BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

UM MÊS EM AÇÃO

   Hoje faz 30 dias que o 45º presidente da nação mais rica do mundo está trabalhando na "White House". O mundo não acabou e as bolsas americanas continuam batendo seus próprios recordes. Neste primeiro mês entretanto, funcionou o STF de lá, barrando-lhe pelo menos uma medida: Aquela que impedia o ingresso em solo americano, por noventa dias, de qualquer cidadão de sete países muçulmanos, o Irã, Iraque, Síria, Sudão, Iêmen, Líbia e Somália. A razão de Trump era de assegurar aos americanos que o país estivesse livre das ameaças terroristas e, portanto, não podia admitir em seu país as mesmas ameaças que os soldados americanos combatem no exterior. Nada mais lógico...
     O raciocínio é bem simples: Se os próprios países muçulmanos os expulsam (refugiados) por que o ocidente deveria acolhê-los? Mirem-se na Alemanha, que aceitou abertamente refugiados e agora está se descaracterizando como país ocidental nos usos e costumes (cultura).
     Trump me parece muito mais honesto e verdadeiro do que seu antecessor que muito pouco tinha das raízes americanas. Não sei se vai concluir seu mandato posto que está a contrariar muitos interesses. Verdade que Trump poderá recrudescer a escala bélica no mundo, se ele se posicionar, como até agora, francamente pró Israel. Aí o caldeirão vai ferver e não se descarta uma eventual terceira guerra mundial. Quem viver, verá.
     Por aqui, os reflexos da justiça americana nas punições aos envolvidos no caso Odebrecht já se alastra a onze países latinos americanos, um deles, o Peru, tendo bloqueado bens da empreiteira e exigido dos Estados Unidos a extradição do ex-presidente Alejandro Toledo.
    O que podemos esperar mais nos próximos meses do governo Donald Trump em relação ao Brasil e nossos vizinhos sul-americanos?

4 comentários:

Ari Zanella disse...

Carlos,

Sua resposta está no último post lançado.

joao trindade disse...

United States of America are the first and the last commander of Earth.

Anônimo disse...

Trump está certo em querer derrubar o tal do "politicamente correto".

Divany silveira-S.Lagoas disse...




"TRUMP TEM DE IR A UM TERREIRO PARA AFUGENTAR ESPIRITOS MAUS"

Mestre, eu não sou adepto do espiritismo, mas vejo que um espírito mau
invadiu o interior do Trump.Veja bem,Mestre, quando um presidente de
país toma posse o lº passo é visitar os vizinhos e reforçar os laços
de amizade, como fazemos nós brasileiros quando mudamos para novo en-
dereço. entretanto, o que o possuído obrou foi avisar o México que o
muro vai começar. Agora imaginemos o que esse maluco está armando para
seus patrícios; sabe-se que ninguém calcula quantos mexicanos habitam
os States ,pois é incontrolável a migração(dia e noite).Isto posto,alguém
imagina quanto recalque haverá no coração dos mexicano que ficam sabendo q
não são queridos onde vivem.Se nao bastasse toma decisões no sentido de coi-
bir que Iranianos,Iraquianos e outros paises entrem no solo americano
Mas, como miséria pouca é bobagem, anuncia que vai jogar pesado contra a-
mericanos que estejam na China exportando para a América Da mesma forma ,
já avisou que os industriais da América que foram para o México que retornem
porque as facilidades que tinham para vender para os States acabou.Agora
colegas, que moral este dono de cassino,cheio de prostitutas grâ-finas e
jogador inveterado pode governar um pais cheio de principios e tradição
religiosa.sem contar que a cidade criada por ele para o jogo foi abandonada
deixando um "preju' para muitos. É bom rezar 03 Ave Marias!!!