BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

domingo, 13 de dezembro de 2015

REVISTA FRANCESA DIZ QUE SAÍDA DE DILMA É NECESSÁRIA

Em editorial na sua última edição, a revista semanal francesa "Le Point", de linha editorial conservadora, descreve um cenário sombrio da situação econômica do Brasil e se coloca a favor da saída de Dilma Rousseff do governo. Para a publicação, essa seria a única via para uma possível recuperação. E ainda completa: quanto mais cedo melhor.
O texto, assinado por Nicolas Baverez, começa afirmando que os Jogos Olímpicos do Rio correm o risco de se tornar, como os de Atenas em 2004, um sinal da falência do país. Imaginados para comemorar o milagre brasileiro, "eles poderiam acelerar a queda de uma nação de proa dos Brics com Lula ao símbolo do colapso dos emergentes com Dilma Rousseff.
© Fournis par RFI
A dinâmica que havia feito do Brasil a sétima economia do mundo acabou, segundo a revista. Enquanto que o crescimento do PIB chegou a 7,5% em 2010, a economia está em recessão em 2015, pela primeira vez desde os anos 1930, com retração de 3%. A inflação atingiu 9,4%. O desemprego é de 7,5% da população economicamente ativa. A pobreza aumenta.
O texto prossegue afirmado que um déficit duplo se instalou: o déficit corrente de 4,5% do PIB, e o déficit orçamentário de 9%, que levou a uma dívida pública de 70% do PIB. A nota do Brasil foi rebaixada pelas agências de classificação de risco financeiro para a categoria de investimentos especulativos. O real perdeu mais da metade do seu valor em relação ao dólar, em menos de um ano. A companhia petrolífera nacional, a Petrobras, ilustra o desastre do país, escreve a Le Point. Depois de ter tido o maior aumento de capital da história do capitalismo, a empresa registrou mais de 12 bilhões de euros de perda em 2014, devido ao gigantesco caso de corrupção. Os desvios de dinheiro ultrapassam 2 bilhões de euros e beneficiaram principalmente o Partido dos Trabalhadores.
Motores parados
Os dois motores de crescimento do país estão parados: o consumo interno está bloqueado pelo super endividamento dos lares, ligado à progressão do crédito na última década; a venda de matérias-primas, que representam 60% das exportações, foi afetada pela crise na China e pelo contra-choque do petróleo. Além disso, o sistema previdenciário corre o risco de implodir.
Segundo a revista, o país representa todas as piores características dos emergentes: competitividade degredada, exposição à desaceleração da economia chinesa; forte dependência da renda de hidrocarburantes; dívida externa elevada; duplo déficit estrutural da balança corrente e das contas correntes.
Dilma procura atribuir a catástrofe a causas conjunturais. Mas a Le Point diz que elas são apenas reveladoras dos profundos desequilíbrios que minam o país: estagnação da produtividade do trabalho, cujo custo aumentou em 150% em dez anos; déficit crônico de investimentos (18% do PIB contra 31% na Índia); fraqueza da concorrência indissociável de um protecionismo endêmico; indigência dos serviços públicos, corte dos gastos sociais; fraqueza do Estado, que se traduz em uma corrupção sistemática e um aumento da violência (alta de 10% dos homicídios).
A revista diz que as causas da crise são internas e acrescenta que Dilma não tem nem a vontade nem a legitimidade para interromper a espiral infernal na qual a demagogia meteu o seu país. Sua saída do governo é um requisito à recuperação do Brasil. E finaliza afirmando: quanto mais cedo melhor.

19 comentários:

Anônimo disse...

Saiu o contra cheque de dezembro.

Alcides Maurício disse...

Previ Fopag dez 2015 - disponível

Anônimo disse...

A Dilma deve ser afastada, mas o povo também tem que se mobilizar para mandar embora do Congresso outra vergonha nacional que é o Eduardo Cunha. O Brasil não pode mas viver a mercê dessas duas figuras que só envergonham os brasileiros.

Anônimo disse...

Já está disponível no site o espelho de dez/2015. No meu caso específico, por opção, não foi cobrada a prestação relativa ao ES de dezembro.

Anônimo disse...


Será que o vice não sabia o que a presidente aprontava com as pedaladas fiscais. Se sabia, tem que ser afastado também. Sai Dilma, sai Cunha e sai Temer.

Anônimo disse...




'SÓ FALTOU DIZER :

QUEM SAIR POR ÚLTIMO, APAGUE A LUZ,, POIS VAI AUMENTAR!

-Remetido por leitor do blog do Ari -sete Lagoas--mg

Anônimo disse...

ES 2016:

- INPC JANEIRO/2016: 10,50%;
- ES R$145.000,00
+10,50% = R$160.000,00

- Prazos:
- idade 50/60 anos: 12 anos = 144 meses;
- liquida aos 72 anos.
- idade 60/65 anos: 11 anos = 132 meses;
- liquida aos 76 anos.

QUAL A DIFICULDADE de aprovação no CD?

Anônimo disse...



CADÊ O ESPELHO DE DEZEMBRO/15 ?

Li mais cedo que o contra--cheque estava disponivel; entretanto,
quando fui ver a inflação havia feito o serviço no de dezembro e
estava chegando no de janeiro/16. Impedimento já !!!
dvany silvera-Sete Lagoas-mg

Ari Zanella disse...

Eu estou no Rio tratando da minha audiência, retornando hoje lá pelas 23h

Anônimo disse...

14/12/15 17:10

Espero que tenha transcorrido na melhor forma para o estimado professor.
Bom retorno.

Anônimo disse...

Notícias do Congresso Nacional: Está para ser votada MP que permite BB e Caixa,participarem de outras instituições financeiras.
Seria... ajudar a pagar o bolsa família?

Anônimo disse...

dilma pedalando adoidado com BB e Caixa.......o BB tinha a Conta Movimento com o governo, a conta movimento do governo .BB voltou!

WILSON LUIZ disse...

ESTRANHO, MUITO ESTRANHO, ESTRANHÍSSIMO...

A mega-sena está novamente acumulada, perto dos R$ 200 milhões pela segunda vez, isto é inédito no histórico desta loteria. Em sorteio anterior, o ganhador (1 só, com uma aposta simples), levou mais de R$ 200 milhões; neste sorteio, até a madrugada, a Caixa anunciava que não havia acertador, de repente, aparece a tal aposta.

Hoje pela manhã, a Polícia Federal cumpriu mandato de busca e apreensão na casa do ex-vice presidente de loterias da caixa, que havia sido indicado por Eduardo Conha e que foi exonerado por Dilma dias atrás. Coincidência???

Será que estes malditos estão roubando até a esperança do povo brasileiro?

Cade Araujo disse...

Caríssimo mestre, antes de tudo torço para que tudo tenha saído a seu favor, pois aprendi a admirá-lo e reconheço a sua importância e coragem para os brasileiros. Mas, vamos ao assunto que interessa. A revista faz uma análise muito rica em informações sobre a situação do Brasil. Aqui, cabe um registro, os nossos meios de comunicações não fazem um relato deste nível. Sobretudo porque eles são uma das partes mais interessadas em que a desordem continuem. A riqueza da informação prestada pela revista francesa, é que ela não direciona nem para os desajustes estruturais do nosso país, nem para os conflitos sociais. Haja vista que neste momento chegamos em uma situação tão crítica que as duas correntes econômicas, força dos mercados e situação social convergem para um ponto. A corrupção em todos os níveis. É lamentável verificar que todos os dias são noticiados novos escândalos, e quase todos tem um ponto em comum, há sempre um político envolvido.
Gente!O ano de 2015 foi difícil para quase todos os brasileiros. Vamos fechar o ano com uma inflação de dois dígitos, queda no PIB, orçamento negativo e desemprego estrutural perto dos dois dígitos. É muito grave a situação. Não podemos ficar apenas pensando em nós. Temos que pensar no todo, no futuro do País. Neste momento não basta apenas mudar o dirigente do País. Temos que pensar quem tem a capacidade de governar e fazer as mudanças necessárias. Será que estes políticos que estão aí no Senado Federal e na Câmara estão aptos para fazerem as reformas que o país necessita. A resposta para esta pergunta, é NÃO. Estamos em uma fase que temos que trocar seis por meia dúzia. Haja vista que meia dúzia é muito melhor do que seis, pois representa o equilíbrio do todo. Temos que encontrar o equilíbrio entre a força do mercado e o conflito social. Não podemos mais ficar assistindo as disputas entre capitalistas e socialista, temos que encontrar um meio de equilíbrio que nos leve a sair da crise. Não adianta discursos bonitos de bandeiras de esquerda e direita, temos que encontrar a saída. Por fim, arrisco a afirmar que a única unanimidade que temos hoje é que todos os políticos estão envolvidos em escândalos. Não existe mensuração para escândalos. Falta de ética, escândalos e falta de decoro é a mesma coisa em que qualquer situação. Portanto, Fora Dilma, Fora Cunha Fora políticos brasileiros, vocês são uma vergonha para o nosso Pais.
Cadé - mat. 9.978.780-6

Ari Zanella disse...

Dileto amigo Cadé,

Ontem houve apenas a marcação de nova data para o final do mês de janeiro, tendo em vista que há necessidade de decisão do(a) Juiz(a) de Direito, visto que da parte de meu oponente não há acordo amigável.
De todo modo, quero agradecer-lhe pelo votos de meu êxito, embora o desgaste tanto físico (levantar de madrugada, pegar o avião, tomar metrô lotado, aguardar longas horas no Juizado, voltar ao aeroporto, esperar três horas pelo voo, chegar em casa à meia noite) e até psicológico por ser a primeira vez na vida que enfrento um processo na justiça.
Felizmente, podemos contar com amigos como você, a Jane Melo, minha Vice-Presidente da ANAPLAB no Rio.

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,

Por coerência e bom senso, caberá a Diretoria Executiva da PREVI corrigir pelo INPC acumulado de janeiro a dezembro/15, os limites do Empréstimo Simples, tendo em conta que os efeitos inflacionários desse período incidiram sobre o limite-teto dessa linha de crédito, achatando-o. Portanto, não se trata de reajuste do limite, mas a simples reposição da inflação.

Fica o esclarecimento antecipado de que a recomposição do limite não assegura e nem garante o acesso ao valor adicional, acima dos R$ 145 mil, uma vez que a Margem Consignável é fator limitante na quantificação do valor do crédito a deferir por essa Caixa, de modo que somente os que dispõe da MC podem pleiteá-lo com sucesso.

Assim sendo, a despeito da correção não ser uma condição obrigatória no Regulamento da Carteira do Empréstimo Simples, anteriormente houve o firme compromisso da Diretoria Executiva de que, anualmente, recomporia o limite pelo INPC, indexador padronizador de todas as transações da PREVI, em especial da meta atuarial de rentabilidade. Sem dúvida, compete a Diretoria Executiva cumprir a palavra empenhada com os associados.

Rogério Carvalho disse...

Prof. Ari, uma informação: Estou tentando abrir o blog da colega Rosalina, e o meu antivírus ESET NOD32, não permite e põe em quarentena, alegando vírus. Já tentei acioná-lo do seu blog e direto na barra e dá a mesma coisa. O amigo sabe alguma coisa a respeito? Abraços. Rogério.

Ari Zanella disse...

Meu Caro Rogério,

Pode ser o teu antivírus. Fiz um teste e acessei agora normalmente pelo meu blog.

Anônimo disse...

Caro Prof.Ari, lamento você passar por tantos transtornos, simplesmente por ajudar um universo de idosos indefesos.
Parabéns pela sua determinação e coragem.