BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

A MODA É MULTAR

     É justo que haja responsabilidade a exigir, afinal, o dano foi catastrófico. É igualmente inegável que os órgãos de defesa ambiental, todos vinculados ao governo, foram omissos nas fiscalizações pró-ativas e agora  a dona Dilma faz o mais simples, multa somente a companhia como se ela isoladamente fosse a única responsável pelo acidente. O prefeito de Mariana disse a uma reportagem que a receita de seu município provem em 80% dos impostos da mineradora. É como decretar a falência do município já que a mineradora foi proibida de operar no município em 09.11.2015.
MINERADORA É MULTADA EM R$ 250 MILHÕES. DILMA VISITOU ÁREA DEVASTADA PELA LAMA EM MG E ANUNCIOU A PUNIÇÃO. A SAMARCO, QUE PERTENCE À VALE E À BHP BILLITON, FOI RESPONSABILIZADA POR DANO AMBIENTAL E MATERIAL

       Comparando com os fundos de pensão é a mesma coisa que a FUNCEF, só por exemplo, tivesse negligenciado em sua governança e seu fundo tivesse tido um rombo de bilhões de reais, e a PREVIC - Superintendência Nacional de Fiscalização dos Fundos de Pensão, que recebe milhões dos próprios fundos para fiscalizar, não fosse sequer responsabilizada. A vigilância tem que ser 24 horas, 7 dias por semana, mês após mês e ano após ano.
        Assim é fácil, encontraram um nova maneira de punir na arrecadação. Funcionou assim contra os caminhoneiros e vai funcionar agora contra a Samarco, controlada pela nossa Vale do Rio Doce da qual a PREVI controla grande fatia. A Vale já nos deu muitas vitórias, sustentou o governo federal com altos impostos, ajudou o Brasil a crescer e a dar emprego e renda. Foi uma das responsáveis pelo nosso tremendo superávit de 2007, 2008, 2009 cujo acordo em 2010 feito pelo governo malígno do PT através da resolução 26   em "distribuir os lucros", estilo PLR do BB, este levando a metade, em vez de obedecer a LC 109/2001, cap. 20, e promover a melhoria de nossos benefícios. Por isso, a minha indignação contra Lula/Dilma, o PT e o PMDB. Só sabem tirar quando o cofre está cheio, e não têm escrúpulos algum em multar em milhões quando a empresa mais precisa de colaboração e ajuda. Afinal, não é empresa clandestina. Está muito legalizada, ajuda e ajudou demais no desenvolvimento do país, tanto que quando foi privatizada, Lula e seu partido cuspiram moribundos contra a privatização. E agora, pelo andar da carruagem, querem acabar com ela com pesadas multas que em nada auxiliam na recuperação. Antes, deveriam compor um plano de socorro, com o auxílio dos órgãos responsáveis governamentais, IBAMA, FATMA e ONGs afins.
      Parece que Deus tenha permitido nesses últimos tempos que discípulos do Encardido, do Filho da Perdição, da Serpente primitiva estejam reinando na querida pátria brasileira.  

18 comentários:

Anônimo disse...

Coitada da VALE, todos com os cofres vazios, vão cair em cima igual abutres. Será que, pelo menos, os recursos chegarão até às vítimas da tragédia? BRF, INVEPAR, VALE, etc. e, agora, mais uma participada no vermelho: http://veja.abril.com.br/noticia/economia/petrobras-tem-prejuizo-de-r-37-bilhoes-no-3-trimestre
Leia-se: 3,7 bilhões.

Anônimo disse...

Proffessor Ari,

Não imaginas o reflexo dessa irresponsabilidade no Espírito Santo. Milhares de pessoas serão desempregadas não só da Samarco. Existem muitas empresas prestadoras de serviço à mineradora. Sem falar do comércio, prestadores de serviços de cidades inteiras que vivem em função da mineradora. Salvo engano, 85% dos empregados entraram em férias coletivas. O tsunami de lama provocou o efeito dominó sujando tudo, mesmo onde a avalanche de entulho não chegará fisicamente.

PT saudações

Anônimo disse...

Para reforçar a minha tese:
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/governo-corta-verba-para-fiscalizacao-de-mineradoras

Governo corta verba para fiscalização de mineradoras
Ministério pagou apenas 13,2% do valor previsto para programa que apura condições de segurança em minas, garimpos em barragens de rejeito, como as que romperam provocando a tragédia em Mariana

Anônimo disse...

eh samba de uma nota soh: JAMAIS teremos respostas honestas e inteligentes desse governo corrupto e incapaz!

Anônimo disse...

Me desculpem, mas se os Srs. vissem a destruição que o rompimento dessa barragem causou aqui em Minas (região leste), e no Espírito Santo, concordariam que essa multa é pequena diante do estrago. Pela negligência dessa mineradora a barragem se rompeu e, simplesmente matou o RIO DOCE (o período para recuperação do mesmo estima-se em 100 ANOS). Concordo que a VALE é muito importante, mas antes de ser Funci aposentado do BB, sou um cidadão. Não posso compartilhar com um post desses. Infezlimente o Sr. Ari não se aprofundou direito no assunto. Não é pq a PREVI é controladora da Vale, que eu tenho que concordar com o que a SAMARCO fez por negligência e ganancia.

Ari Zanella disse...

Caro Anônimo 09:21

Evidente que a multa é necessária, no entanto, o rompimento não aconteceu "do dia para a noite" e certamente a empresa possui todas as licenças ambientais para exploração do minério. Não é ganância, é negócio. E o governo e a população foi beneficiada durante anos com impostos e emprego.
O que minha postagem está tentando dizer é que os órgãos de fiscalização também são culpados. Eles são regiamente pagos para FISCALIZAR e se preciso, INTERROMPER ações que possam causar DANOS ao meio ambiente. Caso contrário, melhor seria o governo EXTINGUIR o IBAMA pois não tem função. Você tem noção de quanto custa o IBAMA anualmente ao país?
Em seu lugar seria contratado um SEGURO de risco de danos ambientais, de alto valor, pago pelas mineradoras.
O que não se pode admitir é um órgão de fiscalização que não tenha ação proativa, de prevenção de acidentes. O IBAMA devia ter agido lá atrás e ter interrompido as atividades da mineradora, afinal quem manda no país, a SAMARCO ou o governo?
Que se exigisse até a transposição do Rio Doce a fim de salvar seu manancial.
Em última análise eu vejo falta de planejamento e prevenção.

Anônimo disse...

É vdde! É o governo do fim do mundo! Pois... Quem deu licença para a mineradora, usina e etc.?
Agora querem multar?

sss disse...

O sr. não entendeu direito o comunicado do chefe Ari, anônimo das 09:21. Pelo que entendi ele não está isentando a samarco de responsabilidades e nem livrá-la de multas, ele está querendo que o Governo assuma as suas responsabilidades pautada por total negligência quanto às fiscalizações a ele atribuídas.
Tenho certeza que o senhor entendeu perfeitamente bem o que o chefe quis dizer, e disse, na sua resenha.
Ao Homem sensato uma repreensão dói mais do que um tapa ao insensato.

Manoel

Anônimo disse...

gente diminuiu o saldo devedor do meu ES em aprox. 3.000,00

Anônimo disse...

Já está disponível o espelho de nov/2015.

Anônimo disse...

Para conhecimento dos colegas frequentadores do blog, posto correspondência por mim endereçada à PREVI, a respeito da renegociação do Empréstimo Simples:

Sr. Presidente,

Falando-se em renegociação do saldo devedor vincendo do Empréstimo Simples, não vejo como razão convincente a “idade avançada” dos tomadores para a não concessão de prazo mais elástico (150 ou 180 meses) para pagamento, pois existe o FQM que assegura a quitação do mútuo vencido, em caso de falecimento do tomador, não causando, assim, nenhum prejuízo ao Fundo de Pensão.
Poderia ser alegado o encarecimento do produto como razão para não se criar novas taxas para a composição do FQM que contemplem as faixas etárias superiores a 83 anos, o que, a meu ver, não seria um óbice para a renegociação do saldo devedor dos Empréstimos Simples com prazos mais flexíveis, pois se trata de proposta cuja concretização se dará mediante o “de acordo” dos mutuários. É de bom alvitre lembrar que já é prevista a elevação dessa taxa ao longo do contrato de acordo com a idade do mutuário, passando a incidir sobre o saldo devedor do mês de aniversário do devedor e será considerada para recálculo da prestação no aniversário do contrato.
Diante do exposto, espera-se que a Diretoria Executiva aja com bom senso e sensatez e reveja a sua posição, optando pela concessão de prazo mais elástico para a celebração dos contratos de renegociação dos saldos devedores dos Empréstimos Simples, medida essa que, se aprovada, realmente virá em benefício dos participantes, pois lhes concederá uma maior folga, permitindo-lhes uma adequação do orçamento doméstico à nova realidade financeira.
Atenciosamente,
Filomeno José Linard Costa - Matr. 3.288.840-6

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Prof. Ari, boa tarde. Realmente, como disse o colega, 13.11.15 10:56, o saldo devedor do meu ES, foi reduzido em pouco mais de 3.000,00, na prestação de número 48/96?????????????? Aleluia.............. bom fim de semana a todos. Tarcísio.

Anônimo disse...

Caros Aposentados,

A Funai o Ibama e outros tantos órgãos do governo atual, se transformaram em cabides de emprego, votos de cabresto, ineficiência, descaso com a coisa pública, e pagos pelo cidadão brasileiros que arca com pesadíssimos impostos.

O GOVERNO É O PRINCIPAL CULPADO DESTA PORCARIA QUE FIZERAM COM OS MINEIROS E OS DO ESPÍRITO SANTO (CAPIXABAS, É ISTO?).

Indignem-se com os governantes que mentem a torto e a direito , mais os políticos cuja indecência está sendo colocada em nu pelas operações da VALOROSA POLICIA FEDERAL E O MINISTÉRIO PÚBLICO BRASILEIRO.

Este governo infelizmente, só faz cacaca.

Anônimo disse...

Em alguns casos a multa pode ser eficaz.Fiquei um ano tentando autorização do convênio odontológico e não consegui.Fiz a reclamação na ANS e no dia seguinte deram a autorização porque se não dessem a ANS faria investigação e comprovando falta de atendimento aplicaria multa de R$ 80.000,00.Que bom seria que alguém fizesse o mesmo procedimento com a Previ.

Anônimo disse...

Colega 9.21,,

Li na imprensa que milhares de pessoas estão em estado de alerta, na expectativa de que mais barragens venham a ruir.
Que está fazendo o governo ?
Irá deixar acontecer mais uma grande tragédia humana e ambiental?
Essa gente tem que ir para a CADEIA.
Estou exaltado sim, pois continuam a "voar" para ver o que acontece aos miseráveis cidadãos brasileiros.
Que medidas estão tomando para garantir a vida das pessoas que estão à mercê de rompimento de outras barragens?
DEUS É GRANDE E ESSA GENTE IRÁ PAGAR MUI, MAS MUITO CARO PELAS VIDAS QUE ESTÃO SE PERDENDO SOB SUA INCOMPETENTE ADMINISTRAÇÃO.
MEU DEUS NOS SALVE E ÁQUELES QUE ESTÃO DESAMPARADOS.

Anônimo disse...

Amigos "quebrados" como eu,
Se eu utilizar o disponível do empréstimo simples atrapalha a suspensão de 3 parcelas em dezembro ou a renegociação ?
Quem souber me avise, por favor.
Senão, daqui há pouco este disponível some".
Agradeço

sss disse...

Acima alguns colegas se mostram alegres, pois, segundo eles, seus saldos devedores tiveram redução de aproximadamente três mil reais. O que aconteceu? Já é parte da renegociação no ES?
Já o meu saldo devedor não diminuiu e a minha prestação foi majorada em, aproximadamente, dez por cento. Alguém sabe o que está acontecendo, por favor? Obrigado.

Anônimo disse...

14/11/15 01:06

O meu também não diminuiu.

O reajuste de sua prestação provavelmente decorre de ter transcorrido a data de aniversário do contrato. Vale dizer, após 12 pagamentos, o próximo já vem com o citado reajuste (e 10% seria aproximadamente a inflação do período).