sexta-feira, 1 de junho de 2012

TRÁFICO DE INFLUÊNCIA

        Hoje vou deixar de lado a crise econômica que mais parece uma forte gripe neste início de inverno. Vou falar sobre um assunto que muitos não gostam. Antes de tudo, quero dizer que não sou simpático ao PSDB, muito menos ao seu líder FHC, que muito mais nos prejudicou na Previ do que seu sucessor e agora a sucessora. Este preâmbulo é para falar da "entrevista" concedida na noite de ontem ao SBT, ao Programa do apresentador Carlos Massa, mais conhecido pelo apelido de "Ratinho", pelo ex-presidente Lula.
        Acompanhei em parte devido a enjoos provocados pelo asco que a fala do sindicalista suscita em meu metabolismo. O trecho marcante aconteceu quando Ratinho quis saber sobre a Saúde, ponderando que "sai e entra governo e continua um caos". O ex-presidente Lula disse com todas as letras que a causa foi a eliminação da CPMF, que a Oposição lhe impôs porque simplesmente não gosta dele, que fizeram um grande mal, não a ele, Lula; mas, ao sofrido povo brasileiro. E deu a entender que se a CPMF tivesse continuidade, hoje, todos teriam o mesmo tratamento hospitalar que ele mesmo teve, por ocasião de sua grave doença na garganta.
        Esta afirmativa não corresponde à realidade pelos seguintes motivos:
a) logo após a suspensão da cobrança da CPMF (que não era dinheiro carimbado - isto é, fazia parte da arrecadação geral de impostos), o ministro Guido Mantega criou novos impostos "compensatórios", o maior deles, o dobro da alíquota do IOF cobrado já a partir de 03.01 do mesmo ano que saía a CPMF. Esta atitude resultou numa arrecadação maior do que antes. Daí se prova, por A + B que este argumento de Lula foi mentiroso.
b) Outra prova é ainda mais contundente em relação à mentira da argumentação: quem for inteligente pode deduzir facilmente. Quando da vigência da CPMF a Saúde no Brasil era exemplar, muito melhor do que agora??? Evidente que a resposta é não.
        Além da entrevista ter sido concedida para promover a candidatura do ex-ministro da Educação Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo, o que por si só deflagra um provocante desrespeito à Legislação Eleitoral brasileira, o petulante Lula se superou ao responder ao apresentador Massa, se iria concorrer novamente à presidência em 2.014. "A preferência é da companheira Dilma, mas, se ela não quiser, eu não deixarei que um "tucano" assuma de novo a presidência!"
        Segundo o Rei Lula, sem modéstia, quem manda aqui é ele. E não importa o aviso do Alto que o bem mais precioso é a saúde. Mesmo fragilizado, não perde a prepotência. Falta mais de dois anos para 2014 e não importa quem seja o candidato opositor; Aécio, Serra, FHC, ou outro que possivelmente possa surgir...todos são demônios de quem o nosso Reizinho irá nos salvar!
        Em 26 de abril de 2012, houve uma "reunião" no gabinete do ex-ministro Nelson Jobim, com Lula e Gilmar Mendes. Segundo Gilmar, em revelação tardia de um mês, houve um pedido a ele para protelar o julgamento do mensalão no STF. Em troca, Gilmar seria "poupado" de envolvimento no escândalo de Carlinhos Cachoeira. Mais uma tentativa de adiar o julgamento que, segundo o próprio STF, já está maduro. Pode, até, já estar podre.
        O povo brasileiro, simples e humilde em sua maioria; politizados e esclarecidos em sua minoria, precisa dar uma resposta a esta arrogância de quem se julga acima das leis. Somos um país rico, existindo riquezas para todos a longo prazo. Mas, um dia elas acabam. Como exportamos apenas matérias-primas, estamos fazendo quase nada no que é essencial: o crescimento sustentável. Ele passa por educação integral, tecnológica, onde estamos na traseira. E na infraestrutura para circular bem nossas riquezas. È preciso cortar gastos, acabar com a corrupção em todos os níveis, enxugar a máquina administrativa. A lista é grande do que precisa ser feito.

11 comentários:

Profº Ari Zanella disse...

Obrigado ao José Luiz da Silva, o mais novo seguidor.

Seja você também mais um seguidor.
No lado esquerdo "role" a tela até "Seguidores deste blog" - "Participe deste site". Clique e seja mais um seguidor.

Muuuuiiiito Obrigaduuuuu!

Fuzinelli disse...

No BRICS o Brasil é o ultimo, com crescimento pífio. O País perdeu uma grande oportunidade no governo do sábio analfabeto que precisou rebolar e fazer acordos espúrios para escapar do mensalão - a macula continua até hoje. Populismo temerário. É uma pena.

HELENO PINTO NOBRE disse...

GRANDE ARY ;INFELIZMENTE ESTE PAÍS É "DESGOVERNADO"HÁ MUITO TEMPO POR INESCRUPULOSOS E O POVO QUE AQUI VIVE ESTÁ HÁ MUITO TEMPO ALIENADO.

INFELIZMENTE A CADA NOVA ESCOLHA ; SÃO ESCOLHIDOS ABUTRES E A RIQUEZA NACIONAL VAI SENDO CONSUMIDA POR ESTAS "HIENAS" .! (OS ANIMAIS -HIENAS )A QUE ME REFIRO SÃO OS DES-HUMANOS APROVEITADORES.

BELA EXPOSIÇÃO DE IDÉIAS; E NEM SABIA QUE O EX-PRESID. FALARIA NO REFERIDO PROGRAMA E AINDA BEM QUE NÃO PERDI O MEU TEMPO DANDO OUVIDOS A QUEM NÃO MERECE. ESTE PAÍS INFELIZMENTE ESTÁ JOGADO AS TRAÇAS.

E SINCERAMENTE NÃO VEJO NENHUMA PERSPECTIVA DE QUE POSSA ENTRAR NOS EIXOS.
ELES IRÃO CONTINUAR ROUBANDO
ATÉ QUE NÃO EXISTA MAIS NADA PARA ROUBAR .!

HPN; MATRIC. 3984740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO.

NINGUÉM SE INDIGNA COM NADA E A ROUBALHEIRA CONTINUA ; ATÉ ONDE ; NÃO SEI.!

WILSON LUIZ disse...

Venceu a chapa 6, totalmente dominada pelos sindicalistas. A culpa é nossa, dos aposentados, cujo comparecimento à votação foi de 30%. Reconhecemos nossa omissão e comodismo, mas vamos combinar, os funcionários da ativa que votaram nesta chapa são muito burros. Segundo o diretor eleito, Marcel Barros, ele e sua Contraf/CUT estão lutando pelos interesses dos funcionários desde que, em 1808, D.João VI fundou o Banco do Brasil. A pergunta que não quer calar é porque eles nada fizeram para evitar que seus salários ficassem tão achatados, principalmente a partir de 1997. Acho que foi porque o diretor eleito Marcel dedicou todo seu esforço para resolver a situação de um único funcionário, ele mesmo.Quando olharem a merreca creditada dia 20 em seu contra-cheque, imaginem o sr. Marcel olhando o(s) dele, onde estarão creditados os 42 mil que recebe como Diretor, mais uns 50 mil como presidente do conselho de administração da Vale e outros penduricalhos. Muitos da ativa escrevem por aí que se consideram vencedores; parabéns, e como escreveu o genial Machado de Assis, “ao vencedor, as batatas”.

Anônimo disse...

Mestre, seu post é de uma clareza total, mas tem uma turma que não gosta de ler/ouvir comentários sobre o Sete Dedos, aliás, errei, Sete Dedos foi um conhecido ladrão da décadade 50/60, o apelido do Lula é 9 dedos o que não o prejudicaem nada para fazer das suas. Aliás, dizem que o menino dele tem muita aptidão para os negócios e sonha passar o Eike Batissta, que está entre os 20 mais ricos do mundo.A visita do Lula ao programa do Ratinho não me surpreende pois um gambá cheira o outro. Num pais de bolsa família(sem regras) vai ser dificil tirar o Nine fingers, mas Deus já mandou um sinal.Anônimo mineiro-Campinas

Anônimo disse...

Antes do Apedeuta "ir embora", acho que irá aos velórios do fanfarrão Cel.Chaves, na Venezuela e do literato Sarney, mandante em todos os partidos...
Serão cerimoniais do beija-mão.
Enquanto vivos, não há solução (infelizmente)

Anônimo disse...

LULA SE ACHA, FAZ ALIANÇAS ESPURIAS QUE ANTES NEM SE COGITAVA, TUDO PELO PODER TEMPORÁRIO.
ESQUECE DE DEUS QUE SABE DO NOSSO FIM E O DELE NÃO TARDARÁ. A BÍBLIA DIZ: QUEM FIZER UMA ARMADILHA PARA APANHAR SEU SEMELHANTE, NELA CAIRÁ PRIMEIRO.

Anônimo disse...

Ari,
Tá complicado. O "Colla", como diziam os eleitores do presidente cassado, que hoje manipula um orçamento de R$ 10.000.000.000,00, infernizou nossa vida. Depois o FHH fez todas as malvadezas que conhecemos - falta de reajustes; fator "prejudiciário"; privataria, etc. E a esperança quase morreu com metalúrgico, cuja atuação, em parte, Você citou. Pois bem: Jamais, em sã consciencia, votarei nos tucanóides, jamais votarei nos petralhas, jamais votarei nos demomonios. Céus! Em quem votar?

MARCOOL disse...

Caro Ari.
Te considero uma pessoa bem intencionada e razoavelmente esclarecida.
Vamos cobrar então do seu caro amigo Medeiros ( o que voltou de um tour na Europa onde foi constatar in loco que o mundo capitalista está mesmo em crise) maiores informações sobre o que ele diz saber e que diz não poder falar sobre as eleições da Previ?
Garanto que todos nós, aposentados ou não vamos ganhar com as informações que só os privilegiados têm. Afinal, o Medeiros disse que ganharia as eleições fácilmente caso houvesse uma União que deve ter faltado na Semente. E mais, disse ainda saber qual é o Calcanhar de Aquiles da escória que nos oprime.
Aguardo resposta.

Anônimo disse...

Faz tempo que não falo mais disto. Acho que até quase esqueci, porque inútil até então.
Mas volto ao assunto:

VOTO FACULTATIVO.

Quando realmente tivermos conseguido isto estaremos com meio caminho andado para expurgar essa velhacaria de políticos que temos de aturar.

Profº Ari Zanella disse...

Prezado Marcool,

Penso ser uma questão de foro íntimo do Dr. Medeiros a declaração de que faria a diferença nas eleições. Talvez quisesse apenas ir à desforra aos que não o convidaram para participar das chapas. Talvez suas informações privilegiadas fossem úteis somente nas eleições. Achei que ele poderia ter dado dicas ao Edison de Bem, Luiz Dalton ou ao Faraco. Contudo, considero as eleições uma página virada.
Quanto a saber do "calcanhar de Aquiles" na Previ se ele nada quer falar é um direito que o assiste.
Forte abraço.