segunda-feira, 6 de junho de 2016

NÃO BASTA REPUDIAR, TEM QUE PROVAR QUE É INOCENTE

    Claro que o PT através de seu líder maior está totalmente imerso neste mar de lama que está sendo paulatinamente expurgado em todo o país. Torna-se evidente que o partido apoiador do PT nos dois últimos pleitos, por duas vezes doando seu candidato a vice na mesma chapa (2010 e 2014) é o maior cúmplice dessa malfadada empreitada de arrecadação por doações fruto de operações fraudulentas, através de contratos superfaturados dos quais saíam as propinas que abasteciam proficuamente as campanhas dos aliados.
    Vemos hoje os políticos negarem com veemência as acusações dos delatores. Sarney divulga nota chamando de absurdas as revelações de Sérgio Machado, delator que esteve à frente da Transpetro de 2003 a 2014. Ora, antes de repudiar é preciso provar inocência. Tudo será devidamente comprovado, se tivermos bons investigadores. Está na hora de condenar e prender os políticos, pois os empresários já estão presos. A presidente afastada condena a imprensa pelo vazamento de informações seletivas, mas não faz qualquer ameaça de processar Marcelo Odebrecht pelas declarações. Aliás, em vez de viajar pelos estados com nosso dinheiro, vaiada em SP numa pizzaria, melhor faria se admitisse de vez sua culpa ou provasse sua inocência.
    E senadores, enquanto isso, começam a negociar vantagens para votar a favor do afastamento definitivo. Uma vergonha, não é Romário? Pois é, o Brasil antes de se regenerar vai deixar um rastro de piora do quadro. Ninguém parece ter consciência do mal que fazem a todos os brasileiros, incluídos os doze milhões de desempregados!
PELO FIM DESTA ENTIDADE QUE FATURA MILHÕES DO DINHEIRO PÚBLICO PARA FAZER DOS TRABALHADORES MASSA DE MANOBRA! PELO IMEDIATO FIM DO IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO!!!

17 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho que é justamente o contrário. Cabe ao acusador ônus da prova. Empresários. Empresários são presos - a privação da liberdade deve ser a PIOR coisa que existe - e, amedrontados e encurralados, delatam QUALQUER coisa. O primeiro que acusar diretamente o LULA ganhará o Prêmio Nobel..rs. Ademais, você deveria incluir no seu fantástico post também o PSDB (nunca vi..rs), ou você acha que, neste rio de dinheiro, eles também não tiveram sua gorda parte? Bastou Cerveró citar 100 MILHÕES de propina para o FHC para imediatamente SUMIR do noticiário! No mais, dada a nossa impossibilidade de influir na política de nosso Pais, a não ser que sejam convocadas eleições gerais, seria muito bom que o blog - que é seu, claro - voltasse a tratar daquilo que realmente nos importa agora, ou seja, DILAÇÃO DE PRAZO/AUMENTO DO LIMITE do nosso Empréstimo Simples, RETORNO da Margem Consignável de 70% para o Financiamento Imobiliário (prestações - embora descontadas em folha - não deveriam ser consideradas "consignações", pois existe GARANTIA REAL do Empréstimo, o PRÓPRIO IMÓVEL). Na minha opinião, interpretaram errado a Lei, e isto precisa ser revisto. Estas são as coisas que nos interessam, no momento.
Nascimento

P.S.: Acho que o blog perde muito, tornando-se exclusivamente político. Principalmente com a exposição dos textos MUITO longos de um assessor tucano, totalmente seletivo, vulgo Akinator ( o fabuloso gerador de lero-lero).

joao trindade disse...

O tal partido dos trabalhadores (tudo minúsculo, mesmo) poderia adotar novo ¨slogan¨:
¨BRASIL, PAÍS DE TODOS OS OTÁRIOS (NÓS)¨.

Anônimo disse...

Será que todos os ex presidentes da república de um país da AL serão presos?
Acharam digital de TODOS na cena do crime...
Como em todo filme sobrará para o mordomo

Anônimo disse...

Neste exato momento assisto um documentário sobre a Venezuela.


Deus tenha misericórdia deles e de nós.


" O que o homem plantar será exatamente o que irá colher". Isso é bíblico. Não há possibilidade de plantar jiló e achar que colherá uvas.

Provérbios 31

"Não convém aos reis, ó Lemuel; não convém aos reis beber vinho, não convém aos governantes desejar bebida fermentada,
para não suceder que bebam e se esqueçam do que a lei determina, e deixem de fazer justiça aos oprimidos.
Provérbios 31:4,5

Anônimo disse...

Professor Ari,

No site da Folha de São Paulo tem um vídeo interessante, onde o Cerveró fala sobre responsabilidade de Pasadena.

Anônimo disse...

Negócios da Petrobras teriam rendido pelo menos meio bilhão em propina
Durante delação premiada, Cerveró falou que pelo menos 11 políticos teriam recebido este dinheiro

iG Minas Gerais | Da redação | 06/06/2016 09:16:56


Segundo informações do jornal 'O Globo', o ex-diretor internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, revelou, em sua delação premiada, o pagamento de pelo menos R$ 564,1 milhões em propina envolvendo negócios da estatal e da BR Distribuidora.

O valor mais alto de propina paga se refere à aquisição pela Petrobras, em 2002, da empresa petrolífera argentina Pérez Companc. Segundo Cerveró, o negócio rendeu US$ 100 milhões em propina para integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
Em 2007, outro negócio relativo à Pérez Companc voltaria a render propina. Durante a venda da Transener, principal linha de energia que liga a Argentina de norte a sul e que era da Pérez Companc, em 2003, Nestor Kirchner assumiu a Presidência da Argentina e, segundo Cerveró, fez pressão para a Petrobras vender a Transener.

O negócio foi fechado com um amigo de um ministro da administração Kirchner e rendeu pelo menos US$ 300 mil (R$ 1,06 milhão) para Cerveró e outros US$ 300 mil para o lobista Fernando Antônio Falcão Soares, mais conhecido como Fernando Baiano. Entretanto, segundo o próprio Cerveró, a maior parte da propina ficou no país vizinho.

Ainda segundo o ex-diretor, a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, rendeu propina para o ex-senador Delcídio Amaral, Fernando Baiano e o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, entre outros. O valor seria de aproximadamente US$ 15 milhões.

A aquisição de sondas também levou ao pagamento de pelo menos US$ 24 milhões em propina. Cerveró apontou como recebedores dos dinheiro o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e Delcídio, entre outros.

Segundo Cerveró, a compra de blocos de petróleo em Angola gerou propinas de R$ 40 milhões a R$ 50 milhões para a campanha de reelição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. O ex-diretor citou ainda pelo menos R$ 26 milhões em propinas para Fernando Collor envolvendo negócios da BR Distribuidora. Ele também falou de propina, mas sem entrar em detalhes, para a campanha de alguns petistas, como Jaques Wagner, em 2006.

Cerveró mencionou também a interferência da ex-ministra Ideli Salvatti para que a BR Distribuidora renegociasse uma dívida de R$ 90 milhões que a transportadora Dalçoquio tinha com a estatal. Outro ponto da delação é o prejuízo de US$ 40 milhões (R$ 141,6 milhões) com a interrupção da obra da fábrica de lubrificantes em Duque de Caxias (RJ). Disse ainda que o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão ordenou o fundo de pensão da estatal, Petros, a investir no Banco BVA, que viria a falir.
Outro lado

O ex-presidente Fernando Henrique soltou nota defendendo o ex-presidente da estatal Francisco Gros. “Na época o presidente da Petrobras era Francisco Gros, pessoa de reputação ilibada e sem qualquer ligação politico partidária. Afirmações vagas como essa, que se referem genericamente a um período no qual eu era presidente e a um ex-presidente da Petrobras já falecido, sem especificar pessoas envolvidas, servem apenas para confundir e não trazem elementos que permitam verificação”.

O Instituto Lula rechaçou todas as acusações vindas de Cerveró, assim como o ex-ministro Jaques Wagner.

Os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e o afastado da Câmara, Eduardo Cunha, negaram ter recebido quaisquer vantagens indevidas. Os senadores Jader Barbalho e Edison Lobão adotam a mesma posição em relação a Cerveró.

O senador Fernando Collor disse repudiar “os termos da delação que são absolutamente inverídicos”. Ideli Salvatti disse que Cerveró “mente em todas as suas declarações”. Apesar de ter feito delação premiada, o ex-senador Delcídio Amaral afirmou à Polícia Federal não ter recebido propinas.

Fonte:http://minasgerais.ig.com.br/?url_layer=2016-06-06/11314285.html

QUEM SE SALVARÁ?

Anônimo disse...

Colegas,

Cada um e cada qual tem o direito de usar de seus meios de comunicação do modo que melhor lhe aprouver, com responsabilidade.

Abordar diferentes assuntos em um blog é de interesse de muitos.

No meu caso leio o que me interessa, sobremaneira os temas relativos a minha aposentadoria, que não estão circunscritos somente na Previ/Cassi/BB.

Tenho certeza de que outros colegas estão, também, interessados em ouvir situações de cunho politico.

A politica e os governos nos afetam DIRETAMENTE, por isso se torna vital que saibamos o pensamento de todos, os adversários e os de mesma opinião.

Devemos estar atentos para todos os assuntos que nos dizem respeito enquanto sociedade.

Anônimo que lê quase tudo...


Anônimo disse...

Michel Temer acaba de anunciar suspensão das nomeações em diretorias de estatais e seus respectivos fundos de pensão até que seja votado no Congresso o projeto que prevê profissionalização desses cargos.

Isso por acaso afeta a nomeação da chapa vencedora na Previ?

Anônimo disse...

Aparelhamento, ingerências e outras investidas políticas são responsáveis pela malversação do patrimônio dos Fundos de Pensão das Estatais. Como ficar alheio aos passos, digo, às pegadas desse segmento?

Edmilson lopes de sousa disse...

atend@previ.com.br
15:43 (Há 46 minutos)

para mim
Nº de Atendimento: 65240200
e-mail: py4bsl@gmail.com


Senhor Edmilson,

O Clube de Benefícios da PREVI estabelece parcerias com empresas para que estas concedam diretamente aos associados da PREVI descontos e vantagens na compra de produtos e serviços.

A PREVI limita-se a divulgar para os seus associados as ofertas e vantagens oferecidas exclusivamente pelas empresas parceiras. Os percentuais de desconto e as vantagens oferecidas são de responsabilidade da empresa, sem ingerência da PREVI.

A divulgação de uma oferta pelo Clube de Benefícios não é garantia de menor preço. A PREVI recomenda sempre que o associado faça pesquisa de preços antes de comprar um produto ou contratar um serviço.

Atenciosamente.

Gerência de Atendimento
PREVI

O retorno desta mensagem não é monitorado. Caso necessite respondê-la, encaminhe sua mensagem por meio da seção Fale Conosco, opção Participante.

------------

Anônimo disse...

COMPARATIVO EMPRÉSTIMO SIMPLES PREVI X CDC FUNCI BB

Se você está pensando em tomar um ES, analise tomar um Empréstimo CDC Funcionário, do BB. E olha que o BB visa lucro e a Previ não.

O Empréstimo CDC Funci tem juros de 1,6% a.m. para prazo de até 60 meses e 1,8% a.m. para prazo de 60 meses (5 anos) a 8 anos.
Tomemos por exemplo um empréstimo de R$ 25.000,00 no prazo de 60 meses.
No ES as prestações serão de R$ 551,32 com reajuste anual das prestações e saldo devedor.
No Empréstimo CDC Funci as prestações serão de R$ 750,00 fixas.

Estima-se que com está inflação de 10% ao ano corrigindo o ES mais juros, dentro de 2 anos e meio a prestação do ES estará igual ao do Empréstimo CDC Funci. Com 3 anos e pouco a prestação do ES estará superior.

O pior que com o Empréstimo imobiliário isso não ocorre. Nele as condições são mais amigáveis. Só que empréstimo imobiliário ficou restrito a poucos, notadamente aos que recebem mais, ou seja, aos marajás da Previ, em especial aos agraciados com valores acima do teto.

Assim, antes de contratar o ES e ser surpreendido com prestações astronômicas e saldo devedor impagável, analise o que o BB lhe oferece.
Não ganho nada com isso, apenas quero livrá-los de dissabores futuros.

Anônimo disse...

COLEGAS,

Leiam:

http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/06/06/temer-anuncia-suspensao-de-contratacoes-em-empresas-estatais.htm

Abs.

Anônimo disse...

ES PREVI PERDER PRA CDC BB VAI EMPATAR COM QUEM?

Anônimo disse...

Quando funcionário do Banco era comum embate com a tropa do pt que condenava a tutela do estado e toda a estrutura criada pelo Getulismo, pregavam a extinção do imposto sindical, pensei, será que essa raça abriria mão de qualquer recurso, por menor que fosse, sempre duvidei, e vivi para ver, com a ascensão do pt ao poder as centrais sindicais foram chamadas, e quando tinham tudo para abrir mão do imposto sindical voltaram atrás, como eu sempre imaginei, são mesmo previsíveis.

Anônimo disse...

Esse EMPRESTIMO SIMPLES da Previ, verdadeiramente, está me tirando o sono. A gente paga, paga, paga e o saldo devedor não está sendo reduzido.Por outro lado o valor das prestações estão aumentando muito. Acho que entramos numa fria. Quem poderá nos ajudar?

Anônimo disse...

06/06/16 16:03

Acredito que não, pois foram eleitos com base nos estatutos em vigor. No momento o que estaria sustada seria a indicação de novos nomes do patrocinador. S.m.j.

Marcelino Maus disse...

OS PROBLEMAS DO BRASIL - há 13 anos:

LULA e DILMA - dois analfabetos escolhidos por serem "simpáticos" aos eleitores da extrema pobreza. Marionetes escolhidos pelo PMDB, PSDB e Empreiteiros.
http://www.diariodobrasil.org/o-fim-dos-personagens-criados-por-joao-santana-lula-e-dilma-nunca-governaram-o-brasil/#

http://cesarrodriguesassis.blogspot.com.br/2015/09/dilma-nunca-governou-nem-vai-governar-o.html

Engulam essa.