BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sábado, 17 de dezembro de 2016

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FECHADA

    Valer-me-ei de conceitos da enciclopédia livre "Wikipedia" para atribuir algumas definições de previdência complementar fechada. 
"Os planos de previdência fechada são, necessariamente, destinados a profissionais ligados a empresas, sindicatos ou associações e entidades de classe, onde o grupo de funcionários ou associados contribui para a formação de um fundo de pensão, geridos por entidades sem fins lucrativos. São regulados pelo Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) e fiscalizados pela Superintendência de Previdência Privada (PREVIC). Nessa modalidade, o trabalhador contribui mensalmente com uma parcela do salário, que será complementada pela empresa contratante, geralmente em partes iguais. Em alguns casos, as contribuições são feitas inteiramente pela empresa."
    Já na Previdência Complementar Aberta (que não será definida aqui) são empresas (bancos e outros) que administram COM fins lucrativos e são fiscalizadas pela SUSEP.  Aqui existem taxas de carregamento e de administração voltadas para a gestão dos fundos de investimento nos quais o valor será aplicado durante a fase de acumulação. 
No entanto, nos planos de previdência fechada NÃO HÁ fins lucrativos (são geridos por entidades SEM  fins lucrativos), caso da nossa PREVI. Mas ando um pouco desconfiado que o nosso fundo "fechado" anda pagando as taxas para que terceiros o administrem, caso da DTVM do BB. Outra constatação é que embora a PREVI seja considerada uma entidade SEM FINS LUCRATIVOS é considerada por muitos e pelo próprio patrocinador com sua SUBSIDIÁRIA, para onde o Banco do Brasil S.A. (entidade COM fins lucrativos) desloca seus melhores e mais caros contingentes (diretores e vice-presidentes).
    Quero alertar ao núcleo jurídico da PREVI, profissionais que oneram bastante as despesas de nosso fundo, que não estou citando nomes aqui. Estou fazendo uma análise institucional, sem agredir a imagem de nenhum profissional, aliás, diga-se de passagem, cumprindo o papel que lhes compete. Apenas combato a PREVI que, a meu ver e baseado nas definições de um fundo de pensão fechado, não deveria dispender tantos recursos com salários diretos e indiretos. Tenho este direito, afinal, os associados são donos dos recursos que ali depositaram.
    O leitor já deve ter percebido que o pobre do Ari está sozinho nesta luta contra os leões. Sozinho nada, estou revestido pelas armas da justiça e das "armaduras celestes", combatendo, como diz Paulo, "o bom combate". Pouco ou nada importa que eu perca tudo na vida. Deus dá, Deus tira. Só não posso perder a fé. Jamais!
Ontem um anônimo perguntou-me se eu poderia declinar o nome de quem me decepcionara (um imenso amigo meu). Posso dizer sim, é o nobre doutor Medeiros. Para não ser crucificado no fundo, mudou completamente seus conceitos, a ponto de sua última postagem enfatizar a notícia de que estamos livres da contribuição extra ano que vem. Como se isso fosse um grande favor, um sinal de que a administração do fundo está excelente. Antes disso é uma obrigação: Só faltava essa, um fundo com valores bilionários, ser incapaz, com uma gerência tão onerosa, de reverter um quadro tão simples. Amigos, eu já disse, numa conta de padeiro, aplica 100 bilhões na renda fixa (1,1% ao mês) que rende 13,2 bilhões sem sobressaltos. Dá para pagar todos os compromissos e sobra dinheiro!
    Administração e economia não têm mistério! E notem que para esta simples aplicação não precisa ter diretor disso nem daquilo. Os custos cairiam vertiginosamente. Mas, isso interessa ao patrocinador?

33 comentários:

WILSON LUIZ disse...


AINDA PÉROLAS DOS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 33.700,00

-ministro do Supremo deu uma canetada, em decisão monocrática(só dele), determinando que o pagamento, a juízes, de auxílio-moradia acima do teto é legal, mesmo que o magistrado possua casa própria na sede da comarca. Tem tribunais de justiça estaduais querendo pagar esta verba retroativa a 10 anos(eu disse ANOS).

-a relatora do projeto que quer acabar com estas mamatas, Senadora Kátia Abreu(DEM/TO), recebeu, em seu gabinete, representante do sindicato dos médicos, pedindo que fosse autorizado recebimento de aposentadoria acima do teto para médicos que têm dois empregos no serviço público. Ela não só se recusou a atendê-lo mas também lhe disse que o médico não é obrigado a ter dois empregos no serviço público, podendo exercer um deles na iniciativa privada, e aí gozar de outra aposentadoria.

A OBSESSÃO DE RENAN

-como não conseguiu aprovar seu projeto sobre abuso de autoridade, o “intimida Lava-Jato”, o senador Renan Calheiros não desiste. Agora que não é mais presidente do senado, está querendo ser presidente da Comissão de Constituição e Justiça, para receber o projeto de braços abertos, onde ele dará entrada em fevereiro próximo.

-ele também queria aprovar, e não conseguiu, o projeto que legaliza o jogo no Brasil, o que significaria a abertura de inúmeras lavanderias de dinheiro de origem ilícita.

O homem é demais, o povo de Alagoas poderia fazer justiça com as próprias mãos. Na eleição de 2018, é só não votar nele e tirar-lhe o mandato.

joao trindade disse...

Além do dr. Medeiros, outras pessoas, ou se afastaram ou nada mais falam. A lei da mordaça existe em todas as esferas da administração nacional, desde a Câmara de Vereador até o Senado Federal. Nada nesse país é transparente, IPSIS LITTERIS. Assim não fosse, estaríamos no nível de desenvolvimento dos Estados Unidos da América; afinal, aquele país tem somente 9 anos à mais que o Brasil. A pequena diferença é que lá as leis são simples, diretas e objetivas e quem não as segue sofre as penas. Lá as pessoas têm orgulho de terem uma nação e cada cidadão é REALMENTE LIVRE (não é à toa que é o berço da DEMOCRACIA). Lá, todos são comprometidos com a nação e com o povo. Aqui, em tudo, há dois pesos e duas medidas (prova disso é a falta de rumo do país, que reflete-se em todas as camadas da sociedade, em razão do que o povo está à beira de uma convulsão social pois não tem amparo, nem na lei, nem em que deveria protegê-la). Poucos ainda clamam e assim mesmo são ameaçados e execrados como não subservientes. Só temos Deus para nos salvar. Concordo com tudo o que o prof. Ari teve a sensibiliade de expor.Estamos numa democracia ou já estamos na Venezuela?

Anônimo disse...

Ãri,

Sinceramente, por este nome eu não esperava, mas como dizia minha finada sogra: DESCONFIE ATÉ DA PRÓPRIA ROUPA QUE VOCÊ VESTE, POIS NELA PODERÁ TER UM ESCORPIÃO E LHE PICAR.
Ora pois!
Por tudo isto, o único e certo é: JESUS CRISTO! Este é o mesmo de sempre em todas as horas!
Abs.
Vou omitir meu nome.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Sou favorável que recursos da ANAPLAB sejam usados para defendê-lo dos ataques da PREVI. Por favor, a fim de "tirar as dúvidas", faça uma consulta entre os associados.

Edmilson lopes de sousa disse...

Concordo com você, Ari em gênero,numero,grau,minuto e segundo !Ao concordar com o Nobre Amigo, não estou afrontando os competentes dirigentes da Previ.Longe disso.Sou Técnico em Contabilidade,não sou economista, mas ainda dou minhas cacetas.Operei Bolsa de Valores,como investidor individual-de abril 1971 a 1998?Crise da Rússia.Parei e só opero, no momento renda fixa(LCA LCI),por causa da idade(73 anos),para não expor meu Amigo Coração!N crise da Rússia,operando ações-índice pelo autoatendimento do BB, ou seja comprei ações índice,e, em 45 dias, resgatei,paguei no ato imp de renda 10% e, como o lucro, comprei o imóvel, hoje alugado para os Correio.Apliquei, na época R$500.000,00 e tive um retorno de 115.000,00.Comparo,perdoem-me a franqueza, os administradores da Previ como os investidores que comparam ações com parte do FGTS.Comparam barato, as ações subiram e, muitos deles, não venderam, achando que o céu era o limite!Assim é, infelismente , a nossa/deles a Previ.Quanto a bolsa está em baixa,quase nada compram. Na alta,também não vendem, sob a alegação de que provoca baixa.Procede , em parte.Acho que a nossa/deles está muito carregada em renda variável, e,agora, não é hora de venda.Só que, de acordo com minha bola de Cristal(cerveja),tão cedo a bolsa não corrigira pelo CDI. Faz alguns que o ibovespa bateu nos 70.000.Para recuperar isso, o indice devera está beixando 90 a 95.000.Arraste uma cadeira e sente e aguarde.Esse administradores investe tanto no variável por que a bufunfa não é deles.Se eles,individualmente, tivessem 20.000.000 de reais eles investiriam pesado em renda variável?Claro que não.Sei que há regulamento da previ,estipulando quando se aplica em, variável, fixo,imobilizados, financiamento,etc.De tal maneira que,meus Coleguinhas Velhinhos Trambiqueiros, podem tirar a jumentinha da chuva, que superavit é cabeça de bacalhau.Previ,por amor de Deus, não mande me prender não que nem esse Empréstimo Simples, no nomento não devo.Ari,você fica me devendo como é o portifólio dos fundos de pensão do Itau,Bradesco,Vale. Eles também estão atolados em renda variável?edmílson lopes de sousa.

Anônimo disse...

Professor Ari,

Será que na terça-feira chegará outro sedex do Rio?

Anônimo disse...

Nos EUA eles defendem que todos cidadãos possuam armas, para evitar que ninguém se exacerbe em nenhum poder, ultrajando os direitos dos americanos.
Sou pacifista e não possuo arma. Infelizmente no Brasil, onde não se compra armas de fogo de maneira simples como lá, o índice de homicídios por essa causa é trocentos por cento maior. Algo está muito errado nessa questão.A cada ano, um número maior de mortos do que o registrado na Guerra do Vietnã acontece no Brasil e nada muda. O que há com este país onde as coisas valem mais do que seu povo?

Anônimo disse...

Então resolveram reescrever a História Universal: o berço da democracia não é mais a cidade de Atenas, capital da Grécia, mas sim, nossa matriz ao Norte.

Anônimo disse...


Dizem que num país de AL o governo reuniu as centrais sindicais e disse:
- Temos 2 notícias! Uma boa e uma ruim. Qual vocês querem primeiro?
Os sinicalistas responderam:
- Estamos de saco cheio de notícia ruim, comece pela boa.
Então o representante do governo disse:
- De agora em diante o povo vai comer merda
Os sinicalistas disseram:
- E qual é a ruim?
O pessoal da governança exemplar disse:
- Não vai ter merda para todo mundo

É para comemorar

joao trindade disse...

Ao colega ANÔNIMO das 23:05.
Quando me referi ao berço da DEMOCRACIA (escrevi com letras maiúsculas) quis me referir à democracia moderna, dos últimos 500 anos.Não quis re-escrever a História Universal. Se pudesse re-escrever ou mesmo escrever (ou re-editar) a História da Humanidade, inverteria uma porção de coisas e teria orgulho de meu país e não vergonha dêle, por tudo que se nos apresenta. Não sou dono da verdade mas abomino as aberrações que êste país produziu e produz em termos de seres (des) humanos. Basta ler os milhares de artigos de jornais isentos, dentro e fora do Brasil para corroborar o que disse.

Anônimo disse...

Ao colega anônimo das 23:05 vale uma correção.
A democracia não foi parida em Atenas, capital a Grécia e sim copiada de sistemas indianos. O amigo sabichão colaborou bastante com sua observação.

Blog do Ed disse...

Ari
Depreendi da leitura que esse texto é da autoria de um amigo, não é seu. Faria, de início, não uma correção, mas um pequeno comentário. A igualdade de contribuição é uma criação da LC 108/01, desfigurante, na minha modesta opinião, da ideia de Patrocinador concebida pela LC 109/01, criação essa que obriga tão só as EFPC, cujo Patrocinador sja empresa pública, isto é, capital público integral (Caixa Econômica) ou sociedade de economia mista (Banco do Brasil, Petrobras etc). Esse pormenor da LC 108, na minha modesta opinião, além de ser uma aberração da ideia de Patrocinador, significa que o Estado, que deveria ser, na minha modesta opinião, o ÚNICO PROVEDOR DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMO QUERIA GETÚTLIO VARGAS, TEM A MESMA OBRIGAÇÃO QUE O BENEFICIADO, isto é, aquele QUE RECEBE O BENEFÍCIO PORQUE NADA TEM. Pode? O ESTADO=O SOBERANO=O QUE TUDO PODE=AO QUE NÃO PODE TRABALHAR=AO QUE NADA TEM=O QUE TUDO RECEBE DO ESTADO. Noutras palavras, O Beneficiado, que pagou quando trabalhava, porque então criava riqueza, para receber quando quando E SE ficasse incapacitado de trabalhar (incapaz de produzir riqueza), AINDA CONTINUA A CONTRIBUIR NA MESMA QUANTIDADE QUE O ESTADO SOBERANO! É como diz o colega aí, vá entender as leis brasileiras...
A esse respeito, a novidade é que o ínclito Juiz Salomão, se não me engano juiz dos tribunais da Bahia, lavrou recente decisão com base na premissa de que a LC 109/01 determina que todo recurso de uma EFPC não pertence nada a EFPC, pertente todo aos PARTICIPANTES DO PLANO DE BENEFÍCIOS E TÃO SOMENTE A ELES SE DESTINAM. Vamos buscar de volta a parte que de nós tiraram no início de 2010.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Edgardo,

Corretíssima a assertiva.
Segundo o Ministro Celso Mello nós temos esse direito.

Em tempo:

Só sobrou um corajoso E UMA corajosa nos blogs.

Se me equivoco, os outros que se manifestem com autenticidade, por favor.

Anônimo disse...

Brasil república corporativista? Nunca deixou de ser, a pergunta é: o que fazer? A Previ pertence ao Banco do Brasil e a ele serve, já falei várias vezes aqui, fala-se em bônus sem ônus, não se concede valores do fundo se não houver a contrapartida da contribuição, como sustentar uma instituição governamental (previc) com dinheiro do fundo se na sua constituição original não havia previsão orçamentária? Abre-se a porteira para que da mesma forma outras "prevics" sejam criadas sugando os recursos dos fundos de pensão.

Anônimo disse...

E na esteira do assunto 'democracia", a pergunta:
Quem é o "pai dela " ? Quem, Quem, Quem ?????
Ora, Raimundo Nonato o professor da escolinha do professor Raimundo.

Anônimo disse...

Os "colegas" que traem nossas expectativas e nos decepcionam .
Os " mesmos de sempre ".

Blog do Ed disse...

Edmilson

Nas minhas épocas de câmbio, a diretriz bússola era: flexibilidade. Mantenha posição comprada da moeda que se valoriza. Anteveja a viés do mercado. Quem chegar primeiro é que aufere o lucro. Noutras palavras, você tem que conhecer a realidade do mercado. Era isso a missão da mesa de câmbio.
Edgardo Amorim Regop

Anônimo disse...

Professor e demais colegas,

Fiquei triste quando soube que um texto que circula pela rede atribuído a Míriam Leitão é falso. Falso não, apócrifo.
O texto fala do arrependimento de quem lutou ativamente contra a ditadura, percebendo o resultado que aí está.
Num trecho do arrazoado diz que "Hoje, vendo pessoas morrendo nas filas de hospitais, bandidos matando por 10 reais, pessoas andando feito zumbis nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6 X 8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pai, toda classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos... Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz... Deveria ter ficado em casa".
No mesmo texto circula uma outra parte que nos diz respeito
REAJUSTE DE APOSENTADORIA
Eu só gostaria de saber qual a justificativa para o fato de o bolsa família, onde ninguém trabalha, ter o dobro do aumento dos aposentados que trabalharam a vida toda...
Supostamente no Brasil não existe uma instituição se quer que defenda e respeite os idosos que trabalharam toda a vida. Supostamente só existem organizações que se utilizam da velhice para enriquecerem às custas dessa causa "nobre".

Por fim, uma coisa é inexorável: a cova nos aguarda a todos. Os bons e os maus. O dinheiro não compra a imortalidade

divany silveira- S LlagoasMG disse...



MESTRE ARI, NÃO AGUENTEI A PRESSÃO E PROCUREI O PRESIDENTE!!!!


Mestre, confesso que não foi fácil para falar com o chefe,pois
o quadro de secretárias é grande, todas tentando barrar sua
pretensão de ver o homem.Assim, só depois que eu disse que ti-
nha uma coisas do norte de Minas e que eram perecíveis para o
chefe ,a situação mudou. Entretanto, não sei se instruidas pe -
lo gabinete tive,antes, falar que eu tinha trazido pinga Sali
nas, carne de sol de Montes Claros e doces de Grão Mogol,feitos
por descendentes de escravos.Logo depois, entrei no gabinete
do chefe o qual me recebeu muito bem e foi logo indagando:por-
que você veio de tão longe e consta que estão reclamando de mi-
nha gestão,ao que eu disse : para mim o senhor está no "mato e
sem cachorro", havendo ele me interrompido e indagou o que sig-
nificava aquela expressão.Expliquei que o caçador ou alguém o-
cupando determinadas funções precisa estar bem informado dos
riscos da missão: o caçador sem uma arma poderá encontrar on-
ças, cobras, e até bandidos,enquanto o executivo,pelas suas
qualidades morais e funcionais assume missões arriscadas, que
mesmo se dedicando não consegue êxito e pode manchar a carrei-
ra. Ele,me olhou e disse o que eu tinha a reclamar e falei o
seguinte; que não ia falar no varejo porque se o fizesse fica-
ria ali até a noite (eu já sabia que ele tinha reunião ) e que
iria resumir.Então falei e falei com o coração de chagásico,
relatando que os colegas estão tirando filhos e netos dos co-
gios porque não têm como pagar: falei que os aposentados estão
comprando remédios genéricos para doenças graves de laborató-
rios inidôneos. Notei que ele estava olhando o relógio e falei
que os cartórios estavam protestando muito os colegas,ao que
ele me interrompeu e disse que em Brasilia,Rio e S.Paulo era
a mesma coisa.Presidente,permita-me falar uma coisa derradei-
ra : muitos e muitos colegas e amigos não podem andar pelas
ruas da cidade e estão presos em suas casas. Ele levantou e
com o dedo em riste ,perguntou : onde estão as autoridades,ao
que respondi : Senhor Presidente,não é questão de polícia mas
de salário, pois numa rua o colega deve posto,na outra padaria
na seguinte super Mercado e para sair de casa tem de olhar se
o oficial de justiça nao está ``à espreita.Nisto,de repente
recebi um empurrão da esposa,dizendo : para de chupar melancia
à noite que você fica violento e falando alto.Passado o susto
eu bem gostaria que fosse realidade,pois tive boa impressão do
nosso chefe.



Anônimo disse...

Caro colega,

Acabei de ler e assinar o abaixo-assinado: «PREVI: ABUSOS NA GESTÃO DOS NOSSOS RECURSOS » no endereço
http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR96426

Caso você concorde​ com os termos​, agradeço que assine o abaixo-assinado e que ajude na sua divulgação através de um email para os seus contatos.

Se você assinar a petição, receberá um email em sua caixa postal para confirmação. Fique atento, para validar a assinatura, é necessário confirmá-la.​

Fonte: [acorda-bb-informativo-b] PREVI -

Ari Zanella disse...

Caro Anônimo que enviou às 14:45

Deixei de publicar pois há relação de foto quase atual, mesmo que em outro blog, com personagens atuais. Desculpe, mas não vou alimentar animosidades.

Anônimo disse...

Sou filho de viúva e o "quadro na parede da lembrança" de uma mulher chorando, preocupada com seus filhos é sempre muito presente.
Isto posto, mesmo contando que a suspensão do ES me daria um pequeno alívio, gostaria de sugerir que suspendessem as prestações pelo menos das pensionistas.
Amenizem o sofrimento pelo menos delas. Pensem como se fosse a mãe de vocês

Anônimo disse...

Ela, a PREVI, deixou passar essa onda de haver contribuição extra, só para passar a impressão de que o fundo, estando deficitário, se saiu bem em suas aplicações, nada justificando, portanto, as acusações contra ela, de má administração do que lhe é confiado.

Anônimo disse...


Desculpe-se não Prof. O Sr. está correto. Mas que é um retrato lastimável do nosso cenário atual lá isso é. Mas concordo que não deve correr riscos de mais dissabores nesse fatídico 2016. Provavelmente o Sr. sacudiu a cabeça em sentido afirmativo mas teve bom senso mesmo em não publicar. Nosso destino está mais para o Horto das Oliveiras do que para o nascimento do Salvador. Abs.

sss disse...

Não vamos tirar conclusões apressadas. O que o Dr. Medeiros disse não quer dizer que ele esteja de acordo com a Previ nesse sentido. Foi apenas uma expressão momentânea, acredito piamente. Não podemos sacrificar o Dr. Medeiros antes que ele se manifeste. Também, não podemos esquecer que ele é merecedor de nosso respeito pela maneira franca e aberta com que sempre se dirigiu aos frequentadores de seu blog.
Manoel Sales

Anônimo disse...

Venezuela impede que brasileiros retornem do país
Maduro fecha a fronteira e quase cem pessoas já recorreram ao consulado brasileiro. Esse número pode aumentar, segundo previsões das autoridades

Engolfado em uma crise financeira, política e institucional, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, coloca a culpa em inimigos externos para justificar o fracasso do chavismo. A última ação coordenada por Maduro, para desviar atenção para os problemas de seus país, foi a de fechar a fronteira com o Brasil.

No sábado, o presidente Nicolás Maduro anunciou que a fronteira ficará fechada até o dia 2 de janeiro, de 2017. Podendo, ainda, prorrogar esse prazo.

O presidente venezuelano justifica a medida como necessária para combater a ação de “máfias” que estariam enviando para fora do país milhões de bolívares em espécie, como forma de “desestabilizar” o seu governo.

A medida impactou diretamente milhares de brasileiros que vivem na Venezuela. Até a tarde deste domingo, uma centena de pessoas recorreram ao vice-consulado do Brasil, na cidade de Santa Elena de Uiarén, em busca de ajuda.

A cidade faz fronteira com a brasileira Pacaraima (RR) e a população das duas localidades vivem de foram integrada transitando livremente de um lado para o outro dos postos de controle, como se ambas formassem apenas um aglomerado urbano no extremo norte da Região Amazônica.

O Itamaraty disse a VEJA.com que a Consulado do Brasil em Caracas já tenta um acordo para garantir que aqueles que desejem deixar a Venezuela possam atravessar a fronteira.
Autoridades de Roraima ouvidas pela reportagem temem que a situação se agrave. Dezenas de ônibus de turismo deixam o Brasil em direção ao país vizinho todas as semanas. Estima-se que centenas de brasileiros podem ter problemas para voltar para suas casas, caso a medida não seja revertida.

Maduro também fechou a fronteira com a Colômbia. Esta é a segunda fez neste ano que o mandatário toma essa decisão. No início do ano, a medida levou a Venezuela à beira do caos, pois devido à falta de alimentos e insumos básicos, os venezuelanos recorriam diariamente à Colômbia para comprar comida. Somados, os períodos de interdição chegam a um ano de duração.

Nos últimos meses, mais de 30 000 venezuelanos atravessaram por terra a fronteira seca com o Brasil. Depois de Pacaraima, milhares deles seguiram em direção à capital de Roraima, Boa Vista, onde passaram a mendigar nas ruas.

Fonte:http://veja.abril.com.br/mundo/venezuela-impede-que-brasileiros-retornem-ao-pais/

É SÓ PEDIR AJUDA DOS CANHOTOS PETRALHAS, COMUNI$TA$ QUE ELES AJUDAM. AQUILO LÁ É O IDEAL DE NAÇÃO QUE ELES TEM EM MENTE

Ari Zanella disse...

Prezado Colega Manoel Sales,

Nossa admiração e penhora ao Dr. Medeiros são eternas. Nossas decepções não são pelo que ele diz (só coisas boas) mas pelo que ele não diz, em função da preservação de um cargo temporário. Na nossa modéstia opinião, o seu blog não deveria parar de escrever sobre a PREVI, não agressões evidentemente, senão utilizar vocabulário suave como somente ele sabe fazer. Daria para reiterar a falta de transparência, criticar a direção da política de investimentos, o excesso de gastos administrativos, a insensibilidade para com os tomadores de ES...
Porém, ele só está escrevendo o que agrada à PREVI...

WILSON LUIZ disse...

Colegas ainda simpatizantes do petismo bolivariano, leiam a postagem das 21:57 hs., era lá que estaríamos chegando se Dilma não tivesse caído.

Anônimo disse...

Pois é dileto Teacher,

O silêncio é proporcional ao número de associações. Claro que os convescotes continuam Isso é que é importante.
Mas também tem uma coisa. Fora sua pessoa e a Dona Rosalina ninguém precisa falar mais nada.
A coisa vai apertar mais e quando o pessoal começar a pressionar de verdade os defensores agentes secretos, será até divertido assistir de longe essa briga deles. E olha que essa Lava Jato ainda surpreenderá muita gente nesse nosso universinho.

MORO PRESIDENTE E VALLISNEY PARA VICE COM APOIO DE TODO CONGLOMERADO KKK

sss disse...

Professor Ari, o caríssimo leu e respondeu meu comentário mas deixou de publicá-lo, por que? Tinha algo de ofensivo? Boa tarde.

sss disse...

Professor Ari, peço perdão pela falha por mim cometida a respeito de não haver postado meu comentário relativo ao Dr. Medeiros. Passei batido pelo dito cujo na olhadela anterior e não o vi. Desculpe-me.

Cade Araujo disse...

Ari, estimado amigo, não estais sozinho. Acredite Deus é convosco, e nós também. É claro, que alguns colegas, optam por não mostrar a cara. Todavia, tu és o nosso legítimo representante. Portanto, ser forte e corajoso, pois Deus é convosco. Faça o que tem de fazer, e nos oriente o que devemos fazer. Juntos somos mais.
Cadé

Anônimo disse...

Prezado Professor

Caso as associações parassem de ajuizar ações judicias sem nenhum fundamento jurídico, será que poderíamos reduzir os custos da PREVI e de todo o sistema com despesas judiciais, custas, honorários, perícias, etc