BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

PARA CADA PECADO TEM UMA VIRTUDE

               Para cada pecado capital existe a correspondente virtude para anulá-lo ou extingui-lo, ou seja, aquele que pratica a virtude está, por consequência, livre do pecado. Em outras palavras, a virtude é divina, vem da graça, é libertadora. Já o pecado é satânico, viciante e com certeza nos conduz à escravidão e à morte. Compete-nos escolher um e renunciar ao outro. Como está escrito pelo apóstolo Paulo "os desejos da carne (pecados) são contrários aos desejos do espírito (virtudes)" ou ainda, "o salário do pecado é a morte" enquanto a fé e a caridade nos conduzem à vida eterna.
               Vamos, pois, às antíteses que devem pautar a nossa conduta enquanto viventes nesta terra:

Pecados (=morte)           Virtudes (=vida)

      Orgulho               -       Humildade
      Avareza               -       Generosidade
      Inveja                  -       Bondade
      Ira                        -       Paciência
      Luxúria                -       Castidade
      Gula                     -       Temperança
      Preguiça              -       Disciplina

              Se vivermos uma vida cheia de virtudes viveremos uma vida feliz, aqui mesmo na terra, e principalmente depois na eternidade. Deus é fiel e Ele nunca irá abandonar seus filhos e filhas. E assim caminhamos nas veredas do Senhor, sem temer o mal porque o Pai nos protege através de Seu Filho Jesus Cristo e nos consola por intermédio do Seu Espírito Santo.
     PENSAMENTO DO GRANDE LÍDER INDIANO MAHATMA GANDHI

terça-feira, 29 de setembro de 2015

PRÊMIOS SINGELOS

            O Conselho de Administração da ANAPLAB fica assaz contente quando seu modesto Prêmio Pontualidade contempla uma de nossas pensionistas. Neste sábado, dia 26, na extração de Loteria Federal 5009, cuja combinação da sorte foi 74.569 da qual a matrícula da Pensionista de Parecis-RO, Laura Aparecida Novaes Marcon, mais se aproximou.
                       Este foi o nosso sétimo sorteio do ano. Iniciamos em março e assim que for possível pretendemos aumentar a quantidade de ganhadores para no mínimo dois por mês. O prêmio de R$1.000,00 livre de IR que é pago pela ANAPLAB no valor de R$250,00 ainda é pouco, porém o possível  de ser honrado, tendo em conta nosso alto dispêndio na esfera judicial. Até neste mês tivemos os seguintes ganhadores:

28/03/2015 - Aurea Maranduba
25/04/2015 - Manoel Antônio Machado
30/05/2015 - Oscar Hirabara
27/06/2015 - Álvaro Anísio Mesquita
25/07/2015 - José Yoiti Kinoshita
29/08/2015 - Francisco Almeida Santana
26/09/2015 - Laura Aparecida Novaes Marcon

                       www.anaplab.com.br

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

APELO AOS DIRETORES ELEITOS

            Todos nós estamos cientes das dificuldades em conseguir novos créditos quer pela elevação repentina das taxas de juros cobradas pelo mercado, quer pela impossibilidade de renovação de nossos empréstimos junto à PREVI.
                        Em vista de tal conjuntura, acreditamos que passageira, e pela situação de agravamento individuais pela qual atravessam grande número de nossos associados, formulamos pedido aos diretores eleitos, senhores Marcel J. Barros da Seguridade; Décio Bottechia do Planejamento; e à senhora Cecília Garcez da Administração; para que, nesta situação sufocante em nossos orçamentos domésticos, concedam com a máxima urgência, o benefício da suspensão dos débitos do ES - Empréstimo Simples, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2015.
                     Na prática, a implantação de tal regalia momentânea traria evidentes reflexos no alívio financeiro de muitos associados - sempre observando-se o caráter opcional de tal pleito - tendo a equivalência de uma modesta renovação, posto que em janeiro/16, devido à ausência de MC, a maioria não poderá renová-lo.
                        Nestes termos, esperamos todos nós associados sensibilizarmos os caros diretores eleitos para que levem a cabo o presente apelo desesperado.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

ESCAMBO DESESPERADO

             O ex-presidente parece ter voltado à mil participando ativamente de negociatas do tipo "toma lá dá cá" no Distrito Federal. O PMDB, um dos partidos mais corruptos da história do Brasil, junto com o PT, foi "agraciado" no dia de ontem com cinco ministérios, dentre eles o da Saúde, com o objetivo espúrio de apoiar o governo na aprovação das medidas, dentre as quais a recriação da CPMF, e não vetar nenhum dos mini cortes efetuados nas despesas governamentais. Lula pensou em reconstituir a base aliada na base do ávido apetite por cargos, jamais em função da delicada situação nacional.
             A corrupção institucionalizada não irá conseguir vencer a verdade. Ontem, um novo delator mencionou que houve propina na compra de Pasadena e ninguém investigou o superfaturamento de sua compra assinada por Dilma Rousseff. O TCU parece ter recuado nas pedaladas fiscais de 2014. Bastou o seu presidente sofrer ameaças. Este PT ditatorial é assim mesmo. Ameaça quem tentar obstruir sua sede de poder. Tempos atrás a residência do Procurador-Geral Rodrigo Janot teria sido "invadida" por "ladrões" enquanto ele estava no exterior; os exércitos de Stédile e da CUT estão a postos. Lula não é Collor, jamais irá renunciar porque sabe que seus "feitos" lhe renderiam uma severa punição. Vai lutar até o fim ou enquanto Deus lhe der saúde. Instituições cooptadas, as mais importantes como STF e TSE. Gilmar Mendes está sozinho para defender a verdade. Petistas e outros corruptos o detestam. O Brasil vai mesmo quebrar. Para tirá-los do comando desta nave desgovernada só mesmo com derramamento de sangue. Quem irá julgar Lula e seus asseclas? Quem irá fazer a Sr.a Dilma reverter os mais de um bilhão de dólares na compra da Refinaria de Pasadena? E os investimentos do BNDES feitos no exterior para nações "amigas"?

terça-feira, 22 de setembro de 2015

VERGONHA DE SER BRASILEIRO

        O ministro Dias Tófoli por seu passado de advogado do Partido dos Trabalhadores deveria declarar-se  impedido para julgamentos que figurem como partes o PT e seus filiados que serão julgados pelo STF na Operação Lava Jato. Com efeito, não se pode esperar isenção deste cidadão sabendo-se, de antemão, que para tal foi nomeado com propósitos específicos de "aliviar" as penas dos políticos petistas envolvidos.
          Começo a crer que se fará um grande acordão para livrar quase todos os políticos. Já começo a vislumbrar que o PT é um dos partidos mais honestos que existem no âmbito mundial e seus políticos exemplos de probidade administrativa. A Petrobras está firme e forte, a inflação está domada e vamos voltar a crescer já em 2016.
            Parabéns a todos. Alguém já reservou um pedaço de sua pizza?



domingo, 20 de setembro de 2015

ESTADO CLEPTOCRÁTICO

https://www.facebook.com/marcelo.martins.br/videos/10206945078361835/?fref=nf

        Este link nos remete a uma página no facebook onde está publicado parte da entrevista do corajoso ministro do STF e também do TSE, Gilmar Mendes, feita há 3 dias num evento na FIESP em São Paulo. A entrevista cheia está no G1 pois foi concedida a GloboNews, emissora a cabo da Globo.


           As palavras de Mendes significam que o Brasil ainda tem seu lado sensato ou o pensamento sintetizado das poucas pessoas que ainda não se corromperam. Evidentemente que provocou a ira do partido no governo, o ministro da Defesa e o presidente do PT dizem que irão processá-lo "por faltar com a verdade". Ora, por que o PT não contesta com provas que o que Gilmar Mendes diz não é verdade? Lógico está que não podem refutar porque tudo está tão cristalino como uma imagem em HD.
               Mendes diz que pelo revelado na Lava Jato o partido dos Trabalhadores teria angariado doações de propina de mais de dois bilhões de reais (O PT gastou 350 milhões na última campanha) que dariam para gastar com campanhas até o ano de 2038 e sempre com mais dinheiro que os oponentes, com evidência de um projeto de perpetuação no poder.
            Parabéns ao ministro Gilmar Mendes! Enche-nos o coração de esperanças de que este "estado de cleptocracia" está no limiar de ser banido de nossa grande nação. Agora temos um grande aliado do Juiz Federal Sérgio Moro.  
                Não estamos aqui para elogiar nenhum partido político. O que queremos é que o Brasil seja governado por pessoas de bom caráter, probos e honestos. Insistimos que o país deve fechar para balanço. Permanecer uns dois anos em estado de exceção para colocar a casa em ordem. Neste período seriam feitas as tão necessárias reformas em todos os níveis. Não estamos em guerra, assim a nossa gloriosa Forças Armadas seria muito valiosa na reconstrução do país. 

sábado, 19 de setembro de 2015

A VISTA OU A PRAZO?

         A chapa está esquentando para a presidente. De um lado o pedido de 'impeachment' aceito nesta semana pelo presidente da Câmara, texto elaborado por Hélio Bicudo, ex-simpatizante  do PT, e por Miguel Reale Júnior, notável jurista aposentado; de outro lado o TCU que pode rejeitar suas contas de 2014 pelas famosas pedaladas fiscais. Aliado aos dois há a questão das doações supostamente advindas da operação Lava Jato cuja investigação está para ser levada a cabo por autorização do TSE. Já há quatro votos favoráveis dos sete deste Tribunal.
          O assunto pode ser lido no famoso jornal londrino FT - Financial Times. Parafraseando um comercial institucional da GloboNews que diz: "Eu não sei quem vai ficar de pé depois que terminar as investigações da Lava Jato". Será que Lula e Dilma ficam?
            Os recentes acontecimentos, a baixa popularidade, a recessão crescente, os juros nas alturas, o disparo da moeda americana, a criação de impostos, a falta de credibilidade etc levam a concluir que haverá mudanças significativas em nosso país.
                Soube-se que Lula manteve um encontro com o presidente da Câmara Eduardo Cunha, pedindo-lhe que rejeitasse qualquer pedido de "impeachment", pois se acatar, a vontade popular se encarregaria de agilizar o "rito sumário". Lula teria dito que Dilma estaria num situação delicadíssima.
                 Para concluir, o sentido do título desta postagem: Refere-se a uma possível investida de compra de apoio dos deputados que não aderirem ao impedimento. Esperamos que tal prática não ocorra mais.
       HÉLIO BICUDO REBATE DILMA: "IMPEACHMENT NÃO É GOLPE!"

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

INSTITUIÇÕES FRAGILIZADAS

             A Lei de Responsabilidade Fiscal, uma lei complementar nº 101, de 2000, reza que nenhum governante pode gastar mais do que arrecada. Como podem, então, no mínimo cinco estados brasileiros, entre eles o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul se encontrar em situação de insolvência? Os tribunais de contas estaduais não deveriam ter reprovado as contas dos respectivos estados?
              O TCU - Tribunal de Contas da União já deveria ter reprovado as contas da presidente Dilma do ano de 2014, devido as famosas "pedaladas fiscais". Ainda não agiu. Consta que o seu presidente Augusto Nardes, segundo a GloboNews, teria sido ameaçado, juntamente com seus familiares, caso recomendasse a reprovação das contas de 2014. Mamma mia! De onde teriam partido tais ameaças?
              Estamos vivendo momentos delicados. Nenhum ministério foi cortado. Nenhum comissionado ficou sem comissão. O Brasil está num jogo de compadres. Governadores que gastaram mais do que podiam, agora correm para "comprar" a CPMF a fim de equilibrar suas contas. O lobby começou hoje em Brasília com Pezão liderando a comitiva.
              Enquanto isso o maior responsável por essa desordem econômica continua por aí, livre, leve e solto, por conta de nossas fragilizadas instituições, com ênfase nas sediadas na capital federal. O notável juiz Sérgio Moro (foto) é fato isolado e uma andorinha só não faz verão.
A INSTITUIÇÃO MAIS DOMINADA É A PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA ONDE RODRIGO JANOT NÃO TEM QUALQUER ÂNIMO DE ACUSAR DILMA, LULA & CIA. SEGUIDA POR STF, STJ E PARTE DA POLÍCIA FEDERAL. DESÂNIMO TOTAL COM OS PROTAGONISTAS.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

TEM RAPOSA NO GALINHEIRO

               Se o demônio é o pai da mentira, o que dizer deste governo que ilude e confunde no intuito de enganar o sofrido povo brasileiro. Primeiro, mandaram ao Congresso um orçamento deficitário para, sorrateiramente, forçar a volta da CPMF ao tempo em que o corte de despesas foi insignificante, digamos, apenas para dizer que cortaram alguma coisa.
               O que me irrita é a desfaçatez como a de um ministro dizendo agora no Conta Corrente da Globo News que é "um percentual irrisório" da CPMF, e ainda desafia dizendo: "Quem não estiver contente que aponte outros meios de arrecadar mais!". Quase lhe quebrei a cara mas quando fui com o punho cerrado notei que iria quebrar o meu televisor.
                 É uma turma de caras de pau, de uma incompetência que causa pena. Os grandes bancos estão aí faturando mais do que nunca e sobre estes não se toca; é muito mais fácil sobrecarregar o coitado do povo brasileiro que já está "acostumado" a levar no lombo. O ministro Levy chegou ao cúmulo de dizer que a nova CPMF iria ser integralmente utilizada para pagar aposentadorias (apelação popular?). Quer dizer que não tem mais dinheiro no INSS? Se for verdade, os aposentados estarão contribuindo (indiretamente) novamente para seus benefícios. Uma bitributação camuflada?
                 O pior cego é aquele que não quer ver. Quem acabou com a nossa maior estatal? Quem provocou rombos em vários fundos de pensão? Quem criou (e acabou) com o pré-sal? Quem superfaturou a Refinaria Abreu e Lima? Quem usou dinheiro do BNDES para financiar infraestrutura no exterior? E por aí vai...
                      O indeciso Michel Temer que antes dizia que "com uma popularidade baixa igual a essa, Dilma não chegaria a 2018", hoje mudou o discurso, desdizendo o que tinha dito.
A sorte desses espertalhões é que nosso povo é muito pacato e ordeiro!

AGORA A FINALIDADE NÃO É MAIS A SAÚDE, É PAGAR APOSENTADORIAS.

domingo, 13 de setembro de 2015

IMUNE ÀS CRÍTICAS

            Sem querer polemizar nem nominar pessoas, tenho me deparado com situações nada construtivas neste nosso mundo previano. Tendo já sofrido alguns reveses na vida no campo da saúde pessoal, perdi completamente o ânimo para "brigar" por bens materiais. Graças a Deus tem crescido minha fé, ainda não atingi a escala que desejaria, entretanto, o suficiente para confessar aos homens, independente de religião, que Jesus Cristo é meu ÚNICO caminho que nos leva a Deus.
                   Pouco me importa se acreditam em mim ou não. O que importa é que eu creia verdadeiramente e isso é questão de foro íntimo. Nesse sentido, a humildade é um fator sempre agradável em nossa relação com o Criador. Se meu proceder desagrada alguns, paciência! Prefiro desagradar aos homens mas jamais a Deus.
                     Não vou deixar de dar alguns pitacos sobre o fundo que nos garante o sustento material, necessário enquanto caminhamos neste mundo. Todos sabem que nosso fundo não é uma ilha, faz parte de uma engrenagem e seu bom funcionamento depende de outros elementos desta corrente. Em outras palavras, nós dependemos muito (60%) da Bolsa de Valores de São Paulo e de empresas participadas. Se o Ibovespa cai, nós caímos juntos. Se a Vale dá prejuízo, nós também temos prejuízo. E assim vai...
E temos apenas uma solução: mudar a política de governança brasileira. A coisa já vem lá de trás. "Cerveró afirmou ao MP que a compra da Refinaria de Pasadena rendeu propina à campanha de Lula em 2006", diz a Revista Época. Se não sairem de cena o PT, Lula e Dilma, ficaremos nesse marasmo de piora gradativa rumo à degradação total.
TRIO MAIS QUE UNIDO NA PROSPERIDADE. HOJE FOTOS COMO ESTA SÃO IMPROVÁVEIS, UM NÃO PODE E DOIS NÃO QUEREM.

REMINISCÊNCIAS

                 Neste domingo dia 13 (Mamma Mia!) vamos esquecer um pouco os pesados temas que temos abordado, saindo levemente da atualidade para voltar no tempo das memórias, exatamente 35 anos atrás (1980) época do "milagre econômico" de Delfim Neto, década de 70, tempos memoráveis no Banco do Brasil quando ainda detínhamos a famosa Conta Movimento, lembram? Perdemos esta conta em 1987, se a memória não me falha. Nem ligávamos para o balanço do BB, se dava lucro ou prejuízo, porque estávamos abrigados nessa famosa Conta Movimento.
                    Desta época, tenho quatro fotos de cursos realizados no antigo DESED. Bom seria se alguns dos colegas pudessem ser identificados novamente. Nem me lembro sequer seus nomes.



SE ALGUÉM RECONHECER ALGUÉM DESSAS TURMAS , POR FAVOR, DEIXEM-ME SABER. A PENÚLTIMA FOTO, O CARA DO MEU LADO DIREITO (MAIS ALTO DO QUE EU) ERA DE BLUMENAU E FALAVA EM INGLÊS COMIGO!

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

O TCU VAI REPROVAR

         Hoje termina o prazo de 15 dias adicionais concedido pelo TCU - Tribunal de Contas da União - para que o governo Dilma desse explicações convincentes a respeito das "pedaladas fiscais" ocorridas no exercício de 2014.
          A expectativa é de que o governo não irá convencer o TCU sobre a legalidade de tais artifícios, sendo assim, o TCU deverá mesmo rejeitar as contas de Dilma Rousseff de 2014.
            Paralelamente, as oposições formaram um site para um abaixo-assinado pedindo o "impeachment" da presidente, o qual em dois dias já obteve a expressiva marca de 305 mil assinaturas.
               Se houver mesmo a rejeição de contas pelo TCU fica aberto o caminho para a abertura do processo a ser julgado na Câmara dos Deputados onde a base de apoio ao governo é mais frágil do que no Senado.
               Outra possibilidade para evitar o impedimento é a renúncia, meio do qual dificilmente o PT se valerá posto que já deu mostras que brigará até o fim para manter-se no poder.
                 Apesar de tudo, esta seria a melhor saída para o país que agora necessita mais do que nunca de união e coalizão para sair o mais rápido possível de sua inércia e voltar a crescer. Os problemas se avolumam e as soluções não chegam por falta de afinação política e confiança do empresariado.
                    Tudo se encaminha para a hora da verdade. A Lava Jato ainda não acabou, também ela está no tempo extra. Por que será que não foi concluída?

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

FAZENDO O QUE ESTÁ AO NOSSO ALCANCE

            Recebo pelas redes sociais e repasso com o objetivo de resguardar nossos interesses perante à CASSI. Vamos assinar a petição. Não custa nada e pode fazer a diferença. Obrigado.

Caro colega,


Como você já deve estar sabendo, encontra-se em discussão  alteração muito relevante no relacionamento do Banco com a CASSI que pode resultar em irreparáveis prejuízos ao nosso Plano de Saúde e a todos os seus associados. Para aprovar tais alterações propostas pelo BB, a CASSI terá que previamente submeter consulta ao Corpo Social. 
Como há evidentes riscos de que tal consulta possa vir a ser aprovada (por pressão do Banco sobre os funcionários da ativa e por desconhecimento/desinteresse  de muitos colegas  aposentados), alguns colegas decidiram iniciar um abaixo-assinado com o intuito de solicitar aos membros do Conselho Deliberativo da CASSI a não aprovação de tal consulta,  impedindo, assim, que tal alteração seja colocada em votação pelo Corpo Social.

Para participar deste abaixo-assinado, clique no link em destaque ao final desta mensagem e preencha a informação de email que lhe será solicitada.

Repasse o presente email para outros colegas de forma a ampliar a representatividade do presente abaixo-assinado.

Para participar clique neste LINK:


Ou neste outro LINK: (ambos vão ao mesmo lugar)

terça-feira, 8 de setembro de 2015

O QUE DILMA FALA, NÃO SE ESCREVE

O que a Dilma fala não se escreve, porque mente pelos cotovelos, tanto que o pessoal do Movimento Brasil criou a boneca “Pixuleca” à imagem da Presidente, com nariz de Pinóquio. Ela, Dilma, e o Lula, não tiram da boca a palavra “Democracia” que vai se tornando banal por ser utilizada em vão. 
Na retórica os petistas dizem que o país vive um regime democrático, mas na prática a coisa é completamente diferente. Vejam o muro de aço que levantaram para afastar o povo da Presidente e demais autoridades, no dia da Independência, para abafar, NA MARRA, À FORÇA, os gritos de protestos contra política econômica deteriorada e a roubalheira instalada de norte a sul no Brasil pelo PT e as suas organizações criminosas.
Minha gente, o Brasil não é diferente da Venezuela não. Aqui também impera o autoritarismo conveniente. Tudo pode se for a favor dos Governos petistas, mas quem for contra vira inimigo, conspirador das elites e no jargão dos bolivarianos, “coxinhas”. O PT admite apenas o seguinte: ‘HAY GOBIERNO? SE HAY SOY A FAVOR. SE NÃO HAY TAMBIÉN SOY”. 
Segundo o PT, as propinas maquiadas recebidas pelo partido são doações legais, o Mensalão e o Petrolão são invenções da imprensa oposicionista e os companheiros condenados, ratazanas da pior espécie, são chamados pelo eufemismo de “presos políticos”. 
As devoluções do dinheiro roubado, fruto da corrupção e das propinas, que a PF e o MPF estão recuperando através de delações premiadas, então, devem ser, também, doações legais a Petrobras!
Inquestionavelmente, os votos populares que elegem os representantes nos poderes Executivos e Legislativos precisam ser respeitados, porque todo poder emana do povo e será exercido em seu nome.
Contudo, quando o mandatário, caso da Presidente, não cumpre o seu papel a contento, permitindo que o país vire um mar de lama de corrupção e arraste a economia para o atual caos e sacrifique a sociedade, como ora é feito, o povo tem todo direito de substituir esse procurador incompetente e mal-intencionado.
Essa vontade popular efetiva de substituir a Presidenta está muito clara na avaliação feita pelos cidadãos de bens que chancelaram o baixíssimo e ridículo índice de aceitação de 7% para a gestão da Dilma, conforme atestam as diversas pesquisas feitas pelos órgãos especializados. 
O festejado respeito à decisão do povo precisa andar em via de mão dupla, isto é, ser imperativo no ato do voto e também receber a mesma consideração quando o povo, por motivos justos e legais, quer derrubar o governante inepto, desastrado, corrupto e corruptor.
O Lula, cara-de-pau, como sempre, busca minimizar, à base de metáforas, as crises fabricadas por ele e por suas criaturas  – a gerentona Dilma é a principal delas --. No auge da crise de 2008 disse que ela não iria passar de uma “marola” e deu no que deu.
Agora volta a vociferar de forma moleca e irresponsável que a crise atual é uma simples “febre”, quando notoriamente a economia degringolada entrou em colapso, como uma carreta sem freios descendo a ladeira, está na UTI, em coma profundo e sem perspectiva de recuperação. Este comportamento debochado, aleivoso, agride a inteligência da população. 
A pixuleca pinoquiana (Dilma) teve a desfaçatez de afirmar que a crise vem de fora. De fora é muito vago, mas de fora, de onde? Fazendo um mea culpa confessa hipocritamente que gastou demais no seu primeiro mandato. 
Todavia, para se isentar da pecha de perdulária, diz que os desembolsos foram feitos para garantir empregos e os programas sociais, outra grande falácia, porque todos sabem que o grosso dos gastos é com o custeio da máquina governamental, em especial com os salários de mais de um milhão de funcionários na esfera federal, 22.000 cargos comissionados e 39 ministérios. 
Corte nos gastos, reduzindo o gigantismo do Governo, nem pensar. O ajuste fiscal, segundo a Presidente Dilma, vai ser feito com o aumento de impostos, da carga tributária e absurdamente o povo vai pagar a conta. Se o Legislativo aprovar essa loucura administrativa, o povo tem que ir às ruas para fechar o Congresso.
O que preocupa o povo, com toda razão, é a má qualidade dos gastos, sem as prioridades adequadas. O dinheiro dos impostos não é devolvido em forma de benefícios para os contribuintes, haja vista a péssima qualidade da saúde, educação e segurança, para lembrar os três pilares básicos. 
Só para desmontar a tese de que a crise vem de fora, por que ela não atingiu os países vizinhos que estão em franco crescimento, enquanto estamos caminhando celeremente para a recessão! O povo está cansado de tanta corrupção, ladroagem e mentiras. 
A propósito, o cantor Fábio Jr., em show no exterior, meteu o pau na ladroagem e na pouca vergonha em que se encontra o Brasil e mandou um recado direto para a Dilma, Lula e José Dirceu acerca das atrocidades, ilícitos e balbúrdia que eles patrocinaram na terra tupiniquim.

(João Rossi Neto)

UM OLHAR SOBRE O ES DA PREVI

              Lemos reclamações ásperas sobre os encargos cobrados sobre o nosso empréstimo simples. Teoricamente é um empréstimo barato, entretanto, tendo em conta os agregados capitalizados mensalmente, vai se tornando uma verdadeira bola de neve. Vamos exemplificar um valor e constatar o que nele incide:

Valor tomado: 70.000,00 - 120 meses

Prestação inicial: 1.000,00

Juros de 5% ao ano

Correção pelo INPC de 60 dias anteriores

Fundo de Quitação por Morte: Variável (idade)

***********************************

-Juros contabilizados todo mês.
-INPC contabilizados após 30 dias e todos os
 meses baseado no índice de dois meses atrás.
-FQM contabilizado todo mês.

         Desta forma, o capital reduz muito pouco mês a mês porque ele recebe muitos acréscimos de encargos, somente surtindo algum decréscimo visível após 60 meses pagos, a metade do prazo contratado.
          O ideal seria o cálculo pela tabela ou sistema SAC - Sistema de Amortização Constante, no qual a segunda prestação se baseia no recálculo do saldo devedor descontada a primeira parcela paga. Com isso, as prestações iniciais são maiores, porém elas vão decrescendo conforme as prestações vão sendo liquidadas.
               A PREVI prefere utilizar a tabela Price (sistema francês) porque ali as prestações são iguais e facilita a captar um empréstimo maior pelo usuário, tendo em conta a margem consignável.
                Há prós e contra nos dois sistemas. O ideal é não precisar de empréstimos. O ideal seria ter uma boa educação financeira para gastar estritamente aquilo que se ganha.
É MUITO IMPORTANTE EDUCAR-SE PARA NÃO FAZER DOS EMPRÉSTIMOS UM COMPLEMENTO DE APOSENTADORIA. EMPRÉSTIMO SOMOS OBRIGADOS A DEVOLVER, PENSEM NISTO ANTES DE FAZÊ-LOS.

domingo, 6 de setembro de 2015

SETE DE SETEMBRO : NÃO FAZ SENTIDO GASTAR

          Você meu amigo que tem uma renda mensal e que por razões diversas essa renda caiu consideravelmente nos últimos tempos continuaria a celebrar seus aniversários do mesmo modo que fazia antes? A resposta, obviamente, seria não, sob pena de aumentar em demasia as suas despesas.
Pois bem, neste sete de setembro o Brasil celebra o aniversário de sua independência política de Portugal. Porém, a chefa da nação, prefere a comemoração mesmo que isso aumente os nossos gastos já retratados no Orçamento deficitário para 2016 enviado ao Congresso Nacional. É a festa da pompa e da circunstância, do "a coisa está feia mas não perco a pose".

                Chegaram a construir um muro de aço para isolar o povo das comemorações! Ora! O povo! Dele só queremos os impostos! Talvez se fossem todos bajuladores tivessem uma chance. Mas só aparecem aqueles que pretendem criticar a rainha!
MURO DE BERLIN CONSTRUÍDO AGORA NA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS EM BRASÍLIA-DF

               Esta é a feliz democracia tupiniquim. Aqui damos exemplo ao mundo de como distribuir as riquezas a todos, inclusive a governos bolivaristas amigos. A "Pátria Educadora" vai avançar com o Programa "Mais Médicos"com mais uma ajuda do governo cubano que nos enviará mais um pelotão de médicos. Damos exemplo também de como distribuir debêntures de nossa ex-melhor estatal, a famosíssima   Petrobras. Pena que ao desfile não possam comparecer o José Dirceu, o João Vacari Neto, o Renato Duque, o Pedro Barusco e outros aliados de relevância.
                  Um ótimo desfile a nossa grande presidenta! Sorria bastante no carro aberto, não esqueça dos acenos!

APÓS O "PIXULECO" GRUPO CONTRÁRIO AO GOVERNO CRIA A BONECA DE DILMA.(JORNAL ASAS NO FACEBOOK)

BRASIL EM CLIMA DE TERRA ARRASADA

A economia americana está com a baixíssima taxa de 0,3% de inflação ao ano, e por incrível que pareça, a preocupação do Governo é de entrar com medidas e elevá-la para aceitáveis e comedidos 2% ao ano, com vistas a incrementar o consumo das famílias, acelerar o crescimento e baixar ainda mais o nível de desemprego (pouco mais de 5%).

O Fed dos EUA projeta aumentar a taxa de juros, o que fatalmente irá provocar uma gigantesca evasão de dólares especulativos que estão aplicados nos países emergentes, pois é certo que os investidores irão procurar rentabilidade e segurança para os seus recursos. 

O Brasil será o grande prejudicado e sua situação poderá se agravar, embora possua reservas cambiais superiores a US$ 370 bilhões para suportar esses rombos. Basta os EUA tossirem para o nosso país pegar uma gripe. 

Temos, hoje, a maior desvalorização já vista do real em relação ao dólar e essa situação normalmente acarreta dois tipos de situações: 

- Uma é a redução das “importações”, dado que o dólar caro freia as compras e viagens de turismo, aspectos positivos, mas em contrapartida, gera desvantagem, eis que afeta as aquisições de bens de produção, sobretudo para a indústria; 

- Duas, é que deveria destravar as exportações, vez que os importadores comprariam um volume maior de mercadorias com menos recursos, todavia, não é isso que está ocorrendo, haja vista que parceiros comerciais como a China estão com o freio-de-mão puxado em suas compras e com a demanda reprimida, a tendência é que o preço das commodities sofram quedas, conforme vêm sendo registrado com o minério de ferro vendido pela Vale S/A aos chineses.

Penso que o Governo Dilma adota política equivocada no câmbio. De que adianta manter reserva cambial elevada, ociosa, improdutiva, sem utilizar esse dinheiro para controlar o câmbio flutuante com intervenções regulares até atravessar a tempestade, mediante venda da moeda americana e suprir o mercado para conter a disparada do dólar. 

Não podemos olvidar que a cotação alta do dólar alimenta a inflação, uma vez que se espraia e contamina os preços de produtos de primeira necessidade (combustíveis, remédios, trigo, transportes, componentes eletrônicos, etc.).

Sem um experiente novo timoneiro para o país, a caótica crise econômica e política não serão debeladas nem a custo de reza. A Presidente Dilma perdeu totalmente a credibilidade e suas falas ecoam no deserto. 

Os seus argumentos de que o Brasil voltará a crescer no curto prazo, sem bases cientificas e na retórica, são falácias que não convencem nem os trabalhadores mais humildes, que entendem apenas os recados de aumentos nas suas contas de água, gás, energia elétrica e na cesta básica, já que são os que mais sofrem com o vendaval inflacionário. 

Nunca vi, na nossa história política, um Presidente da República, depender tanto de um Vice-Presidente (Michel Temer). Entre o ridículo índice de popularidade da Dilma e a desmoralização cabal do PT devido à rede de corrupção e a ladroagem na Petrobras, nenhum dos dois tem salvação. 

É preciso fechar o Brasil para balanço e colocar a placa: Sob nova direção. Uma renúncia da Dilma, neste momento em que enfrenta o inferno de Dante, cairia como uma luva e seria um ato de grandeza para o bem da Nação.


(João Rossi Neto - Colaborador de Goiânia-GO)

sábado, 5 de setembro de 2015

PLANO UM EM NÚMEROS

Para não ficar mais irritado do que já estou com a nossa política, vou passar a recontar os números da PREVI, retirados do próprio site, com universo temporal no mês de junho/2015. É coisa de aposentado que não tem o que fazer, nada obstante melhor que a sugestão a mim dada de escrever sobre receitas de bolo ou ervas que emagreçam.

Estados              Aposentados     Ativos

Acre....................     56............        73
Alagoas...............   720............      319
Amapá.................     38............        30
Amazonas............   357............      123
Bahia................... 3.669...........   1.769
Ceará................... 2.435...........      884
Distrito Federal.... 4.904...........   3.251
Espírito Santo......  1.462...........     359
Goiás...................  2.228...........     667
Maranhão............     697...........     444
Mato Grosso........     519...........     432
Mato Grosso Sul..     937...........     374
Minas Gerais.......   7.858..........   2.580
Pará....................      804..........      346
Paraíba...............   1.325..........      381
Paraná................   4.845..........   1.345
Pernambuco.......    2.015.........    1.032
Piauí...................       835..........      365
Rio de Janeiro.....   9.447..........   2.259
Rio Grande Norte.   1.072.........      380
Rio Grande Sul.....   7.060.........   1.655
Rondônia.............       105........       131
Roraima...............        36.........        21
Santa Catarina.....    3.884........      772
São Paulo............   13.918.......    3.397
Sergipe................        807........      287
Tocantins.............        185........      169

Totais ..................  72.218........ 24.445

Relevante dizer que nos meses de julho e agosto 5.000 (arredondados) saíram de ATIVOS e foram para APOSENTADOS, devido a um programa de Incentivo do patrocinador.

Agora, outra curiosidade de aposentado desocupado, damos a faixa etária anual de quantidade de aposentados, tudo exclusivamente do Plano de Benefícios Um:
(Primeiro número IDADE, depois a quantidade, no parêntese)

45 (24) - 46 (48) - 47 (46) - 48 (91)
49 (111) - 50 (279) - 51 (634) - 52
(882) - 53 (965) - 54 (1.462) - 55
(1.735) - 56 (2.019) - 57 (2.497) -
58 (3.640) - 59 (4.623) - 60 (4.745)
61 (4.777) - 62 (4.808) - 63 (4.744)
64 (4.205) - 65 (3.247) - 66 (2.451)
67 (2.040) - 68 (1.742) - 69 (1.632)
70 (1.374) - 71 (1.472) - 72 (1.459)
73 (1.572) - 74 (1.477) - 75 (1.370)
76 (1.218) - 77 (1.120) - 78 (1.078)
79 (896) - 80 (811) - 81 (765) - 82
(662) - 83 (594) - 84 (541) - 85
(458) - 86 (375) - 87 (318) - 88
(267) - 89 (253) - 90 (194) - 91
(154) - 92 (90) - 93 (72) - 94 (50)
95 (28) - 96 (28) - 97 (18) - 98
(15) - 99 (10) - 100 (11) - 101 (2)
102 (zero) e 103 (2)


Depois dessas informações inúteis, desejo a todos os que acompanham o blog um feliz e abençoado fim de semana prolongado pelo feriado de sete de setembro. Um fraterno abraço a todos.
E VOCÊ, ESTÁ NA FAIXA VERMELHA, RINDO À TOA, NÃO É VERDADE?

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

ENTREGAR ANÉIS, PERMANECER COM OS DEDOS

            Nas manifestações da presidente vemos otimismo de que logo, logo superaremos a crise. Ledo engano. Os indicadores econômicos dizem exatamente o contrário. Não há mais como elevar juros ou aumentar receitas via criação de novos impostos. Assim, só temos um caminho, penoso é verdade, o corte de gastos.
             Os gastos de custeio não podem ser cortados, sob nenhum pretexto. O caso do Rio Grande do Sul é isolado, histórico, não apareceu de uma hora para outra. Oxalá no resto do país não ocorra algo semelhante. A única exceção é o corte de cargos comissionados, afinal, comissão é valor adicional que depende de nomeação. Assim como se pode nomear também se pode cassar a nomeação para um cargo. Um exemplo é a recente nomeação do ex-ministro das Comunicações para a Itaipu Binacional. Se a maioria fosse cortada teríamos uma economia de mais de um bilhão de reais. Não importa se pouco ou muito, o importante é economizar. Toda economia é muito bem-vinda.
                   Torna-se quase impossível cortar gastos quando a eleição foi ganha em cima da manutenção do "status quo". Por isso, a tarefa seria facilitada se a democracia fosse interrompida por um ano ou dois, a fim de que um Conselho Nacional de Notáveis, suportado pelas FFAA, pudesse agir livremente com a suspensão dos poderes executivos e legislativos. Imaginem tirar do Orçamento os gastos do Poder Executivo e do Legislativo! Acabaria o déficit, simples assim. Quanto ao Judiciário deveria permanecer para julgar os crimes cometidos contra a Nação. Porém, não teriam aumento neste ano para aliviar o déficit no Orçamento.
                 É um caminho radical a seguir, pode ser melhorado desde que mantidas as premissas básicas. Podem apostar, o Brasil sairia da crise em menos de um ano. Não se pode combater uma infecção com antitérmicos. Às vezes, o remédio é muito amargo. É dar os anéis para não perder os dedos.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

POSSIBILIDADE DE PRIVATIZAÇÃO


ESTÁ EM DISCUSSÃO, NO GOVERNO, A PRIVATIZAÇÃO DO BB

Acho que a privatização do BB, mais cedo ou mais tarde, vai acabar acontecendo. Hoje, realmente o banco está voltado para o mercado e há muito perdeu a sua exclusividade no crédito agrícola, finalidade que servia de sustentá-lo para justificar a sua condição de instituição estatal e, em face disso, o Governo Central poderá, sem prejuízo algum, vender parte ou os 51% das ações do seu portfólio para fazer caixa.

Por ser uma das últimas joias da coroa, bem valorizada e atraente, compradores estarão de prontidão para a aquisição. Sem dúvida alguma, o Bradesco e o Itaú deverão ser os primeiros da fila, especialmente para assumirem a hegemonia no ranking do sistema bancário nacional.

O próprio Ministro da Fazenda antecipou, ontem, que o Governo vai alienar ativos para reequilibrar as suas finanças, partir para as concessões de portos, aeroportos, estradas, etc., políticas que são recomendadas para acelerar o desenvolvimento, cada vez que o Estado se afasta de atividades que não lhe interessam mais, passando-as para o setor privado, parceria que sempre surtiu efeitos altamente positivos, mundo afora, isto é, deixar prevalecer à economia de mercado.

Podemos definir o neoliberalismo como um conjunto de ideias políticas e econômicas capitalistas que defende a não participação do ESTADO na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país.

Surgiu na década de 1970, através da Escola Monetarista do economista Milton Friedman, como uma solução para a crise que atingiu a economia mundial em 1973, provocada pelo aumento excessivo no preço do petróleo.

O Governo deve reservar para si as funções reguladoras para conter os abusos e deixar fluir a livre concorrência, a qual, na maioria das vezes, traz benefícios para a população como a melhoria no atendimento, estruturas modernas e adequadas devido ao maior volume de investimentos, geração de empregos e, enfim, o desejado crescimento.

Obviamente, liberando-se de atividades alheias ao seu papel institucional, o Governo, se tiver vontade política, poderá prestar serviços de melhor qualidade em Saúde, Educação e Segurança, segmentos que são da sua exclusiva responsabilidade.

Voltando ao ponto principal, realmente corremos o risco de que havendo a privatização, nós, assistidos pela PREVI, poderemos perder a contribuição patronal de 4,8% que o BB recolhe para os pós-laboral (aposentados), além de deixar de participar da cobertura de eventual déficit do Fundo de Pensão.

Por outro lado, a privatização tem efeito deletério em relação à Resolução 26/2008, pois elimina automaticamente a Reversão de Valores e, por consequência, a meação dos 50% sobre a Reserva Especial.


(Elaborado pelo amigo João Rossi Neto - Goiânia - GO)