sábado, 2 de março de 2013

O EXEMPLO PARAGUAIO

       Historicamente o Paraguai sempre foi uma nação de vanguarda. Militarmente, as demais nações sulamericanas tinham dificuldades em sobrepujá-lo, lembro-me que certa guerra precisou da famosa tríplice aliança - Brasil, Uruguai e Argentina - para derrotá-lo.
       Após décadas de subdesenvolvimento, com direito à ditadura militar que findou com a morte do General Alfredo Stroessner, eis que chega ao poder um representante das classes menos favorecidas: Fernando Lugo, ex-bispo da Igreja Católica que durante a trajetória religiosa não respeitou o celibato. É da linha política do Lula, do Evo Morales, do Hugo Chavez e da presidente Dilma. Tanto que sua confusa saída do governo paraguaio causou a suspensão daquele país do Mercosul pelos governos alinhados.
       Quem assumiu o poder por lá foi o Federico Franco que era vice do tal Lugo. Ele está eliminando os "Vales e Bolsas" que também existiam por lá e funcionavam igual no Brasil para cunho eleitoreiro. Foi uma atitude sábia que gerou revolta de parcela da população que havia parado de trabalhar para viver da "mensalidade" que o governo repassava. Em substituição às "bolsas" e aos "vales", o novo governo doa ferramentas, subsidia terras, poços e bombas de água, quando necessário, fornece sementes, adubos, fertilizantes e inseticidas, faz treinamento e acompanha as famílias dando condições necessárias para que possam produzir e tornarem-se independentes. Se necessário, o governo compra a produção para distribuí-la nas escolas e creches ou onde houver carência. Isto é fazer o correto, é a boa política, é ensinar o povo a conquistar sua cidadania e seu direito à vida, com trabalho e dignamente. O mais incrível é que conseguiram fazer com uma carga tributária que não chega a 5% daquela que o Brasil nos impõe. Que inveja!
Por lá auferem grandes lucros a nossa Petrobras, o Bradesco, e as indústrias de tratores agrícolas. O Paraguai consegue crescer a mais de 6% ao ano. Ano passado o Brasil cresceu 0,9% ao ano. 
       Este é o exemplo que o Brasil deveria seguir. É a mudança que o Brasil precisa tomar. E por que não é feito aqui? A resposta está no ar. Fazer o povo trabalhar não gera tantos votos como dar-lhe um cartão magnético e colocar um dinheiro na conta todo mês. Dinheiro grátis é mais eficaz para eleger um político. Mas convenhamos: a culpa não é toda dos políticos, mas também de quem neles votam!


"Delenda Brasília - quem sabe faz a hora, não espera acontecer!"

21 comentários:

Anônimo disse...

Ari, gostei de sua colocação. Mas esperar que o PT use dessas boas lições é sonho. Entre o Brasil e se perpetuarem no poder, o PT escolhe a segunda. Para conseguir este intento fazem qualquer coisa, tá ai o mensalão. Se o Brasil não decolar e a Dilma precisar, lançam a bolsa vale tudo. Alias Ari, por que será que o governo não investe em educação? Porque povo culto é mais difícil de manipular. Só que vem crise por ai. Não desejo crise, mas esta é a tendência. Toda economia está ancorada no consumo... só que o endividamento está chegando no limite. Celio

Barreto disse...

Caro Ari,
parabens pela colocação e exemplo apresentado no post.
solicito autorização para divulga-lo.
antonio barreto
alagoinhas-ba

Ari Zanella disse...

Barreto,

Podes divulgá-lo à vontade.
Um grande abraço à boa terra, a Bahia. Obrigado por acompanhar o meu blog.

Ari Zanella disse...

O blog sendo lido no exterior:

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "BASILEIA III":

I аm rеallу impreѕsed with youг writіng skіlls as wеll aѕ wіth
the lаyоut on youг ωeblog. Is thіs a pаid theme οr dіd you modify it yοurself?
Anyωay keeр uρ the nice qualіtу wrіting, іt іs rare to sеe a
grеаt blog liκe thiѕ one nowadays.

(Estou impressionado com a sua habilidade em escrever bem como com o leiaute do blog. É matéria paga ou você escreve o que bem entende? De todo modo, continue com esta excelente qualidade pois é raro ver um grande blog como este nos dias de hoje.)

O que eu poderia dizer a este simpático estrangeiro?
THANK YOU VERY MUCH.

Anônimo disse...

Ari, para que serviu essa ação ganha? Se dinheiro que é bom, não vem. E as pensionistas caro Ari como ficam? Ninguém olha por nós...?...?

Anônimo disse...


bom ban do Ari!! Graças!!

Parabéns!!

Ângela

Ari Zanella disse...

23:44

Apenas uma redução de tempo até o pagamento. Com a retenção dos valores judicialmente, na hora de pagar o dinheiro já está à disposição.

Oi Ângela!
Quanto tempo não a via por aqui.
Estava com saudades. Um beijão pra você!

júnior machado disse...

Prof ari,comentei sobreo o carater do Sr e do Dr medeiros no blog dele,e que nao aguemto mais as patifarias que o BB,Previ,Cassi,vem fazendo com a velha guarda maltratando os idosos nao cumprindo suas promessa de plataforma,dei uma ideia ao Dr Medeiros que levasse as patifarias destas entidades como o trantam vcs aposentados e pencionistas o Brasil tem que saber que ex funcionario do BB nao ganha esta maravilhas e ainda sofre descriminaçao vcs iam usar a imprensa para ajudar a mostrar a cara dos diregentes e governantes que mandam dentro da previ que foi contruida com o suor de vcs trabalhadores do BB vcs,nao hajiriam de ma fe e sim buscar ajuda o orgaos como a RBS que representa a globo aqui em Santa Catarina e no RIO Grande do Sul vcs iriam mostrar somente a verdade este e um meio de começar atentar uma negociaçao ao meu ver pois o diregentes tanto da previ e do BB estao levando vcs em banho maria,espero que os Srs não fiquem chatiados com meus palpites só quero ajudar não da mas para ver injustiça eles armaram uma arapuca para os associados e todos cairam no mar de dividas impossiveis de ser pagas com este salario miseravel,pois minha Srª Mae esta na mesma situação vcs tem que dar o mesmo remedio para eles e a imprensa e um meio passifico de começar uma negociaçao,pois todos achao que ex funcionario do BB e maraja estao quase todos atolados em dividas,por favor Prof ari o Sr com o Dr Medeiros tem respaldo para entrar em contato com a imprensa pois veja o despreso que fizeram na reuniao no RJ com o Dr Medeiros,esta nahora de agir,nao estou aqui querendo influenciar aos Srs pois vcs tem muito mais esperiencia doque eu,e mas cultura esta e minha visao tudo neste pais tem que começar por um lado e este lado hoje mais forte e correto enao foje dos principios morais e a imprensa pois vcs só vão mostrar a verdade a injustiça as diferenças o modo que as pencionistas são tratadas,nao da para aguentar mais o respeito acabou qdo o tal de Dan e Marcel tomaram posse na previ e são pau mandados de alguem quem sera?Peso aqui mil desculpas ao SR e tenho muito respeito a vossa pessoa e do Dr Medeiros esta e minha endiguinaçao,pois sou filho de ex BB morreu trabalhando e nem flores o BB mandou este e o respeito que vcs tem por estas 3 entidades,um forte abraço Prof e me desculpe tive que por para fora,pois algo tem que ser feito pois como sou um joao ninguem nada conseguirei fazer mas ajudar ajudarei se for preciso ir a Brasilia iremos estou junto com vcs para o que vier

Anônimo disse...

Pior que o PT só o PMDB que sempre andou pelas sombras, fez tudo que é conchavo (dois últimos: Lula salva Sarney, para em seguinda: Sarney salva Lula) e se mantém no poder prostituindo todos que almejam chegar lá. Desisti desta farsa democrática tupiniquim.

Anônimo disse...

Isto seria a derrota das esquerdas e eles não irão cometer suicídio : NUNCA ! O poder é uma delícia e ainda não deu tempo para TODOS enriquecerem o suficiente !

Dá pra entender a acusação de golpe feito por Dilma et caterva...

UM DIA O POVO ACORDA!



Repassando artigo do Facebook:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=4854573398352&set=a.1596986240709.2089112.1117579865&type=1&ref=nf

O ditado é antigo:
"Se você der o peixe a quem necessita, você saciará a sua fome uma única vez. Se você o ensinar a obter o peixe, você não só salvará a sua vida, mas também a de sua família."




Anônimo disse...

Mestre meu e Professor Ari
Leia o que ensina Paul Krugman, prêmio Novel em Economia:
"(Nos países menos desenvolvidos)A questão de saber como aumentar suas taxas de crescimento é a PREOCUPAÇÃO CENTRAL da política econômica".
"Mas, o nível de poupança de uma economia... desempenha papel crucial em estimular o crescimento econômico de longo prazo."
Edgardo Amorim Rego

Francisco Santos disse...

Colegas,

vale a pena assistir ao vídeo da entrevista concedida, em 1989, pelo então candidato à Presidência, Lula, ao animador Silvio Santos, onde ele fala dos projetos para os aposentados e pensionistas.
Seria cômico se não fosse trágico.

Link do vídeo : http://www.youtube.com/watch?v=2YkXJ7Y5_7w

Abraços,

Francisco Rodrigues

Anônimo disse...

Sr. Ari, responda para nós, para que possamos entender a sua nostalgia e seu sentimento de inveja dos paraguaios:
Acha mesmo que a deposição de um presidente eleito democraticamente é louvável?
O celibato ou não de um religioso realmente pode fazer diferença na condução de um governo para o qual foi eleito pelo povo em eleição democrática?
Tem inveja de uma Constituição não respeitada?
Por outro lado, tem saudade dos muitos anos trabalhados no BB sem receber aumento - perfeito exemplo de achatamento salarial - e das ameaças de privatização do BB e da Petrobras, que só não foram doadas aos compadres, como a Vale e a Telebras, porque não deu tempo?
Quer de volta o 'jeitinho de governar' que não se importa com o povo, que apenas visa o lucro, a despeito da capacitação de todos terem acesso a boa alimentação, faculdade, lazer, saúde, cultura?
Gostava do tempo em que o país precisava de empréstimos do FMI?
Qual a sua sugestão para que todos (eu disse todos, não os 'escolhidos pela sorte') tenham igualdade de condições para viver dignamente? Se não concorda com os 'vales' e 'bolsas', que dão o primeiro empurrão, o que o sr. faria se estivesse no governo?
Acha que a administração de um país com a extensão territorial do Paraguai pode ser tomada como modelo para o Brasil, enorme e com diferenças regionais tão grandes? Não acha que a desigualdade é mais difícil de combater num país do tamanho do nosso?
Lembrando: corrupção e desvio de dinheiro público, bem como desrespeito à Constituição, são coisas inaceitáveis em qualquer governo, de qualquer partido, de qualquer país. Acha mesmo que estamos no caminho errado? Gostaria de um novo golpe, inspirado no invejável Paraguai, para "colocar tudo nos eixos"? Acha mesmo que esta é a solução?
Criticar a partir do que ouvir dizer, na frente do computador, sentado, em casa, é fácil. Mais difícil é o real engajamento na luta contra as injustiças, que exige sair de casa, ver e entender o mundo, pensar em soluções, agir para que as coisas se transformem...

Ari Zanella disse...

Ao Anônimo acima,

De fato o Paraguai é bem diferente do Brasil, não tem indústrias e a grosso modo é essencialmente agrícola. As eleições não considero, ou pelo voto ser obrigatório (onde está a democracia neste caso?) ou porque vale o poder econômico (quem tiver mais apoio econômico, leva as eleições).
Aprenda uma coisa, meu caro, governo é para cuidar de SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA. Para isto arrecada os impostos. Companhias, incluindo a Petrobras, não deveriam ser estatais. Admite-se o BB pela estratégia e política de governo. Qualquer governo nunca é um bom patrão. Eu penso que o PT e a banda podre do PMDB estão acabando com o Brasil. Serão necessárias gigantescas obras estruturais, reformas políticas e administrativas.
Você já viu a extensão do nosso mar territorial? Dava para pescar tanto peixe que acabava com a fome no Brasil. Solução? Cooperativas pesqueiras. Incentivos fiscais.
Idem para agricultores de menor porte. Como é que a China consegue crescer quase 10% a.a. e o Brasil nem 1%? Tem algo errado na política. O Brasil tem tudo: matérias-primas, boa tecnologia, clima tropical. Só falta gente competente para administrar.
Graças a Deus que este mundo está chegando ao fim...

Anônimo disse...

A respeito dos comentários de júnior machado...

É de difícil compreensão...pelo fato de serem muitos extensos e não terem uma mínima pontuação, delimitando cada frase.

Sugiro que tais textos sejam, então, mais frequentes e mais curtos...

Anônimo disse...

Poxa Ari, não fala assim: 'graças a Deus o mundo está chegando ao fim'. Rapazdocéu rsrs

Tem gente que vai ver com quantos paus se faz uma canoa, dependendo, até navio.

Retribuo o beijo rsrs

Ângela

Anônimo disse...

Sugiro que os colegas mais familiarizados com o computador, faça divulgação do vídeo(youtube) acima referido. Vamos mostrar o quanto fomos enganados pelo Lula e seus asseclas. Demagogia é pouco para classificar essa turma do PT. Marcel que o diga.

Anônimo disse...

Ao sr. Ari,

O senhor é o nosso novo Policarpo Quaresma. Que surge de 100 em 100 anos e faz muita falta.

Ari Zanella disse...

Se a China não serve como parâmetro devido ao seu mercado interno, vamos tomar a América Latina, onde estamos inseridos. Em 2011 o Brasil cresceu menos que o México e todos os países da AL:
América Latina - 4,30%
Mundo - 2,80%
Brasil - 2,70

Em 2012 - com míseros 0,9% o Brasil tem o 2º pior crescimento da América Latina.

Anônimo disse...

Ah! Seo Ari, se tiver disposição, leia isso com boa vontade. Sem paixões. E se hpuver alguma coisa errada e inverídica nessa publicação, denuncie, conteste, traga as provas em contrário a público!

http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/comunicado/120925_comunicado0155.pdf

Anônimo disse...

Anônimo das 22:49,

Acho q qualquer "estudo sério" passa a ser fantasioso qdo levamos em conta q tais institutos, a pedido do Governo Petista, considera classe média uma família cuja renda per capita é de um salário mínimo e quem ganha acima de 70 reais deixa de ser miserável. Num país onde a carga tributária é uma das maiores do mundo e não traz o menor retorno à população, onde carros, equipamentos eletrônicos, comida, aluguel, casa própria, energia, telefone e internet de péssima qualidade custam o dobro do q custariam em países desenvolvidos, os parâmetros pra definir quem é pobre e classe média no Brasil são uma piada. Piada tbm é a "mídia" engolir calada e divulgar tais números como se verdadeiros fossem. Depois ainda acusam a "mídia" de golpista. Petista adora mesmo uma piada...

Pensionista sem voz