação em bolsa da maior parte de nossos recursos, esta é a nossa situação, o que foi distribuido de BET foi uma antecipação que poderá fazer ou não fazer falta no futuro, somente quem recebeu e já morreu, realmente ganhou alguma coisa, nós os vivos vamos ter de esperar o que ninguém quer que aconteça, mas um dia acontecerá, no céu ou inferno sabermos o resultado, kkkkk.

Anônimo disse...

°



O Funaro subiu no telhado e levou um catatau de políticos junto com ele




°

Divany Silveira *1938 disse...




Mestre, esse jogo desta semana, vai precisar de longo tempo para
você descansar a cabeça, porque foi intensamente nervoso. Acho, Mes-
tre, que a PREVI deveria sugerir a inclusão nas circulares da proi-
bição de sexagenários pleitearem empréstimos junto à caixa que há anos
fundaram e vêm custeando, em razão de estarem com idade avançada e ,
por isto mesmo, prestes a morrer . A serem verídicas as notícias da
recusa do empréstimo , a PREVI estará lançando no comércio nacional o
fim da modalidade vendas a prazo para velhos. O pior , amigos, é que
a PREVI está considerando adolescente. Cruz Credo !!!!

Luis-BH disse...

Prof. Ari e demais colegas,
Este artigo reproduz declarações do presidente da Previ. Olhem só: ele diz que os associados têm que se preparar para correr mais riscos! kkk
http://www.arenadopavini.com.br/arena-previdencia/maior-fundo-de-pensao-do-pais-previ-reve-estrategias-e-tenta-preparar-associado-para-assumir-mais-riscos

Ari Zanella disse...

Caros colegas,

Vejam o que afirmou a jurista Janaína Paschoal, em seu Twitter de hoje:

"Lula, Dilma, Temer, Aécio e seus juristas estão todos unidos contra nós, o povo. Não se iludam! Se não formos para a rua, vão anular tudo!"

Anônimo disse...

Caro Mestre, divulgar comentários que somente concordam com suas teses, e filtrar aqueles que discordam, não me parece ser uma boa pratica de alguém que se diz cristão. Fazendo isso não irá aparecer o comentário filtrado, e o seu blog fica parecendo que todos concordam, mas lembre-se, Deus está vendo....

Anônimo disse...

Colegas,


Estamos para palhaços, deixamos de ser velhinhos trambiqueiros.
Estão nos tratando como escória social, resto de gente, inválidos, decrépitos, insanos atrás de uma vida digna.
Quando pedimos por um direito nos negam, interpondo barreiras perversas, desalmadas, cruéis e sem o mínimo fundamento.
O nojo um dia poderá virar RAIVA INCONTIDA.
Viramos mendicantes da própria poupança de uma vida inteira.
Contribuo a mais de 50(CINQUENTA)anos e aqueles que sequer se aposentaram me pisoteiam, me humilham, com suas colocações de miserável e infame juízo.
ROGO A DEUS QUE AMPARE MINHA FAMILIA, A DE MEUS COLEGAS APOSENTADOS E TAMBÉM AQUELES DE PENSAMENTO SADIO QUE ESTÃO NA ATIVA.
Estou velho mas ainda vou ver JUSTIÇA, nem que seja pela forma mais dura que o ser humano conhece.
Bom domingo aos homens com vergonha na cara!


Ari Zanella disse...

11:26

Meu caro, divulgo opiniões divergentes sem problemas. Parece que algum anônimo não dá opinião de verdade. Parece que quer espezinhar, apenas. Veja o que deletei:

"O João Rossi existe mesmo ou é um personagem?"

"Nesse blog só comentam fascistas e cristãos fanáticos (sic)"

"Nunca consigo ler os textos até o fim, parece que o cara sabe tudo...(sic)"

E tantas outras asneiras que, PARECE, vir sempre do mesmo ANÔNIMO.

Outra que agora lembrei: " Dizem que a Aapprevi é uma das melhores associações."

No princípio achei que fosse o "bode velho" que antigamente usava essa prática. Comentava como um tal de BRUNO BAUMGARTEN" principalmente atacando a nossa estimada Leopoldina Corrêa.

Fique com Deus, caro ANÔNIMO.

Anônimo disse...

Colegas, vamos todos acessar o link ao final do texto do Sr.Joāo Rossi, assinar e compartilhar!!!
A desculpa é sempre a mesma: nāo vai dar em nada!
Ok, pode ser! Mas, custa assinar???

Anônimo disse...

Alguem com conhecimento de informatica localizará o IP da mensagem e facilitará saber a origem.

Anônimo disse...

Bom Domingo a todos,

Sou de posição que os que jogam bola nas costas não devem ter voz aqui. Existem tantos veículos para esse mister. Faça uma carta para diretoria elogiando todos os movimentos feitos que sairá no site e provavelmente permanecerá para sempre. Adoram baba ovo.
Queria só acrescentar aos comentários, que, ao contrário do que reza a cartilha financeira, a maioria dos reféns dos empréstimos não chegaram ali por serem perdulários. Claro que não. O que a cartilha esconde é que foram empurrados para lá por subserviência de pessoas escravas do dinheiro e do cargo, que subtraíram seus direitos.

joao trindade disse...

Colega das 11:36

Estou contigo em todos os tópicos citados e lhe dou irrestrito apoio.

Anônimo disse...

Amigo e mestre Zanella
O progresso só brota da diferença e da democracia. Deixe os cães ladrarem aqui à vontade... É sinal de que a caravana está andando... e sua passagem está sendo sentida...Alegre-se, não se entristeça.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Uma pergunta que não me faz calar !
Receita médica, remédios que se faz de uso não deveria ser confidencial segundo a lei, segundo a ética médica entre outros ?
Será que a PREVI não esta acessando o banco de dados dos associados na CASSI para verificar a situação da saúde dos associados ?
Porque pela relação de remédios da para saber o problema que o associado tem.
Porque deve ter um contingente de associados (aposentados)que se faz uso de medicamentos fornecidos pela CASSI.
Tendo estas informações eles elaborarem parâmetros estabelecendo um escore de risco ?
É uma situação real ? Vale verificar se isto ocorre....

Anônimo disse...

É MAIS OU MENSO ASSIM:

Em todas as apresentações de resultado que estive, não vi nenhum corajoso descontente se manifestar contra o arrocho que a Previ pratica contra os aposentados do Plano 1. Incluo-me nessa.
Depois dos pães de queijo, doces, salgados, sucos, cafezinhos e chás, inicia-se a apresentação, e dali em diante vira tudo farinha do mesmo saco, e as diferenças desaparecem. É o milagre do banquete.
Caso o Dr Rossi se fizer presente, as chances de um debate, dele com a mesa, serão ínfimas. Primeiramente vão limitar o número de questionamentos a serem feitos, depois cada qual coloca sua pergunta em um papel que será entrega à mesa. Dessa quantia apenas alguns serão escolhidos, e entre as perguntas selecionadas estarão somente as de perfis dóceis e amigas. Que serão respondidas em 2 minutos.
Logo em seguido o diretor de seguridade dirá: "obrigado colegas, terei que me ausentar neste momento, antes dos demais, pois tenho que partir para ....(cidade tal), onde me aguarda a outra apresentação". Ficarão os aqui acompanhando os queridos colegas os srs fulano, sicrano e beltrano. Tchau!

Se o gordinho souber que o Rossi vai estar presente, cancela a apresentação.

Anônimo disse...

Colegas
Respondam-me por favor:

DE QUE RESOLVE ESSAS APRESENTAÇÕES DA PREVI?
DEEM-ME SOMENTE UMA!
PODE SER A MENOR POSSÍVEL!

TUDO CONVERSA FIADA. TEMPOS ATRÁS TIVERAM A CORAGEM DE MANDAR-ME UMA CORRESPONDÊNCIA COM ATRASO PARA UMA APRESENTAÇÃO EM BH.
PENSEM BEM! COM ATRASO! CLARO FOI DE PROPÓSITO!

É TUDO CONVERSA FIADA. SOMENTE PARA GASTAR: passagens aéreas e as baboseiras correlatas.
Sinceramente, eu gostaria de ser o presidente da Previ: ou eu a consertaria em 07 dias ou largaria o cargo, mas como eu não iria largar então o pau iria quebrar, mas como lá não tem iguais a mim, somente bananas é que a coisa está assim, inclusive colegas diretores sumidinhos! Será por quê?
Abs.

joao trindade disse...

O colega das 16:58 disse tudo.
Isso é Brasil, o país da dissimulação e da maquiagem, onde as REPONES só têm uma função: exaurir o dinheiro alheio (nosso) e encher o saco.

Anônimo disse...

Pessoal,
Temos que mudar de atitude! Partir para o ataque, se queremos mesmo que a atual diretoria nos atenda ao que há décadas estamos a reivindicar. Usar todas as redes sociais ou meios de comunicação a nossa disposição para criticar e denunciar o que os diretores tem feito e continuam fazendo de errada ou injusto contra nós, aposentados, é um bom começo. Não podemos é ficar calados. Se tivéssemos ido as portas da Previ para um panelasso/apitasso, não só não teriam suspenso nosso BET antes do tempo, como também o ES 180 x 180 estaria a nossa disposição. Portanto, avante pessoal! Vamos atacar! Podemos começar atacando mudando, por exemplo, a forma de tratar nossos diretores. Por que devo continuar chamando "Senhor Diretor" alguém na diretoria que só nos humilha e nos tira direitos? Isso é hipocrisia! Prá mim, uma figura como essa não passa de um mala sem alça, um incompetente apaniguada de político corrupto e igualmente incompetente.
Um abraço.

Anônimo disse...

°

O que aconteceu no bando do brasil foi o seguinte: quem trabalhou, seguiu as instruções à risca, a maioria se estrepou. Sinicalistas, pessoas que mantiveram uma outra atividade por fora, dificilmente, vieram "a se perder".
Seguir a CIC ao pé da letra travava o serviço. Nas auditorias ela era cobrada, mas no dia a dia impossível de ser praticada. Mesmo assim, quem se escorou, panfletou, piqueteou, teve sua ascensão nos últimos anos dessa tragédia PTralha. Os pós 80 (pós-97) que se dedicaram exclusivamente não se perderam, na verdade eles foram empurrados.



°

sss disse...

Você não largaria, meu caro. O BB não teria a menor consideração com você e o enxotaria num piscar de olhos. Enquanto ele detiver o voto de Minerva, não permitirá desobediência, e você sabe disso.

Anônimo disse...

Não dou conta.
Neste momento 08:03hs faltam 47 assinaturas para enviar a mensagem para a presidência da Previ.
Pensem bem para atingir uma mínima meta de 500 ainda faltam 47 assinaturas.
É demais para mim.
Abs.

Anônimo disse...

Colegas,

Sindicalista aos olhos de todos sempre foram considerados contra o trabalho.
Batiam com porretes em seus colegas que queriam ir ao trabalho.
E chamavam de democracia...

Ademir Martins disse...

realmente participar de reuniões da PREVI de nada adianta, não conseguimos falar nem divergir e, portanto, para que gastarem verbas nessas viagens desnecessárias (???)
2-"esses" anônimos que "aparecem" com comentários, também, desnecessários,........................nem sei o que dizer sobre isto, enfim, "enquanto a caravana passa os cães ladram" ou será que "enquanto os cães ladram a caravana passa"(???).......

3-180 meses para o ES, JÁ !!!!!!!!!

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Sr. Ari, tudo bem?
Uma dúvida para caso o Sr. ou alguém possa me auxiliar.
Qual o risco em eu parar de pagar a Alfacash? Não autorizei o débito em conta e mensalmente tenho depositado o valor da prestação para eles.
O convênio com o BB foi cancelado, ou seja, não deverá mais ocorrer empréstimos por conta disso.
Sei que irei para o SPC/SERASA e correrei algum risco de processo judicial, mas quero saber se poderia ocorrer problemas com minha conta corrente no BB. Não possuo nem cartão de crédito no BB nem cheque especial, somente conta corrente simples. Pode o BB bloquear minha conta/cartão e eu não conseguir mais sacar meu salário?
Abr
Carlos - Rio Pardo(RS)

Anônimo disse...

Colegas,

REVISÃO DOS RECEBIMENTOS JÁ!
É o mínimo que se pode fazer para tirar os aposentados do sufoco.

Anônimo disse...

Saiu o contracheque de outubro.

Anônimo disse...

Acho que está havendo muito pessimismo em relação ao aumento nos parâmetros/limites do Empréstimo Simples :

Fiz uma consulta a Previ e eles mim responderam hoje :

Em atenção à sua solicitação , informamos que até novembro/2017 serão realizados estudos de revisão dos parâmetros do Empréstimo Simples -
Vamos ter esperança .. Eu acredito .

Anônimo disse...

Eu também consultei a Previ e tive a mesma resposta do anon 11.46. Parece que ainda não decidiram nada sobre o ES.

Anônimo disse...

O melhor que pode ter acontecido com o emprestimo simples foi o inpc ter ficado negativo nos ultimos meses, só com esse fato, pois os outros: juros de 5% e FQM são fixos, a unica variavel é a correção monetaria que no nossa caso é o INPC, com isso o saldo devedor diminue o que antes não ocorria nos ultimos dois anos. Não vejo necessidade de aumento do limite do ES simplesmente por que a correção salarial vai ser de no maximo 2% em janeiro de 2018. Estou apenas fazendo uma analise fria e economica.

Anônimo disse...

Boa tarde,
Tudo bem com vocês?
Hoje fui a uma agencia do banco do Brasil aq em Varginha MG. Fiquei chocada com o péssimo atendimento e tudo parecia muito morto. Um gerente veio saber o q eu queria, e disse q gostaria de saber sobre o pas para meu marido. Surpreendiam, ele falou q ninguém ali sabia sequer o q era pas, mas q ele poderia me informar o 0800, só q tinha de esperar minha vez. Pasmem, sai do banco sem ser atendida.
Lu

Divany Silveira disse...



COLEGAS,ASSOCIADOS DA PREVI,TEMOS DE NOS COLOCAR NO LUGAR DA DIRETORIA!!!

Mestre, há dias venho pensando nesta luta renhida que vimos mantendo com
a PREVI no sentido de obtermos um adjutório para amenizar as nossas difi-
culdades que vimos sofrendo e que tendem a piorar no final do ano.Algumas,
idéias foram sugeridas aos diretores do Fundo, como um adiantamento com
base no seguro de vida , mas a PREVI achou improvável. Tudo bem,eles têm
responsabilidade e temos de dar-lhes um crédito, pois não acredito que
estariam negando ,simplesmente por momentos de idiossincrasias.Por outro
lado, os compromissos que temos assumido tem atendido os parâmetros refe-
tes à liquidez.E não se precisa ser mestre em economia para constatar que
é melhor aplicar num grupo tradicional do que num grande cliente, como
foi o caso da SETE BRASIL que está inadimplente há tempos. Não tenho dú-
vidas colegas que há pessoas altamente preparadas estudando nossa situa-
çao e segundo se comenta à boca pequena o volume já investido no funcinao -
lismo estaria próximo dos limites tradicionais.Então, penso que se a
questão é segurança que retarda os estudos,vamos procurar o mercado e con-
tratar um seguro em grupo , que daria um clima de normalidade aos operado-
res, já que segurança e água benta não fazem mal a ningúem.Agora, sem con-
versar não há possibilidade de acontecer nada. Oremos !!!!!

Anônimo disse...

Também concordo com o das 11:46hs
Da mesma forma informaram-me hoje tal e qual a sua resposta e em lugar algum está escrito que não haverá aumento do limite do ES e se por acaso alguém leu isto bem claro, por favor mostre-me.
Agora, há um porém: as respostas da Previ são sempre engessadas e vagas.

NOVEMBRO TEREMOS NOVIDADES A RESPEITO E ATÉ PORQUE NÃO ADIANTA ESPERNEAR E DEBATER, MAS AGUARDEMOS.
O MAIS IMPORTANTE É ASSINAR A PETIÇÃO A SER ENCAMINHADO À PRESIDÊNCIA, SÔBRE O AUMENTO DOS 25%.
Desta forma viveremos melhor e faz-se um bem danado para o espírito!
Abs.

Anônimo disse...

A Lu (13.55) ficou chocada com o péssimo atendimento BB com muita razão. Recebi carta do BB informando que meu cartão de crédito será cancelado mas eu não possuo cartão há dez anos. Solicitei que eles informem qual cartão será cancelado mas não responderam.

Anônimo disse...

A onda de reclamações e protestos por conta da revisão do ES não é por impaciência ou pessimismo mas por culpa da própria Previ ao publicar matéria classificando o ES como um risco e sem nenhuma referência a estudos de revisão.O entendimento foi que o ES não seria alterado mas agora estão dizendo que o estudo ainda não terminou.

Anônimo disse...

Colegas anônimos das 11:46 e 12:24 hs.
Longe de querer ser pessimista mas indago se as respostas que tiveram tem o
mesmo teor da que descrevo abaixo (recebida em 28.09.2017).
Se for igual será (Control "C" Control "V"). Já está pronta no sistema.

Descrevo:
Em atenção à sua solicitação, informamos que até novembro de 2017 serão realizados estudos de revisão dos parâmetros do Empréstimo Simples do Plano I.

Em caso de alterações, daremos ampla divulgação a todos os nossos associados.

Atenciosamente.

Gerência de Atendimento
PREVI

(tomara que eu esteja errado. Quando se perde a credibilidade e a confiança, automaticamente sobre acometidos de pessimismo)>

Anônimo disse...

Boa tarde prof. Ari! gostaria de saber o que se refere o Abaixo Assinado,para assina-lo e onde eu consigo visualiza-lo. Grata, Pensionista/pernambuco...

Ari Zanella disse...

Boa tarde Pensionista 16:33

A petição visa basicamente a chegar na direção de nosso fundo o pedido para reajuste devido a perdas ao longo dos anos em que só o patrocinador levou vantagens, deixando-nos, aposentados e pensionistas, em situação de extrema penúria. O pedido é de REAJUSTE EXTRAORDINÁRIO de 25% corrigidos a partir do fechamento do Plano de Benefícios Nº 1.
Quanto à visualização no site da Change.br lá consta de um modo sucinto. O presente texto deste blog é bem abrangente nas razões pelas quais pedimos. A sugestão do Abaixo-assinado partiu do próprio autor do texto, João Rossi Neto.

Anônimo disse...

ok! vou visualizar e assinar com certeza, conte comigo!abs...
Pensionista/Pernambuco

Anônimo disse...

Sobre essa tal petição sobre aumento de 25 % de aumento sobre nossa aposentadoria, será que existe alguém, dentro do quadro de aposentados da PREVI que, em sã consciência, acredita que há alguma possibilidade de que seremos atendidos? Mas, o que que é isso? A possibilidade é simplesmente zero.Há meses estão implorando por um reajuste de 10% no Empréstimo Simples, e talvez isso não ocorra, e é um empréstimo, vejam bem, com risco zero para a PREVI, e agora algum sonhador vem com essa tal petição. Só pode ser piada.

Anônimo disse...

Complementando o comentário de 14:11hs

Também de nada ou pouco adianta se a Previ não alongar o prazo do ES. Venho lembrar aos queridos e amados presidente e diretores de que os verdadeiros donos do Fundo são os aposentados e pensionistas e que esta ou qualquer outra diretoria deverá se portar no sentido da prestação de serviços a todos os donos em sua forma mais abrangente e sem nenhum favor, até porque são remunerados e diga-se muito bem remunerados.
Abs.

Anônimo disse...

Quais são as chances reais com base na legislação em ser atendida essa peticao ?

Anônimo disse...

Carlos, Eu estou no Serasa e recebo no BB na conta salário que é o mesmo número da c/c. O Alfacash saiu da minha Folha, já me negativo, mas fez proposta de negociação. Estou esperando uma proposta melhor, com um desconto maior para quitar a dívida. Tinha a opção de parcelamento também mas não compensava.E o meu caso. Acho que com você será da mesma forma. Estou negociando minhas dúvidas com quem quer negociar. Quem não Quer, que espere sua vez.

Anônimo disse...

No caso do ES, prefiro uma analise quente e não tão economica.
A nota da Previ não teria sido um balão de ensaio, o famoso "bode na sala "?
Se ninguem chia ou grita ou geme ou reclama, nada se faz.
Pedir ou exigir não ofende.Abaixo assinado neles. Sobra recursos para investir no ES.

Anônimo disse...

Já assinei a Petição.

Anônimo disse...

Colegas,

Compartilhei esse Abaixo-Assinado em vários Grupos nossos, no
Facebook, mas sinceramente estou achando que é preciso divulgar
mais.

Um abraço,

Lárara

Anônimo disse...

Quantas assinaturas já temos mestre ?

Ari Zanella disse...

Atingimos apenas 524 assinaturas. Realmente desanimador. Apenas 10% do que eu esperava atingir. Sinceramente, dá vontade de "jogar a toalha"!

Anônimo disse...

Ô MOÇADA,

VAMOS ASSINAR A PETIÇÃO. AFINAL OS BENEFÍCIOS SE FOR O CASO SERÃO PARA TODOS.
VAMOS ASSINAR.
Abs.

Anônimo disse...

Caro Sr. Professor Zanella,

A mim me parece que a falta de anuência ao abaixo-assinado é a de que nem todos frequentam o seu blog.
Também nem todos recebem informações em suas residências, nem mesmo a Previ emite mais comunicados sobre atividades.
Só imprime a revista dizendo que tudo está maravilhoso.
As associações deveriam informar via epistolar aos seus associados sobre a tal petição.
Se é caro imprimir oitavados e enviar aos interessados, façam uma chamada de aporte para cobrir as despesas de envio,
Afinal as Associações são remuneradas mensalmente, crio eu.
Só a Anabb tem 100 mil contribuintes se não me engano.
Bom dia


Anônimo disse...

Há quem siga essa frase: " O que é bom a gente divulga, o que é ruim a gente esconde ".
Muito atual quando só se fala em numeros positivos e os negativos ...oh !

Anônimo disse...

Todos os consumidores quando precisam contrair um empréstimo e/ou iniciar um relacionamento com um banco e/ou instituição financeira, os mesmos se deparam com uma cláusula nos respectivos contratos que permite o compartilhamento de dados dos clientes com outras entidades financeiras.

Por unanimidade, os ministros da 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça entenderam que tal cláusula é abusiva e ilegal, por inviabilizar que o cliente opine sobre o que o banco pode fazer com suas informações cadastrais.

Cristina disse...

Oi Bom Dia! Quero assinar, como faço?

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Ao anonimo de 16.10, 17.48hs, agradeço pelas informações.
Abr
Carlos-Rio Pardo(RS)

Henrique Augusto disse...

Carlos-Rio Pardo, também já fiz a mesma pergunta aqui, mas infelizmente não obtive resposta. Meu caso é junto a cooperforte. Mas acredito que por força da lei, nossos proventos são intocáveis. Mesmo assim, se alguém puder dar uma orientação, serei grato.

Anônimo disse...


Está corretíssimo o comentário do colega das 9:47. Recentemente ao abrir conta em uma instituição financeira o funcionário me informou que o meu risco era "x" por conta de uma varredura que é feita junto a outras instituições. Prof. vai chegar a 100 comentários esta postagem. Parabéns.

Anônimo disse...

São impenhoráveis o imóvel de residência e os proventos. O dinheiro que estiver em conta corrente pode ser bloqueado via online pelo Juiz (bacenJud) e será preciso provar que o valor refere-se a proventos.Para evitar isso é melhor cancelar a transferência automática da conta salário para a conta corrente pois na conta salário não será bloqueado. Se não tiver ação judicial basta cancelar a autorização para débito em conta. O cancelamento pode ser feito no site ou no autoatendimento do BB e o Banco apenas acata sem nenhuma interferência.

Anônimo disse...



- Assim como é o meu caso, deve ser o de muitos aposentados. ACESSO QUAL SITE PARA ASSINAR O ABAIXO?

Anônimo disse...

DEVO RENOVAR O ES-B, MESMO SABENDO QUE, EM NOVEMBRO, PODERÁ TER AUMENTO DE LIMITE? NO ES-A TENHO QUATRO PARCELAS PAGAS.

Anônimo disse...

Anônimo de 10:11 no texto acima tem um link. Clique e assine.

Anônimo disse...

Carlos
Rio Pardo

Negociei com essa Cooperativa, mande-me email:
cbernardes@uaivip.com.br
Ajudo no que for possível
Abs.

Anônimo disse...

Quando vamos colar para divulgar nos grupos a mensagem não sai completa, o que sai é a parte que fala de NAO FAÇAM NADA, ETC. Ou seja não sai a mensagem escrita falando dos 25%. Tentar control C e Ctrl V e depois deem um enter para ver como fica a mensagem na colagem. Com isso fica mais dificil a compreensão pelos colegas.

Anônimo disse...

também acho que muitos deixam de assinar por falta de informações e acesso a net...
Pensionista/Pernambuco

sss disse...

Cuidado Carlos. Eu tinha dívida com um agiota e a dívida já estava quase toda paga. Fiquei uns dois meses sem dar nada ao agiota. Ele elevou a dívida ao absurdo e ajuizou. Quando recebi o contracheque lá estava o desconto de 30% para o tal agiota. Fiquei desesperado porque meu líquido é um pouco mais de mil reais. Depois de muita luta consegui mandar aquele encosto para as ondas do mar sagrado. O juiz, nesses casos, ordena e a Previ não tem como dizer não, só recorrendo à Justiça. Te cuida.

Ari Zanella disse...

13:02

Na penúltima linha do texto (letra azul) está escrito LINK. Clique sobre ele um duplo clic.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Com a Vossa ilustre permissão; o artigo 833, do NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, reza que: "SÃO IMPENHORAVEIS", inciso IV - ... os proventos de aposentadoria... É preciso atentar para o que diz os parágrafos 1o. e 2o., do mesmo artigo: A IMPENHORABILIDADE NÃO É OPONÍVEL: "a execução de dívida relativa ao próprio bem, inclusive aquela contraida para sua aquisição e "... para pagamento de prestação alimentícia, ... bem como as importâncias excedentes a 50 (cinquenta) salários-mínimos mensais... RESUMO: débitos sobre imóveis (IPTU, Condomínio, etc.,) TEM DE PAGAR e o SALÁRIO PODE SER BLOQUEADO. Pensão Alimentícia e débitos até R$ 46.850,00, TEM DE PAGAR. Dívidas oriundas de EMPRÉSTIMOS PESSOAIS, NÃO GERAM BLOQUEIOS em conta corrente, só após decorrido o devido Processo legal, mas Pensão Alimentícia SIM.

Anônimo disse...

Cada caso que ocorre. O agiota conseguiu cobrar na Justiça estando praticando o que é crime: "No âmbito criminal, a agiotagem é considerada um crime contra a economia popular, nos termos da alínea “a” do artigo 4º da lei 1.521/51, que prevê pena de detenção de 06 (seis) meses a 02 (dois) anos".Poderia cobrar na área cível mas responderia na criminal

Anônimo disse...

Colega das 15:10

Desculpe-me, mas foi inocência sua. Agiotagem é CRIME de usura e tipificado no CPC. Mesmo ajuizado, existe a possibilidade de demonstrar a extorsão. Será que o seu advogado não lhe orientou a respeito?
Abs.

Anônimo disse...

Colega das 15:10
Veja este link público:
https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2016/10/15/interna_gerais,814527/agiota-que-retinha-cartoes-de-credito-das-vitimas-e-preso-no-triangulo.shtml

Abs.

Anônimo disse...

O empresário Mariano Marcondes Ferraz, representante da empresa Decal do Brasil, afirmou em interrogatório na terça-feira, 17, perante o juiz federal Sérgio Moro, que a Operação Lava Jato ‘foi um grande alívio’ e que ‘nunca mais’ vai pagar propina. O executivo é acusado pelo Ministério Público Federal pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em razão do pagamento de propina de US$ 868.450,00, para obter a renovação do contrato firmado entre a Decal do Brasil e a Petrobrás, no Porto de Suape, em Pernambuco.(Diario do Poder)

Anônimo disse...

Mestre,
site o antagonista informa que Paulo Bauer foi hospitalizado em Brasília-DF.
abr.

Anônimo disse...


Também compartilhei o link mas a mensagem que aparece não permite a visualização do texto e até agora nenhum colega assinou, somente dois amigos que curtiram a mensagem.

Anônimo disse...

Mestre, saiu o resultado de Setembro do plano 1 da Previ, esta no site

Anônimo disse...

Carlos - Rio Pardo e henrique Augusto, Boa noite imagino que vc se referem a cooperforte, ela pode cobrar judicialmente de nós ?, sendo que o débito saiu do contra-cheque porque este não suportou mais e para obedecer o limite de 30% a PREVI, preferiu deixar todos os credores de fora e ficar com os 30% só para ela no débito do ES? Gostaria de saber se tem mais colegas recebendo ordem judicial da Cooperforte.Obgda.

Anônimo disse...

Enquanto isso, no mundo palaciano:

http://veja.abril.com.br/politica/senado-reve-decisao-do-stf-e-devolve-mandato-a-aecio-neves/

http://veja.abril.com.br/tveja/1-minuto-com-augusto-nunes/so-vai-bem-no-senado-a-agencia-turistica/

Nove fazendo tur oficiais pela europa e, obviamente, 09 suplentes ocupando as respectivas cadeiras e benesses. Tudo por nossa conta!

Anônimo disse...

Já enviei o LINK do abaixo-assinado para Floripa-SC e para outros colegas do RS, via email. Estava em 513 assinaturas quando enviei, agora já está com 602 assinaturas.

Enviem também para os colegas conhecidos, pois eles assinarão com certeza.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais.

Caro Professor Ari, afirmo ao colega(19:53h) que a minha situação já subiu até o STJ. Sim, colega, a Cooperforte ajuíza, inclusive, usando de todos os recursos nas diversas instâncias.

Grato por tudo, coragem a todos e segue um PAZ E BEM!

"Se eu tiver que andar por um vale escuro, não temerei mal algum, POIS COMIGO ESTAIS."
Salmo 23(22),4

Anônimo disse...



O tráfico de cocaína e os bares do rio ficaram mais tranquilos com as notícias de brasília

sss disse...

Quando fiquei sabendo já havia ocorrido o primeiro débito em folha. Procurei a Defensoria Pública, entrei com pedido de estorno, depois de provar por a+b que minha situação financeira estava na pior, aliás, nem precisaria, pois o contracheque dizia tudo. Quando a situação foi normalizada, já havia ocorrido o terceiro débito, mas recebi de volta corregido.
O que mais me deixou indignado foi que o juiz mandou a Previ efetuar o débito sem ao menos verificar o meu salário.

Anônimo disse...

Mestre, fui ver a matéria citada pelo anônimo sobre o resultado da Previ até setembro, rendeu 11,02% , sobrando mais de 7 bilhões. O Sr poderia fazer uma avaliação?

Anônimo disse...

°




Hoje ficou explícita a importância e a representatividade do poder legislativo brasileiro




°

Anônimo disse...

Dr. Medeiros fez análise do resultado de Setembro

Anônimo disse...

Votaram para devolver o mandato a Aécio Neves:

Airton Sandoval (PMDB-SP)

Antonio Anastasia (PSDB-MG)

Ataídes Oliveira (PSDB-TO)

Benedito de Lira (PP-AL)

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Cidinho Santos (PR-MT)

Ciro Nogueira (PP-PI)

Dalirio Beber (PSDB-SC)

Dário Berger (PMDB-SC)

Davi Alcolumbre (DEM-AP)

Edison Lobão (PMDB-MA)

Eduardo Amorim (PSDB-SE)

Eduardo Braga (PMDB-AM)

Eduardo Lopes (PRB-RJ)

Elmano Férrer (PMDB-PI)

Fernando Coelho (PMDB-PE)

Fernando Collor (PTC-AL)

Flexa Ribeiro (PSDB-PA)

Garibaldi Alves (PMDB-RN)

Hélio José (PROS-DF)

Ivo Cassol (PP-RO)

Jader Barbalho (PMDB-PA)

João Alberto Souza (PMDB-MA)

José Agripino (DEM-RN)

José Maranhão (PMDB-PB)

José Serra (PSDB-SP)

Maria do Carmo Alves (DEM-SE)

Marta Suplicy (PMDB-SP)

Omaz Aziz (PSD-AM)

Paulo Bauer (PSDB-SC)

Pedro Chaves (PSC-MS)

Raimundo Lira (PMDB-PB)

Renan Calheiros (PMDB-AL)

Roberto Rocha (PSDB-MA)

Romero Jucá (PMDB-RR)

Simone Tebet (PMDB-MS)

Tasso Jereissatti (PSDB-CE)

Telmário Mota (PTB-RR)

Valdir Raupp (PMDB-RO)

Vicentinho Alves (PR-TO)

Waldemir Moka (PMDB-MS)

Wellington Fagundes (PR-MT)

Wilder Morais (PP-GO)

Zezé Perrella (PMDB-MG)

Fonte:http://veja.abril.com.br/politica/veja-como-votou-cada-senador-sobre-afastamento-de-aecio-neves/

Anônimo disse...

17/10/2017
Plano 1 tem superávit de R$ 7,34 bilhões em 2017
Resultado em setembro é de R$ 3,13 bilhões. Confira o Boletim de Desempenho com informações detalhadas sobre o plano.

O Plano 1 da Previ teve um superávit no mês de setembro de R$ 3,13 bilhões, com uma rentabilidade de 2,47%. Apesar da conjuntura econômica desafiadora, o maior e mais antigo plano da entidade vem apresentando resultados positivos, provando a força da governança e dos ativos da carteira de investimentos. Confira o Boletim de Desempenho com as informações detalhadas sobre o resultado do plano de benefícios.


OS CARAS SÃO BONS PARA MOSTRAR O COPO MEIO CHEIO DE VAZIO

Ari Zanella disse...

23:20

O resultado veio melhor do que o esperado. Não nos esqueçamos que mesmo com esse belo resultado, ainda temos mais de seis bilhões de déficit. Estamos levando sorte na Renda Variável ações em bolsa, já que a bolsa continua na faixa dos 76.000 pontos. No entanto, nas participadas as performances de algumas estão deixando a desejar. Enalteço que temos o equivalente da Renda Variável em Renda Fixa. Nesta ganha-se menos mas nunca se perde. Na RV tivemos perdas (robustas) desde 2014 (2015 e 2016). Somente neste ano houve boa recuperação. Mas quem garante que não volte a cair? Torço para que não. Que tenhamos mais e mais superávites para deixarmos de contribuir. Engraçado como a PREVI (incluo o Dr. Medeiros) só ressalta o lado positivo, sem preocupar-se com os riscos que corremos sem necessidade.
(O Powerpoint está ótimo na transparência, no mesmo naipe das exposições que fazem aos conselheiros lá no fundo.)

Anônimo disse...

Reclamam como nunca. Ano que vem votam errado na Previ como sempre.

Anônimo disse...

Professor, pelo que está no site da Previ no material que é possível baixar na matéria de resultado, que as ações da Vale estão contabilizadas a 29,73 e ontem fecharam a 33 na bolsa, então deve ter muito mais a ser contabilizado no balanço de final do ano, portanto a Previ estaria perto do equilíbrio ?

Anônimo disse...

Professor Ari, o senhor lembra a nós, aposentados, nessa sua postagem, que mesmo com esse belo resultado, ainda temos 6 bilhões de deficit. Essa lembrança não é nada animadora para quem está todo dia pedindo aumento de benefício, a volta do BET ou o ES 180 X 180. Só imagino de quanto vai ser o valor do bônus que será distribuído entre os diretores, pois com a diminuição do déficit acredito que será bem maior. Aliás com déficit em queda ou déficit em alta, para a diretoria não tem tempo ruim, estão sempre se auto presenteando com bonificações milionárias. Que tal ficarmos de olho este ano? Se não tivermos benefício este ano, não terá para ninguém!
Abraço.

Anônimo disse...

Mestre, eu ainda não tinha visto esse material que a Previ tinha divulgado, mesmo que possamos ter críticas, está muito bom, de fato, começou a ter transparência, não acha?

joao trindade disse...

Colega das 23:23 h, de 17.10.17,

Vendo a relação mostrada pelo amigo, só tenho uma frase para aquele pessoal traidor da nação brasileira: ¨Cambuta de filhos da pada!¨.

Anônimo disse...

Rs. O super-herói Paulo Bauer votou A FAVOR do Aécio...rs?

Anônimo disse...

Bom dia a todos, obrigada Fernando Lamas, pelo esclarecimento, estou péssima com tais acontecimentos, deveríamos ser protegidos pela lei do idoso, mas essa so funciona em filas.Vou tentar a justiça gratuita para me defender.Obgda.

Ari Zanella disse...

Aos anônimos das 0:20 e das 0:59

A avaliação de mercado da Vale é feita a cada ano (em dezembro). Neste ano só saberemos se teve lucro mesmo nessa avaliação. Na bolsa esse valor de R$33 pode oscilar...

O bônus é fixo mas pode haver maior quantidade de meses a receber posto que depende do desempenho (bom) dos diretores. Por isso que priorizam as notícias sobre os superávites e o bom desempenho dos membros da diretoria executiva.
(Incrível, mas parece o bom momento é devido por causa deles, não pelo ótimo desempenho da Bovespa.)

Anônimo disse...

Um bom investimento à vista para a PREVI:

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-quer-transformar-caixa-em-empresa-de-sociedade-anonima,70002050357

Anônimo disse...

Senhores Aposentados,

Qualquer make trifle gestaria tais resultados, olhando-se nua e cruamente a performance da Bolsa de Valores, no Brasil.
Opinião de um leigo que tenta entender a razão de o maior Fundo de Pensão da América Latina, não conceder benefícios aos seus aposentados, enquanto paga BONUS aos seus "administradores".
Proventos ilegais/imorais aos estatutários, res. 26, ditadura do patrocinador, etc. Etc..
Se não lamentável, muito estranho...

Anônimo disse...

DEVO RENOVAR O ES-B, MESMO SABENDO QUE, EM NOVEMBRO, PODERÁ TER AUMENTO DE LIMITE? NO ES-A TENHO QUATRO PARCELAS PAGAS.

Anônimo disse...

A relação dos políticos que votaram a favor do Aécio e os que votarem mais uma vez a favor do Temer deveria ser impressa e distribuída a toda população e afixada em lugares públicos até a próxima eleição porque o povo esquece.

Blog do Ed disse...

Eta ferro!Bota superávit volátil na Bolsa para alcançar esse valor da Reserva de Contingência!...
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Só há uma certeza quando se observa o bom resultado do "PB-1" até setembro publicado no site da Previ. Haverá o pagamento do imoral bônus de remuneração variável para os membros da diretoria executiva. O que poderá restar para os ditos donos do fundo? Só o Sr. Medeiros poderá responder essa pergunta.

Ari Zanella disse...

Quero agradecer ao telefonema da Marisa Moreira (RJ). Disse que vai abraçar a nossa causa e que irá multiplicar as assinaturas. Deus lhe pague, querida Marisa!

sss disse...

Estou contigo, meu colega. A maioria vota errado, ou nem vota, depois fica reclamando, o resultado é esse que aí estar.

Anônimo disse...

Sindicatos perdem 1 milhão de associados em quatro anos
Redução de associados aconteceu mesmo diante do aumento da população ocupada

A sindicalização perdeu força no Brasil. Em quatro anos, a população de trabalhadores associados a algum sindicato caiu de 17,9 milhões para 16,9 milhões. Ou seja, 1 milhão de pessoas se desvincularam de uma entidade representativa da classe trabalhadora. É o que aponta um suplemento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgado nesta quarta-feira (18/10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia mais notícias em Economia

O destaque não fica por conta apenas da dessindicalização. A redução de associados aconteceu mesmo diante do aumento da população ocupada. Os 17,9 milhões de sindicalizados representavam em 2012 uma proporção de 13,6% dos 131,5 milhões de ocupados. Em 2016, essa dimensão recuou para 12,1%, mesmo a força de trabalho tendo atingido um total de 139,1 milhões.

A queda na sindicalização foi disseminada entre trabalhadores do sexo masculino e feminino. Entre 2012 a 2016, a proporção de homens caiu de 15,3% para 14,8%, o que representa um recuo de 0,5 ponto percentual. A redução entre mulheres foi mais notável, caindo de 11,9% para 11,2%, uma retração de 0,7 ponto percentual.

Os nordestinos foram os que mais se mantiveram fiéis aos sindicatos. Embora a proporção de sindicalizados na região tenha caído no mesmo período analisado, de 15,7% dos ocupados, em 2012, para 14,7%, em 2016, -- o que representa uma queda de 1 ponto percentual --, o recuo foi o menor entre as regiões pesquisadas.

A região Sul foi onde a dessindicalização foi mais notada. Há quatro anos, 16,8% dos sulistas eram associados a algum sindicato. No ano passado, essa proporção caiu para 14,2%, o que representa uma retração de 2,6 pontos percentuais.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2017/10/18/internas_economia,634415/sindicatos-perdem-1-milhao-de-associados-em-quatro-anos.shtml

ESSE CRÉDITO DEVEMOS DAR AOS PTRALHAS. ENSINARAM AO PAÍS QUE NÃO PASSAM DE UM BANDO DE DESOCUPADOS

Anônimo disse...

Hoje de manhã enviei o abaixo-assinado para o grupo Ex-BB SANTO AUGUSTO, no Whatsapp, e em 4 horas foram 36 assinaturas feitas pelo grupo. Orientei para que acessassem o blog do Ari e o LINK no final. Tenho certeza que o grupo, que tem muiiiitos participantes, vai assinar maciçamente o abaixo-assinado. Vamos todos divulgar com os colegas através de email e Whatsapp. Também já envieipsara colegas de Floripa, RS, ES e GO.

Pedro

Anônimo disse...

Simone Tebet?

Política é com toda sua pomposidade e glamour uma sultoosa BOSTA.

Anônimo disse...

so tem um jeito, liberar 50% do seguro de vida.

Anônimo disse...

Sinicalistas estão em extinção junto com os bancários do arrazoado do Medeiros. Morre o ser vivo e os sanguessugas vão no vácuo. Os vampiros fundarão o sinicato dos ex sinicalistas e se chuparão uns aos outros (sempre no bom sentido)

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Ajude-nos também na petição 25% endereçado ao Presidente da Previ.

Queremos muito esta sua ajuda, TAMBÉM!!

O link o senhor conhece

Abs.
Seus colegas

PENSIONISTA/PERNAMBUCO disse...

Boa tarde Prof.!Esse abaixo assinado, só quem pode assinar é aposentado e pensionistas, ou qualquer pessoa pode?

Anônimo disse...

Não consigo ver onde assinar.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

ES - SUSPENSÃO DE PARCELAS - Será que existe alguma chance? Pouco se fala nisso. Que saudades do tempo que ganhávamos essa opção, para dez/jan/fev e às vezes tb em mar/abr/mai.

Abr,carlos

Anônimo disse...

Caro colega das 16:40 de 18/10

A assinatura é virtual: click no link e insira seu email válido, seu nome no campo próprio, seu sobrenome no campo próprio e no retângulo de cor vermelha: click. Pronto. Você acaba de efetuar sua primeira assinatura virtual. OK? Parabéns!
Tem jeito de conferir firma não! Falou? rs...rs...rs...rs...rs...
Abs.

Anônimo disse...

so tem um jeito, liberar 50% do seguro de vida

Anônimo disse...

Anônimo 10:47, com sua permissão, estou pedindo ao distinto Ari para reproduzir o seu oportuno comentário, com o qual concordo plenamente.
"Qualquer make trifle gestaria tais resultados, olhando-se nua e cruamente a performance da Bolsa de Valores, no Brasil.
Opinião de um leigo que tenta entender a razão de o maior Fundo de Pensão da América Latina, não conceder benefícios aos seus aposentados, enquanto paga BONUS aos seus "administradores".
Proventos ilegais/imorais aos estatutários, res. 26, ditadura do patrocinador, etc. Etc..
Se não lamentável, muito estranho..."

Abraço

Anônimo disse...

Professor Ari,

Este post é o recordista de comentários?

Anônimo disse...



MESTRE ARI Acaso outro Fundo de Pensão paga bonus
aos seus diretores Ou é só a previ que faz isso?
Caso seje só a previ tem um modo de impedir?
Pelo minimo enquanto durar situação de recupe-
rar o quadro deficiente na finanças.

Ari Zanella disse...

23:00

Sim. É o recorde de comentários e também de visualizações (2000).

Ari Zanella disse...

23:20

Pelo que sei é apenas o nosso fundo que paga bônus. É uma política do Banco do Brasil que foi transferida aos indicados do BB na PREVI. Da mesma forma a remuneração do fundo (diretoria) é equivalente ao vencimento de um diretor do BB, porém, na PREVI foi estabelecido pelo Conselho Deliberativo nosso. Como lá na diretoria é paritário, os nossos eleitos ganham o mesmo.

Anônimo disse...

Colegas,


VERGONHA o que acontece com o nosso país.

Anônimo disse...

Os ex-colegas BB Santo Augusto (grupo no Whats) está assinando em massa. Eita grupo participativo,animado e decidido.

Pedro

Anônimo disse...

Amigo e Professor Zanella, para meus ex-colegas de trabalho, compartilhei e pedi que participem do abaixo-assinado, até porque é benefício de todos.
Tentei ingressar em um grupo fechado do facebook, chamado "Previ para todos", até agora, já fazem uns três dias, não me deram autorização para entrar, vou aguardar um pouco mais; entrando, vou convidá-los também.
Outra coisa, eu acredito que venha alguma surpresa na virada do mês em relação ao ES, vamos aguardar com fé.

Josué
PARANÁ

Anônimo disse...

Professor Zanella uma informação: se renovar o ES amanhã, e colocar o crédito para 01/11, começo a pagar sómente em dezembro, ou tenho que colocar o crédito para o dia 03/11, pois dia 02/11 é feriado nacional? Obrigado se informar?

Anônimo disse...

Vamos incendiar



Nero

Anônimo disse...

Prof. Ari,

Permita-me perguntar o seguinte: Independentemente de ter reserva, apresentar superavit, apresentar deficit, a bolsa estar em alta, a bolsa estar em baixa, a Previ paga bônus somente aos seu diretores? Aposentados precisam saber disso, se esse direito consta nos normativos da Previ, para não ficarem reclamando de um direito que não tem.
Obrigado

Obrigado

Anônimo disse...

Complementando minha pergunta/comentário: ... aposentados precisam estar informados disso, até porque não é interessante ficar perdendo tempo lendo noticias do tipo, o deficit da Previ aumentou, o superavit caiu, a bolsa subiu, a bolsa caiu, as reservas atingiram 25% , etc, e etc.

Obrigado.

Anônimo disse...

Desculpe-me se estou atravessando a nota, anônimo das 13:00hs

Corrija-me o Ary se estiver errado, mas no caso em pauta, a Previ creditando o troco no dia 01/11 como 03/11 a primeira prestação debitar-se-á somente em 12/17.
No meu caso sempre e quando faço coloco o crédito para dar-se no primeiro dia útil do mês subsequente e sendo assim a primeira parcela somente será paga no mês seguinte ao crédito do troco.
Abs.

Ari Zanella disse...

13:00

Pode ser dia primeiro, porém, as datas já estão configuradas no sistema por ocasião do preenchimento. Observar que o intervalo MÍNIMO é dois dias. Pode ser que ainda não conste o dia 01.11, nem o dia 03. Isso porque tem um número máximo de dias também. Mas, em suma, o procedimento é esse: Fazer o pedido num mês PARA CRÉDITO NO MÊS SEGUINTE.

Anônimo disse...

BREAKING NEWS. BUEMBA BUEMBA. (com a devida licença dos criadores do bordão)
A OAS foi autorizada a vender ao fundo MUBADALA ,fundo soberano de Abu Dhabi, sua participação na empresa INVEPAR.
A Previ é socia na Invepar e deve "seguir o líder", bem como os demais fundos sócios na INVEPAR.
Vamos ver agora como estava a situação dos investimentos da Invepar, especialmente o aeroporto de Cumbica em Guarulhos SP .
Esses investimentos não são muito comentados pela Previ.

Luis Gilberto Gall disse...

Rossi Neto
Acompanho na íntegra seu posicionamento.

Beto Gall

Anônimo disse...




Existem diretorias de en presas (future) na América Latrina, que para escamotear a sua incompetência jogam de acordo com a volatilidade do mercado bursátil. Deu positivo: eles......... Deu ruim:conjuntura .............


Old Trade Center

Anônimo disse...

Caríssimos Colegas,


Minha decepção com tudo neste Brasil é tão grande mas tão grande que se ela matasse ELES estariam todos defuntados.

Anônimo disse...

este vai bater o recorde de participação, vai chegar a 200.

Anônimo disse...

Caro Ari,

Filhos, esposas, esposos, parentes de funcionários(as) participantes da Previ também pidem assinar a Petição?

Henrique Augusto disse...

Bom dia. Não recebi nenhuma ordem judicial (cooperforte), mas tenho receio que isso aconteça. Vou entrar em contato com a Cooperforte pra ver se alivio a ansiedade. Comentarei aqui a resposta.

Henrique Augusto disse...

Gostaria de agradecer aos colegas no auxílio relativo a débito junto a Cooperforte. A adrenalina deu uma aliviada.

Henrique Augusto disse...

Muito obrigado mesmo.

Henrique Augusto disse...

Muito obrigado