domingo, 2 de junho de 2013

SERÁ QUE A PREVI "QUEBRA" MESMO?

     A principal sustentação dos advogados que defendem a Previ, caso específico da Ação Cesta Alimentação, foi de afirmar categoricamente perante os digníssimos juízes que, caso fosse concedida a cesta alimentação, o fundo quebraria.
     O STJ, da ministra Galotti, reverteu uma jurisprudência de 15 anos! O fator político nos tribunais, mais hoje do que ontem, é primordial para nos ferrar cada vez mais. Podemos ganhar em primeira instância, mas quando chega nas instâncias superiores sempre encontramos um Dias Tófolli ou um Ricardo Levandowski. Mamma Mia!
     Tanto não quebra que a presidenta Dilma tirou o IR sobre o PLR das empresas privadas e o deixou sobre o superávit dos fundos de pensão. "Muy amiga" hein presidenta? Ela deve ter suas razões para aliviar os que estão na ativa, porém não tem nenhuma razão para penalizar os aposentados.
     Voltando ao quebra ou não quebra da Previ, faço uma singela pergunta aos nobres advogados, invocadores do jargão: a ausência do teto nas aposentadorias dos funcionários de alto escalão do BB não vai "quebrar" a Previ, não? O judiciário não vai opinar nesse caso? Ou o governo tem interesse que seja exatamente assim?
     Cazuza diz: "Brasil, mostra a tua cara" e eles estão nos mostrando a dura face do mal.

32 comentários:

Ari Zanella disse...

Estão acessando o meu blog em Moscou, na Rússia! A coisa está mesmo russa!

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

O post deixa uma pergunta no ar: Será que a Previ quebraria mesmo caso fosse concedida a cesta alimentação? Tenho dúvidas sobre a resposta mais adequada. Mas tenho absoluta certeza de que os associados irão quebrar na hipótese do fim do BET em dez/2013. Por isso, há alguns dias postei um comentário apresentando as opiniões de Da. Isa e da ex-diretora Cecília sobre a destinação do superávit obtido em 2012, na casa de um bilhão de reais. Constatando o pífio desempenho da Bolsa de Valores de São Paulo neste ano de 2013, pelo menos até o momento, entendo que seria prudente incorporar o referido valor aos fundos previdenciários que sustentam o pagamento do BET para os associados e para o patrocinador. Os reflexos negativos podem ser observados na última posição do ativo líquido do “PB-1”, relativa à fev/13, disponível no site da Previ. Dessa forma, no caso de prevalecer até o final do exercício de 2013 essa performance ruim dos investimentos em renda variável (ações), poderíamos permanecer com o benefício especial temporário, quiçá, até meados de 2014. Mais uma vez vale lembrar que, em se configurando a necessidade de recomposição da reserva de contingência até que se atinja o patamar de 25% das reservas matemáticas, serão utilizados, em partes iguais, os recursos existentes nos fundos previdenciários pertencentes aos associados e ao patrocinador.
E.T. – Ontem, 01.06.13, a televisão mostrou o jogo Atlético Paranaense 2 X 2 Flamengo, realizado na Arena Joinville. Em determinado momento a câmera mostrou, nas arquibancadas, um cidadão muito parecido contigo meu caro Ari. Você teria ido a Arena assistir ao jogo?

Anônimo disse...

O INSS fez a revisão dois benefícios e os valores aumentados no INSS são diminuídos imediatamente no valor da PREVI, além de que os valores atrasados (no meu caso mais de 12 mil reais) ficaram com a Previ. Imaginem o montante que a Previ abocanhou e não contou para ninguém o volume. No meu caso particular, o aumento foi de mais de 450 reais , bem maior do que a Cesta Alimentação, que iria "quebrar" a Previ.

Ari Zanella disse...

Grande Jorge!

Eu estive na Arena, sim. Ela fica na mesma rua da minha casa, distante uns 500 metros. Achei a torcida que veio de Curitiba muito mal educada. Ao passar com ônibus pela rua, quando avistavam torcedores com a camisa do Flamengo, proferiam impropérios. Abaixo o ódio entre as torcidas, esporte é vida!

Anônimo disse...

Prezado anônimo de 15:14, Que revisão foi essa? Qdo vc aposentou? Grato

Anônimo disse...

Aposentei 02.01.96 e há uns 8 anos entrei na justiça para revisão do valor do INSS e, logrando êxito, houve um acréscimo de uns 350 reais no meu benefício e ainda recebi uns 14 mil de atrasados. Esta outra revisão foi concedida pelo próprio INSS, há uns dois anos,para um grande número de assistidos, só que transitou pela FOPAG e a Previ reteve o atrasado. Na realidade, houve um acréscimo de uns 800 reais no meu INSS, assim como de milhares de participantes. Daria para pagar duas Cestas Alimentação, que eu recebi por uns sete meses, em tutela antecipada, e que possivelmente terei que devolver à Previ.

Anônimo disse...

Pois é pessoal, a mãezona Previ, pagou-me a cesta alimentação na FOPAG, até outubro de 2008, tutela antecipada, mas depois disso recebi todos os atrasados, deu R$ 25.000,00
mais ou menos, e agora decisão de maio de 2013, terão que implantar o valor na FOPAG, e vejam quantos como
eu houve ganho, transitou em julgado e a Previterá que acertar. O maior fundo de Pensão da América prefere pagar uma grana para advogados do que pagar uma merreca
de cesta alimentação para seus assistidos.

Ari Zanella disse...

19:16

DISSE TUDO!!!

Anônimo disse...

...a previ "economiza" muito p o patrocinador.......

Anônimo disse...

Colega de 18:24, Muito obrigado pela resposta. Deus te abençoe

Blog do Ed disse...

Mestre e amigo, Ari
Você está lembrado de que o Presidente da ANABB lhe informou que colocou, frente à frente, o Prof. Dr. Ricardo Pena e o Senador Paulo Bauer, para debate sobre a Reversão de Valores, não é verdade? Também você se lembra que solicitou àquele Presidente o texto desse debate, não é verdade? Você já recebeu esse texto? Gostaria de compartilhar com o amigo o conhecimento desse precioso documento.
Edgardo Amorim Rego

Ari Zanella disse...

Dileto Edgardo,

Ainda nada recebi. Prometo que vou ligar para o Sérgio nesta segunda-feira para pedir mais uma vez, desta vez pelo meio telefônico.

Anônimo disse...

Dileto Prrofessor, essa questão da Cesta Alimentação já nåo estava decidida pelo tribunal que não tínhamos mais direito? O colega de 19:16 conseguiu receber??

Ari Zanella disse...

09:34

Houve as exceções das ações que já estavam no "TRANSITADO EM JULGADO", termo jurídico que significa que decisões contrárias no futuro não têm mais efeito sobre elas.

Anônimo disse...

Vivemos a ditadura judiciária. Não precisa mais de administradores, pois tudo o que possa afetar as contas previamente recebe o referendum do assessor jurídico. Assim também está a previ, prefere pagar os olhos da cara à assessoria jurídica, a pagar nossos direitos, tais como cesta alimentação. Novos tempos. Aliás, nem tão novos assim, a coisa se acentuou lá por volta de 1994 e firmou posição a partir de 1997. Salve modernidade bestial.

Anônimo disse...

No endereço www.jornaldebrasilia.com.br tem uma charge sensacional! Na fila da agência de empregos, apenas 3 pessoas ( aliás devem ser aposentados ). Já nao fila do Bolsa Família uma imensidão de pessoas. Assim esse partido vai fazer perpetuo seu projeto de dominação mundial

Anônimo disse...

Prezado sr. Ari,

Temos o hábito de criticar a Anabb, mas há alguns dias vi uma prestação de contas de uma associação, que chamaram de balancete.
Quem tem a mínima noção de balancete sabe que existem duas colunas, débito e crédito, ou receita e despesa, que devem bater uma com a outra.
A diferença, seja déficit ou superávit, entra para igualar as duas colunas, é o que chamamos de balanço, mas não tem nada disso ali.
E para uma prestação de contas que foi prometida durante tantos anos ficou faltando muita coisa, número de associados por exemplo.
Se queremos criticar vamos também dar o exemplo.

LCF/

Anônimo disse...

Ref. as revisões do INSS tem aquelas que precisam de ação judicial e só o aposentado pode fazer isso pois a Previ não é titular do direito.Considerando que os aumentos ganhos na justiça não aumentam o nosso benefício total pois quem ganha é a Previ uma vez que aumentando o INSS ela reduz o valor da Previ muitos aposentados (inclusive eu) não entram na Justiça. A Previ deveria negociar uma vantagem ao aposentado que conseguisse um aumento do INSS pois se ele não entra com ação ela também perde.

Ari Zanella disse...

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CURVA PERIGOSA":

Falando de empréstimos, gostaria que algum colega me orientasse:Em Dezembro passado aderi ao Bom Pra Todos e a prestação começou a ser descontada em Abril/2013,portanto já paguei duas.Meu gerente ligou para minha casa dizendo que eu tenho que fazer um complemento pois se eu morrer hoje meus filhos ficarão com o saldo a pagar.Minha prestação e de 812,00 e a proposta e de mais 54,00 e deu o nome de seguro prestamista.Nao autorizei mas fui informada que o BB fara novo contato e terei que autorizar.

Anônimo disse...

Eu sou o anônimo que recebeu apenas 7 prestação da Cesta e parou de descontar e tenho colega que recebe em definitivo e recebeu também 25 mil de atrasados. É a nossa (in) Justiça.

Anônimo disse...

Falando em Bom Para Todos, o Banco aproveitou o BET e instituiu metas quase impossíveis e seus Gerentes aproveitaram e emprestaram à vontade para nós , pobres aposentados, e agora, grande maioria está endividada e, na hipótese de extinção do BET, estaremos insolventes.

Anônimo disse...

O Medeiros está aproveitando bem as Bodas de Ouro. A Lua de Mel deles deve ter durado uns 3 meses, rsrs.

WILSON LUIZ disse...

Caro anônimo 11:49 hs.
Muito pertinente, seu comentário. Em 2005, recebi uns R$ 9.000,00 de atrasados do INSS, o valor transitou pela FOPAG, e nada foi retido. Tenho a impressão que, naquela época, alguém, na PREVI com um pouco de cérebro fez as contas e viu que era melhor deixar que nós recebêssemos os atrasados e, daí para a frente, o ganho deles seria muito maior. Só no meu caso específico, recebi R$ 9.000,00, e a PREVI já deve ter lucrado, até hoje, uns R$ 50.000,00 pela redução da parte que ela paga de meu benefício. Você falou, com toda razão, que não tem interesse em entrar com a ação, já que a PREVI retém os atrasados, o associado perde, e o fundo não tem os ganhos futuros.
Agora, infelizmente, a retenção que é feita é legal, ao menos para os que se aposentaram antes de 1997.

Anônimo disse...




SERÁ QUE A PREVI 'QUEBRA' MESMO ?

Mestre, muito me admiro de você com toda
experiência e sabedoria tão enaltecidas
pelo seu universo de leitores/admirado=-
res levantar uma dúvida de tal natureza.
Ninguém em sã conSciência duvida que a
PREVI vai "quebrar". É claro que vai e
não demora muito. ELA VAI NOS QUEBRAR ,
IGUAL MULHER DE VIDA FÁCIL FAZ COM SEUS
GARANHÕES. USOU UM POUCO ,'QUEBROU' !
Cordialmente, Divany Silveira- S.Lagoas

Anônimo disse...

Maracanã demolido mesmo sendo patrimônio tombado. Previ assaltada com permissão de quem deveria defendê-lá. Elefantes brancos construídos em cidades sem futebol ao preço de milhões beneficiando as velhas empreiteiras. O preço do feijão lá nas alturas. Olha 2014 aí gente!

Anônimo disse...

A grande manchete:"previ quebra acordo assinados com seus aposentados."Não queriam nem pagar 20% de bet. Pode uma coisa dessa?Ora se quebra!Quebra,quebra ,Guabiroba,quero ver quebrar,quebra lá, que a previ quebra cá...

dalila disse...

Será que alguém sabe me explicar? Já poderia pegar meu irrisório saldo disponível do ÉS , pois já paguei 6 meses.
Resolvi esperar mais uns meses, para pegar mais, porém 10 dias depois está menor.
É assim mesmo?

Dalila. 58 anos

Anônimo disse...

Será que a PREVI acaba? Acaba nada!! Essa eh a única que nunca quebrará sabem porque? Porque tem trouxas como nós. Bando de velhos que ainda batem no peito E DIZ:: "EU TRABALHEI 30 ANOS NO BANCO DO BRASIL" KKKKKKK

ACORDA VELHARADA!! A PREVI ESTÁ ACABANDO EH COM A GENTE!!!


O PIPA DO VOVÔ NÃO SOBE MAIS...O PIPA DO VOVÔ NÃO SOBE MAIS...APESAR DO VOVÔ FAZER FORÇA O VOVÔ FOI PASSADO PRÁ TRÁS

SILVIO SANTOS

Ari Zanella disse...

Nosso amigo Fernando Lamas nos brinda com esta participação maravilhosa. Esta noite dormirei mais tranquilo. Obrigado, Fernando!

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "SOMOS A LUZ DO MUNDO":

Caro Professor Ari, saudações fraternais.

Diariamente, acompanho os seus blogs e outros, também.
A PREVI, hoje, é uma instituição sólida, porém, sempre cobiçada.
O que se vê, na representatividade, é uma rotina, cansativa. de preocupações com intenções da sua Administração(PREVI)que podem arriscar essa solidez atual ou prejudicar os assistidos.
É lamentável o relacionamento, distante mesmo!, há tempos, entre os assistidos e os seus representantes.
Por outro lado, é admirável a obstinação/determinação, dentro da nossa representatividade, em preservar o equilíbrio da PREVI, para esta cumprir o seu objetivo: garantir renda digna que garanta, igualmente, qualidade de vida.
Isso posto, quero aproveitar este rico espaço, olhando para a minha realidade, inclusive, para afirmar que o meu CONFORTO MAIOR é a minha confiança/certeza total, de que o Senhor Jesus está no "comando"(Mateus 8,23-27)desse barco, onde, particularmente, está a nossa comunidade, ativos e inativos do BB.
Nas tormentas atuais, é como que eu a escutar o Ressuscitado responder, como em Mateus 14,22-33: "Coragem, Ari, Isa, Marcos, Bernardo, Cecília, Gilvan, Fernando, Célio, Lydio,...! Sou eu. Não tenham medo."
Essa consciência, Professor, da governança de Jesus, não me "leva para a Lua"(Ou anestesia/aliena!), mas, muito ao contrário, encoraja, porque "Jesus sempre vence."(Papa Emérito Bento XVI).
Na técnica, talvez não possa colaborar muito, mas, saiba que, pelo senhor e por todos esses que remam contra essa forte maré, elevo, constantemente, ao Senhor Jesus "Que venceu o mundo"(João 16,33), as mais sinceras súplicas de perseverança e sucesso.

Grato por tudo, tenha uma santa noite e receba um afetuoso PAZ E BEM!

Fernando Lamas
Valinhos(SP)

"Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo."
João 1,29.

Anônimo disse...

Dalila, o saldo devedor do ES aumenta diariamente. Melhor esperar para depois do dia 10, quando o valor será acrescido da prestação de junho.

Anônimo disse...

Obrigado colega Fernando Lamas,estou precisando muito ler comentários como o seu.

dalila disse...

Anônimo de 06:20, obrigada pel resposta