terça-feira, 2 de setembro de 2014

ADIANTAMENTO PROVISÓRIO


De: jrossineto1@uol.com.br
Enviada: Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014 16:31
Para: presi@previ.com.br
Assunto: ADIANTAMENTO PROVISÓRIO PARA ACERTO EM 2015 E SUSPENSÃO DAS CONTRIBUIÇÕES.
À ESPECIAL ATENÇÃO DOS PRESIDENTES DA PREVI E DO CONSELHO DELIBERATIVO.
Pouco interessa a denominação que se dá, como bônus, renda variável, remuneração extraordinária, etc., para pagar vantagens financeiras aos funcionários e dirigentes, a título de produtividade, ora feito pelo Conselho Deliberativo da PREVI para remunerar os Diretores Executivos, utilizando o deplorável e imoral Voto de Minerva.

Aí forçaram isonomia e equivalência para emparelhar remuneração de Diretores Estatutários do BB “S.A”, com a dos Diretores Executivos da PREVI, sociedade civil sem fins lucrativos, a primeira sob as regras do BACEN e CVM e a segunda sob a batuta da LC 108 e 109/2001 e regulada pelo CNPC-MPS e CMN.
 Enfim, sem o menor escrúpulo e pudor ético, aplicaram para os DESIGUAIS incomunicáveis sob os aspectos jurídicos e contábeis, a estropiada analogia inexplicável, incabível e inaceitável do impossível princípio da igualdade para esse caso específico.
Essa interpretação tendenciosa, parcial, paternalista não tem o menor cabimento, pois aqui não cabe, em hipótese alguma, a flexibilização dos ditames da lei para favorecer Diretores de sociedade civil sem fins lucrativos que não têm nenhum tipo de conexão e ou vinculação com o patrocinador BB, uma S.A, de rito totalmente diferente.  Demais disso, tais Diretores são muito bem pagos, porquanto auferem cerca de  R$50.000,00 por mês de salário. Essa teoria da isonomia é tão imprópria que sem medo de errar, podemos invocar a conotação desse caso concreto, casuísta com o erro grotesco de chegar ao cúmulo de expor uma tela de Picasso com molduras paupérrimas, destoantes em relação à riqueza da obra que emoldura.
As melhorias nos nossos benefícios foram aprovadas na destinação da Reserva Especial em 24/11/10, no entanto, como o cenário econômico da PREVI piorou em 2013, a ponto de não cobrir a Reserva de Contingência de 25%, a Diretoria Executiva INTERROMPEU o uso dos superávits apartados no Fundo de Destinação, reduzindo os nossos proventos, de súbito, drasticamente, em 24,8%a – BET (20%) e contribuições (4,8%) – sabendo de antemão que um corte dessa envergadura, monumental, seria inadministrável e que, obviamente, iria nos colocar de joelhos e com os pires nas mãos, como efetivamente estamos.
Sabidamente desnecessário, adiável e comprovadamente injusto, desproporcional e precipitado, esse grave ato administrativo produziu o efeito de âncora de transatlântico nas nossas depauperadas finanças e nos arrastou para abaixo do fundo do poço, sem direito à luz solar, deixando a maioria dos associados em completo desespero pela penúria descontrolável e no clima de terra arrasada.
Em exame isento de revanchismo, de excesso de zelo e de cumprimento cego da Resolução 26/2008, esse corte de 24,8% deveria ser efetivado de forma gradual, como, por exemplo, reduziria apenas o BET para 10% e conservaria suspensa a contribuição. Após o fechamento o balanço de 2014 da PREVI, analisado o comportamento dos números, seriam feitos os ajustes cabíveis.
O superávit técnico de R$24.7 bilhões em 2013, em que pese a sua robustês bilionária, foi suficiene para cobrir 21%, o que não seria motivo causar pânico, isto porque o Fundo continua superavitário e sem risco à saúde financeira, tanto que os compromissos estão em dia e que a reduzida falta (4%) decorreu de fatores conjunturais plenamente passíveis de contemporização.
Essa atitude inconsequente e arbitrária do corte massacrou e penalizou sem piedade somente os associados, os quais, em última análise, são os mais inocentes nesse processo mal gerido. Esse tipo de coisa, seguramente não se coaduna com a missão dessa Caixa que, em tese, foi constituída para melhorar a qualidade de vida de todos, sejam eles assistidos ou pensionistas.
O que não podemos tolerar é o uso de dois pesos e duas medidas. Se faltou dinheiro para os verdadeiros donos do Fundo de Pensão para exigir o corte dos 24,8% nos benefícios, por que o mesmo argumento não se aplica para os Diretores Executivos? Em momento de escassez não se deve beneficiar ninguém, uma vez que o volume dos gastos adicionais com o pagamento da remuneração variável, em maior ou menor escala, de qualquer sorte, vão impactar negativamente o resultado do exercício financeiro e as regalias e benesses não deverão ser pagas e  sim, suspensas.
Ponderando que a BOVESPA reagiu de forma significativa, extrapolando os emblemáticos 60.000 pontos, performance capaz de produzir superávits acima da Reserva de Contingência, ou seja, em excesso, indicativo para nova destinação da Reserva Especial no final de 2014, seria de bom tom, para amenizar o sofrimento dos participantes e assistidos, conceder um ADIANTAMENTO PROVISÓRIO, REEMBOLSÁVEL de 10% sobre o total dos proventos, retroativo a 01/08/14, a vencer em 30/06/15, com as contribuições suspensas por igual período.
Encerrado o exercício de 2014 o CD e Diretoria Executiva da PREVI se reuniriam com as entidades representativas para fazer os ajustes necessários e elaborar proposta para ser submetida ao patrocinador BB visando outra destinação de superávits, claro que, para isso se materializar, o balanço deste exercício findante deverá satisfazer as exigências do artigo 20 da LC 109/2001.

A medida alvitrada poderá acalmar relativamente os ânimos, enquanto não se encontra a solução definitiva, desejada, e os associados poderão ter um Natal alegre e aguardar o Ano Novo com a expectativa de cumprimento do Realinhamento do Plano prometido no Termo de Compromisso pactuado em 24/11/10. Impende ressaltar que o Adiantamento provisório de 10% até 30/06/15 e a suspensão das contribuições são medidas de alçada do CD e Diretoria Executiva, não dependendo do aval da PREVIC.

67 comentários:

Anônimo disse...

Sr. João Rossi Neto,

Não gosto de jogar confetes, tampouco o conheço. Temos outros na verdade, mas o sr. é daqueles, cujo quilate é bem raro.
Posso estar enganado, mas o sucesso de sua correspondência não obterá o êxito desejado. Sabe por quê? Porque trata-se de nós, os verdadeiros donos da PREVI. Se a sua correspondência fosse dirigida para endossar a concessão dos bônus à casta, eu afirmaria sem medo de errar que o sucesso seria total. Mas, infelizmente trata-se de nós, aposentados, pensionistas, endividados, outros não, mas, enfim trata-se de nós.
FELIZMENTE, ESTÁ SOPRANDO O VENTO NORTE PARA O SUL. Grande parte do que nos atormenta achará fim, ainda sem que termine este ano, se DEUS quiser. Os clamores vão chegar aos ouvidos de nosso DEUS, tanto quanto chegaram os do povo hebreu em sofrimento, na terra do Egito. E o que foi feito do faraó?
2015 ser-nos-á o início de uma nova.

“MUITO OBRIGADO PELA SUA CORAGEM ESTAMPADA EM TANTAS OUTRAS, MAS ESPECIALMENTE NESTA CORRESPONDÊNCIA, ROGO A DEUS PARA ACHAR ECO. PREOCUPAR-SE COM O PRÓXIMO É TAMBÉM SINAL DE UM GRANDE AMOR PARA COM O ÚNICO E IMORTAL: DEUS.”
Um grande e afetuoso abraço.

HELENO PINTO NOBRE disse...


MAIS UMA VEZ ; IRRETOCÁVEL ; GRANDE JOÃO ROSSI NETO .
O DETALHE É QUE ESTA CANALHADA NÃO LÊ; NEM ENTENDE O QUE ESTA ESCRITO . TENHO CERTEZA.!!! E SE FAZEM DE SURDOS .

OBRIGADO DE MINHA PARTE ; GRANDE JOÃO ROSSI NETO .!

HPN; MATRIC.3984740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO .!!!

ANTONIA disse...

Sr. João Rossi Neto,
Ainda bem que contamos com pessoas do seu quilate prá nos ajudar. E respondendo ao Heleno, eles leem sim, pode ter certeza. Porém, se fingem de mortos quando se trata de algo que vai nos beneficiar.
Mas, a situação vai mudar a partir de jan/15.
VAMOS AGUARDAR!!!!

Anônimo disse...

"Farinha pouca, meu pirão primeiro"
Assim foi o tratamento oferecido aos participantes do PB1.
O Termo de Compromisso assinado em 2010 ficou na saudade, mas o cumprimento do acordo estipulado pelo Patrocinador sobre a remuneração variável teve uma decisão "relâmpago", aprovado pelos proprios interessados, mesmo sendo imoral.

Anônimo disse...

Senhores Aposentados,

Encaminhar cópia da carta do SR. João Rossi para o Ministério Público. Evidente que com autorização do autor.
Determinante.

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Bom dia Prof. Ari. REPITO O QUE DISSE UNS DIAS ATRÁS; O CHICOTE NAS MÃO CERTA..... O SR JOÃO ROSSI NETO, É PATRIMÔNIO DO VERDADEIRO BANCO DO BRASIL. Tarcísio.

rafael campagnoli disse...

Uma proposta passível de atendimento, se o pessoal da Previ trabalhasse pelos verdadeiros donos dela. Infelizmente, com a mesma tecnicidade e economês que utilizam para justificar a desnecessidade de teto, o "cumprimento" impecável e inadiável das leis, resoluções e decretos para o fim do BET e retorno das contribuições, e a salada de palavras para justificar o pagamento do BÔNUS, vão dar a resposta - via atendente de terceiro escalão - de que a Previ já forneceu todas as informações a respeito do assunto em dezembro de 2013 etc ... Espero que dessa vez estejamos enganados. ENTREVISTA DO MARCEL NA TV DOS BANCÁRIOS: alguém teve coragem de assistir? eu não. Será que deu alguma informação de nosso interesse?

Anônimo disse...

Caro Dr. João Rossi Neto,
Com todo o meu respeito, se és Neto é porque tivestes um Pai e um Avô João Rossi, certo?
Pois tenha certeza - eles devem sentir muito orgulho do senhor - estejam onde estiverem!
Parabéns pela sua lucidez, pela análise clara, pelo equilíbrio sentido em suas palavras e também nas entrelinhas.
Também eu, que, infelizmente não lhe conheço, tenho cá meu pequeno orgulho de poder dizer que trabalhei na mesma empresa que o senhor. Tenho fé que suas palavras serão lidas, ouvidas e analisadas, não apenas porque também sou parte interessada, mas porque seu discurso é irretocável e há de sensibilizar os diretores da Previ.
Obrigada, de coração, por usar sua sabedoria para falar em nome de todos nós!
Um grande abraço e mais uma vez muito obrigada!

Anônimo disse...


Rogo a Deus que o clamor desse "um chamado João" chegue a sensibilizar os ouvidos dos corações empedernidos
dos atuais dirigentes da previ.
Que eles meditem sobre a responsabilidade que lhes pesa sobre os ombros. Quem provoca dor nos outros, atrai a dor para si. Que sejam ao menos justos, com medidas igualitárias.

Anônimo disse...

ROSSI, voce é sempre brilhante, com extrema inteligencia e conhecimento dos assuntos da Previ e da situação em que hoje vivem os aposentados, sabiamente propõe alternativas que diluiriam nossa esmagadora angustia pela penúria em que nos encontramos e de imediato, somente com a boa vontade do CD e da Diretoria Executiva poderiam aprovar sua sugestão tão bem apresentada.

Paulo Beno disse...

Estimado João Rossi Neto,

De novo teu brilho e tua luz nos traz alentos e soluções, com este documento valioso dirigido ao Presidente Dan, e lisonjeados em divulgá-lo neste blog, pois saboreamos cada linha do seu belíssimo trabalho !
Parabéns!

O que nos dá mais raiva e indignação e que RETROCEDEMOS 24,8% em conquistas de nossos benefícios e AGORA, com sua prestigiosa colaboração, estamos tentando VOLTAR a ganhar os valores já percebidos há mais de 2 anos atrás!!!Isto é uma lástima.
Tudo por culpa desta diretoria, que afoitamente e com muita soberba, escolheu o caminho mais ruim e penoso para nós, os verdadeiros donos e PATRÕES dessa gente petista, que ora agonizam pela escolha que as urnas trarão!

Ainda bem, menos mal, que o quadro de associados conta com pessoas esclarecidas como Sr. João Rossi Neto, que traz a tona (diversas vezes) os problemas causados pelos erros da diretoria e mostra qual o caminho que devem retomar, para consertar tantos malfeitos, tantos desajustes e tantos prejuízos para a grande maioria dos 117 mil associados.
CHEGA DE AUTO-PRIVILÉGIOS!

Obrigado e, vamos em frente!!
(pt nunca+).

Ronaldo O. Vitorio disse...

Sr.João Rossi,

Fico aqui imaginando: será que não há ninguém lá na PREVI, que leia,
comente, se sensibilize com tudo que o Sr.escreve?

Anônimo disse...

Caro colegas aposentados,
Infelizmente este ano não sai mais nada para gente, nem ES. O povo hebreu foi escravizado por 400 anos pelos egípcios. Dai veio MOISÉS para salvá- los. E nós aposentados quem DEUS vai mandar? Marina?

Anônimo disse...

Repensando o bônus dado recentemente aos dirigentes da Previ:

O Plano 1 da Previ pode ser equiparado com um grande container, contendo 1.000.000 de pães.

Se cada participante do Plano 1 conseguisse obter 5 pães para si, representaria uma saída imediata de aproximadamente 700.000 pães.
Então, segundo os dirigentes da Previ, sobrariam poucos pães para alimentar tantos participantes no futuro.

Mas os diretores da Previ, principalmente os indicados pelo patrocinador (excluem-se daí os eleitos pela chapa 3), sabem que fazem parte de uma minoria de previlegiados. Se cada um deles retirar para si um bônus de 200 pães, não haveria problema. Pois o impacto seria de apenas um total de 1.000 pães a menos no container. Isso não causaria impacto. Sendo assim, eles poderiam a cada exercício tirar seu quinhão de 200 pães, mesmo que para isso, tivessem que debochar dos assistidos. Só que os 200 pães dados a cada um deles em forma de bônus, representam 40 vezes os que pretendem os demais participantes.

Para os amigos do Rei, TUDO!
Para a Plebe, NADA!

Anônimo disse...

O que não pode acontecer é o PT continuar no poder. Mais uma vez escrevo, não re-elegendo a Dilma, o (não a) presidente que assumir, é claro não vai querer nenhum pelego petista em sua companhia, nem que seja na função de 15° carimbador, ou seja, toda essa corupela que ainda se encontra roubando até o que não existe mais, vai sair e serão investigados pela Polícia Federal afim de que sejam presos e restitua o que foi roubado ao erário público (claro que sei que isso é utopia de minha parte), mas sendo presos (de verdade), já é alguma coisa.
Vão cair que nem efeito dominó, um atrás do outro, vai ter petista que, para limpar a barra, vai entregar de bandeja os 'cumpañeros', e nesse meio tempo, os novos ministros, secretários, diretores e dirigentes escolhidos pelo novo governo, já estarão atuando, devendo assim reparar muitas injustiças cometidas até agora.
Volto a escrever, parece utopia, mas, se não tivermos esperanças, não vamos conseguir nada e nem ir a lugar algum.

Josué Jorge Junior
Castro PR

Anônimo disse...

É, mas o Bendine está enrascado. E pelo andar da carruagem vai ter que se explicar. E segundo as rodas falantes da mesma, não tem outra explicação senão ladroagem pura e simples. Pois é. As coisas vão começar a se acertar quando a quadrilha apear do pudê. E isto está próximo. Tremei camarilha! Nós vamos exigir de volta níquel por níquel, centavo por centavo do dinheiro nosso que está em vosso bolso.

Anônimo disse...

Ao anônimo 02/09/14 12:38

Vou guardar seu comentário com muito carinho. Certamente, irei exibi-lo, pedindo-lhe em momento oportuno, para voce se identificar. Ok? Assim como eu o farei. Estamos de acordo???

Anônimo disse...



'" ESSE ROSSI NÃO FALHA, PODEM CRER "

Falei e repito esse Rossi goiano não falha, pois é do conheci-
mento geral que seus disparos acertam no alvo pretendido este-
ja onde estiver. Antes de entrar no assunto que me trouxe aqu,
estava imaginando tantos partidos políticos atrás de candida -
tos com perfil adequado e o nosso João advogando para milhares
de ex-funcis do Bando do Brasil de onde, acredito, deve vir
muita ajuda e recopensa, pois a jornada é ingrata e dirigida
a homens frios, mais filhos do polo norte que de Deus.A recom-
pensa que o João Rossi recebe e não precisa declarar ao Impos-
to de Renda é Deus que o ajude muito ou Deus que o recompense.
Consta que uma velhinha (conto o caso mas não conto a fonte)
fã do João desde o século passado (calma João o seculo começou
ontem ) disse que o grande colega e amigo tem lugar garanti
do lá em cima, o que é bom para nós em necessidade futura - bem ( mas bem futura) viu João ; (não temos pressa), mas prefe-
rimos tê-lo aqui com sua pena infernizando esses marajás do
PT.Agora, vou revelar porque gosto mais deste nosso Rossi que
é confiável.Vejam bem : eu morava num barracão no nortemineiro
e um vizinho tinha uma sariema enorme que atacava meninos. Um
dia ela viu os gêmeos chorando na porta e partiu para cima dos
meninos:;assustado,gritei: corre,gente e entrei no quarto para
pegar meu revolver Rossi e acionei umas 20 vezes e nada ! Al
guém deve estar pensando e ai ? Minha mulher que é de Montes
Claros pegou uma vassoura velha e partiu prá cima dos bichos
dizendo: cês podem ter mais beleza que eu, mas ignorância
quem são vocês !!! Dai a conclusão, neste Rossi eu confio !!!
Um abraço,DivanySilveira-SeteLagoaas-MG


Valdevino disse...

Prezado Ari Zanella,
Com base na afirmação do conselheiro Carvalho que, "finalmente o CD efetuou o estudo de viabilidade das sugestões de V.sa., Medeiros, Carvalho e colegas", entendo que, após estudo de viabilidade o assunto está concluido, ou seja, "decidimos conceder quanto ao ES......", ou, "os estudos demonstraram a inviabilidade de qualquer concessão.....). Diante disso, tente junto ao companheiro Carvalho colher uma das respostas SIM ou NÃO, evitando que tenhamos constrangimentos ao ler a postagem no site da Previ dizendo a mesma coisa "N Ã O".
Fará bem a todos nos, diminuindo a ansiedade e a dose de ansiolíticos.
Abraços
Valdevino

Anônimo disse...

Temos que agradecer a Deus, todos os dias, o privilégio de termos o colega João Rossi do nosso lado.

Saúde e paz, mestre João !

Francisco

Anônimo disse...

Se eles atenderem ao que João está propondo, receberei o correspondente a duas rodada de whisky nacional, patrocinada pelo marcel entre uns cinco amigos.

Anônimo disse...

Colegas,

Vejam o vídeo com a entrevista
concedida pelo Diretor Marcel,ontem, dia 01/09, no
programa do Sindicato dos Bancários de Brasília-DF.

Infelizmente, fala, fala e não diz nada!!!!

https://www.youtube.com/watch?v=roj7F_AKoO0





Anônimo disse...

Eu quero mesmo é o ES 180/180, faria me sentir um dos marajás da chamada Previ Sabida, pelos menos por uns três dia!!! Claro que,o Rossi aí da postagem, é um Colt 45, brabo e pronto para despejar sábias palavras pra cima dessa canalhada que estão fazendo velhinhos e viúvas sofrerem dia após dia.
Abre logo o jogo Carvalho se os sacripantas do enbromacion vão liberar esse ES mais gordo. Senão vão para a "pulícia" do...pra não dizer outra coisa. Dilma presidenta, deve está retada com esses caras da Previ. Estão perdendo votos aos borbotões. Camon professor, vamos pra cima deles. A hora é essa. Valeu Rossi, valeu turma que não perde a esperança.

Anônimo disse...

Esse é o cara !
Ele é que deveria ter sido eleito Diretor de Planejamento para a Previ.
Ele é do PB1.
Nada contra o Previ Futuro, mas 170 bi é do PB1.

Anônimo disse...

Esse brilhante e-mail deveria ser remetido com cópia à PRESIDENTA, quem, realmente, dá a palavra final. Talvez, até seja despachado em rito sumário, ou seja, antes do pleito de outubro. Esse pessoal não tem compaixão, são pragmáticos, suas decisões são divorciadas das questões humanas e, sim, pautadas pelas vantagens políticas, que pesam muito em época de eleição, ainda mais, sob o efeito Marina. Estamos órfãos de justiça, não nos enxergam. Nossas demandas contra essas flagrantes injustiças a que nos submetem estarão,digo, estão sub judice ad aeternum.

Barreto disse...

EL CLARIN (Buenos Aires) - 30.8.2014:


Fundos de pensão brasileiros estariam negociando com credores da Argentina


Marcela Pagano


Após as frustradas negociações dos bancos estrangeiros para comprar a dívida dos chamados fundos abutres, agora entraram em cena os fundos de pensão brasileiros. Mas por que eles poderiam adquirir essa dívida que deixou o governo argentino em um impasse com um juiz de Nova York e credores?



Segundo fontes do mercado financeiro, há três interessados que mostraram suas propostas aos grupos de finanças NML e Aurelius para adquirir os bônus que ambos têm, e que junto com os juros devidos – segundo a sentença do juiz de Nova York Thomas Griesa – chegam a US$ 1,6 bilhão.




A oferta teria sido apresentada pelos fundos do Banco do Brasil, Petrobras e BNDES.



Os fundos de pensão brasileiros teriam feito uma oferta para comprar o julgamento contra a Argentina algumas semanas atrás. A primeira proposta teria sido rejeitada, mas as negociações continuariam abertas. A informação também se propagou nos círculos empresários de São Paulo.




Os fundos brasileiros teriam oferecido 60 centavos por cada dólar de dívida. “Os abutres querem 80 centavos e as discussões estão abertas”, afirmam fontes privadas brasileiras.


Por que os brasileiros iriam querer ficar com a dívida da Argentina em mãos dos abutres?



“Porque eles têm uma grande quantidade de títulos soberanos argentinos e também investiram em ações de empresas locais. Se a Argentina continuar em default e o acordo que o mercado espera que surja antes do fim do ano não for alcançado, então esses ativos financeiros desabarão gerando grandes perdas para os fundos”, explica uma fonte que seguiu de perto as negociações dos holdouts.



Mantega


Na última quinta-feira, 28 de agosto, o ministro da Economia, Axel Kicillof, viajou de surpresa para São Paulo. Essa viagem não estava na agenda do ministro nem na do seu colega brasileiro, Guido Mantega.


Kicillof decidiu a viagem algumas horas antes do embarque e até alguns minutos antes de entrar no avião pedia total hermetismo aos seus colaboradores.


Essa mesma reserva se manteve também uma vez finalizada a reunião com Mantega, na capital paulista.


O pouco que foi divulgado pelas fontes oficiais é que a visita de Kicillof respondia à necessidade de iniciar acordos que melhorassem a delicada situação do setor automotivo. No entanto, ninguém pôde responder sobre a razão da urgência de uma viagem que estava fora da agenda.


Fontes do mercado financeiro disseram ao Clarín que o verdadeiro motivo da reunião entre os ministros foi analisar a possibilidade de um acordo para que as entidades financeiras brasileiras obtenham a dívida em mãos dos fundos abutres.

Anônimo disse...

Mestre Ari,

Na entrevista marmelada feita pelo sindicato de brasília,nosso Diretor disse:

Não o Bônus, pode chega ao máximo 300 mil reais, porque o salario do DAN é cinquenta mil reais.

6X50 IGUAL 300 MIL REAIS.

Ele não citou que é um dos beneficiários da BOLSA GOVERNO DO PT, com nosso Dinheiro.

Senti que ele estava irritado, como vão te lascar aposentados e pensionistas endividados, vão se lascar, porque não morrem logo e para de enche meu tempo com explicações.

Anônimo disse...

Professor,

Conta a verdade, o sábio professor, já sabe o tamanho da paulada que a Previ esta preparando nesta nota sobre o ES.

Da uma dica, podemos preparar os parentes, para a compra de ultima hora das urnas fúnebres, pois a cacetada desta vez vai ser "CERTEIRA".

Ari Zanella disse...

Hoje teve reunião da diretoria e sobre o assunto ES o próprio site da PREVI deverá divulgar amanhã ou ainda nesta semana, se houve alguma alteração. Sou um pouco cético por alguma novidade boa neste momento.

Anônimo disse...

Prof.Ari para entrar na ação dos 30% é necessàrio preencher a procuração.Como conseguir tal documento? e o endereço para remessa da papelada para a Anaplab?Estava pagando a mensalidade e deixei de pagar.Preciso do número da conta para efetuar o depósito para a Anaplab e o endereço para encaminhar a documentação.Lourival.matr.6313290-7.

Edmilson lopes de sousa disse...

No Rio-rj e em Spaulo, na última pesquisa, Marina coloca expressiva frente sobre a Vermelhona.Em janeiro-15, a nossa Previ estará livre destes Petralhas.Deus é Pai.edmílson em januária mg.

Anônimo disse...

É preciso que a Previ divulgue logo essa lenga-lenga do ES ninguém pode ficar aqui parecendo um bando de otários inertes, esperando a morte chegar com os dentes abertos, vamos para cima deles... morrer só lutando!!!
Quando eles pagaram 500 milhas para cada um deles foram rápidos, gatilhos nervosos, rapidíssimos, que nem Jerônimo o HERÓI DO SERTÃO, agora fica um bando de terceira idade esperando noites após noite que algum blog ou o site da Previ publiquem alguma notícia de melhorias para todos no ES. Tem véio como eu de cacete; digo, bengala na mão, tateando no diacho do computador para espremer essa miséra, fuçando alguma coisa. Estamos lascados, Sr.Teacher!!! Eu não passo de amanhã para mandar para os quintos do inferno o primeiro cobrador que chegar ao meu passeio. Até o tal do Felipão, mais conhecido como 7 a 1 gozou com a nossa cara, quer moleza, vais trabalhar no Banco do Brasil, disse assim pro repórter. Decerto, não logrou êxito nos diversos concursos que prestou para trabalhar no BB e ficou com raiva e olho gordo pra cima de nós.Surtiu efeito, viu? Na nossa terceira idade, já aposentados merecidamente, estamos comendo o pão que o diabo não quis amassar!!! Oh vida braba, essa nossa! Aqui pra nós, Tá uma fartura danada: farta dinheiro, farta remédio, farta comida, farta até coragem de protestar!!!

Anônimo disse...

Mestre Ari,

Não acredito que hoje 02/09/2014 tenha sido votado e aprovado as mudanças propostas pelo Conselheiro Carvalho.

Se algo novo fosse apresentado na última reunião do CD, Carvalho e Medeiros já tinha informado o Mestre Ari de primeira mão.

Se nem o colega sabe de nada a respeito, é porque nada mudou.

Para nós, não tem Bônus de 300 mil Reais, retroativo, e o BET acabou antes do previsto.

Promessas são sempre promessas.

Como diz o Carvalho:

Em nenhum momento afirmamos que vamos resolver todos os problemas.

Conforme divulgamos em campanha vamos lutar para... e é isto que estamos fazendo e vamos continuar nesta linha de lutas com firmeza, persistência e determinação.

Anônimo disse...

Com a soberba do atual diretor de seguridade, só vendo mesmo para crer em mudanças no ES.

Não é desanimando, mas se não veio um bingo do medeiros, depois de ter ganhado o BET e quitado o ES, com os gordos lucros da Bolsa.

É porque não saiu nada, nadica de nada.

E agora era a hora para os diretores do PT da aquela ajudazinha para a Dona Dilma.

Anônimo disse...

TIC TAC TIC TAC TIC TAC HORAS PASSANDO E NADA DE SONO.


NADA DE ES

NADA DE MELHORIAS

NADA DE NADA

TIC TAC TI TAC TIC TAC E O SONO NÃO VEM,,,,,,,,,,

WILSON LUIZ disse...

Não bastasse os corvos do PT enfiando suas garras na PREVI, agora vamos ter que alimentar os abutres da "cumpañera"Kirchner.

Tempos atrás, quando a televisão brasileira ainda era divertida, um programa humorístico utilizava o bordão "brasileiro é tão bonzinho". Os governos do PT foram tão bonzinhos, deixaram de firmar bons acordos comerciais com a União Européia e Estados Unidos porque tentavam levar junto a quebrada Argentina e o falido Mercosul, o que inviabilizava as negociações. Agora veio o pagamento, a Argentina está diminuindo suas compras do Brasil e aumentando com outros países. Isto é que é gratidão...

Antonia disse...

Prof. Ari,
O PT vai pagar caro por não ter se sensibilizado nem ouvido o nosso clamor. Eles não nos ouviram, mas, ouvirão o povo brasileiro no dia 05 de outubro.
Presidente do BB, Presidente da Previ e Diretoria vendida da Previ, seus dias estão chegando ao fim.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.
Prezado Professor Ari, com a sua licença, informo ao colega Lourival que toda a documentação está relacionada no sítio da Anaplab e a remessa é DIGITALIZADA e não pelos Correios.
Os extratos das operações substituem os Contratos.
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Javé cerca você, cuida de você e o guarda com carinho, como se fosse a menina dos seus olhos."
Dt 32,7-14.

Anônimo disse...

Prof,Ari, permita me responder ao Lourival, pois ja entrei com a acao dos 30%. A procuracao esta no site da Anaplab, na acao 30% consignado. A,remessa dos documentos devera ser ser feita pela internet, nao pelos correios. Voce escaneia os documentos e mande para o e mail do juridico da Anaplab. Quanto ao pagamento da mensalidade, ligue para o Gilvan e peca lhe o numero da agencia e conta para depositar o valor. Espero ter respondido tudo. Quanto aos contratos dos emprestimos, basta o extrato dos mesmos.

Anônimo disse...

Foi concedida a Afabb-BA ontem, 02.09.2014, pelo Exmº Sr. Juiz de Direito Osvaldo Rosa Filho, atendendo pleito formulado pelos advogados Andre Lopes Santos e Carla Wanessa da Silva Costa, liminar suspendendo o pagamento do “imoral” bônus auto-concedido à diretoria executiva da Previ, através da utilização do voto de minerva em decisão autoritária e deplorável do presidente do conselho deliberativo sem, é bom que seja lembrado, a anuência dos conselheiros deliberativos eleitos.

Anônimo disse...

Ao Anônimo das 23:36...

“Como diz o Carvalho:
Em nenhum momento afirmamos que vamos resolver todos os problemas.
Conforme divulgamos em campanha vamos lutar para... e é isto que estamos fazendo e vamos continuar nesta linha de lutas com firmeza, persistência e determinação.
02/09/14 23:26"

Bom seria nominar os comentários, sempre com o mesmo NOME:
-JOAO das Coves...
-sem matrícula
-sem sobrenome
-pode ser ateh apelido, mas sempre o mesmo para termos noção de sequência no raciocínio.

A propósito estou opinando nos Blogs do ARI-MEDEIROS há apenas 6 meses e nunca fiquei anônimo.

Aproveito para reclamar de TODOS os setores jurídicos das AFAs que intentam muitas ações judiciais morosas e, principalmente, da ANABB que pouco age junto ao MPF contra a PREVI...

Lembram do caso do IRPF na Fonte sobre LP5? Corretamente não era descontado dos funcis do BB ateh que algum idiota do BB (ou ANABB) perguntou à SRF e BINGO! Começamos a pagar e 10 anos depois a ANABB ganhou a ação e MUITOS HONORÁRIOS?

EH PRECISO UTILIZAR A MESMA TRUCULÊNCIA DO BB E PREVI nesses assuntos.

O DESCUMPRIMENTO pela PREVI de determinações legais da PREVIC(TAC) enseja MANDADO DE PRISÃO à Diretoria da PREVI !!! Nenhuma das AFAs fez nada.

E o Acordo de 2010 sobre o BET?
O BB e a PREVI quebraram o Acordo e fica assim?
Não cabe denúncia ao PROCON, já que a relação PREVI<>Assistidos é RELAÇÃO DE CONSUMO, como determinou o TST(Decisão Política ou Remunerada?) que VOMITOU as AÇÕES DE REVISÃO DOS BENEFÍCIOS?

Se o BB tem o Voto de Minerva na PREVI, inclusive para assuntos que envolvem os “Assistidos”, como desvincular o Patrocinador/Empregador BB, que caracteriza RELAÇÃO DE EMPREGO, das Ações de Revisão dos Benefícios?
As AFAs e ANABB deveriam atacar a Decisão o TST para tratar dessas Ações na Justiça do Trabalho.

Marcelino Pão&Vinho

Anônimo disse...

Sr. Marcel,
Foi eleito e não sabe nem multiplicar? 10x50000,00=300 mil? tem do.

Anônimo disse...

Colegas,

Se os fundos Petros, Previ e BNDES já estavam aplicados em títulos do falido governo da Argentina, devem ser denunciados ao MP por gestão temerária.
Caso agora estejam entrando para salvar a pele da Presidanta da Argentina o caso é ainda mais escabroso.
As eleições vem aí!

Anônimo disse...

Hoje a PREVI colocou em seu site nota afirmando que não possui e não pretende efetuar qualquer investimentos em títulos da dívida pública da Argentina. Diz que o risco seria muito elevado.

Anônimo disse...

Prezados,
Tomara que seja verdade está afirmação da Previ com relação a dívida argentina. Contamos com os olhos e ouvidos dos eleitos da Chapa 3. Celio

Anônimo disse...

COLEGAS:

Matéria reproduzida integralmente conf. Link público:
http://adairosembak.blogspot.com.br/2014/09/acao-de-medida-cautelar-contra-o-bonus.html

quarta-feira, 3 de setembro de 2014
Ação de Medida Cautelar contra o Bônus - AFABB-BA, presidida por Pedro Paulo Portela Paim
Esta matéria nos foi encaminhada pela Companheira Marta E.T. Balbi
COM ENTUSIASMO REGISTRAMOS A NOTÍCIA DA AÇÃO DE MEDIDA CAUTELAR
PROPOSTA PELA AFABB(BA) DEFERIDA EM 02 DE SETEMBRO DE 2014.
CONCLAMAMOS QUE DEMAIS ASSOCIAÇÕES SIGAM O MODELO DESTA ACERTIVA.
TODOS UNIDOS, COM CERTEZA, É RUMO À VITÓRIA !
PARABÉNS AFABB SALVADOR E EXTENSIVO AOS ADVOGADOS.
CONGRATULAÇÕES,
MARTA BALBI


ADV: ANDRE LOPES SANTOS (OAB 32072/BA), CARLA WANESSA DA SILVA COSTA (OAB 36242/BA) - Processo 0546903-33.2014.8.05.0001 - Cautelar Inominada - Liminar - AUTOR: ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCODO BRASIL DA BAHIA - AFABB-BA - RÉU: Caixa de Previdencia dos Funcionarios do Banco do Brasil - PREVI –
Defiro opedido de medida cautelar, eis que, no caso em exame,
satisfeitos os requisitos legais pertinentes. Como consabido, osrequisitos necessários para se alcançar providência de natureza cautelar são o fumus boni juris e o periculum in mora.Trataseo fumus boni juris pela plausibilidade do direito substancial invocado por quem pretende a segurança .Incertezas ou imprecisões acerca do direito material do postulante não podem assumir a força de impedir-lhe o acesso à tutela cautelar.
Caso, em um primeiro momento, a parte tenha possibilidade de exercer o direito de ação e se o fato narrado, em tese, lhe
assegura provimento de mérito favorável, presente se acha o fumus boni juris, em grau capaz de autorizar a proteção das
medidas preventivas. No que toca ao periculum in mora, há de se vislumbrar um dano potencial, um risco que corre o
processo principal de não ser útil ao interesse demonstrado pela parte. O receio não se funda em simples estado de espírito
do requerente, mas sim se liga a uma situação objetiva, demonstrável através de algum fato concreto.Assim, o perigo de dano próximo ou iminente é, por sua vez, o que se relaciona com uma lesão que provavelmente deva ocorrer ainda durante
o curso do processo principal, isto é, antes da solução definitiva ou de mérito. Analisando os fatos descritos na inicial à luz dos requisitos sobreditos, resta certo merecer o pedido nela formulado acolhimento, eis que, SÃO GRAVES os fatos que segundo a inicial, estão na iminência de ocorrer, pagamento de valores significativos que a autora, entidade representativa dos aposentados questiona. Ata da autora que se encontra nos autos inclusive deliberou o temor no particular. Com efeito,ocorrendo o pagamento de vultosa quantia aos DIRETORES da PREVI, poderá sofrer esta danos irreparáveis. Observa-se,por oportuno, que dos 06 diretores a serem beneficiados, 03 se posicionaram contra. Voto de Minerva como dito na inicial.
QUESTÃO, pois, POLÊMICA. POSTO ISSO, com base nos arts.798,799 e 804 do Código de Processo Civil, defiro a liminar
pretendida, conforme inicial, para o fim de obstar a que a ré CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO
BRASIL - PREVI se abstenha de proceder ao pagamento do BONUS DE R$500.000,00 (quinhentos mil reais) aos seus
DIRETORES, até ulterior deliberação deste Juízo, sob pena de multa de R$500.000,00 (quinhentos mil reais). Intime-se.
Cite-se. Salvador(BA), 02 de setembro de 2014. Osvaldo Rosa Filho Juiz de Direito

Ari Zanella disse...

Recebi da PREVI o comunicado abaixo, como Conselheiro Consultivo Suplente:

Sras. e Srs. Conselheiros,

Encaminhamos, para conhecimento, posicionamento da PREVI publicado no site sobre suposta negociação de títulos da dívida argentina por parte dos fundos de pensão brasileiros.

Atenciosamente,

Roberto Sabato
Gerente Executivo

PREVI / Ascom


PREVI esclarece informação improcedente sobre títulos da dívida argentina
Em função de matéria publicada pelo jornal argentino Clarín, em 30/8/2014, sobre uma suposta negociação de títulos da dívida argentina por parte de fundos de pensão brasileiros, a PREVI tem sido demandada pela imprensa e identificado dúvidas de alguns participantes, quanto à veracidade da informação.

Para evitar especulações indevidas e melhor esclarecer nossos associados, ressaltamos que a Entidade não possui, não está negociando e nem pretende utilizar esse tipo de investimento. Além disso, a classificação de risco daquele País não nos permitiria fazer qualquer aplicação dessa natureza.

Os investimentos e desinvestimentos dos ativos dos planos administrados pela PREVI são realizados em consonância com as Políticas e normas vigentes, bem como divulgados sistematicamente pelos veículos de comunicação oficiais e pelo Relatório Anual."

Ari Zanella disse...

Meus Caros e Minhas Caras,

Não devemos tomar a decisão Liminar obtida pela AFABB-BA como favas contadas, porque liminar é limanar, podendo ser cassada a qualquer momento. Não foi julgado o mérito da causa. E quando isso acontecer a PREVI vai se armar de todos os comprovantes legais (inclusive o Contrato de Cessão) e as decisões do CD (que embora amorais, são perfeitamente legais; ou o CD não pode usar o voto de Minerva?).
Portanto, nada de euforia. Foi uma vitória? Foi. Mas há que se estar muito bem fundamentado para não sofrer reveses posteriores.
De todo o modo, parabéns à AFABB-BA.

Anônimo disse...

Professor Zanella, nós que tivemos participação efetiva nas eleições de Lula e Dilma vamos agora com Marina. E como erramos com o PSDB E PT heim!

Anônimo disse...

BALDE DE ÁGUA FRIA AOS ENDIVIDADOS:

PALAVRAS DO CARVALHO:

Prezados:
Lamentando o elevado endividamento de milhares de colegas, agravado com a suspensão do BET e retomada das contribuições, antecipo-me a informar que a Diretoria de Seguridade concluiu ser inviável a implantação da sugestão que apresentei (composição das dívidas). A conclusão será divulgada no site da PREVI.
Carvalho

Anônimo disse...

Mestre Ari,

Sinto que os Diretores eleitos bem como os Conselheiros diz menos do que sabe.

Todos já sabiam desde a reunião que o Diretor Marcel e sua equipe de técnicos super capacitados negou a proposta do Conselheiro Carvalho.

Aos Aposentados e Pensionistas uma ultima oportunidade, AÇÃO 30% CONSIGNADO ANAPLAB.

Vamos salvar nossas famílias, e a Previ que se ajuste com a justiça.

Ari Zanella disse...

Vejam o que o Rossi disse do meu blog no Facebook dele e a quem agradeço do fundo do meu coração:


João Rossi Neto
28 de agosto às 23:48 ·
NINGUÉM QUER E NEM PEDE RECONHECIMENTO PELO TRABALHO ESPONTÂNEO DESENVOLVIDO EM PROL DA CAUSA, MESMO PORQUE NÃO NOS ILUDIMOS COMO AS GALINHAS QUE VEEM UM OVO DE AVESTRUZ E SAI LOGO GRITANDO QUE É DELAS. BASTA UM SIMPLES "AMÉM" QUE SIGNIFICA "ASSIM SEJA" E ESTAMOS CONVERSADOS. È CHOVER NO MOLHADO, QUANDO ALGUÉM REPETE, JUNTOS, AMÉM E ASSIM SEJA.
De vez em quando repasso alguns textos para conhecimento dos nobres colegas aposentados do BB, sempre abordando assuntos relacionados à PREVI com o intuito de divulgar informações do nosso interesse. Boa parte dos meus editoriais foram publicados com destaque no blog do meu amigo Ari Zanella e muitos deles chegaram a alcançar em torno de 1.000 visualizações no curto período em ficam à disposição para repercussão. O Ari é muito dedicado, dinâmico e ótimo redator, tendo a preocupação de manter atualizado o blog, com matérias novas, bem como de publicar os comentários dos seguidores em tempo record, quase na velocidade da luz e por isso é muito elogiado. Gostaria que os colegas, na medida do possível, dessem uma passada por lá. A propósito, informo que o Ari integra o Conselho Consultivo da PREVI e em face do estreito contato com os colegas Diretores de Administração e Planejamento (Cecília Garcez e Décio, respectivamente) e com o Conselheiro Deliberativo Antônio Carvalho e seu suplente Bernardo de Medeiros, todos recém empossados, sempre tem novidades sobre o que acontece na PREVI. Estes representantes eleitos ganharam a eleição na Chapa 3, ancorados por 4 blogs: O do Cecília, do Medeiros, do Zanella e do A. Carvalho."

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Estive hoje no BB e fui informado que meus CDCs se encontram em poder da firma Ativo SA para cobrança.Em contato com a referida Empresa, pedi que me mandassem os extratos dos CDCs.No meu e-mail apareceu todas as minhas dívidas no BB, inclusive cheque especial e cartão de crédito, mas não consta os valores que são debitados mensalmente.Somente o valores brutos das dívidas.Serve essa documentação? O mais estranho é que no BB os CDCs aparece o montante de 76 mil e na relação da firma Ativo S.A,que assumiu minhas dívidas, o valor é de 21.943,22.O acordo tem que ser feito com essa Firma.Posso entrar com a ação assim mesmo, já que o BB transferiu tudo para a Ativo SA?
O débito da minha conta corrente era de aproximadamente 2.350,00 reais, antes de virar Orpag-scr.Passei o meu cartão no terminal de autoatendimento e deu conta sem movimentação.
Não tem jeito de ver a c/c.
Lourival

Anônimo disse...

O Carvalho teve boa intenção com a solicitação de composição de dívida (não aceita pela Previ) e temos que agradecer sua atuação.Mas na minha opinião a redução da parcela do ES não resolve a situação dos endividados.A nossa salvação é a ação da Anaplab que vai limitar em 30% da renda a soma de todos os consignados.

Anônimo disse...

PESQUISA IBOPE E DATA FOLHA APONTA:

MARINA SUBINDO,,,,,,,,

MARINHA PASSANDO,,,,,,

MARINA SEGUNDO TURNO,,,,

MARINA PSB 40

Agora vamos ver se a Previ entra nos trilhos, temos algum interlocutor, poderia ser a Cecília Garcez da chapa 3, pois ela é oposição na Previ e venceu como a Marina vai vencer a SARGENTONA DO LULA.

Anônimo disse...

Mestre Ari,

COMO ESTA A CAMPANHA PARA GOVERNADOR NO SEU BELO ESTADO,

QUEM ESTA GANHANDO POR AI, NAS INTENÇÕES DE VOTO.

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Minhas dívidas não estão mais com o BB.Foram transferidas para firma especializada em cobrança.Recebo por orpag.Se eu voltar a movimentar a c/c, o BB pode debitar o valor dos CDCs ou não, já que cedeu para outro prestador? ou devo entrar com o consignado 30 por cento.Recebi hoje notificação extra-judicial dizendo que se não pagar em 3 dias terei bens penhorados e penhora on-line.Que devo fazer?
Emmanuel.

Anônimo disse...

O magistrado errou formalmente ao OBSTAR a que a ré se ABSTENHA.
Com isto a PREVI poderá peticionar a suspensão imediata da liminar, até que o julgador esclareça o que pretendia dizer em seu despacho (salvo melhor juízo).

Ari Zanella disse...

Caro Lourival e Emanuel,

Queiram, por gentileza, encaminhar seus questionamentos para o e-mail

tesouraria@anaplab.com.br
ou
atendimento@anaplab.com.br

Se preferirem, podem ligar para o telefone (41) 3035-2095 (Gilvan)

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.
Prezado Professor Ari, o caro Lourival deve observar:
1) CDC: solicita o extrato ou os extratos no Atendimento Negocial(Mesas), pois, nesse(s), aparece a prestação, requisito indispensável.
2) Extrato da c/c: é isso mesmo. Obviamente, não háverá movimento, pois deixou de receber créditos.
3) Mesmo com essa diferença de valores(BB e Ativo SA), junta todos os extratos da dívida, para incluir tudo.
Qualquer interessado pode ajuizar, desde que junte a documentação que prove o desenquadramento coletivo(Previ e outros), quanto à limitação de 30% das consignações.

Grato e PAZ E BEM!

"Embora eu caminhe pelo vale tenebroso, nenhum mal temerei, pois junto a mim estás."
Salmo 23(22).

Anônimo disse...

PARECE QUE OS DIAS DE ENGANAÇÃO, TRAIÇÃO, MENTIRAS DESSA COISA CHAMADA PT, ESTÃO CHEGANDO AO FIM.

ESSA CORJA DE PEÃO TIRANDO ONDA DE EXECUTIVO FINDARÁ BREVEMENTE.

CREDIBILIDADE AGORA NEM PRA DELEGADO SINDICAL

SEUS B....

Anônimo disse...

Estamos lenhados com essa droga de previ... não tem que solicitar nada...temos é que exigir! Não jogam na bola só jogam na nossa canela. Então vamos mostrar também os birros das nossas chuteiras para esses safados estupradores de bolsos de aposentados e pensionistas! Acho que salário/aposentadoria é IMPENHORÁVEL.

Antonia disse...

Sr. Carvalho,
Para a Diretoria de Seguridade é inviável uma Composição de Dívida dos associados que resolverá o problema deles e terá RETORNO para a Previ. Já o BÔNUS da Diretoria, que não tem RETORNO, é perfeitamente: VIÁVEL, POSSÍVEL, LEGAL, TEM RECURSOS E NÃO PREJUDICA A PREVI.
Prá eles, TUDO
Prá nós, NADA.
Esse pessoal é tão Cara-de Pau, que simplesmente nega e não está nem aí para a repercussão.
Gente, vamos acabar com esses abusos com urgência. Ninguém aguenta mais.

Ari Zanella disse...

Meu caro Marco Antonio:

Nele foi citado um determinado blog do qual quero distância de milhares de quilômetros. Nada contra o nobre amigo, nem com a mensagem propriamente dita. Espero que compreenda a minha atitude posto que minha aversão e repugnância ao proprietário do referido blog é total e irrestrita.

Unknown disse...

Caro Ari,

Nada mais justa que a citação elogiosa do colega João Rossi Neto à sua atuação. Basta reler os artigos e comentários para se perceber quanto de esclarecimentos, orientações e elevada moral nos são transmitidas em seu blog. Eu o considero de leitura obrigatória, frequentando-o várias vezes ao dia (e nas noites insones também -- risos). Alguns podem dizer que só faço comentários favoráveis, mas, onde é aceita a crítica, também deve ser aceito o elogio.
E são poucos, a exemplo do caro colega e amigo, que defendem nossa causa sem pensar em $$ no próprio bolso.

Grande abraço,
Luiz Faraco - Florianópolis (SC)

Anônimo disse...

Ao colega Emmanuel
(03/09/14 20:49)

Sugiro uma visita no site abaixo:

http://www.endividado.com.br/noticia_ler-19494,saiba-quais-os-bens-nao-podem-ser-penhorados-para-pagar-dividas.html

Lá tem outras matérias interessantes de fácil leitura para os consumidores em geral.

Anônimo disse...

Meu pai ensinou-me:
1 - Agradecer. faz parte da boa educação.