BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quarta-feira, 1 de julho de 2015

CAINDO DE MADURA



Prezado senhor Presidente Ari Zanella,

                               É com prazer que acuso o recebimento da mensagem abaixo. Agradeço-lhe, também em nome do senador, o apoio externado à ação parlamentar de Sua Excelência. Manifesto ainda minha convicção de que somos um time só, em prol do Brasil e de suas instituições. Aproveito a oportunidade para informar-lhe que o senador Paulo Bauer apresentou, recentemente, o anexo PLS-Complementar nº 387, de 2015, que procura criar normas de governança mais sólidas para a gestão dos fundos de pensão. Saliento que esse projeto deverá tramitar em conjunto com outros dois já  apresentados. Um, pela senadora Ana Amélia (PLS nº 379, de2014) e, o outro, pelo senador Valdir Raupp (PLS nº 78, de 2015), também tratando de dar mais eficiência à governança aos fundos de pensão. Quando ao PDS nº 275, de 2012, também manifesto minha crença que, agora, com outra relatoria, a matéria deve “desencantar”. Encontro-me à disposição para ulteriores considerações.

Atenciosamente,

Geraldo Martins Ferreira
Chefe de Gabinete do senador Paulo Bauer

        Então é isso. O PDS 275/2012 voltou a tramitar no Senado, agora com nova relatoria de Delcídio Amaral do PT-MS, também governista, porém menos pernicioso que José Barroso Pimentel. O que me agrada neste projeto é que o Marcel é contra, logo deve ser bom para nós.
       O dado concreto é que a Resolução 26 está caindo de madura. Já produziu tudo de ruim que tinha que produzir. Com essa administração desastrada do PT e do PMDB não teremos mais superávit, menos pelas chances de um fabuloso ativo que temos e mais pelos investimentos equivocados e pela desnecessária exposição que temos em renda variável.
         Outra despesa que dói em nosso fundo é a tal da Tafic. Pela inoperância e falta de credibilidade desta instituição (PREVIC) arquitetada por Lula e seus asseclas para servir de gigantesco cabide de empregos pago pelos penalizados fundos de pensão, com a PREVI pagando quase 9 milhões/ano. Este dinheiro seria suficiente para aumentar o percentual das pensionistas de 60 para 80%.

         Mas a lei divina é inexorável. Estes carrascos nominados Lula, Dilma, José Barroso Pimentel,  Fernando Collor de Mello, José Dirceu e todos quantos colocaram o Brasil no abismo terão em breve suas recompensas. Não há mal que sempre dure nem mentiras que não venham à luz.
MANIFESTAÇÃO NA PORTA DO MOURISCO POR OCASIÃO DA NOVEMBRADA. "AERUS NOS LEMBRA QUE AMANHÃ PODE SER TARDE DEMAIS."

65 comentários:

Anônimo disse...

Muito boas as notícias, porém restou-me uma dúvida: o Senador Delcídio do Amaral - PT - MS não seria relator da matéria, mas Presidente da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos).
Então ainda seria possível que o pernicioso José Pimentel viesse a novamente se intrometer e pleitear a relatoria.
Espero estar enganado.

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Parabéns pela sua iniciativa junto ao Senador Paulo Bauer.
Torço para que sua profecia da queda da imperadora Dilma se efetive o mais rápido possível.
O país está de cabeça para baixo e se isso não ocorrer rápido a turma do PT não vai deixar nada.
Outra coisa: está rolando na internet uma circular do Marcel malhando a Cecília Garcez.
É preciso a defender.
Ela está lutando para que a PREVI deixe de ser um cabide de empregos para apadrinhados.

Um abração

Adaí Rosembak

Anônimo disse...

Novembrada traveis. O professor e o doutor não podem, mas existem outras lideranças.
Lydio é o cara!

Zé Furtado

Anônimo disse...

Entao sr Ari, o que estamos esperando? A hora e oportuna, o governo esta nos dando oportunidade com tantas falcatruas, roubalheiras.....
Vamos marcar um dia para o ENCONTRAO na porta da previ, pessoal do Rio por favor e dos outros estados, vem quem quer e pode.
Tem que ser antes do dia 17/07.

Blog do Ed disse...

Estimado Mestre Ari
Você se lembra daquela importante AUDIÊNCIA PÚBLICA, do ano passado, no Senado sobre a REVERSÃO DE VALORES? O Senador José Barroso Pimentel, coestaduano meu, lá do Piauí, filho de Picos, político pelo Estado do Ceará, ADVOGADO, PROMETEU que iria elaborar a ARGUMENTAÇÃO demonstrativa da LEGALIDADE e CONSTITUCIONALIDADE do instituto da REVERSÃO DE VALORES. Fiquei aguardando ansioso pelo prometido, SEM DÚVIDA, DEFINITIVO ESCLARECIMENTO DO ASSUNTO, COMO ALI INSINUADO INSISTENTEMENTE. ATÉ HOJE, NÃO TENHO CONHECIMENTO DESSE, SEM DÚVIDA, INQUESTIONÁVEL BRILHANTÍSSIMO TRABALHO JURÍDICO. O amigo, ou algum colega, tem conhecimento de que ele foi elaborado e disponibilizado ao público? Agradeceria a informação e, se de fato a promessa foi cumprida, me fornecesse uma cópia, ou, ao menos, me indicasse como poderia acessar a obra. Não me permito a omissão da sua leitura.
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Novembrada é uma boa!

EU AGARANTO!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

A CAMPANHA QUE ESTÁ GANHANDO FORÇA NA INTERNET:

MARCEL PARA PRESIDENTE DA VENEZUELA!!!

SOME

Anônimo disse...

Prof.Ari, assim como muitos aposentados do plano 1 da Previ, encontro-me angustiado com o valor líquido que recebo, que a cada mês acaba em menos dias, nunca vi o ES e a CARIM subirem as prestações do jeito que acontece agora, alguma coisa está errada.
O ES CAPEC, ajudaria um grupo grande de sofredores que como eu estamos sem saída, estamos morrendo com falta do mínimo , portanto se ele servisse para nos beneficiar de alguma forma seria muito bem vindo.

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,

A GERAÇÃO DOS SANGUESSUGAS

Dizem que em Frigorífico só não é aproveitado o berro do boi, porque o resto é todo vendido.

Tal situação se assemelha aos jogadores de futebol. Sem generalizar, mas já generalizando, da mesma forma, esse pessoal não perde nada em nenhuma hipótese, eis que os chamados “boleiros” recebem para Treinar e Perder jogo, todavia, para Vencer é preciso outro acerto financeiro, que consiste no pagamento de dinheiro extra, vulgarmente conhecido por “bicho”; Para a agremiação ser Campeã no certame o preço aumenta e também exigem “money” adicional para o time não ser Rebaixado de série (A, B, C e D).

Ainda exigem fortunas pelo direito de Imagem. Cobram até para realizar aquele gesto tosco e nojento de Cuspir no gramado durante o jogo.

Sem exceção, jogadores milionários (estrelas) ou pobres alegam que trabalham demais... Que são profissionais... Durma com um barulho desses! Alguns dirigentes de grandes clubes dizem que mexer com essa classe de “trabalhadores” é mais difícil que gerenciar prostíbulo.

Na PREVI ocorre o inverso, nós, donos do Fundo de Pensão, somos explorados à exaustão por Conselheiros e Diretores robotizados à feição do patrocinador BB e Governo, num processo imoral, ardiloso, bem arquitetado, voltado para beneficiar projetos de interesse governamental e enriquecer dirigentes com Salários Fixos majestosos e Remuneração Variável, pagando vergonhosos bônus por resultados financeiros que sequer atingiram as metas atuariais.

Esse relacionamento promíscuo da PREVI com o BB é muito conveniente a essa corja petista encastelada nos altos cargos da nossa Caixa de Previdência, escolhida a dedo para fazer o serviço sujo que o patrão determina.

Anônimo disse...

Colega Adaí,

A Cecilia Garcez tem um canal que é o seu blog, esta postando matérias em que não usa o direito de resposta, como deveria.

A Contraf Cut malhou ela no artigo em que o Diretor Marcel Barros a acusa veladamente de entregar duas diretorias para o Banco e mesmo assim ela não fez uso de resposta.

Ela até pelo bom salario que recebe da Previ fora sua aposentadoria tem condições financeiras de interpelar judicialmente o Diretor Marcel Barros, até o condenando a uma boa indenização por danos morais e matérias.

Se esta calada é porque alguma coisa esta muito errada dentro da Previ e porque a Presidência ainda não se manisfestou a respeito, ou até mesmo o ÓRGÃO MAXIMO DA PREVI O CONSELHO DELIBERATIVO.

Tudo cheira as próximas eleições para a DIRETORIA DE SEGURIDADE, não se admire das muitas tramoias que vão surgir nos próximos capítulos.

Adaí ai tem?

Jurandir Waltrich disse...

Prezado Ari Zanella!

Gostei das noticias. embora ainda custe a acreditar que neste governo do PT alguma coisa boa irá acontecer, devemos nos unir e elegermos o próximo Diretor de Seguridade, que seja do nosso lado, parece que o Sasseron quer voltar. ai é o fim da linha. Tou com o Dr.Medeiro, Vamos que Vamos!

rafael campagnoli disse...

Assistam agora na TV Senado a manifestação do senador Pimentel na CAE sobre a Lei de Arbitragem. Em tom didático, discorre sobre a necessidade de mudança de postura do judiciário para a solução amigável de conflitos etc ... sugerindo alteração da grade curricular das faculdades de direito para incluir matéria afim. Na mesa, presença de juíza do CNJ e advogados. Ou seja, vida longa para a Resolução 26 e o "instituto da reversão".

Marco Orlando disse...

Ari,
Gostaria de saber a opinião da ANAPLAB minha postagem de 30.06.2015 abaixo.

Prezado Ari,

Gostaria que o Gilvan consultasse os advogados que cuidam das ações jurídicas movidas pela ANAPLAB sobre a possibilidade de serem questionados juridicamente os juros cobrados pela PREVI no Empréstimo simples. Tem alguma coisa errada, senão vejamos:
A grande maioria dos beneficiários da PREVI se utiliza dos empréstimos há décadas e nunca se verificou o que ocorre agora, mesmo quando a inflação era galopante (100%, 200% 300%.... ao ano) nós conseguíamos renovar os empréstimos após 6 meses sempre com um bom "troco:
Agora o que se vê é que a cada prestação paga nada se abate do CAPITAL, é legal isto? o saldo devedor fica praticamente o mesmo ao vencer a parcela seguinte;
Veja o exemplo do meu caso.
Em agosto do ano passado contratei o empréstimo de R$ 145.000,00 para pagamento em 120 parcelas de R$ 2,032,51.
Se verifica que neste caso as parcelas já possuem juros embutidos, pois o total soma 2.032,51 X 120 = 243.901,12.
Efetuei desde então o pagamento de 10 parcelas de 2.032,51 o que totaliza R$ 20.325,10.
Meu saldo devedor corrigido hoje (30.06.2015) é de 143.830,60
Se eu considerar que devo 110 parcelas de 2.032,51 (que também serão corrigidas monetariamente/atuarialmente na 13 parcela) obtenho um total devedor de R$ 223.576,10.
Vamos supor então que eu pague parcela 11 e a parcela 12 e se mantenha os atuais critérios - eu teria então um saldo devedor de +- R$ 219.511,00 que seria corrigido pelo INPC mais 5% que daria R$ 251.230,00 que dividido por 108 parcelas daria uma prestação/parcela de R$ 2.326,20.
Dessa forma o saldo devedor (sem juros) que apareceria no extrato de empréstimos seria de R$ 165.952,50 e a partir daí não haveria mais condições de se renovar o empréstimo mesmo que o teto fosse reajustado pelo INPC anual.
Fiz os cálculos de forma bem simples, pois da forma como a PREVI age fica impossível de seu utilizar qualquer matemática para se chegar a um critério.
Não encontro em nenhum banco condições tão danosas aos tomadores como as que a PREVI vem praticando.
Solicito, caro Gilvan, levar ao conhecimento dos advogados da ANAPLAB tal fato para que se vislumbre uma forma de se protestar contra tal afronto aos participantes da PREVI que são os DONOS desse dinheiro que nós é emprestado de forma tão cruel, injusta e desonesta.

Marco Antonio Orlando

Anônimo disse...




COLEGA SUPRA DAS 9,13

Colega, o que o povo da Venezuela lhe fez ? Pare de desejar mal aos
outros irmãos do continente. ?Divany -Sete Lagoas-mg

Anônimo disse...




DESCULPEM, MAS NÃO AGUENTEI GUARDAR SEGREDO !

Mestre, meu cunhado veio de São Paulo e externou a opinião de que
a criminalidade está demais. Alguém ponderou que no Rio poderia
ser maior e o cunhado ( petista roxo ) disse enfático: em S.Paulo
há marginais até no Tietê (pano extremamente rápido ). DivanySilveira
Sete Lagoas-mg

Humberto disse...

Alô colegas do Ceará, temos que fazer campanha junto aos demais ai no Ceará de jamais votar em pessoas tipo José Pimentel, nem pra síndico de casa na zona. A única arma que temos é o nosso voto, então, vamos divulgar para amigos, familiares e demais para expurgar da. política essas figurinhas carimbadas, que tanto mal nos tem causado.

Aqui no RS, onde resido, temos um grupo de colegas que discutem se este ou aquele político poderia defender nossos interesses legítimos, e daí divulgamos tal nome para os demais, evitando assim criarmos verdadeiros monstros no Cogresso Nacional.

Vamos lá cearenses, vamos lutar por nós.

Humberto

Ari Zanella disse...

Colega Marco Antonio,

Repassei ontem ao Gilvan a sua mensagem. Mas vale lembrar que a PREVI não pode cobrar menos que o ATUARIAL (5% a.a. + o INPC). O que pode ser discutido é a forma de débitos dos encargos (mensais) já que nossos proventos somente possuem reajustes anuais. Precisamos ressaltar que o FQM com suas novas alíquotas pesam bastante. Na contabilização do ES há lançamentos no dia primeiro e no dia 20. Pode?

Anônimo disse...

COLEGA ADAÍ E LEITORES

Permissão ao Prof. Ari, mas não localizei o manifesto do Marcel "Nanico" e sua contraft-cut, contra a Diretora Cecilia Garcez, que o Adaí menciona neste blog.

Favor compartilhar o manifesto, para desmascararmos esses Petralhas.

Cláudio Almeida disse...

Prof. Ari,

UMA SUGESTÃO DEMOCRÁTICA, RÁPIDA E RASTEIRA PARA O ES, SEM MAIORES DETALHES.

Suspensão das próximas 6 parcelas (julho a dezembro/2015).

Em janeiro/2016 a Diretoria atualizaria limites e reveria parâmetros,diante do reajuste dos benefícios(cerca de 10%).

A suspensão favorece a todos que assim o desejarem e não implica em cálculos de margem consignável.

O ES Capec, tão decantado, não sabemos do que se trata e nem o que a Previ submeteu à Previc e à primeira vista não pareceu democrático (para os 7.000).

O detalhe é a oficina do diabo.

Abraços

Pr.guima disse...

-Quem tem um tal de Pimentel como colega e amigo pra que Inimigo? E pensar que um dia foi chamado de colega.

Anônimo disse...

O CUNHADO DO DIVANY DEVE TER FICADO EM SÃO PAULO NO BAIRRO ESPANHA - Lá não pode deixar nada na rua que es panha, como diz no idioma mineirês, eles=es.
Es são f...

Anônimo disse...

Professor Ari,

Segundo o site www.ig.com.br, adesivo que simula Dilma de pernas abertas pode ser considerado crime, diz Mercado Livre.
Concordo plenamente. É um quadro muito feio

Anônimo disse...

Amigos vamos nos mobilizar para um encontrão na Previ , só no Rio de Janeiro os participantes se mobilizados pelas redes sociais já vão fazer um baita panelaço , o PT vai começar a cairrrrrrrr .

Anônimo disse...


Cr Sr Ari,

encontrei isto na internet...



Quarta-feira, 01 de julho de 2015




Banco do Brasil


Pelegos da CUT: liberados e promovidos pelo patrão

Se já não lutavam antes da promoção, imaginem agora!



Na Trincheira

23/06/2009



Assim como no Senado, a direção do Banco do Brasil também promove seus "atos secretos". No começo do ano, em 16 de janeiro, o secretário-geral e coordenador da Comissão de Negociação da Contraf/CUT, Marcel Juviniano Barros, foi agraciado pelo BB, talvez por seus bons serviços prestados contra a luta, deixando a função de caixa executivo para assumir uma outra, muito mais atraente e vantajosa, equivalente à comissão AP-6, o que também significa passar a receber um polpudo salário de R$ 7,6 mil. Esse fato é muito grave e merece urgente justificativa. Mas é impossível explicar esse escândalo. Afinal, como pode Marcel ser comissionado estando liberado e sem sequer estar trabalhando no banco?



Outra diretora cutista e funcionária do BB, Ana Paula Domeniconi, também foi promovida: de caixa executiva ela virou assessora sênior da Diretoria de Mercados e Capitais, ganhando os mesmos R$ 7,6 mil. Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região/Conlutas esse fato é um descalabro, já que ambos são negociadores que deveriam representar os bancários e estão com o rabo mais preso do que nunca com a direção do BB. Se, através deles, os bancários do BB não conseguiam nenhum avanço na via negocial, imaginem daqui pra frente!



Exigimos que esses dois "sindicalistas profissionais" sejam imediatamente afastados das negociações com o BB, pois, ao serem claramente cooptados com funções pelo patrão, apresentam vícios insuperáveis, totalmente incompatíveis com a tarefa de representar trabalhadores.

Não se pode servir a dois senhores, pelegos!

Anônimo disse...

Professor Ari,

Eu tenho a orelha tão grande que me chamam de Dumbo. Será que sirvo para ser ouvidor da Previ?

Anônimo disse...

A periodicidade de correção do ES pelo INPC é mensal, enquanto da aposentadoria, apesar de ter o mesmo indexador, é anual, gerando uma diferença astronômica, em termos de percentuais efetivos anual, obviamente, com perdas de poder de amortização da aposentadoria. Agora, com a inflação galopante, tal diferença é notória e cruel, eis que o saldo devedor cresce vertiginosamente porque as prestações não amortizam integralmente os encargos, cujos resíduos serão capitalizados e, por conseguinte, voltam à dança dos encargos, com reflexos nos reajustes das prestações, tbém. Essa metodologia, em período inflacionário, é totalmente inviável e se torna o oposto do caráter "filosófico" do ES (jurinho de 5%aa). Sorte que temos uma diretoria proativa, com méritos reconhecidos e premiados com a remuneração variável, e, provavelmente, já estão agindo em prol dos aposentados, para se evitar o iminente caos, pautados que estão, pelas práticas da boa governança voltadas para o bem estar dos mesmos. Delírio total!!!!!!!!!!!

Roberto Martines 8670089-8 disse...

Professor Ari Zanella e colegas eu vejo uma faísca no final do túnel, o Senador Delcídio do Amaral é uma pessoa boa se depender somente dele temos alguma chance, porém por trás de tudo isso tem Governo, PT, BB, Pimentel ou seja R$ 7.500.000.000,. Porque minha esperança, não se esqueçam que a única CPI que não virou PIZZA foi a que ele presidiu. Não Posso falar +. Aposentado pós/97 esperançoso.
Rio Brilhante-MS.



Anônimo disse...



Sr.Ari, desculpe mas o Sr comentou um grande erro- A JUSTIÇA DIVINA NÃO É INEXORAVEL..... muito pelo contrario ela e sensivel e galardoadora.

Marco Orlando disse...

Obrigado pela resposta Ari,

Entretanto acho que os juros cobrados estão muito mais altos do que o INPC + 5% a.a.(atuarial).
Lembro-me que possuía um financiamento imobiliário pela CARIM, que na época do reajuste em março de 2014 foi elevado em mais de 18% pelas regras da CARIM. Resultado o imóvel era do meu filho, porém financiado em meu nome. Neste ano resolvemos, para fugir da armadilha da CARIM fazer o financiamento do mesmo imóvel pela Caixa Econômica Federal, liquidando o da PREVI. A prestação ficou bem menor e é decrescente.
O que eu solicito ao GILVAN/ANAPLAB é que verifique junto ao jurídico se não existe algum ABUSO por parte da PREVI na cobrança dos encargos e se os mesmos estão na forma da Lei.
Se não estiverem cabe aí sim, uma ação judicial contra a PREVI.

Um grande abraço.

Marco Antonio Orlando

WILSON LUIZ disse...



PARA REFLETIR, NESTES TEMPOS SOMBRIOS

Todos vão envelhecer…

Querendo ou não, iremos todos envelhecer. As pernas irão pesar, a coluna doer, o colesterol aumentar. A imagem no espelho irá se alterar gradativamente e perderemos estatura, lábios e cabelos. A boa notícia é que a alma pode permanecer com o humor dos dez, o viço dos vinte e a felicidade dos trinta anos. O segredo não é reformar por fora. É, acima de tudo, renovar a mobília interior: tirar o pó, dar brilho, trocar o estofado, abrir as janelas, arejar o ambiente. Porque o tempo, invariavelmente, irá corroer o exterior. E, quando ocorrer, o alicerce precisa estar forte para suportar.

Feliz é a alma que se diverte, que se perdoa, que ri de si mesma e faz as pazes com sua história.
Feliz é a alma que aceita a passagem do tempo com leveza e conserva o bom humor apesar dos vincos em torno dos olhos e o código de barras acima dos lábios.

Feliz é a alma que não esconde seus defeitos, que não se culpa pela passagem do tempo.

Feliz é a alma que aceita suas dores, atravessa seu deserto e ama sem pudores.
Aprenda: bisturi algum vai dar conta do buraco de uma alma negligenciada anos a fio.

Texto de Adélia Prado

Anônimo disse...

Professor Ari:

se o Senhor for amigo do Carvalho, por favor, peça para ele fechar o blog dele, pois não serve para nada e só serve para demonstrar o rancor dele. Eita voto jogado fora!

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

"DEUS É BOM, MAS NÃO É BOBO!"
Prezado Professor Ari, parece-me que o rico Pão Celestial está afetado por vírus ou outra interferência.
Por isso, embora fora de foco e com máximo respeito, uma opinião: creio, também que é rigorosíssima, a justiça divina(Prova-o, Mateus 25,31-46) o que, por outro lado, não descarta, não afasta, não anula alcançar a LARGUEZA INFINITA da misericórdia divina, o que testemunho.
A frase-título é de não menos do saudosíssimo Cardeal Aloísio Lorscheider, ofm, falecido no dia 23.12.2007.
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Feliz aquele cuja ofensa é absolvida, cujo pecado é coberto."
Salmo 32(31), 1

Anônimo disse...

O MARCEL PASSOU DE CAIXA EXECUTIVO PARA AP 06 QUE É DE GERENTE GERAL?

ENTÃO AGORA PASSARÁ DE DIRETOR DA PREVI PARA PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS

Anônimo disse...

Professor:

dizem que a situação dos aposentados da Previ vai melhorar, depois que o JEC começar a reagir no campeonato. Então, vamos torcer! (brincadeirinha ...)

Anônimo disse...

O manifesto do "Marcel e seus petralhas" , que na verdade não é um manifesto do Marcel,pode ser lido no jornal do sindicato dos bancários e financiários de São Paulo.
Ali se noticia que a proposta da consultoria contratada pela diretora Cecília, recomenda a extinção na Previ do ES e da Carim.
Tais empréstimos seriam transferidos ao BB.
Até agora se dizia em defesa da diretora e do relatório que era para melhorar e modernizar a área de informática.
Só que a nota no site da Previ fala em mudança na estrutura organizacional e de governança, proposição do relatório.
Na verdade nos falta informações. Só se fala em ataque ou defesa deste ou daquele personagem. Falta isenção nas informações.
A diretora poderia -ela própria - se manifestar, apresentando o tal relatório.

Ari Zanella disse...

23:23

Nem adianta mais torcer, meu caro. A segundona é certa.

Anônimo disse...



SERÁ O FIM DO MUNDO. . .??????/

Mestre, alguns estudiosos das religiões costumam afirmar que no
fim dos tempos veríamos coisas de arrepiar. Pois bem, pra quem tra-
balhou em banco como eu e milhares que ora leêm este blog causa
espécie , por exemplo , o dono de um imóvel que está na imobilia-
ria para alugar requisitar o mesmo para si, pois resolveu morar
no que lhe pertence e ter de arrumar fiador para realizar seu in-
tento. Grosso modo, é o que ocorre com o colega que para ter o seu
pedido do EMPRÉSTIMO SIMPLES atendido ser obrigado a dar o PECÚLIO
como garantia. Isto não entra na minha cabeça, mormente quando se
presume que só são requisitados para trabalhar na PREVI cérebros
privilegiados. Como diria um colega da Bahia numa situação destas :
Arre, égua ; cruz credo !!!Divany Silveira -Sete Lagoas-mg

Anônimo disse...

pois eh seu Ari, morre tanta gente boa...................

Valim disse...

Caro Ari Zanella.

Parabenizo por suas palavras aguerridas e de que pelo meu termômetro não busca cargos em empresa, o que diante de suas últimas publicações fica na frente de muitos colegas seus. E digo-lhe, você os merece se assim quiser.

CRÍTICA:

Como elogio também critico.Esperava um esclarecimento seu em defesa de nossa Diretora Cecília Garcez, sinceramente. Mal lhe conheço, mas em questão de perseguir a JUSTIÇA, creio que é um dos meus.

Ainda na espera de tal atitude, diferenciando-se de todos os demais, ainda espero.

Valim.

rafael campagnoli disse...

Professor Ari, poderia confirmar se a correção progressiva da tabela do IR aprovada pelo Senado já está sendo aplicada desde abril, ou após a publicação pela Dilma as fopags serão recalculadas retroativamente?

Ari Zanella disse...

Amigo Valim,

Farei uma postagem sim em defesa da colega Cecília. Todos sabem que as acusações são levianas e partem de sindicatos ligados à CUT e ao outro diretor vira-casaca que ainda não engoliu a derrota nas eleições passadas. Porém, eu preciso tomar conhecimento mais detalhado do tal relatório Accetare. Voltarei ao assunto.

Anônimo disse...

Prof. Ari,

Assista por favor o vídeo no YouTube intitulado: SEXO ANAL MATA -- É COMO BRINCAR DE ROLETA RUSSA.

Quando comemoram casamento gay com tamanho entusiasmo, deveriam ouvir a opinião de uma médica sobre o tema.

É o fim dos tempos...

Homofobia? A questão é de saúde pública.

Terrível os relatos

Anônimo disse...

Medeiros disse...

A Previ passa por diversas dificuldades, sim. A bolsa de valores está instável e abaixo do índice de conforto para os investimentos de renda variável. A Vale está com problemas. A Sete Brasil também. Não é um mar de rosas nem céu de brigadeiro, a meu ver.

30 de junho de 2015 08:58

- Durante os últimos três anos, a Vale deixou de aumentar as receitas ou melhorar as margens. Pior ainda, a empresa já pagou quase US $ 8Bi em dividendos desde 2009, enquanto incorreu em fluxos de caixa livres de menos de US $ 1.2Bi ao mesmo tempo. As despesas de capital, totalizando US $ 56Bi ao longo dos últimos 6 anos, que foram em grande parte financiadas pela dívida, não conseguiram produzir nenhum retorno significativo. Assim, provavelmente para entender o verdadeiro jogo da Vale devemos responder a uma pergunta simples: por que o “fluxo de caixa livre” da Vale é significativamente menor do que os respectivos dividendos?

- Provavelmente, porque os dividendos são insustentáveis e grandemente pagos com dinheiro levantado da venda de ativos e dívidas.

Anônimo disse...

[...] o presente trabalho é composto de três teses, quais sejam:

• O atual capitalismo bursatil global é uma espécie do gênero conspiração;
• O retorno ao real nos reenvia em última análise, à exploração dos trabalhadores, que é o verdadeiro “fundamento” da Bolsa;
• A Bolsa de Valores brasileira está em tendência irreversível de baixa.

Em nossa tratativa, as primeiras duas teses, acima mencionadas, se complementam, interpenetram-se, ao ponto de que podemos dizer que o conjunto dessas duas teses é apenas uma tese. Assim, em nossa abordagem, tal tese, precede, ou faz se necessária, para sustentarmos a terceira tese.

Semelhantemente, ao acima mencionado, vale lembrar que os fundos de pensão apenas aparentemente visam garantir o futuro das aposentadorias. Seu verdadeiro objetivo é repartir sempre mais em proveito dos detentores dos ativos financeiros as riquezas que resultam da atividade produtiva, no sentido amplo. Em outras palavras, fundo de pensão não é fim; é meio...

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Assim como os 300 de ESPARTA lutaram violentamente, contra a PÉRSIA, para salvarem a GRÉCIA, eu e os 7000 ENDIVIDADOS, lutaremos BRAVAMENTE, contra a PREVI, para salvarmos o nosso ES-CAPEC.

Valim disse...

Caro Ari Zanella.

Certo da inexistência de qualquer atitude anti- ética da Diretora Cecília Garcez, caso contrário quem estaria em crime seriam eles por crime comissivo por omissão, imediatamente parti em sua defesa, sem precisar de maiores detalhes. Certo que compreenderá minha tese, não precisará de tais fatos, fará seu juízo de valor por presunção e sem se comprometer. É para não nos taxarmos de idiotas, sem tergiversações.

Esperava algo do Dr. Medeiros, muito mais conhecedor do Direito do que eu. Ele é Doutor, eu sou apenas um advogado. Mas cá entre nós vou fazer um Mestrado, é mais pomposo.

Será que querem tirar a todo custo a personalidade da DIRETORA ELEITA, COMPETENTE, BONITA, E SEM COTAS, como o famigerado GEPES- Gestão de Pessoas- que para os funcionários do PT tudo e para os outros nada, onde os funcionários possuem dois pesos e duas medidas. Não conseguem ainda mais com a aguerrida Diretora CECÍLIA GARCEZ.

Aproveitando o ensejo, gostaria aqui de mandar um abraço para o meu colega o Sr. Fernando Otávio de Farias, "menor aprendiz", que está lotado na GEPES RIO DE JANEIRO...

Valim.

OBS: Para você Ari Zanella, o que depender de minha torcida, já estaria numa empresa tomando realmente conta de nosso galinheiro.
Desculpe-me o linguajar mas as vezes é preciso.


Anônimo disse...

Abaixo o link contendo as declarações infundadas do SindBan-SP contra a diretora de administração eleita Cecília Garcez.
http://www.spbancarios.com.br/Noticias.aspx?id=11684

Anônimo disse...

O filho do Fidel Castro foi flagrado num hotel de luxo e tentou agredir quem fez o registro.

Petista (comunista q é a mesma bos..) é assim. Na teoria todos são iguais, já na prática é semelhante à Previ. Uns Sem Teto, com bonificação por incomPTênciia, e o restante que sr exploda

Por isso o capitalismo venceu. Socialismo é só na hora da eleição

Anônimo disse...

Prof. Ari, o nome do relatório é ACCenture, nome da consultoria.
O conselho deliberativo da Previ já analisou e deliberou sobre o mesmo
conforme nota no site da Previ. Fala-se naquela nota em reforma estrutural e de governança na Previ; não é só na área de informatica. Como o sr. diz, só tomando conhecimento detalhado é que se pode acusar ou defender quem quer que seja.

Ari Zanella disse...

OPINIÃO DO EBENÉZER NA REDE DE INTRIGAS (SOS)

"Caro Norton,

Concordo que a situação de alguém isolado no seio de uma oposição é extremamente difícil. Entretanto, a questão não enseja apenas desculpas de uma parte e compreensão da outra.

Em primeiro lugar, Carvalho não deveria estar sozinho: há outros dois conselheiros eleitos: Rafael Zanon Guerra de Araújo e Haroldo do Rosário Vieira. Se não se alinham na defesa dos nossos interesses, deveriam cobrados por ele e a situação deveria ser informada aos associados. Se Carvalho não o faz, significa que dá “cobertura” àqueles dois colegas em vez de ficar ao lado dos mais de 100 mil associados e pensionistas que representa. Essa escolha de lado não tem justificativa nem explicação.

Em segundo lugar, Carvalho não é obrigado a votar “sim”, acompanhando os indicados pelo Banco. O mesmo vale para os outros dois conselheiros eleitos. Não prevalece a desculpa ou explicação de que a matéria “seria aprovada de qualquer forma por causa do voto de Minerva”.

Segundo confessa, Carvalho votou “sim” ao bônus duas vezes: na comissão específica que presidiu e no Conselho. A aprovação da matéria por unanimidade significa que Zanon e Haroldo também votaram “SIM”. Por unanimidade, os três eleitos votaram contra os mais de 100 mil associados e pensionistas que representam.

Cordialmente

Ebenézer"

Anônimo disse...

Mesmo um desmentido não reverterá as consequências das críticas que estão sendo propaladas sobre os efeitos da consultoria solicitada pela Diretora Cecília, principalmente nas urnas, dada as dimensões que estão alcançando, em razão da capilaridade de sua veiculação. Acho que já passou da hora de se exigir o direito de resposta tempestivas, utilizando os mesmos canais que as difundiram. Creio que tal estudo, entre várias mudanças, preconiza remanejamentos no quadro de pessoal de PREVI, em razão dos métodos modernos de TI que deverão ser implementados em substituição dos atuais arcaicos e onerosos, com ganhos em redução de gastos, em dinamismos, etc., que, ao que parece, não coadunam com as atuais políticas de RH e de governança na PREVI. Ademais, em se tratando de um estudo, as mudanças daí resultantes, antes de serem implementadas, terão que passar pelo crivo de colegiados, presumo. Por outro lado, considerando que os supostos aspectos negativos de tal projeto já estão sendo ventilados, infere-se que não há qqer. óbice de confidencialidade, e, por conseguinte, nada poderia obstar a sua publicação para esclarecer expectativas e acabar com as críticas tendenciosas.

Ari Zanella disse...

Soube hoje que um determinado presidente de uma associação com sede em Curitiba-PR (não se trata da AFABB-PR) teria sofrido um infarto há cerca de 15 dias e que necessitou colocar dois ou três STENTS. O plano de saúde (CASSI) colocou alguns obstáculos na liberação dos stents e advinhem quem foi a pessoa que teria interferido junto à CASSI para que houvesse a liberação dos referidos STENTS? Ninguém mais nem menos que a fabulosa ISA MUSA DE NORONHA, a quem o referido muito criticou no passado. Isto que se chama pagar o mal com o BEM.

Anônimo disse...

Parabéns a Isa mas acho que por toda sua postura sabemos que é uma pessoa de boa índole.Gostaria que ela voltasse a participar mais neste blog.

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,


OPERAÇÃO LAVA JATO: Dirceu entrou hoje com habeas corpus para não ser preso.

Fico assustado com o que está fazendo a Polícia Federal e o MPF por infringir medo em pessoas de caráter ilibado, sem antecedentes criminais, de conduta impoluta, como o José Dirceu!
Que país é esse onde o Judiciário persegue pessoas “inocentes” que vivem rezando e fazendo “Consultorias” de graça para ajudar, desinteressadamente, megaempresas sem máculas que trabalham “tanto” para engrandecer o Brasil, sobretudo a reputação e o patrimônio da Petrobras!
Como o patriota José Dirceu tem as suas despesas pessoais, foi justo que recebesse os míseros R$ 39 milhões pelas “consultorias” prestadas..., já que teve de fazer diversos cursos de doutorado no exterior para se capacitar para dar aulas(Petroquímica,construção e operacionalização de navios-plataforma-marítimas, Sondas para Perfuração das Camadas do Pré-sal, Construção de Refinarias de Petróleo e todo tipo de Construções Civis) aos engenheiros e altos executivos dessas empresas, pessoal com mestrado e doutorado nas melhores universidades espalhadas pelo mundo.
Mal compreendido e mal interpretado nos seus atos e ações, o Zé Dirceu, cidadão exemplar, magnânimo e altruísta, inobstante o seu vasto e invejável currículo é confundido com um reles bandido qualquer e, em face disso, premido por pressão psicológica, ameaça iminente de prisão, segundo suas próprias elucubrações, para neutralizar futura injustiça e “Constrangimento Ilegal” de privação de liberdade, lançou mão de um habeas corpus preventivo no STF para assegurar o seu direito de ir e vir.
Agora, sarcasmo e ironia à parte, a situação do Lula e do Zé Dirceu começa a descer a ladeira e se encaminhar para o abismo.
Evidentemente que um habeas corpus baseado em suposições do que pode vir a acontecer, pode configurar uma confissão antecipada de culpa e a Suprema Corte costuma indeferir o pleito alicerçado em conjecturas, porque, via de regra, analisa situações e fatos concretos, daí é provável o seu arquivamento.
Considerando, por outro lado, que as “palestras” e “consultorias” viciadas de dolo são manobras criminosas utilizadas para encobrir e dar aparência de normalidade ao pagamento de “propinas” com recursos públicos.
Assim, é natural que as ditas palestras, sem conteúdo, feitas pelo Lula, analfabeto funcional, remuneradas a peso de ouro e as “consultorias” do Zé Dirceu, ambas duvidosas e inócuas por natureza, ainda mais que por serem destinadas a um público alvo extremamente qualificado e sofisticado, causem estranheza e despertem suspeitas medonhas aos investigadores da Lava Jato, ainda mais que existem delatores colocando o Zé Dirceu na cena do crime. Penso que em breve os companheiros Lula e José Dirceu vão acabar dividindo uma cela na Papuda para a felicidade do povo brasileiro.

Anônimo disse...

Senhor Ari Zanella,

Cuidado com a espada divina, ela não falha aos que se regozijam com a desgraça alheia.
Não sou associado da instituição de Curitiba.
Não conheço o infartado.
Mas aqui prá nós tirar sarro de um adoentado e grave, é...

Tenho admiração pela sua batalha no blog mas, perdeu pontos comigo.
Qualquer um que tripudiar sobre a doença alheia será cobrado pelo nosso Deus.
Desejo muita saúde e consciência tranquila SR Ari.
Abraço de um gaúcho temente a Deus.

Anônimo disse...

Sr. Ari Zanella,

AGORA SE PRECISA DE PISTOLÃO PARA CONSEGUIR NA CASSI ALGO QUE A LEI OBRIGA?
Quando a Cassi negar algum direito, vamos todos pedir a Dona Isa Musa de Noronha que nos auxilie.
Bem, aqueles que não conhecem a Sra Isa devem morrer ou ir à justiça, se der tempo.

Saudações de quem logo poderá precisar de ...

Anônimo disse...

Ms. Ari,

Tô te estranhando.Esse teu comentário de hoje, às 15:25h, me desnorteou. Senão vejamos: se houve necessidade de intervenção de terceiros para liberar o material, que era necessário , indica falta de presteza e ineficiência da parte da CASSI; e, por querer aumentar eventual discórdia, pareceu-me muito maldosa ou fofoca a parte final do comentário.
PAZ E BEM!

Anônimo disse...

Não me chamo Marcos Cordeiro nem sou seu filho e muito menos tenho procuração do mesmo.
Todavia, no episódio da liberação dos materiais houve muita gente envolvida, não só a sra. Isa Musa de Noronha.
Isso se chama solidariedade humana, mesmo que haja divergências em
outros campos de nossas atividades.
Parabéns a Dona Isa pelo espirito cristão e desprendimento.
Agora, me desculpe caro Prof. Ari, o senhor se apequenou no indevido comentário.

Anônimo disse...

Seria possível a canonização do Zé Dirceu?

Anônimo disse...

Será que Luísque Inácio Mula da Selva virá como candidato em 2018?

IMAGINO O DEBATE AO VIVO. Nunca soube de nada, não fui eu, elite golpista, valores pequeno burgueses e tome cachaça no intervalo

Ari Zanella disse...

20:39

Porventura você é Deus para julgar-me?
Não tripudiei ninguém meu caro. Já perdi dedos da mão esquerda e já fiquei cego de um olho. Sei muito bem que nada somos nesta vida terrena e que nossa importância está em sermos humildes e sermos "o menor dentre todos".
Narrei o fato porque quem atirou pedras em Isa Musa não deveria agora clamar por socorro a essa mesma pessoa. Aos olhos do Senhor sei que não cometi falta alguma. Mas se você, do alto de sua sabedoria julga assim, saiba que nada me importa do que você diz ou pensa.

"Nenhum mal que os outros me fazem me faz mal porque não me torna mau. Somente o mal que eu faço aos outros me faz mal, porque me torna mau."
(Autor Desconhecido)

Anônimo disse...

Compartilhando postagem da Colega Elenita Brandão:

Elenita Brandão recebeu um email da Petrobrás onde informa deliberações da última assembléia. Ficou espantada com o último item. Leu o nome do ex presidente da Previ, pelo que ela se lembra tinha se aposentado. Já achou um lugar prá ficar!!
:
" III. Eleição de 8 (oito) membros suplentes do Conselho de Administração, à exceção do representante dos empregados, como segue:

Eleitos pelo Acionista Controlador:

CLÓVIS TORRES JÚNIOR - Suplente de Murilo Pinto de Oliveira Ferreira;

IVAN DE SOUZA MONTEIRO - Suplente de Aldemir Bendine;

DAN ANTONIO MARINHO CONRADO - Suplente de Luiz Augusto F. Navarro de Britto Filho;

JERÔNIMO ANTUNES - Suplente de Luiz Nelson Guedes de Carvalho;

JOÃO VICTOR ISSLER - Suplente de Roberto da Cunha Castello Branco;

JÚLIO CESAR MACIEL RAMUNDO - Suplente de Luciano Galvão Coutinho.

Eleito pelos Acionistas Minoritários Detentores de Ações Ordinárias:

FRANCISCO PETROS OLIVEIRA LIMA PAPATHANASIADIS - Suplente de Walter Mendes de Oliveira Filho.

Eleito pelos Acionistas Detentores de Ações Preferenciais:

GUSTAVO ROCHA GATTASS - Suplente de Guilherme Affonso Ferreira.

Anônimo disse...

Estimado Professor Ari Zanella,

Sua clara resposta em 02/07/15 23:00 espelha bem o que entendi quando li sua postagem anterior.

Não vi em nenhum momento que estivesse tripudiando da má condição de saúde de um outro ser humano.

Mas as pessoas, de modo geral, torcem a seu bel-prazer o que dizemos.

Este, inclusive, foi um dos motivos pelos quais passei a utilizar a condição de anônimo. Não quero mais meu nome em "boca de Matilde" (sem querer ofender as pessoas que tem esse nome).

Vale lembrar:
“Quem das palavras tem experiência sabe que delas se deve esperar tudo.”
(José Saramago)

Anônimo disse...

Ao anônimo 02/07/15 23:28

Desde que ingressei no BB percebi que ali existia um efeito interessante, contrário à Lei da Gravitação Universal de Sir Isaac Newton (1642-1727): todos os amigos do rei vivem sempre "caindo para cima".
Meu professor de Física deve estar hoje arrancando os cabelos e se indagando: onde foi que errei?
E atenção pessoal que lê mais do que está escrito: este não é um comentário maldoso, mas sim, jocoso.

Anônimo disse...

Bem, achei estranho pois desde o inicio da semana, li sobre o enfarte do Marcos Cordeiro, presidente da AAPPREVI e nenhum blog(Ari e Medeiros) publicou uma nota se quer.
Acho que independente de qualquer discordância entre nos tem que haver o mínimo de sensibilidade pelos colegas.
Concordo com os colegas, também percebi um tom de maldade no seu comentario
Lamentável.