quinta-feira, 11 de setembro de 2014

PONTO E CONTRAPONTO

VISTO, LIDO E OUVIDO


COMENTÁRIOS ENVIAR PARA:  
circecunha@gmail.com e arigcunha@ig.com.br  



Auditoria independente já! 
Antes que a nova presidência assuma há necessidade de se apresentar um laudo técnico e isento sobre as finanças dos Fundos de Pensão como o Petrus , o Postalis, o Previ, Funcef  e outros fundos mantidos com o dinheiro do trabalhador. Também o FGTS deve ter suas contas analisadas numa eventual auditoria externa. Outros aspectos das finanças públicas devem ser observados com a atenção, como é o caso dos empréstimos  e dos perdões feitos à muitos países do terceiro mundo. Ainda devem merecer atenção dos auditores   as obras no exterior feitas com dinheiro público . Uma radiografia para ser completa não pode deixar de examinar também  a situação dos sindicatos, das ONGs e das empreiteiras bem como suas econômicas com o estado.  Aspectos com o  enriquecimento de pessoas e partidos devem fazer pauta da mesma auditoria. Não se trata aqui de caça às bruxas, mas tão somente de cuidar do suado dinheiro do povo. Caso o eleito despreze esse alerta é bem provável que ele conheça o verdadeiro significado da expressão herança maldita. 
As frases que foram pronunciadas: 
“Ensinar exige rigorosidade metódica” (Paulo Freire) “Avaliar também” (Paulo Cardim) 
RESPOSTA DA PREVI:

Sr. Colunista, 


Em função de ter sido citada em sua coluna, na edição de hoje (10/09/2014), do Correio Braziliense, a PREVI, em respeito aos seus participantes, registra o seguinte posicionamento, que gostaríamos de ver publicado, para melhor esclarecer os leitores deste veículo: 


1) A PREVI possui cerca de 200 mil participantes e nunca deixou de honrar rigorosamente seus compromissos. Anualmente, tem pago mais de R$ 9 bilhões em benefícios aos seus aposentados e pensionistas;

2) Para tanto, pratica a gestão ativa dos recursos sob sua administração, por meio da diversificação dos investimentos, estratégia que tem se mostrada acertada e que nos permitiu registrar um superávit acumulado de R$ 21,4 bilhões em junho/2014.

3) Nos últimos dez anos (2004 a 2013), a rentabilidade da PREVI, de 374,1%, superou significativamente a meta atuarial de 199% e benchmarkings de mercado, tais como Taxa Média Selic (216,9%) e Ibovespa (131,4%);

4) O patrimônio da entidade continua crescendo: terminou o primeiro semestre de 2014 em R$ 173,5 bilhões contra R$ 165,1 bilhões em 2013 e R$ 170,1 bilhões em dezembro de 2013;

5) Os planos administrados pela PREVI são auditados sistematicamente por empresa de auditoria externa independente, de grande porte e reconhecida internacionalmente, cujo parecer é livre de qualquer ênfase ou ressalva e encontra-se disponível no site www.previ.com.br

6) O modelo de governança prevê a segregação de funções entre as áreas que compõe o corpo técnico, bem como a paridade entre dirigentes eleitos pelos associados e indicados pelo patrocinador, nas diversas instâncias de governança. Além disso, a estrutura de fiscalização da PREVI conta com uma gerência de Auditoria Interna subordinada ao Conselho Deliberativo e uma área de Controles Internos subordinada à Presidência. 

Face ao exposto, refutamos a afirmação de que “há necessidade de se apresentar um laudo técnico e isento sobre as finanças da PREVI”. Os números da Entidade estão sujeitos ao escrutínio de diversas instâncias fiscalizadoras internas e externa e são divulgados sistematicamente pelos veículos de comunicação institucional, pelo Relatório Anual e por apresentações periódicas feitas pela Diretoria aos participantes do Fundo.

A PREVI reafirma assim seu compromisso com seus participantes e com sua Missão de garantir o pagamento de benefícios de forma eficiente, segura e sustentável.
CONTRAPONTO DE JOÃO ROSSI NETO:
CÚPULA DA PREVI, CUIDADO QUE MENTIRA TEM PERNA CURTA E O SANTO É DE BARRO.

Usando o direito de resposta, a Diretoria Executiva da PREVI encaminhou, ontem, esclarecimentos para rebater a matéria publicada no Correio Brasiliense pelo jornalista Ary Cunha.
Vejam a força que tem a propaganda enganosa. Quem é neófito em questões relativas à Previdência Complementar e lesse tais explanações seria iludido em verde e amarelo e ao mesmo tempo ficaria maravilhado com o seu Fundo de Pensão.
Para enganar o LADO EXTERNO, a opinião pública, os Diretores falam a verdade pela metade, mostram os pontos positivos e ocultam as mazelas.
Uma entidade que no balancete de junho/14 registrou um superávit técnico de R$21 bilhões num semestre, segundo foi dito, os incautos vão concluir que ela está nadando em dinheiro.
O que a Diretoria Executiva ilusionista e manipuladora não revela é que o Ativo Total subiu para R$170 bilhões à custa dos associados, que foram julgados, condenados e apenados com o corte do BET e retorno das contribuições, exatos 24,8% que foram retirados compulsoriamente dos seus benefícios.
Outra coisa que a Diretoria da PREVI escamoteia é que este resultado poderia ser bem superior, não fosse à teimosia de aplicar equivocadamente cerca de 60% dos recursos em ações e fundos de ações, a chamada “Renda Variável”, sujeitando-nos a pagar a fatura pelos prejuízos acarretados pelas volatilidades das Bolsas de Valores.
Elevam a PREVI aos píncaros da glória e Presidente Dan Conrado a descreve, em tintas fortes, como sendo um oásis de água fresca e cristalina, adornado por palmeiras exuberantes, tudo que qualquer andarilho perdido no deserto almeja. Digo que foi o Dan Conrado o autor dessa proeza exagerada, porque nada vai para a mídia em nome da Caixa sem a sua anuência.
Para o LADO DE DENTRO, os associados, a história é completamente diferente. Alegam que o BET não foi mantido porque os superávits técnicos foram insuficientes para cobrir os 25% da Reserva de Contingência.
No balanço de dez/2013 os superávits totalizaram R$24.7 bilhões e faltaram cerca de R$6 bilhões para respaldar a Reserva Técnica, donde se conclui que a situação foi agravada, porque com apenas os R$ 21 bilhões de junho/14, hoje, o rombo em relação à RC é de R$10 bilhões. Isto eles não contam a imprensa nem sob tortura. Como eu gostaria que a PREVI fosse esse mar de rosas desenhado pela hipócrita Diretoria Executiva.
De resto, vejo que a Diretoria Executiva, nos últimos dias, voltou a publicar notícias sobre o ES. Certamente não é bom sinal e tudo indica que em novembro próximo nada vai ser feito e não teremos outras alterações. Fica valendo a antecipação paliativa autorizada em julho/14. A esta altura deitaram o “bode na sala”.

48 comentários:

Goulart disse...

Caros colegas da Anaplab, com referencia ao texto acima, gostaria de saber quem é que poderia pedir a Autoria, nos Fundos de Pensão, citados acima Funcef(presidente indicado pelo Governo), Previ (presidente nomeado pelo governo), Petros (presidente(a) nomeada pelo governo), é colegas, QUEM PODERÁ AJUDAR A MANDAR FAZER UMA AUDITORIA? Acho que somente ? quem? Fica dificil, quase impossível. Somente para exemplificar, a minha esposa, no dia da reza do terço, com as suas colegas (senhoras), de cerca de 18 idosas, foi perguntado em quem cada uma votaria. Das 18, dezessete, ou seja, 17 disseram que votariam na Dilma, PORQUE O GOVERNO DO PT DIZ QUE AJUDA OS POBRES. Da para aguentar? Tirem suas conclusões...E, prescisamos tirar o PT do governo. Agora não é fácil explicar isso ao povão (que é quem decide eleição).Tem o dito.

Anônimo disse...

O colega João Rossi é surpreendente. Está a par de tudo o que acontece nos bastidores do nosso Fundo de Pensão e deixa-nos bem informados.Esse CONTRAPONTO
deveria ser enviado ao jornalista Ary Cunha, do Correio Braziliense, para ajudá-lo a derrubar a defesa que o Dan arquitetou com suas palavras enganosas. Serviria de apoio e munição ao jornalista, para defender aquilo que escreveu.

Nós aposentados estamos de fato na deriva a ver navios. Porém, num porto seguro, tudo está favorável para o Dan e sua comitiva. À nós aposentados e pensionistas pouca esperança resta, enquanto nossos algozes não saírem do comando do barco chamado PREVI.

VALEU ROSSI!!!!!

João Rossi Neto disse...

Amigo Ari,

DÁ ASCO E NOJO VER ESSA CAMPANHA ELEITORAL DE BAIXO NIVEL.

Esse pessoal do PT não tem vergonha na cara, disciplina, bom senso, ética e tampouco espirito democrático. Parte para o vale tudo, para agressões e ofensas morais irresponsáveis, calcada em conjecturas do que possa acontecer no futuro, contra os seus adversários políticos, notadamente quando se vê ameaçado de perder a eleição para Presidente da República. Detona sem provas, preferencialmente, aquele mais cotado nas pesquisas, capaz de fazer ruir o seu projeto de grandeza, de eternizar no poder.
Isto é o que está ocorrendo com a Dilma e seus bajuladores intitulados de marqueteiros e de militantes. Dentre os candidatos, somente ela partiu para o jogo sujo, para a difamação sem limites, baixando o nível da campanha. Com isso, como se fosse uma pitonisa, passou a adivinhar que os seus adversários, principalmente a Marina Silva, terá um mandato fracassado, se for eleita, puro desespero de perdedor.
Não olha para o próprio umbigo e senta sobre o rabo, metáfora, claro, deixando de reconhecer que os seus quatro anos de governo foram péssimos, pois estrangulou as coisas boas deixadas pelo ex-presidente Lula para dar continuidade, naufragando em águas rasas pela incompetência e pela sua índole intervencionista.
Nos debates, escorrega das perguntas cruciais, proibitivas, mas que o povo quer saber, tais como: Como viu o Julgamento dos réus do Mensalão nº 1, pelo STF; Compra da Refinaria de Pasadena por uma fábula de US 1.3 trilhão de dólares, quando essa foi adquirida pelo vendedor por US 42.400,00 dólares; A quebra da Petrobrás, o chamado de Mensalão nº 2. Deveria enfiar a viola no saco e navegar preocupada no mar de lama de corrupção feito nos dois Governos petistas, sobretudo no seu.
Diga-me, Dona Dilma: Quem é o CHEFE MAIOR, o autor intelectual dos roubos bilionários na PETROBRÁS, porque o delator Paulo Roberto Costa não teria capacidade e muito menos autoridade para fazer tudo sozinho. Estou pasmo que a Polícia Federal ainda não tenha falado nada sobre a existência de um CABEÇA nessa gigantesca maracutaia. Eu imagino quem seja esse cacique de costas largas.

Anônimo disse...

COLEGAS ENDIVIDADOS,

Não estamos assim porque quizemos. estamos assim porque detonaram nossas aposentadorias. Estamos e também em situação de miséria, enquanto 1/2 dúzia querem nadar no bônus.

AÇÃO DE 30% CONSIGNADOS JÁ, VIA ANAPLAB.
Infelizmente é desta forma o caminho da salvação.

Anônimo disse...

Sr. João Rossi,

Sabe!!! claro que o s.r. Sabe! Como a água se aquece ao fogo: molécula por molécula, via transmissão. Quem sabe? Se sua presença, sempre brilhante e sempre constante, em nosso meio, não possa, é claro, sem desfazer das outras mentes, transmitir, tal qual o aquecimento da água, para que outros nossos colegas, possam inovar e renovar; com suas colocações, e ajudar-nos, aposentados menos capazes, onde naturalmente, dentre eles me incluo, em nossas vidas difíceis de jubilados, tendo que a cada dia, quase que comprar uma nova calculadora, quase espremendo cada máquina nova, para que ela nos conte como fazer para espichar nossas minguadas aposentadorias, deterioradas pela falta de cumprimento de Estatutos, concessão de benecias ao patrocinador e bônus fora de órbita, em detrimento dos verdadeiros donos da PREVI que somos nós associados, mas não assistidos. Temos outros, de mentes brilhantes a nosso favor, mas são estrelas, cujos brilhos, ainda que ofuscantes, mas ainda assim, são ofuscados pelo brilho solar de sua mente.
-CONTINUE AJUDANDO-NOS. ESTE É UM DOM QUE O CRIADOR LHE DEU. CONTINUE COLOCANDO-O A SERVIÇO DE SEUS IRMÃOS, PORQUE É UMA RESPONSABILIDADE QUE LHE FOI CONFIADA. -
OBRIGADO
Celso Bernardes
FORMIGA-MG

Anônimo disse...

CONTRAPONTO DE JOÃO ROSSI NETO:
CÚPULA DA PREVI, CUIDADO QUE MENTIRA TEM PERNA CURTA E O SANTO É DE BARRO.

[...]Outra coisa que a Diretoria da PREVI escamoteia é que este resultado poderia ser bem superior, não fosse à teimosia de aplicar equivocadamente cerca de 60% dos recursos em ações e fundos de ações, a chamada “Renda Variável”, sujeitando-nos a pagar a fatura pelos prejuízos acarretados pelas volatilidades das Bolsas de Valores.

- Quem não sabe definir o que quer, que riqueza é esta sobre a qual deposita tantas expectativas, vai acabar desperdiçando seu tempo. Isto é típico daqueles que conhecem os preços, mas desconhecem os valores. Acabam pagando muito por coisas de pouco valor e dão lances irrisórios para obter coisas que, se soubessem seu valor, se pudessem enxergar, se martirizariam pelas oportunidades constantemente desperdiçadas. Quem não sabe o que quer não pode investir, e o Mercado, em vez de representar sustento, lhe tomara tempo e vitalidade.

BONDER, Nilton. A cabala do dinheiro. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1991.

ricardo albuquerque disse...

Colega João Rossi,
Porque você não se dirige diretamente ao jornalista Cunha? Suas maravilhosas contestações se enviadas somente ao publico interno caem no vazio. abraços Ricardo o.c de albuquerque

rafael campagnoli disse...

Como disse o colega Ricardo Albuquerque 15:55, SUGERIMOS QUE JOÃO ROSSI MANDE ESSAS E OUTRAS IMPORTANTES INFORMAÇÕES AO DITO JORNALISTA, PARA QUE ELE VÁ À TRÉPLICA CONTRA A PREVI. AÍ NÃO TERÁ PROBLEMA COM O SIGILO EXIGIDO DOS ELEITOS, PORQUE É A LIBERDADE DE IMPRENSA ... E deixa a coisa escancarar ...

Anônimo disse...

Sr.Rossi nao esqueça tambem de informar ao Ari Cunha sobre os blogs para que ele leia todos os comentários, suplicas e veja nosso desespero.

Goulart disse...

Concordo com os colegas anonimo das 16:41, rafael campagnoli das 16:18has e colega Ricardo Albuquerque das 15:55hrs, em solicitar ao colega João Rossi, que envie ao jornalista, a tréplica em resposta as explicações da Previ. Excelente idéia, sera bastante interessante e real o forma autentica que o caso esta sendo conduzido. Aqui aposentado de Cambé´-PR, um dos Excluidos do ES. Tudo de bom.

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Confome solicitação sua, entrei em contato com o Gilvan por telefone, no que concerne à ação dos 30 por cento consignado.De posse de todas as informações, dirigi-me ao BB para solicitar o extrato dos CDCs e fui informado que os mesmos foram parar na Empresa ATIVO, e que a cobrança só poderia ser efetuada por eles.No computador do BB não consta mais nada dos CDCs.Resumindo: Negaram a me fornecer os aludidos extratos.Em contado com o novo credor, mandaram-me por e-mail a relação de todas as minhas dívidas,inclusive cheque ouro e fatura ourocard.Sei que as duas últimas não entram na ação.Agora o resto só veio o valor sem prestações.O Gilvan disse-me que isso não serve, mas o BB alega que não tem meios de me fornecer os extratos.Pelo jeito não vou conseguir mover a ação contra o BB, já que o credor é a ATIVO, firma securitizada.
Lourival

Anônimo disse...

Grande Rossi,

Parabéns pelo Escrito. Faço coro com os Colegas que sugerem encaminhá-lo para o Jornalista Ary.
Poderia acrescentar que a PARIDADE do dan "6. ...bem como a paridade entre dirigentes eleitos pelos associados e indicados pelo patrocinador, ..." jamais existira devido ao malfadado VOTO DE MINERVA.
Elias

Anônimo disse...

Colegas,

Com um pouco mais de atenção, vocês vão perceber que logo acima do post principal, onde consta "COMENTÁRIOS ENVIAR PARA:", têm os e-mails do jornalista Ari Cunha, que escreveu a matéria no Correio Braziliense.

Não precisamos pedir ao Ari para enviar a resposta do Rossi ao jornalista do C.Braziliense, nós mesmos podemos fazer isso, e o e-mail dele tá lá em cima do texto.
Lydio

Anônimo disse...

Profº Ari,

A ação de alimentação para aposentados por invalidez já teve alguma decisão favorável aos autores?

Grata

Anônimo disse...

VEJO UM NATAL SEM CEIA NOVAMENTE.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

TEM, SIM!
Prezado Professor Ari, o colega Lourival deve estar diante de algum mal-entendido.
Reproduzo o título do documento, como o tenho, aqui: "SISBB-Sistema de Informações Banco do Brasil - AUTOATENDIMENTO - Crédito Direto ao Consumidor - Comprovante de Empréstimo/Financiamento"

Nesse documento, constará, por ex.: nº da operação, modalidade, data do contrato, taxa e todas as parcelas, as quais são um item indispensável, para o ajuizamento.
Hoje mesmo, dia 11, caro Lourival, conversei com um outro colega nosso que disse-me que foi à Agência, como lhe recomendei e, lá, obteve o referido documento, sem dificuldades.
A cobrança está terceirizada, mas o Sisbb, não!
Volte lá e insista, para o seu benefício.
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o seu filho."
Gálatas 4,1-10

Anônimo disse...

Colega Lourival (11/09/14 18:23)

Acredito que por força da legislação relativa às instituições financeiras o BB é OBRIGADO a apresentar-lhe os extratos solicitados. Mesmo porque toda sua movimentação deve estar registrada em microfilme ou mídia semelhante. Experimente mandar reclamação para a ouvidoria do Banco Central, dizendo que o BB não atende seus apelos.

Anônimo disse...

Seria muito interessante enviarmos o post do Sr Rossi,para a jornalista do Correio Braziliense, onde saiu a resposta da Previ.

Anônimo disse...

Também gostaria de saber a A ação de alimentação para aposentados por invalidez já teve alguma decisão favorável aos autores?

Anônimo disse...

Lourival,

Peça ajuda ao Gilvan, tenho certeza, que pela sua presteza, ele vai orienta-lo como fazer. Antes disso dê uma ligadinha para o BANCO CENTRAL e exponha sua dificuldade, e rasgue o verbo. Guarde o número do protocolo e se possível grave a sua conversa com o atendente, e guarde-a. O PROCON também, quem sabe ajuda! Os bancos e correlatos estão brincando com o consumidor, e ficamos no meio da ciranda financeira.

“Dormientibus Non Sucurrit Jus”

“O DIREITO NÃO SOCORRE AOS QUE DORMEM”
Abs.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

"JULGADOS, CONDENADOS E APENADOS"
(Dr. João Rossi Neto)
Prezado Professor Ari, assim manifesta-se, precisamente, o articulista e comentarista, sempre esperado, referindo-se ao tratamento recebido da Previ, pelos associados, em alguns casos.
A sensação é essa mesmo!
Mesmo num clima feio e belicoso, quase selvagem e nada técnico, penso ser necessário olhar, sempre, para o positivo, sobretudo, a permanente ação de Deus que sustenta e ilumina algumas "corajosas" e abnegadas lideranças.
Caro Professor Ari e meus amigos, nunca duvidemos de que, ao final, o bem vence, sempre, mesmo à custa do martírio que nutre a esperança.
Tenham todos um bom e abençoado fim de semana e até segunda-feira, se Deus quiser.

"Diz o insenato, no seu coração: 'Deus não existe!' Eles vão tremer de medo, porque Deus espalha os ossos do agressor e ficarão envergonhados, por que Deus os rejeita."
Salmo 53(52).

Anônimo disse...

AUTOPATROCINADOS

Notícias boas estão por vir.
Aguardem!!!

Anônimo disse...

E a diretoria da Previ continua querendo tirar coelho da cartola, só que sai uma barata. Diretoria de "mágicos" patética.

Anônimo disse...



'"NA VERDADE, TODOS NÓS QUEREMOS BEM Á DUPLA DAN/MARCEL "

É isto mesmo, amigos; inclusive o Mestre Ari que tem um coração
do tamanho do mundo.Meus conhecimentos sobre estatística são par-
cos, principalmente quando se diz que unanimidade é burra. Quem
disse isto e com que base lógica? Mesmo sendo um neófito no as -
sunto ( gostei João Rossi desta palavra ) não tenho dúvidas em
dizer que todos queremos BEM à dupla acima : BEM LONGE DE NÓS !
Descansando num oásis com água salgada, lotado de palmeiras c/
abelhas venenosas que não produzem mel...BEM SEDENTOS e, gente,
olha que sou BEM cristão, maa não aceito falsidade. Um abraço,
bom fim de semanaDivany Silveira-SeteLagoas-MG

Anônimo disse...

Se estão tirando de nós aposentados, deve ser que está indo para algum outro lugar. Precisamos descobrir urgentemente o que está acontecendo com nosso fundo de pensão.
AUDITORIA JÁ!

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Fui ao BB hoje conforme orientação do colega Fernando Lamas.Como disse o nobre colega que um amigo foi ao BB, dia 11, e obteve os extratos dos CDCs,já que a dívida estava terceirizada, de fato o BB fornece o referido extrato. Porém quando a dívida deixa de ser terceirizada e passa a ser cedida, não há meios do BB fornecer os extratos através do SISBB, porque lá a dívida está zerada.
A Empresa ATIVO apenas me forneceu os valores sem discriminar taxas,modalidade, contrato, operação, número de prestações, etc...Questionei o atendente do BB que foi solícito, dizendo ser impossível imprimir os extratos.Ele me mostrou o SISBB, e de fato não consta nada pelo fato da dívida ter sido cedida.Não sei mais o que fazer.Será que a ATIVO não recebeu a relação da modalidade,taxas do BB,quantidade de operações etc...Não seria o caso de contatar novamente aquela Empresa e solicitar detalhadamente os dados de cada operação com as quantidades de prestações, isso se eles tiverem condições de fornecer.
Em último caso, acatar a orientação do anônimo das 18.23,solicitando ao Bacen (Ouvidoria), intermediar a questão junto ao BB para solução imediata da pendência?
Não sei mais para onde vou, estou completamente perdido.
Lourival.

Jeanne disse...

Colega Lourival, eu consegui meus extratos na internet do Bb , com o numero da agencia conta e senha da internet que e cadastrada na agencia. Mas no SISBB tambem tem todos os dados sobre os contratos. Abracos, Jeanne.

Anônimo disse...

Tudo é relativo. No Postalis o deficit técnico do PBD já pé de 40% do ativo, e os "camaradas" insistem que está tudo bem...

Cláudio Almeida disse...


Prof.

Autopatrocinados.

Anônimo das 7,22, dê uma dica para os autopatrocinados.

Superávit ou margem ES?

Obrigado.

Abraços

Anônimo disse...

Jeanne,no SISBB náo consta mais nada.Eu mesmo vi na mesa do atendente que por sinal é meu amigo. A dívida não está terceirizada, foi cedida. Lourival

Anônimo disse...

Julgando ser de interesse de muitos , reproduzo aqui texto publicado em 12/09/2014, na página do Facebook "Previ plano 1", de autoria do colega Giuseppe Roberto giuliani:

"Prezados,
Publiquei neste espaço em abril (não consegui localizar a publicação) acerca dos funcionários aposentados, inclusive pelo INSS, que vem pagando pelo pecúlio INVALIDEZ da PREVI. Conforme expliquei na oportunidade, o beneficiário só recebe o seguro INVALIDEZ se ainda não estiver aposentado pelo INSS, caso contrario ele não recebe, uma vez que quem atesta a invalidez para o trabalho é o INSS e se ele já está aposentado não há como. Pois bem, eu me aposentei pela PREVI em 2009 e pelo INSS em setembro de 2011, porém de setembro de 2011 até abril de 2014 paguei pelo pecúlio INVALIDEZ, mesmo tendo informado à PREVI a minha aposentadoria pelo INSS em setembro de 2011. Em abril encaminhei correspondência à PREVI solicitando o cancelamento do pecúlio INVALIDEZ e o ressarcimento dos valores pagos no período de outubro/2011 a abril/2014. O pecúlio foi cancelado no mês de maio e após algumas reclamações, recebi hoje a devolução dos valores pagos entre outubro/2011 e abril/2014. Não é muito (R$ 2.108,05) mas regulariza-se uma situação em que paguei por um seguro que em caso de sinistro nunca receberia.
Atenção: estou me referindo somente ao pecúlio INVALIDEZ. As outras duas modalidades de pecúlio, MORTE e ESPECIAL, os beneficiários sempre receberão, independente de estarem ou não aposentados pelo INSS".

Francisco (RJ)

Anônimo disse...

Colega Lourival,

Desculpe minha insistência, mas legalmente a instituição financeira não pode simplesmente apagar de seus registros as operações realizadas. Existe um prazo legal para a eliminação de tais dados e pelo que sei é bem longo. Uma alternativa seria talvez reclamar à ouvidoria do próprio BB, com cópia para o Banco Central, Procon e Ministério Público. Nessas alturas do campeonato o negócio é envolver todo mundo.

Anônimo disse...

Pergunta que não quer calar:

1 - A ANABB, AFABB, ANAPLAB, Chapa 3, têm divulgado alguma matéria a respeito da segregação dos Funcis do BB pós 24.12.1997?

2 - Se o Complemento de Aposentadoria na PREVI-PB1 (vinculado ao Salário Bruto no BB) fazia parte do Contrato de Trabalho, é lícita a segregação/quebra de isonomia aos pós 97?

Agora a pergunta fatídica:

3 - QUAL FOI O REAL MOTIVO da segregação (além do pânico provocado pelo Fator Previdenciário) ?:

I – o SB dos Postos Efetivos de valor inferior ao TETO do INSS ? (Culpa do BB, FHC...)
II - criação da Parcela Previ ?
III - que passou a balizar o piso de Benefícios 70% da PP? . . .
IV - mais importante:
INSTITUIR UM PONTO DE CORTE, impedindo o ingresso de NOVOS Participantes a onerar a necessidade de MAIOR Reserva Matemática, com menor contribuição?

V - assegurar em poucos anos o Equilíbrio ou SUPERÁVIT ... A N C O R A D O na supressão de 25% do SB com o Tendencioso Regulamento de 24.12.1997?

VI - Superávit este que despertou a GULA do Governo e Diretoria do BB? Ou os Aportes do BB na PREVI e vice-versa eram acerto de dívidas pre-67, 80, etc.?

VII - em 24.12.1997 já se projetava/almejava esse TESOURO DE PIRATAS (Superavit)?

Por favor, CD, BB, ANABB, MPF calem minhas perguntas.
Preferentemente, calem com atitudes corajosas.
Perguntas que não se calam são feitas para meditar (martelam a mente).
O BB e a Previ (Inclusive a Chapa 3) poderiam empenhar-se em resgatar essas injustiças, via administrativa, desde logo. Depois com a Alteração do Regulamento em 2015.

Ato pautado na Ilegalidade e Injusto, autoriza outro Ato na Ilegalidade para restabelecer a Justiça? QUEM SERIA CONTRA este último?

Os D.D. Ary, Medeiros, Rossi & Cia já estão escaldados de tanto embate. Mas são nossos heróis e talvez consigam digerir esse assunto, essencial em futura Alteração dos Estatutos.

São muitas questões históricas que se misturam com ilegalidades desde os Nefastos Planos Econômicos que respingaram prejuízos no BB e na Previ.

Os Culpados: Os Anões, Delfim... FHC mais que o Collor, PSDB, PT, as Diretorias há décadas contaminadas pelas dificuldades impostas pelo governo ao BB, Previ, Petros... Desde quando ocorrem essas mazelas ?

Em que medida são culpados os atuais Diretores do BB e Previ?
Mais ou menos culpados seriam os Diretores que implementaram as Ilegalidades da Resolução 26?

Se o escopo da atual Diretoria do BB e Previ fosse exclusivamente assegurar a saúde financeira do Fundo, distribuindo o Superavit APENAS na Revisão de Benefícios aos Assistidos (não ao Patrocinador) é certo dizer que os Honorários de 50.000,00 mais os Bônus seriam merecidos.

É possível o BB e o CD(com a Chapa 3) fazerem uma trégua e negociar soluções para as ilegalidades do BET (7,5 BI que o BB pode devolver em 20 anos, e a PREVI reverte valores em Investimentos voláteis, para Fundos Exclusivos da Previ no BB. Questões a negociar.
Cada um cedendo um pouco (BB, Previ, Chapa 3), TODOS ganhamos mais.

Insisto que, para fazer Justiça contra as Ilegalidades do CD, são necessárias novas meia-ilegalidades (por ato Administrativo) como a Suspensão das Contribuições para os Aposentados, Revisão do ES com menos encargos e/ou menor PMA, compensados com maior carência(12 meses), com redução gradativa do prazo nas renovações anuais:
180.000,00 / 144 meses ou (cfe. idade) = PMA de 1,25% do Capital.
170.000,00 / 144 meses, depois de 1 ano, 138...132, 126, 120 meses.
- Exemplo: R$145.000,00 x 1,25% = R$1.812,50
Diminuindo 6 meses no prazo a cada 12 meses, em 10 anos restariam 84 meses (7anos).
O limitador do ES passa a ser a MC de 30%, com PMA de 1,25% - o resto se ajusta.

Considerando que a PMA de 1,25% do Capital seria inferior aos valores das PMAs atuais, que representam quase 1,50% do Capital, a PREVI poderia compensar isso REAJUSTANDO pelo INPC a PMA em Janeiro de cada ano, lembrando sempre: o valor da PMA não pode ser inferior aos encargos mensais.

Colegas, bom fim de semana.

Marcelino MAUS
F6752890

Anônimo disse...

Ao anônimo de 12.09.14 - 07:22 H

Sou autopatrocinado, então, pergunto:

Quais são estas notícias boas? Informe para nos aliviar um pouquinho, por obséquio.

Forte abraço
LUIz Carlos/BH-MG

Anônimo disse...

Cuidado com as emoçoes dos velhinhos!catia ferreira

Anônimo disse...

Os fundos de pensão também estão loteados, assim como os ministérios, cada um pertence a determinado partido.
Vimos nesses últimos dias que o Funcef e o Postalis são controlados pelo PMDB, os quais fariam negócios de interesse desse doleiro, o que só não aconteceu por causa do início da operação lavajato.
Sendo assim, a quem pertenceria a Previ, dona da maior fatia?
Ao PT, é isso mesmo?



Anônimo disse...

Esse negócio de noticia boa para os autopatrocinados deve ser balela de infiltrado querendo gozar da nossa cara.

Anônimo disse...

Ref.informação do Francisco (RJ)
12/09/14 16:08

"VEJO COMO DE SUMA IMPORTÂNCIA"

DEVOLVER os valor pagos ao PECÚLIO INVALIDEZ-PREVI, visto que, se já estivermos aposentados pelo INSS, NÃO teremos benefício algum em caso de ficarmos inválidos...


----> Isso tem que ser melhor divulgado!

Se possível, seria interessante que o Francisco informasse seu e-mail, a fim de lhe pedir informações complementares, como O VALOR da contribuição mensal ref.ao Pecúlio Invalidez, para que a gente fizesse alguma simulação do montante a ser ressarcido.

Abraço.

Janone

Anônimo disse...

Já repararam de q de nada adianta o querido Rossi mandar cartas? Já repararam q de nada adianta chorarmos? Já repararam q de nada adianta reclamações? Já repararam q estamos secando gelo? Chovendo no molhado? Pois bem... VAMOS PARA A PORTA DESSA MALDITA PREVI!! Não aguento mais ficar lendo, e relendo e ninguém encontra uma solução. Estamos todos perdidos.

Não temos nada a temer, estamos sendo... mesmo. Porta da PREVI, todos nós os trambiqueiros ( q vontade de meter o pau no Sasseron q me lembro dessa frase). Vamos vestidos de índios porque estamos pelados mesmos! Já dizerem aí para cima q não teremos ceia, e é vdd!! Abutres dos infernos! Tiraram os nossos olhos e ainda estão chupando o buraco. Fala sério...

Nem consigo dormir com tanta desgraça nos atormentando

Abraço Ari. Mega sena acumulada, meu palpite é: 32- 44 -45 -02 22 -00.

Gersom disse...

Colega Lourival vc ligou para o Banco Central ou enviou o email? Preciso do numero, por favor me passe! Agradecido

Anônimo disse...

Colegas,
a notícia sobre a restituição do pecúlio invalidez eu extraí da página do Facebook "Previ Plano 1". Lá vocês poderão entrar em contato com o participante Giuseppe Roberto Giuliani.

Abraços,

Francisco (RJ)

Anônimo disse...

Previ mentirosaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Pergunto, voces pagam o certo para as Pensionistas pré 67?Elas precisam entrar na JUSTIÇA para receber o que tem de direito ! Pasmem

Anônimo disse...

Marcelino Maus, suas postagens são sempre perfeitas, voce pegou com tudo desta vez nos questionamentos que fez, voce é advogado? se não, és um grande estudioso e conhecedor, principalmente dos acontecimentos pós-97, a data chave da nossa decadência, tudo planejado,fico pensando... se você passar todo esse conhecimento e argumentos para um bom advogado, poderemos com certeza mudar os cursos que nos determinaram, BB, PREVI e GOVERNO de 1997 para cá, sou vítima daquelas medidas que começaram com o PDV em 95 . Vamos nos unir Marcelino Maus, Parabéns!

Anônimo disse...

Francisco (RJ)

Como faço para saber se eu tenho esse pecúlio invalidez?

Ele tem haver com o seguro da Capec?

João Rossi Neto disse...

Colega Anônimo 13/9/14 das 01:03,

Todo comentário feito pelos injustiçados, expondo a verdade dos fatos, apontando as irregularidades com seriedade, através de argumentos convincentes, sem descambar para a oposição rancorosa da crítica pela crítica, sempre é analisado e incomoda muito os tripudiadores, estejam eles na esfera pública ou privada.

Fui administrador do BB por mais de 20 anos e sei bem como isso funciona, dado que os clientes revoltados com os indeferimentos das suas pretensões e de seus projetos acionavam os Escalões Superiores com reclamações, por escrito, algumas delas desaguavam na Presidência da República.

Invariavelmente tudo era apurado e passado a limpo, às vezes até por inspetores/auditores, dependendo da contundência do assunto.

Portanto, as denúncias tem peso e são preocupantes, tanto assim que o Presidente Dan Conrado da PREVI prestou vários esclarecimentos a respeito do corte do BET, volta das contribuições e sobre o polêmico bônus.

Agora, recente, rebateu a matéria publicada pelo jornalista Ary Cunha e também refutou a compra de títulos públicos da Argentina em poder os Investidores Abutres, numa prova inquestionável de que acompanham tudo, de perto, inclusive monitoram as redes sociais, sobretudo os blogs do Ari e do Medeiros.

Não vou pecar pela omissão, na base do: “Quem cala consente”. Não concordo com as irregularidades cometidas no âmbito da PREVI, por ordem do Governo/BB, por serem lesivas aos nossos interesses. Agora, a tática da bravata, da valentia, do murro na mesa não funciona, embora até possa ser usada de forma pacífica e ordeira, mas isso já feito e as passeatas à porta do Palácio de Cristal da PREVI não surtiram o efeito almejado.

Prefiro acreditar mais na máxima: “Água mole em pedra dura, tanto bate que fura”. Continuar denunciando os malfeitos e apelar para Justiça, como foi feito pelo MPF do RJ, via da Ação Civil Pública, alternativas utilizadas no mundo inteiro para solucionar os conflitos sociais.

Devemos, sim, valorizar e enaltecer o espaço oferecido pelo donos dos blogs para o registro das nossas indignações, pois é uma função insana ficar noite e dia prestando um serviço aos seguidores, na atualização e divulgação dos comentários, sem nada receber para isso, tudo dentro do espírito altruísta.

fernando disse...

Ao colega Marcelino, acrescento às indagações, quem assinou o acordo com o BB, o corte/alterações das promoções, que eram, de 9 a 12%, para míseros 3%, e pra complementar, a retirada do anuênio; Acho , ao meu ver, a grande derrocada dos VPs,atingindo todos, e depois fechando com chave do ouro, Parcela PREVI e, FAtor previdenciário.

Anônimo disse...

ANONIMO QUE ESPALHOU A NOTICIA
"AUTOPATROCINADOS" VEM AHI NOTICIA BOA.
Desculpe-me, qdo não se identifica em uma noticia desse nível, no mínimo, vc está usando nossa situação financeira para fazer "ironia" e está desrespeitando nossos diretores que estão dentro da Previ defendendo nossos interesses.
Imagine vc se recebe uma postagem ".....pensamos sequestrar alguem de sua família...... Você dormiria tranquilo ?
Se não for para ajudar não prejudique.

Anônimo disse...

Também acho que melhor que porta da PREVI é a porta do Ministério Público, com certeza pelo MP seremos ouvidos, não vamos mais perder tempo com PREVI e BB já deu prá perceber que é dar murro em ponta de faca.