quinta-feira, 6 de setembro de 2012

ANABB DA EX-DIRETORA CECÍLIA

Texto enviado ao blog da Cecília Garcez, por João Rossi Neto:

 

 

Colega Cecília,
Com a sua vasta experiência, exercendo cargos na ANABB e na PREVI, causou-me espécie a sua tentativa de pautar, no Conselho Deliberativo da ANABB, o surrado assunto do Empréstimo Simples, matéria de alçada exclusiva da Diretoria Executiva daquela associação.
De qualquer maneira, mesmo por via inadequada, é louvável o seu esforço para emplacar a discussão sobre a revisão naquela linha de crédito.
Ocorre que na alardeada reunião promovida pela ANABB, realizada nos dias 4 e 5 deste, elencaram seis painéis para debates, contudo, o ES sequer foi cogitado, senão vejamos:
Painel 1- A Previdência Complementar no Sistema Brasileiro;
Painel 2- Previc e o direito dos participantes;
Painel 3- Resolução 26 e o Instituto da Reversão de Valores;
Painel 4- A Regulamentação da Retirada dos Patrocínios;
Painel 5- Resolução 26/2008 e o BET;
Painel 6- Tetos de Contribuição e Benefícios para Dirigentes Estatutários do BB.
É inegável o prestígio que a ANABB desfruta perante os representantes de diversos órgãos, levando-se em consideração as figuras proeminentes que enriqueceram o evento com as suas presenças, senão vejamos:
Diretor Executivo da Abrapp-Dilson Joaquim de Morais; Presidente da Anapar-Cláudia Ricaldoni; Carlos Neri-Diretor do BB; Secretário Geral da Contec-Gilberto Vieira; Diretor de Seguridade da Previ-Marcel Barros; Representante da Contraf-Cut-José Sasseron; Diretor de Seguridade da Petros-Maurício França Rubem; Diretor de Planejamento e Controladoria da Funcef-Antônio Bráulio; Diretor de Análise Técnica da PREVIC-José Roberto Ferreira; Secretário de Políticas de Previdência Complementar do MPS-Jaime Maria de Faria; Presidente da ANABB-Antônio Sérgio Riede; Presidente do CD da ANABB-João Botelho; Presidente da AAFBB-Gilberto Santiago e tantos outros.
Se a ANABB usasse o seu poder de aglutinação, na legítima defesa dos participantes e assistidos pelas EFPCs, a sua enorme representatividade e tomasse as medidas judiciais cabíveis para extinguir a Resolução 26/2008, documento criminosos e desonesto que na ordem de prioridade, sem dúvida, é o primeiro a ser atacado, talvez, hoje, a situação seria totalmente diferente e as manobras jurídicas insidiosas para efetivação das ações delituosas, praticadas pelo patrocinador BB, com o endosso do Governo, mercê da apropriação indevida dos recursos da PREVI, não teriam espaço e resultariam infrutíferas.
O Governo é astuto para nos dispersar, tirar-nos do foco, como agora fez ao lançar a Resolução para Retirada dos Patrocínios. Largamos tudo de lado e corremos desarvorados atrás deste bode colocado na sala, quando o correto seria lançar mão do Despacho do Ministro Celso de Mello, no qual ficou caracterizado a flagrante ILEGALIDADE contida na Resolução 26/2008, documento de grande credibilidade que nos beneficia e se bem utilizado aumentaria bastante as nossas chances de derrubar esse instrumento de rapinagem da lavra do CNPC-MPS.
Mas, não, ocorre o contrário, as entidades representativas, altamente centralizadoras e amadoras, saem dando tiros para todos os lados, marcam reuniões aqui e acola, que acabam não dando em nada pela falta de planejamento competente, controle e ausência de sequência e cobranças tempestivas.
Não falta boa vontade, é verdade, todavia, a gestão sem a busca de RESULTADO é inócua e pouco adianta trabalhar demais, sendo que ao cabo das missões, fazendo o scout (escalte), o produto da equação é “zero”.
Os Presidentes de Federações, Associações, Entidades Sindicais, etc., nunca deveriam ser os elementos de primeiro combate.
É preciso ter uma estrutura administrativa bem montada, com assessores de qualidade, nas áreas jurídicas, suporte, contábil e atuarial para dar vazão às demandas dos associados e não simplesmente engavetá-las, deixando morrer sugestões e ideias que poderiam servir de subsídio para a solução de questões que os afligem.
Com isso, vendo a inoperância e o marasmo, os associados por seu turno caem na inércia e sequer se apresentam até para votar, muito embora as eleições compulsórias para escolha dos funcionários para cargos na PREVI não têm valor algum, já que por força do Voto de Minerva (LC 108/2001), os eleitos têm como autonomia o chamado “Voo de Galinha”.
Neste momento, por exemplo, após a reunião a ANABB publicou, em linhas gerais, os tópicos discutidos e não houve a informação de quais seriam as medidas práticas a serem levadas avante para coibir os desvios e desmandos perpetrados pelos adversários, nossos algozes.
Possivelmente, tudo cairá no esquecimento e a prioridade “zero” que é a Res. 26/2008 ficará incólume.  Uma coisa é certa, o Diretor do BB e Secretário do MPS, aproveitaram bem oportunidade para vender os seus peixes, conforme poderão comprovar no site da ANABB.
O realinhamento do ES continua a ser segredo de Estado e a incorporação do BET é matéria proibida que sequer vem à tona. Outro assunto longínquo de ser alcançado é a revisão do plano de benefícios, uma vez que inexiste Reserva Especial para tal e as perspectivas são desalentadoras. Quiçá, a distribuição feita em 24/11/10 pode ter sido a última.
Este script: “O ES sai ou não sai é nosso”, Cecília. Agora, você na qualidade de gestora da ANABB, que me responda: Quando vai, efetivamente, sair o realinhamento do Empréstimo Simples e em que bases?
Ao que tudo indica a ANABB não vai defender o realinhamento do Empréstimo Simples e tampouco impetrar ação judicial para neutralizar os efeitos da Resolução 26/2008.
Como a sua missão é: “Atuar em defesa do funcionalismo do BB e da instituição Banco do Brasil”. Esses são os principais objetivos e atribuições da ANABB.
Dentro deste contexto, será que ao postular a revisão nos limites e prazos do ES e de mover ação judicial em desfavor da Resolução, aquela associação entende que estaria ferindo os interesses do patrocinador BB, motivo pelo qual sempre se esquivou de abrir luta contra a famigerada Resolução 26/2008?
A palavra fica à disposição da Diretoria da ANABB para os esclarecimentos pertinentes, caso queira lançar luzes sobre a questão e dar transparência acerca das suas omissões que começaram em 2008, com o advento da Resolução. 

72 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que virou o blog. Hino da independência? Que independência? Somos escravo dessa Nação, somos escravos e descasos desse Governo. Agora escravos do Previ\ BB.

Amaral C.

Ari Zanella disse...

Comentário enviado por Anônimo na postagem sete de setembro:


Vocês não acharam esquisito o Amaral substituir o Berzoini no seminário da Anabb? Por falar nesse seminário, tudo ali pareceu muito estranho... Sasseron posando de bom moço, Previc justificando a Res. 26, BB defendendo os altos salários dos executivos pagos pela Previ e por aí vai. A impressão que fica é que se não for tomada uma atitude urgente no Poder Judiciário, nossa caixa de previdência vai pro beleléu. A coisa tá muito bem articulada para nos prejudicar. Governo, BB, Anabb, Cut parecem trabalhar em perfeita harmonia visando o patrimônio da Previ

Anônimo disse...

Prezado Colega ARI.

A Anabb continua o mesmo elefante branco,sendo alimentado por funcis ativa,aposentados e pensionistas do PB-1 bem como funcionários da ativa do Plano Previ Futuro.

A briga hoje é para ver quem se mantem no poder,fazem de conta que estão melhorando,que estão do lado do funcionalismo mas na verdade estão é tramando o próximo GOLPE ou tiro de misericordia.

Até quando vamos nos deixar enganar,ser traido pelos menos cara de pau de sempre.

A Cecília hoje é apenas mais uma ex funcionária que ganha bem e para ela pouco importa de tem ES ou não porque ela e nem um dos Diretores da Anabb contratam o tão falado ES-PREVI 110 MIL e 96 meses.

Responde ao Rossi nobre colega Cecília,porque disse que teria grandes novidades logo após o encontro dos Sortudos do PB-1.

Anônimo disse...

Ari.

A cada dia que passa me incomodo mais com a nossa situação,estamos num mato sem cachorro,sem gato, sem nada,abandonados a própria sorte e nada é a favor das melhorias.

Só os grandes salários continuam a ter previlégios.

Que País é esse?

Se correr o bicho pega se ficar o bico come,agora quem poderá nos ajudar?.

Anônimo disse...

Colegas

2012 estamos renovando através do voto nossos prefeitos,vereadores,2013 promete ser ano de muitas obras,2014 copa do mundo,eleições para Presidente,Senador,Deputado Estadual e Federal,bilhões de reais serão lançados,a Previ é bem quista por todos os envolvidos,podemos acordar e não termos mais nossos benefícios e muitos se acham no direito de ser contra um simples realinhamento do ES.

Temos colegas com 90,80,70,60 anos,sabem como foi o progresso do país,dos muitos milionários do dia para a noite que surgiu com a ajuda do BB,dos empréstimos facilitados,dos padrinhos e agora após muito trabalho,dedicação temos a ameaça concreta daquilo que levamos décadas para construir,os colegas hoje dentro da agência estão mais preocupados com a venda dos produtos que com a futura aposentadoria.

Anônimo disse...

Eu me pergunto como pode a ISA MUSA DE NORONHA participar de reunião em reunião,representando a FAABB e nada de concreto acontecer.

É representante da Anabb e não tem força para aprovar um simples ofício para forçar os gestores da PREVI a aprovar alguma coisa dentro da previ.

Estamos hoje compartilhando informações em tempo real,os problemas levam meses para ter uma solução,estudos são feitos apresentados e nada acontece.

O que realmente estamos buscando,a previdencia oficial do país ofusca seus trabalhadores aposentados,agora o vilão são as "PENSÕES" a previ já fez um corte profundo surrupiando 40% dos ganhos de uma família,por um óbito.

Superávit são fabricados para inflar os balanços do patrocinador e o Nery-diretor do BB esta preocupado porque seus ganhos estão abaixo do mercado.

Porque não se preocupam em ter um programa enxuto,que possa possibilitar a realibitação de milhões de brasileiros que estão vivendo com negativação,porque o nosso Banco do Brasil é o pior negociador dos débitos.

Qualquer banco particular reescalona,da desconto de pontualidade,trabalha para reaver os seus créditos,mas o nosso banco prefere jogar o passivo como crédito podre.

Esse é o brasil,da população que se vira nos 30 e ninguém reclama.

Anônimo disse...

Disse-o bem, João Rossi.
Concordo que está, ou melhor já passou, da hora da Anabb se explicar porquê nada fez para derrubar a luciferiana RESOLUÇÃO 26/2008. Chega de papo furado. Ação efetiva já.

HELENO PINTO NOBRE disse...


ESTA EXPLANAÇÃO DO COLEGA JOÃO ROSSI NETO É FABULOSA. PARABENS GRANDE JOÃO ROSSI NETO. CADA VEZ MAIS ME CONVENÇO; ELES QUEREM É NOS DETONAR. QUANTA "CORTINA DE FUMAÇA" ESTÃO JOGANDO ; HÁ UM BOM TEMPO NOS NOSSOS OLHOS.!
SINCERAMENTE NÃO VEJO BOA VONTADE NENHUMA DA PARTE DESTA GENTE QUE COMANDA O BB/PREVI/ E OUTRAS ENTIDADES ANABBs. AFABBs.. E SEI MAIS O QUE ?

É TUDO JOGO DE CENA PARA NOS FERRAR.! BANDO DE DISSIMULADOS .! SINCERAMENTE É TUDO ENROLAÇÃO PARA NOS EMPACOTAREM. E ISTO É JOGO DE CINTURA PARA NOS FERRAREM. EU NÃO TENHO DÚVIDA ; NEM CONFIANÇA NESTA GENTE. ELES JÁ VEM NOS ENROLANDO HÁ UM BOM TEMPO . DESCULPEM O MEU REALISMO. MAS VALHA-NOS NOSSO SENHOR ; ESTAMOS NAS MÃOS DOS MALIGNOS. A MIM NÃO IRÃO ENGANAR.

O COLEGA ROSSI ; FALOU E PARA MIM ESTÁ BEM CLARO O QUE DISSE . ESTAMOS REALMENTE FERRADOS. NÃO TENHO DÚVIDAS ;NEM ESPERANÇA QUE ALGO MUDE PARA MELHOR PARA O NOSSO LADO .! É TUDO ENROLAÇÃO.

HPN; MATRIC. 3984740-3; JAMAIS ANÔNIMO E CADA VEZ MAIS DESILUDIDO DE TODA ESTA SAFADEZA QUE ESTÃO ( MELHOR DIZENDO ) JÁ VEM ARMANDO PARA ACABAR CONOSCO ( OS APOSENTADOS ). É FERRO E FERRO EM NÓS . BANDO DE BANDIDOS E ENROLÕES.

O PROPÓSITO DESTA "GENTALHA" É NOS FERRAR.! GOSTEM OU NÃO .!

EU JÁ VEJO ; DESDE ANTES DO MALDITO "ACORDO" ASSINADO DE ENROLAÇÃO DE 2010 .!

NÃO VEJO PERSPECTIVA DE RETORNO. ELES ESTÃO ARMANDO A CAMA .! E NÃO É DE AGORA NÃO .!

Anônimo disse...

Excelente o texto do sr. João Rossi Neto.Disse o que a maioria de nós, senão todos, quer dizer.
Só um pequeno reparo,que peço permissão para fazer.Discordar da proeminência das figuras referidas.
O que seria extremamente proveitoso seria alguma associação-só me ocorre no momento a AAPPREVI-promover um seminário, um encontrocom pessoas como João Rossi Net,Edgardo Amorim Rego,Ebenezer, Prof.Zanella,Luiz Dalton,Norival da Silva, Marcos Cordeiro, Gilvan Rebouças, Ruy Brito e outros, esses sim figuras proeminentes, para discutir PREVI, para diagnosticar e estabelecer ações.Certeza que não haveria tiros para todos os lados, pois que o interesse é realmente a defesa dos participantes e da Previ.
Tudo o que ocorre agora e vem ocorrendo desde o primeiro superávit-pomo da discordia-são sòmente ações inócuas e muito blá-blá-blá por parte de nossas associações "defensoras".
Acender uma vela para Deus e outra para o diabo, não dá! Ou oito ou oitenta. ( Ou 180x180)

Anônimo disse...

......sinceramente, a ANABB defende exatamente o que?????????????Vale um "post"!!

Anônimo disse...

Colegas,

Sou um aposentado do BB e faltam poucos meses para me tornar sexagenário e entrar na fila dos idosos.

No próximo domingo (dia 9) estarei em Brasília para participar de um concurso público, como tentativa de garantir uma sobrevivência digna.

De Goiânia até o DF irei de ônibus. Já, de Taguatinga até a Asa Sul, conseguirei carona.

Depois, subirei pela W5, na Asa Sul, passarei em frente do prédio de uma associação de aposentados, da qual sou sócio há muitos anos, depois seguirei pelo shopping Pátio Brasil e seguirei pela W5 na Asa Norte, até local onde se realizarão as provas. Farei esse trajeto a pé para não gastar com táxi.

Ao passar na frente do prédio da referida associação, pretendo fazer uma pequena parada, meditar, e refletir sobre os benefícios que ela me tem proporcionado desde a minha aposentadoria até o momento atual, e o que se poderá esperar dela no futuro. Quero saber se valeu a pena ou não contribuir com a quantia mensal que muitas vezes me fez falta.

Sempre me imaginei trabalhando depois de aposentado, mas apenas para me manter ocupado e não como um meio de sobrevivência.
De que serve contribuir para um Fundo de Pensão, torná-lo multi-bilionário, se não temos retorno financeiro na velhice? Por que preciso apelar para um novo concurso na velhice?

As melhorias prometidas virão quando? Será que havérá algum tipo de melhoria além do BET?

Anônimo disse...

Sabem quando a ANABB e seu time de diretores egoistas, inclusive, a meiga "cara de pau" Cecilia, vão se preocupar com endividados aposentados e pensionistas?
NUNCA!!!!!!! Empréstimo Simples gordo e a longo prazo, é só para ex-presidente da PREVI.

Fuzinelli disse...

Amigo Ari, todos nós conhecemos muito bem o Amaral(rizadinha). Ele é como uma galinha, cisca, cisca, sempre procurando sua minhoca - e quando acha como sozinho e fica calado.

Anônimo disse...

Este Rossi com seus brilhantes textos me faz sempre lavar a alma, quando leio as suas sabias palavras fico em estado de GRAÇA, sem exageros, o colega Rossi tem dado um XEQUE-MATE em certos gestores que acham que podem nos tirar para "velhinhos gagas" ou algo assim, sempre nos enrolam com as suas conversinhas fiadas e tapinha nas costas, mas tudo se resume nas palavras: "Estamos estudando as propostas".
E saem de seus mantados ainda estudando propostas, mas se forem discutir aumento dos seus salarios, ai entao a coisa leva alguns dias para aprovar.
Parabens colega Rossi, continue a nos lavar a alma.
Que maravilha ler estes textos, dá ate para relaxar um pouco.

Viana

Anônimo disse...

SINCERAMENTE :
...sinceramente, a ANABB defende exatamente o que?????????????Vale um "post"!!
06/09/12 23:48
DEFENDEM ELES PRÓPRIOS.Essa seria a resposta mais EXATA!

Anônimo disse...

Excelente!
Lavei a alma!
Obrigado Rossi!
Ainda tem colega que acredita na vovo
Cecilia/anabb/Marcel....
Gostam de ser enganados,enrolados.

Pensionista disse...

VERGONHA NACIONAL, VAMOS GRITAR, OU SERA QUE PENSIONISTAS E APOSENTADOS SO GRITAM GOL.....CHEGA DE HIPOCRISIA.ISSO TEM QUE ACABAR,QUANDO VAMOS ACORDAR!!!!!!!
PROMESSAS FEITAS E NÃO CUMPRIDAS!!!!
ACORDA BB!
aCORDA PREVI!

Anônimo disse...

Impressionam ,, positivamente, os co -
mentários do Sr. João Rossi.

São pertinentes, muito bem escritos, claros e objetivos.


Fico imaginando uma pessoa deste
quilate ocupando uma cargo na
diretoria da nossa PREVI.

Um cargo, tipo assim, no mínimo de
presidente da PREVI.

Anônimo disse...

NAQUELE EVENTO MAQUIAVÉLICO DA ANABB SÓ FALTOU O PAINEL DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA CONVENCER OS GAGÁS QUE AUMENTO DO ES É UM ABSURDO.

Anônimo disse...

a ADIN mal feita pela ANAPAR serviu para 2 coisas:
1) saber quem é quem
2) mostrar a maneira correta de ser feita

Ari Zanella disse...

Meus amigos,

A opinião do meu amigo Marcos Cordeiro é visceralmente CONTRA limitar a idade do ES em 90 anos. É bom lembrar que a expectativa de vida do brasileiro é de 73,5 anos. A proposta foi feita para tentar destravar um nó que se arrasta por anos. Se não fizermos propostas, raríssimas são as chances de uma alteração substancial por parte da Previ. Ninguém quer arvorar-se no direito de decidir por outrem. Portanto, quem for contra, o email da DISEG é o mesmo que recebeu a proposta do Valentim. Fiquem à vontade para "entupir" a caixa de entrada diseg@previ.com.br com a expressão: "EU SOU CONTRA DELIMITAR A IDADE EM 90 ANOS.'

Anônimo disse...

Depois de esticada a lona para montagem do circo patrocinado pela ANABB, os sorridentes palhaços fizeram suas estripulias para conseguir sorrisos e aplausos dos expectadores. Mesmo esses artistas circenses sendo figuras bem pagas, bem treinadas, bem apadrinhadas, não conseguiram disfarçar suas más intenções. A PALHAÇADA NÃO FUNCIONOU. Querer convencer a nós do PB1 que o patrimônio da Previ não nos pertence falhou totalmente. O QUE FICOU CLARO FOI QUE TODOS VOCÊS TEM POR OBJETIVO NOS ROUBAR

Anônimo disse...

O que o preocupado diretor de seguridade queria quando externou a preocupação com os velhinhos que usam o ES como seguro em vida, era que alguem sugerisse a exclusão dos que se recusam a respeitar a expectativa dos 73,5 anos de vida, vivem apos os 90 e se utilizam do ES, por ser de direito.
Como em 2007, como o sim de 2010, agora já foi "aprovada" a exclusão do nó idoso com a gloriosa proposta assimilada e louvada hoje por quem no futuro vai chorar o precedente aberto.
O preocupado diretor também é inteligente. Em terra de cego quem tem um olho é rei.

Anônimo disse...

Há anos conclamo os colegas para asfixiarem o caixa dessa tal ANABBosta, via desfiliação em massa, pela sua absoluta inutilidade para as nossas pretenções.
Já me causa até uma certa irritação constatar que ainda acreditem que dali possa sair qualquer benefício que não seja para os eternos espertalhões que a dirigem.

Anônimo disse...

Amigo Ari,está ficando muito dificil a situação, agradar a gregos e troianos não dá, o co-
lega Marcos muitas vezes é do contra e não adianta. Mas, acho
que otrabalho deabrir o canal como diretor Marcel foi um sucesso absoluto, e, muitas vezes so criticar também não adianta. Para
bens Ari, pelo que tens feito por nós assistidos.

Anônimo disse...



Seria interessante fazer uma releitura na história dos funcionários demitidos através dos PDVs elaborados pelo BB/GOVERNO/Previ, assim muitos poderão refletir sobre a história atual e concluir que esta prática se processa há muito tempo e de forma contínua. Com as demissões, a PREVI se apropriou de mais de 70% das reservas destinadas às aposentadorias destes funcionários demitidos ilegalmente. Como a PREVI contabilizou estes valores?

João Rossi Neto disse...

Prezados Colegas,

O blog do valoroso colega Ari vem se tornando uma vitrine de alto nível, espaço onde se debatem propostas práticas, objetivas e voltadas para os interesses dos associados da PREVI, emergindo ideias de todos os matizes, sem permitir que as discussões se resvalem para o campo pessoal, tudo isso graças à moderação equilibrada e eficiente administração dos conflitos.

Esse reduto começou pequeno como a humildade que caracteriza o seu moderador e a exemplo da fina água que brota de uma mina, foi aglutinado forças e mais abaixo formou um lago de admirável volume, em face da grande frequência de colegas verdadeiramente preocupados com mazelas e os desmandos praticados contra os idosos pelo Governo e pelos mercenários do BB que buscam suprir seus lucros nos cofres da PREVI, para encobrir a incompetência administrativa de angariar superávits no mercado financeiro, no exercício da atividade-fim, como instituição bancária.

Essa maciça participação ativa com sugestões enriquecedoras, é uma prova inconteste de que a transparência e a verdade, aqui praticadas, são ingredientes que as pessoas almejam para elucidar as suas dúvidas e equacionar as suas questões de segurança e econômico-financeiras, coisa que a Caixa de Previdência sempre furtou de fazer, não agora, mas ao longo de décadas, daí a pecha de “Caixa Preta” que lhe cai como uma luva.

Mestre Ari, continue dentro do mesmo diapasão, porque não se mexe em time que está ganhando.
Forte abraço.

Anônimo disse...

Srs.,

Todos temos direitos iguais, não devemos excluir Colegas pela idade, isto é discriminar.
Todos contribuem, todos tem direitos, o que disciplina é a margem consignável.
Atenção, a vontade é de que todos vivam o maior tempo que Deus lhes der.
O homen não tem poderes para limitar a vida, a não ser pela violência.
A violência está sendo praticada pelo Banco do Brasil e outros órgãos que retiram valores substanciais dos aposentados, idosos é claro, ignorando LEIS.
Abraço

Anônimo disse...

PREVI. AQUI E UMA PENCIONISTA , QUE PASSA FOME. PORQUE O DINHEIRO NÃO DAR PARA CHEGAR NO FINAL DO MES. O UNICO RESPONSAVEL POR ISSO E A PREVI. PORQUE MEU MARIDO DEU A VIDA DELE PELO BANCO. EU ERA DONA DE CASA E MÃI , PARA QUE MEU MARIDO , DESENPENHACI UMA FUNÇÃO BOA PARA O PROGRESSO DO BAMCO. HOJE SOMOS UMILHADOS,, MENDIGOS , E MISERAVES. DE UMA DUZIA DE CARNECEDORE, QUE EMTRAM NA PREVI. IMRRESPONSAVELMENTE PARA TIRAREM PROVEITOS DOS DIREITOS DOS OUTROS. VOU EMTREGAR A JUSTIÇA DE DEUS , E ELES VÃO VER A MÃO DE DEUS PESAR EM CIMA DELES. HÁ HÁ EU VOU VER E LOGO. PORQUE DIRIGEMTES DA PREVI DEUS EXISTE VOU LHES MOSTRAR AGUARDEM VIU.

Anônimo disse...

Cadê o Eliakim Araújo!
Ele poderia estimular algum colega seu jornalista no Brasil, para ler nossos blogs.

São Caetano do Sul disse...

Só sei de uma coisa: o amigo Valentim foi muito legal ao sugerir essa fórmula, afinal ele está com 85 anos. Pensou mas nos outros (maioria) que nele próprio. Obrigada. Valentim. Você vai viver muito, se Deus quiser Ele quer.

Anônimo disse...

ARI,ARI,ARI

Quem está mentindo?

Quem está falando a verdade?

Quem está manipulando informações?

Não sabemos ao certo,mas a Anabb sempre foi e é instrumento usado pelos gestores para brigas de poder.

O Marcel esta numa situação complicada pois não tem autoridade suficiente para decidir,esta recebendo cobrança dos aposentados,pensionistas e uns poucos dirigentes onestos e por outro lado sente a pressão do BB e do voto de qualidade,porque sabe se não achar o meio termo a proposta dos aposentados e pensionistas do PB-1 não é aprovada com melhorias.

Quem esta mentindo são todos os envolvidos que sabe que dentro da previ nada é aprovado sem que o BB GULOSO "APROVE".

ES 180X180 JÁ

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Ari Zanella,
Refiro-me a um trecho de comentário postado pela ex-diretora Cecília em seu blog já que, imagino, o texto pode ter causado uma certa preocupação naqueles que frequentam aquele e este espaço: “...segundo informações, as contas fechadas até julho provocaram um déficit nas contas de uns 2 bilhões que, conforme regra aprovada para o fundo previdenciário para arcar com o BET (beneficio especial temporário), se houver déficit, o fundo é utilizado para cobrir a reserva de contingencia (25% das reservas matemáticas). Entendo que esse possível déficit de dois bilhões tenha sido obtido levando-se em conta o fechamento do ibovespa em 31.07.12, que foi aos 56.097 pontos (vide www.infomoney.com.br/ibovespa/historico/). Ontem, 06.09.12, o ibovespa fechou positivo em 2,56%, atingindo o patamar de 58.321 pontos. Diante disso, penso que o quadro de preocupação em razão de um possível término do Bet antes do prazo estabelecido tenha sido amenizado, pelo menos temporariamente. De qualquer forma, todos sabemos que o importante mesmo é o nível do Ibovespa no último pregão de 2012, que sinalizará o que poderá acontecer em 2013 com o benefício especial temporário.

Ademar disse...

Na minha opinião, não há hoje, razão para a existencia da ANABB, uma entidade totalmente sem utilidade.;

Anônimo disse...

Que vergonha! Os que criticam a ANABB morrem é de inveja, pois se trata da maior associação de classe existente no país. Somente a ANABB tem cachê e prestígio para promover um Seminário daquele porte e convidar e receber pessoas chaves do Governo. Tentem vcs chamarem um Senador, um Homem do Ministério da Previdência para falar sobre retirada de patrocínio? Vcs são ridículos! Não fazem nada, berram, berram e coçam o cotovelo de inveja.

Anônimo disse...

Prezados colegas Ari,Rossi e os demais
Em duas ocasioes o Valmir Camilo - em 2008 - assinou dois editais na revista da ANABB dizendo-se contra a res. 026 e que iria combate-la na justiça. Encomendou um parecer do escritorio de advocacia Petrarca e o parecer foi exatamente igual ao do min. Celso de Melo,ou seja, a resolução era ilegal e que o caminho seria questioná-la na justiça.Era tudo o que o Valmir Camilo queria ouvir ou ler. Agora, eu pergunto: onde está a ação que ele disse que iria patrocinar...? O gato comeu. O motivo eu não sei. E tem mais, colegas: eu não falo por ouvir dizer; eu LI na íntegra o parecer do referido escritorio de advocacia.Uma obra prima.Só não teve quem o aproveitasse.
Outra coisa, João. A sua ideia de entrar com mandado de segurança preventivo contra a nova resolução do CNPC seria o remedio juriidico adequado para neutralizá-la. Enquanto se fazem seminarios e se diz que fulano disse isso e aquilo, o tempo vai pasasando e nada de concreto acontece. Por isso, enquantoe les conversam abobrinhas alguem devia entrar com referida ação, para que ela não se transforme numa nova resolução 026.

Carlos-Rio Pardo(RS) disse...

ES - Quando li no blod da Cecília, a frase: A revisão do ES sai ou não sai?, também fiquei espantado. Ari,Medeiros,João Rossi,Marcos lutando pelas melhorias,,,,e de repente a Da.Cecilia também diz que está lutando. Imagino que ela até já saiba que está no forno algumas melhorias,,,,e assim,,,,ela sairia bem na foto,,,ou seja,,,,lutou por algo.
A Anabb nos cobra a fortuna de R$ 29,90 mensais,,,,mas não sei para que proveito.
Quando inventaram o BET, a Anabb enviou uma revista, e com PROPAGANDA ENGANOSA, dizendo que os 20% incidiriam sobre o novo beneficio minimo, o que na prática não se efetivou, deixando claro a propaganda enganosa de uma alta entidade que participou das negociações e nos enganou.
Estou admirado com o blog do Sr.Ari, e sei que ele está lutando por nós e nem para isso nos rouba R$ 29,90 mensais. Abraços aos HOMENS que lutam pelos nossos direitos.

Ari Zanella disse...

Obrigado ao Carlos de Rio Pardo pelas palavras elogiosas. Da mesma forma ao João Rossi Neto de quem desde a primeira vez que li comentários, tornei-me fã de auditório. Ele sabe como ninguém o que dizer e como dizer. Receber elogio deste amigo me deixa deveras lisonjeado.

Anônimo disse...

Não deve haver discriminação de idade no ES de maneira nenhuma.
O Plano 1 é SOLIDÁRIO.
Está no estatuto.
Todos contribuiram e ainda contribuem.
Os mais velhos não iriam contribuir para que somente os mais novos pudessem ser beneficiados.
Aliás, contribuiram até mais.
Quem começou com isso foi o sasseron.

Anônimo disse...

O colega das 19.40h esta totalmente correto, exatamente como ele disse. Nós mais velhos realmente contribuimos bem mais.
eu entrei no banco em 1956 e me aposentei em 1988, ou seja 34 anos de contribuição. E agora ? Não posso utilizar o ES ? Me respondam com a verdade...

Ari Zanella disse...

Caro Anônimo 20:12

Se a fórmula do Valentim for aceita como está, pode-se contrair o ES até os 90 anos incompletos, sendo que o prazo diminui na proporção faltante a esta idade-limite. Exemplo: para quem tiver 80 anos o prazo seria de dez anos; já quem tiver 85 anos, o prazo diminui para cinco anos.
Como já expliquei na postagem "Securitização da dívida" (26.08), onde apresento outra proposta recebida do Elias, de dilatar apenas o prazo, e neste caso contemplar apenas aqueles que não possuem margem consignável; expliquei naquela postagem que a fórmula do Valentim é excludente.

Anônimo disse...

Seu emprego na Anabb está garantido, por ora.

Anônimo disse...

Tudo bem, Ari? Fiz um comentário mal interpretado no blog do seu amigo Marcos Cordeiro. A minha réplica á resposta dêle foi ainda pior interpretada, e fui desafiado a deixar de ser anônimo, de assinar apenas Nascimento.
Então redigi mais 3 posts,tentando explicar nosso ponto de discórdia,sendo que o último dos 3 tentava esclarecer uma outra acusação, de que eu seria, além do Nascimento, o Divany Silveira e ainda o Cláudio Falco.
Sem que você entre no mérito da discussão entre M. Cordeiro e eu, gostaria que publicasse meus dados - por favor MESMO ! - apenas para que não fique a impressão aos leitores de lá e daqui de que eu "fugi da raia".
Dei a opção no meu último post publicado lá de ser ou não publicadas minhas réplicas/tréplicas, mas a não publicação (direito do Marcos) deixa tudo um "samba do crioulo doido", e fica parecendo que o último post (dele) é a palavra final. Por favor: ROBERTO NASCIMENTO - matr. 8.675.451-3 - CPF. 924.396.678-20 - R.G. 6994735-1. Posse no BB: 25.06.74 - dispensa em 22.06.77, do cargo de menor-estagiário, sem ter prestado concurso interno// Readmitido em 19.10.77, como Auxiliar de Portaria, passando em 1979 a Escriturário Nível Básico, em janeiro/83 a Nível Médio. Aposentado por invalidez em nov./1999, prestes a ser promovido ao nível E-10 da carreira administrativa. Exerci cargos comissionados de Auxiliar de Gerência e Caiex de 1982 a 1991, mas me aposentei no Posto Efetivo.
2) Sobre Divany Silveira: não conheço pessoalmente, mas até uma criança percebe que não somos a mesma pessoa, tal a diferença de estilo.
3) Sobre Cláudio Augusto Falco: conheço pessoalmente, pois trabalhou e mora em Palmital, cidade próxima a 30 km. Como coordenador que fui da coleta de documentos de 156 colegas do Pais todo, para recebermos dinheiro de uma ação ganha contra o BB pelo Sindicato de Assis, conversamos rapidamente, pois Claudio era um dos beneficiários.
Deixo também meu e-mails, caso alguém queira me escrever: roberto__nascimento@hotmail.com ou
nbless04@yahoo.com.br .
Sei que ninguém coloca seus dados na internet, mas como apenas DISCORDEI de Marcos Cordeiro, nada tenho a temer. As asperezas foram recíprocas.
Obrigado por mais este favor.

Nascimento.

P.S.: Brevemente entrarei em contato com você, Ari. Preciso aprender a escanear, para te mandar um documento que gostaria que você apreciasse. Espero que sua recuperação seja rápida e total. Abraço, amigo.

Juarez Barbosa disse...

Prezado Ari e colegas,
Refletindo sobre a questão EMPRÉSTIMO SIMPLESxRETORNO DOS VALORES À PREVI, não sei se seria viável a proposta que apresento abaixo:
Extinguir o FQM (Fundo de Quitação por Morte) e repactuar o seguro de vida da CAPEC, inserindo-se nele a seguinte cláusula:
“Do valor do prêmio estipulado a ser pago aos beneficiários será deduzido eventuais saldos devedores dos segurados com suas operações de empréstimo simples contratadas”.
Por exemplo: suponhamos que a apólice estipulasse que o prêmio a ser pago fosse de R$ 100.000,00 e o segurado falecido deixou um saldo devedor do Empréstimo Simples de R$ 50.000,00. O prêmio líquido a ser pago aos seus beneficiários seria de R$ 50.000,00 (R$ 100.000,00 - R$ 50.000,00).
Evidentemente o teto do Empréstimo Simples seria o valor do prêmio da apólice do seguro.
Se fosse possível isto, acho que seria uma solução a ser seriamente estudada, salvo melhor juízo.
Um fraterno abraço a todos.

Anônimo disse...

E quem tem 95 anos, como meu pai?

Anônimo disse...

Juarez
Data máxima venia

Não concordo um milímetro com voce. Seguro é seguro. É para deixar a família segura. O FQM é que tem que cobrir saldo devedor de empréstimo. Cooperforte, Cresiscoop, Consignado INSS, etc. tem isto.Por quê mudar na PREVI? Para deixar mais dinheiro para o Patrocinador? Desculpe-me, mas discordo radicalmente de voce.A Previ ganha dinheiro demais e nós os donos, passando por estas penúrias!!! ABSURDO!!! O Banco lançou mão dos 7,5Bi e eu como autopatrocinado fui duplamente espoliado. O que você acha?
Desculpe o anonimato, mas é por razões óbvias.
Gostaria de ler seu retorno.
Abraços

Anônimo disse...

Colega Ari, saudaçoes fraternas.
Ora, ninguem precisa se preocupar com melhorias consideraveis no ES, os novos gestores ainda tem anos para estudar as propostas, podem ficar repetindo esta frase por um bom tempo, não é? "Estamos ainda estudando prpostas..."
Enquanto isto ficamos todos pensando: Agora em outubro ou novembro teremos grande melhoria no ES, ou talvez no maximo ano que vem vira os 180X180, porque eatao estudando as nossas propostas com muito zelo e carinho, não é?
Acho que devemos acordar para esta nossa amarga realidade, pois a Previ virou aquela fabula de ALICE NO PAIS DAS MARAVILHAS.

Abraço Guilherme

Fuzinelli disse...

Senhor Nascimento, a sua ingenuidade chega a doer, discordar é bem diferente de ofender, você ofendeu o Marcos com insinuações que qualquer um pode perceber, diga o que você pensa, porém sem ofensas.O Ari é muito bom, pois se fosse eu não publicaria tais picuinhas, mesmo porque você não teve a hombridade de pedir desculpas.
Antonio Fuzinelli
Arapongas PR.

Luis-BH disse...

Juarez, concordo plenamente. Inclusive, me lembro que há uns 10 anos atrás era preciso ter CAPEC para contratar o ES. Acho que tiraram essa exigência depois que criaram o FQM. Sem o FQM o empréstimo seria muuuuito mais vantajoso.
E outra: o dinheiro é nosso! Tanto faz receber em vida ou quitar compromissos depois de morrermos... O que não vale é deixar para o BB se apropriar no final do plano.

Anônimo disse...

Fui renovar o emprestimo simples depois de 6 meses, e me sobrou liquido uma merreca de 770 reais.Alguém que renovou receentemente pode me dizer se este valor está certo?????

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Por não ter sido publicado no outro blog solicito a gentileza de publicar o comentário que foi barrado tendo em vista que no meu entendimento não contenha nenhuma ofensa ou agressão a ninguém mas apenas retrata a minha opinião. O comentário é o seguinte: "Concordo com o colega Nascimento".

Anônimo disse...

Continua com todos os direitos e mais, amparado pelo Estatuto do Idoso.Acho que ninguem vai querer afrontar esse dispositivo legal.

Anônimo disse...

Prezado Prof°,

Acredito que seria de bom alvitre deixar as pessoas resolverem seus problemas nos blogs onde eles começaram.
Usar seu blog para mandar recados para o Marcos foi de péssimo gosto.
Resolvam problemas pessoais por e-mail sem nos constranger.
Temos sorte de ainda existirem pessoas como vocês da AAPPREVI. Não venais. Honestas. Dignas.
Esses ruídos só favorecem o outro lado.

Melhoras e muita paz

Anônimo disse...

Alo Juarez, muitas saudades. Some não amigo. Volta com o blog. Abração.

Anônimo disse...

Anonimo 23:02. Usa-se formol. Já sei Ari, não vai publicar mas te fiz sorrir hehe!!

Anônimo disse...

Nascimento, esqueça e entre sem assinar. Assinar para que?

Abraços.

Ari, que saia justa hem? ABRAÇÃO para ti também.



Anônimo disse...

Colegas, empréstimo para idosos é sempre uma operação delicada.Claro que a Previ deve ter alguns parâmetros.A média de vida de um assistido da Previ para sua provisão de pagamento de beneficios é de 103 anos, nenhum de nós chega nessa idade, mas pode ser a idade limite para ES, assim ninguem fica de fora, e usa-se a idéia do Valentin e do Rossi, quanto ao valor tomado por faixa de idade e a taxa de juros correspondente dentro do enquadramento de cada um, não precisa ninguém ficar de fora, quem tem mais idade, terá menos numero de parcelas e juros maiores, o que não é justo é uma grande maioria por volta dos 60 anos que teria aí 20anos para pagar um ES de 180 mil ou mais e assim resolver sua vida financeira, ficar sem saída em nome de alguns colegas com idades mais avançadas. Concordo que todos tem direitos mas os mais novos ganham menos e precisam mais do ES, e tem perspectiva de vida muito maior dos que já têem 90 ou mais e que com certeza recebem beneficios muito maiores e que com certeza já têem os filhos criados e formados, não tendo a necessidade que os mais novos tem do ES.

Anônimo disse...

ES 180/180, já!

Nada de para outubro ou depois.

Alçada do Conselho Deliberativo da Previ, só! mais nada.

É bom para a Previ em termos de taxa de juros e zero de inadimplência.

Está dentro do limite que a Previ reserva para ES, com muita folga.

O consenso geral dos blogs é o ES por escalas de idade e taxa de juros e FQM por idade.

Sr.Marcel por favor, libera o ES, mostra que o Sr é O CARA!

Anônimo disse...

Querido anônimo 13:03. Quem posta lá posta cá, posta na Cecília, posta no Medeiros, e são os mesmos que postavam no Juarez. Da uma olhada no blog do Sérgio Inocêncio, ninguém esta lá. Da uma olhada no blog do Ed, ninguém também está lá. Sabe o porque?(claro que vc sabe) Porque esses blogs não tem como ser acessado por anônimo. São as mesmas pessoas, ENTENDEU? Vou explicar: esses colegas, achando que não podem der identificados postam tanto aqui, quanto acolá da seguinte forma: escrevem em caixa alta(letras maiúsculas), escrevem errado de proósito(proposito) como fiz agora, são calmas, mas querem parecer brabas, são ás vezes ingênuas. Outros tantos, são realmente muitos francos. Mas entram também como anjinhos caídos do céu. Tudo acabaria, inclusive os blogs, se não fosse nós os anônimos.

PORTANTO, VIVA OS ANÔNIMOS!!!
VIVA O ES 180 X 180!!

Abraços aos colegas anônimos, e não anônimos. Amém.

Anônimo disse...

Parabéns colega das 15h:46. Eu sou gãoga.

Anônimo disse...

Pessoal,

Deixem de besteira!

Nosso inimigo é o Marcel, diretor de seguridade, e é dele, portanto, que devemos cobrar o ES 180 x 180!


Anônimo disse...

Nascimento disse: APENAS PARA ENCERRAR O ASSUNTO:
Fuzinelli: Você está enganado. Pedi desculpas pelo uso do rs. que tanto incomodaram, num dos 3 posts que deixaram de ser publicados, o que foi um legítimo direito do proprietário M. Cordeiro. Mas APENAS por esta grafia mal interpretada. O restante reafirmo EM GÊNERO, NÚMERO E GRAU!

Também acho incorreto usar um blog para falar de assuntos de outro, mas, se não consigo postar lá (certamente estou "bloqueado"), teria que encontrar um lugar onde pudesse colocar meus dados, inclusive e-mails, para que pessoas não ingênuas e que conseguem não só ler mas compreender e até interpretar, como você, pudessem me fazer enxergar a verdade de que são detentoras. O e-mail está aqui, use-o à vontade, se quiser.
Mas recomendo, antes, uma leitura bem atenta de meus posts e respectivas respostas.
Se fizer isto de forma isenta, você poderá se surpreender.

Prometo não tocar mais no assunto, mas deixo uma última informação, para um especial interessado que postou lá: Se fosse pau mandado da PREVI, certamente não estaria participando de blogs dando opiniões sobre concessão de E.S.
Quem participa de C.A. das empresas
das quais a PREVI tem participação com certeza não está preocupado com 180 mil reais..rs.
Estou precisando muito de um reajuste do valor de E.S. que não seja os 10 mil, como no ano passado.Espero, sinceramente, que as sugestões dadas aqui e em outros blogs possam fazer parte dos estudos, e que brevemente tenhamos uma boa surpresa. Dentro deste contexto, como brasileiro livre que sou, sem rabo preso com ninguém e sem necessidade de "jogar para a torcida", darei minha opinião, que poderá agradar ou não. Mas é a MINHA!
Finalmente: por um destes milagres de DEUS, eu - que nunca me imaginei inválido (aliás, na minha cabeça invalidez sempre esteve associada a desastres automobilísticos e afins, nunca imaginei uma cardiopatia) - tinha TODOS os seguros da CAPEC (valor máximo). Assim, em janeiro/2000, recebi cerca de R$ 42.000 da PREVI, devidamente gastos com compromissos com a família toda, e em consultas médicas com muitos especialistas, na capital do Estado, e em remédios especiais (e caros), para conseguir uma sobrevida que espero alongar por mais uns 30 ou 40 anos.
Por outro lado, "perdi" uma bolada da AABB-RS, por ter cancelado uma apólice meses antes (para aumentar a margem consignável..rs) e também do Satélite(ou AABB-SP, não me lembro direito), porque o preposto que me visitou em casa, em maio/99, NÂO ENCAMINHOU a proposta de renovação, por ter desconfiado do meu estado de saúde.Coisas da vida.
Encerro aqui qualquer comentário sobre o blog do Marcos. Abraço a todos.
Esculhambações, xingamentos, concordãncias, palavras de apoio ou que for, apenas nos e-mails nbless04@yahoo.com.br ou roberto__nascimento@hotmail.com

Abraço, Ari.

Roberto Nascimento - 8.675.451-3

Anônimo disse...

Viva! Viva!
Mas do bem.

180 x 180 Marcel, e fim de papo. Queremos
acertar a vida.

Candida

Anônimo disse...

rezados colegas,
Um colega acima deu uma importante informação sobre o Valmir Camilo e a res. 026, que teria encomendado parecer de importante escritorio de advocacia e ninguem teceu qualquer comentario; comentarios apenas sobre o ES. É de doer a falta de conscientização dos colegas sobre os verdadeiros problemas que nos afligem...
MANDADO DE SEGURANÇA PREVENTIVO contra a nova res. do CNPC JÀ///

Anônimo disse...

Ao anômimo de 08/09/12 14:41

Concordo com o teu comentário...

Certamente beneficiaria a grande maioria...

O problema é que daqui há pouco vai aparecer alguém dizendo que quem tiver 104 anos vai ser discriminado ao ficar de fora...

Assim como o Nascimento, acho que a proposto do Valentim é muito boa...talvez com algum ajuste para minimizar as(ditas) injustiças aos acima de 90 anos...

Abs.


Anônimo disse...

Colegas,


Se não existisse o verde, o que seria do amarelo. Cada pessoa tem o livre arbítrio, o direito de expressar seus pensamentos, de concordar ou discordar disso ou daquilo, pois afinal vivemos em um País democrático.
Daí é obvio que existam pontos de vista conflitantes, realidades e visões desiguais e o somatório de tudo isso forma a convicção de cada ser humano, para o bem ou para o mal.
Não é exclusividade do Marcos, mas qualquer outro que se mostrar de corpo inteiro, publicar editoriais ou coisa que o valha, expor suas ideias, pensamentos, assertivas, etc., vai ter pela proa vozes dissonantes, às vezes ásperas e ácidas, que podem ferir a suscetibilidade de quem se propõe a defender os interesses dos mais fracos.
A maneira como damos uma esmola a um pedinte pode configurar ofensa, sem que percebamos, pois o gesto de jogarmos o dinheiro pode ser entendido como um ato humilhação e menosprezo ao semelhante carente.
De igual forma, o trabalho em defesa dos idosos, inobstante a causa nobre, o modo de fazê-lo pode transparecer arrogância, neurastenia, desequilíbrio, despertando discordância e indignação nos leitores, mormente quando as suas críticas são rebatidas com rancor e rispidez.
Por isso, é fundamental que o contraditório seja feito em clima ameno, harmônico, franco e aberto, deixando de lado a agressividade e dirimindo as discrepâncias de modo tranquilo e pacífico, sobretudo sem perder a fidalguia. Se for o caso e possível, provar que a realidade dos fatos foi distorcida pelo interlocutor, direito consagrado na ampla defesa.
Neste episódio vejo que o Nascimento é hábil, manipulador, faz crítica pela crítica, dando o tapa e escondendo a mão, enquanto que o Marcos, talvez por ingenuidade ou falta de monitoramento da sua índole irascível, entra no jogo, perde as estribeiras, não leva desaforo para casa e agi como um Carcará: “Pega, Mata e Come”. Assim, essa briga de comadres é um desserviço prestado por ambos os lados, com resultados desastrosos para os frequentadores do blog.

Juarez Barbosa disse...

Ao anônimo das 10:00 h,

“Seguro de vida é para deixar para a família.”!!!!
E o saldo devedor de empréstimo simples deixado pelo falecido é para ser pago pelos participantes vivos !!!!
Você pega um empréstimo de R$ 100.000,00 perto de morrer. Aí você morre e, além de não dever mais nada ao empréstimo contraído, seus familiares levam mais R$ 100.000,00 da PREVI!!!!
Daonde estes recursos???? Do seu, do nosso fundo!!!! E a constituição das reservas para tais pagamentos ????
Há !!!! não é mais comigo, pois eu já estou morto !!!! Que se virem os que administram nosso fundo.... bolem um jeito para que, através de um passe de “mágica”, estes recursos voltem ao fundo sem comprometer sua perenidade.
Pimenta nos olhos dos outros é refresco, como diz o velho ditado... . E que se salve melhor juízo, pois este não encontra racionalidade nenhuma.... – é para deixar para a família o seguro de vida -!!!! – e para os demais repartir o prejuízo... .

Anônimo disse...

Juarez, salvo melhor juizo, as regras estão ai é para serem cumpridas. Acho que não é hora para querermos descobrir quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha? Tu achas que está errado, deixar á dívida sem pagar, então te pergunto?
Tu é diretor da Previ? Já fostes diretor da Previ? Onde é que estão os diretores da Previ, que até hoje não mudaram as regras do ES ou da CAPEC? Eu só acho que nesta altura do campeonato, é dificil mudae as regras do jogo. E tem mais, para o BB/GOVERNO tudo pode, para os assistidos tudo é dificil. Acho melhor deixarmos tudo como está, e não querermos inventar mu
danças quase que impossíveis, para os incompetentes diretores da PREVI, pois quem manda na PREVI, quem resolve aumento no ES é o BB, e não tem choro e, nem o que fazer.
Salvo melhor juizo.

Anônimo disse...

Por favor, anônimo das 19:55 ha. Se tem um defeito que felizmente não tenho (tenho muitos outros)é o de ser manipulador.Não tenho habilidade para tanto.
Se reler atentamente os posts e réplicas, verá que eu disse - e É VERDADE - que não foi apresentada proposta alternativa à "fórmula do Valentim", que, apesar da tentativa do "envolvimento da terrível PREVI contra os velhinhos", era o verdadeiro alvo do post inicial. O que estava sendo detonada era a sugestão do Valentim, sem que se dissesse o que poderia ser colocado em seu lugar. Apenas isto.
Mas acredito que mentes brilhantes ainda descobrirão como se caminhará na contra-mão do mundo todo, de onde sairão os recursos ou quem pagará a conta.
Enquanto isto não acontece, sigo fazendo minha fezinha, e, logo de manhã, acessarei o site da Caixa, na esperança - eu também - de ter ganho alguma coisa com os R$ 12,00 que provavelmente desperdicei hoje, naquela ilusão louca de mudar a perspectiva de uma hora para outra.
No mais, uma boa noite e um ótimo final de semana a todos.
Que setembro passe rápido e que outubro traga alguma boa notícia.

Roberto Nascimento - 8.675.451-3

P.S.: Sou chamado de "manipulador" por um anônimo. E sou eu quem dá o tapa e esconde a mão..rs. Eta mundo louco.

Anônimo disse...

Um comentário adicional a todos que falam sobreo ES.
Porque estão todos dando sugestões para o ES.Uns excluem os idosos, outros aumentam taxas de juros, outros ainda entregam A Capec como garantia.SÓ porque o inteligente diretor lançou uma isca , que todos morderam, ingenua e inocentemente,virou esse rebu? Vv. não acham que é isso que ele -o diretor negociador sindicalista- queria? Estamos dando o que vv. pediram/sugeriram;aumento dos juros, aumento do FQPM,limitando a idade para uso do ES e um reajuste "possível" em funçâo dos 53.000 pontos.
SÓ que não ficou provado pelo zeloso diretor valores, riscos,prejuizos, números enfim.
Só fez um comentário-acho que por telefone- e pronto, nasceu o imbróglio.Por favor, parem de sugerir.

Anônimo disse...

Colega anônimo 10:40 hs, de 08/09,

Não sei se vai ajudar,é o seguinte, atualmente podemos ter 2 ES em ser na PREVI, então ao invés de renovar o existente, você contrata um novo, paralelo ao existente, com a margem disponível, provavelmente a relativa ao aumento do benefício ocorrido em junho.Comigo foi melhor assim do que renovar o anterior.

Anônimo disse...

Pô....Não dá para ser solidário o tempo todo. Não existe Previ/Gov/BB astuto. O caso é pessoal, é humano. Cada qual dependendo da oportunidade h/aje mediante os "gens naturais/programados".
Exemplos:
O colega Rossi, acima, no primeiro parágrafo da sua fala/escrito criticou a colega Cecília por ter incluído/enquadrado o ES num momento indevido.
Después assoprou. Logo depois exigiu. Arre égua.
O colega Pedro Ferreira....Começou como um FURACÃO JURÍDICO e terminou, ou deixa terminar, como uma suave brisa na Ilha de Marajó.
O colega Valentin apresentou uma proposta, creio eu, exequível. A Previ com a palavra..... .
O colega Marcos Cordeiro, embora convivas de Olavo Bilac é um reacionário.Ok. Isso,,.

RESUMINDO: São tantos os colegas: O Dalton, o Milton, a Dayse repressora....Cleide...Juarez.. Rossi...iza...etc..

(falo do plano - 1): O que Penso...

- A Previ NÃO é madastra. É um plano de suscesso contábil quase que permanente. Os colegas do passado merecem nossa gratidão.
-Essa "pecha" de "velhinhos trambiqueiros", creio eu, deve ser idealizadas/criadas por nós mesmos, independentemente do Lula/Sanseron. A Previ, atualmente, é uma mãe desatenciosa.
Por outro lado: As AABB´s , por ai afora, continuam com suas toalhinhas de papel. A "Barata" é resistente. Ninquém cria e nem mata.

EM TEMPO: Aos colegas citados nominalmente acima, por assinarem este blog, teem o sagrado direito de manifestarem-se. Como não...

Bom final de semana a todos, inclusive:

/lui.