BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sexta-feira, 27 de março de 2015

O QUE É UM FUNDO DE PENSÃO

     Na segunda-feira estarei no Rio, na sede da PREVI para realizar um curso chamado TEPCO - Introdução à Previdência Complementar. Minha expectativa é aprender de fato o que seja um fundo de pensão. Espero ter uma visão mais acurada da fisiologia de um fundo, para, talvez, controlar melhor meus botões na hora do disparo de críticas. Ou, em contrapartida, averiguar se, na prática, nosso fundo de pensão segue mesmo a cartilha. Iremos retificar ou ratificar o que diz a Isa Musa de Noronha acerca da nota da PREVI no caso do malfadado abono de três mil.

"Em sua nota a PREVI deseja intimidar aposentados e pensionistas a cobrar o que lhes parece de direito.

Quem a redigiu ou assinou a nota da PREVI deveria preocupar-se em gerir a PREVI cuidando para que o ato jurídico perfeito e o direito adquirido por participantes e assistidos no ato da adesão ao Plano de Benefícios sejam sempre respeitados.

Quem redigiu ou assinou a nota da PREVI deveria dedicar-se a cumprir as determinações do órgão fiscalizador e normativo, a PREVIC, que determinou a implantação do Teto de Benefícios, de modo a cessar a sangria das altas aposentadorias dos executivos do BB que empilharam em seus vencimentos verbas que os demais funcionários do Banco não podem computar para cálculo de suas parcas aposentadorias.

Quem redigiu ou assinou a nota da PREVI deveria dar fim ao pagamento de “bônus” a diretores; benesses sem precedentes na história da PREVI, eis que um fundo de pensão sem fins lucrativos não tem sustentação legal ou ética para remunerar dirigentes por alcance de metas ou lucros. Acionistas de Bancos votam aprovando pagamento de remuneração variável ou bônus a seus dirigentes por reconhecer que o trabalho desses gerou lucro. A PREVI quando tem bons resultados, não é lucro, mas superávit.

Quem redigiu ou assinou a nota da PREVI deveria nos responder quem mantém o PGA para arcar com o custeio dos Planos 1 e 2?  O PGA não é reserva previdencial para pagar aposentadorias e pensões e nem reserva matemática, sem dono, para bancar bônus, remuneração variável e/ou outras benesses.

Assim, ledo engano de quem redigiu ou assinou a nota da PREVI. Não estamos dispostos a aceitar de maneira subserviente suas veladas ameaças ou intimidações. Historicamente temos dentre nossos companheiros, pessoas de ilibada reputação, competência,  conhecedores dos problemas referentes a PREVI e conhecimento jurídico suficiente para saber das responsabilidades relativas a procedimentos judiciais.

Como idosos muito contribuímos, não somente pelo engrandecimento da empresa Banco do Brasil, como até hoje continuamos com nosso conhecimento, experiência e espírito de luta a participar ativamente da sociedade em que vivemos. E estamos  preparados e motivados para a defesa de nossos direitos sem nenhum temor de erros involuntários ou derrotas jurídicas, pois a "justiça"nem sempre é Justa. Mas, "Si causa nostra iusta est, pro nobis Deo"!

     Repetindo as duas linhas finais: Nem sempre a "justiça" é justa. Mas se a nossa causa é justa, Deus é por nós! A travessia é longa, já estamos cansados, idosos mas jamais desitiremos de combater irregularidades e buscar, a qualquer custo, todos os nossos direitos!
            A JUSTIÇA É CEGA MAS A INJUSTIÇA   PODEMOS VER

13 comentários:

João Lopes Rodrigues disse...

Prezado Ari!
Particularmente, acho que a situação dos aposentados e pensionistas da Previ chegou a um patamar in-sus-ten-tá-vel. Creio que a mágoa maior é o fato de a Previ ser gerida como se pertencesse aos seus dirigentes ou ao governo. Sendo quase "um favor" que ela faz nos pagar nossas aposentadorias. Nós, os verdadeiros donos, não temos nenhuma voz ativa perante a mesma. Simplesmente "acatamos" suas decisões, quaisquer que sejam. Não votamos. Não opinamos. Não somos consultados. Que tipo de "donos" somos nós, que não podemos participar das decisões? Enquanto perdurá essa situação (sem a participação "ativa" dos associados), nenhuma melhoria teremos, não importa que mude a presidência.

Anônimo disse...

Lamentavelmente,existe uma articulação de interesses com objetivo de desmontar os fundos de pensão(já estão fazendo isso).O Brasil perdeu o rumo e nós,previanos,estamos com os dias contados.Infelizmente a Venezuela é aqui.
Zilmar José Leite
Maringá-PR

Anônimo disse...

Sem querer tripudiar

No site da Veja tem uma notícia dizendo que o Zé Dirceu teve um princípio de AVC por conta da Lava Jato.

Marcelino Maus disse...

A"Anônimo disse...
A estória do abono é só mais uma pra nossa conta que já vem de longa data, pelo menos no meu caso.
1* Equiparação BACEN - anotada na carteira de trabalho e nada no bolso.
2* Seguro SEGASP aposentado por invalidez, não recebi.
3* Abono - não recebi a época nem vou receber agora.
27/03/15 10:54"

Colega, me interessei pelas situações acima.
Favor me contactar pelo Face... Nota pessoal.

Aguardo notícias.



Anônimo disse...

Parece que alguma coisa está mudando na Previ. Mal acabou a reunião com os representantes dos associados, já tem uma matéria no site da Previ esclarecendo o que foi discutido.

Francisco

Anônimo disse...


DO JEITO QUE A COISA TÁ INDO, ESTÁ CLARO QUE A PREVI PERTENCE AO GOVERNO E AO PATROCINADOR. ACORDEM E NÃO SONHEM COM MELHORIAS! O objetivo do Fundo é sustentar os projetos do governo e daqui a alguns anos vão indenizar os velhinhos que restarem, para depois extinguir o Plano 1 e passar TUDO, TUDO, TUDO para os cofres da pátria.

Quem achar que será diferente, lavante a mão direita!

Anônimo disse...

Ô Marcelino mude seu sobrenome para Bons. Por favor! A não ser que num outro idioma maus tenha outro significado.

É sobrenome mesmo?

Marcelino Maus disse...

"É sobrenome mesmo?
27/03/15 19:13"

É Sobrenome:
Alemão Inglês Português
MAUS MOUSE Camundongo(rato)

Nos Países do norte europeu, famílias de origem judaicas e outras etnias perseguidas, abandonaram o nome original e passaram a utilizar nomes de elementos naturais/animais.
É comum que imigrantes da Itália carreguem o nome das cidades, pq os nomes originais foram "abandonados".
OS Maus devem ter origem judaica, mesmo na Alemanha(ESSEN) - imigraram em 1880 à SC.
Meu Pai Siegfried, simpatizava com o Feurer (acho que não sabia da origem oposta).

Fato é que a humanidade tem 6.000 anos da história conhecida e marcada por perseguições.

Taí o BB e a PREVI confirmando.

Abs.

Anônimo disse...

Conheci um Maus em Pato Branco, na época muito boa gente. Até poderia ser Emaús (da Bíblia).

Anônimo disse...

Professor!

"Espero ter uma visão mais acurada da fisiologia de um fundo, para, talvez, controlar melhor meus botões na hora do disparo de críticas."

Fiquei preocupado com esta frase.

Anônimo disse...

Boa viagem, estimado professor. Com certeza os estudos serão profícuos, resultando em visão mais acurada da nossa situação de assistidos e pensionistas.

Anônimo disse...

E ninguém toma uma providência judicial contra essa aberração dilapidatória?

Anônimo disse...

Reunião na Previ. O mesmo de sempre. Retorica e blá-blá-blá.
Com razão está o primeiro comentário das 16.21 hs.
Enquanto permanecer o atual sistema, vai ser o de sempre.
Essa reunião está mais para novembrada com plus, só isso.