BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

DIAGNÓSTICOS PRECISOS

   
             MEDEIROS FAZENDO "RECOMENDAÇÕES" AO ARIZINHO

     O Medeiros repreendeu-me, ontem, ao dizer que eu devia excluir adjetivos nas minhas postagens. Não posso, todavia, deixar de usá-los para definir a sua bela Porto Alegre com seu prático aeroporto Salgado Filho, conectado com moderna linha de trens elétricos, com passagem a 1,70 do centro da cidade (Estação Mercado) até Novo Hamburgo, com 50 km de percurso. A passagem mais barata do Brasil. O único senão foi a volta, num avião ATR-72, um turboélice com capacidade para 68 passageiros. Na ida, maravilha. Na volta, fortes ventos em Porto Alegre e muita turbulência no trajeto e para complicar, muita chuva na hora do pouso no aeroporto de Joinville. Graças a Deus, são e salvo.
     No tocante à reunião, nota mil. Parabéns ao Medeiros que soube escolher uma equipe de debatedores altamente profissional, conhecedores a fundo dos meandros da CASSI. Os "experts" convocados pela AFABB-RS, representam diversas entidades da escol nacional:
FAABB - Isa Musa de Noronha
ANABB - Fernando Amaral e Douglas Scortegagna
AAFBB-RJ - Célia Larichia e Loreni Senger.
FENAB E CASSI - Antonio Cladir Tremarin (Conselheiro Deliberativo)
AAPBB - Sérgio Faraco
AFABB-DF - Carlos Flesch (Consultor em saúde)
AFABB-PA - Pontes
ANAPLAB - Ari Zanella
AFABB-RS - Medeiros, Lahorgue (Anabb), Jacir, Maeda e Arnaldo.
     Abaixo, as onze propostas, citadas de modo genérico, sem o aprofundamento de cada item que serão viabilizados oportunamente. É bom saber que não houve filmagens do eventos que, basicamente, foi o ponta-pé inicial para novas e decisivas discussões, destacando-se a de segunda-feira, dia 09, com a presença da maioria das entidades em Brasília.

01 - Orçamento/Contingenciamento. Tema que deve fechar com dados/números concretos e definitivos. Quadro da CASSI é de 2.518 pessoas.

02 - Confidencialidade - Definição do Conselho Deliberativo e Entidades.

03 - Solidariedade - Aporte e gastos por faixa etária e nº de dependentes.

04 - Unidade das Entidades - Coesão entre ativos e aposentados.

05 - Despesas por Doenças do Trabalho.

06 - Sistema de Tributação (Respaldo da Unidas)

07 - Assessoria Jurídica para os eleitos.

08 - Debate modelo de atenção (Saúde integral e saúde preventiva)

09 - Percentuais com piso

10 - Risco de Intervenção.

11 - Comunicação entre CASSI/Associados/Entidades.

     Há uma velada pressão sobre os eleitos. O Banco sempre alega o sigilo. Houve uma consultoria em 2010 que nos reportou números parecidos com os apurados nos exercícios posteriores. Previsões feitas pela Consultoria, haveria déficits em:
2011 -   90 milhões
2012 -   155 milhões
2013 -   250 milhões
2014 -   436 milhões
     As intenções do Banco hoje são de:
Aumentar a nossa contribuição para 4,5% (paridade); cortar verbas do PAC (Programa da Assistência aos Crônicos) e PAF (Programa de Assistência Farmacêutica. Este programa consumiu 100 milhões em 2014.
     A união de todos é essencial para fazer frente às investidas do Banco que só visam a subtrair, não acrescentar. A nossa luta continua. 





FOTO GERAL DOS REUNIDOS. A MEU LADO, O SÉRGIO FARACO CUJO ASSENTO, A MEU LADO ACIMA, HAVIA ESTADO VAGO POR UM TEMPO, DEVIDO A PROBLEMAS DE ATRASO NO SEU VOO.

29 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Ari!
Aproveitando a repercussão de seu blog, gostaria de manifestar minha indignação quanto à postura da ANABB em relação à Ação Previ IR 1/3. Olha só o que eles me responderam acerca do meu questionamento (a associação não tomou as providências devidas desde abril/14):
------------

Prezado Sr,
Em atenção à sua mensagem, informamos que a Associação divulgou a necessidade das autorizações em dez/14, frisando que o prazo limite para o recebimento dos documentos será 2/3/2015. Alertamos que alguns associados estão com os cadastros desatualizados junto à nossa base de dados e, assim, não receberam os e-mails e/ou o jornal ação expedido no qual constava a informação da necessidade da autorização.
Porém, ressaltamos que a matéria está disponível no sítio da Associação desde dez/2014: (Quinta-feira, 18/12/2014 – 16h20m) – conforme link >> http://www.anabb.org.br/mostraPagina.asp?codServico=730&codPagina=48360 <<.
Atenciosamente,
Michely Santos
Analista Pleno
-----------------------
Srs!
Pergunto: por que a ANABB, sabendo de tal necessidade desde aquela data, não tomou as devidas providências a tempo? Entendo que a situação atual da ação (suspensa por 120 dias) é culpa dessa associação, por não ter agido preventivamente. É uma pena que fatos dessa natureza ocorram! Só depõem contra a essa instituição.
Atenciosamente.
-------------------
ANABB/VIREF/AÇÕES-0001/2015
Brasília, 30 de janeiro de 2015.
REINTERAÇÃO
AÇÕES JUDICIAIS - IR PREVI
URGENTE
Referente: Autorização de Representatividade.
Prezado(a) Colega,
Em 2010 a ANABB ajuizou ação judicial coletiva contra a Fazenda Nacional, em favor de seus associados, visando a declaração da ilegalidade da tributação, pelo Imposto de Renda, da parte dos proventos de complementação de aposentadoria, paga pela Previ (1/3), correspondente ao IR já recolhido pelos próprios participantes, quando verteram contribuições para o Fundo de Pensão, no período de 1989 à 1995.
Para tanto, como em todas as outras ações coletivas, a ANABB juntou a relação dos seus associados em juízo e obteve o benefício da tutela antecipada. É por isso que, desde setembro/2012, a Previ tem feito depósito judicial de 1/3 do Imposto de Renda pago pelos participantes alcançados por aquela decisão judicial, através da verba CP-72.
Ocorre que, em maio/2014, o Supremo Tribunal Federal entendeu que, nas ações propostas por Entidades associativas, apenas os associados que tenham dado autorização expressa para sua propositura poderão executar o título judicial, no caso de êxito na ação coletiva. Aquela Corte se posicionou no sentido de que, para qualquer ação coletiva, de todas as associações, não basta uma permissão estatutária genérica.
Em novembro/2014, ao analisar a ação da ANABB, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região aplicou o entendimento do STF e deu um prazo de 120 dias para que a ANABB junte a autorização de representatividade de todos que desejam ser beneficiados com a ação. Enquanto isto, o processo está suspenso por ordem judicial.
Tendo em vista a urgência do assunto,......
Ressaltamos que se não for apresentada esta autorização no prazo determinado pela Justiça, o (a) colega, infelizmente, será automaticamente excluído(a) da ação coletiva ajuizada em seu favor por esta Associação.
........................
Sérgio Riede - Presidente
Tereza Godoy - Vice-Presidente de Relações Funcionais

Anônimo disse...


Ari

Essas intenções do Banco não vão resolver nada. Tirando direitos dos associados sòmente. Não coloca um centavo e passa a conta integralmente para nós.
BOM PRA TODOS!

Anônimo disse...

Vamos fazer valer nosso direito, sem mexer em nossa minguada aposentadoria. Quem lembra de 2007? Foi essa mesma conversa! Não aos 4,5% do nosso bolso! Lembrem-se que T U D O que o BB diz que é bom pra nós é mentira, vote sempre contra!

Anônimo disse...

' SABENDO USAR , NÃO VAI FALTAR '"

Mestre e colegas, nem sei se deveria falar deste assunto de medica-
mentos, mas como o problema não é só meu, resolvi não ficar omisso
e expor meu ponto de vista quanto à distribuição dos remédios pela
distribuidora ora contratada . Primeiramente, devo dizer que concordo
que o comerciante deve ser dinâmico para incrementar suas vendas e o
consumidor deverá olhar as vantagens da oferta, aceitando o que lhe
parece vantajoso. Tem um porém no nosso caso, pois aqui tem um 3º per-
sonagem que é a CASSI, que passa por problemas financeiros, cujas ra-
zões desconheço e não entendo, pois não conheço ninguém que não paga.
Vou ao assunto que me trouxe : de uns tempos para cá noto que a dis -
tribuidora vem usando de uma política ousada quando nos visita para
oferecer remédios ao indagar do associado : o que vc precisa; quantas
caixas vc quer que mandemos; mas só isto ? Não é pouco ? Não bastasse
isto as visitas são frequentes . Alguém pode achar que caduquei,mas
penso que na crise não pode ter "festa"; a fornecedora tem de mandar
para o consumo previsto na receita, que não deve passar de um mês,mes-
mo que seja de uso permanente.Acho que a CASSI está "boiando" neste
caso.Há associado dando remedios p/ 3ºs .DivanySilveira-Sete Lagoas -

Anônimo disse...

Como questiona o colega acima é evidente que a Anabb não conduziu devidamente a ação IR 1/3 Previ prejudicando a todos os participantes mesmo tendo interesse próprio porque haverá cobrança de honorários.Mesmo sem nenhum custo para o associado as associações precisam conduzir as ações que oferecem com todo empenho e agilidade no que depende delas caso contrário em vez de ajudar acabam prejudicando.Consta que uma outra associação que ingressou com essa mesma ação em 2012 já está creditando os valores e a Anabb que ingressou em 2010 ainda está enrolada.Fica a dica para as associações que promovem ações judiciais.

Antonia disse...

Prof. Ari,
Será que a ANABB não está usando o mesmo subterfúgio de uma determinada Associação usou com a Ação das Pensionistas????? Demorando o máximo com essa Ação para manter os associados por mais tempo????

Adaí Rosembak disse...

Caro Ari Zanella,
Vamos dar um espaço ao humor.
Você com esse óculos escuro está parecendo um galã da Globo.
E o Medeiros com os braços levantados parece que está admirado ao ver figura tão atraente e simpática.
E as demais fotos também ficaram muito boas.
Pena que o evento não tenha sido filmado.
Parabéns a todos.
Esperamos novas notícias e detalhes sobre o encontro.
Um abração
Adaí Rosembak

Marcelo 1965 disse...

Com relação ao problema de Caixa da Cassi, acho que o Banco do Brasil tem uma parte da responsabilidade pelo déficit. Eu mesmo fiquei 8 anos afastado por DORT/LER usando os serviços da Cassi por conta do Banco que nunca se preocupou com as normas de saúde e segurança. Trabalhei como Caixa de 8 horas, mas muitas vezes não tirava hora de refeição, quase nunca saia no meu horário, pois era obrigado a ajudar a fazer o fechamento, não tinha pausa e não tinha ar condicionado e mobiliário adequado. Assim o Banco foi o responsável por mim e por milhares de colegas que se lesionaram. Cobrem do BB!

Anônimo disse...

Gastamos 2.500,00 aqui com a deficitária Cassi. Quem sabe não acho um plano de saúde melhor e até mais barato.

Anônimo disse...

Talvez caiba a Cassi tomar o caminho da insolvência, outros planos existem. Vamos pesquisar?

Anônimo disse...

Para fins profissionais, não existe associação de ex qualquer coisa. Existem associações de atuais. O resto é beneficio de alguns.

Anônimo disse...

Como sempre, Amaral risadinha achando grossa

Anônimo disse...

Nossa...!! achava que tu fosse idoso sabe? Muito gatinho miau
Bjks

Anônimo disse...

Colegas!
Quando na ativa, participei do Conselho de Usuários da Cassi, e pude conhecer um pouco sua realidade e dinâmica. Conheci também um pouco de outros planos de saúde. Sempre fui um "eterno defensor" da Cassi. Costumava afirmar até que "o melhor cartão de crédito é o cartão da Cassi". Pesquisem outros planos de saúde e vocês verão que a Cassi é superior a todos. Pode até haver planos de saúde mais baratos, mas isso não pode ser demérito para a Cassi. Desde 1987, quando me filiei à Cassi, NUNCA deixei de ser atendido em todas as minhas necessidades. Moral da estória: defenderei a Cassi sempre. E sugiro que todos o façam.

Anônimo disse...

vao fazer como dilma estah fazendo com todos os brasileiros:esvaziam o caixa e nos pagamos a conta.a unica coisa q posso sugerir por experiencia: a CASSI pode voltar a funcionar como era,nas Agencias, com funcionarios do Banco, a reduçao da despesa seria enorme

Anônimo disse...

05/02/15 21:49

Fiz uma pesquisa e o de menor mensalidade na relação custo/benefício foi o Cassi Família a R$ 1.600,00 por pessoa na minha faixa etária e da minha esposa.
Simplesmente impagável.
Se não encontrarmos solução para o problema do Plano de Associados da CASSI serei obrigado a fazer o cartão do SUS.

Alcides Maurício disse...

Sexta-feira, 06/02/2015, às 09:48, por Cristiana Lôbo
Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, deve ser o novo presidente da Petrobras
Aldemir Bendine deve ser o novo presidente da Petrobras. O nome dele foi escolhido pessoalmente pela presidente Dilma Rousseff, que depois da demissão coletiva da diretoria da estatal teve apenas dois dias para fazer a escolha. Ele é o atual presidente do Banco do Brasil e, por falta de nomes, seria inicialmente transferido para o BNDES.

Bendine não entrou nas especulações desses últimos dias pra substituir Graça Foster. Foi uma espécie de "nome secreto" da presidente Dilma. As especulações se davam em torno dos nomes de Henrique Meireles, Luciano Coutinho, Murilo Ferreira e até de um nome do mercado, Paulo Leme. Prevaleceu a escolha pessoal da presidente.

O anúncio do novo presidente deverá ser feito na reunião do Conselho de Administração da Petrobras, marcada para 9h desta sexta-feira. Bendine terá de montar a nova diretoria com nomes de fora e também com nomes dos quadros da estatal, como, por exemplo, da diretoria de exploração do pré-sal.

FACEBOOK
TWITTER
GOOGLE+

Anônimo disse...

Entidade de previdência complementar têm R$ 8 bilhões a receber da União

Por Laura Ignacio | De São Paulo

Cerca de 90 fundos de pensão representados pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) podem usar um precedente judicial, obtido por uma de suas associadas, para incluir como ativo cerca de R$ 8 bilhões nos respectivos balanços. O montante é o que têm a receber da União, por ordem judicial contra a qual não cabe mais recurso, que determinou a correção monetária das Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (OFNDs). Cerca de 70% do valor é devido às entidades: Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobras) e Funcef (Caixa Econômica Federal).

(Valor Econômico)

Anônimo disse...

SETE ABRIL DEVERIA MUDAR A SUA DENOMINAÇÃO PARA PRIMEIRO DE ABRIL.

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,salvamento-da-sete-brasil-e-suspenso-apos-empresa-aparecer-na-lava-jato,1630243



Anônimo disse...

PT agonizando!!!!!!
DEUS e justo!!!!!

Anônimo disse...

Orgulho ! O BB formando grandes nomes, hoje em dia, a despeito de dizerem o contrário.
Vejam e orgulhem-se !
O novo presidente da Petrobras é oriundo, é formado dentro do Banco do Brasil. Foi o presidente do "bom para todos".
Agora vai!!!

Anônimo disse...

Agora vai para o buraco a pobre petobras, como diz o molusco

Marcelino Maus disse...

É UMA PIADA ?

"Orgulho ! O BB formando grandes nomes, hoje em dia, a despeito de dizerem o contrário.
Vejam e orgulhem-se !
O novo presidente da Petrobras é oriundo, é formado dentro do Banco do Brasil. Foi o presidente do "bom para todos".
Agora vai!!!
06/02/15 11:31'

Anônimo disse...

Orgulho uma ova. Só vai pra lá porque é Petista. As ações começaram a cair só com a possibilidade de escolha.

Anônimo disse...

Como é fácil ganhar dinheiro dos trouxas especulando na bolsa de valores, anuncia-se uma figura de credibilidade do sistema financeiro, as ações da Petrobrás disparam, o espertalhão que comprou na baixa vende, em seguida, anuncia-se (como é duro escrever essa palavra, mas, aí vai, "bendine") as ações despencam.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:



Não adianta, essa sra. Presidente gosta de estar em MÁS COMPANHIAS. Ela ADORA VIVER PERIGOSAMENTE! Como é que pode, escolher para Presidente da nossa DESMORALIZADA PETROBRÁS, um DESMORALIZADO MAIOR AINDA, pois foi flagrado com 300.000 NO COLCHÃO! Tem jeito não! Não vai chegar nem a 2016! Ajudai-nos!!!

Anônimo disse...

Foi Dida! Foi Dida! A Petrobrás foi dada a Dida. A Petrobrás está fedida.

As ações despencam...

Anônimo disse...

Lá vai o homem dos 300 mil no colchão para mais uma missão :)))

Anônimo disse...

05/02/15 23:56

Duvido sinceramente que o BB-guloso aceite tal retorno.