domingo, 9 de junho de 2013

PAI - SEMPRE GOSTEI


Anônimo Anônimo disse...
Partido dos Aposentados quer se legalizar para lançar candidato nas próximas eleições
POR Max Leone
Rio - Os mais de 60 milhões de aposentados e pensionistas em todo o país, entre segurados do INSS e servidores públicos, querem influenciar o cenário político nacional. O objetivo é chegar em 2014 em condições de lançar candidato à sucessão da presidenta Dilma Rousseff, disputar cadeiras na Câmara e no Senado e postos de governadores nos estados.
Para que isso possa acontecer, representantes da categoria correm com a organização do Partido dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (PAI), a fim de atender os trâmites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Segundo o presidente do diretório nacional, Warley Martins, o objetivo é atingir 500 mil assinaturas de apoio e garantir o registro da legenda no TSE até o meio do ano. “Já temos 200 mil assinaturas. Estamos intensificando a coleta das assinaturas”, afirma.
O dirigente informa que o PAI tem 19 diretórios estaduais organizados, inclusive no Rio, cuja a presidenta é Yedda Gaspar, também presidenta da Federação das Associações de Aposentados do Estado do Rio (Faaperj). O partido também tem representação organizada em São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, entre outros estados.
A futura legenda tem recebido apoio de parlamentares ligados a causas dos aposentados. Em seminário recente sobre a criação do partido, em Brasília, estiveram presentes no evento o senador Paulo Paim (PT-RS), os deputados federais Cleber Verde (PRB-MA) e Marçal Filho (PMDB-MS).
Legenda vai fortalecer luta da categoria no Congresso
O objetivo da criação do PAI é fortalecer cada vez mais a luta dos aposentados de todo o país. Para Warley Martins, com uma representação forte no Congresso Nacional e nos estados, a pressão para que as reivindicações sejam atendidas será maior.
O presidente nacional do partido estima que o novo partido nascerá com uma bancada bem representativa e comprometida com as caudas do aposentados. A intenção é ter representação parlamentar no maior número de estados possíveis.
“Quando estiver legalizado, convidaremos parlamentares para migrarem para o PAI. Acho que ele nascerá com 15 deputados e pelo menos três senadores”, especula o dirigente, mas sem divulgar possíveis nomes que disputariam os cargos pela nova legenda.
“Hoje as propostas só andam no Congresso conforme os acordos de lideranças. Com os nossos representantes na Câmara e no Senado poderemos equilibrar a correlação de forças. O PAI é a salvação dos aposentados”, sentencia Martins.
     Alguém comentou que o partido em formação está moroso em relação a ser mais agressivo na conquista de assinantes para a sua formação.
Façamos nós esta diferença necessária. Vamos nos engajar para valer. A ANAPLAB apoia esta ação porque vê nela a maneira mais inteligente de conseguirmos de volta todos os direitos que nos foram surrupiados.
     Qualquer que seja o partido que esteja no poder, precisará de apoio para seus projetos. Em troca não exigiremos cargos ou vantagens, senão unicamente a revogação de resoluções que nos prejudiquem como a Resolução 26.
     Amanhã mesmo vou procurar pelo partido em formação e colocarei a minha cidade à disposição para ajudar na formação. Eu quero, eu posso, é bom para todos nós. Vamos arregaçar as mangas? O convite está feito.
"Vamos precisar de todo mundo
  Um mais um é sempre mais que dois
  Pra melhor juntar as nossas forças
  É só repartir melhor o pão."
( O sal da Terra - Roupa Nova e Ivete Sangalo; letra de Beto Guedes)

48 comentários:

Anônimo disse...


Em Belo Horizonte, em plena praça Sete, dois aposentados montaram um stand para coleta de assinaturas para a criaçåo do partido dos aposentados.
Ha meses eles eståo lá. A maioria das pessoas passa e nem olha. Mas ontem,até fila havia se formado para assinatura .Finalmente os aposentados eståo entendendo a necessidade de lutar pelos proprios interesses.
Se o mesmo fosse feito em outras capitais, creio que o Partido dos Aposentados nåo seria um sonho mas a mais pura realidade. #ficaadica#
07/06/13 09:26

Anônimo disse...

Professor Ari, eu já havia "sonhado" com um partido dos aposentados. Acho que seriamos imbatíveis. Não seria preciso opinar nos assuntos políticos da nação, bastando apenas nos defender da opressão que nos é imposta,defender os nossos direitos sem ferir os dos outros. Simplesmente isso.

07/06/13 09:27

Anônimo disse...

Goulart disse...
A ideía do partido dos aposentados me parace muito interessante e devera trazer muitos beneficios e possibilidades necessarias a nossa classe, tão abandonada pelos dirigentes. Sorte que temos mentes brilhantes e colegas abnegados para a nossa causa, dos aposentados e pencionistas, como Dr. Medeiros, Faraco, Isa Musa, Ari Zanella, Cecilia Garcez, e muitos outros, pe perdoem se não pude citar todos. Inclusive, por que não alguns colegas voluntarios da rede sos para integrar a composição do possivel Partido dos Aposentados, ou se for o caso, outro titulo. atenciosamente, aposentado Goulart de Cambé-pr.tudo de bom para voce, Mestre Ari, no Bal. Camboriu-SC, que os anjos lhe acompanhem e nos traga boas noticias, aos aposentados e pencionistas.

07/06/13 13:31

Anônimo disse...

Com 71 anos de idade, já pensei em nunca mais votar. Mas, se for criado o PARTIDO DOS APOSENTADOS com certeza, mudarei meu posicionamento.

07/06/13 12:23

Ari Zanella disse...

Os comentários acima foram trazidos de outra postagem pois o assunto é pertinente a esta.

Anônimo disse...

Apoiarei totalmente este partido e ajudarei a conseguir as assinaturas, chega destes absurdos que estão fazendo.

Goulart disse...

Gente, vamos assinar a Petiçao Publica, sobre a votação do projeto do Senador Paulo Bauer, em curso no Congresso, e é assunto de nosso real interesse, eu já votei/assinei, é so cadastrar, dados nome, endereço, email, etc, e devemos, por favor informar aos colegas que não tem costume de acessar o computador, auxiliando-os, se necessario, pois temos que ter mais de 1.200 assinaturas. Comunicarei aos colegas aqui de Cambé-PR, para que façam o mesmo. Tudo de bom para todos.Aposentado de Cambé-PR.

Unknown disse...

Prezado Ari,

Tomei conhecimento do assunto e busquei informações, mas pouco encontrei no site do PAI http://www.partidopaidobrasil.org.br/
Estou aguardando resposta de e-mail para saber onde, em minha cidade ou próxima, assinar a lista para possibilitar o registro do partido no TSE. Procurarei também colaborar na coleta de assinaturas.
Após o partido obter registro então farei minha filiação.
Realmente é um dos meios mais importantes para que nos, aposentados, pensionistas e idosos, sejamos ouvidos em nossos apelos em todos os níveis (municipal, estadual e federal).

Luiz Faraco

Ari Zanella disse...

Com efeito, parece que estão pecando pela falha na comunicação. O diretório nacional provisório tinha que ter um site com e-mails e telefone para atender os interessados. Mamma Mia!!!
Alô, Warley Martins!!!

Blog do Ed disse...

Mestre Ari
Quero assinar o pedido de criação do PAI. Já assinei a Petição Pública do PDS 275/12 do Senador Paulo Bauer. Gostaria que me fornecesse o endereço eletrônico do Pedro Ferreira e o seu também porque o computador me traiu e eliminou todos os endereços que eu possuía. Preciso mandar essa nova mensagem para o Pedro Ferrei. Obrigado.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Os não aposentados podem também assinar o pedido de criação do PAI - Partido dos Aposentados, Pensionistas e Idosos?

Ari Zanella disse...

20:34

Pode sim. Qualquer cidadão pode assinar eletronicamente a petição.

Anônimo disse...



O APRESSADO COME CRU


Colegas, antes de entrarmos de cabeça numa empreitada destas,
devemos saber quem está liderando este movimento. Ninguém dú-
vida que o nosso grupo pode formar até mais de um partido ,
principalmente se coligarmos com os outros fundos.Se não ti-
vermos cuidado estaremos criando/apoiando outro elefante
gigante , recheado de burocratas ufanistas e enturmados a e-
exemplo de uma conhecida associação nossa que se notabiliza
por ser defensora dos interesses do capitalismo, mas é sus -
tentado com o o suor de milhares de idosos.Eu sonho poder a-
judar tal iniciativa, mas gostaria de ver na cúpula deste mo-
vimento homens do naipe de Edgardo Amorim, Valentin, Carva -
lho,João Rossi, Medeiros, Rui Brito e outros deste jaez. Já
passei da idade de criar "boca" para granfinos que.empossa -
dos, ficam destilando saber para quem os colocou no poder.
Acho que o sonho não pode acabar, mas todo cuidado é pouco;
como dizia meu finado avô, na cidade grande tem muita gente
esperta que vive sem trabalhar.Ultimando, se nós somos um
universo de quase 4 (quatro) milhões temos de ser sócios e
não figurantes do projeto. Cordialmente, Divany Silveira -SL

Ari Zanella disse...

Divany,

Concordo em parte contigo. O mais importante é formar o partido. Afinal, são 500.000 assinaturas! Só foram conseguidas 200.000. Então, vamos aglutinar forças. Não podemos almejar nada perfeito na política. Com o ingresso dos "nossos" vamos melhorá-lo. O mais importante, agora, é o registro!
Forte abraço.

Anônimo disse...

A DAMA DE FERRO ESTAVA CERTA:

Assunto: Dama de Ferro estava certa
E A VELHA E SÁBIA DAMA DE FERRO TINHA RAZÃO...
Margaret Thatcher não estava errada!
Sabe quantos países com governo socialista
restam agora em toda a União Européia?

Apenas 3:
1.Grécia,
2.Portugal,
3.Espanha.
Os 3 estão endividados até o pescoço, quase
arrastando todo o bloco de países para a crise.
Por que será?

A esquerda não diz que o socialismo é a solução
p/ o mundo?

Como bem disse Margaret Thatcher quando 1ª
Ministra da Grã-Bretanha: "o socialismo dura até acabar o dinheiro dos
outros"
A frase abaixo foi dita no ano de 1931, por Adrian
Rogers;

"É impossível levar o pobre à prosperidade
através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. Para cada
pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem
receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que tira de outro
alguém. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa
trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando
esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para
sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma
nação.

É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.

Adrian Rogers, 1931

EM TEMPO:
O QUE DIZER DO GOVERNO QUE TIRA O DINHEIRO DOS PLANOS DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DIRECIONANDO-O PARA A REALIZAÇÃO DE PROJETOS PÚBLICOS, PRIVADOS E AO PATROCINADOR?

Anônimo disse...

Dou total apoio à criação do partido dos aposentados.
Vou procurar e assinar a lista o mais rápido possível.

Mudando de assunto, gostaria de pedir umas orientações ao Fernando Lamas a respeito da desvinculação do benefício na PREVI.

Algumas dúvidas:
a) faço o pedido direto à PREVI ou numa agência do INSS?

b)se o pedido for à PREVI, faço por telefone mesmo ou deve ser por carta?

c)para crédito do benefício em outro banco, o pedido deve ser feito ao INSS?

Por enquanto é isso. Já te agradeço, Fernando, desde já a sua atenção.
Lydio

Anônimo disse...

PDS 275 - Senador Paulo Bauer -

Até 06:00:00 H de 10/6/2013

1.119 assinaturas.

Anônimo disse...

Concordo com o colega Divany Silveira.

A iniciativa é excelente. Resta saber quem e como já foi eleito um presidente, pois nada foi dito a esse respeito.

O colega Faraco está fazendo a coisa certa.

Aliás, esta deveria ter sido a conduta da ANAPLABB antes de se atirar de cabeça numa empreitada destas.

mariano branquinho disse...

Prof. Ari, quero assinar para a criação do PAI, mas aqui em minha cidade ( João Pessoa-PB), não onde exista alguém colhendo assinaturas. Se possível, peça ao Warley Martins, alguma informações sobre o assunto. Quanto ao Projeto do \senador \Paulo Bauer, estou colhendo assinaturas. Abs. Mariano Branquinho

Anônimo disse...

Boa, Sr. Divany.

sss disse...

Aqui no DF onde assinar, ou falar com quem para a criação do PAI? Obrigado.

Anônimo disse...

Prezado Professor Ari, saudações cordiais.
Bom dia a todos.

Caro Lydio:

"a" e b")"Pode telefonar para o 0800 da PREVI e solicitar a exclusão do INSS, sem justificativas. Somente peça!
c) A PREVI lhe enviará um Ofício que VOCÊ entregará na sua Ag. da Previdência preferida e, em anexo, irá um formulário,para preenchimento da conta-corrente pretendida(Quaquer Banco!), EMBORA você possa optar por receber com cartão-magnético, fora de c/c, como eu fiz.

O atendimento, pela PREVI, é rápido e, pelo INSS, tem efeito imediato, on-line, ou seja, desvincula, já no mês seguinte.

Para quem recebe fora de c/c, ou seja, com cartão magnético, recomendo a outorga de uma Procuração Pública, com poder para receber o Benefício, para manter o recebimento, em caso de impedimento longo, com saúde, por exemplo.

Grato, Professor, boa semana, na PAZ E NO BEM!

Fernando Lamas
Valinhos(SP)

"Se lutamos por valores éticos nas nossas relações com o BB, Previ e Cassi, é porque estamos baseados em valores familiares e morais, construidos no curso de nossa existência, que temos a obrigação de cultuar e cultivar. São esses valores, por exemplo, que me dão força para pugnar por um cenário melhor e mais justo para nós."
Dr. Medeiros(Dia dos Namorados)

Anônimo disse...

Esse partido tem algo a ver com a Cobap?
Quem é o Presidente?
Tem algo a ver com sindicato?
Foi devidamente "pesquisado"?

Anônimo disse...

Ao anônimo das 23.03 - teu assunto é pertinente. Complemento , com o seguinte - será que não terminou as riquezas subtraídas da América do Sul(ouro, impostos) na época da DESCOBERTA)no caso da Espanha e Portugal? Já li isto em algum lugar.

Ari Zanella disse...

Prezado SSS

No Distrito Federal eu falei com o Nelson Osório (61-9171-4958) ou através do telefone da COBAP - Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos, e nos estados funciona nas federações estaduais.
Mantive, ainda, contato com o sr. Iburici Fernandes, coordenador estadual de Santa Catarina (48-3879-0735 e 48-9156-3888). É bom saber que as federações de aposentados NADA TEM A VER com os sindicatos ou centrais sindicais.
Segundo Iburici, o ex-presidente Lula ficou magoado porque, à época, não conseguiu "dobrar" as federações de aposentados à sua subserviência.
No caso de SC, a Federação em Florianópolis enviou convite a todas as associações municipais para fins de engajamento. Em Joinville e Blumenau, cidades muito importantes, não houve interesse. Prontifiquei-me a tocar o Partido por aqui no que fui prontamente aceito.
Senti que nós é que devemos correr atrás, pois o Partido ainda não está constituído e desta forma não possui recursos para alavancagem.

Anônimo disse...

Dando a minha opinião sobre a assunto do post anterior à Capec. Sou radicalmente contra mexerem nesse dinheiro. Capc é um seguro de morte feito pelos nossos falecidos maridos para recebermos. No caso das pensionistas, algumas pagam a mantença e 99,9% dos beneficiários são os filhos. Agora estão querendo mexer nesse dinheiro também!? Sou contra. Se eu estiver enganada me corrijam.

Não sei quem é o colega anonimo Wander, portanto, eu sinto em não poder responde-lo.






Anônimo disse...

Anônima 12:11
Concordo plenamente!
Capec é um seguro que fizemos para amparar aqueles que indicamos como beneficiários após nossa morte.Se tirarmos antes como ficarão? Temos muitos outros direitos para cobrar da Previ.

Ari Zanella disse...

Que ninguém pense que sou a favor ou contra a utilização da CAPEC, proposta do Antonio Americano. Meu intuito é trazer o assunto a debate, mesmo porque se a maioria for contra, não há porque mexer.

Anônimo disse...

A turma do contra já começou a se manifestar sobre o recebimento, em vida, pelo seguro Capec, para quem atingir 50 anos de contribuição ou 75 anos de idade. Certamente que o recebimento será opcional. Vamos aguardar a divulgação da proposta, Mas não, temos de ir contra, simplesmente para ir contra. A pensionista (pretensa) já gritou. Entendo que nesta etapa (75 anos ou 50 de contribuição), os filhos já estão independentes, restando, tão somente o casal, que poderão, de comum acordo ou mesmo diante de normas, dividir o valor total.

Anônimo disse...

Alerta aos colegas:
Cuidado com a Odontoanabb.
A Anabb oferece a todos os associados um plano sem custo p/ convênio Odontoprev.
Mas agora está oferecendo como se fosse um grande benefício planos com custo de atè 204,00/mensais (cada dependente paga o mesmo valor) que permite o uso da Livre escolha mas o reembolso não cobre nem o trabalho de solicitar.E se não estiver de acordo tem que permanecer no plano por 12 meses.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 09/06/13 23:03

É BEM ISSO MESMO!!!

FALOU E DISSE...



João

Anônimo disse...

Srs.

O HPN costuma citar uma frase do Romário, aquela que fala do cara que entrou no ônibus por último e já quer escolher o lugar na janela.
Estamos falando da criação de um partido que pode reunir milhões de aposentados e já tem gente querendo escolher os dirigentes.
Isso dá até nome de bloco carnavalesco: vai quem quer.

Anônimo disse...

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO

275, DE 2012

SENADOR PAULO BAUER

06:00 H de 10/06/2013 - 1.119 assinaturas virtuais -

18:00 H de 10/06/2013 - 1.965 assinaturas virtuais

Um incremento de 846 assinaturas

Vamos que vamos/Unidos somos muito fortes .

Anônimo disse...

Sr. Ari,
Detesto ser pessimista, ou melhor, realista. Pois bem. Estão querendo criar um partido que defenda os aposentados. Os trabalhadores, depois de muita luta e perseguições sofridas conseguiram criar um partido que se identificasse de fato com a classe. Conseguiram finalmente criar o PT. Hoje, o PT não só está deitando e rolando em cima dos trabalhadores, tirando-lhes direitos adquiridos, negando-lhes salários dignos, etc e etc., como também está querendo tirar até o benefício dos aposentados que ultrapassam os noventa anos.
Então em pergunto: Será que o Partido dos aposentados não vai fazer o mesmo quando chegar no poder?
Tenho minhas dúvidas.

Ari Zanella disse...

21:59

Vamos sempre ter fé e esperança. Hoje um grande deputado do partido que você menciona quer passar para o PAI. Trata-se de Paulo Paim (PT-RS). Com ele, virão outros que sempre defenderam nossas ideias, mas falta-lhes esta opção. Você já imaginou um Ruy Brito, um Pedro Ferreira, um Tollendal, um Edgardo Amorim Rego, etc eleitos por nós?

Anônimo disse...

BB nomeia ex-deputado do PTB como vice-presidente de governo
Benito da Gama Santos foi secretário do governo da Bahia e do RN.
Ele disse que terá investimentos em 'aeroportos e grandes armazéns'.

O Banco do Brasil (BB) confirmou oficialmente que o ex-deputado Benito da Gama Santos assumiu nesta segunda-feira (10) o cargo de vice-presidente de governo da instituição, após eleição do conselho de administração do banco.
O Valor informou, na semana passada, que a presidente Dilma Rousseff tinha escolhido Benito Gama, presidente do PTB, para a vaga aberta por César Borges (PR-BA), que assumiu o Ministério dos Transportes.
Gama disse que a tendência é que a vice-presidência tenha em mãos investimentos em "grandes projetos nacionais, como alguns aeroportos e em grandes armazéns".
Segundo o BB, Benito da Gama foi deputado federal por quatro legislaturas, exerceu mandatos como secretário de Estado nos governos da Bahia e do Rio Grande do Norte.

Fonte:G1

Anônimo disse...

Bom dia Zanella!

Sobre o seu comentário dás 22:41.

Qualquer um. Repito: qualquer um. Que entrar na PREVI por mais boa vontade que tenha, por mais excelente caráter que tenha aqui fora será corrompido. Uma vez lá dentro, terá que dançar conforme a música, e se assim não fizer vai ser ignorado e taxado de tudo. E estando lá, ninguém vai querer sair, pois afinal o salário é bem gordo. Portanto... O amigo já ouviu essa frase? "O ÚNICO HOMEM QUE ANDOU NA LINHA O TREM MATOU"

Tudo dominado. É o trem da alegria. Não voto em ninguém. Por mim, explodam!!

Anônimo disse...

P D L 275 - 2012 -

Senador Paulo Bauer -

Até 06:00:00 h de 11/06/2013 .

2.294 assinaturas .

PENSIONISTA disse...

SENADOR PAULO BAUER , LUTE PELAS PENSIONISTAS.
NÃO AGUENTO MAIS VIVER COM 60% DA MINHA PENSÃO SENDO QUE TENHO DIREITO AOS 100%

PENSIONISTA disse...

SENADOR PAULO BAUER , LUTE PELAS PENSIONISTAS.
NÃO AGUENTO MAIS VIVER COM 60% DA MINHA PENSÃO SENDO QUE TENHO DIREITO AOS 100%

sss disse...

Não tem essa de ser contra ou favor disso ou daquilo numa linha uniforme. São opiniões diversas que, no final, serão juntadas e valerá aquela que mais pesar na balança. Estou me referindo à senhora que disse ser contra a se fazer uso do dinheiro da CAPEC. Sou contra sim, ser direcionado a grupo determinado. Se vai ser mexido que seja pra quem estiver interessado. Entra pelo...do pato e sai pelo...do pinto, senhor rei mandou dizer que se conte mais cinco, ou será o contrário? (Brincadeirinha).

Anônimo disse...

Paulo Paim é o mesmo que era senador?
Nossa, sempre esteve com o governo.

Anônimo disse...

Milton

Apoio totalmente a criação do partido dos aposentados. Gostaria de sugerir que o nome seja alterado para PAPI Partido dos Aposentados, Pensionistas e Idosos.

Anônimo disse...

O Brazzzzziiilll vai emprestar dinheiro para Portugal!!!!!!
Ahahahah!!!!!!

Anônimo disse...

Não torço pelo quanto pior, melhor, mas com a bolsa abaixo dos 50mil, risco Brasil crescendo e a inflação voltando, não há "puxadinho" que resolva.
Renda variável, só para loucos.

Anônimo disse...

Não entendi o anon.9:10.Ele disse que não tem essa de ser contra ou a favor, que as opiniões são diversas e que no final valerá a que pesar mais. Para isso é preciso que participantes se manifestem contra ou a favor como fez a referida senhora e no final seja apurada qual opinião tem mais interesse.

Anônimo disse...


Prof. Ari,
Sou o anonimo do primeiro comentario desta serie.
Minha sugestao é que a lista fosse disponibilizada na internet. O trabalho seria só imprimir, colher as assinaturas (de qualquer pessoa,nao precisa ser só dos aposentados) e encaminhar pro diretório do partido.
Simples, rapido, tranquilo. Não sei porque ainda nao fizeram isto. Lá na Praça Sete(BHTe), eles falam usando um megafone.Coisa esquisita.
Atualmente existem metodos mais simples e mais eficazes...smj.

Paulo Roberto Teixeira disse...

Prezado Ari:
A iniciativa do PAPI e brilhante.
Entretanto, se nao houver um controle eficiente na escolha dos candidatos e dos politicos profissionais que desejem se juntar ao PAPI, o Partido nascera morto.
Nao se esqueca de que o " poder embriaga".
Serao precisos dirigentes inteiramente honestos e afinados com a nossa causa, tais como Luiz Dalton, Edgardo Amorim Rego, para citar apenas dois que conheco bem.
Vamos trabalhar e sonhar!
Paulo Roberto Teixeira