segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

RESPOSTA DA PREVIC À ROSALINA

Nota do Blog: Observem o fluxograma Rosalina para Gabinete-Previc
                        deste para a Ouvidoria-Previc e desta p/Rosalina
---------------------------------------------------------------------------------------
De: Rosalina de Souza
Enviada em: sábado, 16 de fevereiro de 2013 HELPDESK: 5077 23:36
Para: PREVIC - Gabinete
Assunto: Reajuste dos benefícios da Previ PB-1 data base Janeiro

Ao Diretor Superintendente da Previc.

Sr.José Maria Rabelo

Sou Rosalina de Souza, pensionista da Previ, Matrícula 18.161.320-4, gostaria de saber se o processo para alteração no regulamento da Previ, para passarmos a receber na mesma data base que o INSS, mês de janeiro de cada ano, em que estágio se encontra nesta autarquia, já que o Conselho Deliberativo aprovou a alteração ainda no ano de 2012, mas sabemos que até decisão final e publicação no diário oficial da união leva algum tempo, sendo da sua superintendência a palavra final e aprovação para que a Previ possa de fato processar o reajuste.
Também gostaria de saber do nobre colega, quando vamos ter o realinhamento do PB-1 da Previ, pois a Previ desde o ano de 2003, vem apresentando superávits ano após ano, nossos benefícios estão perdendo o poder de compra, prova inequivoca de que esses superávits são frabricados a medida que há o achatamento dos valores recebidos, esta autarquia devia zelar pelo cumprimento dos normativos, um fundo de pensão não foi criado para ter superávit ou déficit, mas sim para complementar de forma justa os nossos benefícios.
Em 2010 para termos a distribuição do superávit, que criou o BET( BENEFÍCIO ESPECIAL TEMPORÁRIO) as associações de aposentados, a contraf cut, a anabb, a aafbb e a federação assinou um acordo que previa um acordo, termo assinado, com a presença do Ministro de Estado, Paulo Bernado, e representante do Ministério da Fazenda, para que em 180 dias posterior ao acordo fosse então feio a revisão do nosso PB-1 da Previ.
Decorridos mais de 2 anos e com um novo superávit a distribuir triênio 2010,2011e2012, estamos nós aqui sem a justa revisão do PB-1, plano maduro que tem hoje 63% dos seus recursos aplicados em bolsa de valores, sofre ocilações diárias, e o Senhor mesmo Pertencendo a Previ, Certamente recebe seu benefício também pela previ, fruto do seu trabalho,sua poupança, certamente a da sua Esposa e Filhos e até porque não dizer Netos, aceita uma discrepancia dessas, fruto da irresponsabilidade dos atuais gestores.
Alguma coisa esta completamente errada, desde que passei a receber a minha pensão em 2001 até os dias de hoje já perdi o equivalente a 7.6 salários minimos, meu beneficio a cada ano vale menos, tenho exemplo de colegas que já perdeu 20 salários ao longo do tempo, estamos perdendo dia a dia o direito a dignidade, vendo nossa poupança fazer a previ bilionária e nós completamente defasados, tendo como referencial uma simples tábua de mortalidade, vendo a ISONOMIA ir para o espaço,  pois hoje funcionário trabalhando na atividade não contribui mais para o plano, patrocinador não contribui mais para o plano, fruto dos superávit, mais que superávit se nossos benefícios estão completamente defasados?.
Mudaram o IGPD-I para o INPC na calada da noite, fazer o que quer, aprova o que o Patrocinador desejar, mas nós pensionistas temos que viver com 60% do benefício dos nossos maridos, o inss que diz estar em déficit constante paga 100% do valor do benefício, mas a previ por força do seu regulamento só paga 60%.
Todo trabalhador tem direito de receber onde quiser e achar que esta sendo bem tratado, mas nos também por conta do regulamento da Previ,só podemos receber de duas formas:
Conta Salário Banco do Brasil ou ORPAG/SCR( SAQUE CONTRA RECIBO), porque assim determina o regulamento da nossa Previ, que ao invés de mãe mais parece uma madastra malvada que a cada dia discrimina quem já passou dos 80 anos.
Diz que ao final do nosso plano, não vai  sobrar um centavo, mas a história tem mostrado o contrário, pois todos os anos a história se repete e mais um superávit é apresentado, e os aposentados e pensionistas que morre a cada ano, as suas reservas,que lá estão, fica aonde? Aí o bolo cresce tanto que trasborda, fazendo o PENSIONISTA MOR BB GULOSO O ULTIMO BENEFICIARIO DO NOSSO PLANO DE NÚMERO UM BILIONÁRIO, enquando nós aqui buscando um simples dia que poderá receber no mes de janeiro, quando a inflação ja corrompeu a maior parte dos salários e benefícios, e pior a nossa PREVIC ainda recebe para fiscalizar, a dita TAFIC é a mesma coisa que por a RAPOSA PARA CUIDAR DO GALINHEIRO.
Gostaria de ter as respostas que procuro, pois aos meus quase 67 anos de idade a ser completados agora dia 02 de maio, nunca vi um país que deturpa tanto os caminhos, as leis, regulamentos,passa por cima da constiuição proclamada em 1988,cria resoluções exdruxulas como a CGPC-26, que cria mais um beneficiario dono de 50% de tudo que acumulamos com suor e dedicação, acho que morro e não vi tudo que tinha que ver, pois a previ hoje vive fora da lei e da fiscalização, pois a Previc posterga prazos, emite pareceres inrresponsaveis pois nenhuma medida foi colocada para os diretores até o presente, se um fundo esta gerando tantos superávits, se ninguém mais contribui para o PB-1 e mesmo assim persiste os superávit é prova incotestável que nossos benefícios estão fora da realidade, defasados e quanto a isso a previc simplesmente fecha o s olhos.

Realinhamento do PB-1 da previ urgente, pois não podemos mais esperar,

Atenciosamente

Rosalina de souza

 De: PREVIC - Gabinete
Enviada em: segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 08:53
Para: PREVIC - Ouvidoria
Cc: Marco Antonio Bersani - PREVICDF
Assunto: ENC: Reajuste dos benefícios da Previ PB-1 data base Janeiro



Mensagem original
De: PREVIC - Ouvidoria < previc.ouvidoria@previdencia.gov.br >
Para: Rosalina de Souza
Assunto: ENC: Reajuste dos benefícios da Previ PB-1 data base Janeiro
Enviada: 18/02/2013 11:31

Prezada Senhora Rosalina de Souza,

A Ouvidoria/PREVIC recebeu seu e-mail e esclarece que:

1. Para defesa de direitos ou solicitações de esclarecimentos quanto a situações de interesse pessoal específico, relacionados a planos de benefícios, deverão ser obtidas junto à Entidade Fechada de Previdência Complementar, responsável pela administração do plano de benefícios, que tem o dever de atender às solicitações encaminhadas pelos participantes e/ou assistidos no prazo estabelecido no art. 24, da Lei Complementar nº 109/2001, no art. 17, da Resolução CGPC nº 13/2004 e, no art. 6º da Resolução CGPC nº 23/2006. Neste sentido, sugerimos a V.Sa. que se valha da legislação retro-mencionada para fins de solicitar, formalmente e por escrito, esclarecimentos à Entidade.

2. Informamos ainda que, conforme determina o art. 84 do Decreto nº 4942, de 30/12/2003, a EFPC que deixar de atender a requerimento formal de informação de participante ou assistido, ou atendê-la fora do prazo, estará sujeita à penalidade de advertência ou multa, devendo para tanto ser instada a Diretoria de Fiscalização - DIFIS, desta PREVIC. Todavia, caso a entidade se mantenha inerte, sugerimos o encaminhamento da manifestação a esta PREVIC, devidamente formalizada, conforme previsto no art. 38, do Decreto nº 4942/2003 (assinada e instruída com os documentos pertinentes), via correios e com aviso de recebimento. Para tanto o endereço é:
Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC
A/C Diretoria de Fiscalização
Setor Bancário Norte – Quadra 2 – Bloco N – Lote 8 - 6º andar
Brasília/DF – CEP 70040-020.

3. Por oportuno, informamos que conforme disciplina o art. 1º c/c o § 3º, inciso III do art. 6º da Instrução PREVIC nº 04/2010, somente serão aceitas nesta PREVIC, consultas de EFPC, ou seja, expediente devidamente formalizado que tenha por objeto a elucidação de dúvida relativa à aplicação da legislação vigente. Assim, não se exclui a possibilidade de requerimento de participante, devendo este ser efetuado à Entidade, e esta, na necessidade de esclarecimentos, poderá encaminhar a esta PREVIC, nos termos da referida Instrução.

Atenciosamente,
Cláudia Varella Barca de Miranda
Ouvidora Substituta
Superintendência Nacional de Previdência Complementar - PREVIC
Setor Bancário Norte - Bloco N - Brasília/DF - CEP: 70040 - 020
Tel.: (61) 2021 2029

59 comentários:

Anônimo disse...

Parece que responderam uma outra coisa bem diferente da pergunta formulada. Ou a Previc quer que façamos a pergunta de quando teremos o reajuste em janeiro diretamente à PREVI. Além da transferência de data, foi feito outro questionamento ao José Maria Rabelo que o ignorou ou mandou que a Ouvidoria respondesse.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Brava Rosalina!!!!! É assim que se faz: ainda que recebamos esse tipo de resposta, devemos escrever porque se o José Maria leu ou a outra ouvidora leu, é ponto para nós.Faz ecoar a voz de insatisfação que existe no seio dos assistidos péla Previ. Eu sugeriria à corajosa rosalina mandar idêntica carta à PREVI e exigir resposta, sob pena de ser enviada queixa à PREVIc, para ver se ela faz alguma coisa.Não podemos é ficar presos em quatro paredes. O cumprimento do acordo espúrio deve ser pedido pra já. conversas sobre o realinhamento do PB1 já deveriam estar acontecendo há muito tempo.Não poderiamos questionar isso na justiça...? Com a palavra o Joao Rossi, que anda sumido ou o nobre Edgard Amorim do Rego.

Anônimo disse...

Mas que resposta, meu Deus....!!!! até parece brincadeira, e de muito mau gosto. Um verdadeiro jogo de empurra. A PREVIC é um órgão que não cumpre suas obrigações de fiscalizar, não contribui em nada para a existência de maior transparência nesse entruncado jogo. A verdade é que a PREVIC é um órgão nulo, não se sabe prá que existe, um verdadeiro cabide de emprego.
Pela resposta já se percebe que a Rosalina não vai conseguir clarear suas dúvidas nunca, e que o resto se dane.
PREVIC..., PREVIC, tamanha inutilidade é comprovada por sua resposta!

Anônimo disse...

A PREVIC é mais um cabide de emprego, aliás, de cargos, criada pelo PT para favorecer o patrocinador, governo e fundo de pensão, EXCETO os assistidos.

BRAVA ROSALINA! És uma pensionista guerreira. Parabéns.

Anônimo disse...

Mestre ZANELLA:

Caso não me falha à memória, o IGPD-I, foi trocado pelo INPC, por consulta prévia aos associados, que como naquela época estava dando um pouco menor do que o INPC; apressadamente votaram contra o IGPD-I e o resultado dessa insensatez aí está.
Outra coisa interessante, o Banco do Brasil não nos dá um centavo sequer quando da PARTICIPAÇÃO DOS LUCROS e, o pessoal da ativa não está nem aí para nós aposentados, inclusive com péssimo atendimento nas agências, quando deveríamos é ser tratados como CLIENTES PREFERENCIAIS. Então pergunto: POR QUÊ ESSE PESSOAL DA ATIVA NÃO CONTRIBUI PARA A PREVI? É muito bom, eles são BENEFICIADOS DUPLAMENTE, pelo BB. e pela PREVI. Assim não dá! Assim é demais!

JOSÉ AFONSO SOBRINHO - Natal - (RN), 18.02.2013

Anônimo disse...

Quero dar os parabéns aos colegas Gilvan e Leopoldina Correia pelo video intitulado BODE VELHO.

Caiu feito uma luva kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

júnior machado disse...

Boa tarde,Prof Ari ontem lhe mandei um e-mail que ouvi Pedro Bial citar,e isso que esta acontecendo,não a interesse de ninguem quando tem o poder(corronpe),não entendo nao seria melhor fazer uma auditoria na previ ou ela ficar em embarco nao sei se e esse termo que se fala pois,esta uma vergonha,prometeram tanto a vcs,e nada para quem ganha R$42.000,00 esta pouco se importando com o pessoal se estao ganhando bem o mal temos que fazer mudanças na previ,pois vcs são os verdadeiros donos, não esta cambada incensivel que esta no poder hoje vcs tem a faca e o queijo na mao vamos a luta pois nao e tomar o que e de vcs colocarem pessoas decentes e onestas na previ,porque por emquanto nao parece ter gente seria,vamos lutar levar a imprensa o que ocorre com vcs,pois esta cada dia mais vergonhoso da vontade de entrar na previ e tirar estes incensiveis para nao dizer outra coisa,a previ e de vcs e já faz muito tempo que estao dominando nao podemos deixar já nao tiramos um predidente do Pais,imagine tirar um da previ com seu paus mandados estou a cada dia indiguinado com o que leio nos blogs,um forte abraço e fique na paz de JESUS

Anônimo disse...

BRAVA ROSALINA, assino em baixo.voçe é guerreira mesmo.Aconpanho todos os blogs, mais é primeira vez que vejo uma atitude concreta, que com certeza se voçe BATER nessa techa, até eles ficarem encurralados, com certeza irão tomar alguma providencia para nos ajudar. Também sou pensionista,e agora sim , sinto as esperanças renovadas. OBRIGADA

Anônimo disse...

Muito bem Rosalina.

A senhora joga no mesmo time do nos-
so baluarte João Rossi Neto.

Anônimo disse...

Parabens, D. Rosalina!!!

Valeu a iniciativa.

Mas já que não lhe responderam ao que a senhora perguntou, empurraram para um outro órgão.

Que tal a senhora cobrar da associação que faz parte, essa mesma atitude? Ou seja, exigir
da entidade para a qual a senhora contribui mensalmente (a ANABB?)que ela oficialize um documento contendo essas mesmas indagações que a senhora fez?
Pois há certezas de que para a ANABB, ANAPLAB, AAPPREVI e outras associações, a PREVIC não dará esta mesma resposta.

Boa sorte.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
A nossa corajosa colega Rosalina partiu das palavras para a ação.Bola branca para ela e bola preta para nós.Temos que partir para a ação.Não podemos acompanhar o resto do pais que está anestesiado,com relação às questoes politicas. Onde estão os intelectuais deste pais? Onde estao as vozes indignadas com a corrupção que campeia pais afora...?

rosalina de souza disse...

Prezado Colega 18/02/13 as 18:46

Só faço parte de uma associação a ANAPLAB, fui uma das fundadoras da AAPPREVI, mas já pedi a minha desfiliação, abri mão inclusive da minha ação 100% pensionista, para recomeçar do zero pela ANAPLAB, com a certeza das minhas obrigações e da minha conciência.

A ANAPLAB vai lutar muito para termos nossos direitos respeitados, não sei falar bonito, tenho muita dificuldade para entender muitas coisas, a liberdade de poder estar ao lado desses bravos e respeitados colegas que lutaram para que o seu direito o meu direito fosse respeitado.

Meu falecido marido pagava a ANABB e esse associação não me pagou o seguro desceso, me roubaram porque eu não sabia do meu direito que prescreveu.

Sabe como podemos ajudar? é falar da ANAPLAB, mas cobrar dela também, quando se trabalha de verdade os resultados tem que aparecer, nossa meta é 100 sócios mês, para termos força e musculatura para BUSCAR NOSSOS DIREITOS.

Se eu tiver que ir na Previc, eu vou, mas chega desse descaso que a Previ e porque não dizer as associações estão fazendo com os aposentados e pensionistas do PB-1 da Previ.

REVISÃO DOS BENEFÍCIOS JÁ

Anônimo disse...

Senhor Ari, senhor Gilvan,

A propósito desse polêmico vídeo, embora se diga que é ficção, muita coisa ali é dita com todas as letras, saindo do terreno das metáforas.
Por se tratar de um assunto que interessa a muita gente, principalmente àqueles que têm ações em andamento e aos que ainda não se decidiram a ingressar com as suas, seria bom que viesse alguém, talvez o próprio Gilvan, para nos falar claramente sobre tudo o que se diz e se nega nessa história, de parte a parte.
É urgente que as pessoas saibam qual é a real situação daquela associação, do que acontece por lá.
É preciso também que a associação venha a público com fatos concretos para os seus associados, já que uma coisa pelo menos parece ser indiscutível.
Não está havendo transparência, haja vista que até hoje não foi divulgada nenhuma PRESTAÇÃO DE CONTAS, já reclamada e prometida.
Se disserem que tal pedido deve ser dirigido para lá, respondo que não tenho a expectativa de ser atendido e que ele não será nem mesmo divulgado.
Isso já aconteceu.

Manoel/PE

Anônimo disse...

Isto não é uma resposta;é uma blasfêmia.Então a previc é uma deusa:não fala com mortais."Ninguém vai ao Pai,senão por Mim".Então,Rosalina,procure a efpc(ESPíRITO FRATERNO PODEROSO DE CRISTO).É uma loucura o que estão fazendo conosco.Edmílson de Januária mg.

Anônimo disse...

PROFESSOR ARI,

PREVIC- FISCALIZAÇÃO.

UM PICOLÉ DE CHUCHU, COM AS PROPRIEDADES DA ÁGUA : INSÍPIDO, INODORO E INCOLOR.

Anônimo disse...

O que vocês esperam? Esse Rabelo da PREVIC é ex vice presidente do Banco. Essa Cláudia Varela é funcionária do Banco cedida para a PREVIC e vão querer que movam um dedo para resolver a situação de aposentados e pensionistas? CVocês ainda não se deram conta de que o PT aparelhou tudo, nos cercou de petralhas e dominou tudo para arrebentar conosco? Já viram o que o PT está fazendo com a blogueira de Cuba que está em visita ao Brasil? Estão condenando, vaiando, porque ela fala mal de Cuba e de Fidel ou seja: ninguem pode falar mal do que o PT aplaude e em 2014 adivinhem quem será reeleita Presidente? Ah, vão se catar

Anônimo disse...

Gente vamos pra Brasilia. Vamos interditar uma avenida bem movimentada com pneus velhos.E tocar fogo neles.A imprensa vai chegar. Nao tem erro.Bastaria cada estado mandar um onibus.Se nao tiver aposentados pra encher um onibus, vai de figurantes mesmo. O importante é colocar a previ contra a parede. Chega de superavits. Realinhamento do PB1 ja!!!!

Livio Schetinno disse...

A fábula do amigo Gilvan é engraçadissima, mas pq estão achando ruim? Pelo que assisti ali não faz referência a ninguém que eu conheça, deboxa de associações em geral. Pode ser aplicada a qualquer uma ou não? Tem algum fundamento tanta celeuma? Eu dei boas risadas, e não vi nenhuma acusação a ninguém

Anônimo disse...

Ora, vamos cair na realidade, voces realmente acham que esta TURMINHA la da Previ e Etc e Tal.. vai dar alguma melhoria para nós?
Vão nos levar COMO SEMPRE FIZERAM em "Banho-Maria" e ir nos cozinhando lentamente, dando balinhas e pirulitos para chuparmos de vez em quando, desculpe o sarcasmo, mas a minha "ficha" ja caiu faz tempo.
Vai ter mesmo que interditar uma avenida em Brasilia pra ter uma MINIMA chance de melhorar alguma coisa. ELSS da Previ ganham fortunas, o negocio DELES é ganhar, riqueza para ELES, não estao verdadeiramente interessados em conceder melhorias de fato, antes morreM metade dos participantes e ELES continuam so MAMANDO NA TETA DA NOSSA VAQUINHA.
Como dizia Chico Anisio, E O SALÁRIO....ÕH!!

Abraço Viana

Anônimo disse...

Em matéria de votações e assinaturas de acordos(não cumpridos), que desastre!!!
A troca do IGP pelo INPC foi votada e aprovada; O Renda Certa foi votado(2007) e aprovado;o acordo de 2010 assinado pelos nossos altos proceres tambem foi votado e aprovado.
Os dirigentes da Previ também são escolhidos em votação.
Reclamar do que? Foi tudo (e todos) aprovado.
Acionar a PREVIC previamente à entidade da qual se reclama é o mesmo que ingressar com a ADIN em instancias superiores quando se deveria iniciar pelas instancias inferiores.Quem disse foi do Supremo.
O nó da questão é a ingenuidade, sem ofensa a quem quer seja.
Estamos a muito tempo sendo cozidos em banho maria por "grandes figuras nossas defensoras".E batemos palmas...

Anônimo disse...

Fosse eu um Juiz e recebesse a confirmação de que a doação de 7,5 Bilhões de reais ao Banco foi submetida a votação e aprovada pelos associados da Previ, dava o caso por encerrado e mandava prender os autores da açao, os reclamantes, por litigancia de má fé. Previ e Banco sabem que nós aprovamos qualquer coisa que bote um centavo em nossos bolsos e assim, morrem de rir de ações judiciais de associações metidas a paladinas. Qualquer juiz diz: a doação é fruto de acordo assinado pelas partes e aprovado em votação livre, onde os donos do dinheiro concordam que o Banco fique com a metade. Querem o que? Somos uns idiotas! É inacreditável que nós bancários do BB, gente fina, inteligente, que passou em um dos concursos mais difíceis do país votemos e aprovemos dar dinheiro ao Banco. Os Juízes devem achar que os que reclamam na Justça, como a Federação é que nao entendem nada e nao aceitam o fato de que nós, os funcionårios do BB, ativos e aposentados, amamos tanto o Banco que lhe doamos 7,5 Bilhões de mão beijada.



Ari Zanella disse...

Discordo totalmente, Anônimo 06:20. A concordância não tem qualquer amparo legal. Vamos colocar os pingos nos is: se um caso assim chegar às mãos de um Juiz com toda certeza vai dizer que a meação é feita pela Resolução 26. O resto é somente maquiagem. A "consulta" não tem qualquer valor jurídico.

"Delenda Brasília - a luta pelo realinhamento JÁ não pode parar!"

Ari Zanella disse...

Aviso: Terças, quartas e quintas estou em atividade didática pelas manhãs. Retorno ao meio-dia.

Anônimo disse...

Caro anônimo das 6:20
Os líderes, que assinaram aquele famoso manifesto, afirmam que o firmaram protestando não concordar com a partilha dos recursos com o Patrocinador. Afirmam, ademais, que declararam manter as ações judiciais contrárias à Reversão de Valores. Sei que a AAFBB mantém a ação.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Professor Ari Zanella,

A ANAPLAB irá participar deste evento?.

15/02/2013 - Ano XIII - Nº 440


Plenária de participantes debaterá retirada de patrocínio e Resolução 26


A ANAPAR realizará na próxima sexta-feira, dia 22 de fevereiro, plenária de participantes para debater a nova resolução sobre Retirada de Patrocínio, que está na pauta de deliberação do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPC). A plenária terá início às 14h30min, e acontecerá na Federação dos Bancários do Rio de Janeiro, localizada na Av. Graça Aranha, 19 sala 901 Centro , na cidade do Rio de Janeiro.

Estão convidados a participar todos os participantes de fundos de pensão. A plenária é aberta a todos os interessados, bastando se inscrever pelo email anapar@anapar.com.br.

Na plenária serão expostos e discutidos os posicionamentos dos participantes sobre o tema, que foram construídos junto com a ANAPAR em inúmeras reuniões, plenárias e congressos de associados. A presidente da entidade debaterá com os participantes a proposta de Resolução que foi construída de maneira negociada com os representantes da sociedade civil no CNPC, sempre buscando o maior consenso possível.

Resolução 26 – Estará em debate também a Resolução CGPC 26, que trata da destinação do superávit dos planos de previdência e da cobertura do déficit. Recentemente foi alterado um artigo desta norma, para prever a redução da taxa de juros atuarial anteriormente à destinação de novos valores da reserva especial.

A ANAPAR construiu uma nova proposta de resolução, que será apresentada aos membros do CNPC. Um dos pontos constantes da proposta é a proibição de devolver valores da reserva especial aos patrocinadores.

Venha participar! Só a ação coletiva pode melhorar a vida dos participantes.

Anônimo disse...

Anônimo das 06:20,

Faltaram duas assinaturas no acordo. Portanto, não tem validade.

Anônimo disse...

ARREPENDIMENTO

Milhares de colegas, assim como eu, ajudaram a colocar o PT no comando. Foram muitos anos de tentativas.
E agora, quantos anos teremos que lutar para tirá-lo(s) de lá?

Anônimo disse...

Não precisa mais trabalhar mestre Ari. Pelo menos, não tanto. Afinal, você é APOSENTADO DO BANCO DO BRASIL.

CARLOS VALENTIM FILHO disse...

A troca do IGP-DI pelo INPC para os reajustes das aposentadorias e pensões pagas pela PREVI não foi submetida à votação pelos participantes e assistidos. Decorreu de medida arbitrária tomada pela Diretoria executiva da PREVI, na época sob a responsabilidade do Sérgio Rosa. Ocorreu em 2003/2004, em razão de o IGP-DI, até então um dos menores índices medidores da inflação, ter alcançado 30,05% enquanto o INPC ter chegado a cerca de 18%. De início a PREVI reajustou as aposentadorias em 18%. As Associações de aposentados, AAFBB, na frente, recorreram à Justiça e os advogados da PREVI recomendaram o cumprimento das prescrições do Regulamento. A PREVI recuou e complementou os 10,5% faltantes, mas ainda é ré na maior parte das referidas Ações.
Existe uma Ação promovida pela AAFBB contra a PREVI, pleiteando o retorno do IGP-DI, ainda não julgada, ao que parece.
Abraço do
Valentim

Anônimo disse...

Prezado Prof° Ari,

A separação do benefício PETRUS X INSS se deu duma hora para outra, sem prévio conhecimento dos beneficiários do plano? Poderemos ser surpreendidos com essa notícia no próximo mês por exemplo?

CARLOS VALENTIM FILHO disse...

Prezada Lázara,

Parabéns pela clareza de sua exposição.
A PREVIC, mais uma vez, demonstra a que veio. Sua maior preocupação é defender patrocinadores.
Situação esquisita: Os Fundos de Pensão, utilizam recursos dos participantes e assistidos, para custear a máquina da PREVIC e quem se beneficia são os patrocinadores.
Coisas do Brasil.
Quousque tandem patientia nostra?
Abraço do
Valentim

ricardo o.c. albuquerque disse...

Ari. Aqui vai um pedido. Que a sua associação, lidere um fundo em que colaboradores voluntários se cotizem para publicar a brilhantíssima correspondEncia da rosalina e a vergonhosa resposta da PREVIC em um órgão de grande circulação nacional-globo oufolha de sp.seria um arraso. abraços ricardo 86073001


Anônimo disse...

Ari, concordo com você q a consulta não tem valor jurídico, mas ajuda a decisão dos juízes. A maioria de nós se comporta como os eleitores analfabetos: trocam seu voto por uma botina ou um saco de cimento. Todas as mazelas q estamos passando é nossa responsabilidade, pois aprovamos qualquer coisa em troca de "uma botina ou um saco de cimento". Precisamos capacitar os beneficiários do PB1 quanto ao seu analfabetismo político. Podem me criticar, mas essa é a verdade. Somente nós podemos decidir nosso futuro e decidimos mal: quando oferecerem "uma botina ou um saco de cimento" pelo superavit precisamos aprender a dizer não. Celio Vilela

júnior machado disse...

Bom dia,prof Ari olhe a pergunta feita pela minha mãe a previ e veja a resposta

"Boa tarde,nao sei o motivo de vcs me retornarem com a reposta da Srª Rose dar pitaguras dentro da PREVI e BB,o que acontence qdo a pergunta esta correndo em todas os tejornais,e interner aguardo o retorno o mais breve possivel pois já faz quase 1 mes que lhe fia a pergunta aos dirigentes da PREVI,me foi dada a mesma reposta sobre pensao por duas pessoas diferentes e tudo programado as respostas que vcs por direito nós devem,e com muito respeito veio aqui solicitar as promessas que fizeram como plataforma para eleiçao dentro da PREVI,qdo isto vai mudar qdo o governo parar de mandar numa istituiçao de onde ele nao se aposentou e nem recebe pençao,entao por favor pessoa a vcs mais respeito com nos associados que seja eu pencionista,cumpram suas promessas pois,acabaremos levando a justiça tenho muita saúde para esperar,so a idade avancada e descriminada pela PREVI,o tempo de vcs chegara assim espero ai,mas com seus altos salarios não vao chorar por esta micharia que é nós paga aguardo o retorno de todas as perguntas o mais breve possivel,pois perguntamos uma coisa e recebemos outra resposta,tenham mais respeito com os aposentados e pencionistas dessa associação,agradeço e que DEUS ilumine e faça justiça a vcs diregentes"

"Ratificamos a resposta sobre a aplicação da Polÿtica de Investimentos desenvolvida pela PREVI. A sua manifestação foi registrada na presente data.

Permanecemos ÿ disposição.

RODRIGO DA COSTA RIBEIRO
Gerência de Atendimento
PREVI"

Anônimo disse...

Agradeço a iniciativa da Sra Rosalina, velha guerreira dos blogs, em defesa das pensionistas e aposentados do PB1.

Precisamos urgente de realinhamento nos benefícios do PB1, estamos completamente defasados nossos vencimentos do dia 20 não chegam para as despesas até o dia 30, aí vivemos de empréstimos até o próximo dia 20, e a Previ bilionária e o BB deitando e rolando no nosso dinheiro às custas da nossa miséria, ATÉ QUANDO VAMOS SUPORTAR TAMANHA ABERRAÇÃO CALADOS?

Anônimo disse...

O BB GULOSO, faz tanta propaganda na mídia, que é BOM PRÁ TODOS, prá todos quem? Quem está passando dificuldades com o nome com restrições, não consegue um centavo de crédito no BB, porque não tentam ajudar os aposentados e pensionistas que estão com o salário comprometido, aliviando-os com uma linha de crédito especial, para poderem equilibrar suas finanças tão combalidas e voltarem a ter paz e dignidade.

Anônimo disse...

Prof., discordamos quanto a qualquer valor juridico.
Qual a razão do "teatro" da negociação? Qual o porque da votação? Creio que para reforçar a "doação" ainda que sob a egide da res.26.Vou concordar com os colegas das 00.42 e das 6.20.
Será que a assinatura do acordo e a presença de representantes "de peso" não seria um referendo?
O Banco e seus representantes na Previ (não é de hoje), não dão ponto sem nó.
Estamos sendo cozidos a caminho da fritura,se não aprendermos com as ações do passado.
Eu diria, meu caro Prof., DELENDA MINERVA!
AUDITORIA JÁ!

WILSON LUIZ disse...

Em matéria de "lavar as mãos", a PREVIC dá de 10 a 0 no bíblico Pilatos.

WILSON LUIZ disse...

Caros amigos do Rio de Janeiro, deixem de ir à praia na próxima sexta-feira, e vão à reunião promovida pela ANAPAR, não custa nada e é do interesse de todos nós.Não vamos achar que "não adianta nada", o que o Banco e a PREVI querem é que fiquemos, apenas, com o traseiro na cadeira, nos lamentando nos blogas, que estão virando verdadeiros "muros das lamentações"


15/02/2013 - Ano XIII - Nº 440


Plenária de participantes debaterá retirada de patrocínio e Resolução 26


A ANAPAR realizará na próxima sexta-feira, dia 22 de fevereiro, plenária de participantes para debater a nova resolução sobre Retirada de Patrocínio, que está na pauta de deliberação do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPC). A plenária terá início às 14h30min, e acontecerá na Federação dos Bancários do Rio de Janeiro, localizada na Av. Graça Aranha, 19 sala 901 Centro , na cidade do Rio de Janeiro.

Estão convidados a participar todos os participantes de fundos de pensão. A plenária é aberta a todos os interessados, bastando se inscrever pelo email anapar@anapar.com.br.

Na plenária serão expostos e discutidos os posicionamentos dos participantes sobre o tema, que foram construídos junto com a ANAPAR em inúmeras reuniões, plenárias e congressos de associados. A presidente da entidade debaterá com os participantes a proposta de Resolução que foi construída de maneira negociada com os representantes da sociedade civil no CNPC, sempre buscando o maior consenso possível.

Resolução 26 – Estará em debate também a Resolução CGPC 26, que trata da destinação do superávit dos planos de previdência e da cobertura do déficit. Recentemente foi alterado um artigo desta norma, para prever a redução da taxa de juros atuarial anteriormente à destinação de novos valores da reserva especial.

A ANAPAR construiu uma nova proposta de resolução, que será apresentada aos membros do CNPC. Um dos pontos constantes da proposta é a proibição de devolver valores da reserva especial aos patrocinadores.

Venha participar! Só a ação coletiva pode melhorar a vida dos participantes.

Anônimo disse...


A respeito do comentário de Carlos Valentim Filho; de 19/02 das 9:41.
Coisa parecida já existe, por exemplo a ANABB.
SMJ.

júnior machado disse...

Boa tarde,Prof Ari o Sr que e uma pessoa sabia e muito inteligente esforçado e ajudando os aposentados e pencionistas da previ,já nao precisaria mais pois ja trabalhou muito pelo BB,mas pela pessoa de carater que o Sr e jamais abandonara os nessecitedos,porque o Sr com o poder do seu Blog e outros blogs nao iniciam assinaturas para uma auditoria na previ e um embarco,pois esta demais o Sr leu a resposta dada a Srªminha mãe,eles não tem mas respeito e nem medo de açoes juridicas pois são protegidos por este governo corrupito e incapaz vamos tomar o que e de direito de vcs a previ pertence aos aposentados e pencionistas nao este bando de cara de paus que tomou posse como sitei antes já tiraram um Presidente do Brasil imagine tirar o presiente da previ e como tirar doce de criança só basta interesse dos associados e começarem uma manifestaçao pacifica e chamar á atençao da impresa ai a coisa vai ficar feia,pois já faz muito tempo que estes dirigentes deixaram de ter respeito por vcs,já começou com r26,depois ES descriminando os mais velhos, sera que eles serao eternos acham que a velhice nao os atingira?tenhao vergonha na cara pois do jeito que entraram vcs podem sair pela pórta dos fundos muita coisa vai aparecer de podridao sobre a PREVI e BB,um forte abraço e sempre continue assim Prof Ari HOMEN de palavras e justo e que JESUS sempre le proteja e aos seus.

Juarez Barbosa disse...

Prezados Ari e colegas,

Fugindo da postagem, mas é uma matéria que devemos tomar conhecimento:

"Custas judiciais devem ficar mais acessíveis à população.
Por Priscila Telio Bonilha - Advogada

A Constituição Federal, em seu artigo 5º, inciso XXXV, garante o direito ao livre acesso ao Poder Judiciário. Assim, é obrigação do Estado fornecer ao cidadão todos os meios necessários à garantia a esse direito.
No entanto, quando qualquer pessoa que procura o Poder Judiciário no Brasil para defender seus direitos, terá de, previamente, pagar as chamadas "custas judiciais" como porta de entrada para o início da tramitação do seu processo.
Ocorre que há uma infinidade de leis, decretos e normas estaduais que regulamentam as custas e, em cada unidade da Federação, os critérios para a fixação e cobrança dessas custas são totalmente diferenciados e, o pior, com situações desproporcionais que geram grandes injustiças. Nos estados mais pobres, essas custas são mais altas e nos mais ricos, mais baratas. Um exemplo disso é o estado da Paraíba, onde para se distribuir uma ação, as custas judiciais chegam a representar 10% do valor da causa, ao passo que em São Paulo as custas representam 1% do valor dado à causa.
Verifica-se, assim, uma grande disparidade de valores das custas processuais entre os tribunais do país, e como os valores são mais altos em estados mais pobres, isso dificulta o acesso à Justiça, garantido constitucionalmente.
Veja-se que numa ação, cujo valor da causa seja de R$ 10 mil, a parte autora pagará R$ 100 se for distribuída em São Paulo. Na Paraíba, terá de desembolsar R$ 897,00. Essas custas também são pagas para o caso de recurso. Ou seja, a parte que pretende recorrer das decisões proferidas também tem de pagar custas ou taxas judiciais, e estas, da mesma forma, são diferenciadas em cada estado da federação.
Diante dessa situação, o Conselho Nacional de Justiça está estudando um projeto para unificar as custas e taxas judiciais no Brasil. Uma das sugestões é estipular um modelo de cobrança a partir de percentual do valor da causa, com base nos atuais modelos de cobrança da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho. Outra proposta é a redução das custas para o ingresso de ações no Primeiro Grau, aumentando o valor dos processos nos tribunais, de forma a desestimular recursos desnecessários.
Assim, se realmente esse projeto de custas unificadas se transformar em lei, irá se estabelecer um regime com normas uniformes para todo o Poder Judiciário, dando, dessa maneira, maior segurança às pessoas que precisam demandar em mais de um estado da federação. Além disso, é preciso que haja a efetiva redução das custas judiciais para não mais restringir o acesso da sociedade ao Judiciário em razão dos altos valores, principalmente em estados mais pobres."

Colegas, descobri que aqui no RJ terei de pagar impositivamente o percentual de 10% sobre custas de inventário de minha mãe para a CAARJ-Caixa de Assistência dos Advogados do Rio de Janeiro. Ou seja, tenho que ajudar a patrocinar a assistência à saúde dos Advogados do RJ!!!! Pasmem !!!

Um fraterno abraço a todos.

Anônimo disse...

Prezados colegas,
Que bom que este blog tornou-se um forum de debates...Por diversas vezes critiquei a passividade dos aposentados da Previ, contaminados pela passividade dos brasileiros em relação aos desmandos que ocorrem em nosso país.Assim, temos de procurar nossos direitos, temos de tirar o trazeiro das poltronas macias e ir à luta. Demonstraçoes já/ Nada de mendigar superavits originados pelo arrocho dos nossos complentos..Realinhamento já!!sÓ POR CURIOSIDADE, VÁ A UM SUPERMERCADO E VEJA A QUANTIDADE DE ITENS QUE JÁ SOFRERAM AUMENTO, APOS O REAJUSTE DO SALARIO MINIMO. E nós nem recebemos os ridiculos 3,82% de janeiro...
Por isso, dia 22, os colegas do Rio e os proximos vamos comparecer à plenaria da Anapar, sobre a retirada de patrocinio. Vamos mostrar que estamos vivos...

Anônimo disse...

Prezados coleghas,
Quando se fala em omissao desse ou daquele orgao, nos nos esquecemos dos "colegas" que fazem parte do conselho fiscal da Previ e que têm o voto de minerva.O que será que eles andam fazendo...? Alguem já ouviu falar em alguma vez em que eles deram a testa à Previ? Eu nunca ouvi falar.Eles acham que estao lá apenas para receber os gordos salarios e balançar a cabeça, num gesto de "amem" para a Previ, que nada mais é do que a depositaria dos fundos que SOMENTE a nós pertencem.Vamos acordar esses "colegas" e pedir que eles vistam a camisa dos donos do Plano, que somos nós e não o BB/governo.

Anônimo disse...

Prezados colegas,
Já estou ficando enojado com relação a tudo que ouvimos e lemos nos noticiarios. Apesar de tudo o que a Petrobras está sofrendo, dizem que o PMDB está de olho em duas diretorias que estao vagas... Será que nós não temos patriotas neste pais? Só querem saber de "acordos" e maracutaias...!!Oxalá tivessemos aqui, um estadista como o ex-presidente Abraham Lincoln. Um homem com H maiucsulo. Até quando aguentaremos ver tamanha nulidade que sao os nossos politicos...? Nem oposição nos temos. Temos um simulacro de oposição. Enquanto isso, lemos na Veja que o ex-marido da Rose era "conselheiro" da Brasilprev, onde nunca entrou e ganhou $ 132.000,00 para não fazer nada .Ó partidozinho maligno!!! Aparelhou o Brasil inteirinho...Até quando???
Quosque tandem abutere PT patientia nostra?

Anônimo disse...

Eu também já recebi respostA semelhante ou seja nós não somos habilitados a nos dirijirmos a PREVIC e o mais interessante de tudo é que os artigos das leis a serem seguidos nos são mostrados...mais parece que quando se referem aos nossos direitos as leis são esquecidas ou melhor modificadas...Querida Rosalina, eu também sou pensionista...sujiro-lhe que se dirija a PREVI...em seu nome e em nome de todas nós pensionistas...se a responsabilidade é da PREVI ela vai ter que nos dizer alguma coisa.
Sê forte e corajosa, Deus é contigo...

Anônimo disse...

Colega Ari, estamos sentindo a falta do colega João Rossi Neto, soubemos que o mesmo andou com problemas de saude, mas graças a Deus. parece que se recuperou. O colega teria alguma notícia?

Ari Zanella disse...

O brilhante João Rossi Neto está muito bem. É de seu estilo ficar algum tempo sem participar. De repente, ele aparece e nos brinda com mais alguma preciosidade. Eu sempre o receberei de braços abertos.
Aproveito a ocasião para enviar-lhe um grande e fraternal abraço.

Anônimo disse...

Pois é mestre Ari, dando uma olhada no blog da querida colega Cecilia, deu para sentir que os nossos 3,82% para janeiro deverá ficar para junho, normalmente como ocorre todos os anos. Mestre Ari esta diretoria dos eleitos por nós a que veio mesmo? Será que somente para encher os bolsos de grana, e as promessas de campanha do pau-mandado Marcel? O ES foi uma vergonha, a formula 170 tem a mão do GOVERNO/PETRALHA, aonde é que nós assistidos vamos parar? Que saudades da ditadura militar, eu era Feliz e não sabia, alguem vai contestar, mas vejam as manifestações Petralhas contra a blogueira cubana ontem nas manchetes das radios e tvs, quanta incoerência Mestre Ari !!!

Anônimo disse...

Mais uma "pérola" no site da PREVI."SAÚDE FINANCEIRA" "Como reorganizar as contas. Quero ver é uma pensionista reorganizar suas contas, recebendo uma pensão de 60%, com filhos, netos e bisnetos para suprir. Isso só pode ser coisa de nazistas.

Anônimo disse...

Não me sinto confortável quando diversos colegas falam mal da ANABB. No meu caso particular não fosse o resultado positivo das ações que recebi através daquela Associação, estaria hoje em situação muito mais difícil. Por outro lado a Previ e o BB só querem nos esfoliar, cobrando juros e mais juros sobre os empréstimos sobre nosso próprio dinheiro.

Anônimo disse...

Eu também sou pensionista e iguais a vocês estou também enojada com tudo que se refere a Previ, BB, Cassi. Principalmente Previ, essa que não nos respeita,e nem nos da atenção. Já vi que nada resolvem. Esses idiotas estão encastelados lá no prédio do Mourisco comendo e bebendo do bom e do melhor e as nossas custas, pois somos nós, também idiotas, que pagamos os altos salários q eles recebem. Enquanto isso, eu velha trambiqueira, vou me virando como posso e devo. Até quando? Sinceramente não sei. Mas sei que mais dias menos dias esses dirigentes um dia vão cair dos seus pedestais e com certeza sentiram na própria pele o que eu, e outras pensionistas, estão sentindo. São velhos, e como tal vão passar pelas mesmas agruras que nós. O dinheiro não compra saúde. Fiquei sabendo por fontes confiáveis que um dos 2 filhos de um dirigente da Previ foi preso por excesso de velocidade numa alto estrada, e em estado de embriagues. É assim que o mundo gira e a gente se encontra por aí.

Rosalina minha querida, que papai do céu lhe de forças, muitas forças para você continuar, pois eu muito mais jovem do que você, não tenho esse animo e nem coragem e muito menos disposição para andar tanto, pois bem sei que para você fazer tudo isso tem que andar e muito. É uma trabalheira só. Um grande beijo para tu e fica na santa paz do Senhor. Eu já dei uma 'busca e não tenho direito a ação 100&% pensionistas.

Maristela.

Anônimo disse...

Não eh só o Rossi q
anda sumido. Tenho sentido falta de muita gente boa. Por onde andas a Duda, Elizabeth Oste e Angela?

Juarez Barbosa disse...

Prezados Ari e colegas,

Acabo de receber e-mail do colega Antônio José de Carvalho (dono do Blog PREVI-CASSI-ANABB) comunicando que apresentou proposta ao grupo temático de estudos na ANABB sobre reformulação do Plano de Benefícios 1 da PREVI.

Conforme autorizado pelo autor, disponibilizo a íntegra de sua proposta no link abaixo:

https://docs.google.com/file/d/0B2apQ70fp3uSU0lmSU5OSEFvSWs/edit

Achei-a muito interessante e acho que todas nossas representações, inclusive os eleitos por nós ocupando cargos na PREVI deveriam trabalhá-la com muita seriedade e celeridade, visando, após finalizados os estudos, apresentação ao Conselho Deliberativo da PREVI endossada por um grande número de participantes e assistidos seus subscritores (o quorum mínimo é de 1% dos associados, mas tenho a convicção que conseguiríamos um número muito maior do que este).

Está lançada a grande oportunidade de nos unirmos em torno de nossos objetivos consensuais e promovermos a construção desta proposta conjuntamente, para que alcance grande representatividade, face ao elevado número de assinantes.

E por estar a ANABB sediada em Brasília, seria o local ideal para esta construção e, após apresentação à PREVI, trabalhar por sua aprovação nos órgão que se fizerem necessários, através de forte e perspicaz “lobby”.

Salvo melhor juízo.

Um fraterno abraço a todos.

Anônimo disse...

"Acredito genuinamente que a riqueza deva trabalhar para o bem público", disse Branson, em carta para a Giving Pledge. "Minha decisão não foi tomada apenas para que eu seja lembrado como um filântropo. Também vejo isso como um meio de proteger meus filhos do fardo da riqueza extrema, que poderia tirar deles qualquer motivação para atingirem suas próprias metas na vida", afirmou

Anônimo disse...

Agora já são 105 famílias bilionárias que assinam o acordo de filantropia The Giving Pledge"Acredito genuinamente que a riqueza deva trabalhar para o bem público", disse Branson, em carta para a Giving Pledge. "Minha decisão não foi tomada apenas para que eu seja lembrado como um filântropo. Também vejo isso como um meio de proteger meus filhos do fardo da riqueza extrema, que poderia tirar deles qualquer motivação para atingirem suas próprias metas na vida", afirmou
Fonte: ig

Anônimo disse...

Quem anda sumido também é o Henrique Soares, pessoal vamos aumentar as fileira dos seguidores do nosso Presidente da ANAPLAB, Ari Zanella.

Aliás já filiaram-se apenas 15 reais e 11 ações judiciais totalmente gratuitas.

ANAPLAB - ALÔ Jane Torres, Lázara Rabelo, Leopoldina Correa vamos que vamos.

Anônimo disse...

A questão das pensionistas está um pouco deturpada, foi escrito acima que a pensão não dá pra cuidar de filhos, netos e até bisnetos. Estes encargos não estavam previstos, se for levar pra este lado, nem 200% resolve o problema.

Anônimo disse...

O que tem o quiosque do Tande?