BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

terça-feira, 29 de setembro de 2015

PRÊMIOS SINGELOS

            O Conselho de Administração da ANAPLAB fica assaz contente quando seu modesto Prêmio Pontualidade contempla uma de nossas pensionistas. Neste sábado, dia 26, na extração de Loteria Federal 5009, cuja combinação da sorte foi 74.569 da qual a matrícula da Pensionista de Parecis-RO, Laura Aparecida Novaes Marcon, mais se aproximou.
                       Este foi o nosso sétimo sorteio do ano. Iniciamos em março e assim que for possível pretendemos aumentar a quantidade de ganhadores para no mínimo dois por mês. O prêmio de R$1.000,00 livre de IR que é pago pela ANAPLAB no valor de R$250,00 ainda é pouco, porém o possível  de ser honrado, tendo em conta nosso alto dispêndio na esfera judicial. Até neste mês tivemos os seguintes ganhadores:

28/03/2015 - Aurea Maranduba
25/04/2015 - Manoel Antônio Machado
30/05/2015 - Oscar Hirabara
27/06/2015 - Álvaro Anísio Mesquita
25/07/2015 - José Yoiti Kinoshita
29/08/2015 - Francisco Almeida Santana
26/09/2015 - Laura Aparecida Novaes Marcon

                       www.anaplab.com.br

34 comentários:

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Prof. Ari, bom dia. Ontem tentei acessar o seu blog e não consegui?? Já são medidas do novo modelo que o senhor adotou?? Queria simplesmente comentar a resposta do email por mim enviado à previ sobre o ES/suspensão. Disseram que tal medida seria inviável, pois impactaria no saldo devedor, eliminando o limite disponível, e, sua futura renovação????????????Era só isso. Tarcísio.

laura marcon disse...

obrigado anaplab me orgulho de fazer parte dessa associacao seria e muito respeito sempre nos esclarecendo duvidas me sinto muito feliz com omeu amigo ari e jilvan pode ter certeza qe eles sempre estarao ai para nos ajudar.esse premio pontualidade pode ter certeza ele e abencoado ,acredite voce pode ser o proximo . abracos a todos associado .

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Que MILAGRE FOI ESSE, de SETEMBRO/2015, estar TERMINANDO, DATA-BASE dos bancários e os FUNCIONÁRIOS do BB-GULOSO NÃO TEREM FEITO GREVE ATÉ AGORA ?

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Por favor, o que RESULTOU do "APELO FEITO AOS DIRETORES ELEITOS"? Muito obrigado.

Ari Zanella disse...

09:09

Até o momento não obtivemos resposta. No entanto, o colega Tarcísio (vide o primeiro comentário de hoje) já obteve e nos diz da impossibilidade devido ao aumento do saldo devedor. Fica a pergunta: Quando renovamos o empréstimo também não aumenta o saldo devedor?

Anônimo disse...



ANAPLAB MATA A COBRA E MOSTRA O PAU

Mestre, não encontrei outra expressão para transmitir minha ad-
miração pelo gesto de nossa ANA ( permita-me a intimidade ) que é
exemplo para muita entidade grande que se apropria de recursos de
milhares de trabalhadores e ao final os deixa ao relento, a exem -
plo do Postalis que é o único que me lembro no momento.Parabéns ,
Grande Mestre. Divany Silveira -Sete Lagoas-mg

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:

Por favor, se for complicar, NÃO PUBLIQUE! Por favor avise a PREVI que só estamos pedindo a PRORROGAÇÃO DE ALGUMAS PRESTAÇÕES e não do EMPRÉSTIMO SIMPLES TODO!

Anônimo disse...

Acessei o site da PREVI e lá nada fala sobre o adiantamento de 7% que o Dr.Medeiros disse que seria publicado no site.Essa PREVI quer é nos matar.Não custava nada suspender as prestações do ES.Como disse o Prof.Ary, ao renovarmos o empréstimo simples o saldo devedor sobe.Então não custa nada suspender as prestações que tiraria do sufoco muitos colegas endividados.Pelo visto nesse natal vamos passar sem nenhum tostão no bolso.

Lourival

Felício Carlos Vendramini disse...

O debito somente sera suspenso por quem autorizar, daí o saldo devedor não vai aumentar para todos, com certeza somente quem não consegue renovação irá solicitar a suspensão do débito.

Rosalina de Souza disse...

Prezado Ari Zanella,

Sera minha ultima participação aqui no blog, já que não podemos falar nada a respeito da Previ.

Imagino eu que quando você abriu o blog, foi para denunciar as coisas que achava errado, pois bem, sem atacar ninguém, e com cunho profissional passou a efetuar disparos justos contra a atual administração da Previ, principalmente em relação aos eleitos desta chapa que concorreu,bem como dos demais eleitos.

Sei que já houve até processo contra sua pessoa, mas acredito que na sua candidatura foi para tentar melhorar os rumos do nosso fundo de pensão.

Se diante de tantas mazelas temos que permanecer calados, com cargo decorativo na Previ, pois si quer é remunerado e enfrentando resistências dos pares do conselho consultivo do PB-1, e invocado um código de ética que só pune o corpo social, os agora chamados de pós laborais, não somos mais aposentados e pensionistas, e nada acontece para nos proteger, quando aposentadorias milionárias são oferecidas aos MARAJÁS DO BB, nós a rale do plano, não podemos mais reclamar, sobre o manto da censura, ou da moderação.

Não me serve mais esse tipo de representação, ou essa falta de compromisso com a verdade, pois todos os blogueiros inclusive o Dr.Medeiros mudou o rumo dos blogs, que tornou-se apenas mais uma leitura diária, nada que acrescente luta, disposição, ousadia, fraternidade com nossos pares mais empobrecidos, nossas pensionistas miseráveis, nossos aposentados sofredores por não ser digno de por o pão na mesa de suas famílias, se sentindo um lixo depois de tantos anos de dedicação ao Banco do Brasil.

Mentiras ditas por dirigentes e até mesmo pelo Presidente não são dignas de representação no conselho de ética, mas nós não podemos falar, sobre a chance grande de ver o oficial de justiça a nossa porta com uma representação por ter falado mau dos DIRIGENTES DA PREVI.

Sou crista, mas jamais me curvarei a me calar, apenas para ver meia duzia de gente satisfeita, achando que calou a todos.

Sinto que agora chegamos no barro do fundo do poço, ou reagimos, ou morremos, ficou insustentável a nossa covardia.

Respeitosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.320-4

Anônimo disse...

Prezada Rosalina,
Se você deixar de participar do blog gostaria que informasse seu email ou outro contato para aqueles que tiverem interesse.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Acho que vou ABRIR um blog.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:



É com GRANDE TRISTEZA que VOU SEGUIR os PASSOS da Sra. ROSALINA DE SOUZA. O Mestre JAMAIS PERDERÁ o meu RESPEITO, a minha ADMIRAÇÃO, minha DEVOÇÃO, minha COMPREENSÃO, a minha AFEIÇÃO e o meu VOTO (caso venha a necessitar dele algum dia). O BLOG, para mim, CONTINUARÁ COMO SEMPRE FOI, LEITURA OBRIGATÓRIA, ASSÍDUA e ATENTA. Atenciosamente.

JOSE ALVES-5230.954-1 disse...

Percebi que estávamos no fundo do poço com o anuncio da criação do ES 13, mas fica uma dúvida, será que ainda existe poço?

Anônimo disse...

Digníssima Rosalina, muitos já se calaram. Eu também, agora. Outros mudaram a postura. Triste fim. Fazer o quê? Se o açoite repressivo persegue a todos que não se coadunam com as imperfeições. Herança amarga deste país formidável, que tem um desvio incorrigível. Fui...

Unknown disse...

Ari,
estamos vivendo dias difíceis. Mas, o mais difícil é ver injustiças e ações em proveito próprio que se multiplicam dentro do Plano. Aposentadorias acima do teto, bônus polpudos para a diretoria, adiantamentos polpudos para a diretoria, negação de todo e qualquer pleito dos associados, etc.
O mínimo que se exigiria para que o respeito e a ética fossem respeitados seria tratamento igualitário, definição de um piso, entre outros.
A verdade é que gerenciam o patrimônio do Plano como sem se preocupar com justiça, vivem o dia a dia como se não houvesse Deus. Gente, o nosso Deus vive. Celio

"Bem aventurado é aquele que considera o pobre. O Senhor o livrará no dia do mal." Salmos 41,1

Anônimo disse...

Ao anônimo das 7:57:

Os bancários vão entrar em greve nacional por tempo indeterminado a partir da próxima 3ª feira, 06.10.
A categoria reivindica 16% de aumento.
A Fenabam só quer dar 5,5% mais um abono de R$ 2.500,00, não incorporado ao salário.
Os bancos públicos (BB e CEF) querem cortar parte da PLR.

Anônimo disse...

Caros Colegas,

Lei da mordaça imposta pela Previ é o que sente.
Para que eleger conselheiros , diretores, se não existe democracia para dar opiniões, criticar duramente se preciso for?
É melhor mesmo sair de cena, ou não?
Me ajuda aí oh!

WILSON LUIZ disse...

MINISTÉRIO FUTURO

Todos os meses, dias antes do crédito da FOPAG, aparece em nossos extratos o lançamento futuro, valor líquido de nosso benefício.

Perdida no tempo e no espaço, agora a presidenta Dilma inventou o ministério futuro. Comprando apoios e consciências para evitar processo de impeachment, vendo que não possuía tantos cargos quanto precisaria, ofereceu ao PMDB da câmara um ministério agora, e outro no futuro.Tá difícil, o PMDB indicou para ministro da saúde, outrora jóia cobiçada da esplanada dos ministérios, o ilustre estadista, deputado Manoel Júnior. Acho que este deputado não conseguiu chegar nem ao baixo clero da câmara, deve estar na ala dos coroinhas.

Dilma sabe que está travando a mãe de todas as batalhas para salvar o resto de seu mandato. Se o pedido de impeachment começar a tramitar na câmara dos deputados, ninguém conseguirá segurar as manifestações de rua, quero ver o deputado que terá coragem de ir contra este tsunami popular.

Anônimo disse...


Estou com a Rosalina. Ela continua o bom combate a favor dos aposentados e pensionistas.

Anônimo disse...

Nessa situação eu simplesmente pediria para sair do Conselho Consultivo da PREVI.

Curvar-me a um Código de Ética que só serve aos poderosos?

Nem pensar.

Anônimo disse...




RESPPONSABILIDADE CIVIL SOBRE COMENTÁRIOS EM BLOG


Mestre, mesmo o conhecendo há pouco tempo, sou capaz de avaliar o
quanto foi dificil pra você tomar esta decisão, sua índole pre-
ga o entendimento, o diálogo e valores democráticos.Entretanto
quem estudar um pouco a história da imprensa vai concordar que com
a universalização da internet e a aparição do blog a edição da
noticia passou por uma transformação gigantesca, senão vejamos ueu
os jornais adotavam antes da massificação dos blogs: O fato ou a
notícia eram garimpados por repórteres profissionais que a encami-
nhavam ao editor e, dependendo do teor do assunto, ainda tinha o cri-
vo de um jornalsta especializado que daria o OK para a edição.Entre-
tanto,hoje, com a proliferação dos Blogs qualquer pessoa vai ao com-
putador e , quase sempre, de forma ANÕNIMA publica seu comentário
onde pode destilar seu ódio. ISTO POSTO, esta universalização dos
Blogs acabou por trazer repercussões na área do direito e dai sur-
giu a questão da responsabilidade civil que atinge o autor e o
dono do blog e, olhem bem, no caso dos anônimos só o dono do Blog.
Moral da história: quem for amigo do Velho e Bom ARI compreende.
Desculpem a aparencia do texto,poi recebi uma peça ha pouco. Um
abraço,Divany Silveira-Sete Lagoas-mg




Anônimo disse...

À PREVI.

Meu pai, Francisco Carlos Marcondes (matrícula 3378520-1), ingressou no Banco do Brasil em 1964 e aposentou-se em 1992, tendo trabalhado durante todo o período na mesma agência (0306-9), em Guaratinguetá (SP).
Eu e minha irmã somos muito gratos por tudo o que ele fez por nós. Porém, o tempo foi passando e sua saúde piorando. Fez quatro operações para desobstrução das carótidas no Hospital Beneficência Portuguesa/SP e, há cinco anos, encontra-se totalmente acamado devido a dois AVCs. Para maior tristeza, minha mãe, Yara Maria Vaz Marcondes, também passou pelos mesmos problemas, encontrando-se também totalmente acamada há seis anos, vítima de três AVCs. A CASSI amparou os mesmos nos hospitais, mas, mesmo com laudos e relatórios médicos, pagou apenas alguns meses o serviço de enfermagem, tendo negado até hoje por repetidas vezes. Tudo já feito para mudar a situação, mas a mesma não cede.
Em virtude disso, hoje gastamos com três enfermeiras particulares, com os devidos encargos trabalhistas, com medicamentos para infecções recorrentes, fralda geriátrica para ambos, além de todos os gastos obrigatórios que têm uma família. Somente na parte específica de enfermagem e cuidados com a saúde deles especificados acima, o gasto mensal ultrapassa a R$ 5.000,00. Como sou casado, não moro há tempo com eles, mas sou o procurador de ambos e administrador da casa.
O meu problema é o mesmo que muitos: as despesas são maiores que as receitas. Com isso, foi necessário recorrer a empréstimos no Banco do Brasil e ao ES da Previ. Mas está difícil. Mês passado, por exemplo, em que pagamos férias de enfermeira, além de uma outra para cobrir férias, a situação ficou insustentável.
Não somos revoltados com a vida. Pelo contrário. Somos gratos por ainda termos como nos mantermos. Nem com os múltiplos AVCs. Jesus foi claro: "No mundo, tereis aflições...". Deus manteve a fala, a alimentação e a memória de ambos. Estou toda semana lá. Cada vez que entro, a dor é única. Os pais, com o tempo, viraram filhos. Totalmente dependentes. Pai e mãe. Totalmente acamados. Isso dói. Mas levo os netos para eles verem, leio uma passagem bíblica e saio mais feliz. Tenho a consciência de que tudo não é mais do minha obrigação. Ainda é pouco perto de tudo que ambos fizerem por mim e minha irmã.

Em virtude do exposto, solicito, humildemente, a suspensão do desconto do ES PREVI até dezembro deste ano, alívio temporário para mantermos o tratamento e a saúde de meus pais.

Além disso, este relato serve como exemplo do que diversos aposentados devem estar passando. Às vezes, é necessário ler e meditar sobre um fato real para sair de análises contábeis e matemáticas.
A todos os leitores do blog, peço apenas vossas orações, a fim de que meus pais tenham, ao menos, um fim de vida digno. O dia de amanhã pertence a Deus.
E, aos diversos amigos do Banco, visitem meu pai. Ele está lúcido e sente falta de todos.
Assim seja.
Fiquem todos com Deus.
Francisco Augusto Vaz Marcondes.
Guaratinguetá (SP).

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará."
Gálatas 6,7. Bíblia Sagrada.

Anônimo disse...

Professor Ari,

Desse jeito não vou brincar mais não!
Não se pode sentar o bambu no Guloso nem na Mádrasta.
Não pode falar de futebol.
Não pode gozar do Divany (no bom sentido)

Num vou mais iscrever nessi trem nãum SÔ
Larguei maum dessi trem

Anônimo disse...

É o fim!!! Prezado Professor Ari, hoje já não participo de blogs, de vez em quando dou uma olhada. E você sabe muito bem quem eu sou, num primeiro momento acho que até errei com o irmão, me desculpe. Mas fui totalmente contra a sua candidatura ao conselho da Previ, por isso mesmo. Hoje o ilustre Professor, o Dr. Medeiros, que poderiam estar ao menos falando as verdades que todos deveriam ouvir, não podem, estão censurados. O diálogo com a Previ com o Sr. Gueitiro piorou, tem gente em cima do muro, o Professor e o Dr. Medeiros, que poderiam nos defender, não podem mais, são até enquadrados. Pensando bem, acho que eu estava com a razão, e a estou de acordo com a colega Rosalina, não temos mais a quem pedir socorro, e pior Anaplab e Afabb RS, pelos cargos que voces ocupam também, não podem fazer nada. Abraços, é a última vez que lhe incomodo, pedindo-lhe desculpas.

Claudia Santana disse...

Professor Ari,
É com imensa gratidão que leio seu blog.
Precisamos nesse mundo louco, ver que ainda existem pessoas de valor como o sr.
Obrigada, abraços
Cláudia Santana

Ari Zanella disse...

Valeu Cláudia. Nem imaginas como isso me consola! Palavras como as suas me regeneram. Muito obrigado mesmo!

Anônimo disse...

Colega Ari,

Gostaria de saber qual a solução encontrada pelos "doutos" da PREVI para aqueles colegas que, como eu, estão impossibilitados de renovar o Empréstimo Simples, em razão de insuficiência de margem consignável. Na hora de pedir votos, todos aparecem com promessas mirabolantes. Porém, na hora do aperto, eles somem e fazem de conta que esses colegas não existem. É necessário que eles saibam que existem colegas e pensionistas que estão passando dificuldades, não pelo simples fato de assim o desejarem, porém por culpa da própria diretoria da PREVI, quando tomou medidas drásticas e intempestivas, como a implantação da nova metodologia de cálculo da Margem Consignável, por exemplo. Não se ouve falar em redução dos honorários dos diretores e da redução das despesas de pessoal, como o corte de cargos comissionados, a exemplo do que vem fazendo as empresas, com vistas à adequação à nova realidade econômica. Por que somente nós, pobres "donos" do maior Fundo de Pensão da América Latina, temos que pagar a conta??? Com a palavra os atuais gesstores da PREVI, se o "Código de Ética" permitir...
Filomeno José Linard Costa - Matr. 3.288.840-6

jeanne disse...

Não desanime Prof. Ari. Seu blog é de vital importancia, tanto como o do Medeiros, por isso mesmo vocês estão sendo pressionados e censurados. Continuarei lendo diariamente porque sempre o acompanhei desde o começo. Força pra voces porque os tempos estão dificeis pra todos. Abraços, Jeanne.

Anônimo disse...

Sr. Ari ,
Gostaria de uma orientação do Sr.Fernando Lamas,
Meu nome encontrasse no SPC/SERASA, o Banco do Brasil pode bloquear o meu cheque especial, CDC,cartao de credito?
Obs. A Instituição Financeira que me negativou deverá fazer a negociacao dentro de 90 dias.
Obrigada
Eliza














Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

CODIFICADAMENTE
Prezado Professor Ari, parece que teremos que comentar nos blogs, disfarçando em receitas de bolo, como faziam os artistas, nos anos 60 e 70.
Cara Eliza, agradeço pela confiança e peço outras opiniões, mas penso que o BB não lhe afetará nas suas operações atuais, influenciado pela sua negativação. O BB lhe negará crédito, caso haja inadimplência, nas suas operações, para com ele, BB. Tudo de bom!

Caro Professor Ari, grato por tudo e PAZ E BEM!

"Fazei aos outros tudo aquilo que quereis que eles vos façam."
Mateus 7,12

Anônimo disse...

Como já comentei anteriormente tive negativação SPC/SERASA por dívida com outro Banco.Mesmo não devendo nada para o BB foram bloqueados CDC, cartão de crédito e cheque especial.Alegaram que é norma do Bacen.

Anônimo disse...

30/09/15 15:18

Consta no site do Banco Central, no link de perguntas frequentes:

Restrições em bancos podem estar relacionadas a inscrições no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou na Serasa, que não são de responsabilidade deste Banco Central.

A inclusão do nome no SPC/SERASA por dívida com terceiros não gera, automaticamente, o impedimento de crédito por outra instituição financeira.

Fica a critério de seu gerente a manutenção dos limites de crédito até a solução da pendencia, eis que a "análise de risco" leva em consideração como pontuação negativa a chamada "inidoneidade comercial".

Não deixe de procurar seu gerente, pois até dívidas junto a terceiros as instituições financeiras estão comprando.

Claudia Santana disse...

Querida Rosalina de Souza,
Por favor, continue fazendo seus comentários.Não deixe de participar de nenhum blog. Considero você uma pessoa muito inteligente.
Na verdade, somos poucas andorinhas mas, se desistirmos, seremos nada!
Precisamos sair e lutar contra essa ditadura que nos foi imposta.
Se não conquistarmos nada, pelo menos teremos a certeza de que tentamos!
Pode estar certa, na briga com cachorro grande, o pequeno tem que saber a hora certa de latir e atacar!
Nós somos o cachorro pequeno e, nossa hora chegará com toda certeza!
Temos que apoiar os poucos que realmente querem justiça!
Grande abraço, Cláudia Santana