BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sábado, 17 de janeiro de 2015

RESERVA FORA DA REALIDADE

A CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL-PREVI, sociedade civil, é uma entidade fechada de previdência privada, sem fins lucrativos, na qual os seus balanços anuais registram “superávits” ou “déficits”, caso os números sejam positivos ou negativos, respectivamente. Em sentido contrário à legislação previdenciária, nas sociedades de capital aberto e demais pessoas jurídicas, os resultados financeiros são denominados de “lucros” ou “prejuízos”.
A LC 109/2001 que disciplina a Previdência Complementar Fechada, no seu artigo 20 determina que se constitua uma Reserva de Contingência de até ... 25% sobre a Reserva Matemática, ou seja, um fator flexível de 0 a 25%, exatamente para que o órgão fiscalizador, no caso a PREVIC, possa ajustá-lo de acordo com o desempenho da EFPC, ponderando cenários econômicos globais adversos e circunstâncias conjunturais incontornáveis no curto prazo, como a crise financeira mundial de 2008. Obviamente, não quer dizer, necessariamente, que a PREVIC teria a obrigação de fixá-lo no teto máximo de 25% como de fato o fez através do artigo 8 da Resolução 26/2008.
Regra geral as leis são enxutas e sintéticas e não se atém à normatização de rotinas operacionais, tarefa que fica a cargo das portarias e resoluções de órgãos responsáveis pela implementação das diretrizes máximas, as chamadas linhas mestras, razão pela qual geralmente não estipulam valores de índices inflacionários, cotação de moedas estrangeiras, taxas de juros e de outros assuntos específicos sujeitos às alterações de humor do mercado e da lei de oferta e demanda. Coerente com essas premissas básicas, a LC 109/2001 não estabeleceu um percentual fixo para a Reserva de Contingência dos Fundos de Pensão.
O resultado financeiro do fundo, quando positivo, é chamado de “Superávit Técnico” e este é reservado prioritariamente para cobertura da Reserva de Contingência e havendo “excesso”, essa sobra constituirá a Reserva Especial destinada à revisão do plano e melhoria dos benefícios.
De forma bem simples, quase tudo na vida da PREVI é meramente “contábil”, notadamente os ativos representados pelo segmento de Rendas Variáveis, como as ações e fundos de ações, as reservas (Matemática, Contingência e Especial) e os superávits ou déficits técnicos. Os valores de imóveis adquiridos, do segmento de Rendas Fixas, também estão sujeitos às oscilações do mercado.
Por determinação legal, artigo 22 da LC 109/2001, as entidades fechadas deverão levantar, ao final de cada exercício, coincidente com o ano civil, suas demonstrações contábeis e as avaliações atuariais de cada plano de benefícios, por pessoa jurídica ou profissional habilitado, devendo os resultados ser encaminhados ao órgão regulador e fiscalizador e divulgados aos participantes e aos assistidos.
Apenas nos desinvestimentos de ativos, vendas concretas, sacramentadas, busca-se o valor contábil corrigido dos bens objeto da alienação e caso o preço de venda destes ultrapasse o contabilizado, a EFPC tem “ganhos” e tal diferença impacta o caixa, sendo apropriada como “receita efetiva”. No entanto, a recíproca é verdadeira, ocorrendo venda abaixo do valor contábil, o Fundo obviamente vai ter “perdas” e a diferença negativa é lançada em “despesas”.
Para fazer face ao pagamento mensal dos benefícios, a PREVI conta com receitas efetivas de dividendos, alugueis, eventual venda de ativos, de contribuições dos associados e do patrocinador, juros do ES e do FIMOB, posto que parte da quitação das prestações mensais desses créditos ensejam o recebimento dos juros e a sua contabilização como “receitas efetivas”. Essas diversas fontes de recebimentos impactam o “Caixa” e são canalizados para solver os compromissos de curto prazo.
Em momento algum da existência das EFPCs a Reserva de Contingência foi utilizada uma vez sequer para cobrir eventuais rombos, sejam de natureza estrutural ou conjuntural. A bem da verdade esta reserva é uma cunha técnica para vetar a destinação integral dos superávits para revisão dos planos de benefícios definidos (Previ 1). Com efeito, o artigo 20 da LC 109/2001 determina a constituição desta RC até o limite de 25%, permitindo que apenas o excesso, ou seja, o que extrapolar essa reserva seja aplicado na revisão do plano.
Por que a Reserva de Contingência não foi utilizada até hoje e nunca será desfiada para cobrir reveses financeiros das EFPCs? Justamente porque havendo eventual “DÉFICIT”, a RC vira pó no ato, bem como extingue também quaisquer “Reservas Especiais” de exercícios anteriores não utilizadas. De outra parte, os números da PREVI, como visto, são essencialmente contábeis e servem para projetar o desempenho do Fundo de Pensão, oferecendo uma visão gerencial para subsidiar os planejamentos estratégicos, ao nível diretivo, do órgão máximo das EFPCs que é o Conselho Deliberativo.
No cenário econômico atual repleto de dificuldades para bater as metas atuariais, caso da PREVI que é de 5% mais o INPC, uma Reserva de Contingência de 25% sobre a Reserva Matemática é uma medida exagerada da PREVIC (vide artigo 8 da Resolução 26/2008), cuja finalidade foi de criar um obstáculo abissal entre os associados e os superávits. Somente na época das vacas gordas, quando o vento da economia mundial soprava a favor das Bolsas de Valores, era possível cumprir os 25% da RC e ter sobras de superávits (Reserva Especial) para revisões no plano de benefícios.
Portanto, estamos alijados ad eternum de conseguir superávits dessa magnitude para respaldar uma RC (25%) tão absurda e fora da realidade em que vivemos, ainda com resquícios da crise mundial de 2008, dos graves e escabrosos escândalos da Petrobras que levaram a BOVESPA a ter um fraco desempenho em 2014, além da administração desastrada da Presidente Dilma, com todos os indicadores econômicos pífios, os quais geraram crise de desconfiança com os investidores estrangeiros, que migram o dinheiro para mercados mais seguros, sobretudo temendo a continuidade da corrupção desenfreada que grassa nos quatro cantos do Brasil.
Por tudo isso, entendo que o Conselho Deliberativo da PREVI deveria propor a PREVIC redução da RC pelo menos para 15%, sem perder de vista que esta reserva é fictícia, de fachada, eis que não tem resultado prático e uso exequível para a finalidade que em tese se destina.

( Written by João Rossi Neto )



51 comentários:

HELENO PINTO NOBRE disse...


INFELIZMENTE NA MINHA MANEIRA DE VER AS COISAS; NÓS APÓS NOS APOSENTARMOS PASSAMOS A NÃO MAIS EXISTIR PARA A PREVI E MAIS AINDA PARA O VELHO E CAQUÉTICO BB.
NÓS SOMOS COMO UMA BRISA QUE VIVEU UMA REALIDADE DIFERENTE .

SONHEI QUANDO ENTREI EM 06.06.1977 ; QUE SERIA ALGO DE BOM NA MINHA VIDA .
NÃO CONSIGO ESQUECER O DOUTOR HAAL . EX-COLEGA ( JÁ FALECIDO ) QUANDO EU FAZENDO OS MEUS EXAMES PARA ADENTRAR AO '"GRANDE" BANCO DO BRASIL ME DISSE A FRASE TUMULAR QUE JAMIS ESQUECEREI ATÉ MORRER :
" O BANDO DO BRASIL JÁ NÃO É MAIS O QUE ERA NO PASSADO"

O HOMEM ÉRA UM VISIONÁRIO ; ISTO QUE ELE TRABALHOU NOS BONS TEMPOS.
AHI ESTA A REALIDADE QUE ESTAMOS ENFRENTANDO .
TUDO JÁ MORREU E NÓS AQUI PELEANDO PARA SOBREVIVER DEPOIS DE TER TRABALHADO QUASE 27 ANOS ATÉ 31/03/2004 .

TUDO É CONSEQUÊNCIA DOS BANDIDOS CANALHAS QUE DES=ADMINISTRAM ESTE BANANÃO .
QUEM SOBREVIVER VERÁ QUE VAI PIORAR COMO SEMPRE .
NÃO TEMOS NENHUMA PERSPECTIVA DE QUE POSSA MELHORAR EM NOSSO PROVEITO JAMAIS .
NEM EM 500 ANOS COMO NESTE PAIS ATIRADO NO LIXO .!

MEUS SENTIMENTOS A TODOS .

EU TENHO VERGONHA DE TER NASCIDO AQUI NESTE BANANÃO .
E VOU MORRER RECLAMANDO E INJURIADO .!! CAMBADA DE CANALHAS. PAIS IMUNDO .

VOTO SIM AA REDUCAO disse...

Sou totalmente favorável à redução da Reserva de Contingência até para menos dos 15 por cento sugeridos pelo Rossi.
Além dos argumentos relacionados na matéria, já matutei em possíveis vantagens e desvantagens individuais para os assistidos.
No início de sua aposentadoria, o participante detém o pico de sua reserva matemática e de reserva de contingencia. Hipoteticamente vamos considerar sua reserva matematica de RS 2 milhoes e sua RC de 500 mil. Ao longo de sua aposentadoria, vai se reduzindo o valor de suas reservas, virando pó ao final de sua vida. Ou seja, os RS 500 mil são um valor contábil que não se traduzirá em benefício algum.
Inversamente, para o plano como um todo, observa-se o crescimento total da reserva matemática e de contingência. O que, no nosso caso de plano maduro, atingirá um pico e também se verificará um movimento de redução dos valores mencionados.
Ou seja, em minha humilde opinião, reserva de contingência em montantes elevados como atualmente não se traduzem na melhor forma de utilização para os participantes.
Assim, é preferível a sua utilização imediata, traduzindo em vantagens nos benefícios principalmente na atual fase de aposentadorias defasadas. CASO, caso tenhamos situações que necessitem de aportes futuros, o que bem lembrado pelo Rossi nunca foi necessário, recorremos a possíveis acréscimos na contribuição ou ajustes nos benefícios.
No meu entender, da forma atual nao traz vantagem alguma para o aposentado que ao longo de sua vida ve a sua reserva de contingência virar pó.
Luiz

Anônimo disse...

Prezados colegas,
Hoje, 17.1,ainda não há lançamentos futuros em minha c.c. dos proventos e dos cdcs do BB.
Alguém já acessou sua conta e encontraram os lançamentos futuros ?
A pergunta é porque abri uma segunda conta no BB, em outra agência, e, em nenhuma das duas há os lanctos futuros.
grato

Anônimo disse...

Bom dia caro Sr. Ari.
Gostaria de lhe dar os parabéns por tão bem conduzir esse espaço tão democrático. Com toda sinceridade esse é o melhor blog que existe. Estive olhando outro e não me convenceu, o dono é arrogante, sem as minimas condições de manter um diálogo. Não existe vez para os anônimos que iguais a mim não podem aparecer por está na ativa. Todos no BB de São Paulo já conhecem esse espaço. Admiro a sua inteligencia, e perspicaz. E como não citar a sua paciência. É de pessoas assim que precisamos para bem nos conduzir nesse caminho espinhoso chamado Previ, BB, Cassi, e Anabb.

TARCISIO AUGUSTO BULHÕES MARTINS disse...

SIMPLESMENTE BRILHANTE, COMO SEMPRE, A COMPETÊNCIA DO SR. JOÃO ROSSI NETO. SINTO MUITAS SAUDADES DO BANCO DO BRASIL DAQUELA ÉPOCA. OBRIGADO SR. JOÃO, QUE DEUS LHE DÊ MUITA PAZ E SAÚDE. TARCÍSIO AUGUSTO BULHÕES MARTINS.

Anônimo disse...

Logicamente não possuo o conhecimento e capacidade do Sr. Rossi. Entretanto, este assunto me preocupa deveras.
Qualquer alteração que se faça jamais será em nosso benefício. Aliás, gostaria de passar apenas uma semana como dirigente da Previ para ver o que é que lá existe, que cria o triste sentimento de que aposentado e pensionista são iinimigos da Previ. Será que tem algum chá de cipó preparado para a diretoria?
Tenho a constante impressão que a Previ está com o bote preparado para nos atacar.
Se antes achava que "eles" ficavam inquietos esperando que o último de nós batesse a cacholeta, agora tenho convicção que perderam a paciência de esperar.
Qualquer pingo se tornará no motivo tão sonhado para o BB se apossar de mais dinheiro do fundo. Espero estar enganado.

Anônimo disse...

Ari, nossa situação ficou ainda mais inviável,não sei onde vamos parar, não tirei os emprestimos na folha porque não temos como liquida-los e agora ficou impossivel voltar a ter MC para renovar o ES.
A Previ poderia ser mais humana como podemos resolver nossa situação de endividados, sem os valores do ES que aliviava por algum tempo a vida, vamos liquidar os emprestimos da folha como? Não temos idade para ingressar no mercado de trabalho a não ser que a Previ nos empregue para algum serviço à distância por conta de diminuirmos nossos emprestimos. Nosso aumento é pífio se é que o que recebemos pode ser considerado de aumento...Santo Deus! dinheiro não cai dom céu, atualmente não sobra nem para os remedios, não temos o bastante para a alimentação mensal, e a Previ nos obriga a liquidarmos os emprestimos em folha para abrir MC para renovar o ES que é a menor taxa do mercado, mas aonde vamos buscar dinheiro para quitar o resto, porque tirar da folha para passar para a conta corrente não melhora nada...

Anônimo disse...

Qualquer melhora nos nossos beneficios se faz necessaria HOJE para sobrevivermos, a reserva de contingencia que passe para 15 ou 10 se for necessario, porque quando o Plano 1 acabar vai tudo para o BB, porque temos que morrer de fome agora deixar tudo para o BBDilma.

HELENO PINTO NOBRE disse...


ANÔNIMO DAS 09:12 O QUE EXISTE É O SITE DA PREVI
SE FORES FUNCIONÁRIO COM A TUA MATRICULA E A TUA SENHA TERÁS ACESSO AO TEU PAGAMENTO ; OS LANÇAMENTOS TALVEZ NO DIA 19; OU 20 PARA VERES OS LANÇAMENTOS TODOS .
LANÇAMENTOS FUTUROS SOMENTE NOS TERMINAIS DE AUTO ATENDIMENTO DO BB . ACHO QUE SOMENTE DIA 19/01/2015.
EU TENHO CONTA SALARIO E ATRAVÉS DO SITE DA PREVI JÁ VI DESTE ONTEM 16/01/2015 O QUE VOU RECEBER NO DIA 20/01/2015 .
ESPERO QUE TENHAS ENTENDO O QUE JÁ FALEI E REPETI .
SAÚDE .!! ESPERO TER TE AJUDADO .
NÃO FIQUES ANSIOSO ; O AUMENTO MERRECA JÁ FOI COMPUTADO : 6:23 % NO BRUTO DO TEU SALÁRIO ; ACHO QUE ATÉ O DO INSS SE RECEBES JUNTO .!!!
EU RECEBO SEPARADO E ACHO QUE VIRÁ TAMBÉM O MESMO INDICE
FUI CLARO ????
EU HELENO PINTO NOBRE ; JAMAIS ANÔNIMO E AGORA SEM MATRICULA; NUNCA MAIS . EU DEIXEI DE EXISTIR PARA O "BANDO" DO BANANÃO ( O PAIS EM QUE VIVEMOS ) .!!!!


Anônimo disse...

Prof Ari, o que preciso pagar por fora para ter margem consignavel ao ES? Veja uma parte do meu espelho


P300


PREVI BENEFICIO


01/2015


7.384,60



C560


PREVI-EMPR SIMPLES-ROTAT


01/2015


1.875,00-



C615


COOPERFORTE


01/2015


1.438,33-



C621


SATELITE MENSALIDADE


01/2015


158,00-



C630


AAFBB-SEGUROS


01/2015


80,73-



C640


CREDISCOOP -SP MENSALIDADE


01/2015


882,90-



C667


AAFBB - MENSALIDADE


01/2015


30,00-



C820


CASSI CONTR. PESSOAL




330,51-



CP72


IRRF-DEPOSITO JUDICIAL PREVI


01/2015


401,54-



CP75


IMPOSTO RENDA FONTE S/ PREVI


01/2015


803,08-



BP07


BASE CALCULO LIQ IRRF PREVI




7.384,60*



B823


BASE CASSI




11.017,07*




Marcelino Maus disse...

Sobre:
'Qualquer alteração que se faça jamais será em nosso benefício. Aliás, gostaria de passar apenas uma semana como dirigente da Previ para ver o que é que lá existe, que cria o triste sentimento de que aposentado e pensionista são inimigos da Previ."

TODOS os Governos, desde 1989... Collor em diante, METERAM A MÃO no BB e na PREVI.

Depois de 2002 - PeTralhas infiltrados no BB e Previ, meteram AS DUAS MÃOS nos Participantes e os DOIS PÉS nos Assistidos - entendeu ?

Enquanto houver o "voto do silêncio" dos ELEITOS, a situação será sempre a mesma: O Diretores do BB+PREVI+CASSI ... CONTRA ... os Associados.

R$58.000,00 por mês MAIS R$600.000,00 por ano - não é Bônus, é RECOMPENSA pelas ilegalidades praticadas no BB+PREVI+CASSI.

Colega, em 12 anos desviaram R$100 Bilhões da PREVI !

NINGUÉM tem coragem de contar.

Anônimo disse...

Obrigado ROSSI você o Ari o Gilvan e também o Medeiros são a nossa LUZ, vamos achar um caminho para melhorar nossas vidas, tão feridas pelas injustiças, pela ganância e pela incompetência de quem nos governa.

Marcelino Maus disse...

Sobre:
"EU HELENO PINTO NOBRE; JAMAIS ANÔNIMO E AGORA SEM MATRICULA; NUNCA MAIS. EU DEIXEI DE EXISTIR PARA O "BANDO" DO BANANÃO ( O PAIS EM QUE VIVEMOS ) .!!!!"

Gostaria de externar meus sentimentos sobre o assunto:

I) A Matrícula é apenas um NÚMERO, no seu e no meu caso, número INÚTIL a exemplo de COMO o BB e a PREVI nos VÊ: um simples número dentre os 160.000 do PB1.

II) Diretores do BB e da PREVI não gerenciam pessoas, gerenciam NÚMEROS.

III) Funcionários do PB2 têm Matrícula ? Têm expectativa de Benefícios Justos ?

VAMOS RIR UM POUCO ?

IV) Colega, invejo 2 coisas em você:
1 - a franqueza e objetividade das postagens;
2 - e o que sugere a combinação dos 2 sobrenomes - deverias integrar a Nobre Corte da Inglaterra, Suécia, Espanha - pelo menos as Rainhas seriam mais felizes;

Abs, desculpe a brincadeira, quis apenas animar-te Nobre Colega.

Tenham todos um bom final de semana - terça, não sei.

Anônimo disse...

PROF. ARI,

NOS AUMENTOS ANTERIORES, A PREVI. CONSIDEROU O VALOR DE BENEFÍCIO
PREVI MAIS O INSS, SOBRE O TOTAL INCI-
DIA O INPC, QUE SEJA 6,23% , ESSE ANO
A PREVI SÓ CONSIDEROU O VALOR DO BENE-
FÍCIO E DESCARTOU O INSS.
RECEBO O INSS SEPARADO DA PREVI
GOSTARIA DE SABER DO NOBRE AMIGO, PORQUE A PREVI COMETEU ESSE ERRO GRAVÍSSIMO, ME AJUDE MESTRE ARI.

UM TRÍPLICE ABRAÇO. . . . .

Anônimo disse...

DILMA EU TE AMO MINHA PRINCESA.


Ô COISA LINDA E BONDOSA

CHUCHUCA NHÉM NHÉM

João Rossi Neto disse...

Amigo Ari,

Para facilitar a compreensão sobre a matéria publicada, vamos especular que o superávit técnico da PREVI, em 2014, seja de R$ 12 bilhões. Consideremos que os 25% sobre a Reserva Matemática alcance R$ 32 bilhões. Logicamente a Reserva de Contingência ficará a descoberto em R$ 20 bilhões.
Isto ocorrendo, entendo que a PREVI não poderá reduzir benefícios, dado que o artigo 21, §2º da LC 109/2001 não permite e tampouco criar contribuição adicional para os associados, visto que não se trata de déficit. Mesmo que fosse o caso de déficit, existe prazo legal para a sua reposição e não seria no primeiro déficit que o patrocinador e associados seriam convocados para equacioná-lo.
Dentro desse raciocínio, hipoteticamente, vamos supor que em 2015 a PREVI apresente um déficit de R$ 15 bilhões, o superávit técnico e a Reserva de Contingência de R$12 bilhões relativa ao exercício de 2014 virariam pó. Essa é prova inconteste de que a RC não passa de uma vertigem no deserto, colchão de liquidez sem eficácia e para enganar trouxas. Simplesmente é uma cunha, trava, redutor ou sei lá o que, para limitar a destinação do superávit e, por consequência, da Reserva Especial.

Ari Zanella disse...

Anônimo 12:56

O INSS irá corrigir a parte dele. Quando você for receber o seu benefício do INSS já receberá corrigido (no início de fevereiro). Esta é uma das desvantagens de desmembrar o INSS, pois a PREVI antecipa o pagamento para o dia 20.
Mas tenha a certeza que a PREVI já considerou o valor corrigido do INSS para cobrar os 3% da CASSI. Pode conferir o valor CASSI no seu contracheque.

Ari Zanella disse...

12:20

Você precisa é retirar os débitos da FOPAG, principalmente os possíveis por ora como Cooperforte, Seguros e débitos da AAFBB. Quanto ao Satélite (AlphaCash) e Crediscoop temos que esperar uma solução da PREVI.
Por enquanto, as regras do jogo são essas.

Ari Zanella disse...

É bem isso mesmo, meu grande amigo Rossi. A Reserva de Contingência só existe para impedir que os nossos benefícios sejam beneficiados logo nos primeiros valores de superávit. Por isso, mandam esperar que se complete os 25% (para que finalidade, se nos déficits vira pó?) para somente depois, o EXCEDENTE, depois de três exercícios consecutivos, amealhar uns trocados DIVIDIDOS com o maldito patrocinador.

Anônimo disse...

ASSÉDIO MORAL.

Banco do Brasil é condenado a pagar R$ 300 mil a ex-superintendente estadual (http://www.bancariosce.org.br/noticias_detalhes.php?cod_secao=1&cod_noticia=18959)

Anônimo disse...


enquanto isso no mourisco....

'A VINGANÇA DA CHAPA 6" (2012)

Quanto mais idoso, pior o castigo será na renovação do ES.

Anônimo disse...

Excelente artigo do colega João Rossi Neto. Disse claramente a que veio. Parabéns ao prof. Ari, que sempre permite os comentários, inclusive admitindo o contraditório.

Anônimo disse...

17/01/15 12:57

Caso típico do conto "A Bela e a Fera" visto por ótica diferente (gargalhadas).

Lucia Siza Siza disse...

Meu amigo Ari. Gostaria da sua opinião. Como eu nunca mais vou poder renovar meu ES estou pensando solicitar da Previ que aumente o prazo e diminua a prestação .O sr acha que a previ faz essa negociação? Mesmo sabendo que não terei dinheiro de volta só pra diminuir a prestação. Fico grata pela atenção funciona desesperada.
eu quis dizer funci desesperada

HELENO PINTONOBRE disse...


PREZADO E GRANDE MARCELINO MAUS ; OBRIGADO PELOS ELOGIOS. NOS MEUS QUASE 27 ANOS EM QUE TRABALHEI NO BB; NINGUÉM PELO QUE ME LEMBRO ME ELOGIOU COMO VOSSA SENHORIA .

O MAIS INTERESSANTE É QUE NÃO SABES DE UMA PARTE A MINHA HISTÓRIA VERDADEIRA :
VOU RELATAR BREVEMENTE SEM MUITAS DELONGAS . AHAHAHAH

CASEI E CONTINUO CASADO DESDE 04/03/1972 COM A MESMA PESSOA DESTA UNIÃO NASCERAM 04 FILHOS TODOS JÁ ADULTOS :
MAS AHI É QUE VEM O MELHOR DA HISTÓRIA :
ELA ANTES DE CASAR TINHA O SOBRENOME QUE VAIS ENTENDER E TE DIVERTIRES CHAMAVA-SE
IOLANDA MARIA FURLANETTO PINTO ; E AO CASARMOS PASSOU A CHAMAR-SE IOLANDA MARIA PINTO NOBRE ; CONSEQUENTEMENTE MEUS SUCESSORES ( FILHOS ) O MAIS VELHO : ÉMERSON ; DEPOIS O MAURÍCIO E O DIOGO ; ADIVINHA ? TODOS PINTO NOBRE E A MINHA FILHA QUE VEIO DEPOIS DO MAURÍCIO E ANTES DO DIOGO ERA PINTO NOBRE ; MAS AGORA QUE CASOU VIROU NOBRE DE SOUZA ( DIZIA QUE TINHA VERGONHA DO SOBRENOME ) PRECONCEITO DA REFERIDA JOVEM SENHORA ATUALMENTE DA QUAL TENHO JÁ 02 NETOS LINDOS E MARAVILHOSOS .!

ENTÃO A QUESTÃO DA FRANQUEZA HERDEI DA VELHA EDITH PINTO NOBRE ; MINHA FALECIDA MÃE . AQUELA VELHINHA MANDAVA CHUMBO E NÃO GOSTO DE NHEIN-NHEIN E PROCURO SER O MAIS OBJETIVO POSSÍVEL E SEM CHURUMELAS .
TENHO ORGULHO DE MEU NOME EMBORA TALVEZ PARA MUITOS SEJA "JOCOSO" ( QUE PALAVRÃO )OU CHOCOSO ( ?) APESAR DELE O BB DEVE TER FICADO APAVORADO QUANDO COM ESTE NOME LOGREI EXITO EM SER APROVADO POR INSISTÊNCIA; POIS TENTEI 04 VEZES O ACESSO . E DETALHE INTERESSANTE FOI NA ÚLTIMA DAS 04 TENTATIVAS . SEMPRE PROCUREI SER FRANCO EM TODAS AS TRATATIVAS DE MINHA VIDA .
VOU ENCERRAR POIS VAI FALTAR ESPAÇO ; CONTINUAREI ATÉ MORRER : HELENO PINTO NOBRE ; FRANCO E OBJETIVO E MORREREI COM O NOME QUE ME ABENÇOARAM : HELENO PINTO NOBRE : EX=MATRIC. 3.984.740-3 DESDE 06/06/1977 ATÉ 31/03/2004 QUANDO ME APOSENTEI E FINALIZADA AGORA EM 20/11/2014 QUANDO BRIGUEI F FEIO COM O BB E ABRI UMA CONTA SALÁRIO ,. AGORA É A CONTA SALÁRIO QUE VEM ME SALVANDO ;. ABRAÇOS E SAUDAÇÕES ; MARCELINO MAUS AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Toda à MÍDIA está noticiando à EXECUÇÃO do brasileiro, na INDONÉSIA, apanhado com 13 quilos de drogas. Pelo ecletismo do blog, é que estou aqui me manifestando. Rezo pelo executado, por seus amigos e familiares, mas nos países de religião muçulmana, as DROGAS SÃO PUNIDAS COM À MORTE. É CRIME ALTAMENTE HEDIONDO.
Longe de faltar com o respeito ou querer tripudiar daqueles que sofrem, ficam, acredito eu, DUAS SUPREMAS LIÇÕES: 1) - O PRESTÍGIO INTERNACIONAL DE Dª DILMA É IGUAL A ZERO (ela pediu, até de joelhos, ao presidente da INDONÉSIA, clemência para o brasileiro e, 2) - É BOM NÃO CONFIAR NO "JEITINHO BRASILEIRO" EM OUTRAS PARTES DO MUNDO, e bem respeitar suas leis e costumes!

Anônimo disse...

O QUE ME FAZ CADA VEZ MAIS DESCRENTE COM A HUMANIDADE É QUE ELA RESPEITA APENAS AQUELES QUE SÃO DESPROVIDOS DE SENTIMENTOS HUMANOS. APESAR DA FRASE PARECER CONTRADITÓRIA, RACIOCINEM SE NO NOSSO MEIO HOUVESSEM CORRENTES MAIS RADICAIS DISPOSTAS A PRÁTICAS HETERODOXAS COMO AS QUE HOJE SE ALOJAM NO PT E NO PASSADO ROUBARAM, MATARAM, ETC.
PENSARIAM DUAS VEZES ANTES DE NOS SACANEAREM.
O FAZEM PORQUE SOMOS VELHOS ILUDIDOS COM A EXISTÊNCIA DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO QUE SÓ É DIREITO PARA UM DOS LADOS.
PARA AVACALHAR DE VEZ, O NOVO MINISTRO DE MINAS E ENERGIA DIZ QUE NÃO HÁ NADA QUE DESABONE A PRESIDENTE DA PETROBRÁS PARA SUBSTITUÍ-LA?

ASSISTAM O FILME PROTETOR COM DENZEL WASHINGTON E SE REALMENTE TAL FIGURA EXISTIR CONTRATEM-NO

Ari Zanella disse...

Lucia,

A área de Seguridade diz que não tem jeito por causa das regras do ES. (A única maneira que existe é, tendo margem, renovar por prazo maior SEM PEGAR NENHUM VALOR).
Outra maneira é a famosa Ação dos 30% Consignado. Só que neste caso, adeus novos empréstimos.

Anônimo disse...

A Previ está incluindo na margem de 30% o valor da prestação de empréstimo imobiliário da POUPEX, apesar dela mesma já ter dvulgado em seu site que esta verba seria incluída na margem de 70%. Engano ou má-fé? Como proceder?

Anônimo disse...

Quem tem margem disponivel para renovar ES poderá se beneficiar mesmo tendo ação 30% em andamento ?
Qual o posicionamento da Previ ?
Não podem bloquear a renovação uma vez que a ação ainda está em andamento.
Alguém pode ajudar nesta dúvida ?

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Sr. Ari - ES - Para amenizar os estragos da inclusão na margem dos 30% de empréstimos como o Alfacash, já que ele conseguiu entrar na nossa fopag, bem que poderia ter uma opção para liquidação antecipada cujo valor sairia do crédito do ES.
È uma idéia que poderia ser estudada.
Daí a Previ repassaria o valor para a Alfacash e descontaria do crédito do ES, como se fosse uma liquidação antecipada de um ES.
O que o Sr. acha? È impossível?
Abr

Anônimo disse...

Nas conversas que tive com o GILVAN, preliminarmente ao inicio da ação 30% (consignados). fui informado que iniciada referida ação não poderia mais efetuar qualquer operação com meus credores.

Anônimo disse...

HÁ MUITA SEMELHANÇA NO PRODUTO DOS DISCURSOS PETISTAS E O PROCESSO DE DIGESTÃO DOS EQUINOS NO MOMENTO EM QUE DEFECA. A DIFERENÇA É QUE O PRODUTO FINAL DOS EQUINOS É APROVEITÁVEL



na natureza nada se cria tudo se copia

Anônimo disse...

Professor Ari bons dias. Aprecio muito o seu blog e a coragem com que tem enfrentado todos os problemas que nos vem afligindo. Parabéns. No entanto, ainda não não entendi o seu posicionamento em relação à margem consignável do ES. O senhor vem orientando os participantes que tem outros empréstimos consignáveis a transferi-los para conta corrente ou liquidá-los, se possível. No meu entender isso vai enfraquecer a ação dos 30% uma vez que a PREVI, ficando apenas com o desconto da prestação do ES na folha de pagamento, estará respeitando os 30% dentro das a normas legais. é verdade que o desconto dos 30% dos proventos inclui não só a FOGAG mas também outros empréstimos descontados em conta corrente. No entanto, isto complica a ação e pode prejudicar muitos colegas. Afinal desculpe-me, mas não consegui entender bem o posicionamento jurídico em face do problema. Agradeço se puder me responder. Saudações.

Ari Zanella disse...

12:10

É que para a Ação dos 30% a Justiça tem considerado todos os CDCs quer transitem em folha quer não. Por isso, incentivo retirar os débitos de terceiros a fim de que o mutuário possa pegar o máximo que consegue do ES. Na verdade, a PREVI acha que se a fopag estiver limpa, somente com o ES, pode ter um álibi junto à Justiça. Mas, como já foi dito, a Justiça considera tudo, inclusive os debitados em conta.
Então, em nada prejudica quem quiser entrar com a Ação dos 30%.

Marcelino Maus disse...

Caro colega Heleno, linda história da linda família que você tem.

Muitas pessoas sofrem por toda a vida por motivos religiosos, étnicos e sociais – problemas de difícil superação. Obviamente a questão do nome é motivo menor do qualquer outro.
Meu nome “MAUS” significa “camundongo” em alemão, foi e é motivo de piada, mas nunca me abalou.
Ao contrário, o seu sobre-nome, que está muito longe de ser jocoso, apenas desperta o imaginário pela combinação de 2 nomes de família muito comuns em nosso País. Nada além disso.
Para caras humorados como eu, creio você também, é um presente que devemos valorizar.

Analisando este blog: veja que as redes sociais Face, Twiter, etc., são ambientes descontraídos com MAIS amenidades e MENOS peso nas postagens.
Os blogs da Chapa 3 estão bem carregados de críticas - obviamente por muitos MAUS motivos.
É disso que procuro fugir quando percebo que frequentadores estão descontentes com a nossa situação.
Entendo que postagens nas Redes Sociais têm impacto SEMPRE DIVERSO e MAIS PESADO do que o autor pretende, porque têm muita publicidade.

E é por isso que os LEITORES (Colegas Previdenses); o próprio destinatário (Eu ou Você); ou qualquer outro que se identifique com os comentários, DEVEM SEMPRE relevar o peso das palavras.
No Face, há uma vantagem em que Reedito as Publicações.
Neste Blog não dá certo. Muitas vezes relendo as postagens percebo que não caiu bem (faz parte da espontaneidade do blog).

Enfim, as REDES SOCIAIS são, a um só tempo, TERRA DE TODOS e TERRA DE NINGUÉM.
Os leitores que aproveitem o que há de bom – ignorem textos indigestos e equivocados.

Abs, bom Domingo.

Anônimo disse...

Prof. Ari,

Continuo aguardando sua manifestação a respeito de meu pedido de esclarecimentos sobre ES postado em 16.01.15/17:08 h nos comentários da mensagem "NOVA CONFIGURAÇÃO DO ES".
Atenciosamente

Luis-SP disse...

Concordo integralmente com o Rossi. A Reserva de Contingência TEM que ser diminuída.
Acrescento: no lugar dessa reserva monstruosa, a Previ precisa é parar de investir em ativos arriscados ou com retorno em longuíssimo prazo.
A renda fixa tem aumentado os ganhos de um ano para cá. Mesmo no ano retrasado, superou o percentual de retorno de renda variável obtido pela Previ.

Anônimo disse...

O BB dará o bote dos 50% da reserva especial que será gerada com a diminuição da reserva de contingência.

torbes gambarra disse...

EM 21.01.2014, fiz uma consulta a PREVI indagando porque ela e o BB não cumpriam o que determina a lei no limite dos 30%, vejam o que eu mandei e a resposta que recebi:
23/01/2014 Manter esta mensagem na parte superior de sua caixa de entrada




Senhor Torbes,

A sua manifestação foi registrada.

A lei citada em sua consulta está relacionada aos empregados regidos pela CLT e PREVI é uma instituição de previdência complementar fechada.

Ressaltamos que não temos ingerência sobre descontos de natureza pessoal ou contratual, como empréstimos consignados, descontos para entidades associativas, entre outros.

Permanecemos ÿ disposição.


RODRIGO RIBEIRO
Gerência de Atendimento
PREVI

O retorno desta mensagem não é monitorado. Caso necessite respondê-la, encaminhe sua mensagem por meio da seção Fale Conosco, opção Participante.

----------------------------------------------------------------------------------------------



Data: 21/01/2014 12:42:37
Assunto: Aposentadoria
Tipo: Reclamação

Mensagem:
Gostaria de saber por qual motivo a PREVI não cumpre a lei http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.820.htm, que determina o limite de 30% de descontos na folha de pagamento como também na conta corrente, esta lei protege os aposentados que não ficariam com os proventos de aposentadoria totalmente comprometidos e ao que vemos esta PREVI facilita através dos convenios de débito na folha de pagamento.

Matrÿcula: 9359340
Nome: TORBES MARCIUS NOBREGA GAMBARRA

Anônimo disse...

Prezado Ari e demais colegas,
Acho que deveriamos estar preocupados com a situação da CASSI, pois se COM ela está ruim, imagine SEM ela...Temos que motivar os colegas para fazerem sugestoes etc para sairmos dessa situação.É tempo de parar de falar de assuntos que não têm tanta importância.
Em tempo: pago $1.914,00 todo mês de emprestimo simples e, por cautela, passei a cortar todos os meus gastos considerados supérfluos e outros nem tanto, para receber esse ano dificil mais ou menos pereparado...

Anônimo disse...

Pera aí !
A culpa é da Previ ?
E os tomadores dos empréstimos ?

Anônimo disse...

Este ano, mesmo não desejando qualquer valor a mais, pretendo renovar o ES por duas razões básicas:
1. compatibilizar o reajuste anual da prestação com o mês do reajuste INSS/PREVI;
2. reduzir o valor da prestação, dando um pequeno folego para suporte de possível elevação da contribuição para a CASSI.

Anônimo disse...


Caro Sr.Torbes

Em outra oportunidade já me manifestei ao dizer que de a muito tenho empréstimos da Cooperforte, que enquanto estava na ativa logicamente eram debitados em conta corrente. Para minha surpresa quando me aposentei o desconto migrou para o contra-cheque da Previ, SEM NENHUM COMUNICADO e/ou AUTORIZAÇÃO. Resolvi deixar desta forma.
Resultado prático: hoje não tenho MC para renovar o ES, a menos que peça a Cooperforte o retorno do débito a c/c sofrendo punição de redução de limite.
Aí vejo a resposta que lhe encaminhou o Sr.Rodrigo Ribeiro da Gerencia de Atendimento da Previ dizendo que eles não tem ingerência sobre descontos de outras entidades de cunho pessoal ou contratual?
Ora,como não? Pergunto então quem manda no contra-cheque da Previ?
Taí a razão para a ação 30%consignado.
Muito oportuna sua manifestação. O que não convence é a resposta da Previ. As entidades que se entendam com o tomador do empréstimo. No contra-cheque Previ sòmente obrigações com a Caixa. O resto está fora da lei.

Anônimo disse...

COLEGAS - MUITO IMPORTANTE,

Mais uma vez venho aqui: Parem de choramingar renovações de empréstimos consignados e brigarem por margem consignável.
Entrem com a AÇÃO DOS 30%-ANAPLAB e um abraço. Desde o ajuizamento, dos credores terão que devolver o que foi cobrado excedente. Ok?
Tem mais: Todas as consignações de empréstimos e quase posso afirmar que o empréstimo imobiliário também, transitados em folha da Previ ou a débito da conta corrente, onde o aposentado recebe os proventos, aí inclusive os débitos do Banco, entrarão, vejam bem: ENTRARÃO dentro dos 30%, queiram Previ, diretor e os achismos ou não!. Entenderam? Infelizmente esta é a saída, para isto existe a LEI.
PS. Previ, credores,diretores e demais estão todos abaixo da LEI.
OK????

Anônimo disse...

COLEGAS,

ASSUNTO IMPORTANTE PARA OS APOSENTADOS.

LINK: http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=6&ved=0CDgQFjAF&url=http%3A%2F%2Fxa.yimg.com%2Fkq%2Fgroups%2F17936810%2F887086816%2Fname%2FPREVI2.pdf&ei=R-u8VMWqFoKoNoGug4gC&usg=AFQjCNGkeNKFtAIGxCTd8F9jImU3xURzBg&bvm=bv.83829542,d.eXY

Aos que buscam, na justiça, as correções das aposentadorias PREVI, por motivo de aplicabilidade do Estatuto prejudicial ao aposentado, baixem este arquivo no link acima, de acesso público e deem uma lida para vocês e os causídicos tomarem conhecimento. Muito vai ajudá-los.
A ANAPLAB tem este tipo de ação.
Espero ter ajudado.
Abs.

Anônimo disse...

Sr. Torbes,

Informe-se com a ANAPLAB,- Gilvan e verá que a informação da Previ não é procedente.
Espero ter ajudado. OK?
Abs.

torbes gambarra disse...

Minha intenção quando fiz a consulta em 21.01.de 2014, notem que foi 2014 foi ajudar os endividados e agora minha intenção foi mostrar o quanto estavam errados e se alguem precisar da copia para embasar processo é só me solicitar.

Anônimo disse...

Caros colegas,
Alguém já acessou sua conta corrente na data de hoje ? Informem se há lançamentos futuros de CDCs BB. Na minha conta ainda não tem. achei estranho.
obrigado

Anônimo disse...

Calma. É cedo, fio.

Anônimo disse...

Esse anônimo de 19/01/15 09:38

é alguém da PREVI?..

Huuuummmmmm....!