quinta-feira, 3 de novembro de 2011

ÀS PESSOAS DE BOA VONTADE

Caros Colegas:

Estamos a menos de 90 dias do encerramento do prazo para apresentação de chapa para concorrer às próximas eleições na Previ. Não poderemos sob nenhuma hipótese nos omitir de lançarmos a NOSSA chapa. A chapa da coragem, do ânimo, da presença e da participação. Temos pessoas em nosso meio altamente qualificadas para assumir o cargo de Diretor de Seguridade e tantos outros para o Conselho Deliberativo. Pessoas que jamais assumirão a condição de capachos. Não podemos deixar que a tal Anabb vença de novo. Já cansamos desta representação interesseira e subserviente. Basta!
São necessárias 852 assinaturas para a concretização do registro de uma chapa. Temos que começar já nossa articulação. O Colega Juarez Barbosa é o mais preparado para a coordenação. Planejar também faz parte. E todas as Associações, blogs afins, pessoas de boa vontade têm que se engajar no Projeto "Emplacar na Previ". Sei que há pessoas que têm aversão à política; porém, se não aderirmos a ela seremos forçosamente governados por quem à política aderiu.
Estou dando o pontapé inicial. O jogo já começou. O Raul Avellar já comentou. O Medeiros disse que a Contraf-Cut/Anabb já mapearam a sra. Miriam Fochi para substituir Sasseron.
E nós? Vamos ficar assistindo???

13 comentários:

Anônimo disse...

É impossível vencer uma eleição PREVI. O consórcio ANABB E CONTRAF CUT lança chapa conjunta, usa a estrutura de todos os Sindicatos de Bancários filiados à CUT para fazer campanha agressiva junto ao pessoal da ativa e a ANABB usa todo seu poderio junto aos aposentados e pensionistas, gasta-se em uma campanha Previ mais de um milhão de reais em panfletos, cartas, call center, etc. Tradicionalmente as chapas contrárias, somadas, sequer atingem o número de votos do que recebe a chapa deles.

Profº Ari Zanella disse...

Temos que ser otimistas! E se o nosso candidato for o João Rossi Neto? Não anima?

Anônimo disse...

Colega Ari,ouso tratá-lo assim, pois como você também leciono finanças e matemátima em Universidades, embora no momento esteja desempregado. Bem, voltando ao assunto em debate eu concordo em tudo que colocaste. Em noventa dias muitas coisas podem serem mudadas. Temos que nos unir em torno de um nome e enfrentar a tudo e a todos. Mesmo que venhamos a perder, temos sempre de pensar que é possível vencer. Imaginem o que se passava minutos antes do gigante golias que enfrentou o pequeno Davi. Ele tinha a vitória como certa, que deve ter relaxado mais do que de costume. E o final todos sabemos. Claro, que se trata de um personagem bíblico ungido por Deus. Todavia, tenho fé que Deus é conosco. De forma que, se deixarmos de sonhar com a liberdade, seremos eternos derrotados. Repito, temos que nos unir em torno de ums unidade e, lançarmos mão de todas as estratégias que estiverem ao nosso alcance. Podemos atacar o "caixa" da Anabb, bradar aos quatros cantos as irregularidades praticadas pelo atuais Dirigentes da Previ. Encher as caixas de e-mails dos deputados e senadores, dos jornalistas. Enfim, no momento ainda teria uma idéia pronta que pudesse apresenta-la. Até porque, temos que ser cuidadosos e vigilantes com os "penetras" que "Eles" sempre utilizam neste processos eleitorais. Ser forte e corajoso, pois, a hora é de mudança.
Zenilson Cadé de Aráujo

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Ari Zanella,
O candidato por Você citado é muito bom e, quiçá, fosse um nome de consenso entre todos os frequentadores e comentaristas dos blogs hoje existentes. A estrutura de apoio ao candidato é que não seria, penso eu, das melhores. Não se ganha uma eleição dessa magnitude apenas com o uso da internet. A aliança (AAFBB-RJ, ANABB & CONTRAF) que provavelmente lançará candidato pelo outro lado já deu demonstrações mais do que suficientes de que é politica, administrativa e financeiramente estruturada. Tem tradição nesse tipo de certame. Salvo melhor juízo as estruturas acima citadas são pré-requisitos indispensáveis para sustentar uma candidatura. Nunca é demais lembrar que na eleição passada a chapa de oposição sequer conseguiu as tais 852 assinaturas necessárias para sua homologação. Em hipótese alguma peço que me entendam como pessimista. Também não estou defendendo a continuação do “status-quo”. Mas, como dizem os mais jovens, se for para “pagar mico”, seria melhor que não queimássemos prematuramente nomes de indiscutível valor que ainda temos em nossas fileiras.

Profº Ari Zanella disse...

O nome que citei é apenas um exemplo. Somente para todos entenderem que do nosso lado temos sim bala na agulha. Os nomes sairiam de votação prévia.
Grande abraço ao Jorge Teixeira, sempre com colocações ponderadas.
Também o Zenílson, meu grande professor! Em inglês nós dizemos "co-worker". Eu leciono no 2º grau, nada comparado à Universidade nem à Finança e Matemática. Espero que breve encontre um novo trabalho.
Abraços a todos.

Anônimo disse...

Colega Ari, faço coro a você e tambem quero conclamar aos colegas para começarmos a agir com rapidez, pois o tempo urge.
Não podemos começar derrotados, temos que unir todas as forças contrarias àquilo que está ai e aos capachos que porventura hão de vir.
Se for necessário fazer "caixa", vamos começar, o que não podemos e desanimar.
Força, ânimo, vamos lá gente, temos que fazer acontecer ou vamos ficar lamentando eternamente.
Abraço a todos !
Cláudio - Piracicaba - SP

Anônimo disse...

Por curiosidade olhei o resultado de eleições Previ de anos anteriores. As chapas de oposição nunca venceram desde 1998. Pior. Houve um ano em que foram inscritas 7 chapas. Pois a chapa da situação teve mais votos do que a soma dos votos das outras seis. Desde 1998 A ANABB SEMPRE elegeu alguns dos seus para a PREVI: Valmir, Cecilia, Pizzolato, Erik, Willian, Gonçalves, Romildo, Medeiros (sim, Medeiros já foi de chapa da ANABB/CONTRAF CUT), Fernando Amaral, Paulo Assunção. Desde de 1998 as diretorias da PREVI sempre tem: um diretor da cota da ANABB, um diretor da cota da CONTRAF CUT, às vezes funciona assim: em dois anos, 2 Diretores pela CUT e um pela ANABB, na outra eleição trocam: dois diretores na cota da ANABB e um na cota da CONTRAF CUT. Fazem o mesmo no Conselho Deliberativo e no Fiscal. Ou seja, vão se revezando. O colega que fala que se gasta um milhão para se fazer campanha quase acertou. É mais de um milhão... Coisa de um milhão e meio de reais. Sabem a razão? PODER E DINHEIRO e INTERESSE DO GOVERNO. O Governo jamais permitirá que um aposentado indepedente tenha assento em diretoria da Previ. Para que isso nunca aconteça é muito provável que exista até fraude nas eleições Previ. Lembrem-se: desde 1998 nunca uma chapa de oposição venceu.

HELENO PINTO NOBRE disse...

GOSTARIA DE PARTICIPAR E TODOS TEMOS NOSSAS IDÉIAS; DE UMA COISA SABEMOS :

TEMOS QUE TENTAR COLOCAR NA PREVI ALGUÉM QUE ESTEJA PENSANDO DE UMA MANEIRA DIFERENTE DOS ATUAIS "MANDATÁRIOS". PROPORMOS UM NOME QUE ESTEJA ENGAJADO E INJURIADO COM TUDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO NO PRESENTE MOMENTO.

QUEM SERÁ OU QUEM SERÃO OS CANDIDATOS A NOS REPRESENTAREM TEMOS QUE ESCOLHER RAPIDAMENTE E QUE ESTEJA DISPOSTO A ENCARAR ESTA TAREFA COM VONTADE DE NOS REPRESENTAR . SE AO MENOS NÃO TENTARMOS; FICARÁ A MESMA ANARQUIA QUE HOJE REINA NO PODER DA PREVI.

EU APOIO QUALQUER DOS COLEGAS QUE NÃO SEJA DA ATUAL SITUAÇÃO ; OU ALGUÉM TEM ALGUMA DÚVIDA QUE ELES TENTARÃO LEVAR DE ROLDÃO A PRESENTE PROPOSTA DE OPOSIÇÃO .

LANCE-SE O NOME DESDE QUE ESTEJA DISPOSTO A ENCARAR ESTA REALIDADE ; A MAIORIA DECIDIRÁ SE É O NOME QUE DESEJAMOS E VAMOS TRABALHAR EM CIMA PARA TENTARMOS AO MENOS UMA MUDANÇA.

VAMOS A LUTA ; SABEMOS QUE ELES TEM O PODER E OS RECURSOS. MAS A NÓS CABE AO MENOS O DIREITO DE TENTAR MUDAR TODA ESTA SAFADEZA .

AQUI HPN ; MATRICULA 3984740-3 ; NO AGUARDO DE ALGUMA ALTERNATIVA !

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Ari Zanella,
A história comprova que uma das formas de se desestabilizar as formações tidas como pouco ortodoxas é enfraquecendo a estrutura financeira dessa gente. As eleições Anabb terminam hoje, 03.11.11. Não me surpreenderia nem um pouco se o tal “time da Anabb” for totalmente “escalado” para entrar em campo e atuar por mais, sei lá, quatro anos. Com inúmeras improvisações, idéias esporádicas, poucas iniciativas lúcidas e ausência total de estrutura não se conseguirá nem ao menos abalar esse pessoal. Portanto sairão frustrados desse processo eleitoral todos aqueles que comungavam da idéia de que se elegendo gente não alinhada com o “status quo”, e mediante mudanças estatutárias, poderiam tornar a Anabb uma entidade realmente voltada para os interesses dos associados. Terão que aguardar mais alguns anos para que isso um dia possa acontecer.

Manoel Sales disse...

O anônimo lá do alto é um perdedor nato. Vê-se dia-a-dia os maiorais sendo derrotados em todo o Mundo através das massas, do povão, isto é, juntemos-nos, unamo-nos, façamos a nossa força. Derrota é um verbo que não pode existir em nosso vocabulário,por tanto,ignoremos sua conjugação. Vamos espantar para bem longe e de vez o que disse nosso Grande jurista, político, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador brasileiro Ruy Barbosa de Oliveira dentro de seu quadro de exuberante sabedoria: "De tanto ver triunfar as nulidades, o Homem sente vergonha de ser Honesto." Vamos que vamos à LUTA!!!

Antonio Fuzinelli disse...

Parabéns Ari Zanella, conte comigo, aqui em Arapongas norte do Paraná não é diferente, gente que não tem internet, que não está nem aí contudo, mas eu assumo o compromisso de contactar todos os de Arapongas e região, vamos começar agora, não temos mais tempo a perder.
Antonio Fuzinelli
a.fuzinelli@gmail.com.
Arapongas PR.

Profº Ari Zanella disse...

No blog do Juarez, www.previpb1emfoco.blogspot.com
o colega João Rossi Neto faz uma análise espetacular sobre a representatividade dos cargos na Previ. Imperdível. Está nos comentários.

joao mariano de souza branquinho disse...

Professor Ari e Cadé, estamos com vocês, contem com nossa assinatura, entre as 852 necessarias. Abraços Mariano Branquinho