segunda-feira, 28 de abril de 2014

Cecília Garcez apresenta a Chapa 3 - Previ Livre, Forte e De Todos

12 comentários:

WILSON LUIZ disse...

A situação na fazenda petista está de vaca não conhecer bezerro. O ex-presidente Lula “eu não sabia de nada, nadinha”da Silva, em entrevista concedida em Portugal, entre outras sandices, disse que os condenados do mensalão, que estão cumprindo pena(Zé Dirceu, Genoíno, Delúbio, João Paulo Cunha), não eram pessoas de sua confiança!! Ele deve estar colocando suas petistas barbas de molho, pois na última pesquisa IBOPE, fizeram projeção de que, se Lula fosse candidato hoje, teria 42% dos votos. É pouco, muito pouco, pouquíssimo, para quem deixou o governo com aprovação superior a 70%.

Anônimo disse...

Será que o Sasseron não é da confiança do Marcel?
O Pimentel é outro que quando descobrirem as falcatruas da RES 26 será jogado pros ratos

Anônimo disse...

Assisti ao vídeo da Cecília, aproveitei e vi também o do Ari e do Ruy.

Apenas um detalhe, a montagem no vídeo do Ruy ficou chata, a repetição do "nada" cansa o ouvido e acho que acaba mascarando a seriedade do tema discutido.

O próprio Ruy não deve ter gostado dessa montagem.

É o que acho.
Lydio

Anônimo disse...

Ari,

Votação da CASSI.

Quando fui usar o terminal de auto atendimento do banco, semana passada, apareceu a tela para votação do Relatório Anual 2013, da CASSI.

Então, resolvi votar.

Fiz o procedimento para processar o voto.

Apareceu, na tela do terminal como se eu já tivesse votado.

Não apareceu os caminhos indicados no sitio da CASSI, para a votação.

Achei estranho!

Continuei no auto atendimento para terminar a consulta dos meus ativos financeiros.

Esse relato, prof. Ari, é para registrar o que pode acontecer a um terminal eletrônico.

Algum votante da CASSI pode/confirmar dizer se aconteceu
o mesmo "apagão"?

james

Goulart disse...

Caro Ari Zanella, em conversa con minha irmã, tambem aposentada do BB, ela comentou que já esta existindo uma divisão, entre a Chapa 3 para a Previ e a chapa 2, do grupo Semente da União, sem entrar em detalhes, acho que esta havendo divisão, o que entendo como lamentavel, até agora, que tal, se houvesse um entendimento para que se chegasse a um comum acordo? Desculpe, mas isso é o que penso. Pretendo votar na chapa 3 e tenho sugerido aos colegas aqui de Cambé-PR e Londrina-PR. Espero que tudo de certo, POIS NOSSO FUTURO ESTA EM JOGO , temos que nos conscientisar (não sei se escrevi certo), dessa situação...

Anônimo disse...

Professor Ari,

Tenho três difíceis perguntas a lhe fazer:

1) É verdade que a Previ nos tratará com respeito?

2) O JEC contratará o Messi?

3) O PT não superfaturará nenhuma obra?

WILSON LUIZ disse...

Pesquisa de opinião divulgada hoje informa que a presidentA Dilma já não seria reeleita no primeiro turno, se a eleição fosse hoje. Pior ainda, para ela, é que seu índice de rejeição, isto é, pessoas que não votariam nela de forma alguma, já atingiu 43%, nunca presidente algum se elegeu com tal índice negativo. Ainda acho que o problema da PREVI e das empresas nas quais tem participação é, essencialmente, político. Sei que muitos colegas não se interessam por política, mas esta eleição e fundamental, para nós, para a PREVI, para o futuro de nossos filhos e netos. Portanto, mesmo enojado, tape o nariz e vote em qualquer candidato da oposição, seja Eduardo Campos, Aécio, senador Randolfe, pastor Everaldo, qualquer um para que haja segundo turno. Como a presidentA falou em seu pronunciamento de fim de ano, “o melhor é que pode melhorar”, caindo deste jeito, talvez ela nem vá ao segundo turno, não custa sonhar.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:

A nossa "morte anunciada" já está à caminho. Para os da ativa, a PREVI logo achou uma solução, aumentando o teto do Empréstimo Simples - (ES), como forma de minorar os estragos havidos. Para nós aposentados, está "garantido o término" da prorrogação do ES agora em JULHO/2014, com catastróficas consequências. Caso não queiram que isso aconteça, além de outras coisas piores ainda, UNAMO-NOS TODOS EM TORNO DA CHAPA TRÊS! É a chapa VAMOS, QUE VAMOS!


Anônimo disse...

Prezado Ari, sem união da oposição não vamos a lugar nenhum, se unidos venceremos. Pergunto: o que falta para que todas as chapas de oposição se unam em uma só ?
Não votarei em chapa da situação, porém estou em dúvida em quem votar na oposição, o meu voto, se não houver união, vai para chapa que mais tiver chance, porem se todas se unirem é certeza que ganharemos, caso contrário....
Abs.
Cláudio - Piracicaba - SP

WILSON LUIZ disse...


Nosso colega, pós-doutorado da Sorbonne, em vez de ler bobagens escritas em francês, faria melhor proveito se lesse os relatórios da PREVI. Apenas em respeito aos 2 leitores que acompanham o que escrevo, respondo a seu comentário abaixo, postado na matéria anterior.

"O “pulo do gato" parece que é bastante sutil! Entretanto, ainda não teria sido percebido pelo colega, pelo menos na totalidade. Tal insinuação, de nossa parte, tem como fundamento certo comentário do colega. Assim, quando ele diz: “o recebimento de dividendos cobre METADE (50%) de nossos benefícios, e este valor se mantém mais ou menos constante, mesmo com a queda da cotação das ações."

Assim, perguntamos: onde está escrito que o recebimento de dividendos cobre METADE (50%) de nossos benefícios, e este valor se mantém mais ou menos constante, mesmo com a queda da cotação das ações?
Em lugar nenhum, acreditamos!"

Inicialmente, gostaria que não me confundisse com o ministro Mantega, que fabrica números irrealistas para justificar sua incompetência.
Sobre os dividendos, realmente não sei lhe informar onde está escrito, apenas onde está falado. Se você puser um pouco de lado as baboseiras francesas que lê, for ao site da PREVI e acessar o relatório de 2012, ouvirá, no vídeo 7, o diretor de participações, Marco Geovanne, assim se manifestar: “...AO TODO, EM 2012, A PREVI RECEBEU CERCA DE 3.5 BILHÕES EM DIVIDENDOS...”. Pelo que me lembro, os benefícios pagos em 2012, excluído o saudoso BET, foram menos de R$ 7 bilhões, o que indica que mais de 50% foram pagos apenas com dividendos de ações, a chamada renda variável, que você odeia tanto. O recebimento de dividendos em 2013, realmente não sei lhe informar, pois comecei a ler o relatório deste ano e logo parei, ao constatar que não havia necessidade de suspender o BET antes do tempo

Anônimo disse...

Caro Claudio de Piracicaba,
Fica esperto colega. Você acha mesmo que há 3 chapas de oposição? Você é tão ingenuo assim?
Colega, a situação lançou chapas extras como se fossem da oposição, mas na verdade existem apenas para "roubar" votos da oposição. A tática já deu resultados na última eleição da Previ onde a chapa encabeçada pela Cecília perdeu por 600 votos (havia, como hoje, 3 chapas da oposição e 1 da situação).
Novamente, usando a mesma estratégia, a situação ganhou as eleições da CASSI no mês passado com 37% dos votos contra 63% da oposição. Novamente houve 3 chapas da oposição (uma ou outra lançada para tirar votos da oposição) e uma da situação.
Para as próximas eleições da PREVI a situação está usando da mesma estratégia (afinal, vem dando certo): lançou uma pseudo chapa dita como da oposição justamente para tirar votos da oposição, como dantes.
Colega, seja esperto, de que adianta sua experiência de vida, seus cabelos brancos? Não seja massa de manobra dos que querem se perpetuar no poder.
PENSE, REFLITA E VEJA QUE A VERDADEIRA CHAPA DA OPOSIÇÃO É A CHAPA 3.
Celio

Anônimo disse...



Prezado Wilson,

De maneira alguma estamos duvidando que o Previ tenha pago metade dos benefícios com recursos provenientes de dividendos e juros, em determinado exercício.

Estamos aqui simplesmente dizendo que estes dividendos e/ou juros, muito provavelmente, só foram pagos devido àquela exigência que os investidores institucionais fazem às empresas nas quais estes detém ações. Consequentemente, tal prática de “maximização dos fluxos de dividendos” também seria uma espécie de manipulação. Em outros termos, a manipulação não se limitaria apenas à manutenção das cotações das ações num nível o mais elevado possível por um tempo o mais longo possível. Já podemos afirmar sem nenhuma dúvida: todos os números relacionados à Bolsa sejam cotações, sejam dividendos, tendem a ser manipulados. Em síntese: papel aceita tudo. Portanto, não estamos falando do passado. Estamos, simplesmente imaginando, o que tende a ser o futuro. Sem qualquer ódio.