BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

RENDA VARIÁVEL É FACA DE DOIS GUMES

   A bolsa rompeu neste 23 de janeiro a casa dos 65 mil pontos, fechando a 65.749 com avanço de 1,90% na maior cotação dos últimos cinco anos. Para nós importa o crescimento da Vale que hoje valorizou 4,82% no patamar de 31,50 por ação negociada. Importante ressaltar que a Vale é cotada na PREVI por valor econômico, ou seja, avaliada economicamente por valor de mercado após o encerramento de cada exercício (31.12).
    Apesar da boa cotação em bolsa, o valor cambial do dólar é um fator que deve ser considerado. Quanto mais valorizado estiver a moeda americana em relação ao real, melhor. Hoje a cotação do dólar caiu para 3,17, ruim para a Vale que exporta bastante.
     É possível que em função da Vale o déficit em 31.12.2016 caia substancialmente. Temos, ainda, outras participações que dependem de avaliação econômica.
     O xis da questão é que o Plano Um não precisa correr todo este risco. Poderíamos ficar tranquilos com imóveis e renda fixa. Por isso, precisamos baixar cada vez mais nossa participação em renda variável. Vinte por cento estaria de bom tamanho. E que esses 20% fossem administrados por uma corretora/consultora do tipo da Empiricus (estes conhecem o mercado a fundo).
    Terceirizar o nosso fundo mediante contratos de risco é a solução para a renda variável. Tal providência já está contemplada no PLP 268 que está parado na Câmara. Nós da PREVI deveríamos cuidar somente das demais aplicações e outros investimentos. Lembrando que para renda fixa não há necessidade de "experts" senão bons negociadores. Que tem milhões para investir tem mais chances de obter a melhores taxas. Sempre foi assim.
     Na minha modesta opinião o controle da PREVI pelo Banco do Brasil torna o fundo aprisionado, preso ao patrocinador que se julga o dono de tudo, achando que pode agir como bem quer. O nosso fundo tem muita despesa supérflua que nos tira, (e muito!) nossa competitividade. Estamos muitos inchados e por tal caminhamos muito devagar.

FOTO DA MENSAGEM DO DIA DO APOSENTADO RECEBIDA DA PREVI SOBRE A QUAL O BONÍSSIMO COLEGA FERNANDO FAZ REFERÊNCIA EM SEU COMENTÁRIO DAS 11H. (5% DE APOSENTADOS FELIZES).

56 comentários:

Anônimo disse...

Concordo, já está passando da hora da Previ se emancipar do Banco do Brasil.
Nós, associados, teríamos muito mais a ganhar com essa emancipação.

Josué
PARANÁ

Anônimo disse...

Professor Ari,

Concordo plenamente com suas colocações. Especialmente com relação a parte cambial. A valorização do real mata as exportações e fere de morte nossas indústrias.
Economia é um tema muito complexo.
Quando na ativa, todos os colegas com mestrado e doutorado não ocupavam cargos de chefia em absolutamente lugar algum.
A meritocracia é desprezada em função da indicação política. Observe os currículos dos apesudos e perceba que no geral os cursos de pós graduação geralmente são muito parecidos.
Depois, notificação ...

fernando disse...

Prof ARI, se me permite, quero falar sobre dia do APOSENTADO, principalmente, o aposentado do BB e pensionistas. E nao falo dos talvez 5% que aparecem em fotos da ANABB, PREVI,felizes , gozando saude, viagens... mas sim dos 95% dos colegas que correm atras da maquina, emprestimos simples, cdc,s, tudo a grande defasagem de nossos beneficios, via PARCELA PREVI, Fator previdenciario,fim dos anuenios, fim do plano de carreira, enfim um conjunto de fatores que nos deixam a choramingar, por emprestimos, emprestimos, emprestimos. Para esses colegas, desejo saude e PAZ e que uma hora voces tenham uma APOSENTADORIA DIGNA de um ex-colega do BB.

Anônimo disse...

Ari, vc acha mesmo a Empiricus é confiável? Vc já assinou algum plano deles e seguiu e funcionou obteve o lucro q eles indicam como provável à dar certo?
Vc não acha q os responsáveis dentro da Previ pelos investimentos na bolsa com certeza acompanham todas as indicações feitas pela Empiricus através das várias séries lançadas para seus assinantes?
Vamos lembrar q muita gente perdeu dinheiro quando a Empiricus sugeria as ações das empresas do Eike Batista e estas viraram pó.
Bolsa é sempre investimento de alto risco, mesmo o pessoal altamente especializado no assunto erra.
O BB aqui em São Paulo tem transformado agências pequenas em praticamente escritórios para investidores, largando o lado conservador e sendo mais ousado justamente pelo modelo q a Empíricos apresenta e pela febre q ela espalha na mídia.

Anônimo disse...

Prof.Ari, para quem não conseguiu renovar o ES por ter Carim e ES e Capec e a MC nunca mais vai ser positiva, só resta mesmo a renegociação do ES para aumentar alguma migalha na folha de pagamento e a cada 6 meses renegociar, se fizer a renegociação no inicio de fevereiro me livro da parcela do mês ou nesse caso não.

Divany silveira-S.Lagoas-mg disse...




"TEMOS PARTEIRAS AO INVÉS DE OBSTETRAS'"

MESTRE, cordial bom dia, lendo o post de hoje, achei de
muito bom senso seu comentário sobre o mercado de ações
cujos operadores devem ser profissionais subordinados a
pessoa jurídica.Não posso dizer com certeza,mas ficaria
mais econômico pagar uma comissão aos operadores do mer-
cado ao invés de altos salários com os respectivos en-
cargos a amadores.Há dias eu ouvi na TV uma dona de ca-
sa dizendo que os maridos brasileiros,quase todos,com-
pram e vendem bens do casal sem trocar idéias ou mesmo
pedir concordância do parceiro. E costumam depois de fa-
zer a transação ordenar : vamos cortar gastos extras
e diminuir o supermercado pois fizemos (?) um negócio
grande!!! No mundo dos fundos de estatais a coisa é
parecida,com a diferença que a mulher além de pro -
testar, pode decretar greve em atividades essenciais,ao
passo que o servidor estatal só pode rezar e torcer para
o padroeiro,senão pode voltar a contribuir,como já
aconteceu com alguns fundos de amigos !!!!

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Concordo plenamente com suas colocaçoes. Principalmenete pelo fato de o BB achar que a Previ é sua subsidiária, quando , na verdade, NAO É.
E de quebra, nós teriamos vez e voz, como DONOS da PREVI.

Blog do Ed disse...

Idolatrado colega e amigo Divany, deixa pra lá os fundos dos amigos. Eles devem cuidar bem deles.. Fraternal abraço.
Edgardo Amorim Rego.

Anônimo disse...

Qual a melhor data para fazer renegociação do ES e ficar para o mes seguinte?

Anônimo disse...

Boa tarde !

A quem puder esclarecer.

Termino de pagar meu empréstimo imobiliário no próximo mês de fevereiro. A minha margem consignável (30%) será impactada ?

Obrigado.

Francisco Ramos

Luciana Maria disse...

Prezado Ari,me tere uma dúvida eu só vou poder renovar meu ES em março se eu renovar no dia 2 de abril eu vou pagar a minha prestação só no mês de maio?

Anônimo disse...

Prezado Ari,me tere uma dúvida eu só vou poder renovar meu ES em março se eu renovar no dia 2 de abril eu vou pagar a minha prestação só no mês de maio?

Ari Zanella disse...

11:10

Como disse na postagem não precisa ser exatamente a Empiricus. Todavia, acompanho os aconselhamentos desta sociedade pelo Twitter (@Empiricus) e só vejo bons conselho há um bom tempo. Ademais, o Ibovespa é um investimento especulativo, de compra e venda em tempo real (oportunidades). Não é bem assim que funciona na PREVI. Por exemplo: Ela tem muitas ações do BB (compra impositiva) e dificilmente vai desfazer-se dessas ações.
O que tento explicar é que seria muito mais rentável para o fundo um contrato de risco com uma dessas empresas que conhecem o mercando profundamente. (Eles jamais entrariam para perder no comércio de ações. Eles têm TINO administrativo).

Ari Zanella disse...

Um assunto RECORRENTE:

Toda vez que for RENOVAR ou fazer um ES, faça-o nos últimos dias do mês (do dia 21 até o dia 30).

O sistema prevê o crédito para DOIS DIAS DEPOIS (MÍNIMO) OU MAIS DE DOIS DIAS.

Então MARQUE o dia do CRÉDITO para o PRIMEIRO, ou SEGUNDO ETC. dia útil do MÊS SEGUINTE.

NAQUELE MÊS EM QUE VOCÊ MARCOU O CRÉDITO NÃO HAVERÁ COBRANÇA DA PRESTAÇÃO.

EXEMPLO (Meu caso atual)

FIZ O EMPRÉSTIMO DIA 21.01.2017

PARA CRÉDITO DIA 01.02.2017

DATA DO PRIMEIRO DÉBITO: 20.03.2017

(EM FEVEREIRO NÃO TEREI DÉBITO DE 1.928,00)

Anônimo disse...

Ari,

O Prezado de 12:15 acima diz: "... pelo fato de o BB achar que a Previ é sua subsidiária, quando , na verdade, NAO É".

Se não estou recebendo dividendos da PREVI e o Bebegulo sim, há bastante tempo, isto quer dizer que o Banco já incorporou, na realidade, aos seus ativos, a carteira PREVI.

simples, assim, com a benção de políticos, diretores de plantão e judiciário moroso em suas ações.

Quem viver, verá!

james

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

Caro Professor Ari, eu te agradeço, enormemente, a referência a mim, no final da postagem, estima que consola-me e compromete-me a servir melhor, mas, hoje, a transfiro, na íntegra, inclusive, com o "boníssimo", ao meu estimado xará que comentou, às 11h.

Grato por tudo e segue um PAZ E BEM!

"Velarei sobre as minhas ovelhas, diz o Senhor; chamarei um pastor que as conduza e serei o seu Deus." (Ez 34,11.23-24)
Na Memória de São Francisco de Sales, Bispo e Doutor da Igreja.

Anônimo disse...

Com este IBOVESPA EM 65.973 não tem nada promissor prá nós não?

Agora é forme mesmo. E cobradoe enfileirados na minha porta. Não seise vou supoetar.

Anônimo disse...

Por conta de mudanças no fluxo financeiro, na prática, o Fundo se confunde com o patrocinador e vice-versa.

Anônimo disse...

Prezado Prof. Ari!

Em outubro, minha margem para renovar o ES era de +-400,00 e poderia renovar somente 30.000,00. Em novembro, fiz ES finimob e a prestação da CARIM baixou 1.232,12, a margem do ES aumentou para +- 1.600,00 e o valor do ES passou para cerca de 120.000,00. Meu aumento líquido do benefício, após os descontos,é de 500,00.Assim como o o ES Finimob aumentou a margem no mesmo valor que diminuiu a prestação, deduzi que os 500,00 de aumento me dariam margem em torno de 2.100,00. Mas não foi o que aconteceu Hoje, só posso renovar 129.000,00 e a margem aumento para apenas 1.776,00. Meu limite é de 160.000,00 e devo 141.285,47.
Diante disso, parti para simular a renegociação e para minha surpresa,li na tela a seguinte informação: "você pode renovar/contratar o ES. Leve-me para tela de renovação do ES Rotativo".Sera que há erro no cálculo? Prefiro perguntar a voce, que nos trata com atenção e cordialidade.

Desde já agradeço.
um abraço!

Anônimo disse...

QUEM DERA ELES GOSTASSEM DOS APOSENTADOS...

PENSAR QUE HOJE É DIA DO APOSENTADO E O QUE COMEMORAR?

SOU MUITO GRATO A DEUS PELO AMOR QUE TEM POR NÓS, PORQUE OS DIRIGENTES...


NEM AQUELA COISA LÁ PODE NOS SEPARAR DO AMOR DE DEUS

Anônimo disse...

16/01/2017
Você acaba de se aposentar? Veja como garantir o crédito de seu benefício da forma adequada
A Livre Opção Bancária é um procedimento indispensável para que os créditos dos benefícios sejam efetuados em conta corrente.

Os participantes que se aposentaram recentemente devem ficar atentos quanto à manifestação de interesse pela Livre Opção Bancária. Esse procedimento é essencial para que os créditos dos benefícios sejam efetuados diretamente em conta corrente, evitando que fiquem retidos em contas de registro, sem acesso pelo associado.

A adesão/assinatura do "Termo de Livre Opção Bancária" é uma manifestação de natureza espontânea, que não pode ser realizada de forma automatizada pelos bancos, em obediência à resolução 3.402 do Bacen. O processo pode ser feito de forma digital (canais de autoatendimento) ou presencialmente nas agências do BB, e se faz necessário para esses participantes em função da recente alteração das fontes pagadoras, de Banco do Brasil para a PREVI.

Veja como realizar a Livre Opção Bancária nos canais eletrônicos disponibilizados pelo BB:

Celular:

Menu > Conta Corrente > Livre Opção Bancária > Selecionar empregador e escolher a forma de recebimento (conta corrente ou poupança) > Informar o número da agência e conta corrente e confirmar.

Internet:

Menu > Conta Corrente > Conta Salário > Livre Opção Bancária > Selecionar o empregador e escolher a forma de recebimento (conta corrente ou poupança) > Informar o número da agência e conta corrente e confirmar.

TAA:

Menu > Conta Corrente e Consultas > Livre Opção Bancária > Selecionar empregador e escolher a forma de recebimento (conta corrente ou poupança) > Informar o número da agência e conta corrente e confirmar.

Cabe ressaltar que, caso o participante não consiga visualizar a PREVI como opção de fonte pagadora de seu benefício, é recomendado que o associado procure a sua agência de relacionamento para assinar o “Termo de Livre Opção Bancária”.

Fonte:http://www.previ.com.br/menu-auxiliar/noticias-e-publicacoes/noticias/detalhes-da-noticia/voce-acaba-de-se-aposentar-veja-como-garantir-o-credito-de-seu-beneficio-da-forma-adequada.htm?


A LIVRE OPÇÃO BANCÁRIA PRECISA SER LIBERTA. SÓ UM BANCO? QUAL É A OPÇÃO ENTÃO CARA PÁLIDA?

Anônimo disse...

PLP 268 JÁ !!!!!

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Caso a pessoa faça o crédito entre os dias 01 até 19 do mês, pode ou não "ser cobrada" a parcela. No entanto, se a cobrança ocorrer, a PREVI devolve no próprio dia 20. Digo isso porque fiz um novo ES no dia 02/DEZEMBRO/2016, com crédito no dia 06/DEZEMBRO/16, sendo "cobrada" a prestação na FOPAG de DEZEMBRO/16 e no mesmo dia, logo no início da manhã, "foi devolvida/creditada" a parcela. Isso, desde "tempos imemoriais" é
"dessa forma". Está Lei.

Anônimo disse...

24/01/2017 19:00

A opção é aquela de manter o crédito somente na conta-salário e determinar a transferência do saldo para outra instituição financeira.

Como o colega mesmo frisou, trata-se de "livre opção bancária".

Anônimo disse...

Professor Ari,
Gostaria de compartilhar com os colegas uma questão que descobri hoje.
Quando alguém é traído pelo advogado que contratou, existe a penalidade denominada PATROCÍNIO INFIEL.
Obviamente não é uma coisa muito divulgada pelo motivo de só advogados poderem ser réus

VENDENDO A CPFL disse...

A PREVI noticia hoje, 24/1/2017 em seu site a liquidação da venda de 201.198.330 ações da CPFL a R$ 25,51 por ação, ganhando R$ 5,133 bilhões, para reduzir o deficit apurado desde 2015...

Compradora é chinesa estatal "State Gride" que atende 88% de chineses (+de 1 bilhão e 300 milhões de clientes!!!).

A PREVI ainda possui algumas ações da CPFL que serão vendidas na segunda parte, em Leilão, e serão corrigidas pela taxa Selic, alem do valor atual de R$ 25,51, esperando outros R$ 2,367 bilhões, fechando o negócio em R$ 7,5 BILHÕES, com um ganha real estimado em mais de R$ 2,9 bilhões sobre o valor contabilizado no balanço de 2015.

Ari Zanella disse...

Ao colega das 17:54

Não sei dar-te uma resposta segura. Nunca fiz Finimob, por isso, não sei como interage na MC do ES.
Quem poderia te ajudar com mais conhecimento é o amigo Gilvan. Se tu puderes mandar um email para ele, com certeza te dirá algo mais concreto.

tesouraria@anaplab.com.br

Anônimo disse...

Professor Ari,

Lamentavelmente quer nos parecer que o titulo do presente artigo eh equivocado....Neste sentido, sustentamos que a renda variavel eh de apenas UM GUME. Assim, a forma piramidal dos graficos de Petrobras e Vale na Bolsa Nasdaq indica planejamento; igualmente, os economistas sustentam que a Bolsa de Valores nao cria riquezas....Entretanto, a Bolsa eh maquina de fazer fortunas....Como estas duas assertivas aparentemente antagonicas, mas verdadeiras, se explicam? Naturalmente, alguem eh o perdedor. Em outros termos, a Bolsa eh apenas + 1 jogo de SOMA ZERO......

Trader anonimo

Carlos-Rio Pardo(RS) disse...

Sr. Ari, tudo bem?
Como relataram alguns colegas, realmente podemos tirar o empréstimo B, mesmo tendo tirado o A a poucos dias.
Será que meu raciocínio está certo? No B, minha prestação é algo em torno de 180,00.
Hoje me sobraria uns R$ 2.000,00. Penso ser indiferente solicitar hoje ou quando rodar a próxima folha em fevereiro, pois se posso tirar hoje mesmo com a margem zerada, por tratar-se de renegociação com troco, mesmo caso do SR, ficaria disponível todo mês????? Será que procede????
Já penso pra frente e talvez possa vir uma correção do IR em fevereiro.
Abr
Carlos

Anônimo disse...

Por favor alguém me ajude: O que é ES Finimob....?????

Anônimo disse...

"PREVI" - HOMENAGEM A VOCÊ QUE CONTA COM A PREVI, PARA FICAR NA ATIVA. "Quer mmanguá deu" - Alguém entendeu algume coisa.

Anônimo disse...

- Continuar trabalhando para completar a aposentadoria para não passar fome.

Anônimo disse...

Colegas,

NÃO QUERO O BANCO DO BRASIL S.A. FORA DA PREVI POIS FUI OBRIGADO A ME 'ASSOCIAR' AO FUNDO, POR FORÇA DE CONTRATO DE TRABALHO.

CONTRIBUO A MAIS DE 50( CINQUENTA ) ANOS E QUERO QUE O BANCO DO BRASIL O FAÇA ENQUANTO EM VIVER, ENQUANTO MINHA VIUVA ESTIVER VIVA E TODOS OS DO PLANO 1.

É OBRIGATÓRIO QUE O BB FAÇA PARTE E QUE DEVOLVA OS 7.5 BILHOES INDEVIDAMENTE RETIRADOS AO AMPARO DE UMA RESOLUÇÃO N 26.

ASSIM PENSO.

Anônimo disse...

Prezado Porf. Ari, sou o anônimo das 17:54, grata pela resposta. Enviarei o email para o Sr. Gilvan.

Tenha um bom dia!

Anônimo disse...

Colega de 25/01/2017 09:07

ES Finimob é um empréstimo simples destinado exclusivamente à quitação do empréstimo imobiliário (CARIM).

Mais detalhes em:

http://www.previ.com.br/revista/edicao/indice-detalhes-510.htm

Anônimo disse...

A questão é exercer de fato o papel de patrocinador. Do jeito que tá, patrocinador de direito e patrocinado de fato, é melhor se "retirá".

Anônimo disse...

DIA DO APOSENTADO.
HOMENAGEM SELETIVA. PARECE MARKETING DE PLANO DE PREVIDENCIA.
A previ só homenageia aviadores, escritores, alpinistas, trilheiros, mergulhadores ?
Cadê a homenagem àquela parte dos aposentados, os "com teto", os da parcela previ, os "fregueses do ES" ?
Não que não seja merecida a homenagem aos destacados.
O comentário de hoje às 9.16 hs é sem dúvida brilhante.

Anônimo disse...

Acho que a PREVI está com inconsistências no calculo das margens para empréstimos.
Para emprestimos e financiamentos a lei 13183 diz que deve-se calcular a MC de 30% para empréstimos deduzindo da RENDA BRUTA as consignações obrigatórias ou seja Imposto de Renda, Pensão Judicial,
Contribuição ao Fundo e emprestimos(se houver) e aì aplicar os 30%.
Só que a PREVI vem somando as duas "consignações" as obrigatórias e as facultativas, apresentando MC menor ou negativa no quadro EMPRESTIMO SIMPLES. a MC maior ou positiva aparece no contracheque.
Esclarecimentos -concordância ou discordância- são benvindos, Professor Ari.

sss disse...

Se a valorização do Real fere as exportações e mata as industrias brasileira, a desvalorização dele mata o trabalhador de maneira mais dolorosa. A desvalorização do Real mata o trabalhador em todos os seguimentos, principalmente físico. Sim, pois à medida que acontece a desvalorização estes trabalhadores são feridos de maneira letal por perderem o poder de compra, principalmente remédios. Aí vêm os AVCs, os Enfartos, as Tromboses, as complicações provocadas pelos Diabetes. A alimentação farta para poucos e quase nada para à maioria.
Por fim, é altamente conivente dizer que o trabalhador não ganha em dólar, é em Real mesmo e proteção só existe para os Empresários. É essencial que protejamos nosso Sistema Financeceiro sem esquecermos que quem faz solidez desse Sistema ainda é o trabalhador...

Anônimo disse...

A foto que ilustra a mensagem do DIA DO APOSENTADO, deve ter sido tirada lá no céu, dos velhinhos que já partiram. Aqui na terra a coisa está bem diferente

Anônimo disse...

EMPRÉSTIMOS SIMPLES

Dirimindo dúvidas:


Se você tiver renegociado um empréstimo, ficará impedido de tirar o segund0, caso não tenha feito a renegociação, então poder-se-á tirar a segunda linha, desde que tenha margem consignável para empréstimos simples que não é nem a de 30% nem a de 40% do contracheque, inobstante possa a margem consignável para empréstimos simples ser igual à de 30% do contracheque.

MARGEM CONSIGNÁVEL PARA EMPRÉSTIMOS SIMPLES - que não está no contracheque:
PROVENTOS BRUTOS -(menos imposto de renda, contribuições à Previ, verbas judiciais, todos os seguros = Capec e particulares, todos os outros empréstimos de terceiros), do resultado x 30% e subtrai o empréstimo simples.
Exemplo: caso o resultado seja R$2.000,00 e você deva R$1.500,00 de empréstimo simples, então terá uma margem de R$500,00 para contratar o segundo empréstimo simples desde que não tenha renegociado o primeiro, ou renovar o primeiro, de tal modo que a parcela mensal fique em no máximo R$2.000,00
No meu caso retirando todos os seguros da folha, como resultado a margem consignável para empréstimo simples foi exatamente igual à margem de 30% do contracheque
Leiam as instruções no link abaixo do sitio da Previ:

http://www.previ.com.br/solucoes-para-voce/emprestimo-simples/conheca-o-produto/modalidades/

Participantes do Plano 1
ES Rotativo

"ES A" e "ES B"

Crédito pessoal para pagamento em até 120 prestações com carência de 6 (seis) prestações mensais e pagas para renovação e limite de crédito de R$ 160 mil.

ES Renegociação

Visa repactuar o(s) contrato(s) de empréstimo simples do mutuário no intuito de reduzir o valor da prestação atual, respeitado o limite de prestações determinadas nas instruções para concessão de empréstimos.

Condições e características do ES Renegociação

Não será cobrada taxa de administração e IOF uma vez que não se trata de uma nova contratação.
Não será observada a margem consignável e reserva líquida pessoal do mutuário, pois não haverá alteração do saldo devedor.
A prestação será calculada no momento da renegociação e cobrada a partir do mês subsequente.
A taxa de FQM será alterada ao longo do contrato de acordo com a idade do mutuário.
O valor da prestação será calculado considerando o saldo devedor no momento da concessão e o prazo máximo da linha de crédito de acordo com a idade do mutuário.
A contratação da operação do ES Renegociação não será passível de cancelamento.
Será necessário cumprir o prazo de carência de 6 (seis) prestações pagas após a renegociação para renegociar novamente.
Será necessário cumprir o prazo de carência de 6 (seis) prestações pagas após a renegociação para renovar a operação com a contratação de ES Rotativo, mesmo que possua margem consignável disponível.
Só será permitida a contratação de novo empréstimo após a liquidação do ES Rotativo renegociado, mesmo que possua margem consignável disponível.

Espero ter ajudado.

Muitas vezes o que nos falta é uma sábia leitura das instruções, pois somos preguiçosos e esta regrinha vale para mim também.
Espero ter ajudado.
Abs.

Anônimo disse...

Ao anônimo 25/01/2017 11:28

Por se tratar de empréstimo com regulamentação própria, sua margem é definida pelo credor, devendo, contudo, sujeitar-se no final à margem consignável apresentada no contracheque, que é estabelecida em lei.

Então podemos ter margem no ES, mas impedimento de contratação por inexistência de margem consignável.

E, por outro lado, é possível a existência de margem consignável no contracheque mas inexistência de limite no ES, o que também impede a contratação.

Enfim, esses dois limites tem base de cálculo diferentes.

É o que penso e s.m.j.

DUDA disse...

-Acho que a prestação do FINIMOB,como toda vida não influenciou a minha margem consignável, não deveria impactar, pois foi um empréstimo para beneiciar a própria PREVI, liquidando o empréastimo imobiliário. QUE ACHAM VOCÊS.

Anônimo disse...

Será q não existe a figura do patrocinador infiel ?

Anônimo disse...

Colega DUDA (25/01/2017 14:59)

Em face da liberação do imóvel hipotecado, fica claro que o próprio devedor seria o principal beneficiado e não a credora.

Anônimo disse...


Sou absolutamente contrário a terceirizar a administração financeira dos recursos do Plano 1.
Custo: Esses administradores cobram uma comissão que pode chegar a 2 % a.a. É muito dinheiro a título de comissão.
Eficácia,eficiência e efetividade. Muitos imaginam que o mercado financeiro seja complexo e que existam profissionais preparados para obter o máximo de resultado.
Não é bem assim. Não é matemática. A economia não é uma ciência exata. Nas planilhas tudo é possível, na vida real não.
Foram esses eudesados profissionais do mercado, com planilhas recheadas de números irreais, que geraram a tal da crise do SUB-prime americano em 2008, com o negativo reflexo na economia mundial. Os ditos expert do mercado estavam mais interessados era no próprio bolso.
O nosso pessoal, aqui denominados a universalidade de funcionários do BB, aposentados ou não, é muito qualificado. Respeito opiniões contrárias mas com elas não concordo.
Lembro-me das críticas que a Previ sofreu quando entrou na privatização da Vale e de outras estatais. Hoje, analisando retroativamente, o acerto foi imenso. Ocorreram maus negócios? Claro que sim. Ninguém é infalível. Hoje só os dividendos dessas empresas são significativas.
Finalizando, a taxa de juros da renda fixa vai ser muito reduzida. É preciso calibrar bem essa migração da renda variável para renda fixa. O cálculo atuarial de desembolsos futuros com o pagamento mensal das nossas aposentadorias vai ser a nossa bússola.
Obrigado colegas.

Anônimo disse...

Concordo com você Duda!

Anônimo disse...

Tenho procurado abordar o tema "fundos" (sempre no bom sentido), mas alguns parecem sempre querer levar para o buraco da maldade. Mesmo que, em certas circunstâncias o buraco possa ser fundo, sempre melhor não confundir.

Abaixo está um trecho da mensagem enviada pela Empiricus sobre aplicar nos fundos dos russos (no bom sentido). Fundo por fundo, fico preocupado com o rumo da prosa, pq sempre parecem que estão querendo mexer com os fundos de alguém. Depois então do post do Divany das 7 X 1 Lagoas, onde menciona os fundos dos amigos, como dizia o Filósofo Raimundin: Embostiou o sistema


"Que tal uma fatia da sua aposentadoria no exterior? Pode? Sim. O Banco Central percebeu que a diversificação é valiosa para o dinheiro de longo prazo e autorizou por meio da Resolução 4.444 que até 10 por cento do patrimônio esteja sujeito à variação cambial".

Anônimo disse...

Por que a Previ só homenageou aposentados atletas, desportistas, maratonistas? Por que ela nada falou sobre os verdadeiros heróis, nós, que, inobstante o mísero beneficio e menos o BET que ela nos tirou, insistimos em continuar vivendo?
É muita hipocrisia!

Abraços

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Ao Anonimo do dia 25/01 as 16:30H.

Você acha que o Banco do Brasil, corretoras não cobram taxa de administração e comissão para aplicar os recursos da Previ?
É logico que cobram!

Anônimo disse...

Acho que a PREVI se esmera, quando é para PREJUDICAR o "assistido".1) Primeiro, colocaram o financiamento imobiliário dentro do limite de 30% do comprometimento de renda. Note que nem a Caixa Econômica Federal faz isto, por se tratar de MORADIA e não simples endividamento( não creio que a tal lei 13 mil e alguma coisa considere financiamentos imobiliários). Acho que foram mais realistas que o rei). Meu limite de R$ 142.000,00 e 240 parcelas de R$ 1.282,00 para comprar uma casa (infelizmente a dona não providenciou a documentação em tempo hábil) se transformou em R$ ZERO, e 336 parcelas de R$ ZERO. Eu aguardava, também, o aumento do prazo para ter uma prestação menor.
2) Agora, de repente, passaram a considerar o E.S. Finimob TAMBÉM dentro da margem de 30% - fato que NUNCA ocorreu - inviabilizando a contratação do Empréstimo Simples para a grande maioria dos associados que precisam.
Já não sei o que fazer.
E tome Marcel, Marcel, Marcel, porque os aposentados não se deslocam para votar, e o pessoal da ativa elege quem faz mais propaganda...rs.
QUE MERDA !!!!

Nascimento.

Anônimo disse...

Anonimo das 16:30,

Deixar parte do capital aplicado em renda variavel (Bolsa) eh deixar parte do capital aplicado em liquidez secundaria....A liquidez secundaria eh um ARTEFATO injusto, ilegitimo e imperfeito: significa deixar parte do capital numa multiplicacao em que o fator de multiplicacao eh ZERO...Por outro lado, deixar parte do capital aplicado em renda fixa significa deixar parte do capital aplicado em liquidez principal (moeda); logo, a diferenca eh significativa...No caso da Vale esta empresa atingiu US $ 33 / ADR em 2010; depois caiu por cinco anos consecutivos...nos ultimos 12 meses valorizou algo como 500% em dolares e estah sendo cotada em quase US$ 11 / ADR....eh bonito isto?

Anônimo disse...

Falando em taxas de administração de recursos da Previ, a pergunta.
a BBDTVM administra parte desses recursos ? Cobra por isso ? Quanto cobra ? 2%, 3% ou 4% ?

Anônimo disse...





Também sou contra terceirizar os nossos recursos. Só de pensar no Madoff, Eike Batista, Banco Santos, fazenda boi gordo, e um
monte de corretoras montadas para dar golpes me deixa assustado.
O casamento da ambição com a incompetência é mortal.
O colega das 09,34 está certo. A Previ precisa divulgar as comissões pagas. Para quem tem muita grana uma comissão de 0,3% a.a está de bom tamanho.

Anônimo disse...

"E que esses 20% fossem administrados por uma corretora/consultora do tipo da Empiricus (estes conhecem o mercado a fundo)."
VC TEM CERTEZA QUE ESSE PESSOAL DA EMPIRICUS É MELHOR QUE OS TÉCNICOS DA PREVI????
Leia:
https://verios.com.br/blog/de-r-1-500-a-r-227-000-o-que-aconteceu-quando-assinei-a-empiricus/

Anônimo disse...

Com certeza! Esse post ai que vc colocou é de um concorrente deles, a pessoa nem assina.. dá uma olhada na equipe deles --> https://www.empiricus.com.br/analistas/ . Assino alguns produtos deles, esse de Renda Fixa; é ANIMAL!