BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

segunda-feira, 3 de julho de 2017

II SEMESTRE INICIANTE SERÁ PIOR

     O velho adágio usado pelo Tiririca que "pior que está não fica" pode não valer para o restante deste ano. Contam que o comediante deputado utilizou muito esse bordão em sua campanha. Falam que mentiu para eleger-se pois tudo piorou. Faltou com a verdade...
    Pela conjuntura não há boas perspectivas de um segundo período promissor. Não fosse a confiança do mercado internacional na atual equipe econômica, a frágil situação política estaria sucumbida.
    No âmbito da nossa PREVI os fantasmas dos investimentos feitos há cinco anos começam a transparecer. Empreiteiras como a OAS (já fora do consórcio) superfaturaram obras em Guarulhos, respingando agora com o reconhecimento da estatal Infraero, que detém 49% dos investimentos. Por que a Infraero não denunciou à época? Ainda bem que não entramos em Campinas (Viracopos) onde igualmente houve irregularidades com a UTC.
     Enquanto este blogueiro chato fica "recalcitrando contra o aguilhão", batendo na tecla surrada da renda fixa, a caravana anda correndo riscos desnecessários. Eu posso jogar bonito e dar goleada mas para que finalidade se a minha torcida quer apenas o trivial - desde que não perca. Vou pelo lado econômico onde sempre tenho vantagens. Por que ter carro próprio se meu gasto é enorme com seguro, óleo, gasolina, IPVA etc. É mais barato usar um veículo de aplicativo. Por que ter um estádio bonito (próprio) se posso jogar no Maracanã? As despesas evitáveis, se não extintas, irão corroer o meu patrimônio...Haja metáforas e metonímias!
                     AEROPORTO INTERNACIONAL DE GUARULHOS(SP)


                                (SponHolz in Diário do Poder imagem do Twitter)

30 comentários:

Titi Maravilha disse...

Onde estão as associações que diz estarem em defesa dos aposentados, porque não vão à PRECIC, porque não marcam uma audiência com a PREVI, porque não procuram, um senador, um deputado, a AOB, qualquer caminho que façam essa Diretoria respeitar o que é nosso.

Anônimo disse...

Pensar que quase entramos no trem bala ...

A sorte é que mijaram no poste antes de implementar essa maluquice.

O nosso dilema é o silêncio do "italiano" ( ou pós italiano - sei lá). Os investimentos atuais devem estar centrados em impedir a Lava Jato de se aproximar.

Permanecendo longe do$ banco$ o$ envolvido$ reduzem o con$umo de Lexotam, ma$ $e alcançarem o$ banco$, i$$o tudo muda de figura ##### o $ol pa$$a a na$cer quadrado

Anônimo disse...

Pessoal,
Foi na primeira quinzena de agosto de 2014, que aprovaram a concessão de bônus milionários (mais de quinhentos mil prá cada um) entre diretores da Previ. Essa festa com o dinheiro do aposentado aconteceu enquanto o país, suas instituições BB e Previ, entre outras, atravessavam a mesmíssima crise que hoje atravessam. Pois bem. Como já podemos perceber, o bordão "pior que está não fica", nunca funcionou para o pessoal do alto escalão. Funciona sempre para ocupantes de cargos mais humildes e, no nosso caso, aposentados da previ. Pois enquanto negavam um ES mais longo e de maior valor,180 X 180, por exemplo, que tanto os velhinhos aposentados pediam, naquela mesma ocasião, o pessoal lá de cima aprovava em tempo record tal prêmio milionário. Será que vão repetir a dose esse ano, 2017? Dessa vez, vamos exigir que passe pelo nosso veredito, já que o reajuste do nosso benefício ou a volta do BET só saem com a aprovação deles, diretores.
Um abrali a todos.

Anônimo disse...

Concordo com Titi Maravilha. Não temos quem nos defenda.Só temos associações e candidatos querendo lucro.

Anônimo disse...



COLEGAS, JOGO DE XADREZ ´DIFÍCIL ?

Mestre, se você parar e pensar,verá que nós estamos em canoa furada. Primeiro,
vamos começar do início, mas lá atrás, quando éramos moços e poucos de nós pen-
savamos que um dia teríamos 60 anos, mais que isto seria inimaginável. Permi -
ta-me abrir um parágrafo para contar uma coisa que me deixou feliz : eu vi,
Mestre, meu colega e ídolo de bermuda e camisa semi-aberta no peito,andando à
beira do mar e com aquele ar de quem passou dos 60 mas ninguém nunca vai ima-
ginar que ele está se preparando para correr. Abri este espaço para dizer que há
30 anos quem tinha 55 estava ingressando na velhice (meu avô não tomava sereno, nem
morto ). Mas, enquanto isto nós estávamos pondo dinheiro na PREVI , que o BB nos deu
de presente, para garantir nosso futuro( ainda bem que milhares vão brigar pela RMI,
como seu criado aqui.Nisto entrou Juscelino Kubitschek e logo tivemos de conviver com
a revolução e o tempo passando e nós todo mês,muitas vezes tirando da família ,conti -
nuamos pondo, pondo, pondo, e os anos passando e ninguém, Mestre, ninguém,mesmo, pra
chegar pra Divany, pra Ari Zanela, oriudi, gente boa, pra Edgard Amorim, este prin -
cipe de Parnaíba,, meu Deus quanta gente guardando o suor,meu Deus não é suor é san-
gue, Divany, e o tempo passa os cabelos brancos chegam, aqui e ali perde-se um dente
e pior que o dente foram os parentes, 1º os avós, a mãe agora,o pai ontem e nós pon-
do dinheiro na PREVI para garantir o futuro não só meu,mas também, caros amigos da-
quela menina que com 16 anos pedi a mão,pois todo mundo achava que eu era especial
porque tinha o Banco do Brasil e depois sua criação, denominada PREVI.Perdão colegas,
pois o ódio me domina,pois o homem honesto quando surripiam o que é seu,de sua família,
sai pra guerra,se é que eu posso pois sou responsável pela menina que fui buscar
pra ficar comigo e mais a neta mais linda que Deus tirou o pai e ficou pra eu educar.
Amigos,esta história não tem fim,pois continuaram levando o nosso dinheiro, o PIB de 1
estado conseguiram levar. O crime continua, pois num lugar onde todos,uns mais outros
menos, tiveram de mostrar qualidades para ingressar no lugar sonhado,vem um aventurei-
ro,que ninguém sabe se tinha família, analfabeto,mas com o encanto da magia maligna e
enfeitiçou meio mundo pra olhar nosso patrimônio,uns auxiliares tão sinistros quanto o
chefe. Amigos, colegas, nosso pé-de-meia está na mão de Deus,porque eu não deixo minha
carteira perto de nenhum deles.Me perdoem por este escrito ,mas temos de ficar exper -
tos para esse pessoal que virá falando palavras novas de economês,ternos bem cortados,
unhas tratadas,dentes certos,pois eles querem só os $$$ da Previ.Não há amor nem ho -
nestidade na cabeça deles," Ontem" o Demônio que nos enganou, sujou a memória da mu -
lher que lhe deu filhos e que,me perdoe ,meu Deus, devia ter seus erros.Amigos,peço
encarecidamente que me perdoem pela minha impertinência,pois há milhares com mais qua-
lidade do que fiz,mas vou morrer sem perdoar esses urubus que exploram velhos. Divany
SSilveira-Sete Lagoas-mg



Ari Zanella disse...

Anônimo 16:29

Nada passa mais pelos associados. O corpo social só tem o direito de eleger os membros eletivos (diretores e conselheiros na exata proporção do patrocinador). Para refrescar sua memória, o Conselho Deliberativo é o órgão MÁXIMO dentro de um fundo, decidindo sempre com os votos dos eleitos. Isto está na LC 108/2001 e quem poderá modificar a lei é apenas nosso legislador, o Congresso Nacional.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

PREVI/Capec/Mantença
Caro Professor Ari, agora, somente,li o comentário da prezada colega pensionista(01.07/22:58h). Amiga, a qualquer tempo, você poderá alterar os beneficiários do seu Pecúlio Mantença. Poderá incluir ou excluir. Portanto, se desejar, acrescente mais um beneficiário. Acesse o Auto Atendimento da Previ/Capec. Clique no RETÂNGULO "Plano Morte-Alteração de Plano-Beneficiário". Na página seguinte, no alto, à esquerda, logo encontrará "Alteração somente de Beneficiário". Abaixo, procure, então, o retângulo "Adicionar Beneficiário" e preencha os dados do novo beneficiário. Depois, confirme a inclusão. Feito isso, a Previ/Capec providenciará e você poderá conferir, na mesma página, o "Extrato de Pecúlio".

Professor Ari e demais colegas, tenham todos ótima e abençoada semana. PAZ E BEM!

"Tomé respondeu a Jesus: 'Meu Senhor e meu Deus." Jo 20,28
03 de julho, memória do Martírio de São Tomé, Apóstolo

Blog do Ed disse...

Divany, amigo muito estimado, nestes últimos anos sobretudo, todos os assalariados conseguiam aumentos acima da inflação, até o salário-mínimo, até o Bolsa Família, só quem percebia reajuste de renda pela inflação oficial, isto é, abaixo da inflação real, era o assistido da previdência. O aposentado ficou lá para trás, nós ficamos na rabeira... E isso contra o contrato trabalhista que fizemos quando entramos no BB e contra a Lei 109/01, contra a Constituição, contra o acordo social que embasa a Pátria e, enfim, contra a Moral,a Ética e até a CIVILIZAÇÃO...CONTRA TUDO QUE MEREÇA O NOME DE DIGNIDADE, DE HUMANIDADE!!!
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Tenhamos esperança que os homens maus possam modificar seus pensamentos e atitudes.
Contam na boca miúda que o Cabral teria confessado na cadeia:

EU ACHO QUE EXAGEREI

Mesmo ainda não tendo certeza, já é um começo, concordam?

Fico imaginando quando o Cabral aportou nas terras brasilis, jamais pensaria que um xará seu trocentos anos depois daria nó em pingo d´água.

Eita Cabra pra bom de mal feito. Por isso que o sapo cachaceiro apedeuta se dava tanto com ele.

Blog do Ed disse...

O novo presidente da França,Macron, inicia seu governo propondo o corte de 25%, um quarto, dos componentes do Congresso (Legislativo, Câmara e Senado) francês. Ele entende que tantos representantes são desnecessários, oneram o Povo desnecessariamente. No Brasil, começamos a desonerar o Povo, encolhendo os direitos trabalhistas e previdenciários... e tem uma gigantesca despesa inútil e terrivelmente onerosa esquecida (Câmara de Deputados Federais, Senado, Deputados Estaduais e Vereadores).
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Não havia gestores internos de notória capacidade? Depois da "caca", procuram assessor financeiro? Está "vazando" da INVEPAR? Por que será? Sem liquidez, está na mesma bitola: venda de ativos? Problemas endêmicos nos Fundos de Pensão das estatais, justamente os que são onerados pela TAFIC. Cadê a PREVIC? Obviamente está reformulando a sua política de fiscalização. Mas, na prática...

http://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/funcef-busca-assessor-financeiro-para-reorganizar-investimentos/
A Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal e um dos envolvidos na Operação Greenfield da Polícia Federal, está em consultas para contratar um assessor financeiro a fim de reorganizar seus investimentos de participações em empresas. Esse processo deve resultar na venda de parte ou total da fatia que o fundo tem em vários ativos, entre eles a participação de 25% na Invepar.
A Funcef quer se concentrar no futuro dos aposentados e entregar a administração das empresas para especialistas no assunto. Procurado, o fundo nega que esteja em busca de assessor financeiro.

Anônimo disse...

Pois é Seu Ed,

Não bastasse a inutilidade, ainda utilizam toda a máquina estatal para arrancar do nosso bolso e repassar para o bolso deles.
No Rio o ex governador recebia milhões para reajustar as tarifas dos transportes, sacrificando a população mais pobre.
Mesmo não sendo do legislativo deixou ao país uma cartilha de como não se fazer política

Anônimo disse...

Colegas, Sr. Ari Zanella,

ESTÁ LÁ NAS INFORMAÇÕES DA ANABB DO DIA DE HOJE.

Fundos de pensão - CARTAS DO LEITOR

Data: 04/07/2017
Veículo: JORNAL DE BRASÍLIA - DF
Editoria: OPINIÃO
Coluna: CARTAS DO LEITOR
Jornalista(s): CARTAS DO LEITOR
Página: 11

Assunto principal: PREVI


Tamanho
da fonte A - A +


Veja a página da matéria


Veja a matéria no site de origem




Ha que se começar com urgência uma devassa do TCU,MP e Policia Federal nos fundos de pensão das empresas estatais. Na Previ os diretores recebem bonus milionários de R$ 500 mil anuais mesmo a entidade não tendo fim lucrativo e com deficit em quatro exercícios. Ilegal e imoral. O teto fixado por eles para suas aposentadorias é de R$ 54 mil, muito acima do constitucional. Assim, com apenas três anos de contribuição levam para toda a vida esse salário.

Indecente. Imoral como foi a retirada de R$ 8 bilhões dos funcionarios pelo desgoverno anterior.


Tudo isso sob a omissão do BB, do Governo e controlador, da Previc e do Ministério Público. Os aposentados e pensionistas estão com pesadelos e sem ninguém para defendê-los contemplando R$ 200 milhões aplicados na Sete Brasil e mais algumas aplicações suspeitas inclusive em imóveis, cujos recursos teriam financiado campanhas eleitorais.


ELAINE MARIA H. SANTOS, Asa Norte

Anônimo disse...

A charge ilustra bem o caminho da nova Venezuela (Brasil).
Assim como milhares de jovens brasileiros estão indo para os EUA os miseráveis irmãos venezuelanos estão vindo para o Brasil. Triste ironia. Trocamos 10 por 1...

Anônimo disse...

Bom dia, caro professor Ari Zanella,

Dizem alguns estudiosos do comportamento humano em sociedades que conseguimos nos mobilizar e avançar por meio dos afetos. E o que é isso?: empreender ações ou tarefas movidas por sentimentos, afetos que realmente possam mudar o curso da história.
O que temos sobrando?: o medo. E eles: medo zero ou quase nenhum, certamente.
O que temos de fazer, se sabemos que pelo voto não chegaremos a lugar nenhum?
Primeiro: não votar em NINGUÉM na próxima eleição-encenação no palácio de cristal, mas fazermos campanha ferrenha e desde já pelo PLP 268, que está parado à espera de designação de relator.
Ainda há tempo, mas só nos restam, por enquanto, 90% das reservas líquidas, não é isso?
Então, temos de começar a reverter o quadro, REDUZINDO NOSSO MEDO E AUMENTANDO O MEDO DELES!!!!!!

Anônimo disse...

Ultrajante o silêncio dessas pseudo defensoras de aposentados. Não bastasse a montoeira de escândalos denunciados, não se lê uma linha na mesma proporção das falcatruas.
Que tal um convescote? Um baile da saudade? Um reencontro dos colegas de mil novecentos e quarenta e dez?


6 tão é de sacanagem

Anônimo disse...

É sufocante ter que engolir essas injustiças, não poder fazer nada e não ter representantes imunes à cooptação para tanto. É a mesma sensação de estar sendo assaltado numa praça pública, sob olhares indiferentes de policiais e de transeuntes. Pesadelo!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Assalto!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Professor Ari,

Tenho pena do amigo de valdirene. Segundo uma fonte ela é boa no ofício que se propôs. O cabra cai mesmo ...

Luis-BH disse...

Tem um detalhe interessante na charge da Venezuela: "one way" é mão única, mas quando se vê essa placa de trânsito é porque se está na contramão...

Anônimo disse...

Concordo com anon 13.54.Em São Paulo é exatamente isso que sempre fizeram.Tem festinha, almoço, jantar, homenagem, bailinho menos ações em defesa dos aposentados. Dá até pena de ver as fotos dos "eventos".

Anônimo disse...

- Verdade. Só se dispõe a promover FESTAS DE CONFRATERNIZAÇÕES E OUTRAS. TAMOS FRITOS. EU SAIR FORA DAS MINHAS 3 AO TODO, É MOLE?

Blog do Ed disse...

Enquanto isso as estatísticas publicadas hoje apresentam os seguintes dados: o número de empresas aumentou, enquanto o número de empregos diminuiu muito mais e a renda salário caiu muito mais também! E notícia que explica tudo isso:nos canaviais do Brasil, os caminhões com motoristas estão sendo substituídos por caminhões autodirigidos... Esse é o progresso perseguido pela reforma trabalhista? Então a reforma previdenciária tem que ser outra, exatamente a oposta à sugerida, a saber, os desempregados devem tornar-se automaticamente assistidos. Por que? Em razão do lema da bandeira nacional: Ordem e Progresso, isto é, do artigo 193 da Constituição Federal... Estou errado?
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Nesse país cujos "desregramentos" assemelham-se a cidade de ROMA, pouco antes de sua queda, onde a "desordem e o descalabro" são a tônica do dia a dia, será que o "monstruoso" pagamento de juros aos bancos nacionais e estrangeiros não poderia esperar mais um pouco? CUBA e outros países sofreram períodos de restrições econômicas, mas mesmo assim sobreviveram de forma patriotica e altaneira. A minha sugestão é "Moratória bancária Já"!

joao trindade disse...

A dança das cadeiras e a luta pelo poder e a fome de estar no topo fez a classe política (e tudo que daí deriva) perder a vergonha e o brio.
O país é a Venezuela verde-amarela, deitado eternamente em berço esplendido...

Ari Zanella disse...

Caros colegas,

Estou sofrendo uma fortíssima gripe, congestão nas vias aéreas superiores etc. Estou mais na cama do que na internet. Desculpem se às vezes demoro a liberar os comentários.

Anônimo disse...

Supostamente, o novo governo tinha gasto desde a derrubada do poste 985 milhões.
Entretanto (sempre o entretanto é que é a caca) só no mês passado foram gastos 4,5 bilhões com emendas parlamentares.

Note bem !!! Emendas !!! Neguin, branquin, amarelin aproveitam que o conde drácula tá pela bola 7, e se dirigem ao castelo para dizer:
- Seu conde drácula se vosmicê liberar uma verbinha pro meu município eu voto contra cravarem a estaca no seu peito- e aproveitam para dar uma oiada na condessa

joao trindade disse...

Dileto professor Ari,
Não te preocupes, pois a gripe é oportunista. Estou saindo de uma dessas brabas, apesar de ter tomado a vacina para os idosos. Tome chá de alho com limão, adoçado com mel. Outra coisa que usei para acalmar a tosse é conhaque de alcatrão de São João da Barra com leite aquecido.Isso com alimentação nas horas certas e coberta ajuda a defesa imunológica. Não ligue muito para nós (no momento) e cuide da saúde. Estaremos torcendo e orando por breve recuperação. Saúde e paz.

Anônimo disse...

Professor Ari Zanella,
A letargia do povo brasileiro é algo que impressiona. Supostamente governado por uma ORCRIM, legislado por outra ORCRIM, julgado por "magistrados honestos" e mesmo assim o povo não sai às ruas exigindo um intervenção militar para fazer uma assepsia ampla, geral e irrestrita.
Mesmo com uma pífia recuperação na economia, com recorde de arrecadação até o mês de junho com 1,1 trilhão, de que adianta se não se tem certeza da aplicação dos recursos?
Essa passividade nos levará a lugares nunca antes vistos na história desse país.

Zé Furtado

Anônimo disse...

Os militares são, também, o povo brasileiro, com a diferença que juraram defender a pátria (só não disseram que pátria - seguramente não a nossa) e defendem seus cargos (cooptados pelo sistema) e já disseram que esta´tudo bem e nada farão. Estamos abandonados à nossa própria sorte, com nosso fundo de pensão sendo defraudado e nos dizendo que é assim mesmo...

Anônimo disse...

Ao anônimo que comenta em 04.07 às l3.l2 hs. Concordamos.
Parabéns pela lucidez.
A pergunta que se faz: Na Invepar a Previ tem algum conselheiro ? As contas do GRU aeroporto de Guarulhos que tem os custos das obras investigados por superfaturamento, não foram analisadas por algum conselho fiscal ?
E as debentures citadas na CPI dos fundos, o que aconteceu ?
Quanto custa uma administração ? E um conselheiro ?
Não devemos rejeitar o PLP 268. Devemos apoiá-lo. Pois se eles são contra, aí tem .