BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

AOS QUE NÃO TÊM CAFÉ NO BULE

     Volta e meia a ANAPLAB, uma das mais sérias associações do Brasil, é criticada por esta ou aquela medida tomada. Agora mesmo, o motivo das pedras é que "prejudicamos" o líquido da margem consignável na PREVI.
De pronto, a bem da verdade, é bom saber que não fomos os pioneiros nesta ação dos 30% Consignado. Para quem não sabe, o seu custo é demasiado elevado, quase mil reais por ação, com o agravante de ser obrigação coincidir os credores para que possa haver mais de um litigante por grupo. Não raro, sai somente grupos de um único pleiteante, sendo o mesmo custo para cada grupo. Além da necessidade de um rigoroso cálculo prévio dos valores para que chegue na justiça com mais chances de vitória. Tudo custa bastante, porém, como na ANAPLAB tudo é feito em benefício do associado e como garantimos o que prometemos no Estatuto, bem diferente de outras que vivem do associado, e não para o associado, fazemos tudo com muito amor e carinho.
     Destarte, é compreensível que nos atirem pedras, pois assim se procede com a árvore que dá frutos e prospera. Como dizia um amigo meu na ativa, o Renê Antonio da Silva: "A inveja come solta!"
     Vamos continuar com esta ação, agora mais do que nunca. Cada dia aumenta a procura por ela e novos sócios se somam aos demais felizardos. Venham todos! Sejam sempre bem-vindos!

AÇÃO 30% CONSIGNADO - CONTRA OS CREDORES FORA DA LEI. UM PRESENTE PARA VOCÊ, CARO ASSOCIADO. E EM FEVEREIRO COMEÇAM OS SORTEIOS MENSAIS DE MIL REAIS. ANAPLAB - FAZENDO MAIS POR MENOS.

47 comentários:

Anônimo disse...

Somos ANAPLAB com muito orgulho! "Associação que defende o associado". Sugiro que os aposentados desvinculem o benefício do INSS do contra cheque Previ, teremos mais poder para negociar.

Rubens disse...

Caros colegas, Ari Zanella e o pronto e competente Gilvan, tive vontade de colocar estas palavras no Blog, mesmo sabendo que voces dois não precisam deste comentario e a
competente Equipe, da Anaplab, não prescisa de elogios, pois já provou que são colegas de Naipe Especial (não sei se escrevi certo...) vale a intenção. Eu, Rubens Goulart, agradeço muito a oportunidade de ingressar nesta Associação, e tenho procurado incentivar vários colegas aposentados que estão ainda pensando... o pessoal pensa muito... mas é isso ai. Voltando a dizer, colegas Ari e Gilvan, voces são batalhadores e competentes, além de serem sérios e éticos. Tudo de bom, e perdoem se me alonguei um pouco, mas precisava dizer isso. Rubens de Cambé.

jurandir waltrich disse...

Caro Ari

Sou leitor assiduo do teu Blog, gostaria de saber como funciona esta ação dos 30% de MC, fiz uma solicitação a Previ para renovar ES, sem a devida MC, so queria alongamento das parcelas, pois, a ultima vez que fiz a renovação, estava um com 23 pagas e outro com 13, meu pedido foi negado.

Ari Zanella disse...

Amigo Jurandir,

Peço gentilmente que leia em nosso site

www.anaplab.com.br

AÇÕES JUDICIAIS

AÇÃO CONSIGNADO 30%

Clique duas vezes em cada ícone acima e terás todos os fundamentos e razões para esta ação.

Se houver dúvidas ainda assim, ligue-nos ou escreva-nos. Estamos à disposição.

tesiuraria@anaplab.com.br

ou

(41) 3035-2095

(47) 3026-3937

Forte abraço.

Anônimo disse...

Aposentados,

Voltamos ao ES.

" Capacidade de pagamento definida pela margem consignável.

Reserva Líquida Individual:

Montante atualizado de contribuições pessoais vertidas à PREVI, abatido o Imposto de Renda, que o participante teria direito a resgatar em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

Seriam somente de 145.000,00 as reservas constituídas?

garantia suficiente, constituída pela reserva líquida individual, com a qual poderá ser liquidado o saldo devedor do Empréstimo Simples em caso de desligamento do Plano de Benefícios;
Reserva Líquida Individual.

Renda mensal de aposentadoria.
Renda essa garantida pelas contribuições mensais, inclusive cobradas após o advento aposentadoria


Montante atualizado de contribuições pessoais vertidas à PREVI, abatido o Imposto de Renda, que o participante teria direito a resgatar em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

Porque não usar a margem consignável como parâmetro, único e exclusivo, para emprestar valores que se incluam naquele percentual.
Valores que poderiam eliminar outros empréstimos mais caros, ou que impactam a margem, na fopag.
Poderiam ser direcionados diretamente aos credores...BB, Cooperforte, outros...

Onde está o prejuízo, se se tem seguro e as reservas constituídas?
É coisa pra doido.
O cara passa a vida inteira pagando e depois é penalizado com mirabolantes processos de ajusta aqui ajusta acolá, tendo em vista a capacidade de pagamento do participante.
Se tem margem dê-lhe o valor que a margem suporta e fim de papo.
Endivida-se quem quer e quem precisa para sobreviver ou morrer com um pouco de dignidade.
Dá pra comprar remédios, alimentação, um pouco de humilde vestuário, e um sorvete talvez...
Ou até mesmo o caixão a cremação, talvez isto seja o que "eles" iriam gostar e muito.
Uma hora destas ENFARTO, de pena daqueles que não podem tirar um ES.

Anônimo disse...

Há tempos Uma certa "associação" incentivou seus associados a entrarem com a ação da Cesta Alimentação.Com liminar, muitos passaram a receber esta verba.
Mas a justiça se posicionou contrária a esta verba e todos os seus autores perderam.
Como resultado, além de "perder" a verba, tiveram que devolver de uma só vez tudo o que receberam pela liminar.
E aí, também não foi um tiro no pé e uma ideia de jerico?

Brasileiro e velho tem memória curta. Por isso é bom lembrar de vez em quanto de "aventuras judiciais" que nos trouxeram prejuizo.

Anônimo disse...

Pior do que não ter margem para renovar o ES é não ter benefício corrigido de acordo.
A inflação correndo solta e o salário ohhhhh, mais um ano nessa mixórdia.

torbes gambarra disse...

EIS O QUE A PREVI FEZ PARA PREJUDICAR OS ASSOCIADOS: COM A MUDANÇA DE 36 MESES PARA 12 MESES, A PRESTAÇÃO AUMENTOU PARA UM MESMO VALOR DE EMPRESTIMO FEITO EM AGOSTO DE 2014 COMPARADO COM JANEIRO DE 2015 atend@previ.com.br 27/01/2015

Senhor Torbes,

Esclarecemos que a fórmula de cálculo da prestação inicial é a mesma que era aplicada na versão anterior. No entanto, utilizava-se o INPC projetado para os próximos 36 meses e, pela nova metodologia será utilizado o INPC projetado pra os próximos 12 meses, conforme estudos de cenários da PREVI.

INPC: 0,510375 (janeiro/2015)

INPC projetado para os próximos 36 meses na data da concessão de seu último empréstimo: 0,4249449559 (agosto/2014).

torbes gambarra disse...

EM JANEIRO DE 2014 ja sabendo da dificuldade dos colegas indaguei porque a PREVI NÃO CUMPRIA A LEI DO LIMITE DOS 30% VEJAM A PERGUNTA E RESPOSTA DA PREVI, PODEM USAR PARA COMPOR QUALQUER AÇÃO QUE QUEIRAM: atend@previ.com.br 23/01/2014
Senhor Torbes,

A sua manifestação foi registrada.

A lei citada em sua consulta está relacionada aos empregados regidos pela CLT e PREVI é uma instituição de previdência complementar fechada.

Ressaltamos que não temos ingerência sobre descontos de natureza pessoal ou contratual, como empréstimos consignados, descontos para entidades associativas, entre outros.

Permanecemos ÿ disposição.


RODRIGO RIBEIRO
Gerência de Atendimento
PREVI

O retorno desta mensagem não é monitorado. Caso necessite respondê-la, encaminhe sua mensagem por meio da seção Fale Conosco, opção Participante.

----------------------------------------------------------------------------------------------



Data: 21/01/2014 12:42:37
Assunto: Aposentadoria
Tipo: Reclamação

Mensagem:
Gostaria de saber por qual motivo a PREVI não cumpre a lei http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.820.htm, que determina o limite de 30% de descontos na folha de pagamento como também na conta corrente, esta lei protege os aposentados que não ficariam com os proventos de aposentadoria totalmente comprometidos e ao que vemos esta PREVI facilita através dos convenios de débito na folha de pagamento.

Matrÿcula: 9359340
Nome: TORBES MARCIUS NOBREGA
GAMBARRA

Ari Zanella disse...

Sobre a Cesta Alimentação,

Houve de fato, e ainda está ocorrendo, a devolução exigida pela PREVI. Nós da ANAPLAB não temos esta ação em nosso portfólio. Há que se ponderar, contudo, que neste caso houve uma reviravolta inusitada do STJ contrariando decisões tomadas há 5, 10 anos atrás. O Dr. Medeiros ainda está às voltas com o problema porque ele teve casos da espécie no RS. Ano passado, em Balneário Camboriú, o Marcel havia dito (na presença do Medeiros) que esta era uma verba alimentar, que não estava sabendo da cobrança jurídica da PREVI, e que iria tomar providências para cancelar as cobranças. Até hoje...

Anônimo disse...

Considerando que nós aposentados do BB somos todos alfabetizados, não consigo entender como tem várias pessoas que aqui escrevem, reclamando da Previ, porque ela não considerou a limitação dos 30% da margem consignável, e fez o "inocente e indefeso" tomador de empréstimos extrapolar seu limite de endividamento, deixando-o em difícil situação financeira!

Fora os casos excepcionais, que fog
em a vontade do emprestador, a culpa pelo excesso de endividamento é exclusiva do devedor e não da Previ. Só porque havia margem, não quer dizer que deveria pegar todo empréstimo que aparecesse.

Anônimo disse...

Prezado Ari.
Posto, a seguir, correspondência por mim endereçada à PREVI sobre a metodologia da MC por ela implantada a partir de janeiro/2015:
MARGEM CONSIGNÁVEL – Nova Metodologia – Analisando a nova metodologia de cálculo da Margem Consignável implantada pela PREVI em janeiro/2015 e comparando-a com a Lei 10.820, de 17.12.2003, que regulamenta a matéria, encontrei as seguintes disparidades:
a) a PREVI não vem considerando os benefícios do INSS dos aposentados e pensionistas que não o recebem através de Convênio na base de cálculo para efeito da apuração da Margem Consignável, o que deveria ser feito através de simples trânsito em folha de pagamento e tão somente para essa finalidade, já que os valores são informados por aquela autarquia, para fins de cálculo do benefício complementar–PREVI, além de já computado na base de cálculo CASSI;
b) de acordo com o Art. 2º § 2-II, da lei supramencionada, o percentual a ser obedecido no cálculo da Margem Consignável seria de 40% e não de 30%, como vem sendo feito por esse Fundo de Pensão, haja vista que estão sendo consideradas como dedutíveis as consignações voluntárias tais como: as contribuições para PREVI e CASSI, além de Seguros de outras entidades;
2. Diante do exposto e s. m. j., espero que as falhas constatadas sejam de pronto corrigidas já para a fopag de fevereiro/2015, o que beneficiará milhares de aposentados e pensionistas que atualmente se encontram impossibilitados de renovar o Empréstimo Simples, em razão de falta de Margem Consignável.
3. Esperando ter contribuído para o aprimoramento dos serviços executados por essa Entidade de Previdência Privada, além de procurar, com isso, minorar o sofrimento de milhares de aposentados e pensionistas que, como eu, a renovação do Empréstimo Simples é de fundamental importância para as próprias sobrevivências e de seus dependentes, aproveito o ensejo para renovar protestos de estima e consideração.
Filomeno José Linard Costa
Funci Apos. Matr. 3.288.840-6

lUI disse...

Esse anônimo das 17h27 não sabe o que diz, isto, talvez, porque deve se encontrar nadando na fortuna que a PREVI nos paga, depois de quase 60 anos de contribuição, e da qual somos os verdadeiros donos. O ES é um direito legítimo de qualquer associado, e não deve satisfação a quem quer que seja pelo seu grau de endividamento, mesmo porque são muitos os motivos que podem levar o indivíduo a se endividar. Se ele está satisfeito com a retirada do BET antes do tempo e com a mudança a revelia da MC que se cale e não venha prejudicar quem trabalha para que as coisas sejam mais favoráveis aos associados e pensionistas. Muito ajuda quem não atrapalha.

Anônimo disse...

Sr. Ari,

E agora josé?
Petrobrás vê a possibilidade de não pagar dividendos por problemas de caixa.

A Petrobrás está indo rapidamente para uma situação talvez irreversível, com novos contratos superavaliados.
E aí diretores da Previ?
Há muito vem se falando em diminuir o montante de aplicações em bolsa etc...etc..., mas os iluminados diretores se fazem de inabaláveis em suas decisões.
Tome-se o patrimônio deles para respaldar suas malfadadas aplicações e que devolvam os bônus recebidos por gestão temerária.
Até quando vamos suportar esses malfeitores?
Bom dia!

Anônimo disse...



A Petrobrás vai ser "fatiada" a lá governo, para empresas chinesas, árabes, americanas, francesas, holandesas, inglesas e assim por diante.

PrivaTaria, PTifaria, Deslavadas mentiras sobre a situação da empresa que outrora foi ORGULHO NACIONAL.
Agora a presidente da Petro já aceita que houve ROUBO, debaixo do seu nariz.

Anônimo disse...

AO ANÔNIMO DE 01/15 17:27

Por quê voce não se identifica?

Celso

Anônimo disse...

Ao IUI das 18:14, o que colocou não tem nada a ver com o que escrevi. Não falei sobre BET, não falei sobre a legitimidade de se pegar o ES. O que eu quis dizer é
que se a pessoa assume prestações maiores do que pode pagar. a responsabilidade é dela. O que acontece é que tem gente querendo responsabilizar a Previ pelo seu endividamento, quando o responsável (salvo casos específicos) é ele mesmo. E a mudança a revelia da MC como afirmou, foi ocasionada (em parte) pelas ações judiciais dos 30% realizadas por pessoas que justamente estão nessa situação, fazendo com que a Previ se respaldasse na lei.
Uns reclamam que a MC baixou e outros acionam judicialmente a Previ para que essa margem (dos 30%)seja respeitada.
Meu comentário inicial foi genérico e não dirigido a você, pois nem o conheço. Não há necessidade de partir para grosseria.

Ari Zanella disse...

Estão me pedindo para dar uma resposta mais contundente, inclusive dizer que esta "ideia de jerico" é fruto, nada mais nada menos, que uma decisão do STJ.
Mas eu não chuto cachorro morto.

Anônimo disse...


Ao anônimo 18:14

Concordo com você. Acho que já vi esse discurso noutra oportunidade de modo muito semelhante.
Provavelmente pertence a quem recebe em torno de 20.000 todos os meses (e tem porque sei que tem, talvez até mais).
Aí é fácil criticar quem se endividou recebendo os salários de miséria que a Previ paga a quem se aposentou de tempos para cá.
No mínimo temos três castas salariais neste Fundo.
Como posso julgar quem contraiu dívidas? Seriam com certeza bem menos se a Previ tivesse em primeira mão sido correta e não fosse cumpadre do BB.
Existem os salários médios, que ainda permitem levar uma vida razoável.
Mas também existem salários miseráveis num Fundo milionário que distribuí bonus de país de primeiro mundo para seus afortunados diretores.
Chega de achaques e humilhações, como se dever fosse crime. Pior é ser diretor de Estatal e virar máscara de Carnaval. Merecidamente.

Anônimo disse...

Anônimo 17:27:

A culpa do meu endividamento no BB, Previ ES, e por consequência a vários credores, é toda do próprio BB.
(85)97808580

Anônimo disse...

Taxista Inglês



Isto aconteceu na cidade inglesa de Manchester....

Um muçulmano devoto e barbudo entra num táxi.

Uma vez sentado, pede ao taxista para desligar o rádio, porque não quer ouvir música, como decretado na sua religião, e porque no tempo do profeta não havia música, especialmente música ocidental, que é música dos infiéis.

O motorista do táxi educadamente desliga o rádio, sai do carro dirige-se à porta do lado do cliente e a abre.

O árabe lhe pergunta: - "O que você está fazendo?

Resposta do taxista: - "No tempo do profeta não havia táxis, por isso saia e espere pelo próximo camelo".

Anônimo disse...


DIRIGENTES,

As associações de funcionários devem PROCESSAR a Previ, por discriminar os idosos participantes do Plano, por infringir o ESTATUTO DO IDOSO.
Ou não tem coragem, ou o valor que recebem não permite tal atitude?
Por favor, estamos desesperados.


Ari Zanella disse...

22:28

Qual seria o embasamento jurídico?
O Estatuto do Idoso não obriga ninguém a conceder empréstimo por dez anos.
Se estivesse na Lei esta obrigação, com certeza, entraríamos com a ação que pleiteias.

Rosalina de Souza disse...

Prezado Ari Zanella e demais Colegas.

Ditatorial é um ato executado por um dirigente ou chefe ditador.

Temos muitos ditadores no nosso pequeno mundo dos aposentados e pensionistas do Banco do Brasil S/A.

Nossas associações sempre foram omissas e sempre usaram os seus sócios para pagar mordomias a muitos amigos do rei.

Criticar isso ou aquilo é normal do ponto de vista de apontar soluções para os reais problemas dos quais mais de 70 mil aposentados e pensionistas estão incluídos, mutuários de ES de Cooperforte de Crediscoop, FHE-poupex e muitos outros debitos aporvisionados da C/C do BB.

Muitos criam BLOGS e Associações para si vangloriar, para ter baterias para contra atacar, mas o tempo é senhor da razão e são os frutos que tem que aparecer, ou o descredito vira realidade.

Não vejo nada de novidade, além de escritos e mais escritos que si mudou foi a vida de poucas famílias, pois a grande maioria dos frequentadores de blogs e internet esta numa situação de miséria completa, ruína mesmo, e a culpa não de AÇÃO DOS 30% CONIGNADO, não porque endividados de mais e não temos mais MC é porque NOSSOS BENEFÍCIOS A CADA ANO QUE PASSA VALE MENOS, COM MAQUIAGEM NOS ÍNDICES DO GOVERNO E DOS NOSSOS DIRIGENTES QUE TEIMA EM TAPAR O SOL COM A PENEIRA, JOGANDO A CULPA NA ANAPLAB QUE É UMA CRIANÇA QUE AINDA ENGATINHA.

Enquanto nossos dirigentes MEIA BOCA não tomar vergonha na cara, e agir de verdade, a rinha acabou faz tempo, todos sobrevivemos, e estamos a cada dia mais forte, e com coragem para enfrentar os desafios do futuro, ou então que cada um pague um bom plano funerário e espere o dia de ser enterrado vivo.

Chega de desgraça, essas a Previ/BB/Cassi já nos garante todos os dias, sem dizer ou apontar quem esta com a razão.

Lei é para ser cumprida, não discutida, a Previ tem é que tomar vergonha na cara e cumprir a lei na sua totalidade, ou os Senhores Aposentados e Pensionistas querem viver o resto da vida mendigando empréstimo a Previ.

Vamos parar de chorar, vamos formar grupos, apontar soluções concretas, chega de tanto implorar aos dirigentes, aos eleitos da chapa 3, ao dirigentes de associações, porque esta provado que o discurso empolga, mas na pratica nada sai do papel.

Minha MC esta negativa em 1.500,00 com 69 anos,vou morrer pagando a Previ, sem um centavo mais em meu bolso, mas temos que aprender a viver com 70% do nosso benefício, sem empréstimo, sem ilusão que tanto faz mau as nossas já sofridas dores cronicas.

Parei de viver de ilusão já faz mais de 3 anos, não alimento nenhuma esperança, e o tiro de misericórdia foi a eleição da chapa 3, que de Livre não tem nada, esta acuada respeitando os ditames de apenas um diretor, que manda mais que o colegiado inteiro.

Como alguém pode me provar que esses números não foi visto? não foi simulado, que grupo de técnicos são esses que dirige nosso dinheiro, nossas vidas, que não busca uma saída seria para um problema de 70 mil colegas.

Sinceramente perdi a esperança que me restava, perdi o que me movia que era ajudar meu semelhante com um braço amigo a todos que como eu vive as duras penas um sofrimento que parece não ter fim.

Quem levanta todo dia com dívidas sabe muito bem do que estou falando, mas a covardia eu não aceito e é por isso que ANAPLAB incomoda tanto pessoas que aprendeu a viver a malhar qualquer coisa que o faça ter um pouco de inteligencia superior que sempre coloca em pratica a serviço dos seus seguidores fieis.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.320-4

Vamos decidir pessoal, ou voces querem uma coisa, ou outra, viver em cima do muro si lamentando não da.

Anônimo disse...

E O MARCEL PREOCUPADO COM O PREJUÍZO DE R$3.600 QUE UM APOSENTADO DEU AO ES QUANDO MORREU (ELE HAVIA GANHO A AÇÃO DOS 30%, DESFRUTOU POR NOVE MESES E MORREU)
PORQUE ELE NÃO SE PREOCUPA COM O PREJUÍZO DA PREVI NA PETROBRAS QUE SÓ HOJE PERDEU 10% NA BOLSA DANDO UM PREJU DE 200 MILHOES NUM SÓ DIA????????????????

Anônimo disse...

AO ANÔNIMO DE 01/15 17:27

NOVAMENTE:Por quê você não se identifica?

Celso

Anônimo disse...

Prof, não liga não para essas criticas, Pior é essa outra associação que deixou algumas pensionistas a ver navios. Não compareceram nem na audiencia para prorrogar mais ainda o processo de 100% direito adiquirido. O macaco senta em cima do proprio rabo ....

Anônimo disse...

Sr. Ari Zanella,

22.28

A sugestão está baseada em que uma vez contratado, o ES, não poderia ser modificado unilateralmente.
Se me engano desconsidere, caso contrário contate o jurídico de sua associação, por favor, um desesperado.

Estatuto do Idoso(Lei 10.741/2003) em seu Artigo Art. 96 diz:
“Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade:
Pena - reclusão de 6 (seis) meses a 1 (um) ano e multa.
§ 1o Na mesma pena incorre quem desdenhar, humilhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa, por qualquer motivo.
§ 2o A pena será aumentada de 1/3 (um terço) se a vítima se encontrar sob os cuidados ou responsabilidade do agente”

É possível entender o meu lado e não somente o lado da Previ?

ANTONIA disse...

Complementando o Anônimo 00:34, de 30.01.15, e o Bônus??? Eles estão R... 500 MIL PARA CADA DIRETOR. Isso sim é que é prejuízo.

Fernando disse...

Prezado Ari, infelizmente, por força do nosso endividamento histórico, dá pra se dizer, ficamos na briga pelo empréstimo simples, margem consignável,entre outros e esquecemos de cobrar aumento real, fim da Parcela Previ, suspensão das contribuições para a PREVI, para quem já contribuiu mais de 360 meses. Essa última reinvidicação já foi reconhecido pelo BB e a própria Previ. Estamos gessados. Esse é o termo, lamentavelmente, e o Governo não reajusta a tabela do imposto de renda, defasada 60%. INflação subindo.

Anônimo disse...

Vamos parar de culpar só o Marcel.
Ele está diretor na Previ.
Não administra a Petrobras.
No caso das Mc negativas, a Previ está se adaptando, se resguardando face a lei dos 30%.
A Previ tem regras demais, é uma colcha de retalhos.
Deveriam concentrar a luta na alteração de regulamento, por exemplo, Parcela Previ (redutor),
voto de minerva, consulta ao corpo de associados etc. etc..
O resto é murro em ponta de faca.
O que é preciso é de mudança total.
Quando se instituiu a Parcela Previ, a situação era uma, hoje está mudada. Ela poderia ser "extinta".
Mas, se a situação (investimento, aplicações duvidosas, ingerência) voltar ao que era antes, mudança fica difícil.
Mas, entra administração (indicados e ELEITOS), sai administração, quase sempre os mesmos, o status quo permanece.

Anônimo disse...

Alguem conseguiu devolver para a fopag o desconto da Cooperforte?

Anônimo disse...

A Previ e o BB são verdadeiros carrascos dos indefesos aposentados e pensionistas, não criam nada que beneficie os seus assistidos nos tratam como trapos velhos, teem raiva da gente, é onde conseguem impor poder, são uns cordeiros nas mãos dos governantes e descarrangam sua insignificância pisando nos velhos, lhes dá a conotação de que teem poder, parece uma brincadeira macabra de gente grande massacrar quem é idoso.Quanta desumanidade!

Anônimo disse...

Concordo com Rosalina, Ela disse tudo. Vamos reunir e tomar decisões . Auguem se manifesta sobre essa decisão de Rosalina, Falem ou se calem para sempre. porque daqui pra frente vai ser pior não espere nada da Previ dos incessíveis E FARTOS DIRETORIA DA PREVI

VAMOS NOS UNIR E DA UM BASTA.

ANONIMO

Anônimo disse...

Não questiono que o ES tenha virado a tônica geral, mas, às margens, rolam notícias que nos interessam:

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,lider-tucano-defende-criacao-de-quatro-cpis,1627067

Obs.: uma das CPI's envolvem os fundos de pensões

Anônimo disse...

Eu só tenho a dizer que já pretendia entrar com a ação dos 30% porque pesquisei muito a respeito e tenho certeza da sentença favorável por conta da lei, do judiciário em todas as instâncias e inclusive pela renovação do CDC que se encontra no Senado e estabelece o limite de 30%.Não entrei antes porque não tinha como pagar o advogado e agora a Anaplab está possibilitando essa ação que vai resolver minha vida.Só tenho agradecimentos ao Prof.Ari ao Gilvan e espero a cada dia a sentença da ação.

Anônimo disse...

Parabéns Rosalina po sua explanação coerente. Até agora a chapa três não nos disse para que veio. Estamos fartos de conversa mole. Precisamos de ação e esta não existe.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Apesar das muitas criticas à PREVI, e eu já fiz algumas, temos que concordar que, fora a má vontade para conosco, ela é séria em suas açoes.Se fosse diferente, já estariamos tendo que pagar mais contribuiçoes para cbrir rombudos deficits.Quanto ao ES, eu poderia tomar mais $18.500,00, mas só tomei $1.500,00, para dessa forma diminuir um pouco a prestação mensal.Temos que aprender a viver dentro do nosso orçamento.

Anônimo disse...

PODE ISSO?

Os diretores da Previ acabaram com o BET, mas antes se preocuparam em reservar um bônus de R$ 500.000,00 (QUINHENTOS MIL REAIS) para si próprios. Eles sabem bem que dinheiro não é o problema nos cofres da Previ. E lembrem que eles também beneficiários do BET. Trata-se de ganho acumulado. Eu teria que receber meu BET de R$ 454,00 durante 1.101 meses (92 anos), para totalizar somente o bônus que eles receberam em uma única mãozada.
E de gorjeta vão se aposentar com 80 mil reais pela Previ.

Reflitam bem nas eleições de 2016. Não votem em marcianos.

Marcelino Maus disse...

Sobre o comentário:

"O que acontece é que tem gente querendo responsabilizar a Previ pelo seu endividamento, quando o responsável (salvo casos específicos) é ele mesmo. E a mudança a revelia da MC como afirmou, foi ocasionada (em parte) pelas ações judiciais dos 30% realizadas por pessoas que justamente estão nessa situação, fazendo com que a Previ se respaldasse na lei."

Não vem ao caso o posicionamento dos colegas, só quero registrar que a PREVI não poderia EM HIPÓTESE ALGUMA firmar convênio com COOPERATIVAS DE CRÉDITO para acolher CONSIGNAÇÃO EM FOLHA, não importando a questão da MC 30%.

MAS, MAS, MAS, se a PREVI considera há DÉCADAS a MC de 30% para seu próprio ES, JAMAIS poderia permitir que a MC de 30% extrapolasse com CONSIGNAÇÕES EXTERNAS.

FICOU CLARO ? Diretores da PREVI "negociaram" convênios ilegais permitindo extrapolação da MC 30%.

O Banco do Brasil NUNCA fez isso com terceiros.
O INSS faz com várias financeiras na MC de 30% - E GANHA COMISSÃO POR ISSO !

Esse EMBROLHO de extrapolações da MC 30% é fruto do OBA-OBA de Cooperativas que quiseram CUMPRIR METAS (ESPUMA) para justificar HONORÁRIOS DE SUCESSO aos Diretores, a exemplo da BV e PANAMERICANO... os Sobrinhos do ERMIRIO e SILVIO SANTOS que quebraram esses Bancos.

A Previ tbm DESORIENTOU-SE com a RENDA VARIÁVEL para EMBOLSAR os HONORÁRIOS dos Auditores nas Participadas - devolverão o Prejuízo da PeTeroubrás?

DINHEIRO NA MÃO É VENDAVAL... para todo mundo, Previ, Cooperativas, Cassi, BR, PETRALHAS de plantão.

Anônimo disse...

Com base no Estatuto do Idoso a Previ não pode estabelecer prazos do EMPRESTIMO SIMPLES diferentes em função da idade dos tomadores. Principalmente em se tratando do dinheiro que pertence a todos. Os mais idosos já contribuiram com muito mais tempo. Estou certo ou errado??????

Ari Zanella disse...

Não vejo embasamento na questão do ES para pleitear uma possível violação do Estatuto do Idoso. A PREVI não está negando crédito. Está diminuindo o prazo, o que convenhamos, não é proibido.
Posso estar enganado, por isso, gostaria que me provassem o contrário.

Anônimo disse...

A questão da limitação do prazo do empréstimo vinculado a idade do tomador pode ser encarada de duas formas, a Previ certamente vai perguntar: O senhor é o Hilander? Se a resposta for afirmativa não há limitação de prazo, agora se a resposta for não, aí o contratante vai estar inserido na tabela de prazo.

Anônimo disse...

Tá bom a Previ é o máximo!! O máximo de maracutaias que lá trabalham? Para nós fazer o mal.
Ando de saco cheio com essa Previ x BB.
Quanto a outra associação em relação aos 100% não fazem nada para que a mesma ande. Sabem aquele velho ditado que diz? Que de grão em grão a galinha enche o papo? Pois é... estão comendo as coitadas das pensionistas x aposentados pelas beiradas. E muitos de tanto esperar, já morreram. Apenas 10 reais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sai de reto satanás!!!




Espaço---------------- pois a diferença eh gritante.
A ANAPLAB eh a melhor associação que surgiu.

Obrigado, ANAPLAB!!



Anônimo disse...

Prezado Ari,
Quanto ao seu comentário de 20:13 - 30/01, não é possível invocar o artigo 5º da Constituição Federal?
O principio da isonomia cita "distinção de qualquer natureza".

Ari Zanella disse...

Se não vivêssemos no Brasil, tal ação seria possível. Acaso os Planos de Saúde também não discriminam os velhinhos com valores mais altos (faixa etárea)? E nem por isso são punidos. Brasil é a terra do desrespeito e ninguém muda este quadro. Infelizmente.

Anônimo disse...

Nos os aposentados da Previ vivemos um período extremamente apertado, nos tiraram oBet antecipado e voltaram as contribuições mesmo para os que já pagaram mais de 360 meses, e para os diretores aprovam um bônus milionário.Meu Deus isso é AVILTANTE!!!