segunda-feira, 23 de setembro de 2013

INCANSÁVEL ANTONIO JOSÉ

PREVI – BET – TETO – ABAIXO ASSINADO – INFORMAÇÕES



Apresento, em uma página, informações atualizadas de Três importantes temas:
1 – BET AMEAÇADO: Em julho o superávit foi de R$ 24 bilhões. As Reservas de Contingência foram 27,2 bilhões. Logo, as reservas especiais foram (-R$ 3,2 bilhões). Se fosse em dezembro o BET acabaria, pois o saldo de R$ 2,9 bilhões provisionado no Fundo Previdencial seria revertido para as reservas de contingência. A rentabilidade de julho foi de 1,69%, contra (-2,17%) de junho. A bolsa reagiu, mas, as ameaças continuam. TURBULÊNCIA! APERTEM OS CINTOS!. A Extinção do BET implica na redução de 20% dos benefícios e de poupança para os ativos. Haverá retorno das contribuições, suspensas desde 2007. Ainda continuo acreditando que o BET será pago até dezembro de 2014. Aliás, existe R$ 1 bilhão de reservas de 2010/ 2012 para dividir com o Banco, por força da Resolução 26/2008. A PREVI ainda não se manifestou.
2 – TETO DE BENEFÍCIOS: A PREVIC determinou o cumprimento do Teto aprovado em 2008.  Vencido o prazo de 60 dias concedido, a PREVI pediu adiar por mais 90 dias. Há evidências de pressões para o não cumprimento. Um abuso e desafio à LEI. Um grupo de Dirigentes do BB, PREVI e Subsidiárias continua recebendo benefícios privilegiados, desde 2008. Continuam legislando em causa própria Clique no LINK: BNEFICIO IRREGULAR.  Veja o pronunciamento na Câmara, do Colega Deputado Augusto Carvalho, dia 11 de setembro, quando abordava denúncias sobre Fundação BB.
3  – RESOLUÇÃO 26/2008 – ABAIXO ASSINADO: Tramita no Senado o PDS 275/2012 que objetiva cancelar artigos abusivos e ilegais da infeliz resolução 26 que, ferindo a Lei 109/2001, permite os Fundos de Pensão repassar parte do superávit ao Patrocinador, mexendo no patrimônio da PREVI e em nosso bolso. Em 2010 a PREVI repassou 7,5 bilhões ao Banco que, por Lei deveria ser usado para revisão do Plano. Patrocinador, por Lei, não é beneficiário. Contribuições são salários indiretos, embutidas no custo e pagas pelos consumidores. Patrocinador goza de benefícios fiscais. Conclamo a todos clicar no LINK: ABAIXO ASSINADO - PDS 275/2012. Imprima o formulário, colha o máximo de assinaturas, de parentes e amigos, devolvendo-me, conforme orientação no rodapé do documento, para ser entregue no Senado, em audiência Pública já aprovada, em data a ser marcada. Quem desejar participar do abaixo assinado pela internet, é fácil: Basta clicar no LINK abaixo: http://www.avaaz.org/po/petition/APROVACAO_DO_PDS_2752012_EM_DEFESA_DOS_FUNDOS_DE_PENSAO/
 Tenho recebido muitas assinaturas. Quanto mais, melhor. Nossa luta é desigual. O referido PDS 275 encontra-se na Comissão de Assuntos Econômicos, cujo relator é o Colega Senador Pimentel, que como Ministro da Previdência assinou a abusiva Resolução 26. Depois vai para a Comissão de Cidadania e Justiça e finalmente ao Plenário, carecendo da aprovação de ao menos 29 Senadores. Dia 16, junto ao colega Ivo Ritzmann, fomos recebidos em Joinville pela Senadora Gaúcha Ana Amélia, a quem agradecemos pelo apoio. Respaldado em mais de 500 assinaturas, sugerimos a elaboração de parecer substitutivo ao que será apresentado por Pimentel. Ela foi muito receptiva e atenciosa. Durante sua palestra em evento, enalteceu nossa iniciativa. Sugiro que outros Colegas demandem Senadores. A quem desejar, posso disponibilizar minuta sugestiva para abordagem formal. Participe! Divulgue!
Dúvidas/dificuldades na abertura dos LINKS, contate e-mail: ajccarvalho@bol.com.br.
Se desejar participe do blog: ajccarvalho.blogspot.com.br.

Antonio J. CARVALHO

14 comentários:

Anônimo disse...

"HÁ EVIDÊNCIAS DE PRESSÕES PARA O NÃO CUMPRIMENTO."

Quem está pressionando?

Anônimo disse...

E o nosso Bet, não será distribuido?

Anônimo disse...

Após o pronunciamento/denúncia do ilustre deputado Augusto Carvalho, peço informar quais teriam sido os desdobramentos/consequências, se é que existiram, principalmente no tocante ao teto de benefícios dos dirigentes estatutários. Agradeço também caso seja melhor esclarecida a motivação para que surgisse a expressão "HÁ EVIDÊNCIAS DE PRESSÕES PARA O NÃO CUMPRIMENTO" no post do colega Antonio Carvalho.

Anônimo disse...

Ilustre Professor Zanella:


Não há a menor possibilidade de o BET acabar antes de 2015, pois os "parasitas" que ganham R$ 80.000,00, não vão querer perder um BET de R$ 16.000,00.

Anônimo disse...

As entidades de Previdência Complementar estão preocupadas é com o aumento da expectativa de vida dos aposentados. Tomara que o pessoal do Banco do Brasil vivam, no mínimo, até aos l00 (Cem) anos.

WILSON LUIZ disse...

O Banco do Brasil mais a PREVI, primeiro nos esfolam(roubo dos R$ 7.5 bilhões), depois jogam sal na ferida(pagamento de aposentadorias acima do teto para diretores).
Não me iludo, acho que jamais teremos de volta, para melhoria de benefícios, os R$ 7.5 bilhões. Primeiro, nada passa no Congresso sem a prévia autorização do governo, pois até em votação secreta eles conseguem o que querem, como por exemplo a nomeação escandalosa de Dias Toffoli, ex-advogado do PT, para ministro do Supremo Tribunal Federal, e a não derrubada de vetos presidenciais.
Já acreditei na justiça, inclusive ganhei várias ações. O que ocorre hoje é que os tribunais superiores, onde são julgados os nossos pleitos, também têm suas vagas preenchidas por juízes que rezam pela bíblia do PT, li postagem que diz que a ação dos 40%(equiparação com o Banco Central), já foi fulminada, sem possibilidade de novos recursos.
No tocante ao teto de aposentadoria, foi autorizado ao Banco do Brasil que o mesmo utilize, para seu pagamento, créditos que tenha junto à PREVI, o que é o caso dos R$ 7.5 bilhões. Utilizando o dinheiro do roubo, pelo menos nossas reservas deixarão de ser dilapidadas, o que ocorre desde 2008.

Anônimo disse...

Arquivaram o processo dos 40% BACEN, sem possibilidade de apelação? Garanto que ai não vão aceitar um embargo infringente.

Anônimo disse...

Se o senadorzim, cabeça de pitomba, ex sindicalista e atual traidor ex colega zé pimentel é relator na comissão, não adianta alimentar esperanças de resultados positivos em favor dos aposentados. E por falar em BET, alguém saberia dizer qual é o valor do benefício que o nojento político recebe?

Anônimo disse...



Rich Mestre, hoje não vou falar da Previ, nem da PREVIC nem
do Velho B. Brasil. Também não quero falar da BET, pois para
mim é assunto resolvido. Aliás, conversei esta semana com um
velho corretor da bolsa, o qual fez muitas operações para
mim e que me disse o seguinte: se a bolsa atingir 60 000 pts
resolve seu problema, então pode comprar o Wisque para nós
comemorarmos , pois isto acontecerá até o meio de novembro.
Disse que ele poderia estar blefando e o mesmo disse: não me
assustará se a bolsa atingir 70 000 pontos na 2a. quinzena de
dezembro. Porque você tem esta certeza, perguntei ? Ele disse
que a manutenção da politica monetária nos EE UU é o fator
primordial e que o "tutu" vai voltar correndo para cá !!! , Neste clima otimista eu esqueci do assunto que pensei
abordar, que é a mudança de comportamento de quem ganha DI -
NHEIRO fácil. O titular deste Blog, pessoa que muito AD-
miramos, e que merece toda mordomia do mundo, nos últimos d dias, talvez em em decorrência dos 600 000 00 que faturou,
tem trabalhado pouco nos últimos dias, senão vejamos : publi-
cou voz da caserna, abordou o livro de Saulo Ramos, depois
o texto de Felipe Marques, recorreu ao talento de João
Rossi e agora Antonio J. Carvalho, sem contar que os dois
últimos ambos colegas, dão muito ibope, tempo que ele hiber-
na. Aliás, segundo li no blog acima, o Mestre já engordou
1/2 arroba. É muito ,Mestre. Volte a escrever. Um abraço
Divany Silveira - Sete Lagoas-MG
1/2 arrôba


Anônimo disse...

Dizer que o Betinho não irar acabar até dezembro de 2014 é piada. Não pode acabar NUNCA!! Do quê iremos sobreviver se essa caga acabar? Essa bodega já está incorporado nos nossos orçamentos. É brincadeira o que esses dirigentes querem fazer com a gente.

Alo Sr. Marcel!! Acorda para a realidade. O senhor está achando o quê dessa palhaçada toda?? Hem?? Responde aí se tu és macho?? Fala sério... Estamos numa pindaíba do kct ( pedaço de madeira) e o senhor nada resolve???? Queria ver se viveria com esse salário de bosta que ganhamos. E ainda quer tirar o BET?? Para o senhor viver sem o Betinho não faz a menor diferença, não é mesmo? A gente que exploda né mui amigo?

Maldita hora que votei na chapa do Marcellinho.

Anônimo disse...

Anônimo das 23:11,

O Marcelinho não vai te responder agora. Ele foi pra outras bandas dar palestras para ensinar como viver sem gastar. O tema apresentado é o seguinte: "como poupar e viver bem, mesmo ganhando pouco". Ele já passou por Santiago do Chile, onde provou bons vinhos nas adegas chilenas. Também esteve em Bogotá, para bogotar por lá.

Resumo: lá fora ele aparece. Aqui ele some.

Anônimo disse...

"Marcellinho" foi de propósito

Antonio Carvalho disse...

Prezados:
Meu entendimento sobre comentários postados:
- Anônimo: (23/09 às 07.58 hs): A maior evidência é o pedido da PREVI para que a PREVIC adie o prazo para cumprimento da decisão por mais 90 dias, sem qualquer motivo ou fato novo. Desde de 2008 a PREVI pede adiamentos, dificultando o trabalho da PREVIC. Há informações, não vou citar as fontes, de que as pressões são do Banco, através do Ministério da Fazenda que, deseja submeter o assunto novamente à AGU. Já o Ministério da Previdência entende como tecnicamente correta a decisão da PREVIC.
- Anônimo: (23/09 - 8.07 hs): Acredito que o pronunciamento feito na Câmara haverá desdobramentos, podendo até ser convocado o Presidente da PREVI para prestar esclarecimentos.
- Anônimo: (23.09 - 20.14 hs): Temendo o Parecer do pelo colega senador Zé Pimentel, que caracteriza conflito de interesses por ter sido ELE quem assinou a Resolução 26, pediu para ir para Comissão de Assuntos Econômicos, já solicitei formalmente à Senadora Ana Amélia, apresentar Parecer Substitutivo.
- Anônimo: (23.09 - 21.05 hs): Como o nome diz o BET é temporário e tem data certa para acabar, podendo ser antecipada sua extinção, por questão técnica. Para ser incorporado é necessário que existam reservas contabilizadas, a grosso modo, em torno de R$ 25 bilhões. O justo e legal seria usar as reservas de R$ 15 bilhões de 2010 e mais R$ 1 bilhão de 2012, ainda não destinada, para revisão do Plano, conforme art. 20 da Lei 109/2001, ferido pela maldita resolução 26, que devemos tentar alterar, apoiando, por abaixo assinado, a aprovação do PDS 275/2012. Para tanto, torna-se necessária grande mobilização de nossa parte. Clique no LINK:
ABAIXO ASSINADO - PDS 275/2012. Imprima e consiga assinaturas de parentes e amigos, devolvendo-me, conforme orientação no rodapé do documento.
Se desejar, participe do meu blog: http://www.ajccarvalho.blogspot.com.br/
Antonio J. CARVALHO

Antonio Carvalho disse...

Prezada Daisy:
De fato o nosso colega Aldo prometeu retomar a sugestão que apresentei ao Grupo Temático da ANABB em março de 2013, para alteração do Regulamento da PREVI, mudando critérios de reajustes de benefícios.
Salvo engano, o colega Aldo não compareceu na última reunião, ocorrida dia 5 de setembro.
Continuo na expectativa de que este assunto seja aprofundo e submetido ao Conselho da PREVI. Para encaminhamento, basta adesão de 1% dos participantes e assistidos. Dada a importância deste assunto, acredito que podemos conseguir mais de 10% de adesões dos participantes e assistidos, por escrito. Estou enviando cópia desta mensagem para os integrantes do grupo temático que trata do Plano I da PREVI e para outros grupos. Permanece no radar.
Como você e muitos colegas sabem, são 3 bandeiras que venho defendendo há muito tempo:
1 - Mudança nos critério de reajustes de benefícios;
2 – Extinção de benefícios privilegiados concedidos a dirigentes do Banco, Previ e subsidiárias, com o cumprimento do Teto de Benefícios, aprovado em março de 2008. Considero este assunto praticamente liquidado. Falta a PREVI cumprir a decisão da PREVIC, expedida no início de junho, concedendo prazo de 60 dias. Vencido o prazo, a PREVI solicitou adiar por mais 90 dias. Existem pressões para o não cumprimento. Veja o pronunciamento do Deputado Augusto Carvalho, que teve minha participação, acessando ao LINK: http://www.youtube.com/watch?v=MC0OKP9SR8c. Estamos acompanhando.
3 – Aprovação do PDS 275/2012, que objetiva cancelar artigos abusivos e ilegais da Resolução 26/2008 que permitiu a PREVI repassar R$ 7,5 bilhões para o Banco em 2010. Enquanto não cancelados os artigos ou a resolução, o Banco vai continuar usando reservas da PREVI que, pela Lei 109/2001 seriam para revisão de benefícios, sabidamente achatados. Existem R$ 1 bilhão do período 2010 a 2012 para ser usado.
Para sensibilizar os Senadores a aprovar o PDS 275/2012, continua em andamento o ABAIXO ASSINADO, apoiando o PDS. Segue anexo o modelo do abaixo assinado. Quem ainda não fez, sugiro imprimir, colher assinaturas de parentes e amigos e me devolver, conforme orientação no rodapé do documento.
Para quem não desejar adotar esta forma que, apesar de mais trabalhosa é a mais efetiva, sugiro assinaturas pela internet, clicando no LINK abaixo:
http://www.avaaz.org/po/petition/APROVACAO_DO_PDS_2752012_EM_DEFESA_DOS_FUNDOS_DE_PENSAO/?launch.
Permaneço à sua disposição e de todos.
Abraço,
Carvalho