BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sábado, 28 de fevereiro de 2015

ARROGÂNCIA E MUITA OUSADIA

     Nosso glorioso Exército verde-amarelo está se borrando nas fardas. Acontece que o todo poderoso Lula, que ninguém consegue amansar, disse nesta semana no Rio, na sede da ABI, que o PT também tem seu exército, comandado por João Pedro Stedile (que estava na plateia), um dos líderes do MST (Movimento dos Sem Terra). Pois bem: Ameaçou os nossos militares, dizendo que ele Lula e seus seguidores parariam este país se não deixarem fazer as arruaças pretendidas. Ora, que roubos que nada! Eles não existem ou se existirem, não podem parar o país. Dilma tem que levantar a cabeça e governar! Quem está mandando no país é o PT e ponto final.
Lula é mais que um simples guerrilheiro. É um revolucionário igual a Che-Guevara ou Fidel Castro! Ele está obrando sobre as nossas cabeças e não poucos o aplaudem de pé. Em contrapartida, o Exército verdadeiro está com medo ou acovardado. Vejam a Manifestação do assim chamado Clube Militar.
Clube Militar chama Lula de 'agitador'
JOSE ROBERTO CASTRO - O ESTADO DE S. PAULO
27 Fevereiro 2015 | 10h 09

Em nota, associação de oficiais da reserva rebate declarações de Lula em ato pela Petrobrás e diz que há apenas 'um exército' no País

São Paulo - O Clube Militar publicou em seu site nota em que critica duramente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por seu discurso durante ato em defesa da Petrobrás, na terça-feira, 24, no Rio. O texto chama Lula de "agitador" e o acusa de incitar a discórdia. "É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na Nação", diz a nota.
A associação, composta por oficiais da reserva, se queixa da fala do ex-presidente, quando disse que os petistas também sabem brigar "sobretudo quando o (João Pedro) Stédile (líder do MST) colocar o exército dele nas ruas". A declaração foi feita durante discurso a militantes que participavam do ato, cujo objetivo era defender a estatal em razão dos desgastes provocados pelas investigações de irregularidades. Stédile era um dos presentes no ato.
A fala gerou resposta dos militares. "Neste País sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas", afirma o texto, repudiando a declaração do ex-presidente.
O texto questiona ainda a real intenção da manifestação de Lula e sugere que o petista teme as investigações em curso na Operação Lava Jato. "O que há mais por trás disso? Atitude prévia e defensiva de quem teme as investigações sobre corrupção em curso?".
Os petistas que protestaram no centro do Rio são criticados por mostrarem "despreparo com as lides democráticas" e acusados de reagirem fisicamente aos que gritavam 'fora, Dilma'. "Reagiram inconformados como se só a eles coubesse o "direito" da crítica aos atos de governo".
Abaixo, a íntegra da nota:
"O Brasil só tem um Exército: o de Caxias!
Ontem, nas ruas centrais do Rio de Janeiro, pudemos assistir o despreparo dos petistas com as lides democráticas. Reagiram inconformados como se só a eles coubesse o "direito" da crítica aos atos de governo. Doeu aos militantes petistas, e os levou à reação física, ouvir os brados alheios de "Fora Dilma".
Entretanto, o pior estava por vir! Ao discursar para suas hostes o ex-presidente Lula, referindo-se a essas manifestações, bradou irresponsáveis ameaças: " ..também sabemos brigar. Sobretudo quando o Stédile colocar o exército dele nas ruas". Esta postura incitadora de discórdia não pode ser de quem se considera estadista, mas sim de um agitador de rua qualquer. É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na Nação. Não cabem arrebatamentos típicos de líder sindical que ataca patrões na busca de objetivos classistas.
O que há mais por trás disso?
Atitude prévia e defensiva de quem teme as investigações sobre corrupção em curso?
Algum recado?
O Clube Militar repudia, veementemente, a infeliz colocação desse senhor, pois neste País sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas."


22 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho melhor não cutucar o cão com vara curta, ninguem tem medo deste exercito vermelho do stedile e em contrapartida não queremos também o exercito de volta. Queremos democracia e os ladrões na cadeia. Roubou vai pra cadeia.

Anônimo disse...

Tem medo sim colega das 00:45. Aqui no Rio a coisa anda preta. Passei por perto no dia do "discurso do petralha e Lula soltava vento pelas narinas, o pouco cabelo que ele tem estava arrepiado de tanto ódio que ele sentia. Foi uma coisa de louco. O resultado foram 4 pessoas mortas, 7 feridos com balas de borracha, 4 presos. Esse acontecimento estapafúrdio aqui no Rio, não foi divulgado. O apresentador Carlos Bouchar(ão sei se é assim que pronuncia) foi que deu uma pequena nota na BAND mas logo cortaram passando uma propaganda por cima. Creio que devemos ter mais cuidado com certos postes e comentários.

Minha roupa está pronta: duas calças, uma por cima da outra para não doer tanto uma bala de borracha na bunda, colete a prova de balas de verdade, mascara, pernas e braços pintados de verde e amarelo.

Entrem no Facebook e cliquem no "O GIGANTE ACORDOU. Vou lutar pelo meu pais sim. Quero ver, sentir o gosto de ver esses calhadas na rua. A hora chegou.

Não posso me identificar.

Anônimo disse...

Vocês querem saber, já tô desejando o Exército de Caxias. O descalabro em que se tornou a administração pública federal deste.Pais já ultrapassou o tolerável.
Cada dia mais vejo que pelas vias normais não resolveremos o problema já que o corrupto é quem escolhe os membros do Supremo que julgarão o mesmo corrupto. Assim não da. E vejo as pessoas de bem assistindo a tudo atônitas. Algo precisa mudar. E logo.

Anônimo disse...

Sujeito asqueroso, nem a doença acaba com ele.
Mas seus dias de gloria se foram lhe resta o ostracismo.

Anônimo disse...

O Almirante Stédile comandará suas embarcações na lama que se transformou o pais para sujar o que ainda resta limpo.

Anônimo disse...

Cadê o Zé Welto?

Anônimo disse...

Já temos democracia. A deles.

Anônimo disse...

Viram a reptgem do "sobrinho"do Lula na revista Veja. Na verdade ele é irmão da ex dele.

Anônimo disse...

Meu Deus!!! Escutei que o Nicolàs Maduro declarou que vai invadir o Brasil se a Dilma for "empichtmada".
E o Lula que cale sua boca, porque senão vai levar o país a uma desgraça sem precedentes. Basta!

Anônimo disse...

Se perderem a próxima eleição, eles não entregam o governo. Coisa de cachorro louco.

Anônimo disse...

Porque não podemos caminhar em paz? Esta ganância, esta mesquinhes, esta pequenez denigre cada vez mais o povo brasileiro. Na verdade, este povo podia ter um desempenho melhor.

Anônimo disse...

Lula, você perdeu uma oportunidade histórica de se tornar um ícone para a nação brasileira. Em contrapartida a História via te lembrar como aquele que perdeu o rumo quando tudo lhe era favorável. Então eu, pobre pagador de impostos, tenho que ficar com a decepção.

Anônimo disse...

ESTAMOS CAMINHANDO, A PASSSOS LARGOS, PARA UMA DITADURA CIVIL, COMO NA VENEZUELA E OUTROS PAÍSES DESTA AMÉRICA LAT(R)INA.
SÓ NAO VÊ, QUEM NÃO QUER. E AS PESSOAS VÃO ACEITAR TUDO NUMA BOA.

Anônimo disse...

SERÁ QUE A MINISTRA DA AGRICULTURA KÁTIA ABREU TEM PATENTE ALTA NO EXÉRCITO DO STÉDILE?

Anônimo disse...

As provocações que Lula esta fazendo com certeza terão resposta, no momento oportuno, do Exército de Caxias. É esperar para ver. Depois ficam reclamando dos tais "anos de chumbo". O povo esquece que hoje nossa presidente foi uma guerrilheira que usou armas para a tomada do poder. E hoje lá está por força do voto democrático -- apesar de errado, mas este é o Estado Democrático de Direito. Tentam camuflar suas safadezas através dos meios legais (exemplo: nomeação dos apadrinhados para os tribunais superiores).

Adaí Rosembak disse...

Amigão Ari Zanella,

O Lula sabe quando ter sua diarreia
verborrágica. É um inconsequente, um alucinado, um irresponsável.
E o pior é que tem um bando de puxa-sacos que o seguem fielmente.
Que tristeza !!!
Pensei que já tivéssemos superado o período de salvadores da pátria como Stalin, Hitler, Mussolini, Peron e tantos outros.
Mas utilizando-me de uma tirada duma líder comunista do passado, repito: "Não Passará !!!"
Ainda bem que sua sucessora só fez m...no primeiro governo. Ela tem cara e atitudes de uma completa alienada.
É mal-educada, autoritária, não recebe ninguém, não respeita ninguém, não diz coisa com coisa. Com isso seremos beneficiados.
O Joaquim Levy vai corrigir o festival de doidices feito no primeiro período dela.
Depois dessa correção ou votamos no Aécio ou no próprio Levy, da mesma forma que votamos no FHC, que implantou o Plano Real depois do governo do doidivanas Itamar Franco. Lógico que Dilma o supera de longe.
Vamos ver qual vai ser o fim dessa novela ou pesadelo.
Adaí Rosembak

João Rossi Neto disse...

Ari e colegas,

CHEFE INTELIGENTE É AQUELE QUE SABE EXTRAIR O POTENCIAL DO SEU LÍDER.

Pelo que se depreende da relação palaciana entre o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e a sua chefa, a Presidente Dilma, não existe sintonia alguma entre ambos. Um navega no “zig” e o outro no “zag”, com discursos desafinados. O Levy divulgou as regras do Ajuste Fiscal e logo em seguida a Dilma o desmentiu no item desoneração da folha de pagamento, deixando explícito que o mesmo não tem plena autonomia. Nesse ambiente de atritos constantes, onde a roupa suja é lavada na mídia, é claro que a desconfiança nos investimentos da população vai a zero e a palavra do Ministro fica valendo menos que um fósforo riscado.

O que o país mais precisa, neste momento, em clima de terra arrasada, é de passar credibilidade, segurança e confiança para os parceiros comerciais e para os investidores nacionais e estrangeiros. Se a Presidente Dilma enxergou potencial no Levy para mitigar a crise geral que assola a nação em face da sua desastrada gestão, então que lhe dê um voto de confiança e o apoie, dando-lhe os necessários puxões-de-orelha entre quatro paredes, evitando-se assim essa infrutífera queda-de-braço e jogo de vaidades!

Anônimo disse...

Duvido que a sargentona vá abdicar de suas prerrogativas e permitir que qualquer ministro fale o que pensa. Só ela é que sabe das coisas (e das tramoias de bastidores também).

Anônimo disse...


VAMOS DESCONTRAIR UM POUCO

O governo Dilma preferiu se afastar dos Estados Unidos e se abraçar à república bolivariana (Venezuela), que vive um caos depois da era chaves/lulalá. Um grande erro. De outro lado, Cuba de Fidel, amicíssimo aliado e cumpanheiro de Dilma, agora tá também abraçada ao Obama, de quem era afastado. Então, entende-se que tá dando tudo errado para a presidentA.

O azar dela, acredito, é por terem alterado o dicionário português com o intuito de enaltecê-la por ser a primeira mulher presidente, cuja eleição foi um fato inédito para o Brasil. Segundo os esotéricos, isso dá azar. Seria de bom alvitre ela voltar a se autodenominar presidentE, para não confrontar com a força do vocabulário brasileiro que proíbe chamar o estudante de estudanta, o inconveniente de inconvinienta, e assim por diante. Assim a sorte dela poderá voltar a ter força e o país voltar a crescer.

Vamos respeitar o dicionário da língua portuguesa e usar chamá-la simplesmente de presidentE, e tudo voltará ao normal na república brasileira.


Anônimo disse...

Ao anônimo de 20:31.

"... e tudo voltará ao normal na república brasileira"
Esse sonho, agora, é inalcançável. O Brasil está desgovernado, e seu destino é incerto. Triste verdade!

Anônimo disse...

Infelizmente nunca mais "na história deste país" as coisas voltarão ao normal.
Poderemos conseguir fazer alguns acertos, correções enfim, mas só depois que aprendermos a votar certo, o que é duvidoso.

Anônimo disse...

Antes de decidir em quem votar, vamos aguardar mais um pouco.
Parece que vai haver "merda no ventilador" que vai atingir muita gente.
Para não correr o risco, tal o apressadinho, de "comer cru e quente". Depois, é só "revisar" e publicar o voto.
Aos corruptos de qualquer partido, diga-se : " NO PASSARÁN " !