BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

GILMAR FERREIRA MENDES

SEGURE GILMAR MENDES, SENÃO ELE CASSA DILMA ROUSSEFF!!! 


(Carlos Newton)



Anotem este nome – Gilmar Ferreira Mendes. Sua carreira é impressionante, tendo sido aprovado em três concursos públicos simultâneos, no ano de 1984, quando fez Mestrado e tirou primeiro lugar na disputa para professor da Universidade de Brasília, onde ensina Direito Constitucional.
Portanto, não é nenhum Dias Toffoli e já era respeitado como jurista de notório saber quando foi nomeado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso para o Supremo Tribunal Federal, em 2002, na vaga do ministro Néri da Silveira.
Agora. quis o destino que Gilmar Mendes voltasse ao Tribunal Superior Eleitoral em fevereiro de 2014, com mandato de dois anos, na condição de vice-presidente, e tenha se tornado relator da prestação de contas do PT na última eleição. E agora, com uma simples caneta na mão, ele está mostrando ao país que a atuação solitária de um simples ministro pode mudar os destinos da nação, ao devassar o que houve na última eleição presidencial.
A primeira providência de Mendes para sanear a eleição de 2014, alvo de uma saraivada de denúncias de fraude, foi fazer com que a aprovação das contas do PT fosse feita com ressalvas. E mais: mandou preservar a documentação para posterior exame.
A segunda providência, depois que se agravaram as denúncias da Lava Jato sobre uso de recursos ilícitos na campanha de Dilma, foi desmontar o golpe da relatora da ação do PSDB para cassação de Dilma Rousseff, ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura, que arquivara a petição sem abrir ação e depois arquivara o recurso do PSDB.Há duas semanas, no julgamento do recurso do PSDB, Mendes destruiu a credibilidade da ministra Maria Thereza, uma simples advogada do tipo Toffoli, de currículo inexpressivo, que chegou ao Superior Tribunal de Justiça sem méritos próprios, exclusivamente por obra e graça da presidente Dilma.
Com precisão cirúrgica, Mendes apontou uma série de erros jurídicos primários que a ministra cometera no afã de arquivar o processo contra a amiga Dilma.
Sem a menor contemplação, Mendes humilhou-a perante os outros seis integrantes do TSE, numa cena verdadeiramente constrangedora, e a ministra sequer se defendeu.
Depois de desmontar o parecer de Maria Thereza, Mendes votou contra o arquivamento da ação para cassar Dilma e foi seguido pelo corregedor-geral da Justiça Eleitoral, João Otávio de Noronha, que é um dos mais respeitados ministros do STJ.
Esta semana, o ministro Luiz Fux, que apoiara as críticas de Mendes à posição da relatora, votou a favor do prosseguimento da ação, e pediu vistas dos autos
e foi acompanhado pelo ministro Henrique Neves, que garantia maioria. O julgamento só não terminou, porque a ministra Luciana Lóssio pediu vistas e falta o ministro Dias Toffoli votar.
Detalhe importante: Luciana Lóssio é outra ministra tipo Toffoli, sem notório saber e que chegou ao TSE por nomeação de Dilma Rousseff, recompensando-a por ter sido advogada do PT na campanha de 2010.
Com o prosseguimento da ação do PSDB, a cassação da chapa Dilma/Temer passa a ser praticamente certa. É apenas uma questão de tempo, porque o ministro-relator Gilmar Mendes está conduzindo com muita precisão os trabalhos, mandando investigar múltiplos podres da campanha do PT, que teve empresas irregulares como fornecedoras e recebeu doações ilegais das empreiteiras, conforme já denunciou o empresário Ricardo Pessoa, em delação premiada na Lava Jato.
Nas mãos de Gilmar Mendes, o mandato de Dilma não vale uma nota de três dólares. Querem apostar?

MINISTRO GILMAR MENDES - VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

14 comentários:

Anônimo disse...

João Otávio de Noronha não é aquele ministro que julgou duas ações dando sentenças desfavoráveis aos assistidos da Previ.
Acho que já se comentou sobre ele aqui no blog.

lr disse...

Ele pode cassar quem quiser, mas imparcial ele não é. Até porque aquele tribunal é uma esculhambação, cada faz o que quer, age pela própria cabeça, não tem critérios e todos os ministros, para serem indicados borboletearam pelos gabinetes de parlamentares. Pobre Brasil.

Anônimo disse...

Não aposto nenhuma nota de tres dolares, a questão é que enquanto isso o pais fica na UTI cada vez mais moribundo e em crise.

Anônimo disse...

Até os tribunais superiores estão padecendo com a incompetência de seus membros, apadrinhados pelo ESTADO BOLIVARIANO.

Anônimo disse...

Professor Ari,

Comente por favor o e-mail que fala da Anabb ser defensora do BB. Pagarmos uma associação para nos ferrar é o cúmulo da burrice.

Anônimo disse...

Este senhor não é exemplo para a magistratura. Preocupa-me enaltecer pessoas que não merecem.

joao trindade disse...

Tomara que o ministro Gilmar Mendes consiga desbaratar essas baratas inexpressivas que roem d nação,colocando cada macaco no seu galho.Deus existe.

Anônimo disse...

Este senhor sentou~se durante quase um ano sobre ação da OAB que pedia a proibição do financiamento provado de campanhas eleitorais. Financiamento este que abarrotou campanhas do PT,PSDB,PMDB, REDE E OUTROS. Não me parece sensato enaltecê-lo.

Anônimo disse...

O ministro citado João Batista de Noronha foi advogado e também diretor jurídico do Banco do Brasil.
Foi ele que avocou e julgou aquela ação da cesta alimentação que tinha sido favorável aos aposentados e ele deu ganho para a Previ ?
Também exerceu cargo no TRT ?

Anônimo disse...

Rs. Foi ele que concedeu DOIS habeas corpus para o bandido-banqueiro Daniel Dantas em menos de 48 horas. Tudo pela justiça (com minúsculas), claro.

Anônimo disse...

Prof. Ari, o senhor ou outro leitor do blog sabem explicar a quantidade de
petição incidental na ação coletiva 1/3 IR PREVI, da ANABB. Será que a ANABB
ainda está incluindo e/ou retirando nomes da ação. Se for isto podemos esperar
bem sentados porque a ação não vai andar.

Anônimo disse...

O Ministro João Otávio de Noronha, trabalhou no setor jurídico da agência em Varginha-MG.Pelos menos quando estava aqui sempre foi uma ótima pessoa, só não entendo o porque de tanta mudança.Ele tem parentes em Três Corações(MG), cidade vizinha de Varginha(MG)
Lourival

Anônimo disse...

Desculpe Mestre Ari,
Pisaste numa bola ENORME, o homem Gilmar nao esta do nosso lado.Tem um passado que nos condena.Anaueh.

Anônimo disse...

Encher a bola do Gilmar é de doer.