BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

PREVI NÃO É PREVIDÊNCIA PÚBLICA

    Volta e meia recebo comentários (descarto-os sempre sem publicar) a respeito de atitudes que a nossa EFPC deveria tomar reajustando as aposentadorias mais baixas em vez de elevar os padrões daqueles que estão no topo. Ora, a PREVI não é o INSS. Neste, há políticas públicas voltadas para a elevação do salário mínimo e devia haver igualmente um esforço para podar, ou até coibir os salários que ultrapassem os ditames constitucionais.
     Num fundo de pensão, quer seja público ou privado, as regras não são as mesmas. Os benefícios aqui são concedidos de acordo com as reservas matemáticas de cada um, isso implica que uns contribuíram com mais, outros com menos, de acordo com seus proventos na ativa. Uma vez trocada a reserva matemática pelo benefício mensal, não se pode mais mexer no benefício, a não ser corrigi-los pelos índices inflacionários. Faz parte da regra do jogo.
    Normas e regras à parte, há sim, legalmente falando, uma maneira de reajustar os benefícios. Falo do capítulo 20 da Lei Complementar 109/2001 que diz:
Art. 20 - O resultado superavitário dos planos de benefícios das entidades fechadas, ao final do exercício, satisfeitas as exigências regulamentares relativas aos mencionados planos, será destinada à constituição da reserva de contingência, para garantia de benefícios, até o limite de vinte e cinco por cento das reservas matemáticas.
§ 2º A não utilização da reserva especial por três exercícios consecutivos determinará a revisão obrigatória do plano de benefícios da entidade.
    Este parágrafo segundo do artigo 20 foi astutamente deturpado na essência, através do patrocinador que, por debaixo dos panos, conseguiu com que dirigentes da nação aprovassem nas vésperas da distribuição de superávit, a odiada resolução CNPC 26 que transformou o patrocinador (BB) em beneficiário do fundo de pensão, uma aberração universal "nunca dantes vista na história desse país", no linguajar do cidadão mais chegado à corrupção posto que hoje é investigado mundo afora. E os carrascos de velhinhos trambiqueiros, senadores como José Barroso Pimentel e deputados como Ricardo Berzoini que, dentre outros ousaram desafiar uma LEI COMPLEMENTAR para extirpar para sempre a ÚNICA POSSIBILIDADE de reajustar os benefícios de uma EFPC acima da inflação.
    Portanto, o mal que este pessoal do PT e do PMDB, todos aliados a partidos hoje investigados na Lava Jato (PSDB também não escapa) fez à nossa entidade fechada de previdência é grande demais. Praticaram a maior injustiça social a uma classe de bancários que deu o seu melhor durante o período laboral. O motivo é que nosso fundo é rico, isto desperta a cobiça.

 "O AMOR ÀS RIQUEZAS É A RAIZ DE TODOS OS MALES" (1 Timóteo 6:10)

112 comentários:

HELENO PINTO NOBRE disse...


HELENO PINTO NOBRE JAMAIS ANÔNIMO : EX+MATRICULA : 3.984.740--3
BOM DIA PREZADO ARI ZANELA SOMENTE UMA PERGUNTA ;.ESTA MUITO DIFICÍL NOS COMUNICARMOS COM A TAL DA PREVI ; QUANDO SERÁ QUE OS CARAS VÃO NOS FALAR A RESPEITO DO NOSSO AUMENTO PORCARIA QUE VIRÁ ? ESTOU PREOCUPADO E AGONIADO . ENRROLÕES
COMO SEMPRE EU RÁPIDO E RASTEIRO .
EX+MATRICULA : 3.984.740-3 JAMAIS ANÔNIMO : HELENO PINTO NOBRE
O TAL DO ATENDIMENTO DA PREVI É UMA VERDADEIRA PORCARIA INFELIZMENTE NÓS SEMPRE FERRADOS COMO SEMPRE .
OBRIGADO SE PUDERES DAR ALGUMA INFORMAÇÃO OU LUZ .

Anônimo disse...

Caro professor Ari Zanella,

Até parece piada falar em CONTRIBUIÇÃO, pois os ESTATUTÁRIOS recebem escandalosas cifras de aposentadoria sem ter CONTRIBUIDO REGIAMENTE PARA TANTO.

SE ESTOU ENGANADO, POR FAVOR ME EXPLIQUE QUAL A VERSÃO VERDADEIRA, JÁ QUE OUÇO A MIUDE QUE NUNCA CONTRIBUIRAM PARA OS vergonhosos, indecentes RECEBIMENTOS como APOSENTADOS ESTATUTÁRIOS.

Ouço também, que dessa elite ultra privilegiada faz parte um considerável numero de funcionários, que atuaram e atuam hoje na direção da Previ.
É verdade?

Se for verdade, de que adianta a Lei, se uma complementar tem muito mais força para os apaniguados.

Cordiais saudações de um bem velhinho trambiqueiro.

Blog do Ed disse...

Estimado Mestre Ari
Grande texto. Previdência e Assistência Social, ambas, são Seguridade Social. São obrigações do Estado Grande, do Estado Social. Previdência Social não é Assistência Social. Assistência Social é obrigação do Estado de sustentar o cidadão em estado de miséria, incapacitado que não tem nem teve a mínima condição de CONTRIBUIR para a formação do patrimônio público, para o ERÁRIO (dinheiro, recursos do Estado). Previdência Social é poupança do trabalhador (empregado ou qualquer cidadão, autônomo ou da livre iniciativa,etc). Ele faz a poupança no período ativo, isto é, quando hígido, e saca periodicamente quando incapacitado (por doença, acidente ou velhice). Tanto na Previdência Social básica (a do INSS) quanto na Previdência Social Privada (EPC), saca-se o que se depositou. Esse é o princípio constitucional. A Previdència Social Básica constitucionalmente tem o seu orçamento separado, exatamente para isso, para que haja EQUILÍBRIO ENTRE CONTRIBUIÇÃO E BENEFÍCIO, entre CONTRIBUIÇÃO E SAQUE.Os governos, inclusive os governos militares, é que fizeram uma lambança generalizada, provocando o desgoverno da previdência social no Brasil. A Previdência Social BÁSICA têm o SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO que é o valor máximo sobre o qual incide a taxa de contribuição e é também o valor máximo do benefício da aposentadoria na PREVIDÊNCIA SOCIAL BÁSICA.
A Previdência Social é obrigação CONTRATUAL do cidadão com o Estado, diretamente (Previdência Social Básica) ou indiretamente (Previdência Social Complementar: contrato privado entre cidadão e EPC). Aquele contrato obrigatório, este facultativo. Assistência Social é obrigação GRACIOSA, nos estritos limites da dignidade do indivíduo humano e das possibilidades do Estado.
É assim que entendo a Constituição e os Mestres do assunto. Os colegas que me esclareçam os equívocos.
Edgardo Amorim Rego

Julita disse...

Bom dia, professor Ari!
Uma vergonha a Previ pagar 60/0 para as pensionistas !
Que vergonha,Previ!

Ari Zanella disse...

Caro Heleno,

O índice oficial (INPC do IBGE) será divulgado amanhã. Acalme-se meu irmão. Amanhã saberemos de quanto será o nosso "aumento".

Anônimo disse...

Sr Ari,

Só por curiosidade:

Ministro da justiça advogado de empresa do PCC?

Por que o ministro se cala sobre as letras mágicas PCC? As respostas
Claudio Tognolli
Yahoo Notícias
Foi manchetado na Folha de S. Paulo a 23 de maio de 2014:
O deputado estadual Luiz Moura (PT) participou de uma reunião, em março deste ano, em que estavam presentes ao menos 13 integrantes da facção criminosa PCC, de acordo com informações obtidas pela Folha com a cúpula da polícia.
Moura é aliado do secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto (PT).
A Transcooper tem permissão da prefeitura para explorar linhas de ônibus em três áreas da cidade.
O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, aparece no Tribunal de Justiça de São Paulo como advogado em pelo menos 123 processos na área civil da Transcooper. A cooperativa é uma das cinco associações e empresas citadas em investigação que apura suposta formação de quadrilha e lavagem de dinheiro do Primeiro Comando da Capital (PCC
Até esta quinta-feira, 8, Moraes permanecia no site do TJ como defensor da cooperativaSão apenas indicativos de porque, talvez, o ministro da Justiça tenha evitado empregar as três letrinhas PCC, em suas entrevistas após o massacre do dia 1/1/17. São apenas indicativos de porque, talvez, o hoje ministro Moraes, tenha preferido mentir, no frigir dos ovos, referindo que tudo não passa de “acerto interno de contas”.

Estamos fritos...

Anônimo disse...

Seja qual for o índice de reajuste desse ano, no próximo ano estarei recebendo menos que um salário mínimo pela Previ, e se nesse período eu morrer minha esposa desfrutará de fartos R$ 600,00.

Anônimo disse...

Ao Carlos de Rio Pardo

Estou me referindo ao cálculo da margem consignável de 30%.
No meu caso específico, eu tenho a Crediscoop e a Previ, está incluindo a prestação da Crediscoop (somando com Cassi, I. Renda,etc) para depois incidir os 30%. Do resultado, ela abate o empréstimo simples, para achar a margem, que consta na aba de empréstimo. Os empréstimos de terceiros, não deveriam ser somados com os obrigatórios. Vc está entendendo?

Abs.

Anônimo disse...

Sr. Ari

O problema todo está na facção canalha dos congressistas, alguns já presos , outros indiciados, outros réus, outros esperando pela hora de ir para a cadeia da República de Curitiba.

Uma vez sanada a vergonhosa administração federal, talvez tenhamos TRANSPARENCIA, nos números das entidades governamentais e adjacentes.

nas próximas eleições não devemos votar em ninguém que já foi eleito ou está em cargo eletivo nesta legislatura.

Devemos expulsar pelo voto essa CAMBADA, que nunca foi BANCADA, deste ou daquele partido que sempre realizam ações em benefício próprio.

Que o Senhor Deus nos ajude a pensar corretamente na hora de votar nas próximas eleições.

Chega de promessas, inclusive aquelas que transformariam BET e BEP, e outras oferecidas em campanha. CHEGA DE MENTIRAS!

Infelizmente um dia vai rolar sangue em nossas ruas e muitos inocentes estarão entre as vitimas dessas atrozes e maquiavélicas leis complementares, operadas por delirantes figuras do parlamento e do executivo comprometidos operações criminosas em lava jato.




Anônimo disse...

Sim, amanha sera publicado o inpc de dezembro então saberemos o indice de reajuste, acredito que não passe de 6,5% o reajuste.

Anônimo disse...

Acredito que ninguem recebe menos do qua a parcela PREVI, E ELA É MAIOR DO QUE O SALARIO MINIMO.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Gostaria de agradecer aos colegas que estão ajudando uns aos outros tentando elucidar o cálculo da margem consignável, já que é uma fórmula para os 30% do contracheque e outra fórmula para os 30% que constam no auto atendimento do site.
Com base no comentário do anônimo das 12:39hs de 10.01.17, consegui finalmente chegar ao cálculo da margem que aparece no auto atendimento da Previ.
Nota: Entra junto na margem do auto atendimento a capec.
Peguei o total do benefício, inss+previ. Decresci alfachas,crediscoop,capec, ontribuição para a previ, cassi, cassi de 1% e IR. Calcula-se 30% desse resultado.
Daí reduz-se a prestação do ES e chega-se na margem informada. A capec então não foi deduzida, a menos que seja após fazer a contratação, na tela seguinte.
Abr e obrigado a todos.....
Carlos

Anônimo disse...

A parcela previ em outubro era 3.100,00. Eu ganho 2500,00 da previ e deve ter gente ganhando muito menos.

Anônimo disse...

13.13,

Não recebe hoje, o amanhã é que é o barato.

Anônimo disse...

Carlos de Rio Pardo e demais colegas,

Após algumas mensagens para a Previ,eu ficava mais ainda com dúvidas, por queeles não explicam direito.

Veja bem. Liguei hoje para a Previ e a atendente me explicou o seguinte. Haverá 02 cálculos para os 30%, o do contracheque e o outro para o autoatendimento do empréstimo simples.
acha-se
A diferença primordial é que para o cálculo dos 30% do contracheque, os débitos de Cooperforte, Crediscoop, empréstimos simples Previ, etc, ficarão por fora, ou seja:

(Rendimentos Totais) - (I.renda, Previ contrib, Cassi) = X
X x 30% = Rendimentos disponíveis
Sobre esses Rendimentos disponíveis, incidirão empréstimos de terceiros, Capec e empréstimo da Previ, para se achar a margem.

Já para o cálculo do autoatendimento do E. Simples, os empréstimos de terceiros são incluídos (somados aos obrigatórios) e depois se calcula os 30%, para achar a margem para tirar empréstimos.

Bem, foi isso que a atendente me explicou.

Anônimo disse...

A Parcela PREVI é reajustada sempre em SETEMBRO de cada ano.
Desde 01/09/2016 seu valor é de R$ 3.210,23.

Por ocasião dos meses que recebiamos o BET, NINGUEM recebia menos que a parcela PREVI!, logo: recebiam o Valor da PP (ou um pouco mais)

Acabou-se o BET, o valor do MENOR Beneficio pago pela PREVI está em 40% da PP
(R$ 1.284,09).....ou 40% do Salario Real de Beneficio !

QUANTOS PARTICIPANTES RECEBEM ESSA MERRECA ???
hEIN, previ ? Favor divulgar

Anônimo disse...

Como pode? Uma EFPC que está deficitária e que que tem uma entidade patrocinadora mergulhada em sérios apuros financeiros, mas que antecipa a primeira parcela do décimo terceiro salário.
Agora, vamos para outra situação: Uma outra EFPC deficitária, mas que alardeia que está com a situação financeira controlada, que os ventos da prosperidade começam a afugentar o fantasma da crise e, no entanto, a cada dia que passa não apresenta sequer uma perspectiva de melhoria para tirar da penúria seus mal assistidos associados.
Parece clara a situação, embora possa haver pessoas que tentarão justificar o indefensável: estamos assistindo à pior administração de todos os tempos, desde a sua fundação pelos desbravadores funcionários. O que nos resta? Resignarmo-nos? Alienarmo-nos? Ou superarmos o problema com atitudes bem pensadas? Não podemos acreditar que haja problema sem solução, e nós estamos com um Problemão.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
No máximo, até abril de cada ano, a inflação já terá diluido o pifio reajuste de nossos beneficios. E a partir de maio/2017 estaremos na mesma situação aqusitiva de dez.2016. Oh injustiça....///

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Ótimo texto. Conhecemos o problema: resol.26/2008, que usurpou prerrogativas do congresso. E aí: o que fazer...?

Anônimo disse...

nossa correção em janeiro vai ser de 6,70%!!!!

Anônimo disse...

consta no site da Previ
4 - As novas margens consignáveis de 30% e 40% são cumulativas? Ou seja, posso ter 30% do meu benefício consignado com empréstimos e financiamentos e mais 40% de outras consignações?
Não. A margem consignável de 30% representa o valor máximo que pode ser consignado para o desconto de empréstimos e financiamentos em folha de pagamentos, e está inserida na margem consignável de 40%, que representa o total de descontos que podem ser debitados em folha de pagamentos.

5 - Como é feito o cálculo dessas margens?
A apuração das margens consignáveis é feita pela aplicação das alíquotas de 30% ou 40% sobre os rendimentos disponíveis. Os rendimentos disponíveis, por sua vez, são apurados a partir da soma de todos os benefícios percebidos pelo assistido (BB, INSS e PREVI), descontadas as consignações compulsórias de origem legal (imposto de renda, pensão alimentícia e descontos determinados judicialmente) ou contratuais (contribuição para a PREVI).

7 - Caso eu possua consignação de uma entidade externa que ultrapasse em parte minha margem consignável, a mesma será cobrada parcialmente?
Não. Caso exista consignação que ultrapasse em parte quaisquer dos limites (30% ou 40%), a mesma será excluída integralmente da folha de pagamentos.

Conforme esclarecimentos da Previ acima os empréstimos devem se enquadrar nos 30%

Anônimo disse...

Onde está a transparência da Previ??????? Uma coisa tão simples virou a maior confusão porque nenhum dos esclarecimentos são completos e os coitados dos aposentados estão há dias tentando "descobrir" a fórmula correta. É incompetência ou vontade de complicar e manter o suspense?

WILSON LUIZ disse...

BRASIL, SIL, SIL...

O governo federal encaminhou à câmara dos deputados uma proposta de reforma da previdência duríssima, entre outras coisas impõe idade mínima para aposentadoria de 65 anos, e 49 anos de contribuição para ter direito ao benefício integral.

ENQUANTO ISSO, NA ILHA DA FANTASIA...

Foi concedido, via medida provisória, aos auditores federais, um bônus por desempenho, que deverá girar em torno de 35% do salário recebido, extensivo também aos aposentados. APOSENTADO, que já recebe integralmente o alto valor que ganhava na ativa, vai receber bônus PRODUTIVIDADE!!! Qualquer semelhança com o bônus-incompetência recebido por nossos bravos diretores não é mera coincidência.

Isto é que é dividir o custo da crise entre todos.

P.S.
Neste momento, a ação da VALE está com alta de 6,21%, na BOVESPA, pelo fato de a China anunciou que vai reduzir sua produção interna de minério de ferro.

Anônimo disse...

Até o presente NINGUÉM me deu uma explicação convincente de como é calculado a MC de 30% que consta no espelho da Previ

Anônimo disse...

Ao anônimo das 17:47

Fiz ontem uma mensagem para a Previ, solicitando explicações como eles encontraram minha margem negativa de 30% que consta no contracheque e se já corresponde à nova margem, pois fiz diversos cálculos e nada....

Responderam-me tudo, menos o que eu gostaria de saber. Parecem um robô.

As explicações no site da Previ, citam as consignações compulsórias e as contratuais (contribuição Previ). A Previ deveria informar quais são as outras contratuais. Essas contratuais são as facultativas? Os empréstimos de terceiros estão inclusos?

Antes era mais fácil encontrar as margens, agora parece que muitos aposentados estão confusos. Os cálculos que já demonstraram aqui, estão diferentes.

sss disse...

Sou desses que ganham a mencinada merreca. Para ser mais preciso, meu benefício bruto é de R$ 1144,52 que, abatidos os devidos descontos, sobram-me aí, uma merreca ainda menor de seiscentos e poucos reais dos quais tiro R$ 350,00 para o aluguel do barraco onde moro, no entorno de Brasília. O testo serve para o meu sustento alimentar, alguns remédios, pagamentos de água e luz, telefone, suporte na criação de uma neta. Ah! Muitos devem está pensando que tenho uma ótima renda por fora. Não, não tenho e também, ainda, não estou aposentado pelo INSS.
Isso é o que se pode dizer: vive aos trancos e barrancos. Fazer o quê?????????????????????????????

sss disse...

Se te serve de consolo, meu caro, atualmente ganho quase isso.

Anônimo disse...

Ao aposentado das 19:11 (10/01/17) - desculpe a pergunta, mas porque seu benefício ficou nesse valor? Pergunto, porque embora os salários não fossem grandes, mas para se chegar ao tempo de se aposentar os benefícios mesmos do escriturário sem comissão ainda na ativa, era maior do que o valor que recebe.

Anônimo disse...

Colegas com dúvida da margem 12/2016:

Demonstramos o cálculo da margem consignável de 30% no espelho dez/2016:

1) Apurar 30% da verba P300: 7.800,00*30% = 2.340,00

2) Subtrair as verbas C560, C603, C615, C622, C635, C640, C753, C800, C815:

+2.340,00 - 1.800,00 - 100,00 - 1.400,00 - 50,00 - 140,00 - 250,00 - 500,00 - 400,00 - 200,00= - 2.400,00

Atenciosamente,

Abs.

Blog do Ed disse...

Viver sempre foi difícil. Quanta dificuldade!
Edgardo Amorim Rego

luiz fernando disse...

Prof Ari, acho que para 2017, resta lutarmos para quem pagou 360 contribuicoes fique isento do pagto. Fato esse, surrado e conhecedor de todos,inclusive a propria PREVI, que beneficiou milhares de colegas com o Renda Certa. Nao custa bater na mesma tecla, vah que, pois se pensarmos o que estah por vir?
aumento de contribuicao da CASSI,
imposto de renda nao corrigido
aumento dos seguros, por faixa etaria
INPC achatado nos ultimos meses do ano, que nos darah no maximo, 7%.

Anônimo disse...

Sr.anônimo das 16:06h, sou o anônimo das 12:33 e recebo a merreca de R$ 1.016,94.

divany Silveira-sete Lagoas-mg disse...



A N A B B; ONDE COLOCAMOS NOSSOS SONHOS !!!!!

MESTRE ARI, COLEGAS; Se pusermos os olhos nas duas postagens
deste Blog,veremos que m/m 80% dos assuntos tratados se referem
a questões salariais numa intensidade de tal ordem que nos deixa
impressionados. Por outro lado, o titular deste espaço sem ter
as qualidades mágicas, atua dentro do que é humano fazer. Perto,
de nós, entretanto, está uma entidade que tem porte de multina -
cional , ostentando 66 diretores regionais e mais 27 conselheiro
além dos senhores diretores.Mas a força desta gigante está no
quadro de associados ,onde ,segundo consta, está na ordem de m/m
100.000 colaboradores.Excetuando algumas obras sociais sem mui -
ta expressão tais como participação em AraçuaiMG em grupo para
distribuição de sopa a carente; apoio para aquisição de veiculo
visando transporte de pessoas carentes em Montes Claros-mg.além
de outras participações de menor expressão.Não poderia continuar
minha peroração sem dizer que o quadro de diretores tem alto ní-
vel de escolaridade e respeitabilidade, sem esquecer que o presi-
dente é altamente qualificado,tendo gabarito para exercer cargos
expressivos no Banco do Brasil ou PREVI. Mas tem um porém, o
presidente da ANABB tem de mostrar o espirito de solidariedade e
público, além do "feeling" que deve ostentar todo homem publico
de sentir o momento de se juntar aos seus semelhantes "botando"
a cara a tapa",como se diz no Norte de Minas,e brigar para con-
seguir melhorar a situação de milhares de aposentados,muitos ,
seguramente, sócios da ANABB. .Assim, faço um convite ao presiden-
te para vir até nós e verá que apesar da dureza do dia-a-dia não
perdemos o humor e temos certeza poderá dar retorno politico a
V.Sa.Presidente,o senhor sabe que a ANABb precisou de nós e a-
gora precisamos dela para corrigir nossos parcos salários.Caro
presidente,pense com carinho nesta exposição que acabou de ver.
Obrigado, pela atençao que vier a dispensar a este relato.

Anônimo disse...

Colega das 16,06.

Será que a Previ divulgaria?
Se, ao menos, recebêssemos o valor de 1 PP, a gente não precisaria ter que continuar trabalhando, ainda que aposentados. Trabalho por que preciso, mesmo estando aposentada.

Anônimo disse...

Cont.:

Na prática, isso significa que, assim como eu, outros colegas continuam trabalhando para que estatutários possam continuar recebendo seus 52 mil/mês sem terem contribuído.

Anônimo disse...

Não precisa ser ministro da justiça para perceber que existe algo de muito errado. Um ganhar um salário mínimo por ter contribuído pouco e o outro 62 mil por não ter contribuído nada para tanto

Viva lá governança modelo

Ari Zanella disse...

Saiu o INPC de dezembro do IBGE 0,14%

Com isso a inflação acumulada pelo INPC em 2016 foi de

6,58% (Seis vírgula cinquenta e oito por cento)

Este será o nosso REAJUSTE em janeiro/17.

Parabéns ao IBGE pela manipulação para baixo.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Sr. Ari,,,,,já era esperado esse super INPC,,,,ainda mais que é o último mês do ano.
Daí se tira 1% do BRUTO para a CASSI,,,,,e se foi tudo. Inclusive a esperança de nova margem consignável foi abalada com esse 1% da Cassi.
Nada contra os 1%,,,,,mas para quem mora em capital ou cidade grande, porque no interior,,,,a maioria dos médicos da Cassi já se descredenciaram.
E o Sr.sabe se esse mês tera reajuste na tabela do IRPF????
O índice do INPC saindo somente hoje vai fazer que nosso contracheque seja processado só lá pelo dia 17....
Abr a todos.
Carlos

Anônimo disse...

Prezado Ari,
A maldita Parcela Previ volta ao assunto. Será possível que aqueles que criaram essa excrescência, não pensaram na dificuldade que imporiam aos aposentados pos 97? Só pensaram em elevar o patrimônio a ser herdado pelo Patrocinador?
Porquê não corrigir agora, antes que as "luzes da ribalta" se apaguem?
Somos, em grande parte, septuagenários. Alguns de nos tem dificuldade em se manter.
O fim desse"monstro" ajudaria a amenizar o sofrimento de vários.

Anônimo disse...

Para mudanças e correção de, digamos, injustiças será preciso que se crie e organize uma associação "não alinhada".
Uma associação de base , do piso da pirâmide e liberta dos conhecidos próceres para modificar o sistema atual.
O PB1 é um plano com fim definido. Já está na fase de venda de ativos segundo a PREVI. Mas, vemos uma certa incoerência em investimento de demorada maturação e com aporte alto de recursos, tipo O GRU Airport da Invepar. Somos sócios no negocio, ou não ?
Ah! Dirão: os eleitos tem poder delegado pelos ´sócios.
PLP 268 e cobrança de mudanças, já que não "apitamos" nada.

Felipe Osório da Silveira disse...

Mas não sei como 0,14%

Anônimo disse...

Pois é,

"§ 2º A não utilização da reserva especial por três exercícios consecutivos determinará a revisão obrigatória do plano de benefícios da entidade."

Mas.... não foi observado o § 2° acima descrito, pois não houve revisão dos nossos benefícios. Concederam-nos apenas uma benefício temporário, por um curto período, enquanto que deveria ter sido uma concessão permanente. O Banco se aliou a certas associações de funcionários, para levar 50% do valor que nunca lhe deveria ter sido concedido. O acordo feito na época era DESNECESSÁRIO. Pois o Estatuto da Previ já obrigava a revisão de nossos benefícios, o que acabaou nao acontecendo. Um benefício temporário está longe de ser uma revisão do plano benefícios.

FOMOS "ENGABELADOS", como diz o Bastião.

Anônimo disse...


Colegas

Salvo se estou enganado essa parcela Previ que ajudou a enterrar o benefício daqueles que se aposentaram pós-97 foi criada em função da Reforma da Previdência Social. Esse assunto e a resolução 26 jamais serão alterados. Só haverá esperneio e mais nada. Eu pelo menos jamais mandei algum comentário de que se deve congelar, aumentar salário dos que ganham menos em detrimento dos que ganham mais. Posso ser bobo mas não sou burro. Vale as leis, os estatutos, os regulamentos.

Anônimo disse...

Colega 10:03,
Quem é do Plano 1 e se aposentou após dez/97, teve dois redutores da aposentadoria: o fator previdenciário do INSS e a Parcela Previ. É demais, não?

Se ao menos a gente recebesse o valor de 1 PP, eu poderia me aposentar de verdade. Nessa situação, terei que trabalhar até morrer.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Pelos meus cálculos, desculpe contradizê-lo, o INPC de JANEIRO/DEZEMBRO/2016, é de 6,70%.

Ari Zanella disse...

Meu caro das 12:24

Pois é. Veja o "poder" que tem uma resolução, podendo até contradizer uma Lei Complementar! É um Brasil de bandidos no poder!

Anônimo disse...

Sou um trader de 64 anos. Pesquisei e observei sobre Bolsa de Valores e fundo de pensão durante aproximadamente quinze anos. Cheguei a algumas conclusões interessantes: tais instituições não têm um fim; são apenas meios de transferência de renda (riquezas). Assim, organizei essas observações e pretendo publicar um livro. Neste livro, sustento cinco teses auxiliares: o atual capitalismo bursátil é uma espécie do gênero conspiração (é uma manipulação continuada e planejada); o único objetivo do hodierno capitalismo bursátil é transferir rendas; o tempo é o fator vital da criação de valor bursátil; o retorno ao real nos reenvia ao verdadeiro “fundamento” da Bolsa de Valores: a exploração dos trabalhadores; devemos fechar a Bolsa de Valores brasileira? Ademais, sustento uma tese central: A Bolsa de Valores brasileira está em tendência de baixa irreversível. Esta nossa tratativa não tem nenhuma ideologia: sustentamos apenas a eficácia (fazer as coisas certas). Neste sentido, sustentamos que estas duas instituições devem ser extintas, pois concentram cada vez mais as riquezas em mãos de algumas poucas pessoas. Não obstante, precisamos de algum apoio logístico para levarmos a cabo nosso projeto de publicar o livro em comento. Sou um trader de 64 anos. Pesquisei e observei sobre Bolsa de Valores e fundo de pensão durante aproximadamente quinze anos. Cheguei a algumas conclusões interessantes: tais instituições não têm um fim; são apenas meios de transferência de renda (riquezas). Assim, organizei essas observações e pretendo publicar um livro. Neste livro, sustento cinco teses auxiliares: o atual capitalismo bursátil é uma espécie do gênero conspiração (é uma manipulação continuada e planejada); o único objetivo do hodierno capitalismo bursátil é transferir rendas; o tempo é o fator vital da criação de valor bursátil; o retorno ao real nos reenvia ao verdadeiro “fundamento” da Bolsa de Valores: a exploração dos trabalhadores; devemos fechar a Bolsa de Valores brasileira? Ademais, sustento uma tese central: A Bolsa de Valores brasileira está em tendência de baixa irreversível. Esta nossa tratativa não tem nenhuma ideologia: sustentamos apenas a eficácia (fazer as coisas certas). Neste sentido, sustentamos que estas duas instituições devem ser extintas, pois concentram cada vez mais as riquezas em mãos de algumas poucas pessoas. Não obstante, precisamos de algum apoio financeiro para levarmos a cabo nosso projeto de publicar o livro em comento.


Deposite algum em nossa conta corrente:

CEF
Agência: 1532
Tipo de operação : 001
Número da conta: 26.325-0

P.S. : Estou enviando as duas primeiras teses para e-mail do Professor Ari..

Anônimo disse...

INPC ficou em impressionantes 6,29%.

Anônimo disse...

Creio que o fatiamento do impeachment ao arrepio da constituição, RS 26 afrontando o ordenamento jurídico, etc., no máximo, serão alvo de anedotas nos corredores forenses e nunca chegarão aos crivos dos tribunais.

Anônimo disse...

Colega 12:30.

Eu não sugeri que os benefícios dos colegas que recebem mais, devem ser congelados para que quem recebe o mínimo receba mais. Eu coloquei em relevo a discrepância do P1 e o abismo entre os estatutários , que recebem $ 62 mil/mês, e os que recebem o mínimo (1.270,00).

Telma
Matrícula: 9.292.7360-0

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Estou considerando para nosso "aumento salarial" o INPC dos ÚLTIMOS 12 Meses e não o o ACUMULADO NO ANO.

Anônimo disse...

Se valessem as leis, estatutos e regulamentos, não haveria resolução 26 nem salários estratosféricos sem a devida contribuição, e se, um regulamento provoca distorção, diminuição de futuro benefício por equívoco na projeção com base na Previdência Oficial, as injustiças devem, sim ser corrigidas.

Anônimo disse...

Respeitando a colocação do anônimo 13;16 DE 11/01/17, fiquei aqui pensando: se ele acha a Bolsa de Valores digna de ser extinta por fatores negativos em sua atuação, porque ele é um trader?
Pelo que sei trader atua tanto na alta como na queda das ações, então sendo ele um profissional desse meio não deveria estar tão descontente com o que ocorre, pois ele pode ganhar também na especulação, na alta ou baixa, como também é lógico pode perder, o que faz parte do jogo.

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Anonimo solicitando apoio financeiro no blog para publicação de livro?
Fim da picada!!

Ari Zanella disse...

Anônimo 14:22

Foi o IPCA que ficou em 6,29% (Inflação oficial).

O INPC permanece em 6,58%

Explico tudo na postagem do TERCEIRA VIA aqui do lado esquerdo desta minha postagem atual.

Anônimo disse...

Anônimo de 16:20,

Hora nenhuma falamos em especulação...Falamos tão somente de MANIPULAÇÃO... como vc. sabe a MANIPULAÇÃO é certeza, mas para o manipulador...

Anônimo disse...

Prezado Jose Roberto Eiras Henriques,

Em primeiro lugar, acreditamos ser muito digna sua intervenção, mormente prontamente se identificando. Entretanto, acreditamos ser digna também nossa solicitação, mormente quando esta visa, inclusive, a sua proteção. Neste sentido, vc. deve-se lembrar que um outro nome da Bolsa de Valores é RENDA VARIÁVEL...

Anônimo disse...

Se valessem as leis, estatutos e regulamentos, não haveria resolução 26 nem benefícios estratosféricos sem a devida contribuição; e se um regulamento provoca distorção, diminuição de futuro benefício por equívoco na projeção com base na Previdência Oficial, as injustiças devem, sim, ser corrigidas.

Telma
Matrícula: 9.292.730-0

Anônimo disse...

- Que Deus me receba em seu reino.

Anônimo disse...

Nem 6,29% e tampouco 6,58%.

Diz a PREVI em seu site:

"Aposentados e pensionistas do Plano 1 receberão neste mês de janeiro seus benefícios atualizados pelo INPC em 6,57994%."

Resumo: ninguém acertou (rs)

Anônimo disse...

O anônimo que pede contribuição para a publicação de um livro, que penso ser colega, é correntista da Caixa Econômica e não do BB ?

Francisco Santos

Anônimo disse...

Nunca antes na história desse país uma diretoria de banco legislou tanto em causa própria

Anônimo disse...

Prof. ARI, considerei muito importante o espaço para que seja exposto as opiniões diversas, com as quais se apura um "feedback".
LENTES PÓS CATARATA - Fiz no CBV - CENTRO BRASILEIRO DE VISÃO - Em Brasília-DF, segundo o médico foi utilizada uma lente importada para leitura, VISÃO PRÓXIMA E DISTANTE. Após a cirurgia, recebi um certificado da lente que fora utilizada.Há mais de 10 anos, QUANDO A CASSI EXERCIA CIDADANIA E DIREITO do ASSOCIADO, TUDO PAGO PELO PLANO, HOJE, INFELIZMENTE, VAMOS TER QUE RECORRER AO PODER JUDICIÁRIO. Principalmente, no meu caso que em 05-01-17, completei 52 anos de contribuição, e pela segunda vez, injetando recursos vultuosos para sustentabilidade do PLANO ASSOCIADO CASSI, sem o mínimo reconhecimento. Continuo aguardando em São Paulo, fora do meu domicílio, porque confio em Deus e em Homens Livre e de Boa Vontade.

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Ao Anonimo das 17:01,
E você, em vez de investir seu dinheiro na Bolsa, sendo especialista no assunto, pretende obter recursos através de doações de colegas qualificando-a de renda variável?

Aristophanes disse...

Caros bloguistas.
Não imaginava que meus problemas financeiros começariam já na 1ª. quinzena de Janeiro! Pois é: Com o primeiro informe, matinal, que dava como certo um INPC acumulado de 6,58%, fiz, sem alegria, uma estimativa de meu reajuste, a partir de janeiro, e encontrei R$...X,03. Eis que, pra piorar a situação, a rigorosa tecnocracia da Previ(pra elles não!) anunciou que o INPC acumulado é, com maior precisão na 5ª. casa decimal, 6,57994...%.
Ao refazer os cálculos, encontrei o novo valor de R$...X,01665! Disso resultou uma diferença, para menos, de R$...X,01337(=X,03-X,01663). Não entendi o porquê de mais essa maldade da Previ! Como vou explicar aos meus credores essa perda mensal de R$0,01337, vez que a mídia vai anunciar um INPC de 6,58?! E, na prática como vou proceder, se a moeda brasileira de menor valor, em circulação, é R$0,5?! Help, Teacher!
Nota: Essas minhas especulações aritméticas são uma modesta contribuição, para enriquecer(espero) o elevado debate que se estabeleceu, aqui no blog, sobre o valoroso INPC, que – como sabemos – o IBGE/Governo forja com vigorosas “marteladas”, pouco se lixando para 5ª. casa decimal.

Anônimo disse...


A PREVI poderia, para socorrer os "assistidos" mais endividados e que fizessem a solicitação, liberar em vida 50% da CAPEC e continuaríamos a pagar o mesmo valor de contribuição mensal. O meu é alto (acho eu) e tenho tb o do marido. Precisamos de dinheiro agora...urgente! Os filhos já trabalham e para eles a outra metade bastaria. Se o índice de aumento do INSS for o mesmo, terei um aumento de uns 320,00 bruto! NÃO VAI FAZER FALTA NÃO???? SOCORROOOOOO.....

Anônimo disse...

Ari,
Você tinha razão: demoraram a divulgar o inpc para manipula-lo.
Estimava-se o inpc igual a 6,74%, ficou em 6,58%.
Quem esperava mudanças com Temer deve estar decepcionado. Continuam as mesmas práticas de sempre. A diretoria da Previ continua a mesma nomeada pelo PT.
Aquele discurso de mudanças foi balela. Nada mudou.
Celio

Ari Zanella disse...

Caro, valoroso, dileto e preclaro diretor Aristophanes,

Seus cálculos matemáticos não apenas enriquecem como dão aquela pitada, na medida certa, de humor e ironia ao nosso querido fundo de pensão.
Por que, PREVI, não arredondar??? Querem economizar no palito de dente?

sss disse...

Esperança maior o trabalhador tinha logo que o lula assumiu o Brasil. Neca de pitibiriba. Esperança no Temer...? A minha esperança era que a Dilma tivesse levado esse senhor consigo. De verdade minha esperança era de uma nova eleição.

jose carlos- salvador-ba disse...

Sr. Ari Zanella,

Esclareça-me por favor: se o INPC acumulado até novembro/2016 estava em 7,38, considerando que o indice de novembro 2015 foi de 0,90, teríamos então o seguinte 7,38 - 0,90 + 0,14(indice de dez/2016) = 6,62. Isto quer dizer que garfaram míseros percentuais do nosso reajuste além da manipulação é claro e evidente, ou eu estou enganado.

Anônimo disse...

Num remoto país asiático, INPC significa INCREMENTO NACIONAL DE PICARETAGEM CALOTEIRA.
Ainda bem que estamos no Bananão do Filósofo do Instrumento Nobre

Ari Zanella disse...

Caro José Carlos da boa terra,

A tua lógica está correta, só não tenho certeza se o acumulado em novembro/2016 era, de fato, 7,38%. Se for realmente, o teu raciocínio está correto.

Anônimo disse...

A questão do anonimato é um problema antigo sem solução...

Há os anônimos do bem e os anônimos do mal...

É impressionante que, mesmo depois de a gente se identificar, determinados anônimos não se identificam....

Fazer o que? Problema da consciência de cada um.

Um abraço, Ari.

Telma

Anônimo disse...

Amigo prof. Ari,

O reajuste do INSS é de quanto? Virá tb no folha de Janeiro?
Abrs.

Anônimo disse...

Caro Ari,

A Previ economiza no palito mas, gasta da festa.
Mas a mídia elogia esse baixo índice do INPC, também acho ótimo mas não é o que vejo nos mercados, nas farmácias, no transporte público....
Agora resta ver se esse reajuste não nos jogará em outra faixa de impostos e o que sobrar será negativo.

Elisabeth

Ari Zanella disse...

Amigo Anônimo das 03:12 (sofre de insônia...)

Ambos PREVI + INSS recebem o MESMO reajuste e será aplicada já a partir da folha de janeiro/2017.

antonia disse...

Prof. Ari,
Essa Diretoria é muito rigorosa qdo se trata de nosso reajuste. Até Temer arredondou para 6,58% e a Previ vem com aquela palhaçada de 6,57994%.

Anônimo disse...

Bom dia, esclarecendo: o acumulado em novembro/2016, era em 12 meses ou seja nov/2015 a out/2016.
Nosso reajuste referem-se ao INPC de jan/2016 a dez/2016
Graças a Deus, que estamos tendo correções no benefício!!
Guimarães Junior
Itapeva (SP)

Anônimo disse...

Teacher,

Resolvi aprender inglês e na primeira aula já tive problemas. Estava eu na sala esperando a teacher. Como sou precavido estudei algumas traduções de palavras para não chegar sem nada saber. A porta da sala estava fechada e quando ela bateu eu gritei: - Between!

Deu tudo errado...

Anônimo disse...

Parece posto de combustíveis.
Etanol = 2,79996
Gasolina = 3,79888
Reajuste Proventos = 6,57999949499949494.
Quem recebe o INSS fora do sistema Prisma, isto é, fora da folha de pagamento da Previ, só terá o reajuste no crédito do beneficio de fevereiro/17, referente a janeiro.
Aí vai a dúvida (ou certeza): a Previ vai cobrar a contribuição para a Cassi com o reajuste de 6,57994 ? Não deveria, pois o que o INSS paga agora em janeiro refere-se a beneficio de dezembro.
F...deu ?
Com a palavra os processadores de fopag da Previ.

Anônimo disse...

Bela recepção para os 9000 recém saídos da Matrix.
O cara da calculadora fez questão do zero vírgula e carne assada para diminuir o reajuste.
Aqueles velhinhos sorridentes da Revista é tudo computação gráfica.
Tem q arredondar para sobrar para os Super Tetos

Anônimo disse...


Ao anônimo das 03,12 e ao Ari das 08,24.

Só quem se aposentou até 23.12.97 tem o mesmo percentual. Previ + Inss.

Ari Zanella disse...

Mesmo quem se aposentou após 23.12.1997 e tem o crédito do INSS separado da folha terá o MESMO REAJUSTE: 6,58%

Anônimo disse...

Quem recebe direto do INSS terá os 6,58% de reajuste.

Quem recebe através da PREVI terá os famosos 6,57994% sobre o benefício PREVI, mas esta terá que pagar o INSS pelos 6,58%.

Afinal lei é lei...

Divany Silveirra-S.Lagoas disse...



GENTE, É MELHOR ACEITAR ESTE INDICE

MESTRE, estou preocupado com a luta dos colegas para
melhorar nossa correção salarial.Agora mesmo,vi um
colega ponderando considerar o calculo a partir de
de novembro haveria um acréscimo nos nossos ganhos.
Tudo bem, o raciocínio do participante está certo,mas
na minha opinião, ai é que está o perigo,pois se apro-
ximar de 9,0 o nosso aumento vai pro beleléu, uma vez
que a PREVI vai aplicar a velha prova dos "nove fora".
e aí dançamos.

Valdevino disse...

Colegas,
Ousei simular meu novo benefício janeiro 2017/consignações/líquido.
Não sei se estou certo mas tentei.
A – Benefício x 6,58% (+)
B – Previ Empréstimos simples (-)
C – Cassi (-)
D – Crediscoop,etc (-)
E – Anabb – mensalidade (-)
F – Capec (valor de dezembro mais 7,95%) (-)
G – Previ pessoal (valor de dezembro mais 4,80% (-)
H – Previ Patronal (valor de dezembro mais 4,80% (-)
I – Imposto de Renda (-): vide abaixo forma de cálculo:
SALÁRIO BRUTO (+)
(-) 199,07 POR DEPENDENTE
(-) PREVI PESSOAL
(-) PREVI PATRONAL
(se maior que 65 anos):
(-) 1.999,18
SUB TOTAL
Calcule de acordo com a faixa:
Até 1.999,18 isento
De 1.919,19 a 2.967,98 – 7,5% (-149,94)
De 2.967,99 a 3398,60 – 15,% (-372,54)
De 3.398,61 a 4.897,91 – 22,5% (-667,93)
Acima de 4.897,92 - 27,5% (-912,83).
Obs: Como a LDO foi aprovada integralmente o índice de reajuste do imposto de renda foi considerado em 5%, portanto, o valor por dependente, o desconto de quem tem acima de 65 anos e a tabela de imposto foram reajustados em 5% para janeiro 2017. A Receita ainda não publicou no sítio a nova tabela.
(Valdevino).

Anônimo disse...

Até mesmo uma simples explicação da Previ, ela complica. Ela dá a entender que somente os que se aposentaram até 97, é que terão reajustes da previ e inss. Após 97, somente reajustará a Previ e o Inss, com acerto posterior.

Anônimo disse...

PREVI/INSS (aposentadoria acima do SM) - mesmo indexador de reajuste de aposentadoria - INPC ACUMULADO JAN/DEZ. Após a reforma da Previdência, só Deus...

joao trindade disse...

Esses especialistas em calcular nossos reajustes devem ser os mesmos que calcularam a distância que separa a Terra do Sol. Vá ser bom de cálculo assim...

Anônimo disse...

Os 0,00006% serão destinados ao equilíbrio financeiro do Plano 1.

Anônimo disse...


Reajuste em Janeiro.

Previ e Inss.

Como o objetivo é esclarecer, os critérios podem ser observados no site da Previ, plano 1, benefícios e reajuste.

Obrigado

Aristophanes disse...

Prezado Prof.Ari Zanella
Recuperado do choque financeiro, conforme comentei ontem, dei uma passada, aqui no blog, para ver como estavam as coisas, e vi que a questão da diferença do INPC não está pacificada, mesmo depois de a Previ ter retirado a notícia do reajuste dos benefícios da sua página inicial.
Preocupado e curioso com a “economia de palitos” a que você se referiu, fiz uma estimativa, para dimensionar, com maior rigor científico, a “economia” da Previ, ao utilizar o INPC=6,57994, em vez do divulgado na mídia – e adotado pelo INSS – de 6,58000, gerando, assim, uma diferença de 0, 00006...
Recorrendo às minhas velhas apostilas de Cálculo Infinitesimal e considerando que a massa mensal de benefícios M(b) pagos pela Previ é da ordem de R$550.000.000, com pequena margem de erro, para mais ou para menos, e que os INPCs divergentes são D(b) e D(a), apliquei a fórmula Sa²= [{f(x) d(x²)>M(b)}-{D(b)-D(a)}], chegando à conclusão de que a “economia” da Previ – mesmo perdendo uma pequena parcela da nossa contribuição, e subtraindo valores da Cassi e do IRPF – será da ordem de {(6,58-6,57994)*(550000000*13)-(Cp+Cbb+Ir)}= R$402.037,09538/ano, valor equivalente a 133.333,33333... caixas de palitos
Finalmente, um alerta importante da Previ: ”Como não houve tempo hábil de aguardar a divulgação do índice do INSS no Diário Oficial da União, adiantamos esse reajuste pelo mesmo índice da PREVI, de modo que os eventuais ajustes ocorrerão na folha de pagamento seguinte” PORTANTO, FIQUEM ATENTOS PARA A BOLADA DA DIFERENÇA, EM FEVEREIRO. E TEM CARNAVAL!
Como dizia uma antiga página de humor, na “Seleções do Reader´s Digest”: Sorrir é o melhor remédio(Laughter is the best medicine)!

Felipe Osório da Silveira disse...

alguém sabe se o desconto da cooperforte vai sair da folha também?

Anônimo disse...

Sr. Ari,
Se a recuperaçao dos nossos ativos variáveis são tão exuberantes que justificam até 50% de desmerecidos abonos, sobre remuneração fixa, posto que, não são frutos de competencia profissional. mas de ocasional sopro favorável dos ventos da ganancia da Besta, chamada Mercado, soprando temporáriamente a favor do nossos ativos; por que não estender aos verdadeiro alvo legal dos benefícios do Fundo que são os aposentados? Sei que é uma pergunta idiota, pois os apegados mandatários não se pensam como tal, mas como vitalícios eleitos divinos, desfrutadores das benesses do Olimpo. E o baixo clero (aposentados) que compõe a baixa camada social do fundo? Ora, estes estão cumprindo pena para pagar os seus 30(trinta) ou mais anos de pecado de "manelice". Estado de Direito cadê você?

Anônimo disse...

Professor,

Hoje eu se dei bem! Fui pegar uma graninha no Guloso e cortaram todos os meus limites!


Viva!!!! Lá é Boom para todos!


Todos os Super Tetos R$ 62.000,X 6,57= R$ 4.073,40


Anônimo disse...

Gostei da atitude do colega Guimarães Junior, de Itapeva SP, das 9:06 hs, de 12/1/2017, em vez de reclamar, agradeceu a Deus pelo reajuste nos benefícios, pequeno concordo, mas ainda é um reajuste.

Josué
PARANÁ

Anônimo disse...

Mesmo pagando 34 parcelas ES scho que nao vai sobra troco na renovacao ES

Anônimo disse...

Será que esse reajuste foi conforme a vontade de Deus?
Não se pode confundir permissão com vontade.
Leia Tiago 5:1a 9

luiz carlos disse...

SEGURO CAPEC - MORTE - Nunca dei muita importância ao prêmio do seguro de vida, até ver no contracheque essa rubrica. Daí fui refletir que desde 1973 eu pago essa tal Capec porque era obrigatória a adesão, sem a qual não tinha acesso ao ES (era operação casada mesmo). Ora pois, meus filhos já estão bem criados, vivem às suas custas, minha esposa ficará com 60% do salário, então prá quê seguro de vida? Cancelei-o e com o valor da consignação fiz outro ES com prazo de 5 anos. Caso sobreviva até lá - e o regulamento permitir - tiro outro. Foi pouco, mas, estou usando o meu "seguro" em vida.

The one disse...

Colega das 22:18hs
Muito triste ver q foi jogado no lixo uma contribuição mensal de mais de 40 anos. A PREVI deve estar feliz porque está conseguindo fazer os aposentados cancelarem a CAPEC para pegar ES, sem briga, sem transtorno nenhum e ainda ficamos satisfeitos porque tomamos um novo ES.
O valor suado, espremido vertido para os cofres da Previ/Capec durante nossa vida inteira q deveriam ir para nossos beneficiários precisando ou não desse dinheiro, mas por ser justo e verdadeiro q o destino dessa poupança fosse para nossos queridos e não para o bolso da Previ.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais, Professor Ari e demais colegas.
Breve opinião, sobre a respeitável decisão, consumada, do estimado colega, Luiz Carlos. Eu não o faria e não o farei. De fato que conforto, para o casal, um quadro tão bem sucedido dos filhos, fruto, certamente, de educação sólida, equilibrada. Apenas, colegas que eu temo pelas voltas da vida. Qualquer quadro, qualquer realidade, favorável ou não, pode sofrer reviravolta, inesperada, imprevisivelmente, concordam? Por isso, pode a Capec que mantenho atrapalhar ou não a minha MC, eu manterei essa poupança habitual e sagrada, para os meus sucessores, sobretudo, para a minha esposa, se eu a preceder na morte. Quis opinar, mas, colegas, é uma decisão, absolutamente, pessoal e respeitável. Grato por tudo e segue um sincero PAZ E BEM!

"(Jesus,)Pela Sua dolorosa paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro."
Trecho do Terço da Misericórdia, em homenagem ao caro Professor Cadé.

Rogério Carvalho disse...

Posso até estar errado, mas em relação ao pagamento da CAPEC, consta nas normas que o pagamento pode ser feito por débito em conta corrente. Só tem o inconveniente de se manter o saldo suficiente para cobrir o débito.

Por isso não vejo razões de sair da CAPEC por causa da MC do ES, e bem dizer perder décadas de pagamento. Mas respeito os colegas que pensarem diferente, pois cada caso é diferente do outro.

Abraços e muita Paz! Feliz 2017 a todos do blog!

Anônimo disse...

Eu também faço questão absoluta de manter a Capec pensando em quem fica após a minha morte. Depois de pagar por tantos anos cancelar a Capec é jogar dinheiro fora.

Anônimo disse...

Professor,

Este post foi o recorde de comentários?
Seria o reforço dos recém saídos da Matrix?
Aqui em Brasília a maioria dos aposentados agem como se fossem Super Teto...

Assim como são os homens, também são as criaturas

E quanto mais principalmente

Anônimo disse...

Colega da 17:13hs
Essa postura não verdadeira de muitos aaposentados de que tudo continua como antes, infelizmente enfraquece a luta da maioria q está vivendo muito mal e tem coragem de expor a verdadeira situação do aposentado da Previ.
Muitos aposentados teem vergonha de dizer q nossa situação é dramática e q não temos nenhuma ajuda ou compreensão por parte da diretoria da Previ.

Antonia disse...

Prof. Ari,
Se o Luiz Carlos desejar, pode voltar ao seguro da Capec, não altera nada, pois não recebemos o premio pelo que pagamos. É só escolher o plano e enviar a proposta, ou não sei,talvez a adesão possa ser feita pelo site.

Anônimo disse...

colega do dia 12. às 17:11
Para vc saber se a cooperforte vai sair da folha, faça o seguinte cálculo:

(previ + inss) - (imposto renda + contribuição previ) = remuneração disponível

Calcule 30% dessa remuneração disponível e diminua agora todos os empréstimos que tiver, ESimples e cooperforte. Se ficar negativa a margem, a sua cooperforte não será mais pela folha.

Lembre-se que essa margem é de 30% que vai constar no contracheque. A margem para os 30% do empréstimo é outro método para cálculo. Ok?

A Cassi, capec etc, ficará para margem dos 40%. que constará no contracheque.

Essa são as margens de 30% e 40% a partir deste mês do contracheque.

Andrade.




Anônimo disse...

Professor,
Jornal de grande circulação q começa com a letra G diz q fundos de pensão farão aplicações de maior risco.

É mole?

Será que os Iluminatti q mandaram?
O Sr. acredita q esses cabras do fundo da pensão fazem a sacanagem conscientes do mal, ou são ingênuos?

Anônimo disse...

Trabalhei por 32 anos no BB. Hoje aposentado, posso dizer que guardo no coração alguns amigos que angariei por onde trabalhei,mas também tive a infelicidade de conviver com colegas de péssima indole,perseguidores,bajuladores,carreiristas. Muitos deles,hoje aposentados,são vítimas da mesma insensibilidade que era sua marca quando na ativa, e usam este espaço para posar de vítimas inocentes da "malvada" Previ. Quem não mais se lembrar, pergunte a alguns dos milhares de colegas que tiveram as vidas destruídas no PDV do governo FHC,muitos foram demitidos ou aderiram ao plano por pressão dos colegas que ocupavam cargos de chefia na epoca. Em tempo:não sou do PT e jamais votei no partido,mas tenho consciência de que politicos desonestos existem em todos eles, e minha situaçao financeira não é nenhuma maravilha,mas não vivo usando o espaço do blog para chorar as pitangas. Perder e ganhar faz parte do jogo da vida, portanto mais ação e menos choradeira.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

COOPERFORTE FORA DO CONTRACHEQUE
Caro Professor Ari, é certo que a Cooperforte, entre outras instituições, não transitará mais, pelo contracheque da Previ, conforme correio eletrônico que recebi da Previ.
Sobre o retorno à Capec, além do ordinário, após cancelamento(s), é permitido, somente, até os 55 anos.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Não se esqueçam das obras do Senhor." Salmo 77.

Anônimo disse...

Gostei da sugesta do meu homônimo 22:25.
Quais ações colega?
Minhas sugestões são pouco ortodoxas e não passam. Uma delas é começar a peitar esse camaradas nos aeroportos com uma comissão de "esclarecimento".
Já dizia o velho deitado chinês, quem tem c.. tem medo

Anônimo disse...

Colega 00:15,as ações a que me refiro são ações judicias mesmo,que é a linguagem que os poderosos ainda temem. Tomo como exemplo a ação RMi,que pode ser impulsionada em número de adesões se o professor Zanela, devidamente respaldado pelo jurídico de sua associação,dedicar um post exclusivamente à matéria,seria um chamamento a quem tem direito (total,parcial,tenho muitas dúvidas), e ainda não se associou e remeteu a documentação para entrar com a demanda,entre os quais me incluo,pois não estou seguro do meu direito. Enfim, o que eu sugeri é judicializar tudo o que seja possível (sempre dentro do bom direito) contra o outrora "nosso" fundo de pensão.