sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

PESO EXTRA PARA SE APOSENTAR?

       Com o título acima o site da Anabb aborda um assunto ventilado no Jornal O Globo, segundo o qual, em alguns fundos de pensão, devido à redução da meta atuarial interposta pelo CNPC, que vai gradualmente de 6% hoje para 4% em 2018, poderá haver necessidade de aumento na contribuição em até 37% para se obter o mesmo benefício.
       Não é o caso da Previ, nem no Plano de Benefícios Nº 1, de benefício definido (BD) nem no Previ Futuro de contribuição definida (CD). A Previ, a propósito, é a única dentre os demais fundos a praticar a taxa atuarial de 5%, o que a torna pioneira nesta baixa gradual. Por isso, é uma reportagem que não nos afeta. Diz parte do trecho da reportagem:
"E a PREVI, dos funcionários do BANCO DO BRASIL, informou que já pratica meta de 5% para o plano de benefício definido da instituição (em que o trabalhador sabe antecipadamente valor da aposentadoria) e de 5,5% para o PREVI Futuro, plano de contribuição definida. A meta da Valia, da Vale, por sua vez, é hoje de 5,5%, afirma Maurício Wanderley, diretor de investimentos e finanças da instituição."
       Preocupa por outro lado, as intenções governamentais em utilizar nossos recursos para aplicação em infraestrutura, posto não ser a melhor destinação dos recursos. Aliás, com certeza, a pior. Também divulgado no Globo:
"O Brasil precisa de funding (fonte de recursos) de longo prazo para financiar investimentos em infraestrutura - destacou o secretário adjunto de política econômica do MF, Pablo Fonseca - acrescentando que os fundos são investidores com grande potencial."
       Estamos livres do peso extra para se aposentar, mas, completamente vulneráveis às vontades das equipes da presidenta Dilma Rousseff. Se lançaram mão no Fundo Soberano

"Pela primeira vez, será usado recurso do Fundo Soberano do Brasil (FSB), poupança criada em 2008 para investir em projetos de interesse estratégico e socorrer o país em momentos de turbulência.
Uma manobra contábil da equipe econômica, oficializada por meio de portarias publicadas separadamente e sem anúncio no "Diário Oficial da União", permite ao governo dispor de cerca de R$ 19 bilhões.
As últimas portarias só foram divulgadas na edição de ontem do jornal oficial, com data retroativa a dezembro.
Do total, virão do Fundo Soberano R$ 12 bilhões, correspondentes a 80% dos recursos dessa reserva. Segundo a Folha apurou, adotou-se uma estratégia para que o fundo pudesse ficar com dinheiro em caixa.
Dos cerca de R$ 15 bilhões de saldo do fundo, quase R$ 9 bilhões estavam em ações da Petrobras. Se o governo fosse ao mercado vendê-las, derrubaria o preço das ações.
A saída foi usar o BNDES. O banco de fomento comprou R$ 8,8 bilhões em ações da Petrobras do FSB, quitando a operação com títulos públicos, que poderão ser resgatados pelo Tesouro.
Para completar os R$ 12 bilhões, serão usados outros R$ 3 bilhões que já estavam em títulos no FSB.
Além disso, o fundo tem mais R$ 3 bilhões em ações do Banco do Brasil."

mais facilmente usarão os recursos do fundos de pensão, mormente o maior, Previ. Ninguém esperneia mesmo. Depois dizem que são as ações judiciais que podem acabar com a Previ...
Santa ingenuidade!  

38 comentários:

luiz carlos disse...

Como esses desmandos todos, o brasil podera ter seu risco de investimento aumentado, ou seja, reduçao do seu grau de investimento. Essa conquista que permitiu que os investidores estrangeiros e, principalmente, os bilionarios fundos de pensão investissem maciçamente no brasil, vai fazer o caminho inverso. Melhor aceitar a retirada do patrocinador enquanto temos o que dividir, contratar pessoas capazes, longe de governantes, sindicalistas e outros aproveitadores. Creio que dá prá viver mais algum tempo mais tranquilos, como merecemos.

Anônimo disse...

A Cecília disse em seu blog que a criação de várias associações provoca a desunião e que deveríamos nos unir as associações já existentes.Eu não penso assim pois acho que é melhor termos várias associações brigando por nossos direitos do que apenas uma (Anabb) que só promove ações quando for contra outros órgãos mas nunca contra a Previ o que significa que é a favor de tudo o que tem sido feito contra nós. As associações prejudicam a nossa união quando ficam brigando entre si. A fidelidade total e irrestrita a Previ e a Anabb é cegueira.

Anônimo disse...

Eu aceito a unificação de todas as associações numa só, quando as associações todas não forem dirigidas por REPRESENTANTES, mas por DELEGADOS, isto é, por IGUAIS que apenas EXECUTEM o que o CONSENSO DOS ASSOCIADOS DETERMINAR. Isso é utopia de Rousseau, Thomas Jefferson, Bertrand Roussel e muitos outros. Isso poderia FACILMENTE SER EXECUTADO EM NOSSAS ASSOCIAÇÕES. É executado em muitas pequenas cidades dos Estados Unidos, nas cidades da Suiça e, agora, imaginem, na ISLÂNDIA! Nossa Constituição Federal até fala em leis por PLEBISCITO e REFENDO! Por que não se obedece à Constituição?!
Edgardo Amorim Rego

Ari Zanella disse...

Alô! Mestre Edgardo!

Don't forget the text we've combined.

Huge Hug

Ari

Anônimo disse...

Usar o FSB - FUNDO SOBERANO DO BRASIL - qdo nao existia fortes necessidades/razoes para utilisar me parece pouco razoavel.A FOLHA mostra força ou independencia do poder central ao mostrar as peripecias do MF do poderoso chefao GUIDO.

WILSON LUIZ disse...


Operação Porto Seguro
Agenda revela influência de Rose no BB e na Previ
Edição de revista semanal mostra que a amiga íntima de Lula participou das negociações que definiram o comando do banco e do fundo de pensão de seus funcionários, defendeu pleitos de caciques do PT e atuou como lobista de luxo

ESTRELADA - Rosemary Noronha, fotografada três semanas depois de ser indiciada pela Polícia Federal: batom, brincos, unhas feitas e estrelas vermelhas tatuadas no pulso.
Não era bem o que parecia. Quando o nome de Rosemary Nóvoa de Noronha veio a público com a deflagração da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal, a amiga íntima do ex-presidente Lula e então chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo não passava de uma “petequeira”. A expressão, cunhada pelo ex-deputado Roberto Jefferson para designar funcionários públicos que se deixam corromper em troca de ninharia, parecia feita para ela. Rose, como é conhecida, foi acusada de integrar uma quadrilha especializada em fraudar pareceres oficiais para beneficiar empresários trambiqueiros. Defendia os interesses dos criminosos no governo e, em contrapartida, tinha despesas pagas por eles - de cirurgia plástica a prestações de carro. A versão da petequeira foi providencialmente adotada pelo PT. Rose, ventilou o partido, agiria apenas na arraia-miúda do governo e sem nenhuma relação com a sigla. Eis uma tese que os fatos vêm insistindo em derrubar.

No mês passado, revelou-se que a amiga de Lula usava o cargo para agendar reuniões com ministros de estado: abria as portas, inclusive de gabinetes no Palácio do Planalto, a interesses privados. Agora, descobre-se que sua área de atuação abrangia também setores de orçamentos bilionários, como o Banco do Brasil (BB) e o fundo de pensão de seus funcionários, a Previ. Rose, a petequeira, participou ativamente das negociações de bastidores que definiram a sucessão no comando tanto do BB quanto no da Previ, defendeu pleitos de caciques do PT junto à cúpula do banco e atuou como lobista de luxo de empresários interessados em ter acesso à direção e ao caixa da instituição. Sua agenda de compromissos como chefe do gabinete da Presidência em São Paulo, mostra que, graças à intimidade com o então presidente, a mulher que num passado não muito remoto era uma simples secretária se transformou numa poderosa personagem do governo Lula.

Estava na cara que, cedo ou tarde, iria aparecer a ingerência, no BB e na PREVI, da protegida de nosso bravo ex-presidente, Lula "eu não sabia de nada, nadinha" da Silva. Vamos acompanhar os desdobramentos e, se for o caso, exigir um posicionamento do conselho fiscal da PREVI.

Anônimo disse...

Grande Mestre Prof. Ari
Não esqueci o combinado. Mas, espere um pouquinho, porque os netos estão precisando de mim...
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Esse Sr Edgardo vive no mundo perfeito de Platão! Ora, delegados ouvindo o consenso dos associados vão aprovar o quê? Exatamente o que BB e Previ quiserem, pois as ultimas votações de distribuição de superávit os associados da Previ votaram por consenso exatamente o que interessava ao Banco, ou será que o Dr Edgardo pensa que aquele plebiscito de 2010 foi o único? Será que ele se esquece que em 1997 a reforma do estatuto Previ foi levada ao consenso e a galera aprovou? Será que não se lembra que para reduzir a Parcela Previ o BB, Previ e Sindicatos promoveram também uma consulta e o consenso dos associados aprovou? Então, não é que questão de representantes ou aprovação por consenso! A grande questão é que a maioria de nós aprova qualquer coisa que nos bote uns trocados no bolso. Acorde Sr Edgardo, a utopia de Platão é fato histórico

Anônimo disse...

Complementando, pois talvez o Sr Edgardo nem saiba o que diz Platão: Platão afirma a existência de um outro mundo de ordem espiritual, no qual estão todas as idéias segundo aquilo que ele afirma no diálogo chamado Fedro.
O mundo ideal é constituído por uma multiplicidade de idéias que correspondem as várias coisas que existem na terra. A cada realidade física e sensível deste mundo corresponde uma idéia concreta e metafísica no hiperurânio, as coisas podem nascer, crescer e perecer enquanto que a idéia é absoluta, imutável e incorruptível. A idéia é em si e por si, quer dizer, não depende do sujeito que a conhece e não pode ser manipulada por ninguém. A idéia é a essência da coisa.
Portanto não está sujeita a mudança e permanece incorruptível. O mundo das idéias é caracterizado por esta imutabilidade que depende do fato que a idéia é de ordem imaterial, espiritual. O que é imaterial é incorruptível. Em síntese, a idéia é absoluta, enquanto que as coisas são relativas. Assim Platão admite a existência de um mundo ideal e perfeito, além do mundo material, sensível, incorruptível. É importante notar que o mundo das idéias constitui a perfeição do mundo sensível.
Platão diz a Heráclito que no mundo físico tudo muda “panta rei”, ao passo que no mundo das idéias nada muda, tudo é eterno. Separando as idéias, Platão introduz o mundo ideal, uma multiplicidade de idéias e uma hierarquia, quer dizer, uma ordem e uma dependência entre as várias. Existem três idéias gerais que se aplicam a todas as coisas que existem e não a idéia do ser segundo as idéias do repouso. Conforme a idéia do movimento, Platão porém afirma a existência de uma idéia suprema que ocupa o vértice desta hierarquia que, como ele afirma na obra chamada a República, é a idéia do bem e o princípio supremo segundo o qual todas as coisas têm valor. O bem é o valor supremo do qual deriva todas as outras idéias a saber, o uno, a díade e o bem. Desculpem, mas a maioria do funcis. do BB só entende mesmo é de pagar e receber feito Caixa de Gaiola!

Anônimo disse...

nossos representantes poderiam se engajar na revista Veja dessa semana e começar a produzir "movimentos" p repercutir em toda sociedade o que se passa no maior fundo de pensao do pais.O fundo do poço jah foi ultrapassado faz tempo.

Anônimo disse...

Sr. Ari, por favor.
Teremos ou não o reajuste agora em janeiro? Obrigada.

Anônimo disse...

Interessante. Os jesuítas me obrigavam a ler Platão e Aristóteles em grego mesmo... Amigos, não me interessa se a coletividade quer, ou não, conceder metade ao BB. Interessa-me a IGUALDADE DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. Interessa-me a vida na dignidade da AUTONOMIA PESSOAL, da CONVIVÊNCIA pelo CONSENSO e da COMPORTAMENTO iluminado pela RAZÃO. Interessam-me as lições de John Watson, William James, Carl Jung, Fritz Perls, Steven Pinker,John Dewey, Lev Vygotsky, David McClelland,Ortega y Gasset etc.

Anônimo disse...

Interessante, os jesuítas me obrigavam a ler Platão e Aristóteles em grego mesmo... Vivo realmente no mundo da Utopia. Quero a sociedade da DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, da AUTONOMIA DO INDIVÍDUO HUMANO, da RESPONSABILIDADE PESSOAL, da CONVIVÊNCIA HARMONIOSA, da IGUALDADE REAL DOS CIDADÃOS e do CONSENSO COMO PODER POLÍTICO. Exatamente como a Sociologia, a Filosofia, a Psicologia e a Neurologia contemporânea afirmam que UM DIA, talvez daqui a milênios, o HOMEM talvez CONSEGUIRÁ REALIZAR. Nada custa dar hoje os passos iniciais nessa direção... Provoquei o debate... embora com reações fortes e... inabaláveis... e autoritárias... Mas isso é o que vale: a VIDA, isto é, a CONVIVÊNCIA!... Estou feliz na minha ignorância com John Watson, Ortega y Gasset, John Dewey, Steven Pinker, Carl Jung, Lev Vygotsky e outros mais...
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Então prof, o Sr Marcel anda quietinho .O que acha disso? Será que ainda estão festejando o Ano Novo? E as promessas ainda não foram cumpridas....

Ari Zanella disse...

Anônima 23:37

O Estatuto já foi modificado para isso. É questão de tempo. É possível que devido à morosidade dos órgãos de controle:

-DEST - Departamento de Coordenação
e Governança das Empresas
Estatais, vinculado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão ( Ministra Miriam Belchior )
-Ministério da Fazenda ( Ministro Guido Mantega )
-PREVIC - Superintendência Nacional
de Previdência Complementar ( dirigida por José Maria Rabelo, funci aposentado do BB )

Estes órgãos deverão aprová-la porque não encontra resistência no BB ( O BB também é favorável ). Então, devido à demora nesses órgãos (BUROCRACIA) a implantação pode ocorrer somente em FEVEREIRO com RETROATIVIDADE a janeiro/2013.

Ari Zanella disse...

Anônimo 07:35

Parece que depois daquele episódio da Anabb, a Previ andou dando um puxão de orelha em nosso amigo Marcel. Mandei-lhe um e-mail para saber sobre as promessas e ele ainda não me respondeu. Pode ser que lhe tenham proibido de dar declarações. A conferir.

Ari Zanella disse...

Recebido correio eletrônico do tipo "repassando" (confira você mesmo as fontes citadas)

SAIU NA IMPRENSA PORTUGUESA PORQUE, COMO TODOS SABEM,
A IMPRENSA BRASILEIRA É MUITO BEM PAGA PELO PT PARA PROTEGÊ-LO.
ENTÃO, TEMOS QUE FAZER NÓS, INTERNAUTAS, O PAPEL QUE A IMPRENSA NÃO FAZ.
O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDIU O BLOQUEIO DOS BENS DO LULA NO VALOR DE R$ 9.526.070,64 POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
Já sei, você não acredita não é mesmo ?
Então confira o processo na Justiça Federal:

htpp://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?secao=DF&proc=78070820114013400

Depois de abrir o link acima, clique em "PARTES" e verá o nome do Lula. Se quiser poderá acompanhar o desfecho.

Processo: 0007807-08.2011.4.01.3400
Classe: 65 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA
Vara: 13ª VARA FEDERAL
Juiz: PAULO CESAR LOPES
Data de Autuação: 31/01/2011
Assunto da Petição: 1030801 – DANO AO ERÁRIO –
IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA – ATOS ADMINISTRATIVOS – ADMINISTRATIVO
Observação: ASSEGURAR O RESSARCIMENTO DOS BLOQUEIO DOS BENS DO LULA!

A notícia que todo Brasil esperava foi publicada em 23/10/12 no jornal Correio da Manhã em Portugal, quem quiser confirmar é só clicar no endereço abaixo: no site português:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/ministerio-publico-pede-bloqueio-de-bens-de-lula


Anônimo disse...

Quarta-feira, 26/12/2012 - 13h47m
Mudança no mês de reajuste depende de aprovação
A alteração do mês de reajuste dos benefícios de aposentadoria e pensão do Plano 1 da Previ foi aprovada no dia 14 de novembro. Em reunião, o Conselho Deliberativo da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil decidiu que os benefícios passariam a ser reajustados em janeiro e não mais no mês de junho. Essa decisão gerou muitas dúvidas entre os associados, que enviaram questionamentos à ANABB. De acordo com o diretor de Seguridade da Previ, Marcel Juviniano Barros, dificilmente o pagamento de janeiro terá alguma alteração, pois a decisão do Conselho Deliberativo ainda depende de tramitação pelos órgãos de Estado, ou seja, pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; pelo Ministério da Fazenda e pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). Geralmente, essa tramitação demanda um tempo maior. “Essa decisão foi encaminhada ao Banco do Brasil, que dará prosseguimento ao processo de aprovação. Quando isso ocorrer, será considerada a variação do INPC entre junho e dezembro de 2012”, explica Barros. Com relação a implicação da incorporação da gratificação semestral a partir de fevereiro/2013, Barros explicou que não há nenhuma consequência nos salários dos trabalhadores ou nos benefícios ou pensões. “Trata-se apenas de ajuste do Banco do Brasil na sua folha de pagamento”, explicou.
Fonte: Agência ANABB

Anônimo disse...

Um esclarecimento. Insisto tanto na ilegalidade e inconstitucionalidade da REVERSÃO DE VALORES, simplesmente porque acho que TODOS, máxime o GOVERNO, devem pautar a sua conduta, a sua ação, pela LEALDADE, que nada mais é que HONRAR OS COMPROMISSOS ASSUMIDOS. Entendo que a LEALDADE é imperativo decorrente da CONVIVÊNCIA HARMONIOSA e da DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. Entendo, também, que a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA,como a Constituição de qualquer País, é (ou deveria ser) o CONSENSO EXPRESSO DO POVO BRASILEIRO. Condeno, portanto, a REVERSÃO DE VALORES por PRINCÍPIO. Não a condeno por interesse. A propósito, duas observações.
O conhecimento é, até historicamente, RELATIVO. O conhecimento é uma criação humana. Em nossos dias, admite-se que a melhor abordagem para o conhecimento é a CIÊNCIA, o conhecimento racional, sistemático, com precisão matemática e experimentalmente comprovado, realizado por toda a COMUNIDADE ACADÊMICA,isto é, DE PROFISSIONAIS DO CONHECIMENTO. Assim mesmo, esse conhecimento não é considerado absoluto e incontestável. A sua validade tem prazo, a saber, ele é válido, enquanto não aparecer um conhecimento mais perfeito.
Segunda observação. Platão foi o primeiro que afirmou a existência de dois componentes inconfundíveis, distintos, do indivíduo humano: a alma (o espírito) e o corpo (a matéria). Descartes localizou a alma no cérebro do homem, precisamente na glândula pineal. Para Descartes, como para Platão, o conhecimento é um produto da alma (do espírito). William James foi o primeiro a afirmar, o que a Psicologia e a Neurociência admitem hoje, a saber, a MENTE é produto do cérebro.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Ari informação no sítio da AAFBB,em BET continua em 2013.

Alteração do mês de reajuste

Quanto à alteração do mês de reajuste dos benefícios de aposentadoria e pensão para o mês de janeiro, o processo teve a aprovação no âmbito da PREVI e do patrocinador Banco do Brasil, encontrando-se em tramitação no Ministério do Planejamento (DEST) e Ministério da Fazenda, para finalmente ser aprovado pela PREVIC, conforme informação da conselheira deliberativa Celia Larichia.

Anônimo disse...

Fonte: www.aafbb.org.br

Publicação: 2/1/2013
BET deve continuar em 2013



Em 2010, foi assinado o Memorando de Entendimentos entre as Entidades Representativas, Banco do Brasil e PREVI, em que estava prevista a concessão do Benefício Especial Temporário, no valor correspondente a 20% do complemento PREVI, a ser pago mensalmente, enquanto houver recursos no fundo previdenciário específico.

Até dezembro de 2012, foram pagas 36 parcelas (12 de uma só vez) e a grande preocupação era se o BET continuaria a ser pago em 2013, pois, entre outros fatores, a Bolsa, que durante o ano de 2012 passou por momentos de fraco desempenho, exerce grande influência nos resultados de nossa Caixa de Previdência.

Era preciso, portanto, aguardar o final do exercício para que se pudesse fazer uma estimativa, sendo necessário que a Bolsa atingisse 61.000 pontos, conforme estudos elaborados e informações prestadas em reuniões e seminários sobre o assunto.

Uma análise prévia dos números indica que o BET continuará a ser pago durante o ano de 2013, atendendo à grande expectativa dos participantes e assistidos do nosso Fundo de Pensão.

Outro benefício decorrente da destinação do Superávit excedente (mais especificamente a Reserva Especial) é a suspensão das contribuições, que também deverá permanecer em 2013, eis que independe do resultado do balanço de 2012.

Alteração do mês de reajuste

Quanto à alteração do mês de reajuste dos benefícios de aposentadoria e pensão para o mês de janeiro, o processo teve a aprovação no âmbito da PREVI e do patrocinador Banco do Brasil, encontrando-se em tramitação no Ministério do Planejamento (DEST) e Ministério da Fazenda, para finalmente ser aprovado pela PREVIC, conforme informação da conselheira deliberativa Celia Larichia.

Anônimo disse...

PROF ARI, O SR MARCEL SUMIU?????

Anônimo disse...

Ultracultura à parte,temos que concordar que,migalhas atiradas e pequenos gestos de atenção que deveriam ser obrigatorios,servem para que se aprove tudo e se enalteça "empregados".
Não é privilégio nosso.È geral.
Previsão de ano novo: vamos ter superávit e vem aí novoa votação.

Anônimo disse...

Pessoal,
O que acha de um diretor que não tem autonomia para se antecipar, nem com comentários, sobre assunto de sua área?

É um PAU MANDADO?

(X)SIM
( )NÃO

Feliz Ano Novo!

Anônimo disse...

Caro mestre,

Não resta a menor dúvida de que este blog se tornou uma grande tribuna para a qual convergem, embora com ocasionais desencontros de opiniões, as cabeças pensantes da comunidade da Previ PB1.
Temos ainda o blog do Medeiros, que está dedicando este verão às amenidades, mas ele vai voltar com força total, ele vai voltar, sem dúvida.
É muito difícil para qualquer um fazer a justiça andar no Brasil, vejamos o processo do mensalão, que ainda deverá consumir boa parte deste ano até o seu desfecho, isto para quem é otimista.
Como não temos mobilização mais efetiva para qualquer mudança, ficamos nas mãos dos políticos e dos dirigentes, e por aí já se vê o que nos resta.
Ficarmos aqui debatendo, buscando criar concientizações, tentando manter acesa a chama, todos os dias procurando no horizonte sinais de dias melhores, e como sugeriu um ex-presidente da Previ, se o tempo não nos for propício, quem sabe os nossos herdeiros possam tomar o nosso lugar na sala de espera?

Herberto

Anônimo disse...

Prof. Ari,

Particularmente, acho que deveria haver uma única associação para nos defender. Exemplo: a ANABB. Mas, porém, todavia, no entando, como ela nunca desempenhou esse papel, sempre ficou do lado do BB, dou a sugestão para que os associados migrem para uma outra entidade que de fato vem mostrado serviço em seu benefício.

DENUNCIAR, por exemplo, para mim, equivale a "mostrar serviço".
O que ela (ANABB) nunca o fez.
Pois, dos conhecimentos que se tem sobre falcatruas e desgoverno na PREVI e BB, nenhum tem aquela entidade como fonte.

Professor, a propósito de associações, poderia nos dizer para que serve mesmo a FAABB?

Feliz Ano Novo!

Luis-BH disse...

O processo contra o Lula já teve sentença favorável a ele no final de novembro. Não houve condenação. Lendo a sentença, o juiz entendeu que não houve denúncia enquanto ele era presidente. Agora a Inês é morta...

Anônimo disse...

Colegas,

Até há bem pouco tempo, eu também achava que a ANABB não nos defendia, apesar da grande renda que lhe fornecemos mensalmente, mas defendia o BB, porém fazendo uma análise mais aprofundada, constato que ela, com todo o seu poderio, está defendendo somente seus dirigentes e alguns dirigentes do BB/Governo, e fazendo vistas grossas por tudo o mais que acontece a sua volta.
Quais atitudes a ANABB tomou quando: o dinheiro do BB foi para o Antonio Ermírio de Morais(Banco Votorantim)? que o Bradesco estava e está entranhando dentro do BB com a VISANET (hoje CIELO) que além dos Cartões de Crédito, já está metido até o pescoço também na CASSI, através da empresa de entrega de medicamentos a domicilio,a Orizon? e de quem mesmo que é a Brasilcap, Brasilprev, BB-Tur,BBDTVM, BrasilSaúde, Empresa de Seguros do BB(que já nem sei qual o nome)??? e etc???
São muitos bandidos comendo o BB pelas beiradas, fazendo de seus funcis escravos da modernidade, e a ANABB caladinha, caladinha!
Nesse final de ano visitei uma pequena e pacata cidade do interior, na ag do BB havia 3 terminais cobertos com lona preta, dos 4 existentes, pois haviam sido explodidos em 3 ataques durante o ano de 2012.Lembrei de quando fui gerente em cidade pequena, nos anos 80, que procurávamos manter um bom relacionamento com as autoridades policiais locais e se fizessem isto ajudaria até a ficarem mais atentos ao verem algum carro com placa de fora e ocupantes suspeitos. Conversando com uma moradora, disse-me que era amiga de uma gerente que se encontrava em licença saude, pois são tantos os problemas, inclusive recebeu ordens da DG para entregar dados sigilosos para os terceirizados da área de valores, ficou chocada e chegou a consultar a DG, mas confirmaram, o que fazer? e de novo pergunto e a ANABB??????????????????

Anônimo disse...

Colegas,

Será que o BB realmente precisava contratar outros bancos para isto???

BB contrata sete bancos para IPO de R$ 5 bi, dizem fontes

O Banco do Brasil SA contratou sete bancos, depois de considerar 18 propostas, para liderar a emissão pública de ações de R$ 5 bilhões de sua unidade de seguros e previdência, de acordo com quatro pessoas a par do assunto.

O BB escolheu o JPMorgan Chase & Co., o Citigroup Inc., o Bradesco SA, o Banco Itaú BBA, o Grupo BTG Pactual, o Brasil Plural SA Banco Múltiplo e o próprio Banco do Brasil para liderarem a oferta, disseram as pessoas, que pediram para não ser identificadas porque a decisão ainda não é pública. Se acontecer, essa será o maior IPO, do inglês initial public offering, em três anos no País.

O Banco do Brasil, controlado pelo governo, está vendendo ao menos 25 por cento da nova unidade por cerca de US$ 2,39 bilhões, disseram as pessoas. O maior IPO antes desse foi o do Banco Santander Brasil SA, em julho de 2009, de US$ 7,55 bilhões. O banco aprovou a criação da nova divisão, BB Seguridade SA, ontem, segundo comunicado.

A BB Seguridade seria listada no Novo Mercado da BM&FBovespa, segundo comunicado do banco. O Novo Mercado dá mais direito aos acionistas e requer que as empresas tenham ao menos 25 por cento de seu capital negociado no mercado. A oferta será primária e secundária.

26/12/2012 - EXAME.com

Anônimo disse...

Eita que este blog tá cada dia melhor! Assim dá gosto ver os debates.

Embora ainda apareçam resquícios de um certo blog dark, "vale a pena ver de novo" e de novo. Obrigado gente!

Anônimo disse...

Colega dás 11: 30.

A única associação que de fato estar a nos defender é a ANAPLAB. Nova na sua criação mas antiga nas idealizações. Acesse: www.anaplab.com.br

Em relação a sua última pergunta: só serve para não fazer nada. Iguais as outras, e você sabe. Abraço.



Anônimo disse...

Professor, já senti
o senhor mais confiante mas do natal prá cá...
O que está acontecendo?
Fica assim não, entrega nas mãos do Pai. Esse tudo ver, tudo sabe. E Ele cobra.

Ângela

Anônimo disse...

Já que o reajuste não será mais em junho, precisamos lutar para soltarem mais um ES bem melhorado já em junho. À luta bravos companheiros diretores(as) de nossas associações. ES JÁ!!!
Vou solicitar para o diretor da carteira de emprestimos (ou financiamentos) na Previ no "fale conosco".

Anônimo disse...

Acredito que o desconhecimento é um câncer entre nós. Se existe uma associação que defende mesmo nossos interesses é a FAABB. QueM duvida, deveria assistir aos vídeos da ultima reunião, quando os advogados falam de todas as ações judiciais em curso na defesa de nossos interesses. Vão procurar saber mais antes de sair caindo de pau sobre todo mundo.Eu também pouco conhecia da FAABB. Depois de assistir aos videos dos advogados relatando cada ação, em que pé estão, quais as dificuldades, como BB e Previ estão reagindo, passei a valorizar o trabalho da FAABB.

WILSON LUIZ disse...

Durma-se com um barulho destes, já estão falando de novo em empréstimo simples???? Parem o mundo que eu quero descer, só falta isto virar o principal assunto, de agora em diante.

Anônimo disse...

Anônimo 11:30 corrige:
...Pois, dos conheciemntos que se tem sobre denúncias de falcatruas e desgoverno na Previ e BB, nenhum tem aquela entidade como fonte.

Obrigado.

MARCOOL disse...

Caro Wilson Luiz:

Pode continuar dormindo sossegado.
Não perca seu sono se preocupando com a perda de sono dos que estão necessitando do ES para recuperar, inclusive a própria saúde.

Anônimo disse...

Prof. Ari, colega Marcool,

Também acho uma impertinência as pessoas ficarem dando pitacos nos comentários dos colegas, o que é diferente de participar do debate.
Cada um sabe onde o sapato lhe aperta, e se não está ofendendo a ninguém, se não está faltando com a ética, não há por que cercear-lhe o direito de se expressar, pois existem assuntos para todos os gostos.
Além disso, já temos um moderador, que é o responsável pelo espaço.
Parece suficiente.

Aluísio/