BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 16 de julho de 2015

MAIS CASSI: ROSSI DIZ PARA NÃO AFROUXARMOS

O BB S.A sempre tirou proveito da PREVI e da CASSI como diferenciais mercadológicos para segurar e manter elevado o entusiasmo dos seus funcionários em relação à carreira bancária. 
 
Não se tratava de canto da sereia para apenas encantar e enganar os servidores, porque realmente os dois produtos, por assim dizer, plano de saúde e previdência complementar, representavam e ainda representam ganhos adicionais vitalícios incomparáveis.
 
Efetivamente, o devotado, competente e extremamente dedicado Corpo Funcional foi quem criou a base sólida, a espinha dorsal para que o BB se transformasse nessa megaempresa que é hoje e que, em face disso, angariou o orgulho dos brasileiros, sendo talvez o último baluarte de tamanha grandeza e notoriedade, de pé, já que a Petrobras foi destruída e desmoralizada mundo afora pelo PT e sua rede de corrupção.
 
A fidelidade e o compromisso com o banco eram qualidades umbilicais, viscerais, tanto que, por merecimento, foi cunhada a frase de que o funcionalismo era o maior patrimônio da instituição. 
 
As histórias de munícipios longínquos, precários, carentes de hospitais, escolas e acessados por estradas de chão intransitáveis, tinham um divisor de águas que era a chegada do BB e de funcionários pioneiros que levavam o progresso a economia local. 
 
Essa parceria secular que rendeu excelentes frutos tem que se perpetuar na CASSI até que não haja mais associados pré-97, seguindo a diretriz fixada para a PREVI, cujo plano vai se  encerrar somente após o pagamento do último beneficio.
 
Prova inequívoca de que o BB continua usando a CASSI como benefício adicional ao salário pago, é que os funcionários pós-98 foram vinculados ao plano de saúde da nossa Caixa de Assistência, de boa qualidade e custo baixo em relação ao mercado, o que configura ganhos financeiros em decorrência da economia propiciada por  essa ajuda assistencial à saúde em condições amplamente favoráveis. Neste contexto, o BB tem que ser solidário a CASSI nos seus malogros, tendo o direito de ser ouvido no que diz respeito a correção das falhas de gestão.
 
Não que a PREVI esteja indo as mil maravilhas, mas é a CASSI que inspira cuidados urgentes, pois respira com ajuda de aparelhos, visto que enfrenta sérios desequilíbrios financeiros, onde o déficit de 2014 foi de R$177 milhões e o previsto para 2015 vai ser maior, podendo a coisa degringolar de vez se não forem tomadas medidas pontuais para equilibrar as contas de receitas e despesas e outras providências estruturais. 
 
Portanto, ao contrário da PREVI, a situação da CASSI não é conjuntural, é estrutural, caótica e um conjunto de causas negativas sobrepostas é responsável pelos descontroles financeiros.
 
No momento, ativos e aposentados pré-97 pagam uma contribuição de 3% e o BB arca com a cota patronal de 4,5%. Esses percentuais são definidos no Estatuto da Cassi e enquanto não sofrerem alterações, as partes são obrigadas a honrá-los nos estritos ditames do Estatuto. 
 
Ocorre que o BB em total desrespeito e afronta ao Estatuto da Caixa, implantou a paridade (3 x 3) arbitrariamente e desde 1998 vem pagando apenas 3% (DEVERIA SER 4,5%) de contribuição patronal para os seus funcionários admitidos pós-98, de modo que de 1998 a 2005 a diferença de 1,5% resultava numa dívida acumulada do BB para a CASSI de R$ 75 milhões, valor que atualmente (2015) deve montar em cerca de R$180 milhões, suficientes para cobrir o rombo do balanço de 2014 (R$177 milhões).
 
Partindo do pressuposto que a média dos salários dos funcionários pós-98 é baixa, não devendo alcançar R$2.000,00, a contribuição individual de 3%, mais 3% do empregador BB, resultaria no total de R$120,00 mensal (R$2.000,00 x 6%= R$120,00), e seria insuficiente para contratar qualquer razoável plano de saúde do mercado. 
 
Esse tipo de situação, só favorece o banco e desvirtua o sistema e causam desequilíbrios financeiros a CASSI. Se o BB quer isentar os seus funcionários pós-98 de contribuições superiores a 3%, então que banque com os seus recursos à diferença, inclusive reembolse a Caixa pelo prejuízo que vem lhe causando de 1,5% deste janeiro/98. O que a CASSI  arrecada dos funcionários pós-98 não cobre os gastos dos seus atendimentos, em que pese estar comprovado cientificamente que o pessoal mais novo tem custeio menor. O desequilibrio neste caso é devido ao elevado contingente dos pós-98 e que o BB não quer enxergar.
 
Os aposentados são considerados um estorvo para o BB e pelo que se depreende, tenta comprar a sua carta de alforria, oferecendo dinheiro para manter o plano por tempo curto e depois livre e solto, lava as mãos em relação aos problemas futuros da CASSI. 
 
A Diretoria da Caixa tem a obrigação de ofício de tomar as medidas cabíveis, inclusive judiciais, para reaver o seu crédito de 1,5% inadimplido pelo banco, tendo em vista que esse compromisso está regulamentado no Estatuto, ou seja, a contribuição patronal dos funcis pós-98 é de 4,5%. 
 
Não devemos aceitar nenhuma negociação que vise desvincular o BB da CASSI. Sem a CASSI, como ficaria a vida dos seus 100.000 funcionários pós-98 nessa guerra de preços dos planos de saúde do mercado? Os negociadores têm em mãos argumentos fortes para mover o BB para posição que convenha aos nossos interesses no equacionamento definitivo dos graves problemas financeiros da CASSI que ameaçam a sua existência.

( João Rossi Neto )


64 comentários:

Valim disse...

Ari Zanella.

Parabéns, pare de trabalhar. Que nada!!!!!
Meia- noite e quinze minutos postando, belíssimo.
Quero ajudar, o que está fazendo o João Rossi Neto. Já picharam ele comigo também. Sabem quem pichou? Advinhem?. Ele embrulha todos num saco de papel, Diretoria todas juntas, minha opinião. Desculpem-me a quem possa ofender.
João Rossi Neto, você sim que é jovem!!!. Vou parar de blá, blá, blá. Se quiser encherem esta PREVI com nossas reivindicações é só falar. Faríamos a tratativa.

Estou de saco cheio sem que ninguém bata na mesa, e largue o osso e logo depois será aclamado pelo povo dos aposentados e pensionistas. Nem como PE, era submisso. Vão catar coquinhos.

Anônimo disse...

o BB soh aceita patrocinar ou enriquecer politicos...............funcionarios,ativa ou aposentados, q se lasquem.

Anônimo disse...

Nem sabia que nos pos-1998 o banco so paga 3%, então em resumo eles fazem o que querem, quando querem e o resto que imploda. Então no resumo da ópera o déficit foi criado por eles mesmo que gerem o plano. Muito bonito isso, lascam os aposentados da PREVI e agora querem dar o empurraozinho na beira do penhasco. Na verdade tenho nojo disso tudo.

João Lopes Rodrigues disse...

Srs.

Quando na ativa, tive a oportunidade de fazer parte do Conselho de Usuários da Cassi, em Curitiba. Ali conheci um pouco a realidade de outros planos de saúde no Brasil.

Eu continuo sendo um "eterno defensor da Cassi". Afora alguns casos pontuais, continua sendo um excelente plano de saúde. Basta que se faça uma pesquisa no mercado, comparando planos, e verão que o plano de saúde "do Banco do Brasil" continua sendo um grande atrativo para a contratação de novos funcionários.

A Cassi não merece estar passando pela situação atual. É uma pena que suas administrações não tenham lhe dado a devida atenção. É uma pena que o BB não tenha cuidado com o zelo devido quem sempre cuidou da saúde de seus funcionários.

Assim, considerando que a situação atual da Cassi é extremamente preocupante, é fundamental que todos estejam envolvidos e atentos a eventual "manobra" por parte do BB, na tentativa de eximir-se de sua responsabilidade para com a mesma.

Em especial chamo a atenção dos colegas da ativa, futuros aposentados. É isso o que os senhores querem para o futuro? Ficar sem plano de saúde? Permitirão que isso aconteça? Os senhores ainda estão aí, dentro do BB, podem e devem exercer pressão.

Aqui, não quero levantar questões quanto ao valor que pagamos. Particularmente, acho um valor irrisório. Mas cada um sabe as suas necessidades.

O que quero deixar claro é que "nossa caixa de assistência" deve continuar sendo o que sempre foi: uma referência em plano de saúde. Para tanto, merece receber do BB o devido respeito.

Portanto, vamos dizer NÃO a qualquer proposta indecente que venham (BB) nos ofertar.

Era isso!



Anônimo disse...

E o Cassi Familia como fica nesse imbróglio?
Estou quase acreditando que estamos nesse mesmo buraco pois o atendimento é o mesmo, se falta para um falta para o outro. Acho que estamos sendo abusados pelo BB, e o basta urge.

Anônimo disse...

Descumpriram o acordo e nos tiraram o BET.

Aumentaram descaradamente o salário dos diretores com um nome fantasia.


Agora querem nos tirar o plano de saúde?


Basta!

Vamos a GUERRA


Zé Furtado

Anônimo disse...

Trabalhei 30 anos no BB com toda dedicação e orgulho e pensando que teria meus direitos de aposentadoria sem nenhum problema.Agora vejo qu o BB e a Previ parecem os planos seguros de vida, de carro, etc que pagamos durante anos mas na hora de receber eles fazem de tudo para não pagar. Tenho tanta revolta com tudo o que está ocorrendo após a aposentadoria que choro quando vejo as matérias do Rossi e do Prof.Ari.
Meu Deus, nós não mrecemos isso nesta fase da vida quando não dá mais para voltar atrás e seguir outro caminho.

Anônimo disse...

Colegas e Sr. Ari,

Os dirigentes da Cassi serão responsabilizados por gestão incompetente ou não?

Anônimo disse...

O MPF quer que Leo fale também dos negócios da Invepar, consórcio criado pela OAS com Previ, Petros e Funcef - cada um com 25%. A Invepar ganhou concessões pagando os maiores ágios do mercado. Suspeita-se que o dinheiro foi usado para financiar campanhas do PT.

camargo disse...

João Lopes Rodrigues disse tudo, é NãO e acabou,se
o Banco insistir, vamos p/a ACãO Judicial, e fim
de papo.

João Rossi Neto disse...

ANTES TARDE DO QUE NUNCA.

Enfim, o sereno e comedido Ministro Teori Zavascki do STF elogiou a Lava Jato, dizendo que está bem documentada e impressionado com o volume das informações contundentes contidas no processo e soltou a seguinte pérola: “A PF puxa uma pena e sai uma galinha”.

Eu digo, puxa a ponta de uma linha e vem o novelo, pois as pistas e evidências de um fato conduzem a outros desdobramentos cada vez mais sórdidos. Será que a Dilma, o Lula e o Zé Dirceu não sabiam que mentira tem perna curta! Que mais cedo ou mais tarde essa monumental bomba armada na Petrobras iria estourar!

Confiaram que a propina recebida na forma de falsas doações oficiais ao PT e de fajutas consultorias técnicas como álibis iriam prosperar, todavia, quebraram a cara e foram desmascarados pelas delações premiadas. Depois que o Marcos Valério pegou mais de 40 anos de cadeia por ficar calado, os ladrões agora se oferecem para falar em troca de redução de pena e contam tudo e mais um pouco.

Restou provado que a etapa do roubo em si funciona bem e dificilmente é descoberto, o que complica é a lavagem do volumoso dinheiro surrupiado, dado que é nessa fase que os doleiros entram na jogada e começa o trança-trança das contas secretas no exterior e esses procedimentos espúrios caem no radar das autoridades fiscalizadoras, cujos controles estão mais rigorosos e elas informam aos Países de origem, o caminho percorrido pelo dinheiro, daí é um pulo para o repatriamento.

Anônimo disse...

Por que não saiu os 7%?

Por que não saiu o ES 180/180?

Por que não saiu o ES CAPEC?

Por que o BB não quer mais a CASSI?

Por que a Previ odeia os aposentados?

Por que? Mas Por que?

Anônimo disse...

Hoje ouvi um não ao atendimento pelo convênio CASSI. Indaguei a atendente da clínica que a mesma ainda consta como credenciada nos registros da CASSI , eis que a resposta foi categórica: estamos em processo com eles. Meus colegas, o sucateamento velado já está em estágio avançado, evidenciando que o processo de desmonte da PREVI já se espraiou pela CASSI, cujo conceito na praça, conforme pude inferir in loco, está em baixa. Estou contactando a CASSI para que retire da lista de credenciados aqueles que estão suspensos em decorrência de litígio com a mesma, para se evitar a situação de constrangimento que acabei de passar. Humilhante, triste e revoltante!

Anônimo disse...

Bom dia, Ari.

Sempre fui um cético por natureza Ontem, 16/07, o Diretor de Seguridade da PREVI, Marcel J. Barros, esteve em Assis(SP), em duas reuniões no Sindicato e Bancários, uma de manhã - para os funcis da ativa, e outra às 16:00 h., para os aposentados. Lamentavelmente, eu tinha um compromisso inadiável para as 20:00 h., e, diante do costumeiro atraso dessas reuniões, não pude ficar até o final.

Bem, inicialmente, lamentei a falta de participação dos aposentados. Somos, provavelmente, mais de 100 na micro-região (Assis, Palmital, Paraguaçu, Cândido Mota), e, na reunião, não havia mais do que 15 gatos pingados. Reclamamos muito e de tudo, mas, na oportunidade de ficar cara-a-cara com a pessoa que tem um papel importante em tudo que está nos afetando, a grande maioria se omite, e nem dá as caras. Quem sabe a situação não esteja tao feia assim...rs.

Como disse, sou bastante cético. Mas tenho que reconhecer que Marcel é convincente nos seus argumentos. Falou sobre as aplicações da PREVI, sobre a desejável (talvez) migração dos recursos da renda variável para outras, que , segundo ele, está sendo feita aos poucos, explicando que - no caso da Vale - só será possível a partir de 2017, devido a acordo entre os acionistas.Falou sobre a Petrobrás, assegurando que ainda é um bom investimento. Sobre a Sete Brasil, explicou que a PREVI participa apenas da primeira fase do investimento (as sete primeiras sondas, se não me engano), assegurando que dentro de no máximo 3 meses teremos (boas) novidades sobre o assunto, visto que - segundo ele - o problema da Sete Brasil está nos empreendimentos posteriores(12 sondas), dos quais a PREVI não participa. Falou sobre várias aplicações da PREVI, sobre as reservas atuais, sobre a decisão do E.S., em que leu a ata do que foi decidido por TODA a diretoria, e não apenas por ele. Falou sobre o POSTALIS. Segundo ele, a questão da derrocada deste fundo se deu justamente por ter uma "gestão terceirizada", o que não acontece na PREVI, e devemos evitar (não citou nomes, mas ficou claro que esta seria a proposta da Cecília). Falou também da FUNCEF que, segundo ele, teria, nos bons tempos, deixado de fazer reservas, e DISTRIBUIDO os "excedentes" aos associados, que agora serão chamados a "devolver", tendo em vista o deficit. Assegurou que a PREVI - apesar da turbulência mundial - está nos trilhos e que as aposentadorias estão asseguradas. Enfim, embora nenhum de nós dispusesse de dados para contestar o que foi dito, me pareceu convincente.

Mas o que eu queria realmente é pedir uma verificação sua e do Dr. Medeiros sobre a seguinte fala do Marcel: segundo ele, o tal do bônus seria de aproximadamente R$ 260 mil e não R$ 500 mil ( 6 vezes a PLR de um diretor do banco ou coisa assim), e NÃO FOI PAGA a ninguém. Inclusive colocando a disposição sua conta-corrente para verificação do recebimento ou não do tal bônus. Será verdade?

Falou também que é favorável à criação de um TETO para remuneração, do valor recebido pelo Dida, etc. etc. A gente fica bem confuso nesta coisa toda. Acho que ele é bom de marketing, mas precisamos saber a VERDADE!

De minha parte, já saindo, quando ele abriu para perguntas, perguntei so o E.S. Falou para esquecermos o E.S. Capec. Disse sim que há estudos vários sobre melhorias no e.S., mas não sabe SE e QUANDO serão implementadas. Sobre o Financiamento Imobiliário, disse que novidades saião no prazo de 30 ou 60 dias. Finalizei minha perguntas, indo embora, já atrasado, questionando porque, "se o DINHEIRO é meu, pago juros sobre ele, é uma das aplicações mais rentáveis da PREVI, pois garante a remuneração mínima, não posso EMPRESTAR a mim mesmo num prazo maior - 240 meses, visto que não me seria emprestado além da margem consignável nem acima de minhas reservas".

Anônimo disse...

Acho que tudo começou a piorar na Cassi quando centralizaram toda a liberação de pagamentos num só local, distanciou-se dos prestadores de serviços locais de cada Estado, porque antes os médicos ligavam para a sede da Cassi em cada Estado e resolvia tudo com rapidez, hoje com a centralização sob a alegação de redução de custos criou-se uma distancia entre os prestadores e a Cassi.

Anônimo disse...

Ari, excedi o número de caracteres com relação à visita do Marcel e tive que "cortar" o texto. Aguardarei os comentários e depois direi o que consegui perguntar (já saindo fora) sobre o Empréstimo Simples, o Financiamento Imobiliário, e quais foram as respostas do Marcel.

NASCIMENTO.

Hoje, 17.07, a visita do Marcel será em Presidente Prudente. espero que os colegas de lá - leitores deste blog - municiados de informações de que não disponho possam comparecer e, se for o caso, questionar o Marcel e dar sugestões.

Angelo Christianini disse...

Acabamos de receber uma mensagem da Cassi que o único hospital que ainda atendia aqui em minha cidade (Blumenau) vai se descredenciar no dia 31/07. Então já estou procurando outro plano, pois os médicos que tinhamos como referencia também já se descredenciaram. A Cassi sempre fez parte da minha vida, pois meu Pai também era funci BB, mas acabou. Não ter médico nem hospital fica difícil. Chega de ser humilhado.
Angelo.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Florianópolis, 16 de Julho de 2015.


Prezado Participante



Informamos que a partir de 30/07/2015, o HOSPITAL SANTA CATARINA, deixará de fazer parte da rede assistencial desta Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil, tendo em vista a solicitação de descredenciamento por iniciativa do prestador.

Todos os serviços contratados serão mantidos inalterados até 30/07/2015. Os participantes que necessitarem de serviços de saúde após esse período, poderão consultar a rede assistencial no site da CASSI (www.cassi.com.br) na Internet ou por meio da Central CASSI (0800-729-0080).

Com o compromisso de garantir aos nossos participantes um atendimento acolhedor, ágil e resolutivo, finalizamos, colocando-nos à disposição para esclarecimentos adicionais que se façam necessários.


Atenciosamente,
Francisca Alzira Maia Galvão
Gerente de Unidade e.e

Valim disse...

Remetido indevidamente... ao blog da Cecília Garcez.

Blogger Valim disse...
Ari Zanella.


Solicitaria uma posição sua pois julgo que atualmente está representando a maioria dos aposentados e pensionistas, abrindo escancarando verdades.
Um homem leva várias décadas para se construir em sua imagem social e em apenas poucos minutos a perdem definitivamente.

Gostaria de trabalhar para ANABB para você e gostaria de saber a data das eleições, condições para voto e que trabalho poderíamos fazer. Mas veja, só lhe apoio com independência, parece UTOPIA, mas possuo uma vontade e muitos também possuem, e juntas formaremos uma Legião.

Não uma LBV, mas não precisa tanto. Nos dê essa informação?

Obrigado, sei que esta é a META deste ano.

E se possível sei nome estaria lá. É o que tem demonstrado a maior transparência e coerência em suas posições. Recordo-me de ter lhe cobrado a defesa da Cecília Garcez, como resposta disse-me: deveria averiguar melhor o caso. Parabéns.

Se possível juntos à ANABB, não me menospreze mesmo porque críticas e elogios jogo todos no lixo. Não é com você isso. Com você está por enquanto sendo uma afinidade grande, pois tem demonstrado temor a Deus.


15 de julho de 2015 23:18 Excluir

OBS: Professor Ari Zanella poderia tirar-me uma dúvida, este excluir no final do texto ao lado da data, seria para excluir, e pensaram melhor e postaram ou por engano também acabou saindo?

Vamos aguardar se o Medeiros está excluindo os meus comentários?

Ari Zanella disse...

Prezado Valim,

O Medeiros é vinho de outra pipa. Gente boa demais da conta. Porém o blog pertence ao seu proprietário que tem as duas opções em cada mensagem recebida:

PUBLICAR ou

EXCLUIR

Cada um sabe o que é pertinente, cada qual com suas convicções. Não podemos interferir no metiê alheio.

Quanto às eleições da Anabb elas estão em curso, inclusive recém-empossada a Comissão Eleitoral. Tire suas dúvidas no site da Anabb:
www.anabb.org.br

Anônimo disse...

Porque nao saiu o Juviniano?

Rubens disse...

A UNIÃO FAZ A FORÇA, MAS SEM UNIÃO, SOMOS BEM FRACOS E ABATIDOS... DIGO ISSO, COM BASTANTE TRISTEZA, POIS NÃO ADIANTA MAIS FALAR E PEDIR E IMPLORAR, PARA COLEGAS QUE MORAM EM BAL.CAMBORIU-SC, QUANDO EXISTE REUNIÃO (NO CASO DIA 17 DE JULHO OU SEJA SEXTA-FEIRA, OU NO RIO (QUANDO TIVER REUNIÃO), o DRAMA É QUE A GRANDE MAIORIA NÃO ESTA NEM UM POUCO PREOCUPARA COM A PREVI, CASSI E COM OS ASSUNTOS QUE NOS INTERESSAM... Diante disso, a coisa vai rolar, e de maneira mais cruel possivel, pois ninguem esta preocupado com o que está acontecendo. Pelo menos alguns colegas que moram, no caso em Bal.Camboriu-SC, protestar com cartazes em cartolina, com dizeres objetivos, tipo, porque não conseguimos adiantamento de 10%, se os Dirigentes recebem Bônus de 500.000? etc. Mas, a maioria não esta muito preocupada... Fico escrevendo isso como um Palhaço, que é na verdade o que somos. Aposentado de Cambé-PR, p. da vida com esta falta de união, pois a maioria dos funcis do BB são considerados detentores de alto QI.

Anônimo disse...

Pior que ser excluido é quando outros blogs respondem de forma agressiva quando não gostam do que falamos. Pior ainda quando nossa intenção não foi criticar o dono do blog e depois fica comprovado que estávamos certos.Como disse o Prof. não podemos interferir no metiê alheio. Mas podemos escolher o nosso e assim todos ficam em paz.

Cláudio Almeida disse...

Prof.

O anônimo de 16.07, 12:22, deixou uma esperança ao dizer que ouviu da boca do MARCEL que existem estudos sobre melhorias do ES e que ele Marcel, não sabe se serão implementadas e quando.

Mais não disse.

Ora, o ES, após seis meses de suspensão foi revisto em julho/14 quando o limite passou para R$145.000,00 em 120 meses.

Poderia, agora em julho/15, ser revisto, após um ano de vigência dos atuais parâmetros e limites.

O certo é que será revisto, de acordo com o próprio regulamento.

Mas, para bom entendedor, "existem estudos que poderão ser implementados".

O Empréstimo Simples é o único benefício para os associados que está na alçada exclusiva da Diretoria Executiva.

Cecília saiu em seu blog com a seguinte pérola sobre a antecipação, "é apenas antecipação de reajuste e não precisa de reserva especial".

Só não disse de onde sairá a grana. A antecipação, a meu ver, é melhoria de benefícios, embora transitória.

Não sou contra a antecipação, embora a considere difícil de se conseguir.

A suspensão do ES de agosto a outubro/15 e nova revisão em novembro/15, é a bandeira do possível, para amenizar as dificuldades financeiras que atravessamos e, segundo o próprio Marcel, existem estudos.

Marcel, disse mais, esqueçam o ES Capec.

Então vamos lembrar da suspensão, rápida e democrática.

Quando os blogs foram invadidos pela política perderam um pouco a objetividade.

O possível é conseguir melhoras no ES.

Abraços

Anônimo disse...

Quanto ao mau atendimento da Cassi é só abrir uma reclamação da ANS que é rápida e eficiente.Quanto ao BB, Previ ainda não temos quem nos proteja e o judiciário é contra os aposentados da Previ.

Anônimo disse...

Prezado Ari e colegas,
SE o BB conseguir convencer alguns gatos pingados e tirar seu time de campo, entao, pode ter certeza: os aposentados do Banco do Brasil já estao mortos (em vida).
Conseguiram aquele acordo espurio em 2010, pela pressa nossa em conseguir metado do superavit: deu no que deu.Mas AGORA, trata-se de nossa vida. Sem a CASSI, só teremos o SUS. ( que SUSto///////)

camargo disse...


O assunto é fora desta pauta, mas não poderia deixar de comentar, a poucos minutos a tv.comunicou que a Procuradoria do Distrito Federal abriu inquérito contra o"Molusco",por sua conduta junto às construtoras,
c/suspeita de benefícios pessoais.

Anônimo disse...

Prezado colega das 12:22,

Tenho um primo que é delegado aposentado. Você morre de rir quando ele conta as histórias de quando um estelionatário caía na sua delegacia.
Se der espaço para a lábia deles, entrega a arma, o distintivo, as algemas, se tranca na cela e ainda diz obrigado.

Olha a Lava Jato! Todo mundo é inocente e o juiz está errado. Quando meterem o pente-fino na Previ, mesmo sendo cético, você verá o bambu gemer

Anônimo disse...

Ao Ângelo comentário 13:13,

Sou de Blumenau e tomei um susto ao receber a mensagem da Cassi, realmente devemos procurar outro plano no meu caso pago Cassi Familia e fico sem atendimento também, nada tenho a ver com os problemas em relação ao BB mas fico a ver navios também. Bela porcaria e é só por aqui, em outros estados a Cassi vai bem obrigado.

João Lopes Rodrigues disse...

Valim, 13:16

Permita-me opinar:

Quando o dono do blog recebe o comentário, ele avalia se publica ou não. Uma vez publicado, a opção "excluir" aparece para o dono daquele comentário, que tem ainda a oportunidade de "apagar" seu comentário (por alguma razão), mesmo depois de publicado. O dono do blog tem o direito de apagar qualquer comentário, mesmo depois de publicado (também por alguma razão). Pelo menos é assim que acontece comigo, pois também tenho um blog na internet.

Espero ter ajudado. E, perdoe-me a intromissão.

Era isso!

Edmilson lopes de sousa disse...

7/2015 às 21:14 \ Brasil, Cultura
Eleitor de Dilma, Gregório Duvivier arruma boquinha no Banco do Brasil

Dilma-GregórioNas últimas eleições, o militante de extrema esquerda Gregório Duvivier declarou voto em Dilma Rousseff.

Agora, o Banco do Brasil o contratou para protagonizar vídeos e escrever textos motivacionais para os seus mais de 100 mil funcionários, desenvolvendo uma “nova linguagem para engajar o público jovem”.

A notícia é da IstoÉ, que chama Gregório de “escritor, ator e humorista”.

“Duvivier já escreveu três crônicas e fez dois vídeos para o banco, que foram veiculados na rede interna da instituição. O Banco do Brasil, por meio de sua assessoria de imprensa, não informou quanto o humorista recebe para escrever os textos e realizar os vídeos.”

Entendo. Mas o trecho mais cômico da reportagem vem mais adiante:

“Em um deles, intitulado ‘Trabalho tem significado?’, Duvivier procura mostrar aos funcionários do Banco do Brasil que trabalhar não é algo ruim e que não pode ser usado como um meio para aspirações maiores, mas sim, um fim em si mesmo. ‘O trabalho, seja qual for, não pode ser um meio, mas um fim. E o mesmo vale para o amor, o dia a dia, a vida: não podem ser trampolins para uma outra coisa’, escreve ele.”

De trampolins para outra coisa, de fato, o militante entende bem.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Anônimo disse...

Justiça bloqueia R$ 196 mi por fraude em compra de terreno pelo Postalis
http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/justica-bloqueia-r-196-mi-por-fraude-em-compra-de-terreno-pelo-postalis/

Em recado ao Planalto, presidente do Senado cria duas CPIs
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/07/1656631-em-recado-ao-planalto-presidente-do-senado-cria-duas-cpis.shtml

Para a criação da CPI dos Fundos de Pensão depende de indicação de nomes do PT, e se não indicar hoje, Renan declara que indicará????



Adaí Rosembak disse...

Ari Zanella,

Meus parabéns por colocar mais esse artigo sensacional do João Rossi Neto.

Adaí Rosembak

Anônimo disse...

Poie é... colega das 16: 54 ele vive a apagar os meus comentários.

Quanto a Cassi, estou contigo.

Anônimo disse...

Prof. Ari,
Em governos ditatoriais, não há liberdade de expressão. Todo mundo sabe disso! Mas se o nosso regime é o oposto, ou seja, democracia, então existe essa liberdade. Pois bem. Puxando essa questão para o nosso limitado mundinho composto por aposentados, BB, Previ,e Previc, devemos desfrutar dessa liberdade em nosso favor. E os blogs, seu, do Dr. Medeiros, Cecilia, e outros mais, são os únicos meios que aposentados dispõem para desabafar e até reivindicar seus direitos. Sabendo disso, o bom administrador de um blog não pode deixar de publicar uma postagem, só por que nela contem críticas e verdades para quem são destinadas. Por exemplo, o nosso BET, que teve um final exatamente contrário ao que prometera o Marcel, é justo não ser publicada uma postagem chamando de mentiroso o diretor de seguridade?



Um abraço.

Ari Zanella disse...

Caro Nascimento,

A respeito do Marcel ter dito na reunião em Assis-SP de que não tinha recebido nenhum bônus de 500 mil, eis o que diz o Carvalho publicado no Facebook "A PREVI É NOSSA":


Antonio Carvalho Carvalho
57 min
Conforme já divulgado e exaustivamente debatido, com esclarecimentos de dúvidas e questionamentos, no dia 26 de maio, o Conselho Deliberativo aprovou, por unanimidade, a desvinculação da remuneração dos Dirigentes da PREVI da remuneração dos Dirigentes do Banco, pendente de decisão desde 2011, inibindo o pagamento de 6 honorários de PLR, acrescidos de mais 6 honorários de BÔNUS, como ocorreu em 2011, 2012 e 2013, autorizado em julho de 2014, com o uso do voto de minerva e voto contrário dos eleitos.
Possíveis pagamentos de remuneração variável aos Dirigentes da PREVI, que pode variar de zero a seis honorários anuais, exceto para Conselheiros, vai depender de avaliação de desempenho. Para tanto, foram aprovados dois pré-requisitos, dez indicadores de gestão com pesos por Diretoria, atrelados a 18 metas, com réguas de pontuação definidas. Tivesse esta regra sido aprovada, jamais teriam sido pagos 6 honorários de PLR e muitos menos outros 6 honorários de BÔNUS.
Existem outras pendências antigas e recorrentes que precisam ser resolvidas. Um exemplo é o TETO de benefícios dos dirigentes estatutários da PREVI, do Banco e das Subsidiárias que se arrasta desde 2008. Este assunto voltou a tramitar no Conselho Deliberativo. Conforme venho declarando desde o dia que tomei conhecimento da pendência, defendo e voto pela implantação do TETO com base no maior salário de funcionários do Banco, não estatutários do, conforme aprovado pelo Banco, PREVI e Órgãos do Governo em 2008.
Desejando manter-se atualizado, adicione e participe do meu blog: WWW.ajccarvalho.com.br.
Abraço,
Antonio J. CARVALHO.

Anônimo disse...

O colega acima tem razão quando fala em estelionato. Quem promete BET virar BEP para se eleger comete estelionato eleitoral.

Já devia ter em mente acabar com o BET e mentiu descaradamente.

Anônimo disse...

ACORDA BRASIL!!!

ASSISTAM O VÍDEO EM QUE O SENADOR DENUNCIA A PIZZA. UM DOS ARGUMENTOS É QUE GRANDES EMPRESÁRIOS NÃO PODEM TER O SIGILO QUEBRADO

CHORA CAVACO




Vice-presidente da CPI do HSBC diz que a 'pizza está pronta' depois que senadores resolveram rever a aprovação das quebras de sigilos bancários de milionários

Embora tenham sidos aprovados diversos requerimentos para a quebra de sigilos bancários de empresários poderosos, a CPI do HSBC resolveu voltar atrás. Isso despertou a fúria do vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que diz estar avaliando seu futuro na CPI e a própria existência do grupo. Mesmo depois de o Supremo Tribunal Federal ter dado sinal verde para as quebras, os senadores resolveram não fazê-lo.

fonte:http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2015-07-16/nunca-vi-uma-vergonha-tamanha-na-historia-do-congresso-diz-randolfe.html

Valim disse...

Ari Zanella.

Vejo que não tenho "direito" de falar minhas verdades nem sempre certas ou nem sempre erradas, mas só não podemos depois criticar algumas mídias de marrons se tivermos feito o que elas fazem. Omitir opiniões.

Mas como sou só um pouco orgulhoso, não posso deixar de admitir que o Medeiros é gente boa, pois publicou a minha blogagem mesmo sem respostas no blog dele. Mas como joguei pesado com ele, serve também para demonstrar minha altivez de mostrar minha humildade.
Mesmo jogando pesado com ele. Gosto muito disso, pois tenho certeza que teve infância e amigos, pois os mesmos brigam e numa nova pelada, ou soltar de pipa, peão após, fica tudo bem. Esquecíamos de tudo, que bons tempos.

Prezado Ari, o que me traz de novo aqui, é asseverar que pesquisarei sobre a ANABB é solicitar também sua interferência para o VPR, movimento (VEM PARA RUA) onde solicitaria contribuição para enchermos as ruas do Brasil, e estamos precisando de mais panfletos, quem possuir gráfica que faça preço de custo, agradecemos.

Doação de qualquer valor, para o Banco do Brasil 0001 - Agência- 5977-3 - Conta- 160815-0, em nome Aldecyr F. Maciel e os depositos podem ser identificados caso queiram.

Vamos surpreender em 16/08/2015. Caso esteja dentro deste metiê, favor publicar. Militar no poder é sinônimo de ranger de dentes, eu não gostaria de ver, que saiam com seus penicos e gastem o restante do dinheiro em Cuba, Afeganistão, ou na PAPUDA.

Abraços, e vou pesquisar a ANABB.
Valeu, pelo sim ou não, obrigado.

Anônimo disse...

DEUS acompanhe na dura jornada de hoje. Continue lutando pelos nossos direitos.Por favor não esqueça dos sem margem...precisamos urgente de uma solução. ES-CAPEC seria um grande alívio no momento.

Parabéns e obrigado

Anônimo disse...

Bom dia Ari e colegas, João Rossi como sempre escreve dando uma verdadeira "aula", disse tudo sobre a CASSI, desde que tomei posse no BB em 76 sempre falei para meus filhos: não preciso de luxo, quero vida confortável sem exagero, o melhor nós já temos, o AMPARO DA CASSI, era verdade, naquela época e por mais umas duas décadas ser assistido pela CASSI era o maior conforto nas horas difíceis, lembro-me em Belo Horizonte do Dr. Ademar(se não me engano) e de todos os funcis , uma psicóloga super simpática, onde éramos recebidos com muito carinho e atenção, atendimento humanizado perfeito, acabou, hoje somos apenas uma voz do outro lado da linha implorando autorizações que são negadas sem critério algum.Creio que o efeito dominó caiu sobre a CASSI e sobre nós , onde BB e PREVI sempre ganham, quando a CASSI perde nós perdemos, quando nós perdemos a CASSI também perde e o BB não. Quando nossos filhos completam 24 anos não os deixamos ficar sem o amparo da CASSI , seguimos com nossa parcela paternal, o que aconteceu em 2014?
Perdemos o BET "prometido e não cumprido" Azar nosso!Azar da CASSI!
Voltou a contribuição PREVI Azar nosso!Sorte da PREVI
Caiu nosso benefício Azar nosso!Azar da CASSI!
Tiramos nossos filhos do CASSI Família Azar nosso!Azar da CASSI!
Pode não ser tanto quanto a dívida do BB com a CASSI de 180 milhões mas o corte do BET em 2014 e a retirada de ex dependentes do Plano Família pesaram também nas contas, pois o BET era incluído na Base CASSI. Vamos cobrar na Justiça! BB e PREVI nunca perdem, por que?

Anônimo disse...

DEPOIS QUE O GOVERNO PASSOU A TER 50% DOS SUPERAVITS DA PREVI, todos e qualquer beneficio que implique em beneficiar os associados são recusados uma vez que eles acham que são donos dos 50% dos superavits e qualquer beneficio irá diminuir a parte a que eles tem direito. Esta taxa atuarial de juros de 5% + correção monetaria POS FIXADA tornou-se totalmente inviavel, não tem como calcular o saldo devedor do emprestimo e nem a prestação ao longo do contrato, tanto que eles incluiram uma clausula na qual ao final do contrato se existir saldo devedor será cobrado na ultima parcela. A UNICA SOLUÇÃO SERÁ O EMPRESTIMO SIMPLES SER PRE FIXADO, AO LONGO DO QUAL A PRESTAÇÃO NÃO SUBIRA, IGUAL AO CDC CONSIGNADO NO QUAL AS PRESTAÇÕES SAO FIXAS E AO LONGO DOS ANOS COM O AUMENTO SALARIAL A PRESTAÇÃO FIXA VAI DIMINUINDO O COMPROMETIMENTO DA RENDA DO TOMADOR DO EMPRESTIMO, POR EXEMPLO SE COMPROMETEU 30%, NO OUTRO ANO COM AUMENTO SALARIAL ESTE 30% CAI PARA 28% E ASSIM SUCESSIVAMENTE TEMOS UMA FOLGA NO PERCENTUAL COMPROMETIDO. MAS DA MANEIRA QUE É ATUALMENTE PASSOU A SER UMA CORDA NO PESCOÇO DOS TOMADORES DESTE EMPRESTIMO.

Anônimo disse...

Caro Ary e demais Aposentados e batalhadoras Pensionistas da PREVI,

Foi divulgada a notíc ontem pelas TVs SENADO e CÃMARA de que dia 6 DE AGOSTO PRÓXIMO serão criadas duas CPIs para levantar irregularidades administrativas e financeiras: uma para o BNDES (os membros já estão designados para a Junta ) e outra para os Fundos de Pensão. Desta última, faltam apenas alguns poucos nomes a ser indicados para a Mesa. Tomara que essa benesse se concretize mesmo! Irão desmantelar muitas "igrejinhas" e favorecimentos pessoais e grupais nessas entidades, dos quais toda a Nação tem conhecimento, graças à Imprensa do Brasil, que é destemida e vigilante. Irei comprar UMA CAIXA DE FOGUETES para aplaudir tais medidas. Muitos gestores da nossa PREVI já devem estar com as barbas de molho!(Kékékéké!!!).O "trem da alegria" vai descarrilar, quando indagarem pelos BÔNUS, VIAGENS, ASTRONÔMICAS REMUNERAÇÕES DA PREVI, CASSI, HOSPEDAGENS e outras mazelas que certamente estão debaixo dos tapetes. E a CASSI está agonizante! Nenhum profissional da saúde em Teresina aceita atender pela CASSI... Pena e vejam a situação a que chegamos!Vamos torcer pelas CPIs!!!A senadora Ana Amélia , Paulo Bauer, Randolphe, sem dúvida, vão encurralar muitos "gravatinhas" de nossa PREVI. Bom final de semana para vocês! Williams Silva-Mat.9.843.050-5. Tel (86) 3232-0775


(Kékékéké!!!!)

Anônimo disse...

Sugestão ao professor (se é que pode):

sugiro trocar as fotos dos donos de blogs (Ari, Medeiros, Carvalho e , principalmente, Cecília) para fotos sem estes sorrisos abertos, que denotam felicidade total, sem problemas etc. Nada contra, mas isto mostraria que estariam ao lado dos milhares de aposentados e pensionistas que passam por dificuldades além da conta (literalmente).

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Ao anonimo das 18:05 H, de 16/07/15.


Não confundir o Plano CASSI Associados, exclusivo para funcionários e seus dependentes legais, com o Plano CASSI Família voltado para os cuidados em saúde dos parentes consanguíneos até 3º grau e os parentes afins até 2º grau de funcionários, ex-funcionários, aposentados e pensionistas do BB.

No Plano Associados a contribuição é estatutária de 3% sobre o total da remuneração percebida pelo associado. O Banco contribui como patrocinador com 4,5% calculado sobre a remuneração total do associado. (Art. 16 e 17 do estatuto da CASSI).

O Plano CASSI Familia é um plano de mercado com regras próprias e distintas do plano de associados. Os valores das mensalidades do plano são individuais, reajustados anualmente e variam de acordo com a faixa etária do participante. Os reajustes anuais são definidos levando em conta a inflação dos serviços médicos, muito superior ao índice de inflação oficial(INPC). Para seu conhecimento, o índice autorizado pela ANS para reajustar os planos CASSI Familia e os demais planos de mercado,este ano, foi de 13,5%.

Anônimo disse...

Caro professor Ari,

Tenho dificuldade de compreensão de certos textos, tanto que a postagem das 19:35, de 16.07, não me tirou ainda a dúvida sobre o bônus de 500 mil reais. Me desculpe, afinal o Marcel recebeu ou não o tal Bônus de meio milhão?

Obrigado.

Anônimo disse...

cpi dos fundos de pensao.vao ter q prender o BB!roubou de uma vez 7 bilhoes dos aposentados com uma lei fajuta.

Ari Zanella disse...

18:51

Com certeza recebeu. A sessão do CD de outubro/14 deliberou com o VOTO DE MINERVA do presidente do Conselho Deliberativo que o bônus referente a 2011, 2012 e 2013 seriam pagos nos moldes do Contrato de Cessão do Banco do Brasil (QUE PREVIA SEIS fixos e SEIS variáveis, total 12).

Em maio/2015 deliberou-se sobre o ano de 2014 e os subsequentes, em que o total MÁXIMO seria de SEIS ABONOS NO ANO (TRÊS FIXOS E OS OUTROS TRÊS DEPENDENTES DO DESEMPENHO DO PLANO) OS QUAIS SERÃO AGORA CORRIGIDOS PELO INPC, e não pelos salários do BB (ativa).

Por favor, leia no Blog do Carvalho
lá está tudo bem explicadinho.

Anônimo disse...

Prezado anônimo de 17/07/15 18:51:

acho que eu também não entendo certas coisas. Acho que estou ficando gagá. A leitura de certas explicações ficam tão complicadas, que vou te dizer ... Não era mais fácil dizer que fulano ganhou e pronto.
Além disso, o Zanon (nosso eleito) disse no site dos bancários de Brasília que os diretores não receberiam mais bônus, mas no fim disse que somente os diretores receberiam (vai entender uma coisa destas). Ou seja, quantos diretores há nesta Previ que recebem bônus. É só dizer o nome do diretor, ou do cargo, e pronto. Durma-se com um barulho destes!

Anônimo disse...

Ari,

Como ficou a reunião de hoje, houve avanços, ou esta na mesma lenga lenga de sempre.

Anônimo disse...

Ari como sempre ficou acertado uma nota conjunta da Previ para então irmos aos comentários da reunião de hoje 17/07.

Vimos em uma foto no blog da Leopoldina a turma da ANABB junto com CARVALHO e Cecília gastando uma parte do bônus em um restaurante de MARAJÁS DO BB.

Esqueci é REMUNERAÇÃO VARIÁVEL.

Anônimo disse...

Ari gostaria de lhe fazer uma pergunta:

Porque seu nome não esta no relatório de prestação de contas do Carvalho.

Mas o nome do Dr.Medeiros continua fazendo parte da extinta chapa 3.

Sera porque foi contra o REMUNERAÇÃO VARIÁVEL e as DEMAIS FALCATRUAS DO CD E DA DIRETORIA DA PREVI?

Anônimo disse...

Ari,

Alguém jogou a verdade na cara dos presentes a reunião de hoje?

Vi uma reportagem ontem em que uma mulher bradou em alta voz e fez um video e conseguiu aprovar a redução dos salários do prefeito e dos vereadores da sua cidade, prova que o povo tem força, esta apenas nos faltando a CORAGEM para rebelar contra esses DIRIGENTES ATUAIS DA PREVI.

Vamos a luta pessoal, chega de tanto estrago.

Anônimo disse...

7º ENCONTRO SULBRASILEIRO DE AFABBS,

Como foi o espetáculo Mestre Ari? digno de circo De Soleil.

Valim disse...

Prezado Ari Zanella.

Gosto muito de músicas que nos toca o coração. Sou um sentimental decidido e não nego que muitos precisariam ouvir muitas músicas, elas nos trazem a introspecção e vermos melhor as nossas responsabilidades. Não fujo da briga semelhante a todos, o "eu", que dizem que é orgulho ou psicopatia.

O Eu é afirmação de uma criança, Deus não criaria todas as crianças psicopatas, eles sim querem tirar a vontade de todas elas e a de nós também, visto que, nunca nos sentimos velhos e sim a criança que nunca sairá de dentro de nós, e disposição de LUTA, que faz uma criança virar um leão.

Só com amor veremos que teremos que dividir as riquezas, para não ficarmos em casa presos, aquartelados, jogando vídeo-games. E aí sim podermos usufruir de BONS PLANOS DE SAÚDE, BOAS APOSENTADORIAS, HOSPITAIS, ESCOLAS PARA NOSSOS FILHOS E NETOS, PRAIAS, JOGO num bom FLA X FLU EM ESTÁDIO, SEGURANÇA EM QUALQUER LUGAR e podermos voltar andar às ruas e vermos estrelas com nossas companheiras. A gente temos tudo para vivermos felizes, é isto que Jesus quer de nós. Não precisa ir para o céu, o céu é aqui também.

O silêncio Jesus não permite diante de injustiças, ele quer que sejamos "revolucionários", digo sem parafrasear o papa, sem me referir a religião alguma e sim filosofando, e maldizendo a retirada de SOCIOLOGIA na grade escolar por FHC. A quem convém o povo adormecido, sofrido, sem possibilidade de reação?
Se possível abra o vídeo aqui mesmo, pois poucos acessam o endereço.
SILÊNCIO x AGRESSÃO - Qual dói mais?

https://www.youtube.com/watch?v=ILFLPhfX9p8

Só posso contar contigo, para ver esse meu sonho. Ainda há tempo, Jesus é muito bondoso e justo também, não passa a mão na cabeça de ninguém. Essa parte final não é para você, estou fazendo uma tergiversação, e só com você consegui me abrir de público. Sei lá posso me enganar, se assim for, tudo em frente, sempre em frente.
Publicado ou não, vou trabalhar e muito até 16/08/2015, até lá, vamos que vamos.

OBS: Vamos mexer com as massas num chamamento de forças verdadeiras sem manipulações.
Desculpem-me se feri alguém, não foi meu objetivo, mas a verdade ninguém é seu dono absoluto, só Jesus, mas possuo a minha. Não sei se repararam que me reporto-me mais a Jesus, pois Deus deve estar com pouca paciência, e não chamo seu nome em vão.

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,

A BRIGA DA PRESIDENTE COM ALIADOS

O Presidente da Câmara, Eduardo Cunha, rompeu as relações políticas com a Presidente Dilma e afirmou que vai explodir o Governo. Como primeira medida de retaliação, criou duas CPIs que vão apurar irregularidades em empréstimos sigilosos feitos pelo BNDES e rombos ocultos nos Fundos de Pensão, comissões essas que a Dilma renega e não quer vê-las funcionando nem a pau.

Pelo rompante raivoso do Eduardo Cunha de avançar com extrema confiança e direcionar o bisturi para lancetar esses tumores (BNDES e Fundos de Pensão), como represália, é porque, efetivamente, ele sabe da existência de PODRES nesses segmentos importantes e que nós, associados da PREVI, como partes interessadas nessas apurações, não sabemos.

Tenho por princípio não acreditar na lhaneza das CPIs, notadamente quando o PT domina a relatoria e o PMDB a Presidência, porque temos diversos exemplos em que tudo acaba em pizza, mas agora a coisa pode ser diferente, uma vez que parte dissidente do PMDB virou oposição e vai mover céus e terras para destampar os malfeitos e fazer o Governo Dilma sangrar. Cargos já foram indicados e as CPIs devem iniciar em agosto/15 após o recesso parlamentar.

Anônimo disse...

Professor Ari,

Muito obrigado pela vossa honrosa atenção.

Então, pessoal, já podemos afirmar que Marcel mentiu para nós duas vezes: uma antes de se eleger diretor de seguridade, e outra em pleno exercício do cargo.

Em sua campanha, disse que iria transformar o bet em bep. MENTIU!
E agora, como diretor eleito, MENTIU DE NOVO, ao a dizer recentemente que não havia recebido o bônus de 500 mil.

Mentir é crime, e quem comete crime é criminoso!
Temos um criminoso na diretoria da PREVI?!

Um abraço.

Anônimo disse...

17/07/15 12:30

Desculpe, caro colega, mas penso que cara feia não vai resolver nada.

Ari e Medeiros tem que continuar com o sorriso aberto e franco, motivadores que são de nossos anseios.

Anônimo disse...

Bem feito para quem não foi em Camboriú !! Ta louco para saber novidades!?!?!?!?

Anônimo disse...

Ao colega Jose Roberto Eiras Henrique, no plano associados da CASSI para o pessoal pos-1998 o banco só contribui com 3% e não com 4,5%., veja o que João Rossi disse:
Ocorre que o BB em total desrespeito e afronta ao Estatuto da Caixa, implantou a paridade (3 x 3) arbitrariamente e desde 1998 vem pagando apenas 3% (DEVERIA SER 4,5%) de contribuição patronal para os seus funcionários admitidos pós-98, de modo que de 1998 a 2005 a diferença de 1,5% resultava numa dívida acumulada do BB para a CASSI de R$ 75 milhões, valor que atualmente (2015) deve montar em cerca de R$180 milhões, suficientes para cobrir o rombo do balanço de 2014 (R$177 milhões).

Anônimo disse...

EU PERGUNTO A TODOS, O BANCO SÓ PAGA 3% AOS FUNCIONARIOS POS-1998 E PODE ISSO ??

Ari Zanella disse...

Ao Anônimo das 19:49

O Carvalho me pediu para subscrever o documento ao que declinei. Sou da opinião que não conseguimos implantar dentro da PREVI aquilo que almejávamos na campanha. Por isso, pedi para ficar de fora.

Anônimo disse...

Colega 17/07/15 22:40

Essa alteração, ou seja, a da paridade contributiva, foi introduzida pela Emenda Constitucional nº 20, de 15.12.1998.

Então foram atingidos os pós 98, já que os anteriores tinham direito assegurado.

Valim disse...

Ari Zanella.

Parabéns mais uma vez. Não sou homem de elogiar, não por me tacharem de babão, pois nunca fui e não estou nem aí. Minha estória para quem me conhece sabe. Prezo minha autonomia, e sou um pouco orgulhoso, quem não é?.
Havia falado a Cecília Garcez há tempo da CPI DOS FUNDOS DE PENSÃO, eu afirmava.

Quem achar que é jogo de egos que fique com esta impressão, mas lhe dizia muito menos ao Medeiros, que estávamos perdendo o "time" do ataque, seria aquele tempo lá de trás, quando começou a desmoronar o governo e o sr. João Rossi e sra. Isa, foram ao Senado.
Deveriam dar apoio total com passeata na PREVI, mas enfim...

Cheguei a solicitar que naquele momento com uma micharia teríamos condições de enchermos a PREVI. Mas uma andorinha só não faz verão.
Agora, o povo estará nas ruas como vocês nunca viram, em lugar algum. Pode ser que me engane, mas...

Aproveitando agradeço a postagem do Banco, Agência e C/C para 16/08/2015 o povo na Rua.

Na política não existe isso, mas parece que está tudo sendo milimetricamente calculado, como dizia o saudoso Chaves.

Agora cuidado, a omissão ou comissão por omissão como bem sabe não só o Dr. Medeiros é crime. Falei isso para o meu time. Que babaca que pareço que sou, mas sou assim. Lutava até ontem para virarmos a mesa, quem teriam que desvirá-la seriam eles.
Talvez, digo, talvez, agora tenham que arrumar as gavetas futuramente. Não torço por isso, receio sim.

Sem humildade e falando o que acho politicamente.

Ari Zanella talvez o orgulho não deixou fazer o vídeo com a música, 1 X 0. Mas nem sempre pedimos ao papai noel o presente e ganhamos. Já estamos acostumados.

Mande o Medeiros ficar de olho, pois seu blog mesmo jogando no mesmo time, está um foguete. Como ele, melhor, como nós, o que for bom para os aposentados é bom para todos.

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Ao anonimo das 22:38 H de 17/07/15.

Quanto ao valor do percentual de contribuição do Banco referente aos pós-98, não tenho conhecimento se procede ou não o relatado pelo Sr. João Rossi.

Posso ter me equivocado na leitura do estatuto da CASSI e do Regulamento do Plano de Associados, mas não consegui encontrar nada que corrobore a afirmação do Sr. joão Rossi sobre o percentual de contribuição patronal dos funcis pós-98.