BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

TERREMOTO NOS FUNDOS

   Eu havia pensado que com a CPI dos fundos de pensão o assunto havia morrido com o fim da CPI. Ledo engano. Agora, pululam notícias oriundas de outros blogues. A Leopoldina, (http://olharcoruja.blogspot.com.br/) aborda o assunto fazendo referência ao Blog do Vicente, no Correio Braziliense cujo link é este:


E assim caminha a humanidade.
E assim quem prejudicou os fundos de pensão terá que prestar contas.


13 comentários:

Zé Luiz Castro disse...

Então, os caras estavam se achando e pensavam que já estavam livres de verem suas falcatruas descobertas. Rezo todas as noites para que sejam punidos exemplarmente, e os bajuladores, enganadores, incompetentes e mentirosos eleitos pelo corpo social também respondam pelo que estão fazendo.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Será que PIZZOLATO vai ter novos "parceiros" no jogo de carteado e dominó, em suas "horas vagas".

Anônimo disse...

Até agora, nada da folha, vem muita grana por aí!

Anônimo disse...


Os "malandros" sabem que a hora deles esta chegando. PF nao ta para brincadeira.

SUPERAVIT EM EXCESSO AO BB disse...

A utilização do Superávit 2010 foi autorizada em 16/02/2011, onde implementou-se o tal "BET" que vigorou até 2013.
Os valores correspondentes aos patrocinadores (BB e PREVI) e aos participantes ATIVOS foram registrados na rubrica "Utilização de Superávit - 2010". Em 2015, a movimentação dessas rubricas registrou: (V.Pág.147 do Relatório Anual)

BB, tinha R$ 8.155.242 em 2014, cuja atualização pelo INPC +5% rendeu R$ 1.334.159, utilizando-se de R$ 532.350 para pagar as suas contribuições patronais, resultou num saldo positivo de R$ 8.942.255;

PREVI tinha R$ 14.796, somou mais 2.492 de atualização (INPC+5%), nada utilizou em 2015, restando um saldo credor de R$ 17.288;

ATIVOS (ERAM UNS 20 MIL!), tinham R$ 1.327.090 nos seus SISBET em 2014, atualizados com mais R$ 192.992 e diminuidos com -R$ 385.587 de utilizações, restou um saldo credor de R$ 1.134.495.

Aos aposentados e pensionistas (exceto os 7 mil pré-67, da Verba P-220 que NÃO ganharam BET)restou um saldo a distribuir de R$ 1 bilhão, que foi suspenso e não distribuído, um ano antes de se encerrar a nossa conta. Não se sabe o destino dessas sobras...
Aguardamos o relatorio de 2016, onde verificaremos que o "BET de 7,5 bi" do BB está rendendo uma fortuna, pois esse soube administrar bem seus (nossos!) recursos.

Anônimo disse...

A rádio corredor da DG (direction generation) o assunto que domina é a avalanche que se aproxima. Dizem q neguin, branquin e amarelin tão num esforço sobre-humano para tentar impedir o estrago.
Será que conseguirão? Tudo é imprevisível ...

Anônimo disse...

http://oglobo.globo.com/opiniao/o-terremoto-do-petrolao-em-bancos-fundos-19958719

Matéria de 21.08.2016 = O terremoto já passou. Agora vem o tsunami?

Anônimo disse...

Com todo esse alarde sobre uma possível operação da PF nos fundos de pensão, tem muita gente que vai passar os próximos dias destruindo provas.
O fator surpresa dessa ação não existe mais. E muitos irão se safar.

Anônimo disse...

Professor Ari,

Na distribuição do superavit, foram repassados ao BB R$7,5 bi de uma só vez. Para nós, ficou acertado que receberíamos na forma de caraminguá, mensalmente. Pois bem, o BB lucrou duplamente, porque o repasse dele foi imediato e, de quebra, ainda garantiu o pagamento dos empréstimos dos funcis (cheque especial, cartão de crédito, cdc e outros) mês a mês. Se tivéssemos recebido também à vista, ele não teria usufruído mensalmente dessa boa garantia.
Estamos precisando contratar advogado para nos acompanhar nesses momentos trágicos e de perdas. E temos de nos livrar da tal da ANABB de uma vez por todas, se não quisermos perder sempre para o Banco. Esse espectro sempre aparece.
Ah! Toda a atenção e euforia hoje (16/01) não se devem a espelho de janeiro coisa nenhuma, coisa mais sem graça. Vamos torcer juntos é por imediatos e urgentes mandados de prisão!!! (RSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRS)
Mas, se roubaram, que devolvam!!!

Anônimo disse...

Ao anônimo de 16/01/17 às 18:46

O fator surpresa dessa ação não existe mais. E muitos irão se safar.

6 qui pensa! 6 vai ver neguin incumendano cama macia para num maxucá as b..da, quer dizer as nadigas, ah vai .unda mermo sô, cum b mermo sô!!!!!!!!!!
Já tem genti treinano sentá e deitá só nos istrados das cama.
Vai trinano moçada!!!

Cumpades, inté, as nutiças tão ispaiando iguar faísca in arami farpado sô!
Vai pegá os home tudinho!!!

Até a próxima!!!

Anônimo disse...

Além das dessas notícias sobre os fundos de pensão, lembram das promessas do PREVI Livre Forte e de TODOS:

AÇÕES PARA O PLANO 1
- Cobraremos do Banco do Brasil o ressarcimento à Previ das despesas, de total responsabilidade do banco, referentes ao pagamento do BET ao grupo pré-67, conforme o acordo de 1997 referendado na conciliação de 2010 para utilização do superávit;

- Exigiremos, para cálculo dos benefícios dos diretores do Banco do Brasil e da Previ, a implantação do teto para salário de contribuição, conforme aprovado pelo Conselho Deliberativo da Previ em 2008 e referendado pela Previc;

- Lutaremos pela aprovação de projeto no Senado federal, que altera artigos da Resolução CGPC 26/2008, que permitiu ao banco apossar-se de R$ 7,5 bilhões que, se tivessem ficado na Previ, permitiriam reajuste de benefícios da ordem de 15%;

APRESENTAREMOS E DEFENDEREMOS PROPOSTAS PARA:
- Abolir e/ou ajustar a parcela Previ de forma que não haja perda de benefícios;

- Aprimorar os critérios de reajustes de benefícios de forma que se leve em consideração, também, a rentabilidade positiva do plano, o que assegurará melhoria de benefícios;

- Instituir benefício mínimo que corresponda a 10% do teto para salário de contribuição;

- Elevar o valor das pensões;

- Conceder benefício integral aos que contribuíram por mais de 360 meses, somando-se o período de contribuição como aposentado;

- Quando da utilização de futuros superávits (reserva especial), rever benefícios, respeitando os direitos adquiridos, para corrigir injustiças e distorções históricas;

- Implementar soluções para amparar os 19 mil sócios que receberam, por liminares, valores relativos ao processo Cesta Alimentação, de modo a evitar pânico entre eles

Anônimo disse...

Essas promessas enganaram até pessoas inteligentes e de currículo cheio. Até doutor entrou nessa.
Em 2018 próximas eleições, vai ser a mesma coisa.

Anônimo disse...

Concordo e apoio o anônimo das 18:55