BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sábado, 16 de maio de 2015

REUNIÃO DE GOIÂNIA - 15.05.2015

Hoje, 15.05, o Presidente da PREVI, Gueitiro Genso, acompanhado dos Diretores Décio e Marcel, do Presidente do Conselho Fiscal, Odali, da suplente do Conselho Fiscal, Dilza, e do Conselheiro Deliberativo Carvalho, promoveu duas reuniões aqui em Goiânia: a primeira, na parte da manhã, com os funcionários da ativa e a segunda, das 14 às 18 horas, com os aposentados e pensionistas.
Com uma explanação que durou 45 minutos, o Presidente fez uma radiografia da situação da PREVI, sempre fazendo questão de frisar que nossa Caixa de Previdência é diferente dos demais fundos de pensão, pois que adota um sistema de Governança, através do qual as decisões são sempre colegiadas. Ressaltou, também, que a PREVI está com uma posição sólida e tendo preocupação mais acentuada apenas com a Sete Brasil, onde tem aplicados R$180 milhões, mas espera que seja recuperado pelo menos este capital.
A forte queda nas ações da Vale do Rio Doce, empresa onde temos uma cifra considerável aplicada, foi a principal responsável pelo déficit de R$12 bilhões experimentado no ano de 2014.
Após o Presidente, falaram o Conselheiro Carvalho e o Presidente do Conselho Fiscal, tendo o primeiro feito uma explanação sobre vários assuntos, principalmente sobre a mudança que ocorrerá na comunicação com os associados, que serão informados das questões discutidas nos Conselhos e na Diretoria, exceto aquelas que envolverem estratégias de mercado e alguma confidencialidade. O colega Odali, Presidente do Conselho Fiscal comentou sobre o trabalho severo de vigilância que o colegiado mantém sobre as contas e todas as atividades da PREVI, tranquilizando os colegas sobre o profissionalismo com que são tratados os assuntos em toda a Organização.
Em seguida, foi aberta a oportunidade para perguntas e sugestões e eu fui o primeiro a fazer uso da palavra.
Inicialmente, fiz uma homenagem póstuma aos colegas Raul Avellar e Aldo Afano e comentando a morte dos dois reiterei o pedido à Diretoria para que analisasse a possibilidade de nos conceder uma reposição de 10% em nossos benefícios, pois estamos com dificuldades agora e não sabemos se estaremos aqui amanhã para aguardar a recuperação do mercado financeiro, o que, por certo, ocorrerá. Citei inclusive os argumentos alinhavados no ofício da AAPBB. Entretanto, o Diretor Décio foi enfático de que isso agora é impossível de ser implementado. Então pedi que ficasse permanentemente na pauta, uma vez que é anseio de todos.
INVEPAR - Solicitei informações sobre a situação atual da INVEPAR, especificamente quanto ao Aeroporto de Guarulhos, tendo em conta o envolvimento da OAS com o Petrolão e o seu pedido de recuperação judicial. O Presidente Gueitiro noticiou que há um grupo interessado na compra da participação da OAS no referido consórcio e que o retorno do investimento, que ainda está sendo feito, acontecerá a partir de 2020.
TETO DE BENEFÍCIOS E BÔNUS DA DIRETORIA - Ao solicitar informações sobre esses itens, o Presidente respondeu que a questão do Teto deverá ser resolvida até o final deste mês e o problema do Bônus até junho.
DESPESAS ADMINISTRATIVAS - Citei que em 2010 as despesas administrativas chegaram a R$219 milhões e saltaram para R$318 milhões em 2014, um acréscimo de 45%. O que estão fazendo para estancar esses aumentos ou até reduzir as despesas? O Presidente informou que para este ano já está definido que os gastos não poderão ultrapassar os de 2014 e que medidas estão sendo estudadas visando à redução dos mesmos.
LIMITE DE GASTOS PARA AS CAMPANHAS ELEITORAIS - Solicitei a toda a Diretoria que inclua no regulamento das eleições um item limitando os gastos com as campanhas eleitorais dos pleitos da PREVI, hajas vista que a situação está se tornando muito mercantilizada e até partidarizada politicamente. O Carvalho ficou de pautar o assunto no Conselho Deliberativo.
Dentre as abordagens de outros colegas, ressalto os seguintes pontos:
EMPRÉSTIMO SIMPLES - O Presidente Gueitiro informou que já está em "fase bastante adiantada" um estudo para socorrer o universo de 7.000 colegas que estão em dificuldades por falta de margem consignável. O caminho, em princípio, será o alongamento do prazo para pagamento do saldo hoje existente, com garantia do seguro da CAPEC, abrindo margem para contratação de novo valor.
ELEIÇÕES SEPARADAS PARA O CONSELHO FISCAL - O objetivo seria desvincular o Conselho Fiscal da chapa única como ocorre hoje. Houve alguma discussão mas o assunto ficou em aberto.
No início das apresentações também usaram da palavra a Presidente da AAFBB, Célia Larichia, e o Presidente da AFAGO, João Antônio MAIA Filho.
Observei, ainda, que tendo em conta que a AAFBB participou do Encontro em Porto Alegre e estava participando desse nosso aqui em Goiânia, que a PREVI procurasse integrar também a ANABB nos próximos eventos.
Algo pode ter passado batido, mas em resumo foi o que aconteceu aqui.


Macilene (Goiânia) - Movimento SEMENTE DA UNIÃO

113 comentários:

Anônimo disse...

Prof. Ari,
Esse estudo que se encontra em curso relativo ao ES-Previ será direcionado exclusivamente aos 7.000 colegas mencionados ou todos os demais, que também se encontram com problemas financeiros, poderão usufruir desse alongamento do prazo? Na qualidade de membro da diretoria, gostaríamos que o Senhor se aprofundasse mais sobre esse assunto que, com certeza, desperta o interesse de inúmeros colegas.

Anônimo disse...

E S - Alongamento de prazo sim.
Mas, com garantia da Capec, NÃO.
Isso foi sugerido lá atrás, uns dois anos.
Como a formula 170, a sugestão foi acatada. Própria de financeira, não de fundo de pensão.
Mas, enfim, quem quiser...

Anônimo disse...

a PREVI vai perder todo o dinheiro q investiu nas alcatruas do PT, podem crer.foi dinheiro a fundo perdido, nao acredito em retorno.QUEM VAI PAGAR O QUE NOS ROUBARAM??????????????

Anônimo disse...

Ari,

Elastecer o prazo do ES é "puxar a corda do cadafalso em pequenas doses para morrer depois".

Sinistro!!!

10% mais é "impossível", disse Dércio!

Para quem serve a PREVI?

Governo dos PTralhas, Bêbê Guloso, ou Diretoria da previ, através de omissão ou conivência, há bastante tempo!!!

Temos que passar a limpo, através da CPI dos Fundos, as Administrações anteriores, QUE seja de Rosas , Flores ou outro espinho em nossas vidas.

A PREVI tem que ser devolvida aos seus verdadeiros donos.

À prisão quem solapou ou desviou os recursos dos velhinhos.

Quem viver, verá que o futuro não é certo, mas duvidoso, infelizmente, neste Pais.

Haja mais, Haja Moro, na profundidade desse poco!

james

Titi Maravilha disse...

Ninguem toca no assunto da devolução a quem já pagou 360 parcelas.

Anônimo disse...

É impressionante como o discurso da diretoria está afinado. Parece xerox mal feita do blog da diretora.
Fiquei morto de alegre ao saber que as despesas administrativas não sairão da casa dos milhões. Ah bom, agora todos dormiremos felizes. Talvez nesse ponto esteja a mudança de postura dos eleitos...
Falam de gastos de milhões, perdas de bilhões como se fosse dinheiro de pinga.
A Previ tem estrutura para perder bilhões com qualquer coisa, MENOS com melhora de benefícios.

Vocês vão plantar batatas.

Anônimo disse...

o que o conselheiro Ari acha dos ES-7 MIL CAPEC.

7 MIL COLEGAS QUE VÃO ANTECIPAR O SEGURO DA CAPEC PARA SOBREVIVER.

PODE ISSO ARI?

Anônimo disse...

Para mim o mais imoral é o teto de benefícios e o bônus da diretoria.

Anônimo disse...

Prezado Ari Zanella,

Estão de olho em 7 mil colegas que não tem mais condições de nada, pois se extrapolou todos os limites da humanidade.

E os que não tem seguro da Capec, como é o meu caso, si quer sabia que pensionista podia contratar o seguro da Capec, quando passei a receber a minha pensão em 2001.

Mais uma vez estão querendo criar um novo grupo de aposentados dentro do PB-1, acredito que vem mais discriminação em breve no produto Empréstimo Simples.

Saudações

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.3204

rafael campagnoli disse...

Sejamos práticos: então o (a) colega que desejasse fazer o sacrifício de oferecer a sua VIDA para que seus familiares ao menos pudessem viver melhor, agora poderá perder essa oportunidade.
Até hoje, quem tem ES e pecúlio CAPEC, se falecer o ES é quitado e a família recebe o pecúlio integralmente. Se contratar o novo ES-Capec, os familiares perderão o ente querido e ainda continuarão na mesma vida de endividados ... O mais justo seria majorar então o FQM do ES, para minimizar a maldade ... Pelo menos no sarcasmo, orgulho e empáfia, o Pizzolato deixou seu DNA, tal qual nos filmes do Alien. Nem satanás faria melhor ( ou pior ). Parece que a Previ está mesmo é construindo uma fórmula para se livrar das eventuais 7.000 quitações por morte!

Ari Zanella disse...

Ao colega das 11:52

Não sabemos nada sobre qual plataforma será montada essa nova configuração do ES. Sou de parecer de que não se deve segregar. As mesmas oportunidades que se oferecem a um determinado grupo deveria ser estendidas a TODOS indistintamente. Preocupa-me muito o que possa ser engendrado pelo sindicalista Marcel. Para ele a PREVI pode perder em outros setores de investimentos - menos no ES. Que carma hein diretor! O senhor não devia perder o sono por uns míseros reais que porventura se percam no ES, antes deveria preocupar-se com as grandes somas que se vão nas empresas mal participadas, além dos 3 milhões/ano pagos em bônus à diretoria. Outro dia o senhor chorava para mim 3.600,00 em prejuízo que um associado deixara à PREVI, fruto da diferença no pagamento de um ES ajustado pela Ação 30% Consignado! Somente o bônus de um diretor em apenas UM MÊS, caro Marcel, já paga em mais de 15 vezes o valor desta quirela mesquinha!
Vamos aguardar as novas condições do ES que vão aparecer até o mês de junho.

Anônimo disse...


Então é assim:

Entregamos o seguro para eles e nos devolvem a morte de um miserável.

Melhora em nossos benefícios nem pensar. É despesa sem previsão.

Qual será a próxima boa notícia?

Anônimo disse...

Acho que o japonês será o pior de todos!

FERRA OS VÉI E AINDA FICA SORRINDO

Só falta sugeri o haraquiri

Maria Marli Tomasoni disse...

Obrigado Sr.Ari, por todo seu empenho,clareza e objetividade em suas colocações, aproveitando sempre o momento certo de lutar,questionar, com coragem o que realmente interessa a todos nós aposentados que já fomos a grande FORÇA do

bco e hoje se tornamos apenas números ou melhor zero a esquerda...o Sr.é o único que luta de verdade...tive o prazer de conhece-lo e observa-lo em uma reunião aqui em Bc,com a presença do Sr.Marcel,o qual...fiz um pedido..que pensasse em nós aposentados com carinho...e tenho a esperança de que sua consciência uma hora vai falar mais alto.Obrigado por tudo. Maria Marli Tomasoni -aposentada ~Bal.Camboriu-SC

Militonto disse...

Que choradeira!
É lógico que, em ultimo lugar, a Previ pensa nos aposentados. Eles já estão com o burro na sombra...
Tem mais eh que pensar nos grandes investimento. Nos milhares que ainda estão trabalhando e produzindo.

Anônimo disse...

Ari,

Não falaram da PETROBRÁS?
Se a Rosalina é Pensionista, não foi beneficiária da CAPEC?

Anônimo disse...

Professor Ari,

Conseguiria explicar essa despesa administrativa? Ou é igual batom na cueca? Sem explicação

É dinheiro demais! Venhamos e convenhamos é grana pra mais de metro!

João Rossi Neto disse...

Ari e colegas,

OPERAÇÃO CASADA.

Quando eu era administrador das agências do BB, cansei de receber orientações superiores, verbais, para fazer a chamada venda casada, que consistia em “forçar” o tomador de empréstimos e financiamentos, a comprar Seguro, CDB, Ourocap e outros produtos do portfólio do banco.

Agora, se aprovadas às novas regras para o ES, ora em discussão e estudo, e sendo contemplado o alongamento de prazo para reduzir o valor das prestações, a Diretoria Executiva da PREVI ao determinar a vinculação do deferimento de Empréstimo Simples à compra de seguro CAPEC para garantir a liquidação do contrato, também estará fazendo a venda casada, prática que é condenada pelo BACEN, principalmente quando envolve operações destinadas ao crédito rural.

Sabe-se que o seguro da CAPEC custa bem mais caro que o do FQM para pessoas com mais de 60 anos, fato que vai onerar e talvez inviabilizar a renovação do ES ou contratação de empréstimo novo. Complicar em troca do que? Basta simplesmente elevar o prazo de pagamento do ES para 180 meses e estamos conversados. Se de todo impossível, então que se cobre um reajuste justo no próprio FQM.

O que não pode é, de um lado, reduzir o valor das prestações com a dilatação do prazo e, do outro lado, comprometer o líquido dos benefícios com as despesas elevadas do seguro CAPEC. Claro está que a segunda medida (seguro CAPEC) anula a primeira.

Lázara Rabelo disse...

Caro Ari e D+ Colegas,

Eu também estive presente nesta Reunião, e sinceramente, ví com bons olhos as atitudes do Sr.Gueitiro, demonstrando agir com firmeza, na defesa do patrimônio da nossa PREVI, frisando que ELE é um participante do PB1 que ainda está c/43 anos de idade e se conseguir chegar aos 100, vai precisar de garantir rendas suficientes p/pagamentos dos benefícios,e fez questão de nos chamar de DONOS da PREVI.
Fiz pergunta sobre o pagamento da contribuições além das 360ª, quem respondeu foi o Diretor Marcel, disse que não tem como suspender, pois enquanto pagarmos, o BB também terá de pagar a s/parte.
Sobre o ES, o que falaram é que tem uns 7000 colegas que estão c/altas parcelas e sem margem, e estão fazendo estudos visando uma renegociação c/prazo maior e diminuição das parcelas, e a garantia seria a CAPEC. Pelo que entendi,quem estiver nessa situação não vai fazer renovação do ES, apenas pagar o antigo c/parcelas menores.
Outro assunto interessante foi Costa do Sauípe, o Sr. Odali, do Conselho Fiscal,disse que estão bastante empenhados em fazer algumas melhorias, inclusive criação de um Parque aquático, como o Beach Park, de Fortaleza, e se nós aposentados, formarmos grupos e irmos p/lá,farão preços especiais.Gostei da idéia!

Anônimo disse...



BANCO DO BRASIL : MUDOU POR QUE ? POR QUE MUDOU ???


Amigo Mestre, não consigo entender a razão de não encontramos uma
solução justa na questão do ES que atenda o universo dos tomadores,
bem como os interesses do BB. Não entendo porque o BB chama os
clientes que estão com dívida irregular e os convida a fazer uma
proposta para quitação por um valor bem menor. Não entendo,mas não
entendo mesmo, nem entenderei jamais, como vc propõe facilidades
para alguém que nunca lhe foi útil e esnoba milhares que foram só-
cios, parceiros e amigos por dezenas e dezenas de anos, quando es-
tes últimos citados também continuam donos e não querem mais que
negociar em condições especiais,dadas as dificuldades do momento,
condições estas que são oferecidas aos agricultores,comerciantes e
clientes em dificuldades, chegando o Banco a dasafiar o cliente p/
fazer uma proposta .e é certo que a maioria tem problemas no Sera-
sa e congêneres. Considerando que quem está pleiteando continua só-
cio do Fundo e há informações que sobrarão recursos no fim do pla-
non, num montante expressivo, por que o Banco não oferece um em -
préstimo diferente, com parte da mensalidade sendo paga no 13% ,
outro percentual quando da correção anual e mais o seguinte : pos-
to que somos donos, posto que os recursos estão garantidos ad per-
petuo e que são feitas concessões para muitos, porque não reduzir
os juros até um patamar justo, pelo menos enquanto perdurar este
momento.Enfim, também merecemos atenção e justiça e aqueles ingre-
dientes que o FRIBOI e semilares têm. DivanySilveira-Sete Lagoas-

João Rossi Neto disse...

Caro Ari e colegas,

Vamos ver se entendi bem o que disse a colega Lázara Rabelo em parte da sua mensagem acima:

"Fiz pergunta sobre o pagamento da contribuições além das 360ª, quem respondeu foi o Diretor Marcel, disse que não tem como suspender, pois enquanto pagarmos, o BB também terá de pagar a s/parte ".

A prevalecer o que informou a colega Lázara, o Diretor Marcel está completamente equivocado, porquanto o BB só paga contribuição na paridade (1x1) para o pessoal da ativa, do seu quadro, não tendo compromisso e obrigações com os aposentados, de modo que não procede essa informação.


Rosalina de Souza disse...

Caro Colega Anônimo das 20:18

Quando meu Marido Paulo Person, veio a falecer eu não conhecia quase nada sobre a Previ, passei a receber o INSS no mês seguinte a sua morte e a Previ passou a me pagar em fevereiro/2002,8 meses após o falecimento.

Quando fiquei sabendo que existia esse seguro capec, questionei a previ e a informação foi que só através de ordem judicial eu saberia quem foi os beneficiários do Seguro que receberam os valores, mas como ele teve um primeiro casamento acredito que foram os 2 filhos do primeiro casamento que foram os beneficiários:

Josep Person e Paulo Henrique Person.

A própria previ me informou que o Seguro que as pensionistas tem direito é contratado logo após o óbito, neste caso já havia decorridos mais de 2 anos da minha pensão e nunca fiz a contratação do mesmo.

Por isso que sempre friso que antes de tudo a informação é a base de tudo, muitos não informam suas companheiras de nada e tudo é complicado para quem não vive esse dia a dia, nem tem noção do que é a burocracia para um leigo nestes assuntos.

Atualização dos dados é fundamental em todos os sentidos.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.320-4

Anônimo disse...



MESTRE ARI,

Gostaria que o amigo desse abrigo a esta postagem e registrasse o meu
pedido no sentido de considerar como retificada a expressão AD Perpe-
tuo para Ad perpetuam.Minha preocupação é que algum colega de seminá-
rio conte ao reitor a minha barbeirada. Pelo atendimento,agradeço.
Divany silveira-S.Lagoas-mg

Anônimo disse...

Leiam a notícia sobre o Edson Lobão no jornal O Tempo. Empresa em paraiso fiscal - fundos de pensão.

Anônimo disse...

A Leopoldina está viva? Quero saber notícias. O blog está parado faz tempo. Muito estranho... Precisamos saber do bem estar dela.

Anônimo disse...

alguem diga p o japones sorridente,q se ele tem 43 anos, uma enormidade de aposentados tem pelo menos 20 anos a mais do que ele.AGILIZA japones, se eh q quer fazer alguma coisa.............

Ari Zanella disse...

23:59

A colega Leopoldina atravessa problemas de saúde momentâneos mas logo estará de volta, se Deus quiser.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:

Somente 7.000 FELIZARDOS SEM MARGEM CONSIGNÁVEL? Não será que o CARA-PÁLIDA da Seguridade, COMO SEMPRE, omitiu mais 63.000?

ANTONIA disse...

Prof. Ari,
Conforme a informação do Rossi, a respeito das contribuições do BB, está explicada a quantidade de burradas cometidas pelo digníssimo Diretor Marcel. Ele não conhece nada do nosso fundo.
Estamos literalmente FERRADOS.

Anônimo disse...

Prof. Ari, essa dilação de prazo do ES será somente para os 7.000 ou para todos que quiserem.

Antonia disse...

Prof. Ari,
O presidente da PREVI, pelo jeito, está com disposição para corrigir alguns erros que foram cometidos contra nós do PB1. Entendo que poderíamos aproveitar a situação para melhorar esse problema do limite dos 30%????. A meu ver, essa ação mais prejudicou do que ajudou os endividados, como também, atingiu todos os aposentados que precisam tomar empréstimos em todos os sentidos. Quem entrou com a ação e quem não entrou. Aqueles que entraram, a curto prazo, não pagam mais que 30%, porém, ficam impedidos de tirar outros empréstimos e devendo do mesmo jeito, não melhorou em nada. Os que não entraram, foram surpreendidos pela rigidez das regras de margem consignável e quem tinha acesso, não teve mais. Seria o caso de tentar solucionar definitivamente esse problema dos mais endividados, com aumento do prazo e que todos pudessem reutilizar o crédito quando necessitassem.

Anônimo disse...

QUANDO MEU FALECIDO SE FOI, EU RECEBI O SEGURO DA CAPEC, E CONTINUEI A PAGAR O MANTENÇA. SÃO DESCONTADOS 139 REAIS MENSAIS E ISSO JÁ FAZEM 14 ANOS.
GOSTARIA DE SABER DO ARI SE IREI PERDER ESSE SEGURO COM ESSAS MUDANÇAS? COLOQUEI EM PARTES IGUAIS PARA MEUS 2 FILHOS JÁ MAIORES DE IDADE. ESTOU MUITO PREOCUPADA!
POR FAVOR, ME RESPONDE? NÃO TENHO INSS (SÓ PARA ESCLARECER)







Anônimo disse...

O que não faz o marketing do convencimento !
O marketing do "sorriso"!
Na Previ, como disse o próprio preocupado presidente, as decisões são COLEGIADAS. Marcel demonizado 100% não age sozinho.
O marketing da " posição". Quem está "por cima" tem a credibilidade (?). Viva Costa do Sauipe ressuscitada.
Tornar-se-á lucrativa com a ajuda dos turistas aposentados (parece Miami) que visitarão o novo sonho
tipo Beach Park, garantido por um conselho fiscal vigilante.
Só os 7.000 não poderão usufruir, a não ser que sobre margem na Capec para garantia da reserva que deverá ser feita com antecedência mínima de 45 dias para analise pela diretoria, com aval do conselho fiscal.
Como se convence facilmente.
Só vamos usufruir desse enorme pote, pote não, tonel de ouro se o patrocina D O R se retirar.
A ideia da garantia pela Capec, não é criação da Previ. Essa possibilidade foi sugerida via comentário em blogs, sendo muito criticada quando da sugestão.
Mais um retalho na colcha ???

Anônimo disse...

Colegas, o fato do presidente da Previ estar se preocupando com os mais necessitados do PB1 É MUITO LOUVÁVEL, porque nenhum outro quis trazer alguma solução para os endividados do PB1,mostra ao menos que tem boa vontade e espírito solidário. Em qualquer parte do mundo mas evoluído seus dirigentes abrem caminhos para os que se encontram em dificuldades, teem um olhar para que todos de um determinado grupo tenham condições humanas para continuar a viver, o pensamento da Previ até agora tem sido injusto, cruel, desumano,retrógrado e maquiavélico...Vejo uma gota de esperança com o Sr.Gueitiro Genso

Anônimo disse...

GOSTARIA QUE A PREVI TIVESSE A MESMA DETERMINAÇÃO PARA CORRER ATRÁS DO DINHEIRO PERDIDO POR FRAUDES NA PETROBRÁS, COMO TEM PARA RECUPERAR O DA CESTA ALIMENTAÇÃO, IMÓVEIS DOS INADIMPLENTES DA CARIN (PDV),

Por que o japonês não falou com profundidade na Petrobrás e só na Vale?

Por que essa Larichia tem que estar presente?

Por que todos esses elementos pensam que somos idiotas dizendo que somos donos da Previ?

Se a Resolução 26 cair a Previ correrá atrás da grana igual faz com a Cesta Alimentação?

Para mim a única mudança com a nova diretoria foi o aumento do cinismo

Anônimo disse...

Olá, aposentados e pensionistas:

tem spam da UnidadeBB, dizendo que a Dra Cecília quer entregar a Previ para o BB. Alguém mais recebeu?
Durma-se com um barulho destes...

Anônimo disse...

A casa caiu para o Big Wolf, como o Lobão é conhecido pela bandidagem.
Na matéria divulgada pela imprensa Big Wolf teria duas diretoras indicadas no Postalis e negócios com Petros, Fucef e logicamente Previ.
Enquanto isso o japonês que desviar o foco só para a Sete Brasil. Quando neguin, branquin ou amarelin admitem negócios mal feitos como o da 7 é pq quer encobrir o das 8, das 9, das 24 e assim sucessivamente.

O respeitabilíssimo, ilustríssimo, Juiz Sérgio Moro deu um tiro numa formiga e acertou o Godzila.

Por favor Marcelino Maus (que é bom) comente

Nei Vaucher disse...

Caro Mestre Ari,

Lendo as postagens do colega
Brito nas quais nos brinda com seu
estupendo conhecimento sobre as normas que regem o nosso fundo de pensão, fico a pensar como é possível
que pessoas tão despreparadas e sem conhecimentos, possam estar no co-
mando da PREVI. Quanto a conversa do Presidente, em Goiana, que ele também faz parte do Plano 1 e que quer durar 100 anos, é pura balela pois foram as mesmas palavras que usou quando de sua estada aqui em Porto Alegre. Falou que em 2080 a Previ será responsável pelo pagamento de mais de 100 mil aposentados e pensionistas.

Deduzo que ele se refere ao PREVI FUTURO, pois é só fazer um levantamento por faixa etária dos integrantes do Plano 1, e poderá se constatar que esse numero, ultrapasse, a 30 mil participantes.
De que adianta pertencermos ao maior fundo de pensão da América do Sul, se grande parte, senão a maioria,dos verdadeiros donos, estão passando por dificuldades e restrições financeiras junto a seus familiares.NOS SOMOS OS PRIMOS POBRES DA PREVI.

Um abraço e bom domingo,
Nei Vaucher.

Anônimo disse...

Ari Zanella,

Me explique por favor:

a) O Conselho do qual o colega faz parte, não fica sabendo destes temas com antecedência,pois até o Dr.Medeiros disse que não sabia destes estudos sobre o seguro da Capec, para novos limites no ES.

b) Se uma diretoria tem esse vies para trabalhar, em algum momento eles tem que mostrar essas novas configurações, como se da esse processo, visto que pelo que foi apresentado até hoje, sempre fica muitas falhas e lacunas.

Exemplo:

ES-FLEXIBILIZAÇÃO foi apenas para acertar os meses que a Previ não recebeu as parcelas do ES.

Quando mudou a formula 170, estendendo os prazos para 120 meses, veio a mudança da margem, com a inclusão dos outros débitos de terceiros, na pratica ficou pior que estava, mais uma vez a previ errou.

Quando os Diretores tem como questionar essas reavaliações, porque esta ficando provado que esses ajustes não são testados antes do seu lançamento, pois via de regra todos os anos um grupo fica de fora nestas novas reavaliações do ES-PREVI.

Anônimo disse...

Eleitos pelos Associados para o Mandato 2012/2016:

Marcel Juviniano Barros – Diretor de Seguridade

Rafael Zanon Guerra de Araújo – Conselheiro Deliberativo

José Ulisses de Oliveira – Conselheiro Deliberativo Suplente

Haroldo do Rosário Vieira – Conselheiro Deliberativo

Odali Dias Cardoso – Conselheiro Fiscal

Diusa Alves de Almeida – Conselheira Fiscal Suplente

Waldenor Moreira Borges Filho – Conselheiro Consultivo Plano 1

Luiz Roberto Alarcão – Conselheiro Consultivo Plano 1 Suplente

Deborah Negrão de Campos – Conselheira Consultiva Previ Futuro

Vênica Ângelos de Melo – Conselheira Consultiva Previ Futuro Suplente

Anônimo disse...

A diretora Cecília esconde o fato, por exemplo, de ter sido por seis anos diretora de Planejamento da Previ, ou seja, a pessoa que teve a responsabilidade de propor a forma de alocação de todos os ativos da Previ, definindo tipo de investimento e percentuais a serem alocados.

A diretora esquece ainda, propositalmente, que o atual diretor de planejamento é Décio Botecchia, eleito junto com ela, a quem caberá no próximo período propor a política de investimentos da Previ. Ou seja, são eles que têm a responsabilidade de propor os setores onde a Previ deve investir e os volumes de recursos a serem alocados, e, por politicagem, ficam por aí lançando dúvidas sobre a gestão do nosso fundo.

Justamente eles, que se elegeram dizendo que iam mudar o mundo, que tudo estava errado, e que agora se juntam com outros para atacar a Previ. Isso, em vez de fazer o que é da responsabilidade deles, que é propor e gerar valor para a gestão da Entidade.

A Previ não corre risco de insolvência, de alteração de direitos. Nós continuamos com superávit para garantir os compromissos e pagar mais de R$ 9 bilhões ao ano para os associados.

O país tem passado por uma devassa, onde o que não faltam são acusações e denúncias, verdadeiras ou não. Contudo, um fato tem sido marcante: por mais de uma década, nosso fundo deixou de frequentar páginas policiais e passou a ser exemplo de gestão e de governança.

Não é necessário ser nenhum especialista para perceber que diferente do terror que esses dirigentes tentam passar, nosso fundo pensão está sendo bem gerido e se encontra protegido de medidas que possam trazer prejuízo aos associados.

Anônimo disse...

Ari,

A ultima revisão do ES ocorreu em 22/07/2015.

O que te leva a crer que esse ano sai no mês de junho/2015.

Lázara Rabelo disse...

Caros Rossi, Ari e D+,

Sobre o pagto.das contribuições excedentes às 360ª, a parte do Patrocinador BB,pelo q eu soube, através de nossos e-Grupos, estão sendo pagas c/recursos q estão em um fundo formado com os antigos Superávits da PREVI.

E outro assunto tratado nesta Reunião, foi o PDS-275/2012 do Senador Paulo Bauer, p/acabar com a Maldita Res.26, o Diretor Marcel fez questão de se declarar contrário ao PDS e favorável ao Projeto de Lei 161 do Berzoini.
E como,ultimamente, nosso Congresso anda aprovando projetos muito prejudiciais a todos nós trabalhadores e aposentados, acho interessante voltarmos a debatermos o assunto.
Aqui está o link do projeto:

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=FD2FA14CAA84F1D96689BDFC0F39D818.node2?codteor=989943&filename=Avulso+-PLP+161/2012

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Sr. Ari, tudo bem?

Eu particularmente estou muito feliz com a perspectiva de novidades em breve para o nosso ES.

Não estou preocupado que haja uma vinculação com o pecúlio da CAPEC.
Tenho que estar contente porque estou no rol dos desmarginizados (sem margem consignável).

Na última revisão fiquei chupando o dedo.

E quando olho aquela foto no blog do Medeiros abraçando o Presidente da Previ, fico até emocionado.

Quando que o Rei Dan Conrado daria tal abraço.

E só de ver aquele abraço tenho certeza que o novo presidente da Previ é gente muito boa e veio pra promover mudanças e já era hora.
Fé em Deus e aguardemos ansiosamente.

Abraço.

Carlos-Rio Pardo(RS).

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Ari,

Creio que Sr. João Rossi Neto está equivocado quanto à paridade de contribuição do PB1, feito sobre a postagem da colega Lazara Rabelo.

No Art. 69 do Regulamento do PB1 está explicito que a contribuição do Banco em relação a dos aposentados é paritária.

São José do Rio Preto (SP)

Ari Zanella disse...

Prezada Lázara,

Esta posição do Marcel é antiga. Ele é favorável a tudo o que propôe o PT. Se o proponente é do PT ale apoia; se não for, é contra. Ele é discípulo de Lula, Dilma, Zé Dirceu, e Cia.

Ari Zanella disse...

15:41

As reuniões do Conselho Deliberativo são mensais. As do Conselho Consultivo(do qual sou suplente) ocorre a cada 03 (três) meses. A diretoria se reúne todas as semanas.

O que você acha? Seríamos informados de antemão? Claro que não.

Ari Zanella disse...

15:47

Se a PREVI permaneceu zelosa é porque a Cecília esteve lá por 06 anos para cuidar desta ratalhada do PT, para não fazer estragos como fizeram em outros fundos. Você fala mal da chapa 3 por inveja ou vingança pois é a única chapa que tem competência e honestidade. Ou você queria de volta um Paulo Assunção ou um Sasseron? Com todo o respeito mas já basta o Marcel que é um semianalfabeto.

Anônimo disse...

O BB, de fato, não têm e não terá qqer. despesa com a PREVI, muito pelo contrário, eis que essa pseudo contribuição do BB na paridade 1x1 provém do superavit PREVI/2010 (50%-RES.26/2008) e, quando zerar, novas manobras virão para burlar a PREVI. Definitivamente a PREVI virou uma subsidiária que gera muita renda ao BB, que, na prática, de patrocinador, passou para a condição de assistido da PREVI. Aliás, a PREVIC segue na mesma esteira do BB, no que tange a sua função fiscalizadora. A propósito, os tópicos polêmicos e crônicos abordados no evento em tela tiveram respostas pautadas pelos já desgastados mantras: "vamos ver, vamos apurar, estão anotados, estão agendados, vai ser neste ano, continuam na pauta, coloca na pauta, etc."

Anônimo disse...

Diamond Mountain, Big Wolf, que traduzindo para o piauiês significa Montanha de Diamantes e Lobão.

Na segunda-feira aparecerá aquela nota em forma de carimbo no site da Previ:

A Previ vem através da sua diretoria comunicar a todos que as notícias divulgadas pela imprensa são inverídicas. Esclarece ainda que a entidade pratica de maneira transparente e ética todos os processos de governança corporativa.


Acredite se quiser zé mané




Anônimo disse...

ALGUÉM PODE ME RESPONDER POR FAVOR? SOU 10:28.

OBRIGADA.

HAROLDO PILATTI disse...

Haroldo Pilatti (69).

" Em uma discussão entre humanos, a justiça só entra quando existe equilíbrio de forças, caso contrário, os fortes fazem o que podem e os fracos concedem o que precisam "
*Conferência de Atenas 416 a.C.

Ari Zanella disse...

Cara Anônima 10:28

Fique tranquila que você não vai perder a CAPEC. O que está sendo sugerido, acredito, seja o seu uso como uma espécie de caução para garantir o ES. Penso que se for usado como garantia, deverá ser no lugar do FQM (Fundo de Quitação por Morte)
Só que obviamente, essa troca vai custar, em caso de morte, o prêmio da CAPEC para os dependentes (pelo menos em parte) porque, lógico, vai ser utilizado para quitar o ES.
É mais uma "criação espetacular" do diretor de seguridade, a meu ver desnecessária, pois o FQM ainda não deu qualquer prejuízo, isto é, há saldo mais do que suficiente no FQM para cobrir eventuais mortes.

Paulo Beno disse...

Ola Colegas,

Realmente o colega João Rossi enganou-se sobre a contribuição que o BB faz, paritariamente ao que o aposentado faz.

Acertou o colega Jose Roberto Eiras Henriques ao citar o artigo 69 dso Regulamento do Plano 1.

Ococre que, por força do superavit de 2010, o BB ainda tem saldo disponível para ir abatendo mensalmente o valor de suas contribuições mensais a PREVI, seja dos aposentados ou do pessoal da ativa.

Tanto isso é verdade, que os AUTOPATROCINADOS, ao voltarem a contribuir, em janeiro de 2014, o fazem EM DOBRO, pois arcam com a sua contribuição e com a da Patrocinadora BB.

Os dirigentes e conselheiros da PREVI tem que apresentar seus estudos para a suspensão das contribuições após a 360º. No futuro, poderiam ir devolvendo mês a mês as contribuições efetuadas além da 361º. com ou sem correção ? até que a última devolução chegue na 360º e parem as devoluções.

É sabido que o Plano 1 NÃO DEPENDE MAIS DAS CONTRIBUIÇÕES ALÉM DOS 30 ANOS (360 MESES).

Anônimo disse...

Vamos convir: colocar amador para fazer serviço de gente grande nunca deu resultado positivo.

Anônimo disse...

Prof. Ari, não pode ser o sr. quem escreveu o comentário das 17:42 hs.!!!
O senhor está se contradizendo, me desculpe. O senhor já se manifestou de outra forma anteriormente.
Quanto a "criação espetacular" do diretor, na verdade acho que não é dele. Como a célebre formula 170, o uso da garantia CAPEC, foi sugerida nos blogs, quando se fazia a "campanha" por melhorias no ES, tipo 180/180.
O que o anônimo contestado pelo senhor diz é que ocorre na Previ o mesmo que está ocorrendo na Anabb. Politicagem.
A diretora Cecilia foi diretora de Planejamento na Previ quando foi "adquirido" o complexo (bem complexo) Costa de Sauipe.
Diz ter votado contra e foi voto vencido. Mas fica u8ma pergunta: quem planejou a compra ?
Não se trata de defesa de um ou outro diretor. O que se precisa
é termos representantes alinhados com nossos interesses contrapondo-se ao que tem sido condenado por todos, participantes e assistidos, que contam com o apoio de blogs e associações como a presidida pelo batalhador colega.

Anônimo disse...


Do jeito que querem fazer para renovar o ES para o grupo 7000, vai quebrar a CAPEC. Depois vão dizer que é preciso aumentar a contribuição mensal para cobrir o rombo ou todo mundo vai ficar sem seguro de vida.

Anônimo disse...


Nessas reuniões da Previ só tratam do que interessa ao BB. Por que não falaram em devolver as contribuições além da 360ª? Por que não falaram em acabar com a contribuição para aqueles que já se aposentaram por tempo de contribuição?

Ari Zanella disse...

Colega das 23:06

O caso Sauípe todo mundo sabe que foi imposição política de ACM de ex-grande influência no Planalto. Não defendo ninguém mas antes de jogar pedras na Cecília tem muita gente na fila antes dela. Sua participação na ANABB pode ser até condenável mas quem me diz que não veio de lá a vitória nas eleições? Não é fácil ganhar eleições, meu caro.

Não adianta querer isentar o Marcel. Se esta proposta maluca veio de associados, o responsável pela execução é dele. Aliás, a fórmula 170 já acolheu de associados e ferrou a muitos.

No Conselho Consultivo enfrento discípulos do Marcel. O principal deles é o Valdenor da AFABB-SP. Para ele e os demais do Conselho a PREVI é um mar de rosas. As mesmas dificuldades encontradas no CC são encontradas na reunião de diretoria. Lá Cecília e Décio se irritam com a intransigência da Seguridade.

E o abominável abono? Marcel está se empenhando para acabar com ele? Muito pelo contrário. Já o Carvalho mantém firme na ordem do dia do Deliberativo.

Claro que há grande interesse em se manter porque vem do patrocinador que ganha na PREVI e quer que os "seus" também ganhem. Tiraram de nós o BET mas o VERGONHOSO ABONO QUE ELES RECEBEM, NÃO!!!

Anônimo disse...

Sra. Lazara,

O cara está com as burras cheias de dinheiro dos altos salários e bônus, para que irá precisar de uns caraminguás da Previ. Ou irá também receber pagamentos sem contribuição como estatutário?
Ultimamente esses governantes mentem e ficam de bonzinhos.
Desculpa o contraponto, desta maneira.

Anônimo disse...

Srs.,

às vezes me pergunto se esse Sr. Marcel é gente ou cria do Sr. lula?

Anônimo disse...

Dona Lazara,

Que bom que a Sra. tem dinheiro para ir ao Sauipe.
Tenho que andar 4.000 km para chegar lá e numa peladura extrema terei que ir a pé.
Parabéns pela sua condição financeira.

Anônimo disse...

prof.Ari,
O Sr. disse bem chamando de "criação espetacular" a vinculação da Capec para o ES.Esse seguro sempre teve o mesmo objetivo do seguro de vida que visa amparar nossos familiares após nossa morte e agora querem usar para cobrir excesso de dívida que a Previ poderia ter evitado se não tivesse autorizado.

Fernando disse...

Professor Ari, acho que temos que ter muito cuidado em dar sugestões a PREVI, tendo em vista, depois, amargarmos decisões contrárias aos nossos interesses. Cito dois casos, que foram os 30% da margem consignavel e tambem o diferencial de juros no empréstimos simples, por faixa etária. Dois exemplos de idéias que saíram das redes sociais. Agora, esse aí, do Empréstimo Simples, atrelada ao seguro CAPEC, é um baita pega ratão. Já pagamos um seguro embutido na parcela do empréstimo. Multiplica esses valores para quem está preso do empréstimo simples, há 20 , 30 anos? No mesmo empréstimo terá dois seguros., Incrível. Cuidado

Anônimo disse...

PROF. ARI,
Acho boa a ideia de usar a capec como garantia de renovação do ES. E tomara que saia logo. Nós, aposentados burros e incompetentes da previ, devemos aceitar qualquer coisa antes que os ladrões do governo do PT, com a conivências de alguns diretores eleitos por nós, tirem o direito de receber até o nosso benefício básico. Cuidado com a Cecilia ela pode estar nos traindo!!!!

Anônimo disse...

Colegas e amigos, sejamos agradecidos a Deus, com certeza este Presidente esta procurando um caminho para nos ajudar, Esta sendo impossivel caminhar sem o BET e ainda a volta das contribuições. Que seja concedido sim um novo estudo para o ES com garantia ou não da CAPEC,cada um pega segundo as suas necessidades. E o que temos para hoje. E vamos agradecer a Deus. Agradecer e muito. So espero que com esta garantia todos possam ser favorecidos. Obrigado.

Ernando disse...

Professor ARI, muito importante o painel informativo da PREVI, referente ao primeiro trimestre de 2015, onde , drasticamente, o superavit caiu de R$ 12 bilhões para R$ 9 bilhões, ou seua R$ 3 bilhões num trimestre. Espantoso.

Anônimo disse...

A quem interessar possa : Por que até agora a PREVIC não se posicionou a respeito do polêmico e imoral abono/bônus/ônus de 500mil? Não há nenhum mecanismo para tirar esse órgão, dito fiscalizador, da inércia? Será que os 7 milhões de contribuições anuais da PREVI não são suficientes para coibir e estancar tais sangrias(sem tetos, bônus, RS 26/2008, etc.)? Estamos passivos diante desses descasos, e com essa postura pautada apenas pelas indignações, eis que são infrutíferas no atual cenário, nos tornamos cúmplices, omissos e coniventes, pavimentando, assim, caminhos para mais investidas, porque quem cala, consente. A PREVIC se insere na lista das instituições falidas moralmente porque perderam a legitimidade por conta do aparelhamento político.

Anônimo disse...


A ANABB vai realizar um Seminário para discutir as relações do BB com seus funcionários.
Bem que a Anabb poderia também realizar um seminário para tratar e resolver muitas questões importantes conflitos que existem entre a Previ e seus aposentados e pensionistas.

Afinal, os da ativa de hoje estarão aposentados no futuro. E não é só com o pessoal da ativa que a Anabb arrecada seus milhões mensalmente.

A Anabb deveria verificar quantos aposentados e pensionistas lhe pagam mensalidades e refletir sobre a necessidade de mantê-los ou não, no seu quadro de associados.

Anônimo disse...

Colegas,

Com o patrimônio que tem a Previ, com as contribuições acima dos 360 e não pode dar 10% de aumento. Chego à conclusão que estão escondendo um DESFALQUE GIGANTESCO,SE OLHARMOS O MONTANTE DE VALORES ENVOLVIDOS NO BALANÇO.
VALOES ESTRATOSFÉRICOS QUE O BB DETEM EM APLICAÇÕES deve ser o entrave para a concessão de aumento.
Perderia o BB volume expressivo em suas contas com menos aplicações por parte dos velhinhos trambiqueiros.

ESTOU DESCONFIADO QUE OS TRAMBIQUEIROS ESTÃO DO OUTRO NA DO BALCÃO, SMJ?

Anônimo disse...

Caros aposentados,

Como pode o BB estar utilizando superávits anteriores, tais como 2010 se não existe a contrapartida do BET?
O montantes de superávits não foram suspensas ano passado como está sendo utilizado pelo BB.

Porque a parte dos aposentados não foi separada para continuar os pagamentos do BET?

Esse cidadão marcel deve ser condenado a prisão perpétua, por crime contra idosos.

Anônimo disse...

Seu Ari, como ficar tranquila sabendo que podem usar o seguro que deixo para meus filhos para saldar o ES? Que bomba desse b chamado Marcel!
Tá tudo errado.

Anônimo disse...

Salvo melhor entendimento, o aumento da Reserva Matemática implica na diminuição "do saldo" da reserva de contingência e torna mais remota a formação de Reserva Especial. Esse mecanismo fica ao sabor das premissas atuariais conservadoras, no caso da PREVI. Aliás, com o advento das superaposentadorias, bônus, etc., mesmo para um plano de benefício definido, nada obstante, ainda, as baixas por óbitos, a tendência é de prática atuarial mais conservadora para fazer frente a esse contingente de privilegiados.

Anônimo disse...

Durante a reunião de Goiânia o Diretor Décio fez questão de dizer que é contra o pedido de aumento de 10%, p os aposentados e pensionistas, feito p Macilene e apoiado p AAPBB e outras. Disse q um aumento desses, representa uma despesa de 1 bi anual, e q no momento a PREVI está sem renda específica p isto. E aí, depois falando sobre a composição da Diretoria atual, falaram q o Décio é do Previ Futuro, então, ele não deveria estar é cuidando mais da sua turma e deixando que Diretores do PB1 nos atendessem???

Anônimo disse...

Professor,
A utilização da Capec para o ES seria para empréstimos futuros ou para os já existentes?

Paulo Beno disse...

Pagamos hoje a Guia Judicial do processo "cesta-alimentação", que perdemos para a PREVI.
Somos em três RÉUS x R$ 40.553,00, tendo recolhido R$ 121.659,00 à "credora" PREVI.

Com certeza é mixaria para um Plano 1, que diz possuir R$ 165 bilhões em patrimônio, mas para cada um de nós representou a venda de imóveis (terrenos herdados) e para mim a venda do carro, ficando com dívidas a pagar no Empr.Simples, por 96 meses.

Parabéns aos administradores petistas do maior fundo de pensão da América Latina !
Vem aí seus bônus de R$ 500 mil anual e aposentadorias milionárias, acima do teto, além de jetons nas empresas participadas e pagamentos de consultorias, tafic e mordomias...

Que nosso suado dinheirinho ajude a cobrir suas despesas, cada vez mais crescentes.

Paulo Beno- Carazinho (RS)

Ari Zanella disse...

Concordo que o diretor Decio não deveria dar a palavra final sobre os dez por cento. Este assunto deveria ser decidido nas reuniões colegiadas. Quanto ao uso de Capec no ES, lógico somente para novos contratos.

Anônimo disse...

Emèrito mestre,
Acho que infelismente os Diretores da chapa 3 estao nos traindo.Comecam a puxar sardinha para o BB.È sempre assim.Depois de eleitos näo se preocupam com mais nada..Essa do Décio, já comeca a cair a máscara.Estamos ferrados.

Goulart disse...

Porque precisa existir a garantia do Peculio, tendo a existência do FQM? Qual é o motivo? O FQM esta deficitário? Por favor, colega Ari e/ou Gilvan, nos explique. Agradeço, colega aposentado de Cambé, Goulart. Tudo de bom...obs- somente para exemplificar, possuo todos os pecúlios, totalizando 160.000,00, e não sei quanto ficaria o valor do FQM, poderia explicar, por favor? Obrigado.

Rubens disse...

Caro Ari Zanella, esta se comentando que a Diretora Cecilia, mencionou a intenção de passar o controle da Gestão do Fundo de Pensão (PREVI), para o BB, isso ocorre? Devemos aguardar as explicações da Cecilia? O assunto esta fervendo no Facebook, nos Grupos Indignados BB, Previ Sem Censura, etc. Obrigado se for possivel opinar. Colega do norte do Parana, Rubens.

Anônimo disse...



MESTRE ARI, QUE FAÇO ? MINHA CATARATA VOLTOU !!!""

Mestre, talvez não seja problema de vista, mas questão de entendi-
mento. Minha dúvida é se o que li acima está correto. Eu li que a
ANABB vai investigar o que há de errado no relacionamento entre os
associados e a direção do Banco do Brasil. Diante da notícia, fi -
quei matutando por qual motivo este interesse súbito, se ela até
um minuto atrás, com a força de cem mil associados, não falou um
"a" em nosso favor, nem quando suspenderam o BET ou quanto a volta
contribuições. Fiquei sem entender nada, mas isto não tem importância
pois minha inteligência é do tamanho da honestidade dos nossos go -
vernantes. Para resumir, perguntei ao vigia do prédio onde moro, que
dizem ter poderes mediúnicos e ele me falou, depois de pensar um
pouco : olha se vai haver eleições !!!! Um abraço, ?DivanySilveira.

Anônimo disse...

PROFESSSOR

FICARIA SATISFEITÍSSIMO SE E A PREVI LIQUIDASSE O MEU ES COM O QUE TENHO NA CAPEC E ME AUTORIZASSE FAZER UM NOVO EMPRESTIMO DE MESMO VALOR!!!!

UM ABRAÇO

Anônimo disse...

Prof. Ari. e quem não tem CAPEC como ficam?Será que alguém já pensou nisso? ou vamos ter mais uma porção de gente que vai ficar de fora.Sabe como vai ser feito esse balaio de gato? Se souber por favor nos responda. agradeço antecipadamente.

Ari Zanella disse...

Alô amigo Rubens de Cambé-PR

O FQM vai continuar a existir. Acredito que apenas para aqueles que não têm margem consignável (+ ou - 7.000) é que será exigida uma "garantia real" que nesse caso seria a CAPEC.
Precisamos aguardar as diretrizes pois ainda não saiu nada.

Quanto ao suposto comentário nas redes de que a Cecília quer entregar a administração da PREVI ao BB, nada sei te informar. Espero que brevemente a própria diretora Cecília comunique algo a respeito no seu blog.

Um forte abraço, meu caro amigo.

Anônimo disse...

Ref. comentário Rubens (17:48),

Se for verdadeira a notícia é porque está sendo prometido uma diretoria ou a presidência do BB a ela.

Velhinha pensionista disse...

Sera que dessa vez vão lembrar dos Velhinhos de 87 a 90 anos melhorias ES ???? Porque afinal ainda estamos Vivos e contribuimos com Previ ... tomara que dessa vez o Presidente da Previ olhe para os Velhinhos com bons olhos ...

Anônimo disse...

PROFESSOR ARI, SE RESPONDER MINHA PERGUNTA VAI ACABAR COM A ANGUSTIA E ANSIEDADE DE MUITOS ANTES QUE HAJAM INFARTADOS.

PERGUNTA>>>> TENHO 65 ANOS NA ULTIMA RENOVAÇÃO SO PUDE PEGAR QWUASE 2.000N MAS TINHA MUITO MAIS PARA PEGAR. NÃO TINHA MARGEM,

RESPONDA. TODOS NOS PODEREMOS PEGAR COM A GARANTIA DA CAPEC ???

RESPONDAPOR FAVOR ::ANONIMO 19:22

Anônimo disse...

Eu tenho muito mais na Capec do que devo a PREVI, liquidem o meu, e so quero de ES 10.000... BBe PREVI Bom para todos

Anônimo disse...

Aposentados,

Espero que daqui alguns meses a coisa não chegue ao :
MATAR OU MORRER!

Ari Zanella disse...

Meu Caro...

Baseado na informação do Macilene no texto da postagem penso que este seja exatamente o seu caso. Como você não tinha margem para pegar mais, esta nova "margem" será a garantia do seguro Capec.
Como dizia o nosso amigo Juarez Barbosa: Salvo Melhor Juízo.

Anônimo disse...

CHEGARÁ O DIA EM QUE ELES TAMBÉM FICARÃO VELHOS, porém com uma diferença: estarão perturbados pelo que fizeram com o dinheiro dos velhinhos em épocas passadas.

Anônimo disse...

Não vejo nenhuma vantagem em renovar o ES nas condições de atrelar o pecúlio.O saldo devedor meu já está praticamente no valor total do pecúlio. Se renovar, minha família vai passar necessidades em caso de minha morte.Esse Marcel nunca mais ganha eleições para a Seguridade, muito embora já esteja fazendo média com o pessoal do PREVI FUTURO.Tomara que esse FDP morra de enfarte e vá direto para o inferno.Não deve nem respeitar seus familiares de idade avançada.
Lourival

Anônimo disse...

E esse Décio hein? Cuspiu no prato que comeu.Dando palpite errado nos integrantes do PB l. Devia era cuidar do Previ Futuro.Tomara que ele leia esse comentário, puxa-saco do patrocinador.
Carlos

Anônimo disse...

È o que sabe e o que diz o gentil presidente. Na Previ as decisões são colegiadas. Não é só um diretor a criar e executar medidas. É o colegiado.
Pode até haver jogo de cena, um ou outro dizer ser contra ou não participar. Na reunião de Goiania, o que ocorreu foi comentado aqui e no blog do Dr. Medeiros. Acharam estranho a posição de diretor incisivamente contrário aos 10% e ao apoio efusivo de conselheiro fiscal a Costa do Sauipe.
Estaria tudo dominado ?
Haveria como se defender o sistema? Com os mesmos protagonistas de sempre, senão à frente mas mesmo nos bastidores?
Quando se discutiu a "temida " (?) Retirada de Patrocinio, por parte do Banco, comentou-se sobre a necessidade de "patrocinador substituto" ( digo substituto e não padastro, porque este já temos).
Seria necessário um gestor. A Previ teria que criar ou contratar quem a gerisse.
Há hoje circulando nos ares um balão de ensaio?
Quanto a abraços e sorrisos, não são suficientes.
PB1 e Previ Futuro siameses que precisam ser separados.

Anônimo disse...

Concordo com o anônimo das 21:55
PB l e Previ Futuro separados indistintamente.Nomear Diretor para o PB l e outro para o PREVI Futuro.Já que o Décio é do segundo porque meter o bico no PB l? Ele não precisa mais de nós.Está ganhando muito bem.Nossa situação é periclitante.Perdemos o BET, volta das contribuições e aperto financeiro.No meu caso já estou com o nome sujo devendo a Deus e todo mundo e já está faltando comida na minha mesa.Estou com 75 anos e parece que vou ter quer arrumar outros meios para sobreviver.Esse Décio não sabe o que nós do pB l estamos passando?O maior Fundo de Pensão da América Latina, com bilhões,deixando a míngua seus assistidos.E agora querendo renovar empréstimo para 7.000 tomadores com garantia da CAPEC.É o fim do mundo.Se fizermos isso em vida dá para remediar os gastos financeiros com muita economia, mas a família vai passar miséria e aflição quando morrer o Aposentado.
Ainda bem que vai haver CPI nos Fundos de Pensão para por a limpo a gestão temerária desses Diretores abutres.

Anônimo disse...

Está sendo realmente estudado via consultoria, mudança na gestão da Previ? Querem mudanças na diretoria de Planejamento, transferindo atribuições desta para as diretorias de Participações e de Investimentos ? Como são indicadas pelo Banco, não seria deste a gestão quase plena da Previ ?
Cabe uma discussão e aprofundar busca de informações.
Isto muito nos interessa, senão vamos ficar como os últimos a saber, traídos como...

Anônimo disse...

18/05/15 23:29

Na prática a gestão já é toda controlada pelo patrocinador. Chega de nos iludirmos a respeito disso.
Quanto a mim eles dificilmente conseguirão que eu vincule a CAPEC à divida do ES.
O FQM que efetue a liquidação.
Quero ao menos deixar algum para minha família.

Anônimo disse...


Realmente, na Previ as decisões tomadas pela diretoria são colegiadas. Mas o colegiado sempre decide a favor do patrocinador. Tá mais do que na hora de criarmos uma diretoria para o PB1 e outra para o Previ Futuro. São planos bem distintos, comandados pela mesma equipe. É o mesmo que a câmera de deputados de SP ser composta pelos mesmos indivíduos da câmera de deputados do RJ, simultaneamente. Há muito tempo têm-se dito que os dois Planos tem quer ter diretorias distintas. Precisamos pressionar muito, mas muito mesmo, para que isso seja feito através da mudança estatutária. Nem que para isso tenhamos que acampar na frente do mourisco durante seis meses, assim como os da Varig fizeram para serem atendidos.

Anônimo disse...

O ES CAPEC é uma boa solução para os que não teem margem e estão endividados, resolvem a situação insolúvel em que se encontram e acredito que em caso de morte só o valor desse novo empréstimo é que será deduzido do valor do seguro CAPEC a ser pago a familia do aposentado.

Anônimo disse...

Ari sabe informar se esse ES com garantia real do seguro Capec poderá ser tomado por que valor?

Anônimo disse...

No caso de o beneficiário da Previ possuir os dois seguros dele e da esposa, poderá se usar como garantia só um?

Anônimo disse...

Prof Ari, pode me explicar como fica o valor da parcela do ES com garantia da CAPEC, vai ser somado à parcela do já existente até que valor?
Quanto vou poder usar do valor total do meu seguro CAPEC

Anônimo disse...

Ari, porque a Previ precisa de uma nova garantia para o ES se já tem o FQM ?

Anônimo disse...

Espero que a Previ libere logo esse novo ES CAPEC, porque se vai favorecer os mais necessitados que não conseguiram renovar na última alteração e com certeza acabaram contraindo empréstimos à taxas mais altas que a da Previ.

Anônimo disse...

A gestão está centralizada em Brasília, de resto, somente fantoches.

Anônimo disse...

Teacher,

What do you think about Big Wolf?

He is a good man?

Thank you

Paul Fish

César-RS disse...

Prof. Ari,

Concordo com os anônimos 21:55 e 22:21- 18.05.

Está na hora de separarmos os Planos PB1 e Futuro.
São planos distintos e com objetivos completamente diferentes um do outro.
O nosso PB1, já está fechado e com um Patrimônio respeitável. O outro é recém formado e com um patrimônio mínimo comparado ao nosso.
Por que uma Diretoria única, se os objetivos são distintos? E é bem possível, que logo ali adiante surja alguma ideia mirabolante (de olho no Patrimônio do nosso PB1), de alguns interessados quererem unificar os 2 Planos, alegando sei lá o que.
Sei que para isso talvez seja preciso alterar o Regulamento ou o Estatuto da Previ, mas precisamos nos movimentar para isso.
Isso, sem falar na possibilidade de pedirmos a RETIRADA DE PATROCÍNIO, desvinculando-nos de uma vez da intromissão do BB/Governo nas decisões que só interessam a nós mesmos/PB1, os verdadeiros donos de nosso Patrimônio.
É o que penso.
César-RS

Anônimo disse...

19/05/2015 (Fonte: Contraf-CUT) - A Diretora de Administração da Previ, Cecília Garcez, quer mudar modelo de gestão da Previ, acabar com duas diretorias, terceirizar a gestão dos investimentos e transferir várias atribuições de diretores eleitos para os diretores indicados pelo BB. Na prática, reduz o poder dos associados para aumentar o do banco. Destrói o modelo de gestão compartilhada conquistado em 1997, que deu maior segurança e autonomia às decisões da Previ e maior equilíbrio de poder entre banco e associados.

A proposta consta no relatório da empresa de consultoria Accenture, contratada pela diretora Cecília no final de 2014, ao custo de R$ 1 milhão, com a justificativa de mapear a otimizar processos.

Gestão estratégica nas mãos do banco

O aspecto mais grave da proposta defendida pela diretora é a transferência das atribuições da atual Diretoria de Planejamento, eleita pelos associados, para a Presidência, indicada pelo BB. São atribuições fundamentais para o futuro da Previ, como a elaboração da política de investimentos, gestão de risco, gestão integrada dos ativos e passivos (ALM), dentre outras. Todas as atribuições da Diretoria de Participações seriam incorporadas à Diretoria de Investimentos, ambas nomeadas pelo banco.

A parte operacional ficaria com os eleitos pelos associados e a gestão estratégica e dos investimentos seria toda entregue para o banco.

Quem faz a denúncia é o Diretor de Seguridade Marcel Barros, eleito pelos associados. "A diretora defende a proposta da consultoria, com o apoio de outro diretor eleito. Sou totalmente contra. Se isto for implantado, toda a gestão da Previ será colocada em risco, aumenta o poder do banco e diminui o dos associados", alerta Marcel.

E ai Ari, é verdade?

Anônimo disse...

A 18 05 2015 10.42,

Japonês não tem Deus!
Leia a história toda.

Anônimo disse...

Nossa mae! Tem piedade meu Deus! ISSO E TRAICAO !

Anônimo disse...

Meu Deus! será que o Marcel tá certo? a Cecília tá fazendo isso com nosso plano? acreditar em quem agora?é o fim!

Anônimo disse...

Cecília x Marcel e Cia fez o que o judas fez com Jesus. Mas Deus, o nosso Pai, não vai deixar que essas pragas acabem conosco. Vamos entrar colegas, numa corrente de orações. Elevemos os nossos pensamentos ao Pai. Não vamos ficar tão preocupados eh isso que o inimigo lúcifer deseja. Acho que o capeta nem quer essa gente.

Anônimo disse...

Caro anônimo 22/05/15 22:05

Permita-me discordar. Penso que o capeta adoraria ter todos eles bem sentadinhos em seu colo. E meu desejo é que seja o mais breve possível.