BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sexta-feira, 1 de maio de 2015

VOTO DE MINERVA E NÚMEROS NA PREVI

Frequentemente colegas levantam, com plena razão, a voz pela extinção do Voto de Minerva atribuído pela Lei Complementar 108/2001 aos Presidentes dos Conselhos Deliberativos das EFPCs, onde a intenção explícita do legislador, de um lado, foi de conceder a GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA dos Fundos de Pensão aos patrocinadores, tarefa essa que é executada por pessoas da sua confiança, indicadas para representá-los no mister.

De outro lado, entendendo que aos participantes interessava acompanhar a gestão correta e eficaz dos seus recursos, delegou-lhes a missão de FISCALIZAR a aplicação das reservas técnicas, provisões, fundos e evitar desvio desses dinheiros para fins estranhos aos pagamentos dos benefícios, finalidade específica e essencial de qualquer Fundo de Pensão. 
Nessa linha de pensamento, aprovou, igualmente, Voto de Qualidade aos Presidentes dos Conselhos Fiscais, pertencentes ao Corpo Social e escolhidos pelos associados através de eleição. Matematicamente foi garantido o princípio paritário, ou seja, Votos de Qualidade nos dois Conselhos (CD e CF). Não se pode negar, a princípio, que existe certa lógica nessa estrutura organizacional.
Ocorre, porém, que a LC 108/2001, ao longo do tempo, acabou se revelando um instrumento jurídico leonino, um embuste e uma armadilha para os participantes, eis que a concentração do poder decisório no órgão máximo das entidades fechadas (Conselho Deliberativo), via do Voto de Qualidade, efetivamente é um cheque em branco, autonomia ilimitada para os indicados dos patrocinadores fazerem o diabo com os recursos dos Fundos, sempre, evidentemente, em negócios  de interesse governamental e nocivos aos associados.
Claro está que o Governo, por trás de tudo, exerce sobre as EFPCs o domínio pleno por meios indiretos, dando ordens aos Presidentes das suas estatais e esses, como patrocinadores e patrões, repassam as exigências do Poder Executivo aos seus indicados, lotados nos CDs e Diretorias Executivas, que as cumprem à risca, materializando os empreendimentos arquitetados pelo Chefe do Executivo, os quais, via de regra, são investimentos de difícil retorno e de baixa rentabilidade, verdadeiros “micos”.
Enfim, vemos as nossas aposentadorias correrem risco em médio e longo prazo por conta dessas ações inescrupulosas e desonestas, porquanto a farra com os recursos aportados nos Fundos de Pensão pode dilapidar o patrimônio por maior que ele seja, haja vista que somente da divisão da Reserva Especial em 24/11/10 o patrocinador embolsou mais de R$ 7.5 bilhões. À medida que esses assaltos ocorrem, nós, associados, somos forçados a cobrir os prejuízos decorrentes, seja na forma de corte de benefícios especiais temporários  ou aumento das contribuições.
Na prática, a derrubada do Voto de Qualidade implica em mudança ou revogação da LC 108/2001, consentimento que o Governo, confortável nessa privilegiada situação, nunca dará nem se o próprio PT fosse o autor de um PL para alterar esse Diploma Legal.
Agora, trazendo o foco para o Presidente do Conselho Fiscal da PREVI, se ele não exerce a contento as suas funções e diz amém a tudo que o CD e a Diretoria Executiva fazem, emitindo Pareceres Técnicos favoráveis às Demonstrações Contábeis anuais como se a PREVI funcionasse como um relógio suíço, sem falhas e isenta de correções, nada questionando, é por pura incompetência, omissão e negligência. Esperar o quê desse órgão omisso, inoperante e incapaz de enxergar algumas das gritantes irregularidades elencadas:
a) – A implementação da inferior e ilegal Resolução 26/2008, em lugar da LC 109/2001, medida sabidamente irresponsável que pode facilmente ser tipificada como Gestão Temerária, posto que a essa resolução subalterna não é permitido afrontar uma Lei Complementar superior, máxime quando faz inovações no seu texto. Por que o Presidente do Conselho Fiscal não a contestou após a sua posse?;
b) - Aceitar passivamente aplicação de R$ 89 bilhões (ver balanço da PREVI, de 31/12/14) em Rendas Variáveis, estratégia equivocada, sendo responsável pela redução de 50% no superávit técnico de 2014 (R$ 12.5 bilhões) em relação a 2013 (R$ 24.7 bilhões), já que essas expressivas aplicações financeiras foram pessimamente remuneradas, pois, propiciaram rentabilidade negativa de - 4,43% ante uma meta atuarial de 11,54%;
c) – Perda substancial de R$ 3.79 bilhões no Ativo Total de 2013 (R$166.25 bilhões) para 2014 (R$162.5 bilhões) sem nada cobrar, como se fosse normal esse retrocesso patrimonial no fundo;
d) - Concentração excessiva de dinheiro em uma única empresa, como sócia da Litel, onde tinha aplicações de R$ 37.06 bilhões em 2013 e houve perda de R$ 5.3 bilhões, tendo em vista que essa participação acionária foi reduzida para R$ 31.7 bilhões em 2014 devido ao baixo preço do minério de ferro da Vale S/A. Para facilitar a compreensão, a PREVI é acionista da Litel, ativo sem liquidez porque não tem ações negociadas em bolsa. Por isso é objeto de precificação pelo método do Fluxo de Caixa Descontado. A Litel é acionista da Valepar juntamente com outros acionistas, signatários de Acordo de Acionistas que, por sua vez, é acionista da Vale, ou seja, a PREVI integra uma estrutura societária que controla a Vale. As ações da Valepar e da Litel não possuem liquidez e seu valor econômico é influenciado pelo ambiente empresarial em que está inserida a Vale. O prazo considerado para projeção do fluxo de caixa da Litel foi de 30 anos, com taxa de crescimento na perpetuidade medida pela inflação norte-americana (CPI). O preço da ação da Vale tem enfrentado um período de grande volatilidade nos últimos meses, influenciado pelas incertezas quanto ao ritmo de crescimento da China. Para agravar a situação, no primeiro trimestre de 2015 a Vale S.A já registrou prejuízo de R$ 9.5 bilhões no seu balanço, fato que pode comprometer o pagamento de dividendos que a PREVI tanto precisa.
Enquanto que, nós, associados, distantes da decisão e sem ingerência alguma, nada podemos fazer, mas, por outro lado, os Diretores e Conselheiros eleitos afeitos e cientes de tudo o que acontece na PREVI poderiam intermediar, em parceria com o Presidente do Conselho Fiscal, ações voltadas para corrigir as mazelas, visto que, em caso contrário, que serventia tem esse Voto de Qualidade do Presidente Conselho Fiscal que escolhemos e elegemos se o mesmo vive em eterno "stand-by".
Mas, não, os Diretores e Conselheiros eleitos aceitam passivamente a sua insignificância pela desculpa cômoda da falta de autonomia e, além disso, submetem-se a mordaça imposta por regulamento interno, eis que sequer divulgam notícias que possam interessar os associados. Efetivamente, os cargos dos eleitos servem exclusivamente para abastecer e robustecer as suas contas bancárias, dado que são regiamente remunerados. Esperar o que desses privilegiados interlocutores improdutivos, que desaparecem após as eleições e sequer prestam contas aos seus eleitores?
O Presidente do Conselho Fiscal é soberano nas suas decisões, tendo à sua disposição um arsenal de ferramentas fiscalizatórias para exigir transparência e cobrar aplicação correta da legislação, em especial da LC 109/2001, único instrumento jurídico em vigor, oficial, que disciplina a Previdência Complementar.
Entrementes, falta-lhe coragem e diligência para cumprir a sua importante missão com eficiência. Se quisesse, se não fosse à falta de sintonia com os demais eleitos, poderia até intervir negocialmente na aprovação de reivindicações dos associados, mormente no caso do ES e suspensão das contribuições. Ocorre que os eleitos trabalham isolados, cada um em uma direção e essa desunião é prejudicial ao Corpo Social.
O balanço de 2014 divulgado parcialmente mostra que a PREVI desce a ladeira financeira, posto que o Ativo Total de 2013 (R$ 166,25 bilhões) sofreu redução de R$ 3,79 bilhões em relação a 2014 (R$ 162,46 bilhões); a rentabilidade em Rendas variáveis foi -4,43% (negativa) contra uma meta de 11,54%; o superávit técnico de 2013 de R$ 24.7 bilhões foi reduzido para R$ 12,54 e cobre apenas 10,27% da Reserva de Contingência (Reserva Matemática: R$122,07 bilhões x 25% = R$30,52 bilhões - R$ 12,54 bilhões = R$ 17,98 bilhões a descoberto); Como os Superávits Técnicos relativos a 2013 e 2014 não foram suficientes para acobertar os 25% da Reserva de Contingência, automaticamente não temos Reservas Especiais nesses anos, bem como as Reservas Especiais de 2010 (R$ 4,23 bilhões), de 2011 (R$ 0,31 milhões) e de 2012 (R$ 1,01 bilhão) estão zeradas, porquanto viraram "pó" em face dos resultados insuficientes obtidos em anos subsequentes (2013 e 2014).
A despeito da regressão patrimonial e dos resultados superavitários declinantes, cujo viés é descendente para os futuros exercícios, a Diretoria Executiva solta fogos e comemora o superávit técnico de 2014 no valor de R$ 12,54 bilhões, como se fosse algo inusitado e possivelmente vai querer receber bônus por essa façanha pífia.

A par de tudo isso, alguém viu o Presidente do Conselho Fiscal assinar o parecer técnico com ressalvas? Claro que não! A essa altura deve estar fazendo coro com os nossos adversários e comemorando o resultado superavitário com sabor de derrota.
O que causa espécie é que a própria Diretora Cecília, eleita, elogiou o desempenho da PREVI em 2014, mesmo sabendo que essa fatura pode vir a ser debitada aos associados, como ocorreu em janeiro/14 quando o BET (20%) foi cortado e o retorno da cobrança das contribuições de 4,8%, em função do superávit técnico de 2013 totalizando R$ 24.7 bilhões não ter sido suficiente para respaldar a Reserva de Contingência no valor de R$ 28,56 bilhões.
É fácil deduzir o que deve estar fervilhando nas cabeças maquiavélicas dos indicados pelo BB para cobrar a conta dos participantes, agora, em 2014, quando o buraco se alargou e faltam exatos R$ 17,98 bilhões para respaldar integralmente os 25% da Reserva de Contingência.
Como desculpa deslavada para a má gestão e estratégia equivocada de massificar as aplicações em Rendas Variáveis, a nossa Caixa fica refém do desempenho dos papéis de meia dúzia de empresas. A Diretoria Executiva da PREVI atribui que as dificuldades para atingir as metas atuariais (5%+INPC) são derivadas de fenômenos conjunturais externos adversos, sem realçar que a corrupção no país (filha da impunidade), sobretudo na Petrobras, ao lado da péssima e defeituosa política econômica do Governo Dilma, foram os fatores preponderantes do baixo crescimento e do atual caos generalizado em todos os fundamentos econômicos.

Por fim, não conseguimos, até hoje, anular a fajuta Resolução 26/2008, eivada de irregularidades, sendo indeferidos os diversos Mandados de Segurança impetrados por Sindicatos Bancários e pela FAABB, sobretudo porque as decisões prolatadas foram mais políticas do que técnicas. Assim sendo, transpor a blindagem palaciana que protege a toda poderosa Lei Complementar 108/2001 que nasceu por exigência do artigo 202 da CF/88, é praticamente impossível. Entendo que qualquer ação contra essa lei é malhar em ferro frio.

(João Rossi Neto) 

73 comentários:

HELENO PINTO NOBRE disse...


PELA QUALIDADE DO QUE EU ESTAVA LENDO E ACREDITANDO QUE SERIA O GRANDE JOÃO ROSSI NETO .
OS SEUS TEXTOS SEMPRE SÃO INCONFUNDÍVEIS E PENA QUE A MAIORIA DORME O CHAMADO SONO DOS "JUSTOS" ; EU DEDUZI ANTES DO FIM ; AO APARECER O NOME DO AUTOR ; EU JÁ TINHA DESCOBERTO QUEM O HAVIA ESCRITO E EDITADO .
E NÃO DEU OUTRA .
SEMPRE PROCURO AGRADECER AO GRANDE JOÃO ROSSI NETO .

SEM QUERER PUXAR O SACO . OS TEXTOS SÃO REALMENTE INIGUALÁVEIS .
DESEJO APENAS AGRADECER E QUE PARA A NOSSA POUCA CAPACIDADE DE GUARDAR TANTAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES .

OBRIGADO GRANDE JOÃO ROSSI NETO E QUE TENHAS MUITA SAÚDE PARA NOS CONTINUAR BRINDANDO COM ESTES EXCELENTES ARGUMENTOS .

EU NÃO ESTOU APROVEITANDO O TAL DO FERIADÃO E ESTOU LIGADO .
UM PAÍS PRATICAMENTE NA BANCARROTA E VIVE UM ANO EM QUE QUASE TODOS OS MESES TEM FERIADOS EM DIAS ÚTEIS .
A MEU VER É MUITA VAGABUNDAGEM E LENIÊNCIA EM QUE A ROUBALHEIRA CAMPEIA EM TODOS OS ORGÃOS PÚBLICOS E MUITO DINHEIRO ROUBADO DO ERÁRIO PÚBLICO SENDO JOGADO NO LIXO .

SINCERAMENTE O BANANÃO ESTA JOGADO NO LIXO MORALMENTE . O PAIS NÃO MERECIA TANTOS BANDIDOS INCOM+PT+ENTES EM SUA DES+ADMINISTRAÇÕES EM TODOS OS NÍVEIS .
NÃO ESCAPA NENHUM ESTADO DA FEDERAÇÃO .
COMO O ESTADO ONDE RESIDO O CONHECIDO RIO GRANDE DO SUL QUE ESTA TOTALMENTE FALIDO DEVENDO MAIS DE 50 BILHÕES PARA O GATUNO GOVERNO FEDERAL QUE SOMENTE ARRECADA PARA SUSTENTAR UMA CORJA DE POLÍTICOS IMORAIS INCOM+PT+ENTES .

MAIS UMA ; OS SUPOSTOS "PODERES CONSTITUÍDOS" DESTE BANANÃO SEM CUMPRIR SUAS OBRIGAÇÕES OU FINALIDADES FUNCIONAM .
NEM LEGISLATIVO ; NEM EXECUTIVO NEM O JUCICIÁRIO SÃO AO MENOS ISENTOS .
AGEM DE MANEIRA TENDENCIOSA DE ACORDO COM OS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES .

E QUE DIA DO TRABALHO É ESTE ? ; APENAS UM DIA A MAIS PARA OS VAGABUNDOS "SUPOSTAMENTE DESCANSAREM" E SE MATAREM NAS ESTRADAS MAU CUIDADAS DO BANANÃO .

O PAÍS EM QUE NASCEMOS E VIVEMOS ESTA JOGADO NO LIXO MUNDIAL POR TANTAS SAFADEZAS E HUMILHAÇÕES QUE ESTA SOFRENDO ; E O POVINHO ARRIVISTA ACHA QUE ESTA TUDO BEM .!!!!

NÃO PODERIA DEIXAR DE AGRADECER OL FABULOSO COMENTÁRIO DO GRANDE COLEGA JOÃO ROSSI NETO .
EU CONTINUO LIGADO E "CUSPINDO FOGO" ; JÁ QUE AQUILO QUE GOSTARIA QUE ACONTECESSE EU SEI QUE JAMAIS VEREI ACONTECER ; POIS O ESTRAGO QUE VEM SENDO FEITO EM TERMOS DE DES+GOVERNO FEDERAL NÃO SERÁ RECUPERADO EM MUITOS ANOS A FRENTE .
NA REALIDADE ESTAMOS ANDANDO DE MARCHA A RÉ ; E DEMORARÁ MUITOS ANOS A FRENTE PARA SE RECUPERAR TODO ESTE "TSUNAMI" IMORAL QUE SE INSTALOU NO SOFRIDO BANANÃO DES+MORALZADO .

JAMAIS ANÔNIMO ; HPN ; EX=MATRICULA : 3.984.740-3 .!!!
EU NÃO ME ESCONDO NEM ME INTITULO DE ANÔNIMO .!
E GOSTE QUEM GOSTAR OU LEIA SE QUISER LER .!!!!
O QUE PENSO FALO E NA ALTURA QUE GOSTO .

João Lopes Rodrigues disse...

Sr. João Rossi Neto!

Comungo com suas ideias expressas no texto. De fato, o que há mesmo de concreto em tudo isso é a falta de comprometimento e sensibilidade para com os donos (?) do fundo: aposentados e pensionistas.

As manobras criadas pelas leis e regulamentos, que unicamente favorecem ao patrocinador e ao governo, são uma afronta à dignidade daqueles que robusteceram o fundo com suas contribuições, e que pouco ou quase nada dele se beneficiam.

Sabe qual é a impressão que fica?: a Previ nos faz um "favor" em pagar nossas aposentadorias e pensões. Emprestar dinheiro, então!? Somente com seus "critérios" arrojados, a fim de não colocar em risco a "solidez" do fundo!

Ora! Ora! Essa situação (seus relatos), serão mesmo "causas pétreas"? Não se pode mesmo mudá-las? Penso que a contínua "pressão", quem sabe, atingirá alguma mudança. Até mesmo porque não acredito na perenidade do mal.

Era isso!

Anônimo disse...

Perfeito, como sempre.
Modestamente, faço apenas uma ressalva, a meu entender. Não creio que haja falta de sintonia entre os eleitos, MAS, uma quase perfeita sintonia. Os próprios interesses.
Ponha o representante mor do patrocinador numa foto e lá estarão sorridentes "os mesmos de sempre".
Reportando-me a um outro artigo do Sr. João Rossi Neto, aponto a ingenuidade e o apoio de muitos como combustível para que se perpetuem no poder "os mesmos de sempre" bailando a "dança das cadeiras", que espero seja tal e qual o baile da ilha fiscal.
Continue Sr. João Rossi Neto.

Anônimo disse...

EMPRÉSTIMO SIMPLES?

O dito ES se transformou no mais COMPLICADO EMPRÉSTIMO DA FACE DA TERRA.
Quem é o dono do dinheiro não pode obtê-lo.

Quando consegue é a juros escorchantes.

Compra-se ações de alto risco.
Compra-se micos ( Sauipe, Hop harris.. ), ações de empresas formadas a base da corrupção, na Petrobras.
Daria para suspeitar que "jogam" na bolsa de valores...
Autorizados por quem?
No interesse de quem?
Colhem prejuízos gigantescos e são aquinhoados com bônus imoral e poderia se dizer ilegal.

MAS DAR UM AUMENTO DE PRAZO, NO ES É IMPOSSÍVEL, PARA DIMINUIR A ANGUSTIA FINANCEIRA DOS TRAAMBIQUEIROS, VELHACOS, VELHOS E ESPERANDO A MORTE CHEGAR, "qualificativos" segundo palavras de ex-presidentes de governo e ex-diretores da Previ.

Fica parecendo que tudo é orquestrado nos subterrâneos mais profundos dos compromissos assinados em sigilo na Previ.
VALE FERRADA! PETROBRAS FERRADA!
p r e v i FERRADA!

Aí, então ferrem os aposentados e não se lhes permita respirar financeiramente em hipótese alguma.

Estou cansando, mas não morro enquanto não ver esta gang, que está presa em Curitiba, e seus parceiros, apodrecendo na CADEIA.

Anônimo disse...

Toda quadrilha tem seu mentor intelectual. Nas mais chumbregas é o sujeito corajoso capaz de elaborar um plano elementar.
Quando se trata do pt incorrem num erro de achar que o molusco seja mentor de alguma coisa. A mula, digo o molusco nunca deve ter lido um livro sequer. Ele é do tipo que pode andar numa limusine, mas pede para o chofer parar num boteco mais pé sujo para pedir uma pinga e um pé de frango.
Tem intelectual por trás que permanecem nas sombras. Quando a casa cair não serão incomodados.

Ari Zanella disse...

Esclarecimento

Recebi do Rossi o texto como agora está publicado.

Como ele havia me pedido para sintetizar, editei ao meu estilo, prejudicando demais a versão original.

Assim, desfiz a minha edição para não trair o espírito do conteúdo. Peço desculpas ao amigo João Rossi - incomparável colaborador do blog - a quem sempre recorro pelo vasto cabedal de conhecimentos que possui.

Rosalina de Souza disse...

Prezados Colegas,João Rossi Neto e Ari Zanella.

A primeira das urgentes medidas que a Previ deve tomar é em relação as consignações, deve ser excluídas todas as consignações que retire da folha de pagamentos mais que 30% dos vencimentos dos aposentados e pensionistas do PB-1, e até agora não vi diretores eleitos e conselheiros eleitos se mexer neste sentido.

Basta uma cobrança mais contundente, dentro da lei apenas, para forçar a derrubada desta situação na Diretoria de Seguridade.

O novo Presidente da Previ,pode enganar a muitos, mas a mim não engana, ele foi gestor na implantação dos Empréstimos Consignados no Banco do Brasil, sabe como funciona a lei dos consignados melhor que ninguém, e chegou na Previ sabendo que os descontos chegam a 90% dos benefícios previdenciários, uma afronta a lei e a dignidade humana dos trabalhadores do Banco do Brasil e seus Pensionistas.

Eu nunca vi uma chapa que se elegeu prometendo mundos e fundos e depois da posse se calaram, não se manifesta mais em relação aos problemas reais e urgentes que afligem uma vasta população de endividados, que clama somente por justiça, por ter direitos aos seus próprios recursos em melhores condições, mas diante da mordaça CECÍLIA,DÉCIO,CARVALHO se calaram diante dos problemas, os suplentes apenas tem informações privilegiadas, é como se você fosse habilitado para assistente de acusação mas na pratica, pode apenas ouvir e ter em primeira mão as maldades que serão implantadas.

Me empenhei muito na eleição destes acima, mas hoje jamais repetiria o feito, vista que me sinto enganada, ludibriada, com falsas promessas, achava que a luta seria por a sujeira escondida a tona, doa a quem doer, que essa arma mortal para os aproveitadores do Mourisco serviria de barganha para mudar um pouco a nossa situação pobreza que estamos vivendo a muitos anos, eu diria até décadas de sofrimento, de perca de padrão de vida, de fome mesmo batendo em nossos lares, sem direito a reclamação, sem direito de cobrar nada dos nossos ELEITOS, pois eles se ofendem com as nossas cobranças.

Sera que um desses diretores e conselheiros estão morrendo a minguá? Claro que não recebem além de suas aposentadorias polpudos benefícios que beira a 50 mil reais mês,como pode uma pessoa dessas se rebelar contra o sistema?

Classifico nós os bobos da corte, quem paga a conta de verdade, com redução de 40% nas nossas pensões, com a volta das contribuições, com perca prematura do BET, com as promessas de melhorias no ES que nunca sai do papel, com a lei dos consignados sendo praticada no maior fundo de pensão do Brasil, com COSTÃO DO SAUIPE dando lucros para alguém que não somos nós seus donos, mas a conselheiros indicados que la recebe poupudos benefícios, para assinar os balanços com prejuízo.

Onde vamos parar com tanta gente vendida, com tanta gente fazendo de conta, com tantas associações mortas, promovendo festas, rega bofes, bailes da terceira idade, ações tipo o bônus dos 3 mil reais, que depois de 20 anos os advogados descobre que já foi pago, fazendo uma multidão de velhos trambiqueiros, sera mesmo que somos trambiqueiros, ou nossos dirigentes é que são os trambiqueiros de plantão.

Resta pouca coisa para que o povo se revolte em massa, pois daqui a pouco não teremos mais luz,água,internet,comida na mesa, pois os CANALHAS ESTÃO TOMANDO A PREVI DE ASSALTO, E NÃO VAI DEMORAR O DIA QUE VAMOS ESTAR NOS NOTICIÁRIOS COMO O AERUS DO FUTURO.

E VIVA A CHAPA 3, VIVA A CECÍLIA, O DÉCIO E O CARVALHO.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista da Previ
Matricula 18.161.320-4

Anônimo disse...

Dileto Professor Ari,

O rasgamento de seda se fez presente na ida do Presidente da Previ ao evento realizado por duas associações de aposentados do Rio Grande do Sul.

Agora um novo prazo é estudado para que o Japa mostre alguma novidade em relação a dois problemas urgentes:

a) ES-PRAZO E LIMITE
b) Cesta Alimentação

São esses dois temas principais que vão mexer com estas associações nos próximos 90 dias.

Não acontece nada na Previ sem as ordens do BB/GOVERNO e como estamos em pleno ajuste de despesas, sem gorduras para queimar, qual sera a próxima novidade ruim para os APREVIANOS que são quem vão pagar a conta de verdade.

Não podemos esquecer que a CASSI termina com suas reservas nestes 30 dias do mês de MAIO/2015, então já temos como certo menos 1.5% dos nossos proventos, mais uma conta bomba que vão jogar nos nossos colos daqui a pouquinho.

Só venho descontos, nenhum aumento a vista, e a mordaça só aumenta, todos estão muito calados, agora a nossa pupila quer ser CHEFE NA ANABB também, porque sabe que não ganha mais a contar com apoio dos senhores e senhoras que lutaram para que os mesmos desfrutasse de uma ótima vida.

A crise serviu apenas para acabar com a CARAVANA DA ALEGRIA, que apenas mudou de nome agora chapa APROXIMAÇÃO COM OS PARTICIPANTES EM UM NOVO MODELO,COM OS CARA DE PAU SERVINDO BONS CAFÉ DA MANHA, PARA UMA PLATEIA DE DESINFORMADOS QUE VÃO LA APLAUDIR A PERCA DOS SEUS RECURSOS.

Anônimo disse...

Nas próximas eleições que Deus ilumine João Rossi Neto para que o mesmo saia candidato a Diretor de Seguridade.

Faria muito rato na Previ pedir demissão.

Alo Alo associações ao trabalho de convencimento deste homem ilibado e de profundo saber, faria uma revolução nos fundos de pensão, imagina esse homem na Previc, teria muito dirigente nas cadeias deste imenso Brasil.

Anônimo disse...

O Diretor Marcel disse que fechou o pacote de maldades no ES porque um colega morreu dando prejuízo a previ porque o mesmo entrou com uma ação dos 30%.

Sera que esse mesmo Diretor tem preocupação quando em 2014 a Previ perdeu mais de 12 bilhões de suas reservas, porque concentra muito recurso em poucas empresas.

Sera que ele que recebeu o bônus 500 mil não fica com vergonha que mesmo gerando deficit receba por um desserviço que prestou aos participantes com prejuízo de mais de 12 bilhões.

Bom ele esta meio sumido é verdade, mas as suas praticas odiosas vão ficar gravados na memoria de muitos colegas aposentados e pensionistas, ainda bem que agora resta apenas 13 meses para esse infeliz sumir de vez das vistas e preocupações, sem medo de errar este discípulo de SASSERON sem duvida foi o pior DIRETOR DE SEGURIDADE DA PREVI.

Anônimo disse...

O INSS VAI CONTINUAR A PAGAR AS PENSÕES 100%.

O Governo recuou em sua manobra para diminuir o valor das pensões no INSS, uma boa hora para por pressão no maior fundo de pensão, para também complementar em 100% suas pensões.

A PREVI sempre inova nas maldades é sempre a primeira a por em pratica suas maldades.

pensionistas vamos a luta por complemento de 100%, quem pode pagar BÔNUS aos seus Diretores, mesmo com deficit pode sim pagar 100% aos seus pensionistas.

Anônimo disse...

Hoje, o dia do trabalho, eu diria do trabalhador, vivenciamos o contexto do "primeiro de Abril": o dia da mentira, cuja protagonista se absteve do discurso oficial em "homenagem aos trabalhadores" na TV, com medo das vaias, optou por vídeos na rede, com acesso restrito, eis que a inclusão digital foi mais uma mentira.
Pena que, através desse espúrio expediente, conseguiu se reeleger.
Estamos, irreversivelmente, fadados ao mesmo destino do POSTALIS bem como do desfecho judicial, que remeteu aos aposentados daquele fundo o ônus dos prejuízos decorrentes dos mesmos expedientes maquiavélicos e impunes que estão assolando a PREVI: a malversação do nosso patrimônio através da ingerência política operacionalizada via aparelhamento.

Anônimo disse...

Estimado e Querido Professor Ari,

Como fica a situação do RISCO DE LONGEVIDADE NA PREVI.

Já existe algum tipo de estudo em relação a esse tema tão controverso, vez que a Previ já fez a previsão matemática até que o ultimo beneficio previdenciário seja pago daqui a aproximadamente a 65 anos,2080.

A Previ vai mesmo existir daqui a 65 anos, a continuar as percas e apostas bilionárias, imagine um 2015 ruim la se vão os restante dos 12.5 bilhões de reservas, 2016 com deficit e a continuar as politicas equivocadas, vem rombo a frente.

Ai nem a bola de cristal do Dr.Medeiros resolve o problema.

Anônimo disse...


JÁ ENTREI DUAS VEZES NUMA FRIA E NÃO ENTRO MAIS, VOTO "BRANCO" NA PRÓXIMA

Eu confiava tanto, tanto, tanto na Cecília e no Carvalho que votei cegamente neles e até fiz muita campanha para conseguir votos e colocá-los entre a CLASSE A dos fundos de Pensão. E olhem só no que deu! Enfileiraram-se com o Marcel. O Carvalho até acabou com o blog, que foi criado só para a campanha.Fomos traídos mais uma vez! Será que podemos conseguir um detector de mentiras para a próxima campanha?
Voto em BRANCO na próxima vez, EXCETO se o mestre Ari, Dr Medeiros, Rossi e Gilvan se candidatarem.

O CAPO disse...

O Ministério Público Federal está investigando o ex-presidente Lula por tráfico de influencia internacional: ele é suspeito de ajudar a Odebrecht, maior empreiteira do país (R$ 10 bilhões de faturamento em 2013) em contratos bilionários em outros países, com dinheiro do BNDES. A revista Época dedica, esta semana, uma matéria de capa ao ex-chefe do Governo, ao qual brinda com o título Lula, o operador. Como funcionava: Lula viajava para determinado país com tudo pago pela Odebrecht, dava palestras (cachê por conta da empreiteira), conversava com presidentes, uma obra era acertada e o financiamento saia do BNDES (e o dinheiro não passava pelo contratante, ia direto para a construtora).

RENAN CALHEIROS CULPADO OU INOCENTE disse...

As declarações de Renan Calheiros, presidente do Senado, condenando a presidente Dilma Rousseff pela falta de pronunciamento no 1º de Maio, quando chamou Michel Temer de “coordenador de RH, da boquinha”, gerando nota do vice-presidente, terão novos capítulos. Renan não vai recuar: tem a aprovação do jurista Luiz Edson Fachin pela frente e insistirá na redução de número de ministérios de 39 para 20. Quem conhece bem Renan aposta que ele quer encostar Dilma – e Temer, por tabela – na parede.

Em nome da Governabilidade disse...

É inegável que a presidente já não governa mais como deveria. Veja só: a Articulação Política está com Michel Temer, a Economia está sob a tutela de Levi, o homem das ideias "psdbistas", no Congresso a presidente e o seu partido tem cada vez menos voz e vez, onde têm amargado sucessivas derrotas. Só restava à presidente dialogar com a sociedade, mas, até disso ela abriu mão quando evitou o tradicional discurso do 1º de maio. É difícil para muitos admitirem ou perceberem, mas essa é a inegável realidade. Trágico, afinal ela que é a presidente escolhida democraticamente pela maioria.

Anônimo disse...

CID GOMES TINHA RAZÃO:

São um bando de abutres,

Aceita Rossi a Diretoria de Seguridade da Previ, ou um acento no Conselho Fiscal, pois assim muitos abandonaria o Rio de Janeiro, bem la no Mourisco.

O GLOBO disse...

S&P rebaixa Vale pela 2ª vez por queda do preço do minério
Classificação passou de BBB+ para BBB, com possibilidade de novo rebaixamento

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,

Como sempre sua nota está perfeita.
A propósito, eu o citei no meu artigo "O Caminho da Perdição" em meu blog.
Você é um cara raçudo. Tem energia para dar e vender.
Parabéns pelo seu ativismo.
Adaí Rosembak

jose hermano 5581330-6 disse...

Ari Zanella, desculpe, estamos num beco sem saida, vamos deixar de otimissimo, vamos para o presente, tudo que estamos passando, é culpa da PREVI, nesta hora, nos aposentados em pensionista, não temos nada x nadas. Nos endividaram, e agora estamos despresados. Só tem uma solucão: entrar com a AÇAO dos 30%, que é maior prova, do desiquilibrio dessas adminastroções vem ocorrendo. Endibidadamentos, que acaba com a unica moral do ser humano. É uma vergonha.. Vamos a luta derrubar esses safados.

jose hermano 5581330-6 disse...

Tudo que estamos passando, é uma VERGONHA. Nunca até 15 anos atras, nuna houve essas prezedadas. homens velhos mendigando. Vamos a luta, fechar essA MERDA QUE NÃO FAZ nada. Vamos a luta derrubar esses P_ETRALHAS.

PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO BB disse...

Novo Presidente do Conselho, indicado pelo governo Dilma: o Sr. Tarcísio José Massote de Godoy, executivo do Banco Bradesco no período de 2010 a 2014, sendo, no ultimo período, diretor geral do Bradesco Auto e, desde janeiro de 2015, secretário executivo do Ministério da Fazenda.

Anônimo disse...

Sensacional e irretocável, como sempre.

Parabéns João Rossi Neto.

É para imprimir e emoldurar. Dá vontade de esfregar na cara dos nossos dirigentes os ensinamentos do colega João Rossi.

Quanto ao Lula, lulismo e petismo, ficamos com raiva de nós mesmo, pelo razão de como podemos nos deixar enganar por essa gente sem instrução, burra e mal-intencionada, visto que nossa inteligência não é pouca, pois logramos ingressar no Banco do Brasil, por concurso público.
Agora, de olhos abertos, notamos o quanto fomos enganados.

Anônimo disse...

Ari e demais colegas,

O Rossi se superou nessa postagem, perfeita em todos os sentidos.

De fato, se houvesse uma interação mais estreita entre eleitos da diretoria e dos CD e CF, a resistência às interferências do banco e do governo seria bem maior.

Por que o Carvalho, Cecília, Décio e eleitos do CF não formam um bloco de resistência firme e determinado na defesa de nossos interesses...?

Vão argumentar que já fazem isto, mas que esbarram em regulamentos e outros impedimentos legais.

Prá mim o argumento não é válido, é resposta que não responde nada e ficamos no mesmo de sempre.

Fica parecendo que não adianta gritar, brigar, berrar.

A verdade é uma só: quando se quer mesmo, quando se está de fato determinado e disposto a defender uma idéia que se tem como relevante e importante, bota-se o bloco na rua e parte-se para a luta, porque a causa é justa.

Quanto ao comentário do nosso grande Heleno, fecho com ele, assino embaixo, e se quiserem processá-lo por alguma palavra que escreveu, pode dizer que aqui em Minas tem mais a ser processado também, porque assinei junto o que ele escreveu.

País de bananão mesmo...
Lydio

Anônimo disse...



Notícias do dia:

- Dilma fica acuada com medo de um novo panelaço e não usa TV para discursar no Dia do Trabalhador;

- Maduro abandona os trabalhadores de seu país (Venezuela) no dia Dia do Trabalhador, e vai festejar a data em Cuba, com o Castro e os trabalhadores cubanos.

Os capitães estão abandonando os barcos que derivam.

Anônimo disse...

VOTAÇÃO CASSI - agora que fiquei sabendo que há uma votação do relatório da Cassi cujo prazo termina dia 04/05/2015. Não sei se é eu que estou por fora, mas não vi divulgação disso.

Wanderley

Anônimo disse...

00:48

Realmente interessante. A CASSI fica mandando mensagem por qualquer coisa, mas no caso ela ficou caladinha.
Medo de que o relatório não seja aprovado?

HELENO PINTO NOBRE disse...


OBRIGADO GRANDE LYDIO ; MAS NEM SOU TÃO GRANDE ASSIM .
AGRADEÇO TEU ELOGIO .
NÓS ESTAMOS ABANDONADOS E PARA AQUELES QUE "ENDIVIDADOS" COMO EU QUE DEVO ATUALMENTE SOMENTE PARA O BB E PARA A PREVI QUE TENHAM CORAGEM DE ENTRAR COM A AÇÃO DOS 30% SEM MEDO .

VOU REPETIR PARA QUEM AINDA NÃO SABE : É UM DIREITO CONSTITUCIONAL (AINDA) ; POIS SABE-SE LÁ ATÉ QUANDO IRÁ DURAR TAL "DIREITO" .; POIS O BANANÃO ESTAS SENDO ROUBADO VERGONHOSAMENTE POR QUEM O DES+ADMINISTRA HÁ MAIS DE 12 ANOS .
DEVO UMA MIXARIA QUE NEGOCIEI COM A COOPERFORTE E QUE FOI EXTREMAMENTE SENSÍVEL PARA ME AUMENTAR O PRAZO QUE HOJE DEVO ACHO QUE NEM 200 REAIS E PUDE PARCELAR O QUE DEVIA E ME LIGARAM ; SERÁ QUE A PREVI FARIA ISTO ?
NEM COM BANDA .!

NÃO PERCAM TEMPO COM NHEIN-NHEINs. ACHEM ALGUM ADVOGADO QUE POSSA REPRESENTAR VOCÊS E O MAIS CÉLERE POSSÍVEL EXERÇAM OS SEUS DIREITOS QUE A CONSTITUIÇÃO DO BANANÃO AINDA GARANTE ;. SABE-SE LÁ ATÉ QUANDO ?
A LEI DO BANANÃO AINDA PERMITE REPITO SEM SABER ATÉ QUANDO ISTO IRÁ DURAR ?
A CAMARILHA AINDA TERÁ 04 ANOS PARA CONTINUAR ROUBANDO E PIOR SE O MOLUSCO NÃO FOR PARA O INFERNO ELE PRETENDE VOLTAR EM 2019 . AHI SIM A CACACA QUE JÁ EXISTE VAI NOS JOGAR NO OSTRACISMO MESMO .
O PAÍS ESTA JOGADO NO LIXO . É MOTIVO DE CHACOTA MUNDIAL POR TUDO E VEM MAIS BOMBA COM A QUEBRA DA PETRO+ROUBAS E OUTRAS ROUBALHEIRAS NOS FUNDOS DE RESERVA .!
INFLAÇÃO ALTÍSSIMA E SUBINDO .
O BANANÃO ESTA TOTALMENTE QUEBRADO E A CANALHADA NÃO ESTA NEM AHI .
OLHEM QUE AUMENTARAM AINDA MAIS DINHEIRO PARA DAR PARA PARTIDOS POLÍTICOS .
TEM CABIMENTO TANTO DISPARATE ???

APOSENTADOS FALIDOS ;QUEBRADOS; A SOLUÇÃO QUE EU ME ANTENEI A PARTIR QUE ACABARAM COM O BET E A VERBA ALIMENTAÇÃO NOS FOI CAÇADA . EU RECEBIA A MERRECA DE 500 DO BET E MAIS OU MENOS QUASE 400 DO VALE ALIMENTAÇÃO . FOI UMA FACADA IMPETRADA POR ESTA BANDIDAGEM QUE NOS DESGOVERNA . SE NÃO TIVESSE TIDO A CORAGEM DE ENCARAR E CONTAR COM UM COLEGA APOSENTADO E ADVOGADO PARA ME AJUDAR ACHO QUE JÁ TERIA ME ENFORCADO OU METIDO UMA BALA NAS "GUANPAS" .

GRANDE LYDIO ; METE RIPA ; POIS AINDA TEMOS BOCA E SABEMOS NOS EXPRESSAR .
SAÚDE PARA TODOS OS SOFRIDOS COLEGAS APOSENTADOS E ROUBADOS POR PILANTRAS PETRALHAS .!!!!
JAMAIS ANÔNIMO ; EX-MATRIC. 3.984.740-3 A DITADURA JÁ ACABOU NOS ANOS 80 DO SÉCULO PASSADO .
MAS HÁ POSSIBILIDADE DO RETORNO DA DITADURA DO "PROLETARIADO SAFADO" E LADRÃO E A GATUNAGEM DES+MORALIZADA DESTE BANANÃO QUE JÁ AFUNDOU TUDO O QUE PODE COM ENRIQUECIMENTOS ILÍCITOS A PERDER DE VISTA .

FUI .!! CANSEI .

Anônimo disse...

Gente, pode faltar muita coisa, menos a INTERNET. Não aguentaríamos ficar sem ela, sem o FACE, nem mesmo por um dia.
Quem são os membros do conselho fiscal da Previ ?
Quem são os membros do conselho fiscal da Costa do Sauipe ?
Os efetivos eleitos na ultima eleição Previ e os que concorreram na Cassi são do mesmo grupo que aparece agora no noticiário da Anabb.
Nas eleições passadas de Previ e Cassi, não se sabia disso?
O Marcel diretor de seguridade não faz nada sozinho.

Anônimo disse...

Além da LITEL, merece nossa atenção e preocupação a INVEPAR, por seus investimentos. Ela está na Linea Amarilla (Peru), em Cumbica , na Sete Brasil...
A aplicação em renda variável excessiva e aqui comentada e decidida na Previ, presumo. Mas quem administra, qual corretora ganha para assessorar ?
Se é que tem alguma corretora.
Excelente a postagem desses assuntos que nos interessam sobremaneira, além de ES, 30% etc.
Continuem, por favor, Srs. Ari Zanella e João Rossi Neto.

Anônimo disse...

E AGORA JOSEPH? Será que o PSDB não vai mexer nos demais Fundos de Pensão se o Aécio for Presidente? Vejam que o governo do PR é PSDB.

"O projeto de lei que altera o Paranaprevidência foi aprovado na última quarta-feira (29) – com a medida, 33,5 mil beneficiários devem ser transferidos do Fundo Financeiro, bancado pelo governo, para o Fundo Previdenciário, arcado por servidores, o que deve gerar uma economia mensal de R$ 125 milhões ao Estado."
(fonte:UOL)

Anônimo disse...

Devemos aprovar o relatório da CASSI?

Devo votar SIM, NÃO, NULO ou BRANCO?

Ari Zanella disse...

RELATÓRIO DA CASSI

Nós da ANAPLAB recomendamos NÃO aprovar o Relatório anual em votação no site da CASSI que vai até o dia 04.05.2015.
Os motivos são de que não deram ampla divulgação, não foram devidamente discutidos com os associados (sempre marginalizados), portanto, não é participativo. Por que aprovar um relatório onde o patrocinador impõe sempre a sua vontade?
Deixemos prevalecer a negativa para, desta forma, manifestar nosso descontentamento pela atual condução dos destinos da CASSI.

02/05/15

Anônimo disse...


Obrigado pela orientação caro Ari. Também penso assim.
O relatório Cassi não foi amplamente divulgado e naõ houve discussão com os associados. Nem bem sabemos o está ocorrendo com o nosso plano de saúde.
Soube que estavam querendo desvincular da Cassi o nosso Plano1 e juntá-lo com os da Funcef. Não sei se é verdade ou não. Mas seria o início do fim se isso acontecesse.

Anônimo disse...

08:08

Caro Heleno do nobre instrumento.
Deixe esse negócio de matrícula pra lá.
Isso só vai é te dar uma úlcera.
E eu continuo anônimo porque assim é que quero.
Quem não gostar que não leia.

NA MOITA, OBSERVANDO disse...

15:57

Ou ele seria calado pela Lei da Mordaça?

Anônimo disse...

02/05/15 14:10

Caro professor, no caso da CASSI infelizmente não é possível votar através do site. Para nós aposentados tem que ser no TAA.

Anônimo disse...

Encontrei dois funcis da ativa, uma Assistente PJ e um Gerente Geral, que estavam a passeio na minha cidade. O clima foi de frustração e indignação, e, qdo. o assunto CASSI veio à baia, a Assistente falou que já está pagando um plano de saúde privado, porquanto na sua região, Sul de Minas, boa parte dos convênios CASSI foi encerrada e, quando não, a qualidade dos atendimentos deixam a desejar. É remotíssima a possibilidade do retorno do status quo da qualidade de vida de que outrora desfrutávamos, o desmonte planejado está sendo brutal e irreversível, agravado, ainda, por um quadro de letargia imposto pelas cruéis amarras do atual governo, que desarticulam qqer. tentativa de insurgência (CPI DOS FUNDOS, PEC SEN.PAULO BAUER, CHAPA 3, ETC.).

Marcelino Maus disse...

Aposentado vota no TAA do BB,
insira o Cartão com a Número da Matrícula.

Heleno, se inserirmos cartão de "OUTRA" conta... não sei.

Em todo caso tem o SISBB...

SERÁ QUE A SMARTMATIC também está "controlando" essa votação ?

Anônimo disse...

Ao das 15:15

Também acho, com matrícula ou sem, valemos a mesma coisa. Fica tudo do mesmo tamanho.
Como diz o outro: tanto faz, dá na cabeça ou na cabeça dá!
Se amanhã ou depois a Justiça quiser, anônimo ou não descobre-se quem fez o comentário. E tenho dito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Amigos,
Cassi, aprovar o que? Eu não vi nada? Só sei por boatos que a situação da Cássia tá feia. Será que é mais alguma dos PTralhas? Eu que não vi nada, votei não. Quem sabe reprovando acontece alguma coisa. Porque do jeito que tá não da. Célio

Anônimo disse...

Olha, vou dizer uma coisa: Na Previ todos que entram eleitos têm que dançar conforme a dança,, pode ser quem for, no fim acabam aceitando o jogo das cadeiras por causa dos altos salários que recebem.
Penso que o Rossi por ser honesto demais, não iria aceitar concorrer a nada na Previ. Tenho dito.

João de Barro disse...

Ari Zanella,

Como fica a questão do risco da longevidade, o plano consultivo tem feito questionamentos a respeito a Previ(Diretoria e Conselhos).

Como tem sido sua postura mediante tantas criticas aos candidatos da chapa 3, que hoje todos dizem não existir mais.

E finalmente a ANAPLAB vai apoiar nas próximas eleições candidatos, ou pretende lançar chapa própria a Diretoria de Seguridade, e lembrando que em 2017 a própria ANAPLAB vai ter suas eleições o Senhor pretende continuar Presidente ou vai apenas apoiar outros candidatos, a tempestiva eleição da antiga associação deve ter feito o colega EXPERT no assunto "eleições".

Att. João de Barro

REFLEXÃO DO FUTURO disse...

Dileto Professor,

Eleições:

Vimos nesta ultima eleição o maior ajuntamento das forças, muitos se mobilizaram para a eleição da chapa 3.

Ganhou com mais de 10 mil votos a frente do segundo colocado, com mobilização por Estados, com nomes do nosso meio conhecidos e potencializados na vitoria esmagadora, o Senhor lembrou bem no discurso da posse dos eleitos, chegou a se emocionar com a lembrança das pensionistas, foi um momento histórico.

O Dr.Medeiros disse que o Presidente goza de 90 dias para a sua avaliação, e nós estamos próximos de aqui a 30 dias completar um ano de empossados no cargo e nada mudou, do discurso da posse a nossa realidade.

A vida continua amarga, a vida continua sem bingos, sem noticias extra, a caravana mudou apenas de nome, a gastança continua firme e forte na administração da Previ.

É esperado para logo mais a OUVIDORIA DA PREVI, a comunicação continua falha e omissa, as ações 30% consignados continua sem liminares favoráveis aos aposentados e pensionistas, as ações 100% pensionistas continua em passos de tartaruga, meses se vão sem julgamento e tudo continua como antes, com a vida cada dia mais apertada, dividas impagáveis, noticiários dos jornais dando conta que o povo brasileiro esta super endividado, governos estão cortando tudo, chamam de ajuste fiscal, os dividendos da Vale desapareceu, da Petrobras, idem e de tantas outras participadas, virão os prejuízos como Sauipe e outros investimentos como a Sete Brasil.

O balanço é frio e retrata a nossa dura realidade, todos tem rezão, e o Presidente GENSO esta no controle, e se a viabilidade mostrar mudanças elas virão, para melhor ou para pior,mas a única certeza que temos é que APERTEM OS CINTOS PORQUE O DINHEIRO SUMIU.

Heleno você é a nossa voz, que clama por justiça.

Anônimo disse...

Caros colegas que se encontram em situação de endividamento, um conselho: livrem-se das garras da PREVI.No meu caso particular, em virtude das deduções na folha de pagamento da PREVI, com o final do BET, da volta das contribuições e dos novos parâmetros do ES decidi, tomei duas resoluções drásticas:
a)exclusão do benefício do INSS da Folha de Pagamento da PREVI ( desde março que recebo pela rede bancária credenciada)recebendo integralmente e sem qualquer desconto o pagamento INSS)Além disso tenho à minha disposição um empréstimo consignado de 30.000,00 (trinta mil reais) já pré-aprovado
b) ação dos 30% tendo já deferida liminar judicial determinando à PREVI que a soma das consignações derivadas de empréstimos devem limitar-se a 30%, o que já deve ocorrer a partir da folha de maio. E, para garantir obediência à ordem judicial o douto Magistrado arbitrou em R$20.000,00 a multa por cada lançamento contrário à liminar judicial, que deverá ser revertida em favor do Autor pelos prejuízos causados.Valeu a pena livrar-me das garras da PREVI, mas a luta continua...Como diria o grande poeta da língua portuguesa, Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena".Coragem amigos e vão em frente!

Ari Zanella disse...

Caro João,

Por enquanto nada sei sobre o futuro. Outros cargos na PREVI exigem formação específica em atuária. De todo o modo, jamais acumularei cargos, tampouco pretendo reeleição. Sou contra.
O risco de longevidade como o nome diz é um bom risco, quem me dera viver mais! Se houver necessidade de ajustes para compensação, que sejam feitos.
Quanto à chapa 3 é normal que haja divergências. Não é a chapa em si que é responsável pelos mandatos, são os próprios eleitos que têm que honrarem os seus compromissos de campanha. Cada um é responsável e tem o dever de prestar contas ao eleitor.

Anônimo disse...

Ainda não tive dissabores com a CASSI, minha esposa demandou muitas internações e consultas e lhe é grata. A minha contribuição é irrisória, se comparada com as contribuições que os outros planos cobram. Se houver necessidade, me prontifico a contribuir com um pouco mais.

Anônimo disse...


REFLEXÃO DO FUTURO (21:27)

Falou muito bem. Fomos iludidos mais uma vez. Apenas o mestre Ari e o Dr Medeiros continuam firme e fortes ao nosso lado.

João Lopes Rodrigues disse...

Colegas!

Quando estava na ativa participei do Conselho de Usuários da Cassi, em Curitiba. Tive a oportunidade de conhecer um pouco outros planos de saúde, e fazer algumas comparações, com ressalvas. Sempre fui e continuo sendo um "eterno defensor da Cassi".

A Cassi é um grande plano de saúde! Tem passado por algumas mudanças nos últimos anos, é verdade. Os mais "radicais" podem até afirmar que tais mudanças "foram para pior". Entretanto, é bom que se esclareça que muitas mudanças que ocorreram na Cassi também ocorreram em outros planos de saúde, pois, em geral, são exigências feitas pela Agência Nacional de Saúde (ANS). Acredito que nenhum plano de saúde, em especial a Cassi, que não visa lucro, tem interesse em "prejudicar" seus associados.

Ainda é bom que se esclareça que em muitos casos de descredenciamento de profissionais, estes é que solicitam o descredenciamento à Cassi (por diversas razões)... Os valores praticados pela Cassi não podem ser a única razão para alguns descredenciamentos; até mesmo porque, em muitos casos, a Cassi pratica valores superiores a outros planos de saúde. Basta fazer algumas comparações e verifica-se tal fato.

Assim sendo, não obstante reconhecer que há a necessidade de alguns ajustes na administração de nosso plano de saúde, sou da opinião de que devemos todos nos unir em sua defesa, sempre.

Concordo que toda e qualquer elevação na contribuição mensal à Cassi (refiro-me à eventual elevação para o percentual de 4,5%), não é nada saudável. Por outro lado, em casos de extrema necessidade de ajustes, considerando inúmeras variáveis de nosso plano, sou da opinião de que também devemos "fazer a nossa parte". Afinal, em que outro plano, independentemente da idade, contribui-se com "apenas" 3% de seu salário?

Em resumo: continuo sendo um "eterno defensor" da Cassi, mesmo com suas falhas. Conclamo a todos para continuar na luta em defesa de nosso plano de saúde.

Àqueles que tenham eventual "mágoa" ou "dissabor" em relação à Cassi, sugiro conhecer outros planos de saúde, e verão o quanto o nosso ainda merece nossa eterna gratidão.

Era isso!

Anônimo disse...

Parabéns, João Lopes Rodrigues!
Sua postagem é de uma sobriedade que destoa para melhor das demais que somente visam desqualificar a CASSI.
Eu, de minha parte, fico por vezes envergonhado de pagar pouco mais de R$ 200,00 mensalmente pára a CASSI. Pelo que me foi oferecido durante todos esses anos, devo muito à CASSI e acho pouco 3% de meu salário. Os 4,5% estão ainda muito abaixo do mercado de planos de saúde.
Referentemente aos descredenciamentos, posso falar que minha cidade tem realmente poucos médicos credenciados. Um ortopedista, meu amigo, confidenciou-me que se descredenciou por não mais suportar um aposentado do BB que lhe provocava constrangimentos constantes em seu consultório, com escândalos,gritarias, grosserias, etc.
Muitos outros médicos nos falaram coisas semelhantes!
Lamentável!!!

Anônimo disse...

Colegas,

Sobre o relatório da CASSI, não me foi possível lê-lo na íntegra, muito extenso mas pouco elucidativo.

Por isso busquei acompanhar a opinião de diversos colegas do REDE SOS, que fizeram uma boa análise dos números e das explicações divulgados.

A conclusão clara e patente é votar "NÃO", e assim fiz, votei "NÃO".

O comentário do colega João Lopes Rodrigues (02/05/15 23:50) é lúcido e bem escrito, mas retrata uma CASSI que já existiu, sombra do passado. Hoje se precisar de uma simples ressonância, fique certo de que dificilmente será autorizada. Infelizmente é a realidade.

Aprovar o relatório é concordar com essa realidade. Vamos mudar essa realidade...? Sim, queremos mudar, mas para isso tem haver um diálogo franco, aberto e honesto com os aposentados. Temos gente prá sentar à mesa com o banco, gente como Ruy, Faraco, Ebenezer e muitos outros.

Não dá mais prá confiar em nada que vem do banco, chega, já nos fez engolir muito sapo.

É o que penso.
Lydio

Anônimo disse...

SR. ARI

RELATÓRIO CASSI, VOTEI NÃO. E RECOMENDO A TODOS. É UMA FORMA DE MANIFESTAR NOSSA INDIGNAÇÃO COM QUEM CUIDA DA PREVI.

OBRIGADO.

Anônimo disse...


Amigos, colegas, companheiros, guerreiros!
Eu voto NÃO, mais uma oportunidade de discordar e reagir contra a má gestão do nosso patrimônio. Construido com suor e sangue de muitos. Lembrei do já falecido radialista (J.Luna), VAMOS ACORDAR!

Não sejam omissos, o que está em jogo é o futuro...
Ademário, Dema


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: "ze-bezerra"


Amigos

Estou saindo agora para votar, no terminal, NÃO, acompanhando Nasse e André. Cordialmente, BEZERRA.

VOTE, NÃO FIQUE SÓ RECLAMANDO E LAMENTANDO.

Anônimo disse...

VOTEI NÃO, MAS O TERMINAL IMPRIMIU UM COMPROVANTE SÓ CONFIRMANDO O VOTO. NÃO CONSTA QUE FOI não

Fuzinelli disse...

RELATÓRIO ANUAL 2014 CASSI
Tiragem> 132.266 exemplares
valor unitário> R$: 1,36
Publicação da CASSi
Impressão: Print Express Gráfica e Editora
VALOR TOTAL r$: 179.881,76
Sem contar com os salários do Editor; 3 jornalistas; um produtor de imagem;mais 3 na edição e arte.
Nota 10 para a apresentação do relatório, mesmo assim,meu voto é NÃO.

rafael campagnoli disse...

CASSI: mais um capítulo à parte que integra o corolário de casos que contribuem para a morte prematura dos seus filiados-associados. A que ponto chegamos! Todos pagamos por mais de 3 décadas e ostentamos o privilégio de ter um dos melhores fundos de pensão ... QUANDO NO MAIS DAS VEZES NÃO O UTILIZÁVAMOS! Que engano!!! Justamente agora, quando estamos aposentados, sem forças, às vezes doentes,depois de termos pago uma fortuna ( sem utilizar a Caixa ), a CASSI é absolutamente igual aos piores MONTEPIOS e IASMPEs da vida! Eu que, nos meus 32 anos de Banco me reuni com hospitais, santas casas, médicos etc para firmar convênios, hoje SOU HUMILHADO E TENHO VERGONHA ( ÀS VEZES ) DE MOSTRAR A CARTEIRA DA CASSI! Que nojo! Juntando com o estelionato da história do BET/BEP, volta de contribuições, arrogância da Previ, PT, senadores, deputados, governadores, vereadores e até Presidentes que elegemos, que reflexão podemos fazer? TUDO EM VÃO, COMBATE CONTRA O VENTO!

Anônimo disse...

Votar pela aprovação ou não do Relatório da Cassi, deve ser uma decisão individual e consciente e não baseado em afirmações de terceiros. Votar contrário só por que está com raiva não é o correto.
Também tenho grande consideração pela Cassi e graças a ela sempre tive bom atendimento, muito embora hoje não seja mais como no passado. Não é só com a Cassi, mas o país como um todo tem piorado.
Vou votar NÃO porque nossa Caixa está passando por sérias dificuldades financeiras e não vejo a diretoria atuar proativamente para buscar sanar esses problemas.

João Rossi Neto disse...

REMUNERAÇÃO MENSAL PAGA AOS FUNCIONÁRIOS E À ADMINISTRAÇÃO DA PREVI (Em reais)
2013 2014 Menor Salário 1.529 1.440 Maior Salário 26.148 28.370 Salário Médio 9.349 10.166 Dirigentes Presidente 52.607 55.842 Diretor 44.585 47.327 Conselheiros (*) Conselho Deliberativo 13.151 13.960 Conselho Fiscal 10.521 11.168 Conselhos Consultivos Plano 1 e PREVI Futuro 0 0 (*) Conselheiros suplentes recebem 50% da remuneração dos conselheiros titulares.

Pelo exposto, posição em 2014, ficou provado que são os 6 (seis) Diretores que compõe a Diretoria Executiva (3 indicados pelo BB e 3 eleitos) que recebem a remuneração máxima na PREVI.
Projetando esses salários com aplicação do INPC seco (estimado em 8%), conclui-se que o Presidente da PREVI vai passar a receber, a partir de janeiro/2016, mais de R$ 60 mil mensais e os Diretores mais de R$ 50 mil, onde os indicados são pagos para exercer função robotizada, cumprindo apenas ordens do patrocinador e sem independência alguma, enquanto que os eleitos são figuras decorativas, sem compromisso com resultado, pois, no máximo, o que ousam prometer é luta e apenas luta... Será?

Marcelino Maus disse...

Eis porque os PeTralhas assaltaram as Estatais e Fundos de Pensão...
E a CASSI também foi assaltada?

https://www.facebook.com/rubens.j.junior?pnref=story

Anônimo disse...

De novo, perfeito Sr. João Rossi Neto.
São essas informações que são uteis aos participantes e assistidos ( eita palavrinha humilhante), que devem ser levadas em consideração para entender o porque do interesse em concorrer às eleições na Previ.
Ainda há remuneração quando participam de conselhos em empresas participadas da Previ ?
E os custos com as corretoras e com as consultorias também não devem ser "módicos", não é mesmo ?
Para o poder faz-se de tudo. Promessas , que sabem não poder cumprir, mas, prometem e depois alegam impedimentos regulamentares.
Nisso são eficientes pois se mantem, ora aqui ora ali, no poder, até usando apoios bem intencionados.

PRESIDENTE GENSO, 20 MAIO PRAZO FATAL disse...

Mestre Ari Zanella,

Na visita ao Rio Grande do Sul, ficou provado que a AFABB-RS, com a reunião da sua diretoria e o Presidente Genso, cobrou providencias em relação ao Empréstimo Simples:

Sugestão:

2015 LIMITE 160 MIL E 160 MESES DE PRAZO DE PAGAMENTO.

2016 LIMITE DE 180 MIL E 180 MESES DE PRAZO DE PAGAMENTO.

SERIA O FINAL DESTA NOVELA, SEM NOVOS PRAZOS E MUITO MENOS NOVOS LIMITES,SERIA O FINAL DO MANDATO DO MARCEL, COM CHAVE DE OURO,PARA FAZER MUITOS ESQUECER O BET QUE NÃO VIROU BEP E SERIA TAMBÉM UMA FORMA DE ACABAR COM PROMESSAS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES SOBRE ES, LIVRANDO O PROXIMO DIRETOR DE SEGURIDADE DESTE ABACAXI, JÁ QUE O PRÓPRIO DR MEDEIROS, PODE SER O OCUPANTE DA CADEIRA.

JOGADA DE MESTRE, DAQUELES QUE SABE DAS COISAS, EVITARIA NOVOS DESGASTES.

O que exatamente o conselho consultivo do PB-1, sugere a Diretoria e Conselhos Deliberativo e Fiscal.

Não existe uma forma dos Senhores fazer pressão para que essa proposta seja mesmo efetivada.

O Cargo de Diretor de Seguridade, é tão maior que qualquer outro cargo, ou falta apenas vontade dos Conselheiros em propor real melhoria para os participantes.

Fica em evidencia que tudo na Previ é para inglês ver, como uma decisão pode demorar tanto tempo para ser resolvida.

Veja o caso das consignações, porque não acaba logo de vez com as demais consignações de terceiros, ficando apenas o ES na folha da Previ, dentro dos 30%, não tem que haver primeiro uma enxurrada de ações, para a Previ tomar uma iniciativa.

Anônimo disse...

O Brasil vive um tempo louco, em que parece normal que a libertação de nove suspeitos reduza a tensão no governo.

É anomalia com a qual já nos acostumamos nestes tempos estranhos.

Os dirigentes dos FUNDOS DE PENSÃO deveriam estar interessados em que a verdade aparecesse, mas muito pelo contrario estão é de olhos nos seus poupudos salários e benefícios.

Um ser humano prima pelos seus semelhantes, neste caso nós estamos jogados a própria sorte,tudo pode para os grandes, mas para os pequenos, esses vão morrer a minguá.

E um tapinha nas costas aqui outro ali e vai, vem presidente vai presidente e nós continuamos aqui esperando que alguém lute de verdade por nós.

Já estou vendo a volta do Camilo, do Sasseron, do Pizzolato.

Esta aberta as alianças, e começa na ANABB.

Anônimo disse...

Mestre dos Mestre, nosso Dileto Ari Zanella.

Quando o Senhor vai nos anunciar um BINGO?

Exemplo:

Marcel J.Barros renunciou ao mandato.

A Diretoria da Previ aprovou e o CD referendou os novos parâmetros do ES:

Limite de 180 mil
Prazo 180 meses
Carência de 180 dias na Primeira Prestação.

A Previ vai cortar pela metade seus gastos com a administração,vai fazer um programa devolução dos funcionários ao Banco do Brasil.

Anônimo disse...

João Rossi 03/05/2015 14.04
Você fala por todos nós. Indicados e eleitos só defendem seus próprios interesses e nem disfarçam.Estamos completamente abandonados.

Luiz Faraco disse...

Nestes últimos tempos analisando artigos e comentários os mais diversos, cheguei a uma conclusão simples -- alguns até diriam simplista: não adianta eleger-se este ou aquele pois os indicados pelo patrocinador rezam pela cartilha dele. Alteração de qualquer tipo de benefício em nosso favor, assistidos e pensionistas, só se o patrocinador assim o permitir. Ou, eventualmente, se alguma associação conseguir diferente através do poder judiciário. Não vejo, pois, infelizmente, qualquer perspectiva de melhoria. A alteração do quadro somente se daria se os participantes e assistidos realmente tivessem a maioria nas decisões. Aí, sim, vislumbro a possibilidade de mudança efetiva em nosso favor.

Anônimo disse...

Depois de muito debate sobre o tema, foi publicada no Diário Oficial da União de 16 de abril a Resolução CNPC nº 19/2015. A norma define como deve se dar a certificação dos conselheiros, dirigentes e outros profissionais das EFPC. Com essa Resolução, o CNPC assume sua responsabilidade de regulamentar as Leis Complementares nº 108 e 109 no que diz respeito aos requisitos necessários para exercer cargos estratégicos em fundos de pensão.

Até então, a regulamentação da certificação de profissionais de EFPC era feita pela Resolução nº 3.792/2009, do Conselho Monetário Nacional. Com a publicação da Resolução nº 19/2015, esta passa a ser a norma a ser observada no tocante à certificação em fundos de pensão, visto que tal atribuição é do CNPC, e não do CMN, nos termos do art. 37 da Lei Complementar nº 109[1].

Vejamos, a seguir, as principais novidades dessa nova Resolução e quais as dúvidas que devem ser objeto de uma abordagem mais clara pela Previc.

Anônimo disse...

Ao Luiz Faraco:

infelizmente é isto, mas o que se nota quando há eleições? Uma briga de foice medonha, que dá medo. Qual o motivo desta sanha toda? Cargos, cargos e mais cargos com remuneração estratosférica. Nesta seara nós (os do andar de baixo) não temos vez e só somos chamados para consertar os estragos destes doutores iluminados.

Anônimo disse...

Ari,

Porque a ANAPLAB não se junta a AFABB-RS e Outras associações e entra na justiça contra a Previ por não cumprir a lei dos consignados.

Porque as ações tem que ser individual, veja que a Cooperforte não ofereceu resistência a retira das suas consignações, vista que seu corpo jurídico deve saber que estas consignações são ilegais.

O que o Conselho Consultivo diz a Respeito?

A Caref do BB Juliana esta botando o pau pra quebrar, mesmo com briga na justiça peitou o BB de frente e esta empossada no cargo, porque os ELEITOS se calam diante de tantos escândalos, que tal vocês pedirem uma pesquisa para saber se nos demais fundos de pensão também existe o descumprimento dos consignados, já que a Previ vai fazer uma pesquisa com 900 participantes poderia ser incluída esta pergunta.

Esta faltando é vontade, vontade de resolver os reais problemas dos participantes.

Anônimo disse...


NÃO SERIA O CASO DE FAZERMOS UM ABAIXO-ASSINADO PARA DESTITUIR DOS CARGOS OS ELEITOS QUE FUGIRAM DE SUAS RESPONSABILIDADES E NÃO ESTÃO CUMPRINDO O QUE FOI PROMETIDO NA CAMPANHA? SE PROMETEU TEM QUE CUMPRIR! CASO CONTRÁRIO TUDO NÃO PASSA DE PALHAÇADA ELEITORAL.

VALE TUDO POR DINHEIRO disse...

Noto que muitos colegas estão sumido, porque estão muito descontes com as soluções encontradas para os nossos problemas.

Veja que para ser candidato tem que ter um currículo invejável, ser alta patente em assuntos previdenciários.

Então porque esses mesmo senhores e senhoras não rege a cartilha das regras gerais, com soluções praticas e sem prejuízo a uma vasta gama de participantes, dentro de um mesmo plano de benefícios.

O teto até hoje esta sem solução.

O ES a cada ano piora suas condições e fora a discriminação aos mais idosos, os que mais contribuíram, pagaram por longas décadas seus empréstimos.

A Cassi é caso de policia, estão assaltando a nossa caixa de assistência a saúde a muitos anos,já incluíram co participação e a co participação limitada, já desconta até sobre o 13 salario, agora querem mais 1.5% sobre os benefícios.

Quando vão parar de sangrar nossas caixas, quando vão nos respeitar, quando vamos rebelar contra tanta sujeira, são propagandas e mais propagandas enganosas, são normas e regulamentos que esconde o fracasso dos dirigentes e a ganancia por poder e dinheiro, jogam a vergonha fora e veste a mascara do VALE TUDO POR DINHEIRO.

Cecilia Garcez disse...

Caro colega Zanella,
Sua fala me causa bastante estranheza, pois para quem conhece um pouco, sabe que as demonstrações contábeis devem apresentar um retrato verdadeiro das contas, o que foi feito e cobrado pela auditoria externa. Em nenhum momento elogiei o ano de 2014, pois ele foi terrível para todos, principalmente para os associados da Previ, que perderam o BET e voltaram a contribuir, porém foi muito melhor do que os outros fundos de empresas estatais onde vimos um verdadeiro crime com os recursos dos associados.
Da mesma forma, você também faz parte da gestão, e o Conselho Consultivo também não fez nenhum registro sobre as contas, da mesma forma que o Conselho Fiscal e a Diretoria. Os Conselheiros Fiscais eleitos fizeram um manifesto cobrando alguns pontos e o conselho consultivo, o qual você participa o que fez? É bom lembrar que você também faz parte da gestão. Podemos até não gostar do resultado, mas podemos ter a certeza que ele foi auditado adequadamente e que as informações retratam de forma transparente o que ocorreu com as contas no ano de 2014. Isso é "rasgar seda"??? Eu jamais aprovaria as contas se elas não estivessem retratando a verdade, sem contabilidade criativa. Pode ter certeza disso, pois a contabilidade está na minha diretoria. Quando você estiver no Conselho da Previ, é só pedir que eu vou pessoalmente explicar tudo que vocês quiserem. O importante é não ter dúvidas sobre o que está sendo tratado ali.

Anônimo disse...

Em se tratando de cargo político,é tudo troca de interesses.Só isso.Nenhum eleitor recebeu qualquer benefício,em qualquer lide.Alguém conhece algum político sério e comprometido com seus eleitor.Se conhecer,por favor,nomine-o.
João Trindade