BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

VERÃO ESCALDANTE

    Normalmente o verão é a estação mais quente do ano. Aqui no sul os últimos dias têm sido todos acima dos 30 graus, pouco comum se considerarmos que não chove há mais de 20 dias. O sol racha diariamente mas a chuva só vem em alguns pontos isolados, rápida e passageira.
    O consumo de energia elétrica deve elevar-se, acrescido de uma sobretaxa de mais de 7% devido a um deslize praticado pelo governo em 2012 quando a companheira Dilma quis baixar, de própria cabeça, a conta de energia naquele ano. Baixou naquele ano ao redor de 20% mas depois subiu mais de 50%. E agora a conta chegou...Deveria ser paga pelo governo mas como este alega não ter caixa, quem paga somos nós.
    E os principais delatores da Odebrecht, incluído o Marcelo, já apontaram a chapa Dilma-Temer como principal beneficiária do caixa dois. Agora a bola está com o TSE. Cassam ou não cassam o atual governo?

60 comentários:

joao trindade disse...

Acho que não vão cassar ninguém.
Quem está caçado, de longa data, é o povo, sempre iludido e enganado.

Anônimo disse...

Os gansos do Capitolio alertaram que Roma ia ser atacada...

Anônimo disse...

Terceiro dia de baixa nos titulos da Vale...

Ari Zanella disse...

Aos tomadores de ES desejo informar que em janeiro, já com a Cooperforte no débito em conta, consegui renovar meu ES-160-A baixando a prestação em 164,00 (de 2.090,00 para 1.926,00) e obtendo um crédito de 7.171,00.

Agora em fevereiro, após ter retirado da FOPAG o valor da CAPEC (441,00) passando-o para o débito em conta, consegui margem para renovar o ES-160-B aumentando a prestação de 137,00 para 248,00 (120 meses). Com isso, obtive mais um crédito de 9.468,00.

Resumo: Depois de mais de 20 meses sem renovar e livre de outras consignações na Fopag, consegui amealhar em torno de 16.500,00 que usei para pagar outros empréstimos de juros mais elevados. Agora devo no ES (A + B) 160.000,00 (limite máximo vigente) e pago prestação (A + B) de R$ 2.176,00.

ADEMAR disse...

Aconteça o que acontecer jamais o TSE terá a coragem de cassar a chapa DILMA-TEMER. Quem viver verá


Ademar

Anônimo disse...

É triste né Professor,

Também tou nessa de empréstimo para pagar empréstimo. Nosso poder de compra despencou e mais cedo ou mais tarde quem tem teto normal se endivida.
Depois vem um pessoal com a cantilena de que somos perdulários. Com salários e mordomias de multinacionais fica moleza criticar.
E o finado BET? Saudoso! Ninguém nem toca no assunto.

Pimenta no dos outros é refresco

Anônimo disse...

Prezado Ari,
No post anterior, alguns colegas alegam que discutimos aqui assuntos alheios aos nossos interesses.So devemos discutir Previ/bb etc. Que barbaridade///Esse acordo de acionistas envolve a Vale, cujo maior acionista é a PREVI///////////
Será que eu li direito...?

Anônimo disse...

Prezado Ari,
I keep on waiting for your information about Isa Musá s electronic mail.

Lucia Siza disse...

Ari pra solicitar retirada da cabeça da folha para débito na conta tem que fazer por escrito?

Lucia Siza disse...

Ari eu no texto anterior escrevi cabeça ao invés de Capec

Anônimo disse...

Que bom Ari! que você conseguiu renovar e diminuir a parcela e ainda pegar algum valor de ES.Infelizmente no meu caso a parcela do ES e CARIM já somam mais de 30% do meu benefício, nem passando a CAPEC para conta corrente consigo renovar nada.

Anônimo disse...

Com relação ao ES também fiquei bem com a retirada dos terceiros e também porque não renovava desde 2014. A soma dos 2 ES era R$ 2.540,00. Renegociei um e renovei o outro e agora a soma dos débitos dos dois é R$ 2.100,00 e ainda tive um crédito de R$ 23.400,00 sem tirar a Capec. Com a Previ ficou ótimo. Os colegas que não tiveram nenhuma melhoria precisam ver o que ocorreu e o que pode ser feito.

Anônimo disse...

Não é a hora de cassar o Temer, porque o Lula vai se aproveitar da morte de Marisa Letícia para levar mais votos dos eleitores ignorantes.

Todo cuidado é pouco!!

Anônimo disse...

Colegas,

ES existe para que?

Na minha modestíssima opinião é para ser usado se necessário.

Como não recebemos bônus, jetons, salários de estatutários, temos que lançar mão de algum empréstimo para fazer frente as despesas que só aumentam.

Este mês tive uma despesa de mais de R$ 1.000,00 reais em remédios.

Aí tem que dar um jeito pedindo emprestado para alguém.

Felicito aos que tem margem e com justiça a usam, para minorar seus padecimentos em relação a Previ não dar aumento acima da mentirosa inflação, manipulada pelo governo de plantão.

O pior é o que fazem com os velhinhos, os ainda mais velhinhos trambiqueiros que os outros, não permitindo retirar após determinada idade e FERRAM NO FQM.

QUE DEUS DE O QUE ELES MERECEM!

Assim me contentarei com o que eles derrubam das suas abastadas mesas.

SMJ, para os que não concordam.


Ari Zanella disse...

Colega das 13:27

Não tenho mais o email da Isa Musa.

Talvez você consiga no endereço da FAABB:

faabb@hotmail.com

Anônimo disse...

Este mes entrou no meu contracheque o vlr da cooperforte este vlr. Faz parte da margem para fins de ES ? A previ aceita que o vlr. Capec seja em debito em c/c.?

Anônimo disse...

Saiu o SERRA (Relações Internacionais);
Entrou o SERRAglio na justiça.

O segundo leva vantagem com o nome ampliado.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Este país é parada: a receita nao fez a correção da tabela do imposto de renda e ninguem deu nem um pio. Eu quero aplaudir...

Ari Zanella disse...

Caro colega das 18:42

Aceita sim. É necessário preencher o formulário de solicitação, reconhecer a assinatura (no cartório ou na agência do BB) e enviar VIA CORREIOS para a PREVI.

O formulário pode ser solicitado à PREVI (será enviado por email).

Eu tenho o formulário digitalizado, se preferir que eu lhe envie mande-me um pedido para:

azarizanella@gmail.com



Anônimo disse...


Prof. Ari

Algo de muito sinistro, oculto, triste mesmo, ocorreu no mundo dos blogueiros vinculados ao nosso mundo. Talvez por acreditarem na Teoria da Preservação das Espécies resolveram emudecer, hibernar, desaparecer, postar o mínimo possível, replicar notícias dos sites oficiais, enfim, se amordaçaram para não ficar de mal com a fonte pagadora. Mas e quando vierem as eleições o que vão fazer? Será que formarão outra PREVI, LIVRE E FORTE PARA TODOS. No Brasil sempre haverá tempo de enganação. Mas só se engana quem aceita ser enganado. Hoje só coexistem dois (Ari e Rosalina) dando atenção aos associados e muita atenção.No nosso circulo o mundo é dos vivos. É barra pesadíssima.

Anônimo disse...

Boa noite amigo ari,
Eu só tenho ES na modalidade A.gostaria que o amigo me explicasse como funciona o ES na modalidade B?

Anônimo disse...

Gostaria que o amigo ari me tirasse outra dúvida..tenho 73 anos e na minha Última renovação do ES no mês de setembro 2016 fiquei enquadrado em 78 parcelas com uma prestação de 3020.00.o amigo acha que realmente esse prazo estar de acordo com minha idade?
Agradeço o o amigo pela atenção.

Ari Zanella disse...

Colega das 21:40

Não sei exatamente com que finalidade foi criado o ES-B, talvez para que quisesse fazer um empréstimo curto (6, 12, 24 ou 36 meses). O fato é que hoje os dois coexistem e a soma dos dois não pode ultrapassar o montante máximo fixado, qual seja, 160 mil.

Ari Zanella disse...

Colega das 21:49

Eis a tabela vigente no site da PREVI:

Inferior Superior Metodologia Atuarial (vigente a partir de 21/1)

50 anos 120 meses
62 anos 120 meses
74 anos 120 meses
77 anos 120 meses
78 anos 108 meses
79 anos 96 meses
80 anos 84 meses
81 anos 72 meses
82 anos 60 meses
83 anos 48 meses
86 anos 36 meses
98 anos 36 meses
a partir de 99 anos 36 meses

PORTANTO, NO SEU CASO, QUE TEM MENOS DE 74 ANOS, TEM DIREITO A UM PRAZO DE 120 MESES.

joao trindade disse...

Colega das 21:37,

Seu relato é o retrato do Brasil, terra da dissimulação, onde a grande maioria dos colegas só se preocupam com cargos e salários e as mordomias que daí advêm. Há um adágio que bem ilustra isso : ¨QUER CONHECER ALGUÉM? DÊ-LHE PODER, DINHEIRO OU CARGO¨.
Concordo que só temos dois blogueiros atuantes e comprometidos conosco, que são o Prof. Ari e a senhora Rosalina. Os outros morreram, mesmo.

Anônimo disse...

Concordo plenamente colega de 21:37, é só Ari e Rosalina , eles terão que nos aguentar.

Aristophanes disse...

Prezado Ari.
O ES-B é fruto da "perversa bondade" da Previ, com os octogenarios. Se o longevo tem, por exemplo, um ES-A de prazo superior a 36 meses, vai pagando, mas se quiser renová-lo, não consegue faze-lo por prazo superior a 36 meses, e obviamente a prestação se torna insuportavel(esta é a perversidade). Então, os sábios ou, elhor dizendo, os "sádicos" criaram a rota de fuga(a bondade) :o ES-B, para onde voce migra o limite de credito existente, numa renovação de no maximo 36 meses! Simples e genial: Octogenarios: Há um ES-B(36) no seu futuro.

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=jWm9MqkR8Qw

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

LEMBRAM-SE DO ES-10?
Caro Professor Ari, depois da explicação do estimadíssimo ex-Diretor Aristophanes, acrescento que, salvo engano meu, o ES-B substituiu aquele anterior, onde se cobravam 10 prestações, com um alívio, em janeiro e fevereiro.
A propósito, em fevereiro, na minha FIP(Espelho), a Previ desconsiderou a Capec e Cassi, para apurar a base, para aplicar os 30% consignáveis. De resto, somente, uma substancial elevação do prazo de pagamento, permitirá que eu, entre muitos, volte a operar no ES, conhecidamente, uma das aplicações mais rentáveis/interessantes, para a entidade, cujo aporte disponível fica abaixo do permitido, salvo engano meu, também.
Desejo a todos, um ótimo fim de semana, com CORAGEM E SAÚDE, na PAZ E NO BEM.

"O anjo de Javé tocou em Elias e lhe disse: "Levanta-te e coma, pois o caminho é superior às suas forças."
1Reis 19,1-18

Anônimo disse...

Anônimos 21.37 23.58,


Ouvi dizer que os blogs são para gente de coragem, com destemor e não para covardes ou que como foi dito preservam seus caraminguás em escandaloso prejuízo aos aposentados. Já que quase todos estão em avançada idade.
Longevos sofredores nas mão de um plano perverso, com BILHÕES nas mãos do patrocinador sem escrúpulo e muito menos o direito aos 7.5 BILHÕES, E OUTROS SAQUES DEMONÍACOS...
Tá bem, se alguém entende o contrário deve ser possivelmente um estatutário que recebe vergonhosa aposentadoria, sem a contribuição no tempo hábil de serviço e não a engendrada garfada na calada da noite.
Se estou pensando errado, na minha idade, com alguns neurônios já abatidos pelo atual momento da vida, me desculpem.



Anônimo disse...

Eu acho ótimo que colegas com muito malabarismo de tirar débito daqui e colocar ali, abram MC para obter algum valor renovando o ES e amortizando outros emprestimos com juros maiores, afinal é o que todos que tem emprestimos de fora do ES querem. Mas infelizmente muitos de nós apesar de possuirmos limite disponível não temos MC e amargamos pagar os empréstimos de terceiros com juros maiores sendo q com o valor disponível liquidariamos esses emprestimos que nós tormentam, porque ficamos só com a alternativa da ação dos 30% q ao q parece não sai tão fácil.
No exemplo do nosso caríssimo Ari, vemos q com um aumento que não chegou 100,00 na prestação ele conseguiu tomar 16.500,00 para luquidar outras dívidas com juros maiores.
A Previ poderia liquidar os limites disponíveis de cada associado mesmo sem a MC desde q fossem usados para liquidar outras dívidas q vinham debitadas na Folha e agora são debitadas ba conta corrente.
Caso contrário não vi ajuda nenhuma na Previ varrer para fora da Folha os débitos de terceiros e o aposentado que se vire mesmo não tendo de onde tirar.

Anônimo disse...

Eu acho ótimo que colegas com muito malabarismo de tirar débito daqui e colocar ali, abram MC para obter algum valor renovando o ES e amortizando outros emprestimos com juros maiores, afinal é o que todos que tem emprestimos de fora do ES querem. Mas infelizmente muitos de nós apesar de possuirmos limite disponível não temos MC e amargamos pagar os empréstimos de terceiros com juros maiores sendo q com o valor disponível liquidariamos esses emprestimos que nós tormentam, porque ficamos só com a alternativa da ação dos 30% q ao q parece não sai tão fácil.
No exemplo do nosso caríssimo Ari, vemos q com um aumento que não chegou 100,00 na prestação ele conseguiu tomar 16.500,00 para luquidar outras dívidas com juros maiores.
A Previ poderia liberar os limites disponíveis de cada associado mesmo sem a MC desde q fossem usados para liquidar outras dívidas q vinham debitadas na Folha e agora são debitadas ba conta corrente.
Caso contrário não vi ajuda nenhuma na Previ varrer para fora da Folha os débitos de terceiros e o aposentado que se vire mesmo não tendo de onde tirar.

Lucia siza disse...

Ontem falei com a Previ ela falou que a Capec não entra no cálculo da MC

Anônimo disse...

Prof. Ari
As contribuições de quem já está aposentado não tinham sido. suspensas? Quado é que vamos receber esse benefício? Quem vai nos pagar? São Pedro, lá no céu?

Anônimo disse...

Cara Lucia 24/02/2017 12:31

Deve haver algum engano, pois a CAPEC é considerada CONSIGNAÇÃO FACULTATIVA e então afeta a MARGEM CONSIGNÁVEL.

O que a CAPEC não contaria é para a MARGEM DO EMPRÉSTIMO SIMPLES.

São margens diferentes.

Favor confirmar o entendimento.

Anônimo disse...

Alguns colegas tem limite mas não tem MC. Ao contrário alguns tem MC e não tem limite.A segunda hipótese é mais incoerente porque o que importa na concessão de empréstimos é a capacidade de pagamento.Não sou eu que estou dizendo isso mas os Bancos e o INSS onde não existe limite do valor do empréstimo mas limite da MC. No consignado do INSS é calculada a MC e a partir dela o valor do empréstimo que não tem limite. Só a Previ impõe limite para o empréstimo e para a MC.

Anônimo disse...

Não adianta espernear.....Quem, como eu (e acredito que existam muitos) tem um benefício bruto (PREVI+INSS) em torno de R$ 10 mil, tendo APENAS CARIM e ES, que juntos chegam a um valor em torno de R$ 4 mil, JÁ ESTÁ TOTALMENTE ALIJADO da possibilidade de renovar o ES. Não adianta tirar CAPEC, CASSI, E O "RAIO QUE O PARTA" da folha de pagamento, o que que nos arrebentou mesmo foi a inclusão da CARIM....De forma deliberada e maldosa, prá nos FU.... mesmo...!!!!

Anônimo disse...

Retificação para Lucia (24/02/2017 12:31).

Errei na afirmação.

Você está certa.

Vi que no meu caso tanto a MC como a MES são iguais, sem interferência da CAPEC.

Desculpe meu equívoco.

Ari Zanella disse...

Para mim a CAPEC impactava na Margem Consignável. Eu tinha LIMITE mas não tinha margem. Enviei o formulário à PREVI para tirar a consignação da FOPAG e transferi-la para DÉBITO EM CONTA CORRENTE Assim que a PREVI processou o meu pedido, imediatamente pude realizar a operação de ES pois adquiri mais margem. Era isso!

Anônimo disse...

Colega dad 15:44 vc tem toda razão quem tem CARIM e ES nunca mais vai poder renovar ES, o valor da CARIM impactando a MC estrangulou toda e qquer chance de obtermos algum valor na renovação do ES o q aliviaria nossa situação financeira e o aumento na prestação seria muito pequeno, mas a Previ malvada não quer ajudar e os nossos diretores não sabem o q é viver com os nossos atuais salários.

Anônimo disse...

EMPRÉSTIMO SIMPLES:

- Na Fopag do mês anterior apareceram NEGATIVAS as Margens de 30% e 40%.

- Neste mês apareceram ZERADAS. No site da PREVI, a margem disponível aparece NEGATIVA em -1.432,02.


- Não pude renovar o ES(Nem o A, que tenho 17 pagas, nem o B, que tenho 9 pagas)


Será que é porque não tenho unificados PREVI+INSS ?..
Obs: Já tenho Empréstimo consignado no Espelho do Inss.


Alguém pode explicar pra mim ???

Fernando disse...

PROF ari, ME PERMITA colaborar com o colega o que difere , o ES-A e o ES-B. Vou dar um exemplo, quem tem um emprestimo de r$ 145.000,00 , este se chama o ES-A, e quando aumentou o limite para R$ 160.0000,00, e náo renovou o teu primeiro emprestimo(r$ 145.000), pode, desde que tenha margem consignavel,fazer o ES-B, que o valor eh 160.000,00 - menos o saldo do ES-A.
Se o saldo do ES-A estiver em 146.000,00 por exemplo, voce pode tirar r$ 14.000,00, sem periodo de carencia de seis meses.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 24/2 - 17:49

A margem disponível para operações do ES é aquela que aparece no site da Previ/tópico ES, portanto, para o ES esquece a margem que aparece na Fopag, entendeu?
Lendo sua mensagem percebi que você não recebe a aposentadoria do INSS através da Fopag, então, sua margem do ES é calculada da seguinte forma:

a) Do valor da verba P-300 você diminui o valor da contribuição para a Previ e do IRRF (e pensão alimentícia judicial, se for o caso) e sobre o resultado obtido você calcula 30%.

b)Do valor obtido no cálculo dos 30% você diminui todas as demais consignações, inclusive as prestações do ES. O resultado obtido é a margem disponível para renovação do ES.

Espero ter lhe ajudado um pouquinho. Um forte abraço colega.

Anônimo disse...

Com 500 mil de presente vc consegue adestrar até o cachorro do meu cunhado, um Rottweiler, ou até a cobra da minha sogra, uma Pitón.
No tempo q dinheiro valia 500 paus era prêmio de loteria e não de incompetência.
Mas o mundo gira e o certo relativiza.

Pagam imbecís lá em Andorra para patrulhar sites

Anônimo disse...

Para efeito da MC 30% para empréstimos, não entram todas as consignações.
Só as obrigatórias e os próprios empréstimos , se houver.
As demais -as facultativas tais como Cassi, seguros, Capec vão para a margem de 40%.
É o q disciplina a lei dos consignados a 13.183 cumprida pela |Previ à risca.

Anônimo disse...

Mais uma participação micada:
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/02/1861903-resultado-fraco-frustra-planos-de-abilio-diniz-no-comando-da-brf.shtml

Anônimo disse...

Boa tarde.
Pela primeira vez, estou pensando em utilizar o ES. Tenho várias dúvidas. Gostaria de pedir a ajuda aos colegas que já fizeram isso, pois náo entendo nada e estou insegura.
Tenho direito a 122.000,00. Minha MC é de 1.670,00. Meu prazo é de 120 meses.
Suponhamos que eu retire o total a que tenho direito:
- o valor líquido a ser creditado na minha conta - após descontos - seria mais ou menos quanto?
- este valor mensal informado seria só para a primeira parcela, certo? As outras todas seriam corrigidas mensalmente?
- é mais vantajoso eu retirar o total ou apenas a metade
agora e a outra metade daqui a 6 meses, por exemplo?
- o CDC automático é menos vantajoso?

Agradeço imensamente a quem puder me ajudar.
Boa tarde,
Bia

Toninho Bleinroth disse...

Ari,

Eu também consegui um total de 20 mil, em dois empréstimos. Parece que minha vida vai melhorar. Abraços

Anônimo disse...

Sr Ari, desculpe-me perguntar mas a sua MC era positiva e você a aumentou passando a CAPEC para débito em conta corrente? Ou ela estava negativa e você com o valor da CAPEC fora da folha de pagamento a tornou positiva? Preciso dessa informação para calcular se consigo renovar meu ES. No seu caso, agora que já fez seu ES você pode pedir para voltar a ser debitado na folha ou não tem jeito mais?

Aristophanes disse...

Bia,tira tudo de uma vez, e casa comigo!É carnaval!

Anônimo disse...

O fim da ingerência do governo através dos fundos de pensão.

http://veja.abril.com.br/economia/vale-prepara-se-enfim-para-deixar-de-ser-uma-paraestatal/

Anônimo disse...

Colega das 13:22,

Não sei de suas necessidades, mas caso não seja dessas situações incontornáveis não pegue o empréstimo.
Depois para sair dele é praticamente impossível com esses reajustes pífios.
Caso seja de extrema necessidade deixo a cargo dos colegas matemáticos para lhe informarem se é mais vantajoso pegar no banco em 96 vezes.

Boa sorte e saúde

Ari Zanella disse...

Colega 19:17

Estava positiva em 15,00. Eu poderei voltar a CAPEC para a folha mas acho que precisarei ter margem de novo. Até conseguir vou de débito em conta.

Anônimo disse...

Professor Ari me tire uma dúvida, afinal a Capec está incidindo na MC do ES ou não. Eu creio que sim, mas tem colega dizendo que foi informado que não está incidindo na MC?
Favor me esclarecer, que vou precisar retirar da FOPAG para aumento de MC. Ok? Saudações!!!

Ari Zanella disse...

22:56

Eu tenho certeza que sim, tive experiência própria há poucos dias. Depois que a retirei consegui renovar meu ES-B. Antes que a PREVI tivesse baixado a minha CAPEC da folha eu simulava e só conseguia 1.800,00 neste empréstimo. Assim que a PREVI retirou a CAPEC da folha, simulei (E CONTRATEI) 9.400,00. Quer uma prova melhor do que esta?

Anônimo disse...

Colegas anonimos das 13:52 e 16:19, parece que uma minoria ficou a "ver navios", meu caso e creio o de voces tambem, veja bem, quem entrou com a ação 30% não pode contratar ES, óbvio, mesmo tendo margem é incoerente com a questão, pois, quem entrou com a ação quer diluir e pagar a dívida como pode, dentro do limite de 30% e não contrair mais dívidas,ok? só que , sem o desfecho da ação e sem o " respeito" ao limite de 30% que ocorreu para a maioria em 20/01/17, estes ( não sei o número) colegas não teêm p´rá onde correr.Peço ao Prof Ari, informações sobre a falta de ISONOMIA nas medidas tomadas pela PREVI em 20 de janeiro com alguns colegas. obgda.

Anônimo disse...

Ao Prof. Ari - comentário de 25.02.17 - 23:06 h


Professor, permita-me discordar de sua interpretação, qual seja, que a Capec está incidindo na MC do ES. Não está, Prof. Ari. Veja minha situação na Fopag de fev/2017:

3.768,42 - verba P-300
-361,76 - contribuição para a Previ
- 99,32 - IRRF
---------
3.307,34 = rendimento bruto - consignações compulsórias



3.307,34 x 30% = 992,20 (MC permitida)


992,20 - MC permitida
-521,83 - prestação do ES
-724,19 - prestação do ES/Finimob
---------
-253,82 - MC do ES registrada pela Previ

Obs.: Existe, ainda, em minha Fopag um débito no valor de 334,86 relativo à prestação da Capec, valor este que a Previ não considerou no cálculo da MC do ES. Entendeu as explicações Prof. Ari?

A Previ, de acordo com minha interpretação, não está cumprindo REALMENTE a lei dos consignados como muitos colegas estão afirmando. Veja, Prof. Ari, minha situação:

a) MC permitida: 992,20

b) Valor total dos débito das consignações facultativas efetuados: 1.580,88, a saber:

521,83 - prestação do ES
724,19 - prestação do ES/Finimob
334,86 - prestação da Capec
---------
1.580,88

c) Valor debitado superior à MC permitida: 588,68 (1.580,88 - 992,20 = 588,68)

Vamos ver agora que providências a Rosalina vai tomar para fazer a Previ cumprir REALMENTE a lei dos consignados, tendo em vista que a Previ não permite débitos acima da MC, apenas, quando eles são em favor de terceiros, mas quando ela é a beneficiada pode,né? Está correto este procedimento Prof. Ari?

Prof., aguardo sua manifestação/esclarecimento a respeito das colocações aqui expostas. Antecipo agradecimentos pela atenção/ajuda oferecida. Um abraço.

Ari Zanella disse...

Meu caro 22:50

O Gilvan poderia simular o teu caso. Já passei pra ele mas ele disse achou falta do INSS, e disse que vocêr deixou de fora alguns descontos obrigatórios.

Peço gentilmente que envie todos os dados ao Gilvan que ele fará o cálculo sem custo, em planilha Excel, que baterão com os cálculos da PREVI.

O email do Gilvan é:

tesouraria@anaplab.com.br

Anônimo disse...

Ao Prof. Ari, resposta de 28.02.17 - 09:36


Professor, meus proventos do INSS não transitam na Fopag e não deixei nada de fora. Veja minha Fopag de fev/2017:

3.768,42 - verba P-300
- 521,83 - prestação do ES
- 724,19 - prestação do ES/Finimob
- 334,86 - prestação da Capec
- 180,88 - Previ contribuição pessoal
- 180,88 - Previ contribuição patronal
- 33,11 - IRRF/Depósito judicial
- 66,21 - IRRF/Previ
----------
1.726,46 = valor líquido creditado

De acordo com meu entendimento a Previ não pode considerar os proventos e consignações da folha do INSS no cálculo da MC do ES, tendo em vista que estas verbas não transitam pela Fopag da Previ. Concorda comigo Prof. Ari.
Mais uma vez obrigado pela atenção. Um abraço.

Ari Zanella disse...

Caro colega das 12:51

Concordo com você. Além de suas ponderações, que são válidas, constatei que a PREVI somente considera a CAPEC na MC 40%, ignorando-a na MC 30%.